Leasing de carro na Europa: você fez recentemente? Diga lá!

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Próximo a St.-Rémy-de-Provence

Outro dia a Adri Lima perguntou das sobretaxas para devolver carro alugado na Europa, num país diferente do da retirada. Os sites das locadoras que oferecem essa possibilidade normalmente fazem o cálculo e discriminam automaticamente.

Mas eis que a Maria das Graças entrou para lembrar algo de que eu já tinha esquecido: o leasing de carros oferecido pelas montadoras francesas na Europa. Antigamente esse esquema era tido como um grande negócio: você pega um carro novinho de fábrica, rodapelo menos 17 dias e devolve para a montadora revender, pagando preço mais barato que locação.

Por que será que não se fala muito mais nisso? Será por que ficou caro? Ou será por que ninguém mais passa pelo menos 17 dias na estrada?


Quando me interessei pelo esquema, na outra encarnação, havia uma taxa de US$ 200 para devolver o carro em outro país (que é bastante razoável; nas locadoras isso pode chegar a 600 euros, dependendo da distância entre os países). De vez em quando também rolava uma promoção tornando grátis a entrega em outro país durante determinado tempo.

Na época havia até uma agência brasileira especializada em leasing Renault, a Renocar. Agora, procurando na internet, vejo que apenas a Citroën está representada no Brasil, pela TT Operadora. A Peugeot tem um site internacional e o programa da Renault parece ter um site baseado na Austrália.

Estamos atrás de relatos e depoimentos de brasileiros que tenham feito o leasing recentemente (ou ao menos pesquisado dentro de condições reais de viagem).

O que levou você a escolher (ou não) esta modalidade? Como foi na prática? Conta pra gente! Obrigado!

Leia mais:

Viagens de carro: montar bases é melhor do que pinga-pinga

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


21 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Italo
ItaloPermalinkResponder

No ano passado fiquei 34 dias na Europa.
Desses 34 dias, 8 eram na Suíça e 14 na Itália totalizando 22 dias em que no início do planejamento faria tudo de carro e logo veio o leasing como a melhor opção.
Na época havia pesquisado as 3 francesas principais: Peugeot, Renault e Citroen. Dentre todas a Citroen parecia ser a mais vantajosa que tinha um C3 1.4 por cerca de 750,00 euros por 17 dias e como meu roteiro incluiria entregar o carro em outro país, teria a taxa de 200,00 euros de retorno.
No entanto, após muitos meses de pesquisa e leitura de guias e muitos blogs de viagem concluí que não precisaria de carro o tempo todo. O objetivo maior era o deslocamento entre cidades fazendo alguns bate-volta e pit-stops, especialmente nas cidades do interior da Suíça e Itália.
Logo conclui que se eu colocasse grandes cidades (com bom transporte público) com estadia de mais de 3 dias no começo e no final dos 22 dias eu precisar locar o carro mesmo por um período menor, e melhor ainda fazer uma locação por país que significaria menor custo final.
Deste modo organizei a viagem com 7 dias de locação na Suíça e 7 dias de locação na Itália (logo percebi que não faria muita diferença alugar 5 dias e deixei as 2 reservas com 7 dias mesmo).
Daí alguém pode perguntar, mas e o deslocamento entre os 2 países?
Bom, neste caso utilizei o meio de transporte mais bem sucedido na Europa, trens. São fáceis de utilizar, e com bom planejamento paguei passagens muito, mas muito baratas. No meu caso eu entreguei o carro da suíça em Lugano, bem na fronteira com a Itália, peguei o trem até Verona (trajeto de cerca de 230 km) e economizei uns 4 dias de locação do veículo já que não precisaria até o último dia de Verona quando entraria no interior da Itália. E a passagem custou apenas 23 euros.
Com mais uma semana de carro locado na Itália, devolvi assim que cheguei em Firenze onde fiquei por 5 dias e também não precisei do carro (PS: aconselho fortemente não usar carro em Firenze, transito complicado e a ZTL (zona de tráfego limitado) é um parto para entender onde pode entrar, onde ela começa e termina, resultado é multa quase que certa e a conta do carro fica ainda maior).
Em resumo economizei na locação do veículo, comparando o leasing com a locação das agências em si, cerca de 300 euros, sem contar itens que deixei de gastar por não estar com o carro como estacionamento, combustível e até o risco das grandes cidades como multas e acidentes.
Bom, utilizando das dicas aqui mesmo no VnV, não há fórmula mágica para todas as viagens. Na prática vale uma boa pesquisa, calcular os custos e ter uma boa noção do trajeto e as opções existentes para chegar até lá e locomover-se localmente. No meu caso a locação saiu melhor do que o leasing.
Entretanto, ainda tenho o leasing como uma opção caso retorne à Europa, o roteiro e os custos envolvidos justifiquem.
É isso. Espero ter ajudado, ou complicado ainda mais smile
Abraços,
Italo.

Joao DF
Joao DFPermalinkResponder

Em 2011 fizemos leasing da Prugeot através da sua representante no Brasil/SP - Qualytours. Rápido, seguro e por um preço sem concorrente aqui e lá na Eurooa.
Ficamos 54 dias com o Peugeot 207 com todos os itens de série(ABS, direção eléttica,ar,airbag, diesel etc) e novinho em folha. O pessosl da TT no aeroporto CDG foi ótimo e super atencioso.
Recomendo.
http://www.peugeotnaeuropa.com.br/
Abraço para todos.
Joao DF

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Massa!

Valeu, Riq, ter subido a dúvida. Vou pesquisar mais sobre essa opção do leasing!

Obrigada a todos!!

Afonso Weigert

Prezados, estarei em Paris no início de setembro/13. Na nossa programação consta assistir uma ópera no Ópera de Paris, dia 07/09/13 às 19:30 hs. Pergunto: é obrigatório o traje passeio completo? (terno). Caso positivo tenho duas opções, uma levar o terno (peso extra) ou alugar um em Paris. Poderia me ajudar? Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Afonso! Falamos sobre quais roupas vestir em salas de concerto aqui: http://www.viajenaviagem.com/2013/03/operas-e-concertos-na-europa-com-que-roupa-eu-vou/

-- A.L.
-- A.L.PermalinkResponder

Uma segunda vantagem do leasing é que ele em geral vem com bem menos restrições a usar o carro no leste europeu dentro da UE.

Acho que menos gente anda fazendo leasing porque aumentou bastante a concorrência e facilidade em alugar carros.

Cláudia
CláudiaPermalinkResponder

Pessoal,
Aproveitando o espaço falando sobre aluguel de carros na Europa , gostaria de relatar a péssima experiência que tive com a avis do aeroporto de Porto. Antes de entregar o carro enchemos o tanque de combustivel ate a boca e o marcador não estava marcando exatamente o 100% , então avisei a recepcionista sobre problema no entanto ela foi enfática em dizer que poucos litros não fariam diferença só se fosse acima de 5 litros, o que seria impossível ter gasto na pequena distancia entre o posto e a avis, menos de 10 km. Quando a fatura do cartao chegou vieram dois valores: 1- 8 euros pelo combustível extra ;2 - absurdos 33 euros pela taxa de reabastecimento, contatei varias vezes a avis e apenas me disseram que isso era parte do contrato, me senti extramemente lesada pela empresa.obs: já aluguei carro na avis na França e africa do Sul e não tive problemas.

Jorge Otávio
Jorge OtávioPermalinkResponder

Ja fiz 3 leasings 2 com Renault e 1 Peugeot sempre pegando em Orly.
Ele vale muito se vc for ao leste europeu e sua viagem for de mais de 30 dias , caso contrário o aluguel em Orly sai mais barato.
Tenha em mente que seu cartão internacional se for platinum vai cobrir 30 dias de seguro em locadora No leasing isto e mais condutor adicional vierem inclusos.
Com leasing vc pode ir ao norte da África como Marrocos , meu caso , e Tunísia.Pode também ir até a Turquia ou Rússia. Seu unico senão é não ir ao Kosovo.Eu fui mesmo assim pois pague seguro extra em Skopje na Macedônia.
Recomendo muito o leasing. A placa vermelha muitas vezes te faz passar a frente no leste europeu pois acham que se trata de carro diplomático. Em filas imensas como entre Polonia e Belarus ou Russia x Estonia você ganha no mínimo 1 hora , 1.5 horas a
menos de espera.

Antero Lorga
Antero LorgaPermalinkResponder

Já locamos veículos em Portugal e em Milão e fizemos leasing 5 vezes com a Renault (1 Twingo,2 Kangoo, 1 Megane cupê e 1 Laguna). Qualquer adjetivo é pouco para falar da Nettvoyages (hoje fora do ar) e, principalmente,da Renault, para dizer da qualidade dos seus serviços. Ótimos, ótimos e ótimos.
Pensamos que ao analisar o preço da locação do veículo, embora seja componente importante, devemos sublinhar também a economia indireta. Explico: no caso de cidades médias, principalmente na França, pode-se pernoitar em hoteis com preços acessíveis, localizados nas zonas industriais. E mais, nas mesmas zonas, é comum encontrar médios e grandes supermercados, hoje quase todos com restaurantes agradáveis e a preços honestos e onde vc já compra o lanche, o vinho e os queijos para a noite.
A inexistência de taxa de franquia, além de enorme vantagem também é bom psicologicamente pois dirige-se com tranquilidade.
Mas o melhor, a nosso ver, é a oportunidade de andar somente por estradas vicinais, em meio a florestas, vilas, pomares, lagos pouco conhecidos, parando onde e quando quiser, quer seja para comprar frutas da época, almoçar ou jantar ao ar livre. Não há economia que compense este prazer indescritível. Finalizando, penso que a opção da locação (por cidade) ou leasing (direto) depende muito do foco da viagem.

Cadu Bueno
Cadu BuenoPermalinkResponder

Quem substituiu a Nettvoyages na excelente operação de leasing Renault a partir do Brasil?
Com quem podemos no Brasil fazer leasing de Renault para rodar na Europa?

Antero Lorga
Antero LorgaPermalinkResponder

Prezado Cadu.

Eu não sei dizer-lhe. Agora mesmo tentei novamente o contato com o telefone (11) 6014-4222 mas não consegui. O do Fax é (era?) (11)6014-4210.

Quero crer que a Peugeot/Citroen ofereçam serviço semelhante, mas nós ainda não experimentamos.

Marcos Gomes
Marcos GomesPermalinkResponder

Com minha esposa passo temporadas na baixa estação na Europa todos os anos.
Ultimamente temos optado pelo que apelidei de “slow travel”: alugar uma “residência de turismo” por um longo período (45 a 60 dias) em uma cidade forte turisticamente, fazer um leasing por todo o período, perambular pelos arredores (até 300/400 quilómetros) com escapadas semanais por um ou dois dias além dos bate-e-volta pelos arredores.
Os preços de locação de longa duração para residências de turismo caem muito em relação às locações padrão de uma semana, de 40 a 60 por cento e vale negociar. Em 2011 aluguei um apartamento de 120 m2 em Nice com vista magnifica sobre o mediterrâneo por 40 euros o dia e fiz varias excursões pelo Cote d’Azur, Provence e norte da Itália esticando uma vez até a Córsega com carro e tudo. Além dos alugueres econômicos economiza-se também em lavanderias e nas refeições, sem a necessidade de substitui-las por lanches baratos, fazendo mais refeições em casa quando na “sede”. Estou planejando outros 60 dias no Sudoeste da França na primavera de 2014 com base em Biarritz.
Estou tendo dificuldades para localizar onde se contratar leasing Renault no Brasil e solicito ajuda para localizar a operadora atual. Necessito também de informações que me permitam contratar travessia de porto próximo a Biarritz até Dublin.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcos! O que sabemos sobre leasing está no texto. Leia também as contribuições dos leitores.

Alejandra Castro

Olá Ricardo, ouço sempre seu Viaje na Viagem na Band News a caminho para o escritório.
Olha meu marido e eu viajamos duas vezes por ano para Europa e fazemos sempre o Leasing Renault, pois é bem mais econômico, como você fala em seu artigo. Carros zero, com cheirinho de novo, e sabendo que não teremos problema algum durante os 25/30 dias que rodamos por diversos países. Antigamente fazíamos nossa reserva com a Renocar, mas acho esta faliu! Em março último fizemos com a TT Operadora o Citroen - não fiquei feliz com o atendimento que a meu ver deixou a desejar....mas terá que ser com ela pois não há outra. Mas o Citroen Picasso foi excelente para nós dois. Só para o leitor ter um parâmetro, em setembro passado precisamos alugar um carro em Varsóvia e Devolver em Tallin (Estonia) e pagamos 1,370 Euros por 6 dias!!! Isso foi demais, mas eles cobram um custo extremo pela devolução em outro país; acho, esperando que você desista.
Abraços, Alejandra
PS - estou ao dispor para esclarecimentos se você quiser, e eu puder ajudar.

Mauricio e Katia Fernandes

Ola, Boa Noite, Pessoal

Nos iremos em Abril / 2014 para Franca e Belgica. Ficaremos 32 dias. Queremos fazer um leasing. Quem pode nos indicar uma operadora???

Fiz um levantamento e, pelo visto, alugar esta melhor do que o leasing.

Aguardamos sugestoes

Katia e Mauricio Leandro

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Kátia e Mauricio! Vocês leram o texto? Leram os comentários anteriores? Por favor: leiam.

Tania
TaniaPermalinkResponder

Boa tarde!
Estou pesquisando o assunto pois vou com 2 amigas em maio para Europa. Já fizemos 2 vezes o leasing da Renault, que infelizmente não existe mais. Da última vez alugamos com a Hertz, também foi uma boa experiência, mas foi uma viagem mais "caseira", apenas 2 países. Dessa vez estou fazendo o leasing com a Citroen, principalmente porque vamos rodar fora dos circuitos normais, passando por Croácia, Hungria, Eslovenia etc. O carro novo além da maior sensação de segurança, tem a vantagem do seguro completo (com exceção dos pneus, nunca entendi isso!!!), para viagens mais longas eu acho o ideal. E concordo com o Antero, a liberdade de horários e a flexibilidade de encontrar hotéis fora dos centros, em locais mais pessoais, menos turísticos é gratificante. No balanço geral, acho que o leasing supera a locação para quem como nós não abre mão de viajar de carro. Na volto como foi a experiência com a Citroen, abraços. Tania

Flávio
FlávioPermalinkResponder

Olá Antero.
Você conseguiu descrever muito bem os prazeres que podemos desfrutar viajando de carro pela a Europa. Eu e minha esposa já fizemos várias viagens, percorrendo mais de 40.000 km, quase todas com leasing. Já experimentamos as 3 montadoras (Renault, Citroen e Peugeot). Com a Renault,compramos um Scenic que apresentou um problema mecânico em Nápoles e como não havia peça disponível na região, deram-nos um carro alugado por uns dias e depois nos forneceram outro Scenic para completarmos nossa viagem. O atendimento foi muito bom. Com a Peugeot , um pneu rasgado e tivemos que arcar com o custo de outro (300 euros, na Suiça). Como a Tânia, também nunca entendi porque o seguro não cobre. Com a Citroen (TTTours) sofremos um acidente na França e, o que poderia poderia ficar restrito a um susto, tornou-se um tormento porque a seguradora (Mondial)disponibilizou-nos um carro alugado por períodos de 2 ou 3 dias e ao final de cada período tínhamos que voltar à cidade de locação para "renovar" o aluguel. Ora, isso acabou por inviabilizar o prosseguimento de nossa viagem. Preferimos retornar antecipadamente à Paris e "infelizmente" fazer o "sacrifício" de por ali ficar o resto dos dias da nossa viagem.
Justiça seja feita: a TTTours aqui de São Paulo reembolsou-nos de todas as despesas ocorridas em função desse problema.
Mas, não obstante problemas como esses possam acontecer, repito o que disse no início: tudo compensa os prazeres que podemos desfrutar viajando de carro pela a Europa.

jose carim
jose carimPermalinkResponder

Na realidade li os comentarios anteriores e me convenci do uso do leasing, vou pros balcans em setembro, sao 35 dias de Trieste, onde pegaria o carro se possivel com leasing e iria em frente -balcans - corfu e roma onde pretendo entregar o carro. O que vocês acham? Conseguiria fazer o leasing, pois aluguel é impossivel.
Vou procurar a Citroen (TTTours) , ou alguma outra sugestao?
Obrigado por qualquer informação
jose carim

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José! Mesmo em esquema leasing você precisa informar os países pelos quais trafegará. Informe-se com os fornecedores se é possível. Lembre-se que ao trafegar por regiões não autorizadas você perde direito ao seguro e pode pagar multas.

Edilton Hofmann

Já aluguei 5 vezes carros da Renault pelo sistema de leasing. A ultima foi em 2012 quando reservei um Duster ( que lá é chamado de Dacia ) a diesel, tração nas 4 rodas e com GPS. Maravilha ! Fez 16,8 km/litro.
Agora estou querendo viajar de n ovo pelo territorio europeu e não estou encontrando mais a Renocar que teria se mudado da Av. Ipiranga para o ABC.

O meu roteiro repetido duas vezes, para correções e acréscimos começa em Genebra e acaba na mesma cidade, passando por Evian, Montreux, Vevey, Lausanne, Berna, Interlaken, Lucerna, Zurich, Basel, Mulhouse ( e as pequenas cidadezinhas da Alsácia ), Strassbourg, Konstanz, Lindau, Füssen, Garmisch-Partenkirchen, Oberamergau, Innsbruck, St.Moritz, Davos, Arosa, Liechtenstein, Chur, Locarno, Lugano, Stresa, Val D`Aosta, Chamonix, Megéve,
Annecy e novamente Genebra para encerrar o tour e entregar a "maquina". Já fui 22 vezes a Europa, até porque durante 16 anos trabalhei com turismo. Este programa de carro considero o mais interessante e bonito que já realizei pelos caminhos da Europa. Recomendo: Suiça, França, Alemanha, Austria, Liechtenstein e Itália. Pé na estrada...