Patagônia: como se deslocar entre os destinos (de avião, ônibus e barco)

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

El Calafate

A Patagônia é imensa. Começa numa região que nós, brasileiros, nem chamamos de Patagônia: Bariloche, Villa La Angostura, San Martín de Los Andes (na Argentina) e os Lagos Andinos (no Chile) já fazem parte do território patagônico. De Bariloche a Ushuaia, na ilha de Tierra del Fuego, são 2.200 km -- a mesma distância entre Brasília e Porto Alegre (e só um pouquinho maior do que o trajeto do Rio a Montevidéu).

Programar um pinga-pinga pela Patagônia requer calma: o dia da chegada em cada lugar normalmente é um dia perdido, porque é difícil se encaixar em algum passeio imediatamente. (Aproveite para agendar os passeios dos próximos dias.) As conexões de ônibus dificilmente são imediatas; é provável que você precise dormir uma noite na escala. Lugares que dependem de boa visibilidade para valerem a pena -- como Torres del Paine e El Chaltén, cujas montanhas mais célebres passam mais tempo cobertas por nuvens do que em perfeitas condições de avistamento -- requerem uma permanência mais longa para não frustrar a viagem. Pense em pelo menos três ou quatro dias por parada, para dar tempo suficiente de se encaixar nos passeios. Se quiser fazer uma viagem pá-pum, com a logística toda azeitada, compre um pacote de alguma boa operadora de ecoturismo.

Este post tem duas partes. Primeiro, dou uma geral nos tipos de transporte. Rolando a página tem um apanhado sobre todas as opções de transporte coletivo entre os principais destinos.

De carro

As longas distâncias, as estradas ermas, a paisagem mais que monótona, a escassez de postos de gasolina, os eventuais trechos de cascalho e a falta de sinal de celular fazem de qualquer viagem de carro abaixo da região de Bariloche e Lagos Andinos uma aventura. Esses percursos têm mais a ver com rali do que propriamente com turismo. Por isso, viagens de carro pela Patagônia austral é um assunto que não tratamos aqui no Viaje na Viagem.

Tenho convicção de que foruns de jipeiros são canais mais adequados para discutir estratégias, riscos e cuidados inerentes a esse tipo de viagem.

De avião

Trelew, El Calafate, Ushuaia e Punta Arenas têm aeroportos que operam o ano inteiro, com vôos às capitais Buenos Aires e Santiago.

Não há vôos internacionais ligando destinos da Patagônia argentina à Patagônia chilena.

Na temporada, a Aerolíneas Argentinas tem vôos domésticos entre alguns destinos argentinos (El Calafate-Trelew, El Calafate-Ushuaia, Trelew-Ushuaia, Trelew-El Calafate, Bariloche-El Calafate).

No Chile, há vôos entre Puerto Montt e Punta Arenas, e entre Punta Arenas e Puerto Williams, do outro lado do canal de Beagle, em frente a Ushuaia.

Para 2016, a Latam anunciou a rota sazonal Santiago-Puerto Natales. Vai operar de dezembro a fevereiro (as vendas começam em 27 de julho de 2016).

De ônibus

Para quem gosta de estrada e tem tempo de sobra, dá para cobrir toda a região de ônibus. Mas entenda que as saídas são esparsas (não conte com mais de um ônibus por dia) e as conexões dificilmente serão imediatas. Nem sempre dá para comprar pela internet; quanto mais para o sul você vai, mais acaba tendo que recorrer à bilheteria da rodoviária.

A cidade de Río Gallegos funciona como um hub para os destinos mais austrais da Argentina.

Note que não há estrada entre Puerto Montt, nos Lagos Andinos, e a região de Puerto Natales/Punta Arenas, no extremo sul do Chile. A Carretera Austral vai só até Villa O'Higgins.

De barco

Há duas rotas regulares de cruzeiros que são interessantíssimas.

A Navimag opera ferries de carga que levam passageiros na temporada (outubro a março) entre Puerto Montt e Puerto Natales, perto de Torres del Paine, numa viagem de 3 dias e meio.

E a cia. Australis, entre setembro e março, opera um excelente e confortabilíssimo cruzeiro entre Ushuaia e Punta Arenas, em viagens de 3 ou 4 dias (ida) ou 7 dias (ida e volta, por itinerários distintos).

Além delas, não dá pra não citar o Cruce de Lagos, que faz a travessia de três lagos entre Bariloche, na Argentina, e Puerto Varas, no Chile.

De Buenos Aires:

Argentina

De Bariloche:

Llao Llao, Bariloche

De Trelew/Península Valdés:

Península Valdez

De El Calafate:

El Calafate

De El Chaltén:

De Ushuaia:

Ushuaia

  • A Punta Arenas: 11h de ônibus (Bus Sur, Buses Pacheco) ou 25 min de barco a Puerto Williams (Ushuaia Boating) + 1h15 de avião a Punta Arenas (Dap) ou 3 dias com o cruzeiro Australis
  • A El Calafate: 1h15 de avião (Aerolíneas, sazonal) ou 12h de ônibus a Río Gallegos (Taqsa/Marga) + 4h de ônibus a El Calafate (Taqsa/Marga)
  • Leia sobre Ushuaia

De Santiago:

Chile

  • A Puerto Montt/Puerto Varas: 1h45 de avião (Latam, Sky) ou 13h de ônibus (Pullman, TurBus, Condor)
  • A Punta Arenas: 4h30 de avião (Latam, Sky)
  • A Puerto Natales: 4h de avião direto (na temporada, entre dezembro e fevereiro, com Latam) ou 4h30 de avião a Punta Arenas (Latam, Sky) + 3h de ônibus a Puerto Natales (Buses Fernández, Buses Pacheco, Bus Sur).
  • Leia sobre Santiago

De Puerto Montt/Puerto Varas:

Osorno visto de Puerto Varas

De Puerto Natales (Torres del Paine):

Torres del Paine

De Punta Arenas:

Punta Arenas

70 comentários

GABRIELA
GABRIELAPermalinkResponder

Que post perfeito! Obrigada!

Thais
ThaisPermalinkResponder

Olá, vou a Bariloche em agosto e gostaria de saber se consigo fazer o Cruce de Lagos.
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thais! Não é bom fazer o Cruce no inverno, porque nesta época requer um pernoite caro em Peulla, um lugar bastante sem graça. Faça um passeio de barco do lado argentino, vá de ônibus para o lado chileno, faça o passeio de barco no lado chileno.

Alex melo
Alex meloPermalinkResponder

Fui para esta região em 2008...
Fui de avião de Buenos Aires até Ushuaia, e voltei de El Calafate.

O pesado na época foi de Ushuaia a Puerto Natales(base para o Torres del Paine).Fiz de ônibus este pedaço e ele levou umas 10 horas - das quais 2 ou 3 foram paradas esperando o vento diminuir no Estreito de Magalhães.Pior: justamente por causa do estreito, este trajeto tem que ser feito durante o dia.

Na época eu não me importava muito (20 e pouco a gente faz qualquer coisa), mas é um pedaço bem pesado e vale procurar alguma passagem de avião...

Agora: é uma região fantástica. Como eu não ia fazer muitas trilhas, ficamos 15 dias que foram inesquecíveis.

Dido
DidoPermalinkResponder

Ah, que saudades de Ushuaia e Calafate !!!!

Lúbia Scliar Zilberknop

Fiz estes roteiros em duas viagens há bastante tempo. NA primeira , fui a Córdoba e Mendoza de aviào. Depois de Mendoza a Santiago de ônibus para passar pelos belíssimos caracoles nos Andes. Depois, de Santiago a Valdívia de ônibus e dali a Puerto Montt e Puerto Varas. Lá alugamos um carro e passeamos pelas imediações (ilha de Chiloe e Frutillar) e depois fizemos o Cruce de los Lagos, que é imperdível, até Bariloche, terminando o tour em B. Aires. Na segunda vez, fomos de B. Aires a Calafate de avião, onde fizemos todos os passeios convencionais (Perito Moreno é das coisas mais lindas que eu conheci), e dali a Chalten e Torres del Paine de ônibus. Dali a Punta Arenas por terra também, onde pegamos o cruzeiro até Ushuaia, de onde voltamos de aviào a B. Aires. Posso dizer que a Patagônia é lindíssima, não devendo nada ao belo Canadá.

Héctor Cassano

Estimada Lúbia:
El Cruce de Los Lagos, junto con los Corredores R-95, R-96 y R-99 están consideradas como las mejores rutas escénicas de La Patagonia, y de hecho están bajo estudio para certificar como rutas escénicas. El Coredor R-99 en especial es la primera ruta argentina declarada Monumento Histórico Nacional. Las he recorrido todas, y son bellísimas, pero poca gente las conoce y no figuran en casi ningún mapa turístico.

Laís Trazzi
Laís TrazziPermalinkResponder

Realmente muito bom: lindas fotos e excelentes informações. Editei um post sobre o Cruce Andino (http://viagemblog.com/2014/07/02/cruce-andino/) e acrescentei esse link.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Sensacional !!!
Vou imprimir já já prá garantir.
Estes dossies são a melhor coisa do mundo.

Pedro
PedroPermalinkResponder

Qual a companhia aérea (deve ser a LAN, mas...) que faz este vôo entre Punta Arenas e Puerto Williams (ou seria Cabo de Hornos?). E de lá pra Ushuaia há alguma embarcação?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! O nome entre parênteses depois de qualquer deslocamento se refere à cia. que executa o trajeto. Depois da informção do vôo de Punta Arenas a Puerto Williams você encontra o nome Dap, com um link. É a cia. aérea. Depois da informação da travessia entre Puerto Williams e Ushuaia você encontra o nome Ushuaia Boating. Não temos link para essa cia.

Antonio Carlos

Olá Boia,
Muito bom post, como sempre.
Fizemos o cruce de los lagos há mais de 10 anos.
Dormimos em Peulla e foi muito divertido pois estávamos em uma excursão
O jantar foi maravilhoso e dormir naquele hotel de madeira no meio da floresta
foi uma experiencia muito legal !!!

Debora
DeboraPermalinkResponder

Em set/13, fizemos o percurso por Bariloche (4 dias) - Puerto varas (3 dias) -Pucon (2 dias) - San Martin de Los Andes ( 2 dias) - Bariloche, 100 por cento de onibus. De fato, a maioria das passagens precisou ser comprada na rodoviaria dias antes da viagem, pois nao ha estrutura pela internet, mas as viagens foram super confortaveis e seguras. Alem disso, a travessia de fronteira entre ARG e CHI eh feita dentro dos parques ecologicos, entao a vista eh muito bonita. Sem contar que, de onibus, voce nao precisa se preocupar com neve, chuva, GPS e os demais leres. Com certeza, recomendo. Para o @VnV, eu incluiria Pucon no roteiro acima. Uma cidade com natureza linda, restaurantes encantadores e um vulcao de tirar o folego, na parte mais norte da Patagonia chilena.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Débora! A gente privilegiou nesta lista a Patagônia austral. Colocamos Puerto Varas/Montt e Bariloche só por causa das conexões aéreas. Mas toda uma série de destinos dos lagos -- Pucón, Chiloé, San Martín de los Andes, Villa La Angostura -- ficou de fora, mesmo.

Quem sabe o Comandante não faz um desses só com os destinos dos lagos? smile

Karina
KarinaPermalinkResponder

Que post perfeito. Deu vontade de voltar à Patagônia.
Fiz o cruzeiro da Australis e amei. É caro, mas vale cada centavo.
Só não voltaria à Punta Arenas porque não tem nada para fazer. Deveria ter ficado mais dias em El Calafate.

Rafael Bessa
Rafael BessaPermalinkResponder

A Bóia !

Vamos para Bariloche no dia 17/5 em Lua de Mel

Devemos passar em torno de 10 dias , iremos fazer a rota dos 7 lagos e visitar
cidades vizinhas de carro alugado

Iremos ficar 1 dia em Villa La Angostura
2 dias San Martín de Los Andes também

Na volta aconselha fazer outro trajeto ?

Quais passeios recomenda, desse época consigo dirigir lá, tranquilamente ?

Estamos vendo se vamos ficar alguns dias em Buenos Aires ou não....

Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafael! Em maio não haverá neve, será tranqüilo fazer a Rota.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2010/03/san-martin-de-los-andes-rota-dos-7-lagos-e-paso-cordoba

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Ola, Rafael
Posso me intrometer?
Esse é o relato da viagem de 11 dias que acabei de fazer por lá:
http://www.viajenaviagem.com/2015/02/verao-bariloche-villa-la-angostura-san-martin-los-andes

Héctor Cassano

Prezado Rafael:
Suele ser tradición que los mieleros hagan su luna de miel viajando en camarote en el tren a Bariloche. Estos camarotes son Fiat Concord de 1972 que se mantienen en estilo original. El servicio del tren incluso mantiene el estilo de los años '70, de modo que las cenas en el restaurante se hacen a la antigua, es decir con el clásico menú de tres platos servido a la mesa por mozos de uniforme. El restaurante asignado hoy a esa ruta es El LIbertador, que es un Fiat Concord de 1972, o el Sudexpreso, que es un Carel & Fouché de 1955 que hacía el servicio Paris ↔ Lisboa. Hacerlo de esta manera es mucho mas romántico que de cualquier otra.

Cibele
CibelePermalinkResponder

Ótimo post com sempre!
Estou indo com amigas a Ushuaia/El Calafate/El Chaltén no final do mês e fiquei com uma dúvida: no trecho aéreo doméstico (Ushuaia-El Calafate ida e volta) a franquia de bagagem aparece com 15kg no total (10kg despachados + 5kg bagagem de mão). É isso mesmo?
(imaginem o desespero da mulherada pensando em levar apenas 10kg na mala despachada!!!!)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cibele! Se é isso que aparece para você, então é isso. Confira se não é uma franquia específica de uma tarifa descontada.

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Sensacional esse post, MUITO OBRIGADO!

Franci
FranciPermalinkResponder

Tenho uma prima que saiu do Brasil de carro com o marido antes do natal e foi até Ushuaia de carro. Uma grande aventura quer requer coragem e espírito aventureiro, passaram uns 20 dias entre estradas desertas e montanhas. Curti muito a viagem deles através do facebook. Mas ainda me pergunto e pergunto a todos aqui: Vale a pena?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Franci! Não faz o nosso estilo. Achamos que é viagem para quem curte rali, não para quem curte turismo.

Brigite Brasil

Nossa, estou chocada: tenho a passagem ida e volta para Buenos Aires, mas, ao averiguar os preços de EZE para El Calafate, e de El Calafate para Ushuaia, acho que vou desistir do passeio! Tá, vão dizer que vale a pena, mas eu não tinha ideia de que o custo seria tão elevado. Afinal de contas, ainda tem o preço das excursões.

Jaque
JaquePermalinkResponder

Olá!! Estou muito interessada em conhecer a Patagônia Argentina. Já conheço Buenos Aires por isso não gostaria de ficar muitos dias na cidade, e sim ir direto ao destino.
Mas pelo post, seria possível fazer turismo em 5 dias, aproveitando um feriado; mesmo que a quantidade de dias não permita percorrer muitas regiões??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jaque! Recomendamos pelo menos quatro noites em Ushuaia, e duas noites em El Calafate.

carina americano

Vou a Santiago dia 01/03 e de lá vou de ônibus até Puerto Montt, depois até Bariloche e volto para Puerto Montt. Reparei que há diferença grande de preço entre as empresas nesses trechos e gostaria de saber se é pela qualidade dos ônibus e qual delas é mais confiável para viajar em relação á segurança. P.s. Vou com pouco dinheiro para gastar.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carina! Se você encontrou diferença de preços, deve refletir diferença de ônibus, também: neste trecho, o ideal é viajar em carro-cama, ou no mínimo semi-cama.

carina americano

Você sabe quais são as melhores empresas?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carina! Temos várias empresas indicadas no post acima. Como já explicamos, quanto mais caro, melhor será o serviço. wink

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Esta dica de fazer a logistica entre Ushuaia e Punta Arenas, apenas atravessando o canal de Beagle e pegando um vôo de 1h15 em Puerto Willians é muito boa!!
Valeu ... wink

Andrea Raminelli

Qual a cia do voo de Puerto Williams a Punta Arenas? Não achei no Decolar nem na LAN...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andrea! É a Dap. Tem link na seção Punta Arenas do texto.

Andrea Raminelli

Desculpe, não tinha visto. Mas esta DAP não vende online, pelo que eu entendi.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andrea! Entre no site. Mande um email. Ligue pelo Skype. É uma micro cia aérea.

Andrea Raminelli

Vlw, Boia! Desculpe não ter visto de primeira, juro que tomarei mais cuidado, não quero levar bronca do comandante!

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Ola, Andrea
Voce conseguiu comprar passagem desta DAP?
Eu gostei desta opção de logistica pra fazer Ushuaia > Punta Arenas da proxima vez que for pra lá...

Laura
LauraPermalinkResponder

Highly recommend taking the 3/4 day boat trip with Navimag from Puerto Montt to Puerto Natales. My husband and I did this a couple of years ago and really enjoyed it! Plus it avoids lots of long bus journeys on that long route.

Fernando Teruel

Boa tarde,

Sinto-me na obrigação de agradecer por esta postagem excelente.

Parabéns!

Tulio Ferreira

Fiz a viagem em março de 2015 para Punta Arenas via GRU/SCL pela TAM e segui as dicas do Ricardo Freire e A Bóia aos quais agradeço. Tem vans (transfer) que saem do Aeroporto de Punta Arenas a cada 30 min. Punta Arenas não tem terminal rodoviário e o transfer termina na sua agência, no caso, da Pacheco Bus onde comprei a passagem para às 11:00hs do dia seguinte para Puerto Natales sendo que o próximo seria só às 16:00hs. Tivesse eu caminhado quatro quadras na Av Colon teria cruzado com a sede da Buses Fernandes que tem horários para Puerto Natales quase de hora em hora. Em Puerto Natales tem terminal rodoviário onde se pode comprar passagens de ida e volta para El Calafate, bem como o retorno para Punta Arenas. Pernoitei em Puerto Natales e no o dia seguinte, fiz o passeio previamente reservado à Caverna do Milodón e às Torres del Paine. O passeio dura o dia inteiro podendo fotografar os guanacos no caminho mas atenção ao vento constante de 70 a 80km/h que derrubou uma passageira mais afoita em fotografar. Mais um pernoite em Puerto Natales e no dia seguinte 6 hora de ônibus para El Calafate sendo que na rodoviária tem um posto da Secretaria de Turismo de El Calafate onde informaram o endereço da Concessionára Oficial do Parque Nacional dos Glaciares (Perito Moreno) "Hielo y Aventura". Agendei para o dia seguinte o Mini Trekking. Fantástico, você vai escalar o glacial e ao final da aventura ganha uma dose de whisky regado a gelo milenar do glacial. Imperdível. No retorno de Puerto Natales o ônibus passa no Aeroporto de Punta Arenas para deixar os passageiros que quiserem descer no Aeroporto e pega apenas os passageiros agendados. Em Punta Arenas fiz a última viagem da temporada a Isla Magdalena. Os pinguins são mansinhos mas é proibido tocá-los e o visitante só pode andar num caminho demarcado por cordas de cerca de três metros de largura, mas os pinguins cruzam este caminho a todo o momento e quase sobem nas pessoas. Nesta época todos os pinguins já migraram e só volta a ter barco para ilha em novembro.

Savya
SavyaPermalinkResponder

Olá é possível ir de ônibus numa boa por esses trechos (ex Bue x Ushuaia) mesmo na temporada de inverno, nos meses de junho/julho?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Savya! No verão ou no inverno, encarar 50 horas de ônibus com prazer requer um pouco de masoquismo da parte do passageiro.

Tati Batista
Tati BatistaPermalinkResponder

Muitas saudades das cidades da patagônia chilena que pude visitar na última viagem. E uma coisa que me surpreendeu muito é que meu gasto na patagônia foi menor do que eu imaginava que seria. Sempre que falo em Patagônia as pessoas comentam comigo: Ah, mas lá é mais caro né? Não sei... eu me surpreendi ..

Abaixo o relato dos meus gastos para desmistificar um pouco e incentivar a galera a ir conhecer esse paraíso chileno!

http://viajanderia.com/2015/05/30/quer-saber-quanto-custa-passar-9-dias-na-patagonia-chilena-confira-gasto-a-gasto-para-voce-simular-sua-viagem/

Bjusss

Tati Batista do Viajanderia

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Em primeiro, agradecer o post incrível, um verdadeiro mapa de navegação, ao qual tenho recorrido há meses, planejando minha ida em outubro.
Optei pelo ônibus de Ushuaia a Punta Arenas (12 HORAS?), qu sai às 8h da manhã, para conhecer melhor as paisagens sem pressa (avião) ou preocupação com o caminho (carro).
Veremos.
Abraços.

antonio barbanti

Parabéns a todos envolvidos, consegui mais infos aqui do que no Lonely Planet.
Abraços!

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Que post sensacional ! Tipo um resumo do Google Maps, né ? smile

Exceto para Ushuaia, fiz meus deslocamentos na Patagônia de ônibus: El Calafate pra El Chaltén, El Calafate para Puerto Natales e Puerto Natales para Punta Arenas. Foi bem tranquilo, as estradas são boas, mas não tem paisagem nenhuma, é tudo deserto. Só na estrada de El Chalten que, se você tiver muita sorte, dá pra ver o Fitz Roy (o motorista para pras fotos).

De Puerto Natales fizemos um bate e volta pro Parque Torres del Paine de carro alugado, o que acabou ficando um pouco tenso porque saímos do parque anoitecendo, e pegamos 60 km de estrada de terra no escuro.

O relato da viagem tá todo no blog: http://www.colecionandoimas.com.br/2013/02/patagonia-indice-de-posts.html

[]s!
Camila

Ana Tessel
Ana TesselPermalinkResponder

genial. Muchas gracias!

Graziele
GrazielePermalinkResponder

Olá, meus queridos. Estou querendo programar uma viagem para maio para a patagonia, mas estou mais perdida que cego em tiroteio - muitas cidades, distâncias colossais, enfim, o que me parece ser uma viagem cansativa. Gostaria de visitar no máximo duas cidades, de preferência com boa estrutura de restaurantes, hoteis, conforto, mesclando com alguns passeios pra ver as atrações mais imperdivéis. Dito isso, agora vem o dilema: Quais duas cidades vocês me indicariam pra se encaixar mais ou menos desse ideal que eu estou almejando? Obrigadinha, Grazi.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Graziele! A dupla El Calafate + Torres del Paine (Puerto Natales) é o filé da região.

Héctor Cassano

Estimada Graziele:
Hay varias ciudades interesantes en Patagonia, y algunas con muy buen servicio de hotelería y restaurantes.
Todo depende de lo que Ud. esté buscando o de lo que a Ud. le guste.
Bariloche, El Bolsón y Villa La Angostura son algunas de las mas interesantes y con mayor oferta de atractivos.
Pero lo mejor de Patagonia no está en las ciudades, sino en sus alrededores, en donde puede uno hacer descubrimientos fantásticos.
Con respecto a las distancias colosales, esto también puede ser un atractivo. De hecho el transporte insignia de la Patagonia es el tren, que este blog no menciona, y que resulta hoy por hoy el atractivo turístico mas demandado de la región. Los Corredores escénicos R-95 y R-96 y el Cruce de Los Lagos son las dos mejores rutas escénicas de la Patagonia, y constituyen una experiencia increible.

Priscila
PriscilaPermalinkResponder

Em março/2008 fiz Santiago >> Temuco >> Pucón >> Puerto Varas (aqui aluguei um carro pra dar a volta no lago e subir no Osorno) >> Bariloche >> El Calafate >> Puerto Natales >> Punta Arenas >> Ushuaia >> Buenos Aires. O trajeto foi feito basicamente de ônibus - exceto pelos trechos de Puerto Varas a Bariloche (via Cruce del Lagos), de Bariloche a El Calafate (avião) e de Ushuaia a Buenos Aires (avião). A viagem toda durou 4 semanas. A região é incrível e sou doida pra ir de novo!

Andressa
AndressaPermalinkResponder

Fui para El Calafate, El Chalten e Puerto Natales há um ano. E consegui comprar as passagens num site, ainda no Brasil, o site é o Plataforma 10. Não tive nenhum problema.

Dayane
DayanePermalinkResponder

Ótimo post! Vai ser fundamental para planejar minha viagem! Obrigada! smile

José Roberto
José RobertoPermalinkResponder

Chego no Chile por Santiago em agosto/16 e tenho uma dúvida cruel: Faço o roteiro Norte com Vale Nevado + Atacama ou Sul com Torres del Paine, Punta Arenas? Estou louco para conhecer o sul, mas não encontrei muitas informações de como é no inverno se realmente será proveitoso, apenas li que muitos passeios de barco principalmente não funcionam.
Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José Roberto! Torres del Paine é um destino de verão. Por isso você não encontra informações sobre o inverno. É roubada ir no inverno.

Márcio Baptista

Obrigado pelos posts! Valeram muito para planejar minha viagem

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Sensacional o post! Estou planejando conhecer o sul da Argentina e Chile em fevereiro. O norte ( Atacama), já conheço e recomendo a todos os amantes de aventuras e fotografias.

Roberto Garcia

Excelente dicas, obrigado por compartilhar.

Jose Osni Lapa

Decidimos um ano antes que iríamos para o fim do mundo: Ushuaia. Fomos de carro, eu, esposa e filho adolescente fomos de Fluence e meu amigo com esposa e 2 crianças, de Logan. Fomos e não tivemos maiores problemas. Levei uma bombona pra colocar combustível extra devido as longas distâncias e nem a usamos. Muito linda a paisagem, milhares de ovelhas, guanácos, e emas(semelhantes). Nos revezávamos ao volante, viajávamos de dia e a noite pousadas, casas alugadas pelo Airbnb e hotéis. Valeu ter ido "manejando". Conhecemos cada cantinho da patagônia que seria impossível caso fôssemos de avião. Saímos de Floripa/SC em 26/12 e voltamos 25/01. Quase 15mil km. Enfrentamos algumas estradas de ripio, outras esburacadas, uns 300km no total. Nada que não pudéssemos superar. A patagônia tem incentivo fiscal e a nafta super 93 ou 95 (gasolina) são bem mais baratas que aqui. Vinho também. Só o carangueijo gogante (centolla magalânica) é caro porém há que se provar.

Débora Nogueira

Olá!
Só para constar, eu fiz o trajeto Puerto Varas - Bariloche pela empresa ' Cruz del Sur'. Comprei as passagens pela Internet. Precisei reimprimir, enviei e-mail para lá, fui respondida rapidamente. O ônibus é bem confortável ( teve até serviço de bordo). E, a saída dele é bem perto dos hotéis. É num galpão da empresa, de fácil acesso. Gostei muito. Fica aí mais uma opção. Pelo que entendi na época, comprando pela Internet, com antecedência, tinha um desconto. E,quando fui, o ônibus saia tipo umas 8:30h de Puerto Varas. Vale a pena ficar acordada p apreciar a paisagem. Faz a parada para dar saída do Chile e mais a frente, para poder dar a carimbada de entrada na Argentina. Só descemos com a bagagem de mão do onibus e o processo foi rápido.

Suzete da Costa

Que lindo e romântico deve ser esse passeio de trem. Perfeitamente descrito, com detalhes sobre o restaurante. Obrigada!

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Só uma dúvida..pra quem vai sair do parque e ir pra El Calafate, tem ônibus na portaria que faz esse trajeto ou é preciso voltar para Puerto Natales?

Ótimo post, economizou dias de pesquisa. Abrç!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafael! Até onde a gente sabe, os ônibus que saem direto de Torres del Paine para El Calafate são apenas os dos bate-voltas de um dia só vendidos por agências de El Calafate.

De todo modo, evite um roteiro com tempo cronometrado pela Patagônia. Vá com calma, é a melhor maneira de evitar stress e perrengues.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Minha querida, boa noite! Primeiro, parabéns pela publicação... Muito boa. Segundo, me ajude!!!!! kkkkk Estou viajando pra Ushuaia e El calafate agora dia 26/06, com esposa e filhas de 11 e 13 anos. Fico até 05/07. O que preciso saber é: 1 - são dias suficientes? Posso aumentar mais 02 ou 03 dias se for necessário... 2 - Quantos dias fico em cada lugar? 3 - Quais são os passeios imperdíveis? 4 - Queríamos fazer algum passeio hídrico, digo, um pequeno cruzeiro, uma embarcação, entre lugares, enfim... Há algum roteiro que eu possa fazer? 5 - Soubemos de um passeio que é feito em trenó puxado por cachorros. As meninas ficaram eufóricas. como funciona? Consigo comprar lá este passeio? 6 - Para ir de ushuaia a El calafate, você recomendaria ônibus? 7 - Vamos também ao Cerro Castor. Ao menos um dia. Como divido os dias e passeios? 8 - Consigo comprar lá, na hora, a ida de trem para o Parque Nacional?
Muito obrigado pela ajuda. Realmente estou apreensivo, porque, nas pesquisas que fiz, ainda não consegui estar seguro das questões. Uns me dizem que é melhor eu fechar todos os passeios em agências de viagem aqui. Outros, que é melhor lá, inclusive por conta dos preços que aqui são dolarizados, e lá pagamos em pesos, ficando mais em conta... Enfim, o que faço? Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo!

Leia nossos guias completos de Ushuaia e El Calafate:

http://www.viajenaviagem.com/destino/ushuaia

http://www.viajenaviagem.com/destino/el-calafate

Fábio
FábioPermalinkResponder

Bom dia caros! Estou escrevendo de Puerto Natales! Usei este post para planejar minha viagem. Especificamente para o trecho de El Calafate para Puerto Natales no inverno só existe ônibus de segunda, quarta e sexta às 8h30. (sim, cedo)
Na minha viagem eu acabei perdendo esse ônibus (atrasei) e acabei conseguindo me virar do seguinte modo:
Tomei um ônibus de El Calafate para "Rio Turvio" que é a última cidade antes da fronteira e a mais próxima de Pto Natales.
De Rio Turvio tomei um taxi até o posto da aduana argentina, carimbei o passaporte e comecei acaminhar para a fronteira chilena (5km) no meio do caminho pedi uma carona ("hacendo el dedo" como dizem aqui). Fui de carona até Puerto Natales.

O esquema de carona é bem comum neste trecho, eu nunca havia pedido carona e foi tranquilo, outras pessoas também fizeram o mesmo trajeto que eu depois e deu certo!

Abraço, espero que ajude!

Barbara Mac
Barbara MacPermalinkResponder

Post perfeito. Como sempre ajudando muito.
Estou planejando minha primeira viagem de tudo (avião, país, comida, dinheiro....) e achei o VnV! amando tudo!

Obrigada pelas dicas wink

Diordenis Magri

Estou querendo ir em dezembro. Nesse período teria como esquiar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Diordenis! Para esquiar em dezembro, vá ao Hemisfério Norte, onde é inverno. No Hemisfério Sul é verão. Não há neve no verão, apenas gelo.

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 2 de outubro de 2017. Obrigado pela compreensão!
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar