Uma escapada ao Mont St.-Michel

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Le Mont-St.-Michel

Estático, imobilizado num cartão-postal, o lugar já impressiona: um vilarejo medieval murado, que parece se equilibrar precariamente nas encostas de um pequeno morro, com uma abadia encarapitada bem no topo. Mas o que torna o Mont Saint-Michel verdadeiramente mágico não são apenas sua história e sua arquitetura. É preciso lembrar também de uma incontrolável força da natureza. Por lá, a subida da maré é tão violenta que pode ser assistida como um show. Em pouco mais de uma hora, o mar inunda o charco em volta das muralhas e transforma o monte numa ilha.

A MARÉ

Mont St.-Michel

Mont St.-Michel

Mont St.-Michel

Mont St.-Michel

Mont St.-Michel

A chave para programar uma viagem ao Mont Saint-Michel está na tábua das marés. O espetáculo de efeitos especiais da natureza só acontece nas marés altas, em períodos de luas cheia e nova, em dois horários por dia. São as chamadas "marés vivas". O site oficial da cidade informa os horários das marés, que mudam diariamente. Se a sua viagem à França ocorrer em época de maré morta, deixe a escapulida ao Mont Saint-Michel para uma próxima.

VÁ -- E FIQUE

Há quem vá e volte, a partir de Paris, no mesmo dia, mas isso não é aconselhável. A viagem é longa - são 3h45 de percurso (2h20 de TGV até Rennes, mais 1h20 de ônibus, em conexão imediata). E nem sempre os horários do bate-volta permitem que se aprecie a maré. Finalmente, porque ver o monte iluminado à noite é um privilégio de quem dorme por lá. O site das ferrovias francesas vende a passagem integrada trem + ônibus (para conseguir a tarifa mais baixa, compre com 90 dias de antecedência).

Mont St.-Michel

DENTRO OU FORA?

Existem vários pequenos hotéis dentro das muralhas. Os mais básicos têm diárias a €70, mas os realmente confortáveis, como o Mère Poulard, podem sair por mais de €200 em períodos de maré viva. Se você não se importar de caminhar meia hora até o monte, pode ficar na zona hoteleira do continente, onde hotéis funcionais como o Mercure cobram menos de 100. Veja todos os hotéis, dentro e fora do monte, no Booking.

DEU CREPE

A ruazinha principal tem quase tantos vendedores de crepe quanto lojinhas de souvenir. Aproveite que você está na divisa entre a Normandia e a Bretanha e experimente as panquecas dos dois tipos. As de farinha branca e recheio doce são normandas e se chamam, exatamente, crêpes; as de trigo sarraceno e recheio salgado são bretãs e devem ser pedidas como gallettes. A especialidade da ilha, contudo, são as omeletes recheadas com um creme à base de claras, inventadas por Mère Poulard (onde chegam a custar € 45), mas pirateadas por todos os restaurantes do pedaço.

DE CARRO

O Mont Saint-Michel é o encerramento perfeito para uma viagem à Bretagne e à Normandia. E também funciona, se você quiser, como extensão de um passeio pelo Vale do Loire (que está a 290 quilômetros de Tours). Paris fica a 360 quilômetros.

Leia também:

Bretagne e Normandia pra Vanessa

Isabel O. pela França

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email

371 comentários

Sito
SitoPermalinkResponder

Lembro do seu post do ano passado, no tour de 90 dias, sobre Mont St Michel... deve ser demais mesmo, Ric. Está na minha "pequena" lista... ; )

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

O St. Michel náo escapa da minha próxima viagem ã França!

Riq, seu projeto novo estava nas notícias do bluebus de hoje, vc viu?
http://www.bluebus.com.br/show/2/92505/ex_publicitario_ricardo_freire_sera_garoto_propaganda_p_a_energy_y_r

Carla
CarlaPermalinkResponder

Estar no Mont St. Michel à noite é realmente uma experiência inigualável, e deliciosa. E, embora a maré viva possa ser apreciada tanto na lua nova quanto na cheia, recomendo a cheia enfaticamente - a Abadia à luz da lua é uma das visões mais mágicas que se pode ter! wink

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Duas grandes obras, tanto da natureza quanto do homem. Mais uma lembrança da minha coleção da Enciclopédia do Mar (Ed. Abril, 1975), capítulo "Marés"...

Luis
LuisPermalinkResponder

Desculpa o assunto fora do lugar deste post, mas alguém já comprou bilhetes da Amtrak pelo site deles? Estou tentando fazer isso mas acho que estou fazendo algo errado e o negócio não acontece.

Luis
LuisPermalinkResponder

consegui!

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Taí um dos melhores destinos na Europa !

Simplesmente fantástico. Amei esse lugar, as ruas estreitas, subindo e descendo. A minha dica é: se não pernoitar, tente chegar MUITO cedo, pq lá pelas 11 da manhã chegam os ônibus das excursões e fica lotadíssimo (no verão).

smile

Maria das Graças

Concordo com o Ricardo que é um pena ir e voltar no mesmo dia. Além do Mont Saint Michel temos outra jóia há poucos kilometros: Saint Malo. Quando estive por lá fui de tgv até Rennes e de trem regional até Saint Malo. Tem linha de ônibus regular entre Saint Malo e Mont Saint Michel.

Luana
LuanaPermalinkResponder

Oi Maria das Graças,
Vou para Saint-Malo no final do ano para conhecer o Mont Saint-Michel. O pessoal do albergue me informou que só há um ônibus saindo de SMalo, às 10h. Será que só tem este mesmo? Como você foi a sua ida até lá?
Abraços
Luana

Ricardo Freire

Ainda é cedo para saber o horário de dezembro.

Em setembro há dois ônibus diários, saindo da cidade velha de St Malo às 9h50 (chegada em MSM às 11h38) e 16h30 (chegada em MSM às 18h13), com baldeação (e entre 10 e 20 minutos de espera) em Pontorson. A volta sai às 15h45 de Mont St Michel e chega às 17h33 à cidade velha de St Malo.

PDF dos horários de ônibus: http://www.keolis-emeraude.com/docs/FH_SMMSM_sept09en_2.pdf

A viagem de trem (via Dol de Bretagne) é um pouco mais curta.

Em setembro há um trem que sai às 9h49 de St Malo e chega 16 minutos depois a Dol, onde você pega um ônibus que às 11h02 em Mont St Michel. A volta sai às 16h10, chegando em St Malo às 17h27.

http://www.voyages-sncf.com

Luana
LuanaPermalinkResponder

Ah... quer dizer que os horários mudam por mês? Bom saber! Vou ficar acompanhando o site da keolis. Merci!

Ricardo Freire

Não sei se mudam TODO mês, mas certamente há uma variação entre alta e baixa temporada.

O site é que dá a informação do mês corrente. Eu acredito que os mesmos horários se mantenham pelos meses da baixa, mas sempre é bom conferir.

Luana
LuanaPermalinkResponder

Ok, obrigada.

Moisés
MoisésPermalinkResponder

Saint Michel é mesmo muito lindo. Fui de carro numa volta pela Normandia e pelo Vale do Loire. Para o pernoite há a opção das chambre d'hote, que são as pensões. Tinha reserva para ficar em Saint Malo e acabei desistindo para ficar na chambre de mme. Joane, num quarto enorme e novíssimo por apenas 40 euros. Ah, e no café (incluido na conta) tinha o queijinho La Vache Qui Rit, que deve ser o que eles usam no paraíso!!!! Comi uns 6!

katia
katiaPermalinkResponder

Moises,
Tudo bem? estou indo para saint michael em novembro,fiquei super interessada neste hotel que menciona acima,so nao estou encontrando o site ;-( vc poderia me enviar o contato deste hotel via email,ou postar aqui...
Muito Obrigada,
Katia

Marcie
MarciePermalinkResponder

Definitivamente, um dos lugares de que mais gostei.

Cida L
Cida LPermalinkResponder

Na minha única viagem à França não deu para ir a St. Michel,mas tive oportunidade de conhecer uma outra cidadezinha na Normandia que está na lista das minhas melhores experiências de viagem. Trata-se de Honfleur, que fica no estuário do Sena.É um daqueles lugares que vc visita e nunca mais esquece.

Carol
CarolPermalinkResponder

Oi Cida,
também conheci Honfleur. Concordo contigo, é inesquecível. A cena com aquele porto, os barquinhos, as casinhas em volta e o carrousel na ponta vai ficar na minha mente para sempre!

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Honfleur é mesmo bonita, aqueles barquinhos atracados são charmosos. Mas, eu prefiro ainda Deuville smile

Carol
CarolPermalinkResponder

Oi Ricardo,

Mont St Michel é realmente mágico. Conheci durante uma viagem pela Normandia e Bretanha, dormi uma noite lá, e foi simplesmente inesquecível. Sua dica é incrível.

Não comi o omelete porque uma amiga francesa disse que não era bom, e era caro. Bom, confesso que fiquei assim um pouco curiosa... Outra comida típica de lá é um carneiro que tem a carne com um gosto peculiar por se criado nos pastos que ficam perto do monte, e recebem a maré diariamente. Por último, para quem gosta de ostras, as da região são divinas. Mas não gaste sua fome de ostras em Mont St Michel. Vá até Cancale. Distante apenas meia hora de carro, Cancale abriga uma criação enorme de ostras. Em frente a criação há uma feirinha onde você compra as ostras super frescas e por um preço sem comparação. Eu paguei 4 euros a dúzia. Vá no restaurante ao lado, compre uma champagne, sente no meio fio, e divirta-se.
Se alguém se interessar, eu fiz um resumo e coloquei fotos desta viagem no meu blog:
http://andarevoar.blogspot.com/2009/06/uma-viagem-pela-normandia-e-bretanha.html

Bjos

Tweets that mention Uma escapada ao Mont St.-Michel « Viaje na Viagem -- Topsy.com

[...] This post was mentioned on Twitter by juliana_lima. juliana_lima said: Putz, que saudade que deu. Um dos lugares + fantásticos! RT@riqfreire: para visitar o Mont St.-Michel, consulte a Lua http://migre.me/7eKW [...]

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Um dos lugares mais fantásticos que conheci. Ver aquela ponta surgindo no horizonte é inesquecível. Passei horas parado, no frio, olhando para ele. É fundamental passar uma noite, mesmo que nos hoteis do continente, e vale a pena acordar para ver o sol nascer com o monte silhuetado.

Recomendo também uma noite em Rennes, que é muito, muito, muito linda.

Dionísio (www.espacovital.com.br)

Este é um lugar que eu posso dizer, sem dúvida, que é um sonho de consumo de viagem meu. Acho inexplicável aquela imagem. Vi uma foto do local num dia feio, bem nublado, e fiquei embasbacado com a cena.

Majô
MajôPermalinkResponder

Eu estive em Mont St. Michel há muitos anos, fui de trem e depois ônibus. A mala grande ficou no locker na gare em Paris. Passei uma noite hospedada na Mère Poulard (era palatável), comi o omelete que é imeenso, acho que leva uns 12 ovos. Já ao se aproximar do monte parece um sonho e que você voltou no tempo, emoção ao ver aquele mosteiro no alto do monte.
É inesquecível, parece que foi ontem que subi,subi e fiz a visita à abadia com séculos de história.
No inverno era muuuuito frio.
Dali, como a Maria das Graças, fomos para St. Malo também interessantíssima e gelaaada.

Isabel O., Portugal

Olá Ric

Se quiser copiar/colar um pedaço de texto que lhe enviei relativo ao Monte, pode fazê-lo, um vez que tem dicas que se enquadram neste post.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

O Mont St. Michel está nos meus sonhos de criança...lembro de ver na televisão num sábado ou domingo de manhã bem cedo um programa sobre ele...e desde então nunca esqueci! Tenho que ir!

Sandrissima
SandrissimaPermalinkResponder

Vixe, é lindo demais! Eu e o JC chegamos lá vindos de Angers, ficamos base em St. Malo e fizemos essa região. Foi muuuito bom!!!! Era uma visão que eu tinha quando criança e em fotos que vi na adolescencia. À tarde voltamos e foi até um moinho que vi da estrada em uma elevação lateral e fiquei de lá, olhando mais uma vez, as campinas com as ovelhas e o monte à distancia. Vale a pena explorar aquela região.

Cláudia O.
Cláudia O.PermalinkResponder

Uma das cenas que nunca consegui esquecer foi quando avistei o Mont Saint Michel pela primeira vez. Ainda estava longe,o sol se pondo, paramos o carro e não cansava de admirar e até chegar lá foram inúmeras paradas.Não sei se ele é mais bonito de longe ou de perto, só sei que é um encantamento só.Este ano,em julho, após 10 anos, voltei com meus filhos e passei dois dias para dar tempo de caminhar , arrodeá-lo, sentar na areia, ver as luzes se acendendo, explorar e fotografá-lo de todos os ângulos e distâncias. Foi uma overdose de beleza, e mesmo assim, ainda não deu tempo de fazer o passeio a cavalo. Mas lá, ainda volto,nem que seja em 2020 quando as obras para transformá-lo novamente em uma ilha estarão prontas.
http://www.linternaute.com/savoir/grand-chantier/photo/les-grands-travaux-au-mont-saint-michel/au-milieu-de-la-mer.shtml

http://www.projetmontsaintmichel.fr/

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Claudia, vê-lo pela primeira vez do alto, ao pôr-do-sol e com as luzes se acendendo, foi uma das minhas mais emocionantes experiências de viagem. Estou contigo.

Denise May
Denise MayPermalinkResponder

Eu AMEI o Mont Saint-Michel, tanto pela paisagem em si como pelo fenômeno incrível das marés. O monte fica à 350km à noroeste de Paris. Saímos de manhã de carro (a estrada é super boa e fácil de se localizar) e chegamos em tempo de ver a maré subir.

Logo na base do monte há uma tabela com os horários e enquanto você espera para ver a maré pode passear pelas lojinhas ou então entrar na abadia (que é bem interessante).

Voltamos no dia seguinte para Paris. Como outros já disseram, vale muito a pena passar um fim de tarde para fotografar o pôr-do-sol no mar, e é claro, o Mont Saint-Michel com suas luzes mágicas de noite.

Sobre o Omelete: realmente não achei muita graça (falta sal) e é bem caro. Se for no Terrasses Poulard, um dos restaurantes da ilha, acho que vale mais a pena provar um prato de degustação de frutos do mar (que estava entre um dos menus do dia), que são bem frescos.

Na região da Normandia vale a pena também tomar Calvados, um tipo de destilado feito de maçã. Falando no fruto, há vários outros produtos locais, como cidras e biscoitos, que podem ser encontrados nas lojinhas.

Aproveitando, gostaria de deixar minha dica de hospedagem para quem puder pernoitar: o Hotel Vert. Ele fica fora da ilha, e é alcançado por uma caminhada agradável de 15min. Por EUR74 a suíte ficamos num quarto novo, limpo, com banheira, e bem decorado. O café-da-manhã é cobrado à parte e vale a pena. Ele está em #1 no TripAdvisor. Recomendo!

Kátia Stefanini

Gostaria de visitar o Monte Saint Michel em Dezembro, mas estou com receio de ser muito frio. O que vocês acham
os que já foram, é claro. obrigada

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Kátia, eu fui em novembro e fazia em torno de 10 a 13ºC, nublado e ventoso. Mas que não me impediu de fazer passeios ao ar livre e sofrer demais com o frio. Mas acho que, além da questão objetiva de temperatura, tem muito a ver com a tolerância pessoal de cada um com relação ao frio. A vantagem de ir nessa época é que tem pouca gente no lugar (dizem que o monte fica insuportavelmente cheio no verão). Além disso, acho que esse tempo fechado combina muito com o lugar smile

paty
patyPermalinkResponder

Oi! Estive no Mont em setembro e amei, realizei um sonho! Fomos de trem (TGV) de Paris até Rennes (comprei os bilhetes pela internet no site da SNCF), c/ 2h de duração, e de lá pegamos um bus até o Mont (cerca de 1h15min, vc paga na hora de embarcar, 11E). Fiquei hospedada no Hotel Mouton Blanc (90E), e gostei. Acho fundamental passar a noite no Mont, ele esvazia de turistas e vc pode explorá-lo melhor. Pudemos até assistir a uma missa na abadia (as vésperas) que era as 18h, foi uma experiencia incrivel. É lindo também o pôr-do-sol do lado de fora e também passear ali a noite. Não peguei a mudança das marés, mas achei lindo mesmo assim. Como vc falou, no proprio site do mont tem a data das marés, e ele é bem preciso.
Quem quiser visitar o meu blog http://moradadevenus.blogspot.com/, em outubro estou postando sobre a minha experiencia na França, inclusive no Mont.
Bjs!

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

PUTZ! Mare seca quer dizer o dia que nao aparece na tabelinha com as marés!??!!? NAO ACREDITO!! Vou passar por lá no dia 5 de fevereiro, ou 6 no mãximo!! E nao terá mare... que desgraça!! Sera que nao vale MESMO a pena ir? Queria mto fazer SAint Malo - Mont Saint Michel...

Alguem ja foi em epoca dessa tal mare seca?

BJs
Carol

Ricardo Freire

Maré seca tem todos os dias. Mas a ilha só fica quase completamente no seco nos dias de maré VIVA, ao redor das luas cheia e nova. Podendo programar uma visita nesses dias, com cuidado de estar na ilha naquelas duas horas em que a maré enche com força, é melhor. Mas se não calhar de ser esse o dia, paciência.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Carolina, eu peguei a ilha completamente no seco e achei a paisagem interessantíssima, de sonho. Claro que gostaria de ter tido as duas experiências, mas não deixe que isso a desanime, é um lugar muito especial.

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Opa! Ja tem resposta! Que beleza! Obrigada! Entao, vou ver se consigo antecipar um diazinho, mas acho quase impossivel...
de qualquer forma, Emilia, MTO obrigada pela informação que e lindo mesmo assim.. acho dificil eu conseguir encaixar Saint Michel de novo em alguma viagem...

Bjs!!!

marco tulio
marco tulioPermalinkResponder

vale a pena!fui de carro com gps a partir de amboise e dormi no les maison de bricourt(pertinho do monte saint michel)e aproveitem pra jantar no restaurante do olivier roellinger(bárbaro)(tem que reservar antes,fui em uma segunda feira e estava lotado!!!)acho que umas 5 horas bastam no monte são michel!!!e preparem -se para uma multidão de turistas se apertando na subida da abadia dos beneditinos!!!mas,vale a pena!!!depois podem ir a paris cortando de carro a normandia!!!abraços marco tulio

http://www.maisons-de-bricourt.com/

Carmem
CarmemPermalinkResponder

Estive lá em tempo less maré viva. Mas foi bom do mesmo jeito. Fiquei num apê do Hôtel Auberge Saint-Pierre, dentro da ilha, com boa vista para o mar, pagando 75 euros a diária. http://www.auberge-saint-pierre.fr/hotel
Na volta, dormi uma noite em Rennes, no Hôtel Le Sévigné - http://www.hotellesevigne.fr - antes de seguir viagem para Tours.
Fotos e fatos: http://deunstempospraca.blogspot.com/2009/01/parlez-vous-langlais.html

Caio Castelliano

Vou visitar o Mont St. Michel em Janeiro de 2011 e gostaria de saber quais dias tem maré viva. Infelizemnte o site oficial só informa até dezembro de 2010. Alguém poderia me ajudar? Obrigado!!!

patricia fernandes

A´pesar de não dar mais tempo ( já estamos em fevereiro) , a maré viva acontece nas luas cheia e nova. Para saber quando elas acontecem , deem uma olhada no calendário distribuido pela Caixa Econômica Federal.

Estou indo em abril e já vi que pegarei maré morta.......ma não tem problema , tenho certeza que serei feliz !

Carol Crispiniano

Olá, estamos pensando em ir em Setembro para o Mont Saint Michel.
Estaremos em Londres então vimos a possibilidade de pegar um ferry da Brittany Ferries https://www.brittany-ferries.co.uk/ saindo de Portsmouth, alguém sabe como são esses Ferries? Será que dá para dormir bem?

Obrigada!

Carol

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carol!

Para dormir bem você precisa cacifar uma cabine, senão terá que dormir numa poltrona -- ou no chão, como fazem muitos mochileiros.

Carol Crispiniano

Isso eu percebi.. rsrsrsrs, mas acho que vale porque economizamos uma noite de hotel.

Vou pesquisar mais informações por aí. Obrigada!!!

Carol Crispiniano

Boia, comprei a passagem de Portsmouth para Saint Malo. Depois conto a experiencia. A viagem será em Setembro.

Abçs!

Rayanne
RayannePermalinkResponder

Olá! Alguém sabe dizer se o Mont Saint-Michel abre normalmente para turistas aos sábados?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rayanne! Abre sim.

Carol Crispiniano

Cheguei! e voltei aqui para contar da minha experiencia de viagem de Porthsmouth para Saint Malo de ferry boat da Brittany Ferries https://www.brittany-ferries.co.uk/.

Estavamos em Londres entao a viagem começou com um ônibus até o porto de Portsmouth, com cerca de 1h30min de duração, que foi bem mais barato que o trem e te deixa na frente do terminal.
A estrutura do Ferry me surpreendeu, são 9 andares, sendo 2 para veiculos normais e de carga e sete de cabines, lojas, restaurantes, e área de poltronas para quem não reservou a cabine. Parece mesmo um navio de cruzeiro, nada muuuiiittooo lindo, instalaçoes antigas, mas tudo certo.
O embarque foi tranquilo e partiu no horario. Pegamos uma cabine interna que tinha aquela cama retrátil em cima, tamanho padrao mesmo de cruzeiro, talvez, um pouco menor, mas vamos lembrar que é para uma noite só.

Deixamos nossas malas e sentamos num dos lounges para acessar a internet, tudo ia muito bem, até o bicho pegar velocidade, meu deus! aquilo começou balançar horrores, e eu a ficar verde... rsrsr. Pegamos um sandubinha e voltamos para a cabine com a intenção de dormir... hahhaha, quem disse. Depois de ficar bem ruim mesmo me lembrei de pedir um remedinho na recepção. Foi nossa salvação. Deveria ser um tipo de dramim, só fomos acordar com o sinal do capitão que chegariamos em 1h em Saint Malo, foi a melhor noite dormida!

Chegamos por volta de 8 da manhã super descansados e felizes de começar nossa viagem pela França, graças ao santo remedinho. Ah só para avisar eu nunca tinha passado mal em cruzeiros, navios e etc... acho que o Canal da Mancha realmente é excepcional.

Abçs

Carol

Len Del
Len DelPermalinkResponder

Estou pensando em utilizar o Ferry da Brittany no sentido contrário: França x Reino Unido. Mas em abril, quando pretendo viajar, não há travessias noturnas de Saint Malo para Portsmouth. Nesse caso eu perderia um precioso dia no Ferry... Isso é inaceitável.

Caso opte por dormir num Ferry (e economizar tempo), o único jeito seria embarcar em Caen, duas vezes mais distante que Mont Saint Michel... mas como estaremos de carro, tudo bem. Gostaria de embarcar em Saint Malo porque ela parece ser muito mais charmosa que Caen.

O preço da cabine é semelhante ao de um hotel...

A dica do Dramin foi ótima... é algo a ser considerado também... Será que o Santo Remedinho funcionará comigo também?

Você lembra como é a burocracia para embarcar? Qual antecedencia máxima e mínima para o embarque?

Carol Crispiniano

Oi Boia!

Acabei de chegar do Monte e realmente completou todas as minhas expectativas, eu parecia criança vendo o castelo da Disney, foi excepcional. Quanto ao famoso OMELETE, sim ele é diferenciado, mas o graande problema é o seguinte, voce não consegue sentar e comer somente o omelete. O restaurante tem uns 4 tripos de menu, com entrada, prato principal e sobremesa começando com o valor de 55EU a primeira opção que tem o omelete. Ficamos meios perdidos porque não queriamos nos entupir de comer. Foi entao que um santo garçom disse que poderiamos dividir, mas isso foi bondade dele mesmo...

O nosso melhor omelete nessa região foi em uma Creperia em Dinan, cidadezinha linda demais também.

Abç!

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Olá! Alguém poderia me dizer se vale a pena visitar o Mont Saint-Michel em dezembro? Como é o clima por lá?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! É muitíssimo frio e há poucas horas de luz. Verifique as marés na semana em que você planeja ir para ver se vale a pena. A única vantagem do inverno é o lugar ter menos visitantes. O inverno é mais recomendável para cidades grandes.

Cris
CrisPermalinkResponder

Olá!

Gostaria de uma dica: para ir ao Mont Saint Michel, é uma boa ir no início de março (entre os dias 04/07) ou seria uma furada tendo em conta que ainda é inverno? A idéia é estar em Paris uma semana antes, se tudo com o $$ der certo. Não me preocupo tanto com o frio, mas sim com chuva, céu escuro e pouco tempo de "dia". As datas são essas porque só tenho o final de fevereiro/início de março como 10 dias de férias de 2012 (e 11 dias remanescentes de 2011). A data é tipo imposição arbitrária de férias por parte da chefia (é o que dá só poder tirar férias quando o juiz tira). Os 20 dias restantes de 2012, provavelmente só vou tirar novamente ... no inverno europeu de 2013. Ou seja, ou é no inverno de 2012 ... ou no inverno de 2013....

Outra coisa, três dias por lá não fica demais, especialmente para quem não vai alugar carro para explorar as redondezas? Ou posso me aventurar um dia em outra cidade legal por perto, de trem ou ônibus?

Abs,

Cris

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cris! Março ainda é bastante frio. Chuvoso será quase sempre. Os dias ainda estarão curtos, mas não tão curtos quanto em dezembro. Uma boa cidade para fazer base, aproveitar algum movimento à noite e explorar a Normandia é St.-Malo. A chave para programar sua viagem ao Mont St Michel é ver a força das marés. Use o link que está no post.

lana
lanaPermalinkResponder

Olá a todos!
Primeiramente gostaríamos de parabenizar esse site, pois nos está sendo muito útil.
Estamos planejando ir ao Monte dia 25/2 (lua nova ).
A tábua de marés informa que o horário da subida da maré será às 9:30 a.m.....
Pelo que entendemos teremos que estar lá às 7:30 h(2 horas antes)....
Nossas dúvidas são:
1) Esse horário ainda estará escuro? Será possível ver a subida da maré?
2) Ouvimos falar que nessa época escurece às 17:00 h....Qual o horário que o sol nasce nessa época?
Muito obrigada e grande abraço a todos
Lana

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Pelo www.weather.com (Weather Channel):
http://www.weather.com/weather/wxdetail/FRPL0875?dayNum=9

Sunrise 8:12AM
Sunset 6:24PM
E nesta época do ano há chance de nevar.

Cristhiane
CristhianePermalinkResponder

Olá trips!

Pretendo conhecer o Mont Saint Michel indo de trem/ônibus utilizando, para tanto, o serviço da TGV.
Todavia, há duas opções de conexão: ou via Rennes ou via Dol de Bretgne.
Assim sendo, alguém saberia me informar a diferença entre as duas conexão e se há transfer entre a estação de trem e a rodoviária?

Desde já, agradeço a atenção.

Abraços,

Cristhiane.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristhiane! A conexão mais enxuta é a de Rennes. O ônibus ao Mont St.-Michel é sincronizado à chegada do trem. Compre no site da SNCF http://www.voyages-sncf.com colocando como origem Paris e destino Mont St Michel, e você já sairá com todas as passagens na mão. Os trechos ficam disponíveis online 3 meses antes da data.

Cristhiane
CristhianePermalinkResponder

Olá Bóia,

Muito obrigada pelas informações.

Abraços,

Cristhiane.

'MURILO
'MURILOPermalinkResponder

Estarei de carro e gostaria de pernoitar no MSM, alguem poderia me informar como faço para deixar o carro. Há estacionamento próximo ?

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Há estacionamento sim, mas quando fomos dormimos no Relais Saint-Michel ( http://www.chateauxhotels.com/Relais-Saint-Michel-2422) pois queria acordar e tomar o "petit déjeuner" vendo o Mont.

Lili-CE(@lilianesonsol)

Queridas Bóias,
Estou planejando ir ao Mont St. Michel numa viagem que começará em Londres e terminará em Paris. Saindo de Londres, pensei em ir direto ao Mont St. Michel, para ganhar tempo, evitando assim fazer check-in e check-out em Paris, check-in e check-out no MSM e novamente em Paris. Mas aí me deparei com uma dificuldade adicional: gastaria, em horas de trem e ônibus, aproximadamente 6h, entre Londres, Gare du Nord e Mont St. Michel. Li também que de ferry seriam 8h de viagem p/ chegar na Normandia saindo de Londres. Alguém tem uma idéia melhor, em termos de tempo e logística? A ideia é dormir uma noite dentro das muralhas e então voltar a Paris. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lili! Infelizmente não há uma solução agradável para esse percurso. O melhor ainda é mesmo Londres-Paris com o Eurostar, e de lá a Mont St Michel via Rennes. Mas veja bem: o tempo de viagem é de 7h30.

Programe o seu pernoite no Mont St.-Michel de acordo com a força e a hora da maré. Esse deve ser o fator determinante na marcação da viagem. Viaje num dia em que a maré esteja "viva" e ocorra em um horário (ou, melhor ainda, em dois horários) com luz suficiente para ser apreciado.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

A Ryanair voa de London Stansted para Dinard, talvez seja uma boa alternativa.

Eu sempre utilizo o www.hipmunk.com nestas situacoes, ele ja mostra o destino em si e nao os aeroportos, e depois mostra as opcoes disponiveis.

Mas entenda antes como é voar por low costs (tem um post aqui no VnV) e principalmente como é voar pela Ryanair.

Lili-CE (@lilianesonsol)

Gente, obrigada! Vou ver se tem algo que possamos fazer no percurso (um almoço legal, talvez), para não ter a sensação de perder o dia todo em deslocamento!

Mont Saint-Michel | Siamo Arrivati

[...] Dinard. Dinard parece ser uma ótima alternativa aos que estiverem indo de Londres (descobri isto aqui), mas viajar pela Ryanair tem suas peculiaridades, informe-se antes. Share [...]

Fernanda Maria

Olá Ricardo, Bóia e amigos viajantes! Irei para Paris em setembro. Pretendo ir a Rouen e Mont Saint-Michel. Dá pra passar o dia em Rouen, partir pra dormir em Mont Saint-Michel, passar o dia seguinte lá e voltar à noite pra Paris??
OU estou dando muita volta?
Obrigada de novo!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! De carro, de Paris a Monte St. Michel via Rouen dá 390 km. Pense em passar umas 5 horas na estrada, por baixo.

De trem as duas cidades ficam em lados opostos. Para ir de uma à outra é preciso passar por Paris.

Fernanda Maria

Ou é melhor ir direto para Mont e na volta passar por Rouen?
Obrigada!

Fernanda Maria

Ok. Entendi.Obrigada

Nivea
NiveaPermalinkResponder

Oi bóia. Irei ao Mont Saint Michel agora no dia 19.03 e eu tenho uam dúvida, quando a maré está cheia como se dá o acesso ao Mont?

Farei meu deslocamento de carro e o hotel que reservei fica fora do Mont, fico com essa dúvida de como me deslocar pra lá e se tem estacionamento no Mont também.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Nivea, tem estacionamento em frente a entrada, nao se preocupa que a maré nao ira impossibilitar sua visita. Quando fomos ficamos fora do monte tambem.

O relato de nossa visita em Julho de 2008, com algumas dicas, está aqui
http://siamoarrivati.wordpress.com/2012/03/03/mont-saint-michel/

Nivea
NiveaPermalinkResponder

Philipp, obrigada pela informação. Gostei muito do seu post, farei a mesma coisa que vc, voltarei pelo Vale do Loire. Adorei as fotos tb.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Obrigado. Terminei hoje o relato do Loire, espero que possa aproveitar as dicas/relatos.

Boa viagem

Erick Moraes
Erick MoraesPermalinkResponder

Olá! Seu relato é nota 10!

Tenho algumas dúvidas:

1- Não vale a pena mesmo ir ao Mont Saint-Michel no período de maré "morta"??

2- Caso eu durma perto do Mont Saint-Michel como eu faço pra voltar pra Rennes?!

Pergunto isso pq reservei um quarto no Hotel Vert e pretendo fazer o check out umas 10 / 11 hrs e não sei como voltar pra Rennes.

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Erick! Há ônibus o dia inteiro entre o Mont St Michel e Rennes.

Indo na maré morta você não presenciará o espetáculo da maré abraçando a ilha; o resto estará lá, claro.

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Prezados,
estou tentando comprar a passagem de trem Paris-Mont Saint Michel via Rennese no site da SNFC e não está dando certo, sendo que quando coloco Paris-Rennes aparece nas datas. Existe possibilidade de não haver mais o ônibus para ida 11/7 e retorno 12/7 ou eu estou fazendo algo errado?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lili! Provavelmente o último trecho, por ser feito de ônibus, tenha uma antecedência de reserva diferente do trecho ferroviário. Conseguimos simular viagens completas até o dia 7 de julho. Provavelmente daqui a uma semana ou 10 dias o seu dia já esteja disponível.

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Obrigada, Bóia! Vou ficar tentando!

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Voltei para contar a minha solução: de fato, não havia mais Paris - Mont S. Michel via Rennes com o ônibus incluído, então comprei Paris Pontorson com duas conexões de trem, totalizando 3h30 de viagem. Em Pontorson, que fica a 9km da ilha, a navette (uma espécie de ônibus) faz a ligação entre a pequena cidade e o monte das 8h a 1h da madrugada, todos os dias, ao custo de 2 euros por pessoa. Com a dragagem da área, não há mais o estacionamento logo do lado de fora do monte, é a mesma navette quem transporta os passageiros a partir do estacionamento. As obras de dragagem só ficarão concluídas em 2014.

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Pessoal,

Esta será nossa terceira ida a Paris e resolvemos pernoitar um dia no Mont Saint Michel. Como sempre dei uma passada no site do riq e me decepcionei ao saber que a data que posso ir é de maré baixa. Pergunta: realmente não vale a pena ou mesmo sem a maré viva é bonito e vale o passeio?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leonardo! O Comandante menciona no texto que, em caso de maré morta, é melhor deixar o passeio para outra oportunidade.

Lúcia
LúciaPermalinkResponder

Não sabia que existia esse contratempo de maré morta, quando estava em Paris em 2010 quase que me programei para conhecer o Mont Saint Michel , mas aí resolvi ir pra outro lado até Reims e seguir até Eperney conhecer a rota do Champagne Moet Chandon que valeu muito a pena.

Rita
RitaPermalinkResponder

Olá trips
Gostaria de deixar minha contribuição com relação aos bilhetes de trem+onibus até Mont Saint-Michel.
Como a antecedência no site voyages-sncf.com não é grande suficiente para conseguir bons preços, eu recomento comprar a passagem para Rennes e depois, já na estação de trem ou direto com o motorista comprar o bilhete de ônibus que custa 11,80. Desta forma, consegui bilhetes de trem a 28euros c/ 3 meses de antecedência e o bilhete de onibus 11,80euros totalizando 39,80, contra 53,80 dos dois bilhetes comprados juntos no site, sendo que esse preço era para a última data possível de fazer reserva 36 dias depois da data de pesquisa. Fiz essa pesquisa de preços em março, abril, e maio deste ano e nessas épocas a antecedência é de no máximo 40 dias.
Essa também é a recomendação do site da empresa de ônibus que faz esse trajeto, desde Rennes e Dol de Bretagne ( http://destination-montsaintmichel.com ). Neste site indica que não é necessário reserva do bilhete de onibus, somente para grupos com mais de 10 pessoas e passageiros c/ mobilidade reduzida.
Bem, foi o que fiz e deu certo!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rita! Obrigada!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar