Miniguia de praias | Sergipe

Ilha da Sogra, Praia do Saco

[Ilha da Sogra, Praia do Saco]

Sergipe pode não ter o litoral recortado nem o mar azulzinho de outros estados nordestinos — mas em compensação oferece a maior diversidade de passeios que você vai encontrar perto da praia no Nordeste.


View Praias e passeios de Sergipe in a larger map

.
–> ESTRATÉGIA & ROTEIROS

O estado é compacto. Vale a pena alugar um carro para fazer os passeios por conta própria. Com base em Aracaju você pode visitar o litoral norte (Barra dos Coqueiros, Pirambu, o pantanal de Pacajuba), o litoral sul (Praia do Saco), as cidades históricas de Laranjeiras e São Cristóvão e o Parque dos Falcões — um cardápio para pelo menos quatro dias inteiros.

A cereja do bolo sergipano, o passeio pelo cânion alagado do Xingó, no rio São Francisco, pode ser feito num bate-volta bastante cansativo desde Aracaju (neste caso, melhor fazer em passeio organizado do que por conta própria). Mas você vai aproveitar muito mais se programar um ou dois pernoites por lá, seja em Canindé de São Francisco (lago sergipano), seja em Piranhas (lado alagoano).

As épocas mais animadas em Aracaju são durante o Pré-Caju (em 2013: de 17 a 20 de janeiro) e o São João (o mais confortável do Brasil para o turista, devido à grande superioridade de Aracaju em comparação a Campina Grande e Caruaru nos quesitos hospedagem, gastronomia e passeios).

Role a página para ler mais sobre Aracaju (com dicas para o Xingó), Barra dos Coqueiros e Praia do Saco.

–> ARACAJU

13 de julho

[Bairro 13 de Julho]

É a sua praia: se você quer passar férias num lugar onde dá vontade de morar

Não é a sua praia: se você faz questão de mar azul

Vai por mim: campeã no quesito qualidade de vida entre as capitais nordestinas, Aracaju conquista pela sensação de ordem e sossego. A capital é delimitada por dois rios — o Sergipe, ao norte, e o Vaza-Barris, ao sul. À beira do rio Sergipe ficam o centro histórico (onde o novíssimo Museu da Gente Sergipana e o Mercado Municipal são visitas obrigatórias) e, em direção à saída da cidade, a Orlinha do Industrial, onde funcionam restaurantes pitorescos à beira-rio, como o Bar do Sapatão.  

Na direção sul, o centro dá vez ao 13 de Julho, o bairro mais elegante da cidade, onde a elite mora de frente para um lindo manguezal transformado em parque (entre o centro e a região residencial, recomendo o tradicional restaurante João do Alho). Os dois shoppings da cidade ficam por ali: o Shopping Jardins, atrás do 13 de Julho, e o Rio Mar, na Coroa do Meio, no caminho das praias.

A orla começa na Praia dos Artistas, que é uma enseadinha, e por isso oferece maior a possibilidade de encontrar mar azul. Depois começa a Atalaia, uma praia de faixa de areia larguíssima que foi urbanizada com bastante competência. Junto ao calçadão você vai encontrar lagos, praças, fontes, playgrounds, restaurantes (o melhor deles é o Cantina d’Italia) e o Oceanário de Aracaju. Passarelas de madeira levam do calçadão até a região dos quiosques (padronizados) junto ao mar. Mais para o fim da Atalaia, no calçadão oposto à praia, fica a Passarela do Caranguejo, um nicho de bares e restaurantes capitaneado pela casa de forró Cariri. Os melhores restaurantes do bairro, porém, não estão ali: são o Pitu com Pirão da Eliane, a churrascaria Carro de Bois (numa rua interna próxima ao extinto hotel Parque dos Coqueiros), o Sollo, no hotel Aruanã, e o sofisticado Ateliê 22 (que ainda não experimentei, mas repasso com total confiança a dica da Miss Check-In; funciona para jantar de quinta a sábado e para almoço no domingo).

Quando acaba a Atalaia, a faixa de areia fica mais estreita, e a praia, mais interessante. A partir da praia da Aruana aparecerão quiosques. Mais para o sul estão os dois restaurantes/clubes de praia com melhor estrutura: o decano Parati e o Com Amor Beach Bar,  ambos na praia do Refúgio.

Oceanário de Aracaju

[Oceanário de Aracaju]

Organize seus passeios da seguinte maneira. Tire um dia para o litoral norte — atravesse pela ponte do Rio Sergipe, vá à estação do Projeto Tamar em Pirambu (34 km) e prossiga pelo Pantanal de Pacatuba (115 km). Noutro dia, combine a cidade histórica de Laranjeiras (30 km ao norte) com o Parque dos Falcões ou, se for com crianças, o zôo/parque aquático do resort Boa Luz. A primeira capital do estado, a lindinha São Cristóvão (23 km ao sul), cabe numa tarde — um desvio depois de pegar praia no Refúgio. Não deixe de separar um dia para ir à Praia do Saco (65 km ao sul) — com ou sem passeio de barco (feito pela escuna Gazzela, inclui paradas na ilha da Sogra e em Mangue Seco).

Para o Xingó (220 km a noroeste) vale muitíssimo mais a pena prever um ou dois pernoites. Além do passeio-padrão de escuna ao cânion (se quiser fugir da farofa, vá no meio de semana), há a gruta de Angicos, onde Lampião foi emboscado (contrate um barqueiro para ir até lá), o Museu de Arqueologia do Xingó, e a praia de rio e o casario colorido de Piranhas. (Dá também para visitar a hidrelétrica, se você gosta dessas coisas.)

Onde ficar: para curtir um clima mais praiano, o pequeno Aruanã Eco Praia é o mais astral — fica no iniciozinho das praias do sul, a três minutos de carro da Atalaia, e dá a sensação de estar numa praia isolada.

Na Atalaia, o mais próximo da Passarela do Caranguejo é o San Manuel, de bom custo x benefício. Mais adiante, o Radisson, ainda novo, é o top da cidade; seus vizinhos Mercure, CeliReal Classic completam o primeiro time da Atalaia.

Fora da praia, dois hotéis ficam nas proximidades de shoppings: o ótimo Quality, integrado ao shopping Rio Mar, e o Ibis, que está a cinco minutos de caminhada do shopping Jardim.

Na região do Xingó, fique no lado sergipano no Xingó Parque Hotel, em Canindé de São Francisco, ou do lado alagoano no Pedra do Sino, em Piranhas.

Como chegar: Aracaju é servida por vôos diretos de São Paulo, Rio, Brasília, Salvador, Recife, Belo Horizonte, Maceió e Campinas. O aeroporto fica a menos de dez minutos de táxi da zona hoteleira da Atalaia (há dois pontos de táxi: um para os táxis especiais, tabelados, e outro para os comuns, que funcionam pelo taxímetro). De carro são 280 km desde Maceió (venha pela litorânea alagoana, atravesse pela balsa de Penedo a Neópolis e só então pegue a BR 101) e menos de 300 km desde Salvador (com a inauguração da nova ponte Gilberto Amado, prevista para dezembro de 2012, que fará a ligação da Linha Verde sergipana — prolongamento da baiana — com a costeira do litoral sul, fazendo você chegar a Aracaju pela praia do Mosqueiro).

–> BARRA DOS COQUEIROS

Hotel Prodigy

[Prodigy Resort em Barra dos Coqueiros]

É a sua praia: se você busca um resort BBB

Não é a sua praia: se você quer muvuca perto do hotel

Vai por mim: situada na ilha de Santa Luzia, Barra dos Coqueiros é um endereço de casas de praia de aracajuanos. A praia é bem parecida com as de Aracaju; muda apenas a infra: tem um núcleo de quiosques rústicos e, fora dele, as areias ficam desertas. O centro de Aracaju está a 15 minutos de carro, pela ponte sobre o rio Sergipe; estando motorizado, dá para dar um pulo na cidade. Todos os passeios sugeridos na seção de Aracaju são igualmente realizáveis partindo daqui.

Onde ficar: o Prodigy Aracaju é o antigo Starfish, agora controlado pelo grupo GJP (de Guilherme Paulus, o fundador da CVC). As piscinas são bonitas e ficam debruçadas sobre o mar. Nesta nova fase, o hotel não é mais all-inclusive — o que vem a calhar, já que o bacana de Sergipe é poder fazer passeios diferentes todos os dias.

Como chegar: vindo de Aracaju, é só atravessar a ponte sobre o rio Sergipe. Vindo pela BR 101, não é preciso entrar na capital.

–> PRAIA DO SACO

Praia do Saco

[Praia do Saco]

É a sua praia: se você procura uma praia calminha e de mar azul em Sergipe

Não é a sua praia: se você precisa de um hotelão ou resortão

Vai por mim: normalmente, rios caudalosos que deságuam no mar são tidos como vilões que turvam as águas das praias próximas. Com o Rio Real acontece o oposto: graças a suas águas azuizinhas, a Praia do Saco tem o mar mais bonito – e calmo – de Sergipe. Da orla do vilarejo, ocupada por casas de bacanas, avista-se a Ilha da Sogra, um banco de areia que é parada de passeios de barco. Tudo isso já é lindo, mas é só um trailer: a praia realmente estonteante é a Ponta do Saco, um pouco mais ao sul, que fica exatamente na esquina do rio com o mar e mistura as duas paisagens: com os pés na areia branquinha, vê-se o mangue na outra margem. A mais famosa (e menos bonita, na minha opinião) Mangue Seco está do outro lado do rio, já na Bahia; a mesma escuna que leva à ilha da Sogra normalmente vai até a terra de Tieta também. Na praia da vila, experimente o catado de aratu do restaurante da Josefina.

Onde ficar: a pousada bem em frente à praia da vila é a Florais do Atlântico. Um pouco mais ao norte, na Praia das Dunas (o nome diz tudo), a melhor pousada é a Pousada Praia das Dunas.

Como chegar: a Praia do Saco está 65 km ao sul de Aracaju. Basta sair pela Rodovia José Sarney e pegar a ponte Joel Silveira, que atravessa o rio Vaza-Barris. No caminho você vai passar pela entrada a outras praias do litoral sul, como Abaís e Caueira, que têm mais estrutura para receber visitantes de um dia.

Leia também:

Sergipe: São João, São Pedro e São Francisco

Página-guia de Aracaju no Viaje na Viagem

Cânion do Xingó com base em Alagoas: a viagem da Carla Z.

Miniguia de praias: Salvador e litoral norte baiano

Miniguia de praias: Morro de São Paulo, Boipeba, Barra Grande, Itacaré e região

Miniguia de praias: Arraial d’Ajuda, Trancoso, Caraíva, Corumbau e região

Praiômetro: chuvas em 42 destinos do Brasil e do Caribe

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


24 comentários para “Miniguia de praias | Sergipe”

  1. Fui no ano passado para lá, mas como fiquei pouco tempo, acabei não conhecendo bem. Fiz um passeio bate-volta até o Cânion do Xingó e realmente achei que merecia mais tempo por lá. Outra região que também me deixou com gostinho de quero mais foi a acesso até Mangue Seco, na Praia do Saco, que como você disse, achou mais bonita do que Mangue Seco. Adorei o guia, espero botá-lo em prática brevemente. Abs.

  2. Fui em 2010 para Aracaju. Fui ao cânion do Xingó e Praia do Saco, mas o melhor passeio que fiz a partir de Aracaju, foi Mangue Seco na Bahia. Praia deslumbrante, e fica a apenas 60km de Aracaju. Vale a pena estar em Aracaju e fazer este passeio.

  3. Estou adorando os mini-guias de praias!!! Dá para utilizarmos nas férias de janeiro!! É só escolher!!! Abs

  4. Muito bom esse miniguia, bastante proveitoso!

    Abs.,

  5. Moro em Aracaju e fico impressionado como o Ricardo e sua equipe traduzem fielmente o que se passa na cidade; alias, em qualquer cidade que ele resenhe! Aracaju é isso mesmo que ele falou! Parabéns a todos que fazem esse blog, e claro, ao Riq! Sou fã!

  6. Muito bom e informativo!

    Ainda não conheço as belezas do Sergipe! Espero que seja em breve! :)

    Abs!

  7. O Riq resumiu Aracaju:é uma cidade que vc vai passear e quer morar! Linda demais! E ainda não fui ao Xingó, à praia do saco, mangue seco…pretendo voltar em 2013.

  8. Lindo post sobre a minha terrinha :)
    Temos esse grande problema aqui, pois as pessoas vem passar férias e acabam querendo morar, tanto que boa parte da população é composta por pessoas de fora.
    Ricardo o bar do Sapatão na orlinha do bairro Industrial já não funciona mais.
    E que precisa de mais dicas, estarei a disposição.

    1. Oi Riq!
      Amei o miniguia!
      E obrigada pela confiança :) O Ateliê 22 é realmente muito bacana, mas fechou para reforma agora, no último dia 23, e só retornam depois do Carnaval (2013).
      Quanto ao Bar do Sapatão, Fernanda, vou lá confirmar sua informação. Entranhei a notícia, pois almocei lá há quinze dias. Mas vou conferir.
      Bjos e ótimas festas a todos!

      1. Eu de novo!
        Só para avisar que o Sapatão continua funcionando normalmente.
        De domingo a domingo para almoço e almoço e jantar sextas e sábados.

  9. Há exatamente 10 anos passei o carnaval em Aracaju. Me diverti muito no Cariri, citado na reportagem e em termos de carnaval, o máximo que vi foi manifestação popular de boi na Praia dos Artistas. Será que o funk e o axé dominaram a cidade ou continua assim?

  10. Olá Bóia!
    Passando só para registrar que hoje será inaugurada a Ponte Gilberto Amado, que ligará Aracaju-Salvador pela via costeira, encurtando a distância entre as duas capitais pela Linha Verde.
    Mão na roda e vista bem mais bacana! #ficadica
    ;)

  11. Olá! Parabéns pelo trabalho.
    Gostaria de viajar em julho com meu marido e minha filha de 13 anos para um lugar bem ensolarado. Já fomos a Natal e adoramos mas venta muito nessa época.
    Goiás é uma boa opção com suas águas quentes? Ou é no Nordeste ou no Norte que devemos ir?
    Agradeço a resposta.

    1. Olá, Rita! Caldas Novas e todos os destinos de praia fluvial do Centro-Oeste são uma ótima pedida no meio do ano. No Norte-Nordeste, o lugar mais ensolarado é o Ceará.

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

  12. Olá Bóia!
    Quero viajar em setembro para o nordeste para passar dez dias, mas não sei para onde ir.Já conhe Fortaleza, Recife, Porto de Galinhas, Natal, Maceio e Porto Seguro.Oque voce sugere para 3 adultos que gostam de belas praias e agito.

    1. Olá, Catia! Consulte o Praiômetro para ver onde é melhor pegar praia em setembro: http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

  13. Oi Ricardo e bóia,

    vocês sabem se há alguma boa novidade em termos de hospedagem em Sergipe (Capital e litoral)? Mais uma dúvida: é possível ter uma experiência “parecida” com a Pousada do Toque em algum outro estado do Nordeste que não Alagoas?
    Obrigada!

    Bjos
    Mari

    1. Olá, Mari! Não sabemos de novidades em Sergipe, a não ser a reativação do hotel da Barra dos Coqueiros, que agora se chama Prodigy, é da rede GJP (de Guilherme Paulus, que também é chairman da CVC).

      Não tente encontrar um destino em outro. As condições específicas da Rota Ecológica só ocorrem por lá.

  14. Olá,

    Gostaria se saber se há uma outra opção de cidade-base, que não Aracaju. Estou buscando uma cidade menor, com uma estrutura parecida com Jericoacoara, por exemplo. Piranhas seria assim?
    O fim do ano é uma boa época para ir?

    Obrigada!

    1. Olá, Luciana. Se essa cidade ou base existisse, fique certa que estaria citada no post. Não procure Jericoacoara em Sergipe. Não procure o cânion do Xingó no Ceará.

      O fim do ano é uma boa época. Piranhas fica em Alagoas, é uma base para o cânion do Xingó, não para passear por Sergipe.

  15. Vou para Aracaju e só tenho dois dias para passeio.
    Penso em ir ao oceanário logo na chegada, para aproveitar o resto do dia.
    Basicamente tenho só a quinta feira para um passeio maior. Estarei com 3 crianças. Acho que ir até o Canion do Xingo será muito cansativo para eles.
    Pelo que vi, ir até a Praia do Saco é uma boa opção. Mas fiquei confusa se Mangue-Seco é por ali ou não tem nada que ver? No mesmo passeio se passa pelo prejeto Tamar?
    Para o terceiro dia queria uma dica de passeio pois tenho que voltar a Aracaju, caso for sair, até as 16hrs.
    Obrigada.

    1. Olá, Débora! O Projeto Tamar fica para o norte de Aracaju. Você não viu o mapa?

      Há passeios de barco que saem das proximidades da Praia do Saco, passam pela Ilha da Viúva (Praia do Saco) e seguem a Mangue Seco. Informe-se no seu hotel, eles têm o contato.

  16. Olá, Ricardo, parabéns pelos excelentes miniguias, fico encantada com as suas descrições.
    Estou programando minha viagem de férias com marido e filha de 6 anos para a primeira quinzena de julho. Gostei muito das dicas de Sergipe.
    Para criança dessa idade, seria mais interessante ficarmos no Prodigy Resort? Ou nessa época ele é muito cheio e fica improvável descansarmos?
    Muito obrigada por sempre ajudar-nos. Não viajo sem antes ler suas dicas!

    1. Olá, Flavia! Julho é um mês de muita chuva em Sergipe. Veja o nosso Praiômetro para ver quais as melhores praias para visitar nesse período: http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

ATENÇÃO:
Desculpe, mas esta caixa está inativa e seu comentário não aparecerá. Estamos aprontando um novo Viaje na Viagem. No novo site a caixa de comentários voltará a funcionar. Obrigado pela compreensão!