Florianópolis

A Favorita

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Nos últimos tempos nenhuma cidade emplacou com tanta força no imaginário nacional quanto Florianópolis.

A combinação do número cabalístico "42 praias” com a expressão mágica "qualidade de vida” faz de Floripa um destino desejado tanto para passar férias quanto para viver. Auto-estradas, túnel e viadutos têm sido construídos para acomodar o crescimento da cidade, que segue atraindo migrantes de alta escolaridade e poder aquisitivo.

A transformação da capital sonolenta de antigamente na moderna metrópole de hoje, entretanto, não afetou a diversidade da ilha.

Vilarejos açorianos, colônias de pescadores, praias selvagens e matas preservadas continuam onde sempre estiveram, a poucos minutos do centro da cidade — ou a muitos minutos do centro da cidade, se você vem nas engarrafadíssimas férias de verão.

Quando ir

O verão é quando tudo acontece – mas em compensação, o trânsito fica complicado. Vale a pena madrugar para ir à praia – e bater em retirada antes da massa. O Carnaval de rua é animado e têm atraído cada vez mais o público GLS.

Para curtir as praias com tempo firme e sem muvuca, a melhor época é o outono, que costuma ter dias radiantes e temperatura gostosa debaixo do sol. De março até a Páscoa a temporada normalmente é mais aproveitável do que no verão.

O inverno e a primavera convidam a aproveitar a renovada cena urbana de Floripa – e, entre julho e novembro, esticar até Imbituba (90 km ao sul) para a temporada de observação de baleias franca.

Como chegar

O aeroporto de Florianópolis fica no sul da ilha, a 11 km da Beira-Mar Norte. A autopista duplicada não chega até lá, mas um novo viaduto desafogou um pouco o trânsito. Mas se você for pegar avião no horário do pico, saia com uma hora de antecedência do horário do check-in.

Há vôos diretos desde São Paulo, Rio, Porto Alegre, Curitiba e Campinas. Do exterior, chegam aviões de Buenos Aires.

De carro são 312 km desde Curitiba, em estrada totalmente duplicada (de São Paulo, 700 km, ainda com 50 km em pista única). De Porto Alegre são 470 km enfrentando as intermináveis obras de duplicação do trecho sul catarinense da BR 101, nas imediações de Laguna.

Onde ficar

A rede hoteleira do Centro, voltada ao viajante de negócios, se presta muito bem ao turista que queira variar de praias. A proximidade da ponte também torna o Centro uma base ideal para explorar a costa do continente – de Balneário Camboriú à Praia do Rosa. Os hotéis mais bacanas são os que ficam na Beira-Mar Norte, junto ao shopping Beiramar e à rua Bocaiúva: ali estão o Majestic, o Blue Tree e o Sofitel.

Mais no miolinho do Centro ficam hotéis com tarifas mais abordáveis, com destaque para o renovado Valerim Plaza e o Ibis Florianópolis. Numa faixa intermediária entre os chiques da Beira-Mar e os mais baratos do Centro estão o InterCity Premium e o Mercure Florianópolis Centro.

Outro ponto excelente para estar próximo às praias e ter vida noturna à porta é o centrinho da Lagoa da Conceição. A área tem dois hotéis básicos, o Don Zepe (moderninho e bem na muvuca) e o Hola (com jeito de pousada), além do rebuscado Quinta das Videiras. (No Canto da Lagoa, a Pousada das Palmeiras é uma opção charmosa.)

No entroncamento das estradas que vão do Centro às praias do norte e à Lagoa da Conceição, o Mercure Convention também oferece vantagens logísticas para quem está de carro.

No verão, a estratégia de se hospedar diretamente na praia que você quer freqüentar é a mais recomendável.

A Praia Mole não tem bons hotéis, mas um pouquinho antes da subida você pode se hospedar na Pousada Ilha da Magia, na Lagoa.

A praia-fetiche de Jurerê tem opções para quem faz o gênero hotelão (com o resort Il Campanario e o Jurerê Beach Village) ou pousada. Para ficar pé na areia, confira os preços do Hotel Sete Ilhas e da Pousada dos Sonhos. A poucas quadras da praia, junto ao comércio de Jurerê Tradicional, considere a Pousada dos Chás, a Villas Jurerê, a Mar de Jurerê e a econômica Pousada Sin Nombre. De carro, dá para se hospedar na sossegadíssima Daniela (a 5 km) e aproveitar o burburinho de Jurerê: dê uma olhadinha na Pousada dos Artistas.

A praia da Lagoinha é ótima para ir com crianças. O Antares Club tem ambiente de hotel de praia dos anos 70. Num esquema casal, a Pousada da Vigia é das mais indicadas da ilha (mas escolha um dos apartamentos superiores; os standard são muito pequenos).

Ingleses é indicado para famílias que querem curtir Floripa como um vilarejo de praia do Nordeste: tem um centrinho com restaurantes que servem pratos para dividir e agências de viagem que vendem passeios que saem dali mesmo. Para ficar bem na muvuca, encare os hotéis Praiatur ou Express. Eu sou mais ficar no canto esquerdo da praia, que é mais sossegado (mas é longe para ir caminhando ao centrinho); por ali, o Costa Norte está pé na areia e o Porto do Sol costuma ter bons preços.

Adiante de Ingleses, o Costão do Santinho é uma ilha auto-suficiente; fique lá para curtir o hotel.

A praia que está acontecendo no verão fica no sul da ilha: é o Riozinho do Campeche. A pousada mais identificada com a praia é a Natur Campeche; uma ótima novidade é a Ilha Faceira.

O que fazer

As 42 praias têm usos distintos. Se você tem pouco tempo na ilha, melhor do que ficar pingando de praia em praia é ir direto naquelas que são a sua cara. Leia sobre 10 delas aqui. (E se não der praia? Nesse caso, veja o que fazer aqui.)

O lugar da seqüência de camarão na gastronomia ilhoa foi tomado pelo costume de comer ostras perto dos seus criadouros – nos vilarejos açorianos do Ribeirão da Ilha e Santo Antônio de Lisboa (especialmente recomendado ao pôr-do-sol). Outro programa gastronômico típico é atravessar de barco à Costa da Lagoa para comer peixe assado.

A noite é mais animada nas imediações da rua Bocaiúva (no Centro) e no Centrinho da Lagoa da Conceição.

Floripa no Viaje na Viagem

18 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Elisa
ElisaPermalinkResponder

Alguem tem informação sobre reveillon em Florianopolis? Sera que só tem movimento no centro ou tem em outros bairros?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elisa! Nossas dicas de Réveillon estão aqui: http://www.viajenaviagem.com/reveillon-2015/

Gustavo Guedes

Muito boas, dicas, Bóia, parabéns! vou pra lá agora em outubro e estou pensando em me hospedar no Ibis de São José, que tem diária muito barata e com a diferença, alugar um carro. Você acha que vale a pena se hospedar nessa cidade vizinha, no continente ou o trânsito do continente pra capital é muito ruim? obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gustavo! O tráfego na ponte é bem complicado em vários horários do dia. O Ibis São José está tão mais barato assim que o Ibis do centro?

Gustavo Guedes

Sim, bem mais. O do centro de Floripa tá 169 a diária no meu período em outubro, o de São José estava 99 agora vi está 118. De qualquer forma, vi que Floripa é quase que 'obrigatório' alugar carro pois as distâncias são consideráveis, acho que o o Ibis de São José se torna uma boa opção com carro. Muito obrigado. Abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gustavo! Bom, eu tentei avisar... lembre-se de mim quando estiver cruzando a ponte na hora do rush grin

Gustavo Guedes

Hahaha.Então, acho que vou ficar por Floripa mesmo. Há muitas opções na faixa de preço de 100 a 200 reais a diária! abraços

Isac
IsacPermalinkResponder

Gustavo, Não fique no continente, o transito lá é terrível, dê preferencia pela ilha e em bairros de fácil mobilidade.

diego santos
diego santosPermalinkResponder

Prefira a ilha, sem duvida é a melhor opção, o barato sempre sai caro! Indico a Lagoa, o bairro é movimentado o ano todo e tem caminho para todos os cantos da ilha. Quando vou a trabalho me hospedo no Hotel Don Zepe na rua badalada da Lagoa, tem boa pontuação na Booking e serviço excelente, mas se preferir alguma coisa mais simples, opte por pousadas, mas sempre na lagoa. O passeio de barco até o canal da barra ate o restaurante rancho de canoa é a dica que voce nao pode perder. Pizzaria artesano, Confraria Club, John Bull.... tudo na lagoa!

Gustavo Guedes

Muito obrigado pelas dicas, Diego! estava bem inclinado a ficar pela Lagoa mesmo, que é bem no meio da ilha. Vou ver esse hotel. Abrçoes

karen roberta h de siqueira

Olá!
Minha família e eu iremos passar o Natal em Floripa, mas precisamente em Barra da Lagoa.
É nossa primeira vez em Floripa e gostaríamos de dicas p a ceia. Detalhe: somos um casal com 4 filhos,adolescentes e jovens.
Gostaríamos de algo mais "econômico e simples". Seguimos a linha "roots" e até pensamos em fazer um "mini lual" na noite de natal, mas não sabemos como é a segurança nas praias...
Agradecemos se alguém puder nos ajudar!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karen! Natal é uma festa familiar. Certamente você não pensaria em passar num restaurante na sua cidade. Uma ceia-piquenique no hotel ou na praia será divertido.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2013/10/dicas-noite-natal-durante-viagem

karen roberta h de siqueira

Olá! Fiquei tão feliz que me respondeu, obrigada!
Estou um pouco receosa pois a ideia de pensar o Natal em Floripa foi minha; é a primeira vez que passaremos longe da família toda e em uma cidade desconhecida.
Seguirei sua dica! Como nosso voo está programado p chegar (de SP) as 10h, acredito q teremos tempo de ir "a caça" de uma ceia-piquenique para realizarmos no aprt-hotel q ficaremos hospedados. Acredito que essa será a melhor opção... E, se nos sentirmos seguros, poderemos estemder essa ceia até a praia (estaremos a aproximadamente 100m da praia Barra da Lagoa).
Abraços!

Claudia Monnerat

Boa noite!!!
Parabéns pelo site, muito bom !!
Vamos em duas pessoas e nos indicaram o Hotel Canasvieira Internacioanl ou Mar de Canasvieira. Você pode nos dizer qual é o melhor?
Ou você pode nos indicar um outro hotel?
Atenciosamente

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! Não temos relato dos nossos leitores sobre esses hotéis, mas você pode ler as resenhas dos ex-hóspedes do Hotel Canasvieiras Internacional e do Mar de Canasvieiras, no Booking, onde você também pode pesquisar mais hotéis em Florianópolis.

Claudia Monnerat

Obrigada, vocês são muito atenciosos!!!
Eu não conheço Florianópolis.
Você pode nos indicar dois (ou mais) hotéis, que fiquem bem localizados com relação a uma boa praia e comércio perto? Desde já agradeço por sua atenção!!!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! Leia o tópico "Onde ficar". Tudo que poderíamos responder aqui está escrito ali. Obrigada!

Claudia Monnerat

Eu que agradeço por sua ajuda!!!!!
Valeu !!!