Troca de casas/home exchange: alguém aí já fez?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Apartamento em Malasaña, MadriA Renata R. fez uma perguntinha off-topic, mas com razão: não há nenhum tópico devotado à dúvida dela.

O mais aparentado aqui no site é a série sobre aluguel de apartamento por temporada no exterior, mas não é a mesma coisa.

Ela gostaria de falar com gente que já tivesse feito troca de casa nas férias, por meio de sites como o TrocaCasa.com (interface em português do site HomeExchange.com).

De gente que eu tenha conhecido pessoalmente, só lembro da amiga de uma amiga minha, que mora na Gávea, no Rio. Ela já tinha trocado de casa duas vezes, com sucesso.

O conceito é ótimo -- você pode trocar sua casa pela de outra pessoa pela duração das férias, sem desembolsar um tostão com hospedagem. A parte mais difícil é conciliar as datas das férias dos dois proprietários.



Dei uma entradinha de novo agora no site do TrocaCasa.com para ver se via alguma novidade, mas aparentemente o esquema continua igualzinho ao que era há dez anos. Não consigo perceber uma evolução para uma comunidade, aproveitando recursos já testados por CouchSurfing e AirBnB. Talvez seja mais importante preservar a privacidade de pessoas que mostram a sua casa na rede e se propõem a se ausentar dela por um tempo. Mas posso estar dizendo besteira, porque não me associei e portanto ainda não naveguei por áreas exclusivas para associados.

Precisamos, pois, de testemunhos de quem já tenha participado, ou pelo menos tentado.

Quem tem uma história pra contar? Digaí! Obrigado!

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email
Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem


13 comentários

Renata R.
Renata R.PermalinkResponder

Valeu Ricardo pelo post exclusivo! Eu tambem conheco uma amiga de uma amiga que ja fez 2 trocas ( com sucesso!), sendo uma delas bem recente ( ela foi para a Suica e deixou a casa dela aqui em Toronto). Nos estamos querendo passar o verao de 2012 na Europa e estamos estudando a possibilidade...mas na verdade eu acho que tenho que criar um "desapego" maior com as coisas da minha casinha antes!kkkkkk

Juliana Afonso

Parece besta mas a primeira vez que ouvi falar dessa possibilidade de "turismo" foi no filme "O amor não tira férias" (The Holiday, em inglês), o qual recomendo!

A última Viagem e Turismo, por coincidência, falou do tema. É possível ler a matéria na íntegra nesse link: http://viajeaqui.abril.com.br/materias/site-de-troca-e-aluguel-de-casa-em-viagem

Tenho muita vontade de fazer algo desse tipo! A maior dúvida é quanto à segurança do processo... mas na questão desapego já estou vacinada! =D

Nana
NanaPermalinkResponder

tenho meu imóvel registrado em 2 sites porque acho que um só priva muito a escolha. O ideal pra realizar a troca é receber antes de ir no meu caso por exemplo.(acho a troca simultânea e opção "segunda casa melhor")A opção de carro incluído não te recomendo.Tenha cuidado porque em muitas opções a casa é uma maravilha, a negociação vai de vento em poupa quando vocêe descobre que está conversando com alguem que é corretor tentando tirar proveito do imóvel alheio ou no final diz que só pode alugar.
Dica: peça um histórico de quem vive, ou do caseiro, o concierge do imóvel.

Nana
NanaPermalinkResponder

Ah esqueci de registrar melhores países para troca: África do Sul, Austrália, França e México

Nana
NanaPermalinkResponder

tenho meu imóvel registrado em 2 sites porque acho que um só priva muito a escolha. O ideal pra realizar a troca é receber antes de ir no meu caso por exemplo.(acho a troca simultânea e opção “segunda casa melhor”)A opção de carro incluído não te recomendo.Tenha cuidado porque em muitas opções a casa é uma maravilha, a negociação vai de vento em poupa quando vocêe descobre que está conversando com alguem que é corretor tentando tirar proveito do imóvel alheio ou no final diz que só pode alugar.
Dica: peça um histórico de quem vive, ou do caseiro, o concierge do imóvel.

val
valPermalinkResponder

não é pra mim...nem se o Jude Law viesse de brinde. wink

Lucia
LuciaPermalinkResponder

Val,

com o Jude Law de brinde eu abriria uma exceção viu...uhauhauha

Amanda
AmandaPermalinkResponder

Ricardo, taí uma excelente opção para viajar. Eu e meu marido gostamos muito do HomeExchange e já tivemos duas ótimas experiências. Fizemos duas trocas não simultâneas. Uma nós hospedamos um casal de franceses em nossa casa e a outra nós fomos para a casa de uma familia de holandeses. O melhor de tudo é poder sair do ritmo de "turistas empacotados" e viver a viagem com outros olhos. Apreciar a cultura local com mais intensidade e ainda assim ter a oportunidade de conhecer outras pessoas. Acreditamos ser uma rica experiência! Nas próximas férias com certeza devemos optar pelo HomeExchange again! Otimo post viu? A propósito, sempre estamos por aqui seguindo os seus passos para aprender e também para planejar as nossas viagens. smile Abs.

Renata
RenataPermalinkResponder

Olha essa reportagem também, fala sobre troca de casa, explica alugumas dúvidas e fala do homeexchange e outros sites com o mesmo serviço!
Vale a pena dar uma olhadinha

adriana
adrianaPermalinkResponder

Oi Ricardo,
Eu e meu marido adoramos o sistema de troca de casas.Abaixo envio 2 links que mostram um pouco como foram duas de nossas experiencias utilizando o homeexchange.
Espero ter ajudado.
Abraços,
Adriana

http://www.viajarfazmuitobem.blogspot.com.br/2011/06/parisfranca-maiojunho2011.html

http://www.viajarfazmuitobem.blogspot.com.br/2011/11/voltei-gramado-08-anos-depois-e.html

Fernanda Lemos

Vi a possibilidade de troca de casa em um filme também e, este ano eu e minha família estamos pensando nesta possibilidade.
Muito bom ler todos estes comentários.

Adriana Pasello

Olá pessoal do VnV
Acabei de voltar de uma troca bem sucedida com o estado do Idaho.
Também recomendo o HomeExchange.com
Estou postando meus relatos lá no blog Diario de Viagem.

Mari D
Mari DPermalinkResponder

Sempre quis fazer a Troca de Casa, mas nunca cheguei a conseguir.. Em compensação, tenho testado outras formas de hospedagem grátis. Já usei muitas vezes o couchsurfing e agora conheci o TalkTalkBnb (http://bit.ly/TalkTalk_Bnb), uma rede em que é possível ficar hospedado na casa de outras pessoas pelo mundo enquanto ensina elas a falar português - e o legal é que tem um monte de gente tentando aprender nossa língua. smile

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar