Florianópolis

A Favorita

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Nos últimos tempos nenhuma cidade emplacou com tanta força no imaginário nacional quanto Florianópolis.

A combinação do número cabalístico "42 praias” com a expressão mágica "qualidade de vida” faz de Floripa um destino desejado tanto para passar férias quanto para viver. Auto-estradas, túnel e viadutos têm sido construídos para acomodar o crescimento da cidade, que segue atraindo migrantes de alta escolaridade e poder aquisitivo.

A transformação da capital sonolenta de antigamente na moderna metrópole de hoje, entretanto, não afetou a diversidade da ilha.

Vilarejos açorianos, colônias de pescadores, praias selvagens e matas preservadas continuam onde sempre estiveram, a poucos minutos do centro da cidade — ou a muitos minutos do centro da cidade, se você vem nas engarrafadíssimas férias de verão.

Quando ir

O verão é quando tudo acontece – mas em compensação, o trânsito fica complicado. Vale a pena madrugar para ir à praia – e bater em retirada antes da massa. O Carnaval de rua é animado e têm atraído cada vez mais o público GLS.

Para curtir as praias com tempo firme e sem muvuca, a melhor época é o outono, que costuma ter dias radiantes e temperatura gostosa debaixo do sol. De março até a Páscoa a temporada normalmente é mais aproveitável do que no verão.

O inverno e a primavera convidam a aproveitar a renovada cena urbana de Floripa – e, entre julho e novembro, esticar até Imbituba (90 km ao sul) para a temporada de observação de baleias franca.

Como chegar

O aeroporto de Florianópolis fica no sul da ilha, a 11 km da Beira-Mar Norte. A autopista duplicada não chega até lá, mas um novo viaduto desafogou um pouco o trânsito. Mas se você for pegar avião no horário do pico, saia com uma hora de antecedência do horário do check-in.

Há vôos diretos desde São Paulo, Rio, Porto Alegre, Curitiba e Campinas. Do exterior, chegam aviões de Buenos Aires.

De carro são 312 km desde Curitiba, em estrada totalmente duplicada (de São Paulo, 700 km, ainda com 50 km em pista única). De Porto Alegre são 470 km enfrentando as intermináveis obras de duplicação do trecho sul catarinense da BR 101, nas imediações de Laguna.

Onde ficar

A rede hoteleira do Centro, voltada ao viajante de negócios, se presta muito bem ao turista que queira variar de praias. A proximidade da ponte também torna o Centro uma base ideal para explorar a costa do continente – de Balneário Camboriú à Praia do Rosa. Os hotéis mais bacanas são os que ficam na Beira-Mar Norte, junto ao shopping Beiramar e à rua Bocaiúva: ali estão o Majestic, o Blue Tree e o Sofitel.

Mais no miolinho do Centro ficam hotéis com tarifas mais abordáveis, com destaque para o renovado Valerim Plaza e o Ibis Florianópolis. Numa faixa intermediária entre os chiques da Beira-Mar e os mais baratos do Centro estão o InterCity Premium e o Mercure Florianópolis Centro.

Outro ponto excelente para estar próximo às praias e ter vida noturna à porta é o centrinho da Lagoa da Conceição. A área tem dois hotéis básicos, o Don Zepe (moderninho e bem na muvuca) e o Hola (com jeito de pousada), além do rebuscado Quinta das Videiras. (No Canto da Lagoa, a Pousada das Palmeiras é uma opção charmosa.)

No entroncamento das estradas que vão do Centro às praias do norte e à Lagoa da Conceição, o Mercure Convention também oferece vantagens logísticas para quem está de carro.

No verão, a estratégia de se hospedar diretamente na praia que você quer freqüentar é a mais recomendável.

A Praia Mole não tem bons hotéis, mas um pouquinho antes da subida você pode se hospedar na Pousada Ilha da Magia, na Lagoa.

A praia-fetiche de Jurerê tem opções para quem faz o gênero hotelão (com o resort Il Campanario e o Jurerê Beach Village) ou pousada. Para ficar pé na areia, confira os preços do Hotel Sete Ilhas e da Pousada dos Sonhos. A poucas quadras da praia, junto ao comércio de Jurerê Tradicional, considere a Pousada dos Chás, a Villas Jurerê, a Mar de Jurerê e a econômica Pousada Sin Nombre. De carro, dá para se hospedar na sossegadíssima Daniela (a 5 km) e aproveitar o burburinho de Jurerê: dê uma olhadinha na Pousada dos Artistas.

A praia da Lagoinha é ótima para ir com crianças. O Antares Club tem ambiente de hotel de praia dos anos 70. Num esquema casal, a Pousada da Vigia é das mais indicadas da ilha (mas escolha um dos apartamentos superiores; os standard são muito pequenos).

Ingleses é indicado para famílias que querem curtir Floripa como um vilarejo de praia do Nordeste: tem um centrinho com restaurantes que servem pratos para dividir e agências de viagem que vendem passeios que saem dali mesmo. Para ficar bem na muvuca, encare os hotéis Praiatur ou Express. Eu sou mais ficar no canto esquerdo da praia, que é mais sossegado (mas é longe para ir caminhando ao centrinho); por ali, o Costa Norte está pé na areia e o Porto do Sol costuma ter bons preços.

Adiante de Ingleses, o Costão do Santinho é uma ilha auto-suficiente; fique lá para curtir o hotel.

A praia que está acontecendo no verão fica no sul da ilha: é o Riozinho do Campeche. A pousada mais identificada com a praia é a Natur Campeche; uma ótima novidade é a Ilha Faceira.

O que fazer

As 42 praias têm usos distintos. Se você tem pouco tempo na ilha, melhor do que ficar pingando de praia em praia é ir direto naquelas que são a sua cara. Leia sobre 10 delas aqui. (E se não der praia? Nesse caso, veja o que fazer aqui.)

O lugar da seqüência de camarão na gastronomia ilhoa foi tomado pelo costume de comer ostras perto dos seus criadouros – nos vilarejos açorianos do Ribeirão da Ilha e Santo Antônio de Lisboa (especialmente recomendado ao pôr-do-sol). Outro programa gastronômico típico é atravessar de barco à Costa da Lagoa para comer peixe assado.

A noite é mais animada nas imediações da rua Bocaiúva (no Centro) e no Centrinho da Lagoa da Conceição.

Floripa no Viaje na Viagem

169 comentários

Reynaldo Antunes

Acabei de chegar de Florianópolis onde fui passar o réveillon. Tentando retribuir as dicas que peguei aqui no site, vou passar algumas impressões que tive da viagem.
Fui de carro do RJ até lá. Para dividir o longo percurso, optei por fazer um pernoite, tanto na ida quanto na volta, em SP. O trecho SP-FLO ficou longo e cansativo. A dica que recebi de uma amiga para fazer o pernoite em Registro, que divide a viagem em duas partes iguais, parece ser uma melhor opção. Parece que tem um bom hotel lá.
Se você vai encarar a estrada e não tem aquele passe expresso de pedágio, vale a pena fazer. Eu tinha e foi muito bom. Economizamos um bom tempo pois o número de postos de pedágio é bem grande e alguns tinham uma fila considerável.
Programe bem suas paradas e consumo de combustível pois tem um trecho bem longo no Paraná onde não existe ponto de parada nem posto de gasolina.

Reynaldo Antunes

Achei Florianópolis uma cidade fantástica. Povo educadíssimo e bastante receptivo, sempre disposto a ajudar. O réveillon foi muito tranquilo, sem qualquer confusão, e o show de fogos bem bonito. A cidade tem praias para todos os gostos. A praia Mole achei a mais bonita e a dos ingleses com ótima estrutura de serviço de bar na areia. Em todas as praias encontrei estacionamento por um preço bem honesto (entre R$ 10,00 e R$ 15,00) com direito a ducha para tirar o sal. O trânsito realmente é complicado mas a dica que peguei aqui no site para chegar cedo nas praias (antes das 9 horas) e sair por volta das 14 horas funcionou perfeitamente. Terminava o dia próximo da minha base.
Fiquei quatro dias, além do dia da chegada, e não deu para ver nem metade do que gostaria de ter visto. Um dia eu volto, com certeza.
Ainda fui até Guarda do Embaú. Quem puder ir até lá, acho que vale a pena mas também deve chegar cedo e sair cedo para fugir do trânsito.
E Santo Antonio de Lisboa é imperdível, principalmente depois de conhecer a agitação e a confusão das praias. Nada melhor do que terminar uma tarde por ali deixando o tempo passar. E leve a máquina fotográfica.

Danielle
DaniellePermalinkResponder

Olá Gente,
Estou programando viajar para floripa no inicio de março com meu esposo, mais estou pensando em chegar sem reservas, pois vi que tem muitas praias ótimas por lá. Estou meio preocupada de não encontrar lugares mais em conta ou disponíveis.
Não queremos ficar hospedados em apenas uma lugar, já que gostaríamos de conhecer outras praias.
Se puderem nos dar algumas dicas sobre isso, ficamos agradecidos =)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Danielle! Os hotéis do centro se prestam bem a quem queira variar de praias durante a estadia. Dependendo do tempo que você ficar, vale montar uma base em uma das praias que vocês gostem mais e fazer passeios a partir dela.

Danielle
DaniellePermalinkResponder

Obrigada pela resposta,
iremos ficar 5 dias em floripa, acredito que iremos ficar na praia dos ingleses.
=)

Stéphany Veiga

Danielle, pretendo ir em Abril, conte como foi sua experiencia, e dicas. ainda não fechei hotel, porém achei uns apartamentos por temporada até razoável comparado com os hotéis, se puder compartilha conosco depois. boa viagem!

Pedro
PedroPermalinkResponder

Pessoal, planejo ir a Florianópolis para o Reveillon 15/16 (Sim, falta muito mas fazer o que né? grin) e devo ir em grupo (ao menos umas 5 pessoas para mais). Ja vi diversos posts aqui sobre as praias e afins. Bom, algumas perguntas então:

1) Penso em ir de carro (Brasília), há muitos pedágios no caminho (valores?), estradas boas e tranquilas?

2) Devemos alugar uma casa, então, onde seria melhor para ficar? Qual região? (Perto de áreas mais badaladas, praias bonitas -redundante né? kk-)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! No verão, a melhor estratégia é a de se hospedar diretamente na praia que você quer freqüentar. Além desse link, tem esse outro aqui com várias informações legais sobre areia e mar - http://www.viajenaviagem.com/2011/03/10-praias-em-floripa/
São mais de 1700km entre os dois pontos e quase 24 horas de viagem, sem paradas (infelizmente não há um site oficial para calcular valores de pedágios num percurso tão grande). Coloque na ponta do lápis se os gastos e o cansaço vão valer a pena.

Ana Lins
Ana LinsPermalinkResponder

Olá,bom dia ...gostaria de saber se nos dias 22 de abril a 4 de maio é frio ou faz bastante sol em jurerê internacional ?é boa essa época ...vou levar crianças que praia é mais calma e melhor pra eles ...e a noite onde podemos ir para baladas ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! Balada, só no fim de semana. O outono é uma excelente época para ir ao litoral catarinense, por chover bem menos do que no verão.

Bárbara
BárbaraPermalinkResponder

Olá, boa noite.
Estou indo para Floripa no Carnaval.
Vou ficar no bairro Trindade.
Já vi que a praia mais perto é a de Joaquina.
Gostaria de saber, se há necessidade de alugar carro esta época do ano, ou se existem bons meios alternativos de transporte, como táxis ou vans.
Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bárbara! Existe transporte público, num sistema que envolve transbordo em estações. Informe-se localmente sobre como ir do seu bairro até Joaquina e Mole. O trânsito deve estar bem complicado no carnaval.

Renata
RenataPermalinkResponder

Olá! Vou no carnaval com o meu marido e vamos ficar hospedados no SESC Cacupé.
Qual praias próximas podemos visitar?
Já li que o transito é complicado nessa época. Mas qual a melhor opção: Transporte publico ou alugar carro?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! O trânsito na ilha é entupido. Usar transporte público requer fazer transbordo em estações intermediárias. Não é a melhor maneira de turistar.

Leia sobre as praias da ilha:
http://www.viajenaviagem.com/2011/03/10-praias-em-floripa

Victor Hugo
Victor HugoPermalinkResponder

Renata, esquece o transporte público. São poucas linhas q passam por Cacupé e qqr ida à praia vai te obrigar a passar por 1 terminal de integração (praias do Norte) ou 2 terminais (região da Lagoa e Sul da Ilha). Sem contar q se vc errar tudo qdo quiser ir pro Campeche, por exemplo, pode chegar a passar por 4 terminais! Eu sou um entusiasta do transporte público, já usei as opções mais baratas em cidades como Rio, São Paulo (Congonhas e Guarulhos) NY, Paris, Nice, Brasília e te confesso que Floripa é um martírio! Alugue um carro com ar condicionado e aproveite. O hotel do SESC é ótimo, vcs poderão curtir bastante Sto Antonio de Lisboa (aproveita que indo pela estrada que costeia o mar, quase chegando em Sto Antonio tema Fairyland Cupcakes - eu q n gosto desses bolinhos me acabei lá!) e os deslocamentos são tão acessíveis como se vc estivesse no centro. Agora, Bóia, uma sugestão praqueles que ainda assim vão se valer do transporte público, é o site http://www.mobfloripa.com.br/, ajuda muito!

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Ola , li alguns comment mas nao entendi como funciona o transporte publico . Estou indo essa semana ficarei na barra da Lagoa . Desde o aeroporto e toda minha locomocao vai ser de onibus . Ja dei uma olhada no site do transporte publico . Essas integracao sempre " volto e praia do leste " volto e Praia do Norte "entao gostaria de mais detalhes como por exemplo . Como irei da barra da lagoa a Praia mole ? Da barra da lagoa para a praia dos ingleses ? Do ingleses para jurere ? Quanto tempo em media leva de uma Praia a outra de onibus ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Nós também não entendemos como funciona o site indicado pelo leitor. Mas fique tranqüila que te orientarão nos pontos de ônibus e nas estações de transbordo. Apenas esteja ciente de que a maioria dos trajetos será feita aos pulinhos, com transbordo nas estações intermediárias.

Maria Helena de Oliveira

Oi, Juliana, vou tentar te ajudar nas perguntas q fizeste: da Barra a praia Mole>>>muito fácil, pega o ônibus q sai do centrinho da Barra e qdo terminar de subir o morro ali é a Mole (pode até ser q role carona pois é perto). Da Barra p/ Ingleses>>>beeem mais complicado: tente um ônibus q vá por Rio Vermelho e de lá p/ Ingleses(eu acho q ele termina lá em Ingleses mesmo) OU pegue o da Barra até o Terminal da Lagoa (TILAG), lá pegue um até o Term da Trindade (TITRI) e lá pegue um p/ o norte da Ilha (tem q se informar no terminal). De Ingleses p/ Jurerê>>>pegue um ônibus até o Term de Canasvieiras (TICAN) e de lá pegue um ônibus p/ Jurerê.
Agora o mais, mais difícil de responder é qto tempo leva...Para sair da Barra da Lagoa o ideal é pegares um ônibus cedo e começar a viagem. Só tem uma estrada e a tua saída até vai ser fácil pois vais estar no contrafluxo. Depois de chegar no meio do caminho começa o perrengue da outra única estrada, lotadaça a partir das 9:30, para as praias do norte.E, se pensas sair da Barra depois das 2 da tarde, esquece pois vai estar cheia de gente saindo da Barra, da Mole, da Joaquina, da Lagoa! Affe! É bem complicado mesmo. Fica ali na região da Barra, Mole, Lagoa e venha visitar as outras praias em uma próxima vez! Sorry, mas é assim! sad. Tudo isso q falei é de ônibus comum. Se quiseres gastar um pouquinho mais, tem os ônibus "amarelinhos" q são menores, têm ar condicionado, não levam ninguém de pé (alerta p/ ter q esperar o próximo, talvez) e são mais diretos. Só que, passam a cada 30, 40 minutos, no finde são mais raros E se tiver engarrafamento (alerta vermelho probabilíssimo) eles vão demorar muito, muito, pois vão estar presos no caminho e daí os horários já não são cumpridos.Na tabela do transporte público na internet são identificados como Executivo. Municie-se de um mapa da Ilha para identificar as linhas e trajetos. desculpa me estender, desculpa trazer más notícias mas em Florianópolis só sei q é assim ! Bons passeios!

Breno
BrenoPermalinkResponder

Olá Boia!!
Vi no link sobre praiômetro que entre agosto e setembro as chuvas em Florianópolis estão perto de 100 mm o que seria razoável para pegar praia. Mas vi também na pegadinha que o sul não é bom para praia nesta época.. seria por causa do frio?? As passagens de BH para Floripa estão com preço bom em agosto.. porque pode ser?
Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Breno! Muito frio para praia. Se o interesse for a Serra, é uma boa.

Alcy
AlcyPermalinkResponder

Oiii eu vou com meu marido agora dia 4 a 12 de fevereiro infelizmente vou ficar no hotel slaviero fica um pouco longe das praias, mas quero saber os valores de aluguel de carro, se compensa alugar no aeroporto ou no centro mesmo.... Grata

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alcy! É melhor já alugar no aeroporto e assim economizar o táxi até a cidade.

rudmara
rudmaraPermalinkResponder

Vou para jurere dia 26 de jan e gostaria de saber se é fácil dirigir por lá! Tipo, é bem sinalizado? Para ir de uma praia a outra ao norte da ilha, o transito é beira mar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rudmara! A única dificuldade de dirigir na ilha no verão é o trânsito, que é muito pesado.

summerloveswinter

Estou fazendo intercâmbio de estudos no Rio de Janeiro e recomendo a todos os meus amigos visitar Florianópolis para que eles possam entender por que eu iria viver lá, se eu tivesse a escolha.

É um lugar maravilhoso, longe do caos das grandes cidades. Eu tinha um segurança que no Rio não pode ter, porque você tem que ter sempre muito cuidado com seus pertences. O único ponto negativo é o transporte público, como você já falou. Quando me foi dito antes de ir, não percebi isso tão ruim, mas depois do viagem, eu nunca irá considerar mais como uma opção.

Parabéns pelo blog e obrigada pelas dicas smile

https://summerloveswinter.wordpress.com/2015/01/23/florianopolis/

luciani
lucianiPermalinkResponder

Ola...estou indo no carnaval co mais 3amigas. Ficaremos num hotel no centro. Vamos alugar carro. Sera que conseguimos conhecer a ilha toda em 4 dias? Quais os locais indispensaveis? E a noite? O q rola? Alguem pode me passar dicas? Um mini roteiro? Desde ja obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciani! Não é uma época boa para pular de praia em praia. O trânsito estará horrível. As grandes baladas do carnaval são GLS.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2011/03/10-praias-em-floripa

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Olá pessoal, irei para Floripa em abril, pretendo ficar do dia 11 ou 13/04 até 03/05/15, já fui pra lá e conheço muitos lugares, estou indo para as praias do leste (praia mole e galheta) pretendo ficar hospedado em pousada ou hotel na barra da lagoa ou lagoa da conceição, devo alugar um carro, aceito desde já companhia de preferencia gls que vai na mesma época. Abraços!

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Boa tarde,

Estou pretendendo ir para Jurerê no período de 23 a 28/06, essa época é boa?? Faz sol??
Desde já, obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciana! Você irá no início do inverno. Terá sol, mas estará frio.

Para saber mais veja:
http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe
http://jornaldotempo.uol.com.br/climatologia.html/Florianopolis-SC/

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar