Aracaju: um almoço no Mercado

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Mercado Municipal, Aracaju

O mercado de Aracaju é um programão -- mesmo que você não queira comprar artesanato.

Mercado Municipal, Aracaju

O lugar continua integrado à vida da cidade; não está aí só pra turista ver.

Mercado Municipal, AracajuMercado Municipal, AracajuMercado Municipal, Aracaju

Na verdade se trata de três mercados integrados: o de artesanato, o de especialidades (queijos, ervas, farinhas) e o mercadão de hortifrútis.

Mercado Municipal, Aracaju

Na própria ala de artesanato você encontra uma fileira de restaurantes populares, freqüentados por aracajuanos que trabalham no centro e que quebram o clima de souvenir.

Eu comeria em qualquer um deles na boa; mas o Carlos Nascimento sabiamente me levou para o segundo andar, onde fica o restaurante Caçarola.

Mercado Municipal, Aracaju

Não pode haver cenário mais adequado para experimentar a cozinha regional sergipana.

Mercado Municipal, Aracaju

A chef já trabalhou em restaurantes classudos da cidade (como o Château Blanc) e revisita receitas tradicionais com leveza.

Restaurante CaçarolaRestaurante CaçarolaRestaurante Caçarola

De entrada comemos um sururu suculento e fresquíssimo. Vendo o nosso entusiasmo, ela trouxe também uma porçãozinha de sarapatel (que fazia parte do buffet) e estava sen-sa-cio-nal. Como prato principal veio o "camarão de cueca", no leite de coco, que não dava pra parar de comer. A sobremesa foi uma "moça virgem", doce de banana com sorvete de tapioca.

Mercado Municipal, Aracaju

Mercado Municipal, Aracaju

Mercado Municipal, Aracaju

Mercado Municipal, Aracaju

Fomos fazer a digestão batendo perna pelo mercado até chegar à área do ForróCaju -- que eu vou ver hoje à noite, lotadaça, no show de Elba Ramalho.

Leia mais:

23 comentários

Maira Andrade
Maira AndradePermalinkResponder

Que bom que gostou! Sempre vejo seu blog e é muito bom ver minha terrinha por aqui.
Aracaju é linda, e essa época do ano, com as cores do São João, fica mais bela ainda.

Ingrid
IngridPermalinkResponder

que bom ver minha cidade aqui no seu blog!!

Anna
AnnaPermalinkResponder

Vixe!! Vou lá hoje comer esse camarão de cueca!!!! Fiquei com água na boca!! Já há algum tempo estava me devendo um almoço no Caçarola... Depois desse post então... rs rs... Vou sair do trabalho direto para o mercado!! smile

val
valPermalinkResponder

os nomes dos pratos são tão bons quanto...sensacional!

Janete
JanetePermalinkResponder

Aracaju/SE é realmente encantadora. Quem vier para nossa cidade vai entender que nossa cidade se diferencia das demais nos detalhes.

Tatiane
TatianePermalinkResponder

Visitei Aracaju em janeiro, nas férias. É realmente tudo de bom. Povo encantador, orla maravilhosa, cidade limpíssima e tranquila. É realmente diferente de outras capitais do nordeste. Adorei!!!

Gustavo Garcia

Sou carioca e estive em Aracaju em abril, inclusive neste mercado.
É uma maravilha assim como o povo sergipano.
Gostei muito!

Restaurante CAÇAROLA – Mercado Antonio Franco/Aracaju.SE « Miss Check-in

[...] para relaxar, abro o Viaje na Viagem e me deparo com um post do Ricardo Freire tratando de “um almoço no mercado”, narrando deliciosamente seu almoço no Caçarola. Não deu outra, ao encerrar o expediente, [...]

Laís Maciel
Laís MacielPermalinkResponder

Li no jornal que vç esteve aqui. Adorei ver que vç incluiu Aracaju nos seus roteiros. Quando voltar por aqui me ligue 79 99783307
Bjs

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

O colorido do nordeste faz bem pra alma smile

Vicente Grillo

Sou de Salvador e bastante suspeito para falar de Aracajú. Vou lá todo ano (uma ou mais vezes) e acho a cidade simplesmente encantadora. Bonita, limpa, organizada, tranquia e de um povo prá lá de hospitaleiro.
A orla de Atalaia é maravilhosa e certamente um dos melhores centros gastronômicos do Brasil. Não sou tão privilegiado de morar lá. Pelo menos moro relativamente perto e sempre que posso desfruto desta maravilha que é Aracajú.

Restaurante Caçarola – Um almoço no Mercado de Aracaju

[...] de ler os relatos do Viaje na Viagem e da Misscheck-in decidi que precisava ir almoçar no Caçarola urgentemente. E foi neste sábado, [...]

Dayse Falcão torres Costa

Estive em Aracaju no reveillon de 2011, a cidade é realmente encantadora, povo acolhedor, orla lindissima, cidade limpa com muitos lugares interessantes para conhecer. vale ressaltar que não exploram do turista como em varios litorais que conhecemos. vale a pena conhecer.

José Eduardo Nascimento

Estou organizando minha viagem para Aracaju no próximo carnaval e gostaria de saber se há alguma agência e/ou cia aérea regional organiza/faz voo (regular e/ou fretado)para a região do Canion do Xingo? Obrigado, abs.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José Eduardo! O passeio só é oferecido de maneira regular com traslado rodoviário.

Você pode tentar organizar essa viagem com voo fretado consultando as maiores agências de receptivo locais -- Propagtur, Nosestur, Nativa Turismo, Top Tour e Brisa Mar.

Restaurante Caçarola – Um almoço no Mercado de Aracaju

[...] de ler os relatos do Viaje na Viagem e da Misscheck-in decidi que precisava ir almoçar no Caçarola urgentemente. E foi neste [...]

Werner Schmidt

... irei em setembro/2012 para Aracaju...depois desta dica já agendei uma visita e almoço no mercado central, valeu!!!

1.000 quilômetros de Nordeste: Aracaju

[...] um dos dias, segui as dicas do Viaje na Viagem e fui almoçar com toda a galera no restaurante Caçarola, que fica no terraço do Mercado Público [...]

Renato
RenatoPermalinkResponder

Qual o horario e dias de funcionamento do Mercado?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renato! De segunda a sábado até as 17h. Domingo até 11h30.

cleide oliveira

Estou passeando em Aracaju, com certeza vou conhecer o mercado. Essa delicias deu agua na boca.

Paulo Rodrigues

Cheguei ontem de Aracaju, e já estou com saudades desta linda cidade!!!!!!!!!!!!!!!!!

HECTOR LUIS DOS SANTOS LEITE

Estou em Aracaju e sou apaixonado pela cidade, mas embarquei na dica do Caçarola e fiquei bastante decepcionado. Talvez o fato de não aparentar o potencial de consumo que eles tem como parâmetro, uma vez que viajo apenas com minha filha de cinco anos, tenha passado pelo constrangimento (que já se tornou comum pra mim) de entrar, sentar, escolher no cardápio, esperar, solicitar atendimento (?), esperar novamente e ir embora... minha filha acabou cochilando sem almoçar, mas já estou acordando ela wink.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar