São Luís-Lençóis-Delta-Ceará: o relato da Lu

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Lagoa Bonita, Lençóis Maranhenses

Este meio do ano eu queria voltar aos Lençóis Maranhenses, aonde não vou desde 2005. Mas não vai dar; ficou pro ano que vem. Mas ainda bem que dá para viajar na viagem dos trips. A Lu esteve lá em junho, conta as novidades e dá os seus pitacos. Vai pela Lu:

Finalmente consegui fazer a tão sonhada travessia dos Lençóis; trago aqui o feedback do roteiro e das pousadas. Planejei esta viagem inspirada pelo post da Marília Marconi, da matéria do Bruno Agostini no Globo, na série da Patricia de Camargo no Turomaquia, nos posts do Jorge Giramundo e naquele seu post antigo pra Flavia.

Começo pelas atualizações:

- a Pousada dos Ingleses em Parnaiba está fechada;

- a ilha do Caju não tem mais pousada, que era dos mesmos donos da pousada dos Ingleses;

- o sobrevôo dos Lençóis está oficialmente proibido.

A logística: fizemos tudo com a Natur Turismo, que tem sede em Parnaiba. Gostamos muito, deu tudo certo. A Carina, uma paulista, filha do dono, foi prá lá há quase um ano, e é super-eficiente!! Eles tem um telefone de plantão, para o qual você pode ligar a qualquer hora, caso tenha algum problema (sim, eles sabem como são os profissionais por lá e tem mto cuidado comisso, e sempre resolvem a situação). Eles só fazem viagens sob medida, mas tem algumas propostas de roteiro. Essa viagem não é barata justamente por causa da logística, que é complicada. Quanto mais pessoas, mais barato fica.

Parque dos Lençóis Maranhenses

Minhas impressões: eu nunca tive a menor vontade de conhecer os Lençóis, pois achava que água da chuva empoçada era escura, e dunas eu já tinha visto muitas. Só me animei pela aventura da travessia pela praia. Claro que, como todos que lá vão, fiquei encantada! É uma imensidão impactante!! Nem imaginava que a água da chuva pode ser assim tão limpinha e ter cor de Caribe! E a viagem é verdadeiramente uma aventura!! Prá quem gosta como eu, prato cheio!! Sem querer, descobri também que junho é o mês ideal. Por causa das chuvas, a época mais bonita para se visitar os Lençóis é de maio a setembro, quando as lagoas começam a secar. Maio ainda chove um pouco, julho é época de férias no Brasil e agosto na Europa. Sobram junho e setembro, mas comcerteza em junho os passeios de carro serão mais emocionantes, comtravessias de rios e lagoas que enchem coma chuva. E, em junho, acontecem as festas juninas, animadíssimas, o bumba-meu-boi, bem diferente do nosso São João.


 

 

 

Triste constatação: o centro histórico de São Luís está completamente abandonado, de dar dó!!

Com relação ao roteiro, tivemos que "apertar" um pouco, porque uma das pessoas que foi conosco tinha somente uma semana.

Chegando em Santo Amaro do Maranhão

Em Santo Amaro do Maranhão, só fizemos a lagoa da Gaivota, e foi um pouco cansativo (duas horas de ida, a partir do asfalto, e duas horas de volta na manhã do dia seguinte). O que nos foi proposto teria sido ficar mais uma manhã para visitar Betânia e Espigão, dois lugarejos da região. Parece que também tem outra lagoa, mas enfim, paraviajar tanto tempo, tem que conhecer mais coisas. Eu achei Santo Amaro muito simpático, um povoadozinho bem simples, mas bem autêntico. A pousada Água Doce é simples, porém bem simpática, com comida muito gostosa. A ida a Sto Amaro encarece a viagem, como aliás todos os trânsfers onde não há transporte regular, principalmente em trechos de areia como é o caso de Santo Amaro. [Nota do Riq: há transporte regular para Santo Amaro a partir da localidade de Sangue, que fica à beira da BR. Mas essa opção requer pernoite em Santo Amaro.]

Lagoa da Gaivota, Santo Amaro do Maranhão

Ficamos sabendo que existe um roteiro a pé, de 3 dias, de Santo Amaro a Atins, que tem que ser feito com guia, é claro, dormindo na casa de nativos em dois povoados no caminho, e um outro mais curto, de 4 a 6 horas, de Barreirinhas a Atins, mas o nosso guia nos explicou que o ideal é fazer no sentido contrário, porque as dunas são menos íngremes pelo lado por onde venta.

Em Barreirinhas, a capital dos Lençóis, acabamos fazendo o passeio à lagoa Azul emendando com o da lagoa Bonita. Claro que isso não deve ser feito, porém, no nosso caso, com o roteiro encurtado, era isso ou só a lagoa Azul. Cheguei à conclusão que a lagoa Bonita é imperdível!

Lagoa Bonita, Barreirinhas

No passeio do rio Preguiças, achei Vassouras bem sem graça, de modo que pularia. Mandacaru vale a pena pela vista.

Atins é um capítulo à parte! A pousada do Buna é bem transada, de acordo com as condições locais. O Buna é uma figura única, e tem mtas histórias pra contar. A Mônica, uma paulista que se mudou prá lá, é quem bem gerencia a pousada, e disse que lá às vezes só mesmo sinal de fumaça -- ou seja, internet, nem pensar. Ela adora bichos, de modo que tem vários convivendo harmonicamente. Mosquitos aos montes, dependendo da época (eu tive sorte, eles não me pegaram!), mas a cama tem mosquiteiro.

Pousada do Buna, AtinsPousada do Buna, Atins

Note que a água é de poço, mas a cor ... se você se impressiona com isso, esqueça Atins, fique em Caburé, que é onde tem hotel mais estruturado, com luz de gerador. A decoração é bem rústica, aproveitando o que tem no lugar. Infelizmente, tivemos pouco tempo em Atins, mas deu pra comer o camarão da Luzia, só que na Magnólia, casada com o Antônio, irmão da Luzia, que é a ex-cozinheira da Luzia. Os dois restaurantes ficam ao lado um do outro, no Canto do Atins, um lugar que não tem nada, só 13 famílias (todas parentes, naturalmente), e umas poucas lagoas bonitas, mas não comparáveis às que havíamos visto. Não posso dizer qual é melhor camarão, mas o do Antônio foi maravilhoso, realmente uma receita de camarão bem diferente (o segredo é que ele é marinado no tempero e por isso fica molhadinho depois que vai prá brasa).

Camarão do Antônio, Canto do Atins

Mas Atins é mais que isso. Acho que o ideal seria fazer o passeio à lagoa Verde, que também fica nos Lençóis (uma hora de caminhada a partir de onde o carro te deixa), e ao poço das Pedras, que, segundo a Mônica, mudou de lugar, e também requer uma caminhada. Tudo é a partir do canto do Atins, por isso o ideal é passar o dia todo por lá, fazendo os dois passeios, e almoçando o camarão (tem peixe também), e voltar para a pousada à tardinha, relaxar na piscina, e se preparar pro jantar que é maravilhoso. O camarão de Atins é famoso (eu não sabia), muito saboroso. Experimente o camarão ao bafo da pousada do Buna, uma coisa de doido!!!

Pôr do sol no Delta do Parnaíba

O Delta do Parnaíba não me encantou, mas isso é muito pessoal. Eu não curto muito igarapés, pantanal, mangues e quetais. Mas, sem dúvida, é um lugar bonito. Pra mim, entraria no jáque ... já que estamos por aqui, vamos fazer o passeio. Pra mim, o ponto alto foi o almoço (ai que horror, você vai pensar que eu só penso em comer!!) na ilha das Canárias. A Lina, de Campos, Rio de Janeiro, que se mudou prá lá e fez um restaurante e pousada, onde comi o melhor caranguejo, a melhor mandioca e o melhor robalo da minha vida!!! Segundo a Lina, a função dela é não estragar o que a natureza oferece tão bom por lá.

BGK, Barra GrandeBGK, Barra Grande

Pernoitamos em Parnaíba, mas é melhor ir direto pra Barra Grande (50km de Parnaíba). Em Barra Grande ficamos na BGK. Que pousada charmosa!!! O nosso chalé era em pilotis (no andar de baixo, no chão de areia, tinha um sofá e uma rede, além de um tapete de sisal, como sala de estar), de onde se via, tanto da cama como da varanda, o mar e o pôr do sol.

Barra Grande, Piauí

A pousada é de um médico de Parnaíba, que é uma simpatia e cuida muito daquilo ali, evitando a exploração desordenada. Barra Grande tem o passeio do cavalo marinho, que voccê vai de carroça e volta a pé, ou vice-versa, dependendo da maré, e o dolce far niente, tomando uma caipiroska, ou comendo ostras fresquinhas. À noite, tem uma pizzaria ótima, onde se come de luvas, um outro restaurante bem charmoso, que me esqueci do nome, que fica numa encuzilhada (no melhor dos sentidos). É um vilarejo bem tranqüilo, e ótimo local de descanso!

De lá, fomos para Jeri, pelas praias, e lagoa da Tatajuba. Paramos num barzinho bem simpático, na lagoa, mas fora da muvuca --Carnaubar.

Jeri, que é hoje outra cidade (tinha estado lá há mais de 20 anos), continua mágica (pelo menos em junho, quando ainda não é temporada alta)!! Achei interessante foi ter ficado em Jeri durante o dia, enquanto o povo ia fazer os passeios das lagoas (que nós fizemos na chegada e na saída), o que nos permitiu entrar no clima de Jeri apesar do pouco tempo (dois dias). Ficamos na pousada Naquela e gostamos mto. Fica na rua do Forró, mais pra cima, o que é bom porque é bem tranqüilo. Tem um jardim bem legal, uma piscina bonita, rede na varanda dos quartos, e um atendimento muito simpático (exceto o despertar, que era sempre um problema). Recomendo!! Dos restaurantes, não posso deixar de falar na crepe do Naturalmente, que fica na beira da praia, ao lado do Mosquito Blue, receita de uns franceses amigos da proprietária, que é inesquecível (você nunca comeu nada igual!!). A Carla (a dona da creperia), além de simpática, é campeã de vela, e aluga e dá aulas de windsurf, kite e stand-up paddle (aquela prancha na qual se fica de pé e usa o remo para passear ou para pegar onda). Também gostei mto do Pimenta Verde, onde comi um grelhado de frutos do mar, comcamarões, sirigado (badejo em cearês) e polvo, simplesmente delicioso, acompanhado por legumes idem, e a simpatia da Sônia, que tudo faz para agradar ao cliente.

De Jeri a Fortaleza, fomos pelas praias em um dia, mas acho que seria mais legal fazer como a Marília, em dois dias, pernoitando em Guajiru ou Flecheiras (que linda a praia ali com as piscinas verdinhas!!).

Piscinas naturais de Guajiru, Ceará

Para quem nunca fez essa viagem é difícil escolher o roteiro, por isso resolvi escrever como faria se fosse de novo, enquanto estou com tudo fresquinho na cabeça:

- São Luís / Santo Amaro - lagoa da Gaivota, com pernoite
- Santo Amaro - Betânia e Espigão (ou a outra lagoa) / Barreirinhas
- Barreirinhas - lagoa Azul
- Barreirinhas - lagoa Bonita / rio Preguiças, com parada em Mandacaru / pernoite em Atins (ou Caburé)
- Atins - Lagoa Verde, poço das Pedras, almoço no camarão do Antônio (Canto de Atins), com pernoite em Atins
- Atins / Caburé / Paulino Neves / Tutóia / Parnaíba - passeio do Delta, com almoço na ilha das Canárias, depois visita ao porto das Barcas, e Pedra do Sal e seguir para Barra Grande, via Luís Correia (outra praia)
- Barra Grande - dia livre ou passeio do cavalo marinho
- Barra Grande / Jeri, pela praia e lagoa Tatajuba
- dois dias inteiros em Jeri, sem passeios
- Jeri / Fortaleza , pelas praias, passando pela lagoa do Paraíso, em 2 dias, pernoitando em Guajiru ou Flecheiras.

Obrigado, Lu!

78 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Merél
MerélPermalink

Isso, assim, logo de manhã, dá até vontade de chorar.

Marilia Marconi
Marilia MarconiPermalink

Isso, assim, logo de manhã, dá até vontade de chorar (2)

Marcie
MarciePermalink

Isso, assim, na hora do almoço, dá até vontade de chorar (3)

RosaBsb
RosaBsbPermalink

Isso, assim depois do almoço, dá até vontade de chorar (4).
Tou chorando só de pensar que tenho essa lacuna na minha Brasil wish-list e não tem espaço em 2011/2012 para preencher...

Rita
RitaPermalink

Isso, assim, pouco antes de dormir e um ano depois de ter feito quase o mesmo roteiro, também dá vontade de chorar! (5)

Também não pude fazer o sobrevôo e essa notícia da proibição traz de volta a decepção que tive lá em Barreirinhas quando soube que o pequeno aeroporto estava interditado e a cereja do bolo das minhas férias ficaria de fora.

O camarão de Atins, eu comi no restaurante da Luzia e estava delicioso. Foi no jantar, após ir à Lagoa Verde, que é linda, linda, linda e estava bem cheia, e ver um pôr-do-sol mais do que especial.

Em Santo Amaro também fui a uma localidade chamada América, onde há uma lagoa e para Emendadas. Nos dois passeios, não havia mais ninguém além das pessoas do meu grupo. Era junho, início da segunda quinzena.

Em Barreirinhas, eu também recomendo o bóia-cross no Rio Formiga, mas só se tiver uma manhã ou tarde sobrando.

CarlaZ
CarlaZPermalink

Essa é uma viagem que sempre quis fazer. Cada vez que leio tenho mais vontade. E já veio até o roteiro bonitinho e arrumado.

Adri Lima
Adri LimaPermalink

Duas, CArlinha!
Eu queria fazer agora até setembro, mas não vai dar. Acho que vai ter que ficar pra outro ano... sad

Luiz Jr. (Blog Boa Viagem)

Lindissimo! Já fui pertinho lá em Jeri, mas como desejo viajar apenas pros lençóis! Lindo, lindo, parabéns pelo relato

Vinícius (mais do que uma viagem)

Eu já fui para Jeri e para São Luis, mas nunca consegui arrumar tempo para ir aos Lençois...vendo essas fotos dá ainda mais vontade.

Lucia Malla
Lucia MallaPermalink

Esse é meu roteiro predileto no Brasil. Sou fã de carteirinha dos Lençóis Maranhenses. smile

Lu
LuPermalink

Puxa, gente, que bom que vcs gostaram do relato!! Pensei em fazer somente uma atualização, aí fui me empolgando e até o roteiro eu montei!! Mas é que pego tanta dica por aqui que ñ consigo deixar de dividir c/vcs depois que volto!!
Meu consolo prá turma do chororô aí de cima: tenho certeza que vcs vão parar lá qq dia desses. Eu levei uns 3 anos tentando, e ñ é que acabei indo?
Beijo enorme procês,
Lu

Cristina
CristinaPermalink

Para eu voltar a Lençois (para mim, é viu tá visto), só com o Delta e voltando a Jeri pela 3a vez. Adorei! Confesso que tenho uma ida a Fortaleza e interior a trabalho mês que vem, tentada a levar o marido a Jeri no final de semana, mas o foco na missão "economizar para voltar a Europa" não deixa. Lu, muito obrigada!

Lena
LenaPermalink

Meu roteiro predileto também! Quando voltei de lá estava insuportavelmente feliz! Ninguém aguentava minha cara zen! mrgreen

Pena essa história do cancelamento do sobrevôo... Não dá nem pra vir de São Luis voando mais? Era quase que a melhor parte!!

Muito bom ver suas dicas atualizadas, Lu! Sempre tem alguém querendo ir wink

Thiago Parente
Thiago ParentePermalink

Complementando o excelente relato da Lu. O nome do restaurante na encruzilhada em Barra Grande é "Os Bandoleiros".
A pizzaria é na pousada Rota dos Ventos, em frente ao portão da BGK e que vem a ser do Pedro, sobrinho do Ariosto, o médico que é proprietário da BGK.
Em Barra Grande tem ainda um outro restaurante que vale a pena conhecer e tem preços interessantes, é o Manga Rosa e fica na rua principal, entre a pizzaria e a encruzilhada (gostei de usar essa palavra rsrsrs).
Conheci a Villa Cabocla, a pousada na Ilha das Canárias e até tuitei pro Riq. Lá é um paraíso e a Lina é um show de pessoa que se dedica a lhe fazer passar bem. O fone dela é (86)9963-6178 pra quem tiver interesse em dar uma chegadinha lá.

Lu
LuPermalink

Obrigada, Thiago, por ajudar a minha memória!!

Valéria
ValériaPermalink

Bacana!
Queria saber das fotos: São da Lu? Se sim, que máquina fotográfica ela usou? Ficaram bonitas demais!

Lu
LuPermalink

Valéria, as fotos são dos 3 participantes - eu, meu marido e um amigo (que tem uma camera profissional Sony). A nossa é uma Panasonic Lumix, bem boazinha, porém compacta. Mas os locais são mto fotogênicos!!

JULIO
JULIOPermalink

Também fiz São Luis - Fortaleza em junho. Um aviso: A Cisne Branco não vende mais passagem para Sangue, já incluindo a toyota para Santo Amaro. E a tal 4 x 4 só está indo para Santo Amaro em horários proibitivos para quem vem de São Luis. Fiquei plantado no meio da estrada. É melhor ir até Barreirinhas, pernoitar e no dia seguinte pegar um ônibus até Sangue. Isso foi em junho, não sei se na alta temporada a coisa muda. E eu fiz o sobrevoo sobre os Lençóis no início de junho.
abraço

Yarlle Carvalho
Yarlle CarvalhoPermalink

BOM DEPOIMENTO

João Ferraz
João FerrazPermalink

Sugestão p quem vai fazer o roteiro: Em Parnaíba-PI, capital do Delta(os maranhenses odeiam isso), há empresas de turismo que fazem o roteiro Lençois - Delta - Jeri. Um por dia. E vale muito a pena. Parnaíba por estar mais centralizada é melhor de se hospedar.

João Ferraz
João FerrazPermalink

P se hospedar em Parnaíba ou Luís Correia-PI ou em Barra Grande-PI.

Camilla
CamillaPermalink

Planejando esse roteiro para a família!!! ai que delícia =)

Maria Ines
Maria InesPermalink

oi, estou pesquisando sobre os lençois maranhenses e queria uma ajuda; terei alguns dias em fortaleza, que já fui diversas vezes, entre o natal e o ano novo, e gostaria de visitar os lençois; já conheço jericoacoara e não sou muito de praia. como fazer uma viagem rápida até os lençois, passando ou não pelo delta, e se o periodo é apropriado para a viagem, são as minhas duvidas. seremos uma casal com uma filho de 21 anos. agradeço as colaborações, maria ines

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Maria Inês! Fim do ano é uma época bastante ruim para ir aos Lençóis. A maioria das lagoas já está seca; é o início da estação das chuvas.

A época para ir aos Lençóis é entre junho e início de setembro.

Não há viagem rápida para os Lençóis desde Fortaleza; você precisaria voar a São Luís e lá pegar um ônibus a Barreirinhas (3 horas e meia de viagem).

Wesley Silva
Wesley SilvaPermalink

Olá Sou Wesley Silva residente de Canárias estou montando um blog sobre a ilha, tentando divulgar um pouco meu paraiso, mas não tenho recursos suficientes para explorar a história da minha ilha e publicá-la. Se você tiver como mim ajudar responda esta mensagem com um e-mail para wsloliveira0@gmail.com
Aqui segue o endereço do meu blog
http://pidasc.blogspot.com
se você tiver alguma sugestão para melhorar fique a vontade

Gabriely
GabrielyPermalink

Gostaria de dicas para hospedagem em Barrerinhas

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Gabriely! O melhor hotel é o Porto Preguiças, um mini-resort. Na cidade, um hotel básico é o Rio Preguiças. Não recomendamos o Gran Solare, que é um arranha-céu que estraga a paisagem do rio Preguiças. Em Atins fique no Canto do Buna; em Santo Amaro, na Pousada Olho d'Água.

A época para ir é entre junho e meados de setembro. A época das chuvas começa em janeiro, as lagoas só estarão cheias de novo em maio.

Ruy Neuber
Ruy NeuberPermalink

Oi Gabriely. Fiquei no Hotel Pousada do Buriti em Barreirinhas no mes de junho. A area esterna é bem cuidade e bonita, os quartos são grandes com uma decoração bem simples. Eu gostei e se fosse para ficar na cidade ficaria nele novamente. O hotel Rio Preguiças acho que não está mais funcionando. Em Santo Amaro fiquei na Pousada Cajueiro. É bem basica. Tem também a Agua Doce que também é basica mas a comida é melhor. Se voltar a Santo Amaro ficaria nela. Procure ir no final de junho para ver também os festejos juninos em São Luís.

Gabriely
GabrielyPermalink

Obrigada gente

Lena
LenaPermalink

Alguém esteve recentemente no Porto Preguiças? Sabe se continua legal? Uma prima vai pra lá daqui a pouco e me disse que tratou tudo com uma agência de São Luis que encontrou na internet, mas que está com medo de levar calote. Então ela resolveu checar as reservas com os hotéis e não está conseguindo contato com o Porto Preguiças. Não atendem o telefone...
Não sei se ela já enviou email; vou checar.
Mas resolvi perguntar aqui , porque quando fui em 2004 adorei o hotel e vivo recomendando. Nem sei se ainda é bom.
Gracias wink

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Lena! Estamos repassando a pergunta pro povo no Perguntódromo! grin

Fabio de Rezende
Fabio de RezendePermalink

Eu estou com reserva feita para daqui a uns dois meses.
Reservei tudo direto com o hotel pelo e-mail info@portopreguicas.com.br. Falei com o Diego Birino.
As últimas avaliações no Trip Advisor continuam indicando que o hotel é uma boa opção, mesmo com alguns reclamações pontuais.

Lena
LenaPermalink

Obrigada, Bóia!

Fábio, ela me disse que enviou email duas vezes e não recebeu resposta sad Vou ver se foi pra esse que ela enviou. Grata!

Sheila
SheilaPermalink

Estive lá em setembro/2010 e gostei da estrutura, sobretudo do restaurante. Em um ano e meio, não deve ter mudado tanto. Me parece uma boa opção, mas, sinceramente, vale avaliar o quanto sua prima vai ficar no hotel, em função do custo beeeeeeem superior. Eu não fiquei quase, tendo em vista os inúmeros passeios que optei por fazer e, por isto, me hospedei em uma pousada simples e acabei passando meio dia no resort, onde almocei; à tarde, segui para um dos passeios.

Carlos
CarlosPermalink

Estou pretendendo ir a Lençóis em setembro. Vou na segunda dia 10 e volto no domingo dia 16. Gostaria de um roteiro, tipo, quantos dias em São Luiz, e quantos dias em Lençois. Onde ficar hospedado em lençois (cidade e pousada) e quais passeios fazer. Se não for pedir muito, o custo dos passeios. Muito obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carlos! Cote os passeios com agências locais como a Ecodunas http://www.ecodunas.com.br .

Veja um guia completo dos Lençóis no Turomaquia:
http://turomaquia.com/lencois-maranhenses-indice/

Carina
CarinaPermalink

Oi Carlos, Somos da Natur Turismo, nós que fizemos o roteiro da Lu na Rota das Emoções, fazemos tudo personalizado nso estados do Marnahão, Piaui e Ceará.
Visite nossa pagina na WEB e veja nossas opções
www.naturturismo.com.br
Um Abraço
Carina

Fernanada
FernanadaPermalink

Também estou querendo ficar no porto preguiças em agosto. Estou na dúvida se passo uma noite em Atins. Alguém tem alguma sugestão?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fernanda! O Ricardo Freire curtiu ficar uma noite em Santo Amaro. Já a Patricia de Camargo adorou ficar em Atins.

Leia o relato da Patricia:
http://turomaquia.com/lencois-maranhenses-indice/

Anita
AnitaPermalink

Estou com viagem marcada para os Lençois na segunda semana de junho. Hoje fui reservar os passeios e me informaram que as Lagoas Azul e Bonita estão secas, somente disponibilizaram o passeio à Lagoa do Peixe. Fiquei muito decepcionada pois imaginava estar indo em uma época de lagoas cheias...

Alguém esteve lá por agora? Essa informação procede? Vale a pena ir mesmo assim ou melhor deixar para outra ocasião?

Obrigada!!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Anita! A época para pegar as lagoas cheias nos Lençóis Maranhenses é entre julho e agosto. Pode ser que o inverno tenha sido pouco chuvoso.

Anita
AnitaPermalink

Pois é, deve ter tido pouca chuva mesmo, pois uma amiga foi ano passado em junho e conseguiu combinar lagoas cheias com São João. Acho que vou desistir....

zaira da silva chear
zaira da silva chearPermalink

Eu fui aos Lençóis Maranhenses em Julho desse ano e tive o prazer de ver as lagoas cheias. É sensacional!!! Vale a pena!!

Bianca
BiancaPermalink

Lu,
Vi no seu relato que tinha tempo curto (1 semana). Também vou ter um tempo curtíssimo.
Você tem esse roteiro de 7 dias?
No relato não consegui entender muito bem quais os lugares que pernoitou com qts passeios por dia e quantos dias ficou em cada lugar. Vi só o roteiro que vc recomendou se fizezze de novo (mas pra mim não tenho esse tempo todo)
Obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Bianca! Com uma semana é melhor ficar entre São Luís e os Lençóis. Separe 4 a 5 dias para a região do parque.

Bianca
BiancaPermalink

Na verdade são 9 dias (contando a chegada em slz e a saida de fortaleza)
Pelo relato da Lu ela fez o roteiro em 1 semana, acho q fica apertado mas dá, queria saber como ela fez exatamente.

Roderic
RodericPermalink

Estamos programando uma viagem aos Lençóis Maranhenses em julho, mas li um relato na net que este ano quase não choveu e as lagoas estão na sua maioria secas. Alguém esteve lá recentemente e pode dizer se esta informação procede?

Eduardo Mattar
Eduardo MattarPermalink

Oi Rodenic, realmente as lagoas estão muito escassas este ano pois como sabe o nordeste do Brasil está sofrendo com uma estiagem nunc antes vista. Mas nem tudo está perdido pois temos a região do Caburé com seu passeio pelo Rio Preguiça que dá uma hidrata no roteiro pois apesar da seca vale a pena ver o por-do-sol no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, sempre na região da Lagoa Azul, porem como esta com muito pouca água, se torna um único passeio ao Parque e depois temos as outras atividades.
Não deixe de visitar o Parque e desfrute dos roteiros alternativos que Barreirinhas oferece.
Abraço, Edu Mattar - EcoDnaS Turismo - Barreirinhas

Roderic
RodericPermalink

Valeu, Eduardo, mas deixarei os Lençóis para o ano que vem mesmo. Parece que a única lagoa com água suficiente é a do Peixe, que é perene. Vamos ver se em 2013 chove mais...

Rosana
RosanaPermalink

Estive nos Lençóis Maranhenses de 13/06 a 21/06 e pude constatar que as principais lagoas como a Bonita, Azul e Gaivota estão realmente secas, mas ainda tem lagoas com água na altura dos joelhos, com exceção da lagoa do Peixe que está bem cheia. Depois da visão de uma natureza de dunas perfeitas é reconfortante ficar submerso numa lagoa onde só se tem o trabalho de cruzar as pernas e ficar contemplando o contraste das cores da lagoa, da areia e do céu!!!
No 1º dia segui direto do aeroporto para Barreirinhas através de carro da Cooperativa (98-3258-9239) que cobra R$40,00 por pessoa e segue em vários horários por dia. No 2º dia fiz o passeio de boia cross em Cardosa pela manhã (interessante) e à tarde fui à lagoa do Peixe onde ficamos até o pôr do sol nas dunas. No 3º dia fiz o passeio pelo rio Preguiças, passando por Vassouras, Mandacaru e Caburé. De lá fui para a Pousada Rancho do Buna (98-3349-5005) em Atins passar 2 dias. Atins é completamente diferente de Barreirinhas. Se vc quer sossego, contato com a natureza, praia particular, fique em Atins. No 4º dia a pousada organizou um passeio para a lagoa Verde e depois o almoço no Restaurante Canto dos Lençóis (do seu Antonio) para comermos o famoso churrasco de camarão. No 5º dia fomos à lagoa do Mário (peça ao guia Manoel do Restaurante do seu Antonio 98-8881-3138/9146-7742 para te levar) e depois voltei de lancha para Barreirinhas. No 6º dia eu fui para Santo Amaro de ônibus da Cisne Branco até a parada de Sangue e foi aí que percebi que a minha viagem deveria ter começado por São Luis. Ou vc compra a passagem de van que vem de São Luis ou vc tem que ligar para o motorista da Toyota que espera os passageiros da van em Sangue para te esperar tb, pq o motorista da Toyota não espera mais os passageiros da Cisne Branco?! Conclusão: contrate a van em São Luis ou ligue para o motorista da Toyota com antecedência (98-8745-9614) ou tenha a sorte de arrumar uma carona. Chegando em Santo Amaro fui logo dar um “mergulho” no rio Alegre e tive a sorte de contar com a companhia do Guia Carlos Brito (98-8734-0615) que conhece a região como a palma da mão e tem muita história para nos enriquecer, além de ser perito no passeio que fiquei com vontade de fazer da próxima vez: a travessia de Santo Amaro a Atins ou a Barreirinhas.
Fiz o passeio das lagoas próximas à Gaivota que está seca até o pôr do sol nas dunas e no 7º dia fiz o passeio para Betânia e Espigão onde vimos mais dunas e rios. Não deixe de experimentar os camarões de Santo Amaro (enormes)!!!
No 8º dia fui para São Luis e me hospedei na Pousada Portas da Amazônia no centro histórico durante 2 dias.

nayara
nayaraPermalink

oi meu nome é nayara e estou com viagem macardano dia 22/07/2012 e estou sabendo que as lagoas estao secas, queria saber se a lagoa verde estar cheia....queri muito saber

Rodrigo Basso
Rodrigo BassoPermalink

Oi Nayara !
Estive em Atins no final de junho, a Lagoa Verde está com água pela cintura.
Em Santo Amaro estava tudo seco. Se passar por lá, sugiro dar uma passada no Espigão/Betânia.

Patricia Oliveira
Patricia OliveiraPermalink

Passei tanto tempo querendo ir à Lençóis e justo agora que estou com as passagens compradas desde janeiro para ir no feriado de 12/10 as lagoas estão vazias... Será que ainda é possível chover lá ou a temporada de chuvas realmente já acabou... Alguém com mais experiência sabe dizer se São Pedro, às vezes, erra no calendário? Alguma esperança?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Patricia! Infelizmente agora só no ano que vem. As chuvas caem no primeiro semestre.

gerardo
gerardoPermalink

Olá, eu acho que ate mitade de setembro da para ir, tem lagoas que sempre estao cheias nos Lençois e Jericoacoara é de mais o ano tudo.
Da para ter uma ideia do roteiro integral no mapa desse site:
http://www.jeri-delta-lencois.com/

Boa Viagem!

Gerardo

Daniel Linhares
Daniel LinharesPermalink

Então em novembro sem chances, tudo seco?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Daniel! Agora só lá por junho do ano que vem. Mas mesmo quando chove no primeiro semestre, o que não ocorreu este ano, novembro não vale a pena.

Cláudio Junio
Cláudio JunioPermalink

É, fui agora em 18/AGOSTO e estava bem seco... Com exceção da Verde e Peixe que parecem nunca secar, andamos bastante até chegar nas mesmas. O negócio é aguardar o período das chuvas, pois nesse ano não foi nada generoso com a região. Mas mesmo assim foi muito gratificante conhecer lugar tão lindo, logo logo estou de volta.

Fábio Pastorello
Fábio PastorelloPermalink

Que legal o relato. Ano passado fui até os Lençóis e amei ficar em Atins, no Rancho do Buna. Agora vou ficar duas semanas, mas somente no Ceará. Além de Jericoacoara e Fortaleza, que outros lugares vcs recomendam ficar alguns dias?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fabio! Flexeiras e Icaraizinho de Amontada, na costa oeste, têm boas pousadas e estão no caminho de Jeri. Barra Grande, no Piauí, fica além de Jericoacoara, e é um reduto de kitesurfistas com uma praia muito bonita. Na costa leste, Canoa Quebrada é bem mais bacana para quem fica (sobretudo no fim de semana) do que para quem faz o bate-volta.

Fábio Pastorello
Fábio PastorelloPermalink

Que ótimo, obrigado pelas informações. Canoa Quebrada já conheço, mas realmente foi de bate volta e foi uma correria só. Vale a pena voltar mesmo. Vou abusar um pouco nas dúvidas, rs. No caso de Flexeiras e Icaraizinho, vc sabe se dá pra chegar lá de ônibus ou algum outro meio que não seja carro próprio? E de lá é possível ir para Jeri, também da mesma maneira? Ou teríamos que voltar para Fortaleza e de lá pegar o ônibus para Jericoacara? Grato desde já pela ajuda, Fábio.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fábio! A concessionária para as praias do oeste é a http://www.fretcar.com.br/index.php . A sede do município onde está Flexeiras é Trairi; Flexeiras está no caminho. A sede do município onde está Icaraizinho é Amontada; fica a 25 km, provavelmente fora da rota dos ônibus intermunicipais. Deve ser possível fazer de ônibus, mas vá com tempo de sobra e se preparando para pinga-pinga e baldeações. Informe-se melhor localmente.

Marcia
MarciaPermalink

Olá! Tenho uma viagem a trabalho para o Maranhão em maio, pensei em esticar para passar o fds em lençóis! N consegui encontrar alguma dica de "se for ficar só um fds o lugar é...?" Preciso decidir o roteiro desses 2 dias em lençóis, estarei sozinha... Alguém tem alguma dica?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Marcia! Você precisa de pelo menos três dias inteiros, sem contar o dia da chegada, nos Lençóis. Para um fim de semana, fique em São Luís mesmo; dê um pulinho em Alcântara.

Adriana
AdrianaPermalink

Oiii!!!Fiquei muito animada com seus relatos Lu. Gostaria de ir em julho ( so tenho essa data), vou de filha e marido e queria ter nocao de quantos dias preciso para fazer uma viagem tranquila e completa para lencois e para Lencois e Jeri. Desde ja agradeco.
Abcs.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Adriana! Pense em pelo menos 3 dias inteiros para São Luís (num deles vá a Alcântara), de 4 a 7 dias nos Lençóis, 2 a 3 dias para o Delta do Paranaíba e 3 a 4 dias para Jeri.

Valdinho Pellin
Valdinho PellinPermalink

Ótimo. Estarei indo para os lençois no final de julho.

Renata
RenataPermalink

Muiiiito obrigada!!!!!!!!!

Débora
DéboraPermalink

Olá, gostaria de saber se o mÊs de janeiro é um bom mês para visitar lençóis?? Pois, estarei de férias e pretendo ficar 20 dias por lá.

Alguém sabe como é o tempo em Lençóis nesta época do ano?

obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Débora! A época recomendada para ir aos Lençóis Maranhenses é de meados de junho a meados de setembro, para poder ver as lagoas cheias.

lúcia
lúciaPermalink

Este ano, ao que parece, choveu bastante no Maranhão. Haverá alguma chance das lagoas estarem cheias, nos lençois, no final de setembro ou no início de outubro? Ou não vale a pena arriscar?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Lúcia! É que nem neve, não dá para saber até quando dura. O Ricardo Freire precisou atrasar sua viagem e este ano vai no finzinho de setembro, então poderemos saber o que dura até o fim de setembro em anos chuvosos.

Elaine
ElainePermalink

Olá! Gostaria de saber como estavam as lagoas na viagem do Ricardo Freire em setembro de 2013, se cheias ou não, pois pretendo ir neste ano em setembro. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Elaine! Para ver como estavam as lagoas visitadas pelo Ricardo Freire em setembro do ano passado, leia aqui: https://www.viajenaviagem.com/2013/09/vnvbrasil-ao-vivo-de-santo-amaro-do-maranhao/

Aline
AlinePermalink

Boa tarde, tudo bem?
Estou programando minha viagem, mas preciso de uma informação. Como eu faço para fazer esse percurso sugerido por vocês? Atins / Caburé / Paulino Neves / Tutóia / Parnaíba - passeio do Delta, com almoço na ilha das Canárias, depois visita ao porto das Barcas, e Pedra do Sal e seguir para Barra Grande, via Luís Correia (outra praia)
Quero sair de Atins, fazer o passeio do Delta e ir até Barra Grande, mas não consegui acertar a logística para fazer isso em um único dia.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Aline! É impossível fazer isso num único dia. Para fazer o passeio do Delta você precisa já estar em Parnaíba ou no máximo em Barra Grande. De Atins até Parnaíba você leva boa parte de um dia de viagem.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/como-chegar-lencois-maranhenses