Florianópolis

A favorita

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Nos últimos tempos nenhuma cidade emplacou com tanta força no imaginário nacional quanto Florianópolis.

A combinação do número cabalístico "42 praias” com a expressão mágica "qualidade de vida” faz de Floripa um destino desejado tanto para passar férias quanto para viver. Auto-estradas, túneis e viadutos têm sido construídos para acomodar o crescimento da cidade, que segue atraindo migrantes de alta escolaridade e poder aquisitivo.

Florianópolis: Lagoa da Conceição

É uma cidade exemplar na acomodação de diferenças: aprendeu a receber os hermanos argentinos, convive com uma babel de sotaques dos próprios moradores e é simpática ao público LGBT (que acorre em massa no verão e no carnaval). O orgulho manezinho, porém, nunca esteve tão em alta: Floripa já sabe o seu valor.

Florianópolis: Praia Mole

A transformação da capital sonolenta de antigamente na moderna metrópole de hoje não afetou a diversidade da ilha. Vilarejos açorianos, colônias de pescadores, praias selvagens e matas preservadas continuam onde sempre estiveram, a poucos minutos do centro da cidade — ou a muitos minutos do centro da cidade, se você vem nas engarrafadíssimas férias de verão.

Florianópolis: Dunas da Joaquina

Escolha Florianópolis por tudo que a cidade tem, mas leve em conta o que a cidade não tem. Você não vai encontrar em Floripa um calçadão na praia com barzinhos enfileirados, como em outras capitais litorâneas. É uma cidade carente de atrativos culturais -- se não der praia ou estiver muito frio para atividades na natureza, você vai acabar se refugiando em restaurantes ou nos shoppings. E se você vier com crianças e o Beto Carrero World estiver na sua programação, vai por mim: considere ao menos um ou dois pernoites em Balneário Camboriú.

252 comentários

Pedro
PedroPermalinkResponder

Olá pessoal! Consegui reservas para o costão do santinho de última hora, porém para 30/04 a 07/05. Será que vale a pena? Vou pegar muito frio?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! O outono é uma boa aposta em Santa Catarina. Leia o "Quando ir", está explicadinho. Mas bola de cristal não temos.

Kátia Krauel
Kátia KrauelPermalinkResponder

Oi, Pedro! Ainda temos o veranico em maio, mas pode rolar o famoso vento sul, aí o negócio é contar com a sorte! Mas, frio, frio não será, não!

Rapha
RaphaPermalinkResponder

Para vir a Floripa, há voos diretos também de Brasília e Foz do Iguaçu.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rapha! Tínhamos escrito Curitiba por engano em vez de Brasília, já corrigimos. Mas não localizamos esse vôo direto de Foz não... (a propósito, restauramos a área de comentários da página Como chegar, ela tinha sido desabilitada acidentalmente).

Rapha
RaphaPermalinkResponder

Na realidade é um voo operado pela Azul, mas também não consegui achar à venda. Talvez seja sazonal.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar