13 roteiros de viagem pelo Sudeste Asiático comentados pelos leitores

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Ayuttaya

Pesquisa e foto | Mariana Amaral

Roteiros pelo Sudeste Asiático não são fáceis de montar: são viagens longas que envolvem escolhas quase cruéis. Laos ou Mianmar? Camboja com ou sem Phnom Penh? Como encaixar Hoi An? Qual ilha visitar na Tailândia? Nas caixas de comentário do Viaje na Viagem, leitores costumam pedir pitacos sobre seus roteiros, que são então publicados no Perguntódromo, gerando uma nova leva de dicas.

Como essas discussões acontecem em posts diferentes, ou em páginas diferentes da caixa de comentários de um mesmo post, achei melhor reunir todas essas discussões num post só, para que não seja preciso partir do zero de novo a cada roteiro.

Se você está planejando viajar para o Sudeste Asiático, dê uma olhada com carinho no que já foi discutido nos vários roteiros propostos. A essas alturas, é difícil haver uma dúvida de sintonia fina que já não tenha sido comentada anteriormente.

De quebra, aí vão 5 dicas minhas para montar o seu roteiro pelo Sudeste Asiático:

  • Vá com calma. Nos primeiros dias você vai precisar se recuperar da paulada da diferença de fuso horário. Evite pernoites únicos: se você dispõe de apenas 24 horas para um escala, vai acabar desperdiçando a maior parte do tempo no deslocamento e nos procedimentos de chegada e saída dos hotéis. Divida o número de dias de viagem pelo número de paradas. Se o resultado for inferior a 3, sua viagem está muito corrida.

  • Evite a época das monções. A melhor época para viajar é entre novembro e março. O Sudeste Asiático é uma excelente alternativa de viagem para Natal, Réveillon, janeiro e Carnaval.

  • Viaje leve. Lavar roupa no Sudeste Asiático (e na Índia também) é bico. Qualquer hotelzinho oferecerá um serviço 5 estrelas a preços camaradíssimas. Basta se hospedar duas noites num mesmo lugar para ter toda a sua roupa lavada e passada no capricho.

  • Conheça as rotas aéreas. As duas cias. aéreas que melhor quebram o galho entre os destinos mais procurados são a Bangkok Airways e a Vietnam Airlines. A Bangkok Airways voa entre Bangkok e Siem Reap, Luang Prabang, Yangon, Chiang Mai, Phuket, Krabi, Ko Samui -- e agora, desde o final de novembro, também opera duas rotas que vão ajudar muito em alguns roteiros: Yangon-Chiang Mai e Chiang Mai-Phuket. Já a Vietnam Airlines resolve bem as ligações entre Vietnã, Camboja, Laos e Mianmar, com as rotas Hanói-Siem Reap, Hanói-Luang Prabang, Hanói-Yangon, Saigon(Ho Chi Minh)-Siem Reap e Saigon(Ho Chi Minh)-Yangon.

  • Praia é um ótimo desfecho, mas não deve ser o foco principal. Vejo em muitos roteiros uma ênfase exagerada em percorrer o máximo de ilhas e praias na Tailândia. Pessoal: deixa o pula-pula entre ilhas pra Grécia ou pro Caribe. As praias da Tailândia entram nessa viagem como aquele descanso final depois de um périplo exaustivo por alguns dos lugares mais fascinantes do planeta. As praias são lindas, mas culturalmente falando são genéricas. Escolha uma base de praia para ser feliz.

A viagem da Tina

Itinerário: Tailândia (Bangkok, Koh Phi Phi, Bangkok)

Duração: 10 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem do Maia

Itinerário: Tailândia (Bangkok, Chiang Mai), Camboja (Siem Reap), Tailândia (Bangkok)

Duração: 15 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem do Erick

Itinerário: Tailândia (Bangkok, Koh Samui, Ao Nang, Phi Phi Don, Maya Bay, Bangkok)

Duração: 18 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem da Georgia

Itinerário: Tailândia (Bangkok), Laos (Luang Prabang), Camboja (Siem Reap), Tailândia (Krabi, Koh Phi Phi, Bangkok)

Duração: 20 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem do Philipp

Itinerário: Tailândia (Bangkok, Sukhotai, Chiang Mai, Krabi, Koh Phi Phi), Camboja (Siem Reap)

Duração: 20 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem da Carolina

Itinerário: Tailândia (Bangkok), Camboja (Siem Reap), Tailândia (Bangkok, Koh Phangan, Krabi, Phuket), Malásia (Kuala Lumpur), Cingapura, Emirados Árabes (Abu Dhabi)

Duração: 22 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem da Vanessa

Itinerário: Tailândia (Bangkok), Camboja (Siem Reap), Vietnã (Hanói, Baía de Halong), Tailândia (Chiang Mai, Bangkok, Railay Beach, Koh Phi Phi, Koh Samui, Bangkok)

Duração: 23 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem da Renata

Itinerário: Cingapura, Tailândia (Koh Phi Phi, Koh Lipe, Bangkok), Camboja (Siem Reap), Hong Kong

Duração: 26 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem da Beatriz

Itinerário: Tailândia (Bangkok), Camboja (Siem Reap), Vietnã (Hoi An, Hanói, Halong Bay, Hanói), Laos (Luang Prabang), Tailândia (Bangkok, Krabi, Koh Phi Phi, Bangkok)

Duração: 28 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem do Baiano

Itinerário: Hong Kong, Macau, Tailândia (Bangkok), Camboja (Siem Reap, Phnom Penh), Tailândia (Chiang Mai), Mianmar (Yangon), Tailândia (Phuket, Krabi, Koh Phi Phi, Koh Phangan), Malásia (Kuala Lumpur, Melaka), Cingapura

Duração: 30 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem da Tatiana

Itinerário: Tailândia (Bangkok, Chiang Mai, Chiang Rai, Ayutthaya, Sukhothai, Koh Phi Phi), Camboja (Siem Reap, Phnom Penh, Sihanoukville, Koh Rong), Laos (Luang Prabang, Vientiane), Vietnã (Ho Chi Minh, Hoi An, Delta do Mekong, Phu Quoc)

Duração: 31 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem da Ilma

Itinerário: Tailândia (Bangkok, Chiang Rai, Chiang Mai), Mianmar (Mandalay, Bagan, Yangon), Tailândia (Phuket, Koh Phi Phi, Railay Beach, Ao Nang, Krabi), Camboja (Siem Reap), Tailândia (Bangkok), Emirados Árabes (Dubai)

Duração: 35 dias.

Veja discussões a partir daqui.

A viagem da Camila

Itinerário: Tailândia (Bangkok, Railay Beach ou Ao Nang, Koh Phi Phi), Camboja (Siem Reap, Phnom Pehn), Vietnã (Ho Chi Minh), Cingapura, Malásia (Kuala Lumpur), Vietnã (Hanói), Tailândia (Chiang Mai), Emirados Árabes (Dubai)

Duração: 40 dias.

Veja discussões a partir daqui.

Leia mais:

102 comentários

netto
nettoPermalinkResponder

Você não vai conseguir conhecer tudo.
Fique pelo menos 3 dias em cada destino então avalie muito qual vale a pena.
Os deslocamentos são longos e cansativos.
Os dois lados das ilhas tailandesas tem período de chuvas distintos. Então escolha um dos 2.
Koh Lipe é muito longe, muito contra mão mas é linda. Mas fica a 1hora de barco de uma ilha da Malásia que tem aeroporto. E tem voo direto pra cingapura.
Bangkok: 3 dias ( acho que mais um dia não faria mal )
Krabi: Railey beac: 3 dias.. Não cogite ficar em Ao nang. Porque não se hospedar onde você vai querer passar o dia? Dali você pode conhecer entre outras...Hong Island. Uma das mais belas da virgem.
Phi phi leh: 3 dias. Ao lado da Maya bay vc pode conferir A Praia sem as multidões que vem de phuket e deixam o paraíso com densidade de copacabana.
Koh Lipe: 3 dias. Descanso merecido no paraíso. 6 horas de barco de phi phi. Existem outras formas de se chegar a Lipe, com varias trocas de meios de transporte. O barco de phi phi era confortável, ar condicionado e quando chegamos tive a certeza que 9 sexto sentido não nos deixou na mão.
Cingapura: 3 dias. Um pouco de civilização. E que civilização!

mirella matthiesen

Gostei das suas dicas ... aliás ter em mente que NÃO DÁ PRA VER TUDO é essencial em qualquer viagem ao Sudeste Asiático, a não ser que tenha no mínimo 6 meses smile

Eu não gostei de ficar em Krabi ou Ao Nang, pois os passeios de um dia desde essa praia são sempre cheios de gente (achei super mico aquele passeio das 4 ilhas) e a James Bond Island é muito longe, nem pense.

Melhor escolher uma ilha e curtir lá, mas com você disse, também achei linda a Hong Island, dessa forma, se fosse hoje e com a experiência que tenho, ficaria 2 dias na Praia Tubkaek e de lá iria p/ o passeio de um dia para as Hong Islands e depois partiria para Phi Phi ou qualquer outra ilha mais distante.

netto
nettoPermalinkResponder

Acabamos fazendo todos os passeios com barqueiro de forma individual. Saia mais caro porém chegávamos sempre antes dos grupos, além de ficar o tempo que queríamos. O site deixadefrescura.com.br nos ajudou muito.

Tatiana Wolff
Tatiana WolffPermalinkResponder

Que ótima ideia! Essa foi mesmo a viagem mais difícil de fazer o roteiro da minha vida! Sem vocês não teria conseguido! wink

Neiva
NeivaPermalinkResponder

Na tailandia fiquei em Ao Nang - adorei esta vila de la fiz o passeio 4 ilhas, que gostei muito - andei de caiaque, conheci a ilha flutuante e as outras. De la fui a ko phi phi - maya bay. De pucket fimos para chiang may e de la para bangkok. Em bangkok fizemos um bate volta no tiger temple e mercado flutuante e os demais dias conhecendo a capital. Total 21 dias. Viagem inesquecivel.

Aline Aguiar
Aline AguiarPermalinkResponder

Adorei esse post! Vou em abril com meu marido e minha filha de 2 anos e meio. Vamos fazer BKK- Chiang mai- Luang Prabang- Hanoi- Halong Bay - Hoi An- Siem Reap - Krabi - Phi Phi Don - BKK, em 30 dias. Minha maior dúvida é se vale mais a pena comprar os vôos internos por aqui ou deixar para comprar quando chegar lá mesmo. Alguém tem alguma dica?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Aline! Tudo é vendido online. Na hora sempre é mais caro e pode não haver lugar.

Aline Aguiar
Aline AguiarPermalinkResponder

Pois é, essa também é minha opinião mas andei lendo em vários blogs que valia mais a pena comprar lá do que online e bateu a dúvida...

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Que legal esse post ! Depois eu volto aqui pra contar se o roteiro deu certo mesmo. smile

Maria amalia leão de Araújo

Estou fazendo um roteiro de 30 dias incluindo Thailandia, camboja, vietna, Laos e no final uns 4 dias em Pequim. Eh muita coisa? Eh factível? Porque ninguém incluiu Pequim nesses roteiros? O mais próximo. chega somente a Hong kong. Obrigada amalia

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Maria Amália,
Porque Pequim é longe pra caramba do Sudeste Asiático. smile
Acho que você só deveria incluir se for pelos Estados Unidos (que é a rota mais longa), pq daí fica no meio do caminho.
[]s
Camila

Breno Fajardo
Breno FajardoPermalinkResponder

Olá, pessoal! Compramos passagens GRU-BKK-GRU, saindo 15/02, voltando 13/03, quase 30 dias smile Por tudo que li, incluindo os roteiros postados, chegamos no nosso: Bangkok (4 dias) > Sukhotai (2 dias) > Chiang Mai (3 dias) > Luang Prabang (3 dias) > Siem Reap (4 dias) >praias a decidir do sul da Tailândia (9 dias) > Bangkok (1 dia antes de retornar). Que vocês acham? Alguma sugestão? Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Breno! Só para avisar que não estamos mais colocando esses roteiros no Perguntódromo porque são repetitivos e a maioria das pessoas que tinha algo a dizer já disse.

luciano cian
luciano cianPermalinkResponder

alguem ja fez brasil sao paulo x bangkok pela Ethiopian Airlines? vou para o dudeste asiatico no final de fevereiro e essa opcao me pareceu a melhor (custo x beneficio, tempo de conexao). so n encontrei nenhum review em sites e blogs sobre essa rota. no site da Ethiopian o voo para Bangkok de sp faz somente uma escala em Adis Ababa. seguindo, 4 hs depois, para Bangkok.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciano! A cia. faz o mesmo que as aéreas dos Emirados e a Copa do Panamá: usa sua base como um hub entre Europa/América do Sul/África e Oriente Médio/Sudeste Asiático.

Paulo Gaeta
Paulo GaetaPermalinkResponder

Luciano, eu tambem pensei em comprar uma passagem para Bangkok
pela Ethiopian, mas encontrei alguns comentários em blogs que me fizeram mudar de idéia. O hub deles em Adis Ababa segundo as pessoas que lá estiveram, é muito precario. Parece que atrasos são comuns tambem. Acabei comprando pela Qatar com escala em Doha e paguei até mais barato. Não deixe de conferir tambem o site da Emirates (escala em Dubai). Boa sorte.

Paulo Gaeta
Paulo GaetaPermalinkResponder

Veja só esse link Luciano:

http://goo.gl/1Ljjf7

Na parte de baixo da página, várias pessoas descrevem sua experiência com a Ethiopian

Renata
RenataPermalinkResponder

Boia , boa noite! Eu e meu marido estávamos pensando em um roteiro de 23 dias entre Tailândia, Cambodia e Vietna em setembro! Gostaria de saber que cidades e dias você sugere? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, REnata! Infelizmente não temos condições de desenhar roteiros individuais. Procure nos roteiros listados a partir desta página e nos comentários relacionados algum parecido para se basear.

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Renata,
Só lembrando uma coisa: setembro não é um mês legal para viajar por esses países por conta da chuva.

FABIO COSTA MORAES

Boia, tudo bem?

Tenho uma duvida técnica de logistica na minha breve passagem pelo Camboja. Devo ficar apenas dois dias em quais pretendo fazer a seguinte programação:

DIA 0 - Chego de Bangkok as 20h25 (só para jantar e dormir)
DIA 1 - Pegar um Guia e visitar: Banteay Srei, Ta Phrom e Angkor Thom.
DIA 2 - Acordar cedo para ver o amanhecer em perambular por Angkor Wat, e no inicio da tarde ir para a Floating Village, voltando no fim da tarde - meu voo de volta é nesse mesmo dia as 20h55, é viável acomodar esses passeios sem correr risco? Melhor trocar algum passeio de dia?

E por ultimo, a algo imperdível que não esteja nesse meu rápido roteiro que mereça ser incluído?

Obrigado!
Fabio

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabio! O trio Angkor Wat-Angkor Thom-Ta Phrom é o principal. Você está subestimando o tempo que levará para chegar em Siem Reap e desvencilhar-se da bagagem no hotel. No dia 1 você só terá uma parte da tarde disponível.

Dormir só uma noite em Siem Reap é um problema. Não há o que a gente possa dizer que mude esse fato. O dia tem 24 horas pra todo mundo, 1 km tem 1.000 metros pra todo mundo, o sol se põe na mesma hora pra todo mundo que está naquele lugar.

FABIO COSTA MORAES

Boi Obrigado pela resposta! Mas na verdade me expressei mal, são 2 noites lá, chego em Siem Riep vindo de Bangkok no dia anterior só para dormir (dia 0), e terei o dia 1 inteiro para visitação. No segundo dia a ideia é ver o nascer do Sol em Angkor Wat e depois ir na Floating Village no inicio da tarde , porem lendo mais a respeito, talvez não seja tão legal assim, meio fake disseram... e dai vou embora nesse mesmo dia a noite.. Acho que assim tá menos desgastante, apesar de ainda assim um pouco corrido.. obrigado!

Julia
JuliaPermalinkResponder

Oi Fabio,

já estive no parque algumas vezes quando morei na Ásia, então se me permitir, vou dar os meus dois centavos de contribuição.

São 40 km2 de ruínas, e elas são diferentes entre si - não dá para ver tudo isso em um dia só. Por mais que alguns se destaquem, a história e as imagens vão entrar mesmo na sua cabeça aos poucos. Os meus preferidos, na verdade, foram os que eu fui com calma, e gostava mais ainda quando passava pelo circuito mais vazio e entrávamos sozinhos, e não naquela fila enorme de pessoas para tirar a mesma foto do Angkor Wat.

Os dois dias te darão tempo para almoçar com calma e comer um Amok delicioso em algum dos restaurantes sem pressa, bater papo com o guia e perguntar a ele como o Khmer Vermelho mudou sua vida, ou a da familia dele, ou quem sabe até fazer o passeio de balão para ver o parque todo de cima. Levar uma canga e fazer o picnic mais legal que você já fez também.

No segundo dia, sugiro duas coisas: o roteiro maior do parque, que é bem mais vazio, tem ruínas igualmente incríveis (sim!), e quase que só para você. Sugiro também uma passada com calma no Artisans D'Angkor - uma cooperativa super bacana de artesãos que faz um trabalho social incrível e vende artesanatos de muita qualidade (bem superiores aos das feirinhas), com um design impecável.

A comida lá é maravilhosa, e se essa for a sua praça, uma aula de culinária é uma ótima pedida para preencher o dia / noite - alguns hotéis mais sofisticados oferecem, e alguns restaurantes do centro também.

Um tuk tuk particular com guia para o dia todo é muito barato, dá o preço de uma corrida de taxi no Brasil, e você contrata lá mesmo - e tem muito mais charme que carro ou van.

O trecho todo tem um pouco de poeira - um lenço para o rosto para a estrada de terra no tuk tuk é uma boa, mas isso você compra lá mesmo nos mercados.

Nanda Castelo Branco | vontadedeviajar.com

Honestamente não gostei muito da Floating Village não... Como seu roteiro no Camboja é curto, acho que você pode pular essa mesmo.

Se eu puder dar uma sugestão, acho que vale aproveitar uma das noites em Siem Reap para ir ao mercado noturno e à rua dos pubs (http://wp.me/p4eMct-PR), que apesar de não ser exatamente "tradicional" vale a pena pq é o ponto de encontro de viajantes do mundo todo que estão lá para ver Angkor, e tem alguns restaurantes legais!

Abs e boa viagem!

Carol Akemi
Carol AkemiPermalinkResponder

Oi gente,
Estou planejando uma viagem para Laos (Luang Prabang) e norte do Vietnã (Hanoi e Halong Bay), porém estou na dúvida da época. O que vocês sugerem? Meados de novembro ou meados de abril? Ou alguma outra sugestão de quem foi e conhece bem esses lugares?
Obrigada!
Carol Akemi

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carol! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Cinthia Rangel

Carol,
Nós fomos em abril de 2014 e o calor é demais mesmo! Só para vc ter uma idéia abril é o mês mais quente do ano lá. Eu escolheria novembro.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Oi, Carol. Visitamos os dois países em abril. É quente e úmido, mas não chove. Adoramos! No Laos, evite o período do Ano Novo. Algumas coisas fecham e ruas e templos ficam muito cheios.

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Olá,
Estamos pensando em ir pra Indochina (Tailândia, Laos, Vietnã e Camboja) em maio, mas é o início das monções. Alguém já foi pra lá nesse mês e sabe me dizer se o negócio é evitar mesmo ou, como é o início, dá pra encarar?
Obrigada,
Luciana

Eliane Lopes
Eliane LopesPermalinkResponder

Fui em novembro passado a Luang Prabang e Hanoi com Halong bay, além de Bangkoc e Siem Reap. Não pegamos chuva e o calor era suportável ( moro no Rio de Janeiro). Achei uma época boa para viajar para região pois também não estava muito cheio. Adoramos cada lugar.

Lilian Abreu
Lilian AbreuPermalinkResponder

Sou muito grata a vc Ric e sua turma por outras viagens. oportunamente darei meus pitacos nas mtas viagens que ja fiz. Gostaria da opinião de vcs sobre minha viagem que seria em Outubro/nove 2015.
1 5 Rio
2 6
3 7
4 8 Pequim
5 9 Pequim
6 10 Pequim
7 11 Pequim-Xian
8 12 Xian
9 13 Xian- Guilin
10 14 Guilin-Shangai
11 15 Shangai-
12 16 Shangai- Hong Kong
13 17 Hong Kong
14 18 Hong Kong- Macau- Hanói
15 19 Hánoi Halong Bay
16 20 Halong bay- Hanói
17 21 Hanói
18 22 Hanói- Luang Prabang
19 23 Luang Prabang
20 24 Luang Prabang/Chang Mai
21 25 Chang Mai
22 26 Chiang Mai
23 27 Chiang Mai/Chang Rai
24 28 Chiang Mai/Krabi
25 29 Krabi-Hong island
26 30 Krabi-
27 31 Krabi-4 island
28 1 Krabi-Ko phi phi
29 2 Ko Phi Phi-Maya Bay
30 3 ko Phi Phi
31 4 Ko Phi Phi- Krabi- Ko Samui
32 5 Ko Samui-Ko Tao
33 6 Ko Tao
34 7 Ko Tao
35 8 Ko Tao- Samui Bangkok
36 9 Bangkok
37 10 Bangkok-
38 11 Bangkok
39 12 BangKok-Saigon
40 13 Saigon-
41 14 Saigon- Nha Tang
42 15 Nha Tang
43 16 Nha Tang
44 17 Saigon- Sien Rap
45 18 Sien Rap
46 19 Sien Rap-
47 20 Sien Rap- Bangkok
48 21 Bankok
49 22 Bali
50 23
51
52
53
Obrigada turma!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lilian! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Danilo
DaniloPermalinkResponder

Esta BEM corrido o seu roteiro. Dos lugares que conheço e posso opinar, acho que seria legal você acrescentar uns 2 dias em luang prabang, 1 dia em hanoi, e uns 2 ou 3 dias em hoang kong. Macau merece um dia inteiro (chegar cedo pela manhã e voltar bem de noite para hong kong).

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Lilian,
Não estive na China nem no Vietnã então vou falar só das cidades que conheço.
Acho que não vale a pena ir para Luang Prabang para ficar só um dia inteiro lá. Sugiro, no mínimo, dois dias inteiros.
Krabi está no lugar certo, isto é, antes de Phi Phi, mas eu consideraria ficar menos tempo lá e colocar mais tempo em Phi Phi.Você não especifica onde pretende ficar em Krabi e estou considerando que seria em Ao Nang.
Outubro é um mês complicado para se visitar as praias que ficam no Golfo da Tailândia, como Koh Samui onde chove bastante de outubro a dezembro. Nas praias do mar de Andamana, onde fica Phi Phi, chove menos, apesar de outubro ainda não ser o mês ideal. A Patricia do Turomaquia tem um post falando sobre isso.
Apesar de ser teoricamente possível (tem que ver os horários dos ônibus), eu não faria Chiang Mai - Chiang Rai como um bate-e-volta. A viagem de ônibus dura, em média, 3 horas/ trecho e, mais uma vez, outubro é mês de chuva na região.
Dois dias inteiros em Siem Reap está ok, mas eu ficaria três por conta do tempo: há risco de muita chuva.
Boa viagem!

Lilian Abreu
Lilian AbreuPermalinkResponder

Pelo que pesquisei a Air Macau tem preços melhores do q as outras aéreas que vão para Hanói e economizaria diária em HK. Qto a Luang iria um voo de de manhã, já aproveitando, teria outro dia inteiro e sairia no fim da tarde para Chang Mai. Gostaria de saber de vocês se a logística está ok. Viajei já muito sempre tipo mochileira remediada e acho que como vou com meu neto de 20 anos ( tô véinha, gente, mas tô que tô graças a Deus!) penso em contratar guias motorizados, em algumas cidades.Sempre procuro ficar em lugares perto das atrações e muitas vezes alugo táxi para o dia inteiro.Em São Petersburgo, por ex fiz desta forma boa localização e outro dia táxi, em outros lugares tb. Acho que vale mais a pena do que pagar excursões para 2 pessoas.Pretendo ficar em hostels BBB ( bom, bonito e barato). Vi o que vcs falaram sobre o tempo e irei par Tailândia em novembro, somente. Fiquei só preocupada com o tempo em Hanói. pois pelo q vcs disseram não é uma boa em outubro. Sairei do Brasil com milhas, mas tenho q doar para meu neto, então estou em dúvida se irei para Frankfurt ou Londres. Penso q Frankfurt seja mais barato pois é em euros e não em libras. Vcs são muto legais, Ric, Lu e Danilo e tb os outros que já me ajudaram muito.

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Lilian
Falando exclusivamente em termo de logística eu acho ruim o bate-vota Chiang Mai -Chiang Rai e o trecho das ilhas Phi Phi- Krabi -Koh Samui.
Não sei se você já esteve na Ásia, mas eu, particularmente, acho tantos deslocamentos cansativos e estou acostumada ao calor!
Não recomendo ficar em Ao Nang a menos que você queira fazer os passeios citados e economizar no hotel. Railay é uma praia mais bonita (não mais que Phi Phi) e menos muvucada.

Lilian Abreu
Lilian AbreuPermalinkResponder

É a minha primeira vez na Ásia. Conheço bastante a América do Sul. USA e Europa até lugares onde brasileiros nem vão ,tipo Irlanda e Irlanda do Norte.Na sua opinião:quantos dias então passo em Chiang Rai, se é que vale a pena ir lá e qto as ilhas De Railay dá para fazer os programas das ilhas ( Hong Island, 4 Islands ) e depois para Phi Phi?Não existe avião entre Krabi e Ko Samui, barato e rápido?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lilian! Dê uma olhadinha nos roteiros que estão destacados.

Veja vôos em http://www.kayak.com.br ou http://www.skyscanner.com.br .

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Lilian,
Você é uma viajante experiente e só você pode definir como gosta de viajar. Adoro ir ao Sudeste Asiático, mas tento imprimir um ritmo mais lento as minhas viagens pra lá. Não que seja muito mais complicado do que viajar pela América do Sul, mas o corpo precisa de um tempo para se acostumar com o fuso horário e também a outros costumes (não coloque a mão na cabeça das crianças! Não diga na cara do rapaz da recepção que ele errou!).
Chiang Rai: não conheço. Ficaria uma noite lá só para não ter que fazer bate-volta.
De Railay dá para fazer com certeza o passeio para Hong Island. Fiz o das 4 ilhas saindo de Ao Nang, não é ruim, mas não é essencial.
Não estive em Koh Samui, mas, salvo engano só quem faz esse trajeto é a Bangkok Airways com um voo no meio do dia. Confira essa informação.
Boa viagem!

Lilian Abreu
Lilian AbreuPermalinkResponder

Como vcs aconselham vou ficar em Ao Nang.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Não sei se eu entendi errado, mas achei que a Lu Malheiros tinha recomendado NÃO ficar em Ao Nang. :/

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Sim, Thiago, você tem razão. Na minha opinião, Ao Nang é uma ótima cidade de passagem para quem vai à Railay ou para dormir uma noite para, por exemplo, pegar um avião no aeroporto de Krabi. A praia de lá propriamente dita não é boa. E os passeios que saem de lá vão lotados. É muita gente junta! Depois de ter passado alguns dias em Phi Phi e em Railay eu acho que não vale a pena investir em passeios saindo de Ao Nang. Mas essa é a minha opinião.

Lilian Abreu
Lilian AbreuPermalinkResponder

Lu por favor você teria algum hostel BBB para indicar em Railay?
Obrigada!

Lilian Abreu
Lilian AbreuPermalinkResponder

É que li muitos posts e fiz confusão quanto a Ao Nang. A maioria aconselhava ficar lá.No meu caso, como estarei indo por conta própria posso ver na hora se me é conveniente ou não ficar mais em 1 lugar ou não! Em fins de 2013 fiz uma viagem enorme pela Europa, saindo daquele trajeto manjado que já conhecia. Juntei tudo : Provence, ( minhas milhas me levaram a Paris), Escócia, as Irlandas, leste europeu, Russia, Escandinávia toda, inclusive os longíquos fjordes da Noruega, por 50 dias.
Em setembro do ano passado, estive outra vez em Veneza e fui conhecer a Croácia,Montenegro, Bósnia, Barcelona, e Lisboa para tirar meu passaporte europeu.
Sempre com hotéis bem localizados,para fazer muita coisa a pé e ter escolha onde comer bem e barato,por perto e tranporte tb. Escolho hotéis que sejam bons e baratos mas nos casos da Rússia fiquei no Hilton ( um senhor hotel, pois lá falavam inglês, era em frente ao metrô e a ferroviária onde pegaria o trem. Economizei nos deslocamentos e consegui comprar as passagens de trem, visto que foram escritos em russo,pelas recepcionistas do hotel pois a atendente q vendia as passagens, não falava uma palavra em inglês. Em Copenhagen também foi outro Hilton dentro do aeroporto e com um metrô também dentro do aeroporto. mas que me fez economizar traslados de ida e volta e dos passeios e fast foods onde era possível comer, pagando uma fortuna, mas de qualquer maneira muito mais barato do que em outros restaurantes. Uso táxis contratados, sempre é possível negociar, verifico o preço das excursões e negocio por menos, juntando 2 ou mais excursões no mesmo dia. É vantajoso também pq não se perde tempo como nas excursões pagas q percorrem hotéis em busca de passageiros, depois leva para um ponto onde se reúnem todas as excursões e aí pegar seu ônibus, e, muitas vezes nem nos levam de volta a nossos hotéis ou somos os últimos a saltar, já cansados.Pura perda de tempo.Minha filha é, aqui no RJ, guia de turismo, e vejo como quem a contrata para passeios se dá bem, pois conhecem muitos lugares, por um preço só.( não é uma propaganda, não, KKKK) Aprendi com os turistas dela!
Outra coisa, não gosto de ficar á toa em dólar ou euro, pois é muito caro. Então, não perco tempo em piscinas, por exemplo, e fico na cidade enquanto ela tiver passeios para me proporcionar. Se não, me mando! Descanso, pq não vou para baladas! Para mim o mais importante é o custo/benefício, daí ficar em alguns hotéis 5*, como disse e porque optei por eles.Agora ando preocupada com o preço do dólar, e continuar assim vai ser difícil.Mas vamos ter fé!

Angela CLAC de Matos

Gostaria de saber se viajar no trem bala com muita mala é viável. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Angela! Aproveite e mude de vida: não viaje mais com muita mala nunca mais. Lavanderias existem pra isso (na Ásia, fica barato mandar lavar inclusive nos hotéis).

Lilian Abreu
Lilian AbreuPermalinkResponder

Ric;
Soube de seu programa na Band News, vc poderia me informar dia e hora para que eu também veja? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lilian! Quem responde é A Bóia. 6h55, 12h35 e 17h55 são os horários, de segunda a sexta.

Matheus Brandão

Saudações viajantes, Boia e Riq!

Depois de certo estudo, pesquisas e mais pesquisas sobre os destinos e muita vontade de zarpar, saiu um esboço de roteiro para viagem programada para Janeiro/16. Dúvidas que trago a tripulação:

Dia 1 – Saída do Brasil
Dia 2 – Chegada em ... conexão a Bangkok
Dia 3 – Chegada em Bangkok
Dia 4 – Bangkok
Dia 5 – Bangkok
Dia 6 – Bangkok 

Dia 7 – Bangkok >> Siem Reap
Dia 8 – Siem Reap 

Dia 9 – Siem Reap 

Dia 10 – Siem Reap 

Dia 11 – Siem Reap >> Hanoi 

Dia 12 – Hanoi >> Cruzeiro em Halong Bay
Dia 13 – Cruzeiro em Halong Bay
Dia 14 – Halong Bay >> Hanoi 

Dia 15 – Hanoi >> Luang Prabang 

Dia 16 – Luang Prabang 

Dia 17 – Luang Prabang 


Dia 18 – Luang Prabang >> Bangkok >> Krabi >> Raily Beach
Dia 19 – Railay Beach (day tour)
Dia 20 – Railay Beach
Dia 21 – Railay Beach >> Krabi >> Koh Phi Phi
Dia 22 – Koh Phi Phi (day tour)
Dia 23 – Koh Phi Phi
Dia 24 – Koh Phi Phi
Dia 25 – Koh Phi Phi >> Bangkok >> Brasil

(i) A dúvida principal no momento tem nome: Filipinas. O desejo de conhecer Palawan Island, em especial El Nido é imensa, mesmo sabendo que a máxima de "abraçar o mundo com as pernas" é verdadeira, e nunca da certo, estou receoso em sobrecarregar o roteiro. Caso achem viável, em que momento encaixaria?!
(ii) Na passagem por Hanói, esticarei para fazer um cruzeiro em Halong Bay. A dúvida é se apenas uma noite ancorado em Halong Bay é suficiente. Ouvi alguns relatos de viajantes que se soubessem como era, ficariam mais tempo.
(iii) Utilizarei Railay Bay como base para fazer os tours na peninsula de Krabi ao invés de Ao Nang. Opiniões?!
(iv) Os dias estão satisfatórios, excessivos?!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Matheus! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Matheus,
Não conheço o Vietnã, então não posso dar palpite nessa parte da viagem.
Como falei para a Lilian em um comentário anterior, a questão dos deslocamentos para/entre as ilhas não é tão simples. Tem um post lá no blog que fala sobre isso http://goo.gl/izyZ21 (Bóia, desculpe o merchan!). Não verifiquei o horário dos voos, mas acho extremamente improvável que você consiga fazer Luang Prabang >> Bangkok >> Krabi >> Raily Beach em um dia!!
Não conheço as Filipinas, mas não incluiria nessa viagem.

Matheus Brandão

Lú Malheiros, obrigado pelo alerta, já tinha visto algo nesse sentido, estudarei melhor esse trecho!

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Matheus, vai aqui alguns palpites meus:

(ii) Achamos uma noite em Ha Long suficiente, mas isto depende de gosto pessoal. Acredito que no seu roteiro há muito pouco tempo para Hanoi, recomendo no mínimo 2 dias inteiros. Demoramos um bom tempo na imigração (cerca de 1 hora por conta do Visa upon arrival, talvez seja melhor pagar um pouco mais e já ter o visto no passaporte) e do aeroporto até o hotel (no centro antigo) levamos cerca de mais 1 hora. Amamos Hanoi, mas acredito que é necessário estar com o "mindset correto" para aproveitá-la.

(iii) Não gostei de Ao Nang, se pudesse voltar no tempo teria ficado da primeira vez que fomos em Railay. Voltamos de nossa segunda viagem à região e nesta segunda vez ficamos 4 noites em Phi Phi (Laem Tong) e 3 em Khao Lak (para mergulhar), gostei muito mais de Khao Lak que de Ao Nang, turismo europeu (alemães e nórdicos).

(iv) No seu lugar eu provavelmente deixaria Vietnam para uma próxima oportunidade (talvez combinado com Filipinas) para também conhecer outras cidades do Vietnam (Hue e Hoi An são destinos incríveis, por exemplo).

Matheus Brandão

Philipp, estou tendendo a ficar apenas uma noite em Halong Bay, acredito que será suficiente. Consequentemente, estenderia minha passagem por Hanoi, permanecendo 3 noites na cidade. Na primeira abordagem, estava vendo a cidade mais como uma base para conhecer Halong Bay do que conhecer Hanoi.

A opção de já ter o visto no passaporte é uma boa. Irei procurar mais sobre isso. Poupa-se um bom tempo desta maneira.

Quanto a Ao Nang, pretendo utiliza-la apenas como ponte para chegar a Railay Beach. Vindo de Bangkok, pegarei um táxi do aeroporto de Krabi até o píer de Ao Nang e de lá um long tail até a Railay. Vale a estada de 3 noites em Railay? Prefiro adotar Railay como base para fazer os mesmo tours que são oferecidos em Ao Nang, como a Koh Hong por exemplo.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Se vc esta' pensando extritamente em utilizer como base, talvez o gasto extra de Railay nao valha a pena (e' significativamente mais cara que Ao Nang em geral) e vc poderia ir para Railay num day tour desde Ao Nang. Fizemos Koh Hong de Ao Nang mas o tempo nao colaborou quando estivemos la', mas depois de ir para Phi Phi Leh, Koh Hong nao chega nem perto smile. Como vc ira' em epoca de tempo firme eu deixaria o day tour por Phi Phi para o final (ou entao acompanhe o tempo e chegando la' decida), Maya Bay, Phi Leh Lagoon e Bamboo Island sao realmente incriveis.

Quanto a Hanoi, reforco que nao e' um destino "obvio" mas nao considero como base nao, e' um destino, adoramos os templos, os cafes, os restaurantes e as ruas confusas. De la' ate' Halong leva entre 4 e 5 horas de Estrada e talvez por isto que muita gente prefira as 2 noites, fizemos o cruzeiro com a Paradise Cruises e recomendo pela qualidade (mas tambem e' mais caro por isto) e por sair de um pier antes de Halong City, assim nao e' a bagunca que muitos reportam dos bartos que saem de Halong City.

Nanda | vontadedeviajar.com

Daí conheço três cidades: Bangkok, Siem Reap e Luang Prabang. Acho que está um tempo legal para cada uma, suficiente para você fazer passeios diferentes, curtir a cachoeira em Luang Prabang e fazer um tour mais completo por Angkar Wat.

Talvez valha você considerar um stop over na cidade de escala na ida, porque os voos são muito longos e cansativos. Não é má ideia parar para dormir numa cama, tomar banho, começar a se acostumar com o fuso horário e quem sabe até conhecer uma cidade diferente. No meu caso, o stop over foi em Dubai smile

Abs e boa viagem!

Matheus Brandão

Olá Nanda! Obrigado pelo feedback! Pela experiência com a região, indicaria a inclusão de algum outro destino que não apareceu ali, e considera imperdivel?!

Excelente a opção do stop over na ida! De fato os voos são muito longos. Só me questiono se uma eventual parada neste sentido, não elevaria muito o valor da passagem.

Nanda | vontadedeviajar.com

Matheus, desculpa, eu não tinha visto a sua resposta! Talvez a essa altura a sua viagem já tenha acontecido, mas o nosso stop over praticamente não alterou o valor da passagem wink

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Oi Matheus,
Acho que está ótimo, apesar de não conhecer Luang Prabang. Eu fiquei um dia inteiro em Hanói e achei que valeu a pena, é uma cidade muito doida. Na verdade fiquei até arrependida por não ter ficado mais porque lá tem vários museus interessantes.
Achei o cruzeiro de um dia em Halong Bay suficiente. O bom de 2 dias é ter mais chance de pegar tempo aberto, no dia que chegamos estava bem nublado, mas tivemos sorte que no outro dia de manhã abriu.
Railay Beach como base em Krabi é ok, os passeios geralmente passam lá também. Eu fiquei em Ao Nang e gostei por ter mais o que fazer a noite e ser mais barato. Nos três dias que fiquei lá, fui pra Railay Beach, passeios 4 ilhas e Hong Island.
Tem barcos diários saindo de Krabi pra Koh Phi Phi, é tranquilo.

[]s!
Camila

Matheus Brandão

Muito obrigado pelo feedback Camila!! Essa parte do Vietnam está em estudo. Pelas pesquisas, achei Halong Bay sensacional, mas ainda não decidi se passo uma ou duas noites. Pelos relatos, não resta dúvida que uma noite é suficiente. Mas por ser um local com tamanha extensão, beleza e considerando que um eventual retorno não será tão logo, não vale passar uma noite a mais e "exaurir" o lugar?! Não acredito que o segundo dia possa ser monótono ou mesmo repetitivo. Mas ainda não cheguei a uma conclusão quanto a isso, estou amadurecendo a ideia. Assim que fechar isso acerto minha estadia em Hanoi.

Cinthia
CinthiaPermalinkResponder

Mattheus,
Fomos em abril de 2014 ao Camboja e ficamos 3 noites em Siem Reap, incluindo o dia da chegada, e viajávamos com nossa filha, com 4 anos na época.
Tivemos 2 dias e meio na cidade que nós literalmente amamos! E posso te dizer tranquilo que vc pode tirar um dia de Siem Reap. Em 2 vc vai esgotar os templos com muita calma e, se quiser, pode explorar outros templos. Dá uma lida nos posts do Oscar, no Viajoteca. Ele andou em outros templos diferentes do que a maioria vai.

Rodrigo medeiros

Oi Mateus, acabei de voltar de la e fiz roteiro semelhante ao seu. Tambem quero conhecer as Filipinas mas tive que deuxar para a proxima. Gosto é gosto, mas amamos o Vietnam com todas as forças, e se puder nao deixe de incluir Hoi An no roteiro. Se hospede em Railay, a praia eh bacana, nao eh muvucada como ao nang e tem varios passeios por la. Tem hoteis bbb de frente para o mar. Abracos

Paulo Gaeta
Paulo GaetaPermalinkResponder

Não incluiria as Filipinas nessa viagem curta de forma alguma.
Estive nas Filipinas há 10 anos e pela minha experiência acho que dá para dizer que é um mundo a parte.A cultura do país, as dificuldades de se locomover entre diferentes ilhas fazem do país uma viagem a parte do Sudeste Asiático, eu gostei muito e recomendo, priencipalmente porque gosto de mergulhar, a qualidade das praias e recifes de coral lá são incríveis, mas acho que só valeria a pena nessa viagem de você tiver pelo menos uns 20 dias só para as Filipinas.

Matheus Brandão

Já me convenci disso Paulo. De fato, incluir as Filipinas nesse roteiro o sobrecarregaria demais. Uma eventual viagem para lá, demanda mais tempo.

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Desse roteiro que você colocou, eu conheço Siem Reap, Bangkok e Ko Phi Phi. Em Siem Reap, vi que você deixou três dias inteiros para os passeios. Eu fiz o tour em um dia e meio (tinha deixado três noites para lá) e confesso que achei suficiente. Você precisa pensar se você realmente gosta muito de terra e sítio arqueológico. Eu gosto muito disso, mas confesso que é bem cansativo. Se você for um arqueólogo, vai notar diferenças entre os templos, mas depois de dois dias andando, sinceramente, parece tudo mais do mesmo... Você certamente terá o que fazer lá, isso não é um desaconselho (mas acho cinco dias quebrados (três inteiros e duas partidas e chegadas, talvez um excesso).
Em Bangkok o tempo está bom, e em Phi Phi Island... é pouco. :p É brincadeira, está ótimo, apesar de que qualquer tempo que você ficar lá será pouco. Vai ser bonito assim lá na Conchinchina (quase literalmente). Boa viagem!

Matheus Brandão

Saudações Leandro!! Obrigado pelo alerta de Siem Reap. Em uma primeira abordagem pensei que 4 noites seriam ideais. Na verdade, a ideia era exaurir bem os lugares, com calma, sem pressa. Farei a programação detalhada de lá e assim estarei mais bem preparado para avaliar se os dias estão suficientes ou excessivos! Acredito que você possa ter razão.

Pelo que vi, todo tempo do mundo em Phi Phi é pouco! Arrumar um canto e ficar por lá talvez não seja uma má ideia!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Oi Matheus! Que viagem linda que você vai fazer.

Do seu roteiro conheci todas as cidades citadas (mas numa viagem mais longa -alguns meses - e mais pobre - quase tudo de ônibus) e achei que no geral você fez um bom dever de casa e pesquisou bastante sobre onde você quer ir. Ficou bom!

De qualquer forma, tenho alguns pitacos:

1. Notei que você deixou as cidades mais "pauleira" pro começo e as cidades mais tranquilas para o meio e o final. Bangkok é uma cidade enorme com muito o que fazer e Siem Reap é o tipo de lugar no qual o turista passa o dia inteiro fazendo tour por templos, no sol. Não sei se você fez isso de propósito, cada viajante tem seu ritmo. Mas se fosse eu, faria a perna Krabi > Railay > Phi Phi no início. Quando cheguei em Bangkok estava desnorteada, cheia de jet lag e sem entender nada direito. De qualquer forma, sendo brasileira e não desistindo nunca, fui rodar em templos, etc. etc. Lembro que só tive uma boa noite de sono quando cheguei no sul e passar o dia inteiro deitada na praia fazia parte organicamente da viagem (sou o tipo de viajante que não consegue ficar num quarto de hotel se tem um mundo a desbravar). Se você for assim também, considere deixar Siem Reap pro final, para se permitir deitar numa rede na sua primeira semana.

2. De acordo com meu pitaco acima, eu dividiria o tempo em Bangkok - dois dias no começo, três no fim. Primeiro, você não vai ter correria na volta de Krabi (e se o vôo atrasar?). Segundo, você vai aproveitar Bangkok relaxado e com uma familiaridade melhor com a Ásia - não acho BKK a melhor porta de entrada. Terceiro, você vai chegar para os três dias com alguma familiaridade com a cidade.

3. Sou do time mais uma noite em Halong Bay. Acho aquele lugar mágico. Eu fiquei hospedada em terra, em uma das ilhas, e adorei (é possível alugar bicicleta e passear, correr, ir à praia, etc). Além disso, o hotel bem ok pra duas pessoas com vista pro arquipélago foi 8 dólares (em 2013). Se fosse para tirar tempo de algum lugar seria Siem Reap (mas aí vai ser corrido, porque você teria que chegar direto pra um tour, mas na cidade em si tem quase nada para fazer).

4. Na minha opinião, Railay Bay é muito melhor que Ao Nang. Arrasou. Só é mais caro um pouco. Além disso, cheque se não é possível ir de lá direto de Phi Phi. Peguei uma barca de Phi Phi pra Railay, então faz sentido ter o caminho inverso.

5. Acho Filipinas no meio de tudo muito corrido!

Boa sorte na sua viagem. Vai ser linda demais de qualquer forma. Dá um abraço naquelas montanhas lindas de Halong por mim.

Matheus Brandão

Carla, que feedback sensacional!! Suas colocações solidificaram muitas das minhas ideias e por outro lado desmistificaram outras! Vamos lá:

A idéia de fracionar a passagem por Bangkok, reservando alguns dias na cidade ao fim da viagem já havia sido levada em consideração como forma de quebrar o itinerário Phi Phi - Krabi - Brasil.

De fato, chegar em uma cidade como Bangkok depois de uma longa e cansativa viagem do Brasil e já encara-la de pronto, é complicado. Dai sobreveio duas opções: um stop over na ida ou chegar no sudeste asiático e passar os primeiros dias mais tranquilos. Em um primeiro momento o stop over pareceu uma boa ideia. Mas achei melhor chegar de fato em Bangkok, passar o primeiro dia mais tranquilo, entrando no ritmo de fuso horário, clima, etc, e só então começar. Acredito que dois dias no começo, e três no fim, já ambientado como você sugeriu será ideal.

Você disse que não acha BKK a melhor porta de entrada, onde seria na sua opinião?! Estou aberto a sugestões nesse ponto, as passagens ainda não estão compradas. Na realidade estou utilizando Bangkok como porta de entrada e saída por ler relatos de que é a forma mais econômica.

Deixei o sul da Tailândia para o final, pois achei que seria um Chillin justo após tudo isso.

Halong Bay. Putz. Acho que jogo no seu time. A tentação de passar duas noites no barco é grande, mas estava tendendo a ficar apenas uma, por ler alguns relatos de viajantes que dizem que apesar da beleza do lugar impressionar, e em um primeiro momento pareça que a opção mais longa seria acertada, depois viram que uma noite foi suficiente devido a "ausência de programação". Explico: supõem que o segundo dia seja basicamente mais caiaque, e como já não seria mais novidade, talvez não fosse tão interessante. Mas acredito que a região é bem vasta, e tenham vários pontos a serem explorados. Esse ponto, apenas quem esteve lá pode relatar.

Quanto a Railay, acredito ser a opção certa e imagino que não terei problemas em pegar um transfer direto a Phi Phi. Otimizar o tempo não indo a Krabi seria ótimo!

Me convenci que Filipinas não se encaixa neste roteiro, infelizmente ficará para uma próxima oportunidade!

Muito obrigado pelas palavras! Saiba que estão sendo de grande valia!! Certamente darei um abraço nos rochedos de Halong por ti!! Abc!!!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Matheus, que bom que você gostou do feedback, é ótimo ajudar as pessoas e ainda relembrar os momentos legais da viagem.

A verdade é que a ideia de fracionar Bangkok me surgiu porque quando cheguei me perdi demais, achei tudo um caos e fui embora com sensação de "ainda bem". Aí fiquei com a impressão geral de que não gostei tanto da cidade. No fim da viagem, por medo de me enrolar com o vôo, cheguei um dia antes - e nesse momento gostei tanto de tudo que fiquei com pena de ir tão cedo. Aí minha intuição (não testada) diz que dois antes e depois três fica bom (mas cada um conhece seu ritmo).

Mas o que eu achei mais complicado seria sair da agitação de Bangkok e depois ainda cair num destino lindo mas cansativo como Siem Reap.Seria tudo de mais "punk" de cara.

Acho stop over... ok. Se você fizesse uma viagem bem longa, seria o máximo, mas não sacrificaria um ou dois poucos dias na Ásia por conta disso. Jet lag é ruim mas é só pegar leve.

Quanto à porta de entrada... Tudo é palpite, porque só se chega na Ásia pela primeira vez uma vez, e a minha foi em BKK. Mas chutaria que um lugar cheio de paz como Luang Prabang seria ótimo de começar. Mas não sei se pagaria mais caro, pegaria mais um vôo, tudo só pra não chegar lá. Também não é um lugar ruim, é cidade grande.

Chega, fica com calma nos dias, visita o palácio real (não cai no golpe do tuk tuk, já ouviu falar dele??? Se nunca ouviu me fala que eu explico em resposta separada). E em uns dias parte para sossegar ou na praia ou no Laos. Como imagino que você vai pegar vôos internos, não tem uma ordem lógica. Aí eu faria algo como começar sem perrengue, aumentar o perrengue no meio e depois terminar chilling de novo.

Da sua viagem, achei mais cansativos: Bangkok (cidade grande), Siem Reap (passeio o dia todo) e Halong Bay (o passeio em si é muito tranquilo mas tem que pegar onibus ou van umas cinco horas de Hanoi).

E são relax: Luang Prabang 
(monges, cidades pequenas, caminhadas e cachoeiras), Railay Beach (praia, apesar de tour no sol ter seu cansaço, acho que mar ajuda, rs)

Koh Phi Phi fica em algum lugar do meio, já que não dá pra falar que é relax com o tanto de festa e bucket que aquele lugar tem....

Outra dica pra te confundir um pouquinho (mas sem maldade): se você gosta de lugar chilling, andar de moto (ou bike) e de por do sol (quam não??) consideraria sacrificar uns dias de Railay/Phi Phi pra ir pra Koh Lanta. Foi meu paraíso descoberto na viagem, quase sem querer. Desculpa incluir mais um lugar no itinerário, mas recomendo essa ilha pra todos os meus amigos. Se achar que vale a pena, dá um google - achei esse site bem informativo: http://amazinglanta.com/koh-lanta-beaches/ (eu fiquei na praia klong nin)

Nossa, escrevi muito pra dizer que no final a escolha é sua, só não colocaria tudo pesado no começo.

Em relação a Halong, não sei se ficaria chato se você ficar preso num barco. Como eu tava em "terra" (numa ilha que deveria lembrar o nome mas não consigo. Se lembrar escrevo), alugamos bikes pra passear, uma moto, tinha uma "praia" pra ficar deitado e "mergulhar" (tava sol mas tava frio, era janeiro tb). É outro clima, né? Diferente de barco. Mas não vai ter problema ficar uma noite, já vai dar pra ver como é lindo lá. Eu tinha uns meses pra viajar então pude programar mais tempo e tive a grata surpresa de amar Halong e não querer sair mais. Se ficar na dúvida, deixa em aberto. Decide lá na hora, quando fechar o passeio.

Se tiver mais dúvidas, é só perguntar, adoro relembrar e dividir as memórias dessa viagem incrível.

Regina
ReginaPermalinkResponder

Carla falou tudo. Eu também descobri Koh Lanta por acaso e foram meus melhores 4 dias de Sudeste asiático - relax total. Nossa deu uma vontade de voltar agora mesmo...

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Dicas boas mesmo da Carla, se vc for de Emirates por exemplo vc pode chegar por Phuket e voltar por Bangkok (ou outro lugar).

Lembre-se que em Janeiro a probabilidade de vc pegar tempo bom em Halong é extremamente baixo (fui agora no início de Março naturalmente estava encoberto), porém você pegará tempo bom em Krabi e Phi Phi, na região de Krabi (Railay, Phi Phi, Pang Nga bay) há também vários Carstes (Karsts as formações rochosas incríveis) parecidos com o de Halong, mas a quantidade em Halong que realmente impressiona. Novamente, peguei tempo firme na região de Krabi agora no final de fevereiro com as águas da cor esmeralda cristalinas pela incidência do sol, em Halong estava encoberto, mas ainda assim adoramos, deu um ar mais etéreo ao cenário com os vários carstes sumindo na "névoa".

Anderson Ormond

Matheus, adorei seu itinerário, pois é quase idêntico que montei para minha viagem em dezembro 2015 smile . Só não "bati o martelo" porque com essa super alta do dólar estou pensando em um plano B (Europa) e deixar a viagem da Asia para uma outra oportunidade... não por valores absolutos q empatam, mas sim por saber que essa da Asia pode sair mto mais barata. Vou te pedir um favorzassussu: qndo fechar passagens e talvez até hotéis, me dá um toque no o_portela@hotmail.com . Grande abraço!

Francisco
FranciscoPermalinkResponder

Olá pessoas!
Estive olhando os preços e vi que Guarulhos - Bangkok ida e volta está com o mesmo preço que Guarulhos - Bangkoc (ida) e Phuket - Guarulhos (volta). Logicamente, com uma parada em Dubai. Tem algum grande obstáculo no fato de eu voltar diretamente de Phuuket? Minha última parada na Tailândia será em Phi Phi.
Abraço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Francisco! Nenhum problema. Indo por Dubai, não faz sentido voltar a Bangkok não.

Renata
RenataPermalinkResponder

Vou para minha primeira viagem no sudeste asiático, em dezembro-15 - janeiro-16. Cerca de 25 dias.
Tenho algumas dúvidas:
1) Gostaria de saber a opinião a respeito da ilha de Landwaki, na Malásia. Vi um hotel maravilhoso nessa ilha;
2) Opinião a respeito de Sumatra (Medan, Lago Toba, Elephant Camp, Refúgio de orangotangos etc.);
3) Pensei em conhecer Java também (Yogyakarta), mas estou com receio das monções...
Abs,
Renata

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Amanda Lago
Amanda LagoPermalinkResponder

Gostei muito de Langkawi. Fiquei na praia de Tanjung Rhu (no Tanjung Rhu Resort), que na minha opinião é a melhor da ilha. Dirigir lá é muito tranquilo, com um gps se chega a qualquer lugar. Para comprar bebidas alcoólicas vale ir ao Billion Duty Free supermarket, com uma boa variedade de cervejas e vinhos.
Fui a Yogya em dezembro, bem na época de chuvas. Mas deu para visitar Borobudur e Pranbanam sem problemas. As chuvas se concentram no período da tarde, então é bom se programar para fazer as visitas pela manhã. No meu blog fiz um post da minha visita a Borobudur http://www.batendopernapelomundo.com/search/label/Yogyakarta
Abs,
Amanda

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

Eu adorei Langkawi. Já fui uma vez, e to indo de novo. Mas eu nao fiquei nesses hoteis lindos, pq els estao lotados de arabes. Ficamos num hotelzinho mto simpatico, que o VnV tinha sugerido. To louca pra ir pra Yogikarta, parece que é super interessante. É o berço do Batik. Estou aqui na Asia e até agora esta td bem.

Fran Agnoletto

Boa Noite Viajantes!!!

Ja li e reli todos os roteiros e comentários desse tópico umas 100 vezes e cada vez mudo um pouco nosso roteiro. Vamos viajar em novembro, com nosso filho de 5 anos para Ásia. Nosso voo chega por Bangkok e sai por Cingapura. No meio disso, queremos ir para Bali, na Indonésia, pois o marido quer surfar.
Vou compartilhar meu rascunho de roteiro e aceito pitacos:
Dia 01 - Chegada em Bangkok às 11h. Dia livre
Dia 02 - Bangkok
Dia 03 - Bangkok
Dia 04 - Bangkok - Ayutthaya
Dia 05 - Bangkok/Krabi
Dia 06 - Krabi - Passeio Ilhas
Dia 07 - Krabi
Dia 08 - Krabi/Phi Phi
Dia 09 - Phi Phi - Passeio Maya Bay
Dia 10 - Phi Phi
Dia 11 - Phi Phi/Phuket
Dia 12 - Phuket/Singapura
Dia 13 - Singapura
Dia 14 - Singapura
Dia 15 - Singapura/Bali
Dia 16 - Bali
Dia 17 - Bali
Dia 18 - Bali
Dia 19 - Bali
Dia 20 - Bali
Dia 21 - Bali/Gili
Dia 22 - Gili/Nusa L
Dia 23 - Nusa Lembongan
Dia 24 - Nusa Lembongan/Bali
Dia 25 - Bali
Dia 26 - Bali
Dia 27 - Bali/Singapura
Dia 28 - Singapura
Dia 29 - retorno Brasil

Minha principal dúvida é em relação a colocar Singapura no meio do roteiro. Minha idéia inicial era deixar no final e voar de Phuket direto para Bali, mas não encontrei voos diretos ( teria que ir via Singapura ou Bangkok). O que vocês acham?
Abraços, Fran

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fran! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Regina Almeida

Oi Fran, fiz o mesmo roteiro a alguns anos e realmente não tem alternativa de voos diretos de Phuket a Bali. Meu roteiro foi: Madri Bangkok Krabi Koh Lanta Krabi Cingapura (parada de 1 dia para deixar excesso de malas) Bali Cingapura (5 diaas) Madrid.Colocar a parada mais longa no meio ou no final do roteiro, somente depende dos custos, dos horarios de conexoes e do teu budget. Cingapura é no teu roteiro a cidade "mais cara" e mais tranquila para se visitar e como apaixonada por esta cidade..de parada obrigatoria. Vendo que comentas sobre surf, me lembro que em Bali fomos a uma praia justamente somente apta para surfistas, muito bonita por sinal. Se precisar de alguma info adicional, nao hesite em mandar email que com muito gosto te mando toda a info que tenha...um abraço

Fran Agnoletto

Regina, obrigada pelo retorno!!
Vou deixar Cingapura no meio do roteiro mesmo!!
Bjs

Sancho
SanchoPermalinkResponder

Fiz Sao Paulo/Bangkok pela Ethiopian airlines. 4 dias em Bagkok e voamos pela Vietnan air lines pra Hanoi, excelente/ Cruzeiro de 2 dias pela Halong bay, fantástico / Hanoi / Danag pela Vietnan / Hue/ Ho Chi Min / Ho Chi Min ;Siem Reap pela Vietnan/ Siem Reap: bangkok pela bangkok aiways/ Vale a pena/ Calor nunca visto, nem no deserto de Dubai! mas tudo é recompensado/

Alex Angkor Guide Service

Olá pessoas! meu nome é Alex. Sou Cambojano e moro em Siem Reap (a maior cidade turística do Camboja). Sou guia turístico em Português no parque arqueológico de Angkor e outros locais turísticos em todo o Camboja com 7 anos de experiência. Se alguém quiser conhecer o Camboja, por favor entre em contato comigo. Obrigado

email: guide7languages@gmail.com

Tati Batista
Tati BatistaPermalinkResponder

Bóia,

Posso incluir o meu fresquinho roteiro que fiz entre janeiro e fevereiro ? wink)))
Como que faz?

http://viajanderia.com/2016/03/09/roteiro-pelo-sudeste-asiatico-tailandia-laos-vietna-camboja-e-indonesia/

Bjs

Ruben
RubenPermalinkResponder

Bom dia!
Tentei reservar um vôo pela Vietnam Airlines, entre Luang Prabang e Siem Reap ... e, na hora de confirmar o pagamento, o site deu erro. Tentei com 2 cartões, 2 bancos e ... nada! (os dois bancos me informaram que era problema do site deles,que não fazia as "pernas" corretamente ...).
Alguém tem alguma sugestão do que eu posso fazer?
Desde já agradeço muito!
p.s. optei pela Vietnam porque tinha vôo direto.

Tati Batista
Tati BatistaPermalinkResponder

Tive o mesmo problema, já estando lá ... tentei reservar e não consegui. A solução no meu caso, foi procurar uma agência de viagens e pedir que eles reservassem pra mim, foi legal por que eles ainda tinham um desconto da agência e no final ficou mais em conta .. deu tudo certo.. mas eu já estava por lá .. minha viagem durou 52 dias .. e se você quiser dar uma olhada no roteiro ( que inclui essas duas cidades que você vai passar .. ) fica em http://viajanderia.com/roteiro/roteiro-pelo-sudeste-asiatico-tailandia-laos-vietna-camboja-e-indonesia/

Essas agências de viagem existem por todos os 5 países que eu visitei por lá .. wink

MARIANA GUIMARAES CHAVES

Olá pessoal! Li com muito prazer as sugestões de itinerário e me ocorreu uma dúvida: alguém aqui já realizou um mochilão pelo sudeste asiático sem itinerário (ou com planejamento mínimo)? A razao da minha pergunta é a seguinte: tenho uma amiga que acabou de retornar de uma viagem de cinco meses pela Ásia e sua recomendação foi que eu parasse de me obcecar com os detalhes da viagem e simplesmente deixasse fluir. Queria saber as opiniões de vcs: planejamento máximo ou abstração total? Minha viagem, alias, será entre novembro e dezembro, sozinha.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! Uma pessoa que pode ficar cinco meses viajando tem mais é que abstrair. Nós que temos dias contados de férias precisamos planejar.

Tati Batista
Tati BatistaPermalinkResponder

Eu fui por 52 dias .. fui somente com os países que queria visitar e coisas que queria muito fazer, no meu caso, em 5 países. Lá, eu ia andando e decidindo o próximo destino.. tem prós e contras .. a questão dos vistos, por exemplo, eu pelo menos pesquisaria melhor pra entender o que vale mais a pena e na hora certa poder decidir ..
No mais, novamente boia certíssima .. Relaxaaa que são 5 meses!
Nem hostel eu agendei ... fazia tudo um dia antes de ir pro próximo destino .. reservava 2 dias e depois decidia se ficaria mais ou não ... e por aí eu ia .. correu tudo bem na maior parte do tempo.

Caio
CaioPermalinkResponder

Gostei bastante das sugestões de roteiros. To morando na Tailândia há 5 meses mas só vou começar a viajar pelo sudeste em novembro! Vou Colocar Myanmar no roteiro e encaixar os locais baseado nas sugestões daqui!

Allan
AllanPermalinkResponder

Olá! Belo post, me ajudando bastante a montar o meu roteiro para o sudeste asiático! Só gostaria de sugerir uma correção, Maya Bay e Phi Phi são tudo, menos genéricas. grin Nossa lua de mel foi lá e olha, a vontade de voltar é imensa!

grande abraço, até logo!

Marcelle Ribeiro

Pessoal,
Estou aqui morrendo de dúvida sobre se cabe encaixar a Malásia no meu roteiro que já tem Emirados Árabes e Indonésia.
O plano é:
Dia 29/04 - Voando do Rio pra Dubai.
30/04, 01/05 e 02/05 - Dubai e Abud Dhabi.
03/05 - Voando de Dubai para Bali
04/05, 05/05, 06/05, 07/05 e 08/05 - Bali (Ubud)
09/05 e 10/05 - Bali (Dormir em Seminyak, mas fazendo um tour pelo Sul)
11/05 - Voar de Bali para Kuala Lumpur e aproveitar Kuala Lumpur
12/05 - Kuala Lumpur
13/05 - Kuala Lumpur e voo à noite para Bali.
14/05 - Ir de Bali para Gili T e curtir o dia em Gili T
15/05, 16/05, 17/05 - Gili T, com um dia de bate-volta para Gili Air e Gili Meno.
18/05 - Sair de Gili T para Seminyak e descansar no hotel para pegar o voo pro Rio na madrugada de 18/05 para 19/05.

As passagens Rio x Dubai x Bali x Rio já estão compradas. Inicialmente a ideia era, nos 3 dias que coloquei acima para Kuala Lumpur, ficar 1 dias a mais em Seminyak para conhecer outras praias do Sul de Bali, 1 dia para uma day-trip a Nusa Lembongan, e 1 dia a mais em Gili T. Mas estou com medo de me decepcionar com as praias do Sul, e achar que desperdicei 2 dias conhecendo mais o Sul de Bali e Nusa Lembongan. E para Gili T, a quantidade de dias acima está boa?
A ideia de ir para Malásia é ver um templo dourado (Batu Caves), que é bem diferente dos de Bali.
O que acham? Muito corrido? Ou tá bom?
Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelle! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Fran Agnoletto

Marcelle,
Vou dar pitaco de quem se apaixonou pelas península de Butik e por Nasa Lembongan. Todos os lugares ue eu lia, dizia que as praias de Bali eram feias, etc e tal...mas a gente amou. Passamos cinco noites na região e foi maravilhoso. Nós dormimos em Balangan, mas eu preferia ter ficado em Padang Padang, aquela praia linda que aparece no filme Comer Rezar e Amar. Nusa foi uma linda surpresa. Dormimos 3 noites lá. Recomendo que durma pelo menos uma noite. Bate e volta será cansativo demais. Enfim, espero não ter te confundido. Mas deixo aqui o que já escrevi sobre a viagem, mas precisando de ajuda, da um grito. Beijos, Fran

http://www.viagensquesonhamos.com.br/search?q=bali

Camila
CamilaPermalinkResponder

Oi Marcelle! Vou te dar uma ideia de Kuala Lumpur e Bali/Gili que conheço.
5 dias em Ubud tá bem interessante! Vai dar e sobrar tempo pra fazer tudo; recomendo conseguir um motorista de táxi de lá que te leve num tour pelos templos em volta da cidade e nos campos de arroz de Tegalalong. Só nisso já vai um dia todo. Não deixa também de reservar a subida no vulcão! Tem umas partes beeeeem cansativas, mas vale super a pena.
Não recomendo passar muito tempo em Kuta/Seminyak, achei a maior parte lá bagunçada e sem personalidade. Vc vai aproveitar seu tempo bem mais se sair de Ubud e passar por Nusa Dua/Nusa Lebongan (essas pode fazer logo antes de ir pra Gili) e em Uluwatu, que vale demaaaais a pena. Uluwatu é a melhor parte de Bali depois de Ubud, na minha humilde opinião.

3 dias em Gili tá ótimo! A ilha é bem pequena e não tem grandes passeios pra fazer, o legal é só curtir mesmo a praia linda que tu vai encontrar. Pessoal costuma fazer parapente, snorkel e tirar credencial de mergulho, pq lá é bem barato (eu já tinha então não posso te falar se é bom ou não). Aproveota também o mercado de comida à noite que é ótimo, um dos melhores da viagem. 1 dia de passeio pra Gili Air e Meno é comum e suficiente; o pessoal que curte mais sossego costuma reservar hotel em Gili Air.

Em Kuala Lumpur te recomendo otimizar o tempo; tem muita coisa que o pessoal recomenda mas que eu achei bem mais ou menos. Eu não iria no santuário dos macacos, achei distante de tudo e nada muito diferente de outros lugares. Tem uma mesquita bem linda lá, mas tem horários restritos pra visitação. Batu Caves é um passeio de meio dia, dá pra combinar com a noite em Bukit Bintang, que é o bairro das Petronas Towers. Chinatown e o Central Market ficam perto, dá pra juntar os dois em um passeio de meio dia tbm.

Enfim, é isso! Espero ter ajudado!

Marcelle Ribeiro

Oi, Camila,
Obrigada! Nusa Lembongan é imperdível? É que se eu encaixar a Malásia no roteiro, não vai dar tempo de ir pra Nusa Lembongan. Os dias que vou ficar em Seminyak na verdade são mais para montar base lá para ir a Uluwatu e Padang Padang. Daí à noite eu curto Seminyak.
Bjs

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalinkResponder

Camila,

Tenho um bom motorista (Robben) indicado lá no Cumbicão.
Ter um motorista próprio é algo que salva tempo e poupa dores de cabeça em Bali. Os seus dias em Bali parecem bem divididos.
Particularmente achei que KL ficou meio corrido, mas se for para conhecer apenas o essencial (Batu e Petronas), ok.
Boa viagem!

Karina
KarinaPermalinkResponder

Olá Marcelle, voltei do sudeste asiático mês passado, e tbem tive por duas vezes escala em Kuala Lumpur. Na minha opinião não vale a pena voce conhecer a cidade, pois fica a uns 50 km de distância do aeroporto, o que demanda tempo e dinheiro para se chegar aos locais de interesse na cidade. Nós fomos até o centro, e posso lhe dizer que nos arrependemos.Se precisar tenho um ótimo motorista para lhe indicar em Bali, o que eu acho que vale muito a pena você contratar tanto para buscá-la no aeroporto , qto para fazer um dia inteiro ou mais de passeio.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar