Egito

Índice de posts

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Egito no Viaje na Viagem

Egito nas dicas da Sylvia

Um turista ocidental no Ramadã

30 dias entre Egito, Jordânia e Israel: as dicas dos leitores

23 comentários

Gi
GiPermalinkResponder

Bóia, como está o turismo no Egito, depois da Primavera Árabe?
Agora em 2015, é seguro visitar o país?
Pra não arriscar, vou de pacote/excursão, com a Egípcia Tours. Tem boas referências dele? Pelo Reclame Aqui, as reclamações foram atendidas, ao menos.
E quanto a época, qual o melhor: setembro, outubro ou novembro?
Pretendo fazer uma dobradinha Egito/Dubai. Então vou dispensar Luxor, e ficar só com Cairo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gi! Foruns no TripAdvisor dão conta de que as áreas turísticas são todas seguras, e que os preços estão bons, devido à diminuição de procura.

Quanto mais longe do verão, melhor: desses três meses, novembro é o melhor.

ihab
ihabPermalinkResponder

Egito está muito calmo,sinceramente nao acredita tanto no que você ouve pelo a media , acredita mais do que transmite quem visitou egito pois a revolucao

ihab
ihabPermalinkResponder

ihab

OlA a todos.
e muito bom ver amigos brasileiros escrevendo sobre egito bastante detalhes ,mas acho para conocer egito de verdade precisa de ver e conocer atraves de falar com as pessoas andar pelo as ruas ,eu sou egípcio ,faz 10 anos trabalhando com brasileiros como guia TAMBEM EU SOU egiptologo, no caso de precisar de ajuda ,não fique com dúvida escrever para mim e ter contato comigo meu e-mil e
egipto_1000@hotmail.com

bastante dicas sobre mim como guia voce acha nesse site

http://viagemfantastica.com/dica-de-guia-turistico-no-egito/

Abraço,

Julio
JulioPermalinkResponder

Olá pessoal! Recentemente fui ao Egito com mais dois amigos e, por sorte, conhecemos um taxista muito honesto por lá. O nome dele é Essam Ahmed Fahmy. Ele mora no Cairo e atende pelo telefone +20-2-01008825984. Ele nos levou para lugares surpreendentes e inclusive nos deu dicas preciosas de como negociar nos mercados em Khan al-Khalili. Conseguimos até fechar uma viagem para conhecer o Sinai e as praias do Mar Vermelho em Sharm El-Sheikh. Ao todo ficamos oito noites por lá e conseguimos aproveitar muito.

Julio
JulioPermalinkResponder

Ahhh... O telefone do Essam Ahmed é +20-2-01008825948...

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Fui ao Egito agora em abril de 2015. Viajei pelo Egito inteiro e achei bem seguro. Passei por Cairo, Alexandria, Luxor, Sharm El Sheikh, Baharya Oasis e Aswan com Abu Simbel.

Fabio
FabioPermalinkResponder

Essa é uma viagem que planejo, planejo, mas sempre que estou prestes a viajar, acontece alguma coisa que me deixa temeroso com relação à segurança.

Qual agência você contratou, Rodrigo?
Pretendo fechar com a www.Intrepidtravel.com

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Fabio, eu fiz grande parte do roteiro por conta própria. O cruzeiro pelo Nilo e o oásis de Bahariya eu contratei pela Memphis Tour. Achei excelente, os guias deram brilho a viagem, não tive nenhum problema, pelo ao contrário foi tudo perfeito.
Se precisar de alguma dica pode me contatar no email rpva28@gmail.
Valeu!

Ciro
CiroPermalinkResponder

Bóia, sabe se no momento é possível tirar o visto de turismo no aeroporto do Cairo? Vi que em abril de 2015, o governo egípcio decidiu extinguir o "visa on arrival", mas logo depois voltou atrás. Não consigo encontrar em grupos nenhum relato depois disso.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ciro!

O governo voltou atrás até conseguir implementar um visto eletrônico. A página da Wikipedia sobre o assunto está bem referenciada:
https://en.wikipedia.org/wiki/Visa_policy_of_Egypt#Visa_on_arrival

Há um relato no Mochileiros de entrada em setembro com visto na hora:
http://www.mochileiros.com/visto-para-cairo-t117772-15.html

O interesse da embaixada, no entanto, é que o brasileiro faça o visto aqui e dê dindim para a burocracia local.

Sandra
SandraPermalinkResponder

Olá!

Alguém esteve recentemente no Egito e conseguiu tirar o visto no aeroporto?

E a segurança, como está?

Grata
Abc.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sandra! Vamos compartihar a sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

(Para sua informação, a embaixada egípcia no Brasil recomenda tirar o visto por aqui mesmo.)

cibelli aparecida rosa

Estive no Egito na segunda quinzena de abril. Tirei o visto no aeroporto na chegada. Eu havia sido informada de que seria necessário levar uma foto e pagar uma taxa de 25 dólares. Pois bem, ao chegarmos, o guia do receptivo pediu nossos passaportes e 35 dólares (!) meus e do meu filho para providenciar o visto. Não nos pediram foto... Não sei bem o que aconteceu, mas descontei esses 20 dólares a mais da gorjeta dele ao final da viagem.

cibelli aparecida rosa

Com relação à segurança no Egito tudo correu bem. Ao chegarmos ao aeroporto fizeram algumas perguntas (no meu caso perguntaram o que eu tinha ido fazer no Vietnã e no Camboja ... se tinha ido a trabalho ou turismo), pediram para revistar a mala do meu filho, perguntaram o que eu trazia na mala e etc. Ao final tudo correu bem. Há policiais por toda parte principalmente nos pontos mais turísticos. Acho que os locais mais tensos no Egito são os próprios aeroportos. Passamos várias vezes por aparelhos de raio X tanto na chegada quanto na saída. Os maiores hotéis também tem aparelhos de raio X na entrada. Tanto melhor.

Rildo Wolff
Rildo WolffPermalinkResponder

ROTEIRO DE VIAGEM AO EGITO EM 19 DIAS

Esta foi a segunda viagem ao Egito. Ficamos 17 dias para conhecer novos lugares e revisitar alguns com mais tempo. Com este roteiro espero poder ajudar aqueles que pretendem conhecer esse país tão diferente e tão cheio de mistérios, monumentos e templos. Uma segunda viagem foi necessária porque era um sonho de criança conhecer a terra dos faraós e das pirâmides, porém descobri na primeira viagem que o Egito tem muito mais que isso. São muitos templos, tumbas, museus, mesquitas e cidades que fazem parte da história da civilização. E nós gostamos de andar pelas cidades, entre os nativos, para conhecer e entender seus costumes.
O povo egípcio é muito hospitaleiro com os brasileiros. Apesar da grande pobreza de parte da população é mais seguro andar pelas cidades egípcias do que nas brasileiras. As leis muçulmanas são implacáveis com quem comete delitos. Como o país passou por revoluções que destituíram dois ditadores, com grande convulsão social, houve uma fuga dos turistas, principalmente norte-americanos, europeus e russos. Mas justamente esse fato - de haver poucos turistas – é que facilita para quem for agora. Aproveita-se muito mais os passeios, sem atropelos, sem filas e com guia praticamente exclusivo. Para nós brasileiros não poderia ser melhor – os jovens e crianças quando sabiam que éramos brasileiros vinham pedir para tirar fotos conosco.
Por falar em guia, fizemos todos os passeios com o guia Shaban, que conhecemos na primeira viagem. Profissional supercompetente: fala português, explica tudo em detalhes, sem pressa, com toda atenção, buscando sempre a satisfação dos turistas. Outro detalhe: tenho problemas de coluna – hérnia de disco – e antes da viagem comecei a ter crises de dores. Quase desisti da viagem, mas o amigo Shaban providenciou, em todos os deslocamentos, uma van para que eu pudesse ir deitado entre uma atração e outra, comprou remédios e sempre preocupado com meu bem-estar. Uma van só para mim e minha esposa, o tempo todo. Não fosse por ele minha viagem teria sido um sofrimento só e talvez tivesse que ser abreviada.
Vamos ao roteiro. Vou colocar aqui somente a descrição dos locais por onde passamos. A avaliação e mais detalhes estão feitas no site do TRIPADVISOR, inclusive com postagem de fotos.
Nessa viagem fizemos tudo por conta própria, desde a saída de Navegantes/SC, sem contratar agência de turismo. Saímos do Aeroporto de Guarulhos/SP as 16h do dia 02 de março em voo da Alitália com conexão em Roma. Fiz as compras de passagens pela internet dois meses antes e foi o melhor preço e melhor horário, desperdiçando menos tempo nas conexões. Chegamos em Roma dia 03 de março as 6h45min no horário local, 3h no Brasil. Onze horas de viagem até aqui. Embarcamos em Roma as 12h25min local e chegamos no Cairo as 16h35min horário local. Mais ou menos 2h40min de voo entre Roma e Cairo. A diferença do Brasil para o Egito no horário de verão é de mais 5 horas.

1º Dia – Chegada no Cairo. No aeroporto já tinha guia esperando por nós. Ali mesmo no aeroporto fizemos o visto de entrada ao custo de $25,00 por pessoa (no Egito 1,00 dólar americano equivale a 8,50 libras egípcias-EGP). Nos hospedamos no Hotel Mercure Cairo Le Sphinx. Jantamos no próprio hotel e aproveitamos para descansar.

2º Dia – Saída as 8h para visitar as ruínas de Menfhis, capital do Egito Antigo (+ ou – 3000 a.C.), onde tem um Museu ao ar livre e uma gigantesca estátua de Ramsés II. Na sequência visita a Sakkara, onde está a mais antiga pirâmide do Egito, edificada pelo Rei Zóster, conhecida como pirâmide escalonada. Visita ao Museu Imhotep, que foi famoso engenheiro, escriba e vizir do Antigo Egito. Almoço no restaurante Abou Shakra. Visita às Pirâmides, Esfinge e Templo de Wadi. Visita a um Bazar. A noite visita ao mercado Khan El Kalili.

3° Dia – Saída do hotel as 6h30min para visitar Alexandria. São três horas de viagem de van por rodovia super moderna, cruzando a imensidão do deserto. Nesta cidade visitamos as Catacumbas de Kom el Shoqafa, a Coluna de Pompeu, o Anfiteatro Romano e a Biblioteca de Alexandria. Almoço no Restaurante Fish Market, com linda vista para o Mar Mediterrâneo. A tarde visitamos a Fortaleza de QaitBay e voltamos ao Cairo.

4º Dia – Saída para visitas no Cairo: Museu do Cairo, Cidadela de Saladino e a Mesquita de Alabastro, visita ao Bairro Copta, Sinagoga de Ben Ezra, Monastério e Igreja de São Jorge, Igreja de José e Maria. A noite jantar com shows de dança típica navegando pelo Rio Nilo no navio Nile Crystal.

5° Dia – Check out no hotel as 8h e saída do Cairo com destino a Hurghada. Fizemos esta viagem de van, tranquilamente, com parada para um café e fotos, costeando o Mar Vermelho. Check in no Sonesta Pharaoh Beach Resort Hurghada as 13h.

6º Dia – Saída as 9h para passeio de barco, snorkeling, almoço no barco e parada na ilha de Giftun com linda praia às margens do Mar Vermelho. Retorno ao hotel.

7º Dia – Saída para safari no deserto, com passeio de quadriciclo. A tarde visita a uma aldeia beduína em veículo 4x4 para andar de camelo, conhecer um pouco de seus costumes e onde é servido um jantar típico ao som de música típica. Volta ao hotel no final do passeio.

8º dia – check out no hotel e saída com destino a Luxor, passando por Abydos (Templo do Rei Seti I dedicado a Osíris) e Dendera (visitamos o Templo dedicado à deusa Hathor, Hórus pai e Hórus filho). Deslocamento feito de van. Vários lugarejos pelo caminho. Esse trajeto é por campos férteis do Egito, com muitas plantações irrigadas pelo Rio Nilo. Chegamos em Luxor no final da tarde. Hospedagem no Hotel Sonesta Saint Georg. City tour de charrete pelo centro comercial de Luxor.

9º Dia – Manhã livre no hotel. Almoço no Restaurante Pizza Roma-it. Revisitamos o Templo de Karnak, o Templo de Luxor, Avenida das Esfinges. Check out no hotel e hospedagem no Cruzeiro Emilio. A noite voltamos para o show de som e luzes no Templo de Karnak.

10º Dia – Visita ao Vale dos Reis: entramos nas tumbas dos faraós Ramsés IV, Seti II e Tausert Setnarth. Visita a uma loja de produtos de alabastro. Almoço no navio. Visita ao Templo da Rainha Hatshepsut e ao Colossos de Menmon. Tempo livre no restante da tarde para aproveitar o navio.

11º Dia – Em Luxor tem opção de fazer passeio de balão, mas como já havíamos feito na viagem anterior não fizemos nesta vez. Visita ao Templo de Medinet Habu. Visita a Deir al Medina, conhecida como o Vale dos Artesãos: visitamos as tumbas de Sennutem e de Inherkha. Visita ao Vale dos Nobres: visitamos as tumbas de Ramose, de Userhat e de Khaemhat. Almoço no Cruzeiro. A tarde visita ao Vale das Rainhas: visitamos as tumbas de Kha-em-Waset (um dos muitos filhos de Ramsés III); da Rainha Titi, esposa de Ramsés III e de Amen-Kopshef, também filho de Ramsés III. Visita a Ramesseum - templo funerário do faraó Ramsés II.

12º Dia – Visita ao Museu de Luxor, passeio de barco pelo Rio Nilo com visita a Ilha de Aladim, também conhecida como a Ilha da Banana (muito legal esse passeio para conhecer como vive um agricultor egípcio). Na ilha fica o Hotel Al-Baeirat, muito aconchegante, lindo e tipicamente árabe (para a próxima viagem...). Almoço e tarde livre para aproveitar o navio.

13º Dia – Navegação de Luxor com destino a Aswan. Chegada em Edfu para visitar o Templo de Hórus. Passagem pela Eclusa de Esna. Desembarque na cidade de Kom Ombo para visita ao Templo dedicado a dois deuses: Sobek (o deus crocodilo) e Hórus (o deus falcão). Navegação até Aswan, chegando na cidade no início da noite.

14º Dia – Saída as 4h para visitar Abu Simbel onde ficam dois grandes templos: o de Ramsés II e o outro de sua esposa Nefertari. Chegada de Abu Simbel as 13h e almoço no restaurante e pizzaria Esmo A. Visita a aldeia Núbia. Na aldeia visitamos o Hotel Arte Ca, tipicamente construído e pintado no estilo núbio, é muito bonito e aconchegante.

15º Dia – Saída para visitar o Templo de Philae dedicado à deusa Isis num delicioso passeio de barco pelo Rio Nilo, pois o Templo fica numa ilha. Almoço no restaurante Chef Khalil. Saída de Aswan navegando de volta a Luxor.

16º Dia – Chegada em Luxor às 16h depois de passar novamente por Kom Ombro, Edfu e Esna. Check out no Cruzeiro e passeio pela cidade de Luxor. Jantar no restaurante Pizza Piato. Às 18h embarcamos no trem da companhia Sleep Train com destino ao Cairo (uma aventura e tanto!!!).

17º Dia – Chegada no Cairo às 8h. Após café da manhã no trem saímos para um city tour pelo Cairo. Visitamos o shopping Stars Centre. Almoçamos na praça de alimentação do shopping. Às 14h nos dirigimos para o Aeroporto do Cairo. Saída do voo da Alitalia com destino a Roma as 17h45min. Chegada em Roma as 20h no horário local, 16h no Brasil. Às 22h25min local partimos em voo da Alitalia com destino a São Paulo.

Chegamos em São Paulo as 7h do dia 20 de março, cansados da viagem, mas com espírito leve. Ao todo foram 19 dias de viagem. Nada como uma viagem dessas para recuperar as forças, sem contar o aprendizado que é visitar um pais tão diferente não apenas na língua, mas também nos costumes, no modo de vestir (grande parte das mulheres usam burca e os homens usam uma túnica, lenço e turbante), na culinária, na religião (maioria muçulmana), na paisagem de deserto e até em como funciona o trânsito.
Apesar de já ter ido duas vezes ainda penso voltar em alguns anos para matar a saudade desse país acolhedor e do nosso amigo e guia Shaban.

Luis Afonso de Assis

OI pessoal,
Estou indo em Maio de 2017 pro Egito, em principio com a MEMPHIS TOUR, porém fui pagar os 25% para garantir a reserva e não consegui, o Banco me informou que havia "Suspeita de fraude", Alguém tem alguma informação sobre a Memphis?
Grato

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luis Afonso! Para ver a reputação de alguma empresa no Google, pesquise o nome da empresa com palavras como problems ou troubles.

Nunca envie dinheiro por transferência bancária, porque você pode ser vítima de intermediários fraudulentos que se fazem passar por outros. Use sempre cartão de crédito, que pode ser contestado. A transferência, uma vez feita, é irreversível.

Luis Afonso Assis

Boia, obrigado pela resposta anterior.
Outra duvida, vou utilizar Smilies na compra de passagem para o Egito em maio de 2016, é melhor compra as passagens o quanto antes ou mais perto da viagem??
Obg

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luis! O quanto antes.

Hemida
HemidaPermalinkResponder

Tenho o endereço eletrônico de um guia egípcio que fala corretamente o português . Entre em contato com ele pelo Whats , pode dizer que foi a Solange quem deu o endereço dele. Conheci ele no Egito . Excelente profissional.Ele lhe dará todas as informações necessárias e bem atuais.

Faça uma excelente viagem,seu nome e Hassan
hassanhemida2000@gmail.com

Luis Afonso Assis

Obrigado Bóia e Hemida, abç

Ibrahim
IbrahimPermalinkResponder

Olá pessoal

Meu nome é Ibrahim Mohamed,sou guia de Turismo no Egito,trabalho há 6 anos como guia receptivo da CVC no Egito,agora estou montado muitos roteiros para conhecer o Egito,terra das maravilhas,muito honesto,sincero,apresento um serviço personalizado pelo melhor preço .
Sejam bem vindos
Só entrarem em contato
zizo_sr2010@yahoo.es
Obrigado

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 1º de fevereiro de 2017. Obrigado pela compreensão.

Cancelar