Diário do blogueiro -- agora é pra valer: outono na área

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Feira no centro velho de Nice

OK, eu sei, já me queixei do tempo duas vezes neste périplo. A primeira vez, no começo de outubro, e muito rapidamente, em Positano, quando esfriou e choveu por 24 horas. A segunda vez, semana retrasada, em Veneza.

Agora eu sei que estava reclamando de barriga cheia. Fui agraciado com um outubro excepcionalmente quente e ensolarado por toda a Itália. Peguei dias bonitos em todos os lugares que fui (incluindo Veneza, onde ganhei um dia inteiro de céu claro para me fazer esquecer os três dias de céu plúmbeo). Passei calor de dia sempre que fiz caminhadas. E saracoteei pelas Cinque Terre com um céu magnífico, uma semana antes da chuvarada e dos desmoronamentos que você viu na TV.

Mas agora acho que o outono chegou pra valer. Ontem aqui na Côte d'Azur o solaço prometido para o dia inteiro ficou escondido atrás da névoa espessa. Hoje o chuvisco previsto deu as caras. E a previsão para os próximos sete dias -- sete dias! -- é de tempo feio.



Não dá pra reclamar: se eu quisesse certeza de dias bonitos, teria que vir no fim da primavera e durante o verão. Vai ser bom pra fazer um prós x contras de viajar fora da temporada mais bonita...

Amanhã vamos dormir perto de St. Tropez, e depois serão seis dias de Provence, em duas bases (uma perto de Aix, outra no Lubéron).

Se vocês quiserem mandar uns emails pra São Pedro, eu agradeço grin

A rede AccorHotels.com apoia essa temporada do VnV na Europa.

Os carros desta viagem são alugados com todos os seguros pela Mobility Cars.

O Mondial Travel é a assistência viagem oficial do #viajenaviagem no projeto Europa de carro.

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email
Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem


30 comentários

Mauro Nogueira

Alô, alô São Pedro, ajude nosso comandante !!!

Julie
JuliePermalinkResponder

Eu gosto de viajar nesta época, não sou muito fã de calor, acho que o outono na Europa é imbatível, porque amo as cores das folhas secas caídas pelo chão e as árvores desfolhadas...

Sandríssima
SandríssimaPermalinkResponder

Adorei o plúmbeo, mas não para vcs... Salvador tb está pumblea e estou adorando. S Pedro pode mandar para cá o frio - que gosto -, porque eu, egoisticamente, preciso que o comandante esteja bem, seco e feliz, escrevendo sobre a MINHA viagem. Amén... wink

Arthur | Agora vai MESMO

Vou dar um toque no Cacique Cobra Coral.

Alice
AlicePermalinkResponder

Ansiosa pelas dicas da França nesse outono!
Estou indo para Lyon semana que vem, dia 9, com mais três amigas. Teremos uma base em Lyon e pretendemos viajar pelas redondezas, não necessariamente bate e volta. Alguém tem alguma sugestão? (tenho 1 semana lá). Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alice! O Ricardo Freire infelizmente não vai passar por Lyon.

Mas siga as dicas espertíssimas de um especialista em França, o Rafael Romeiro, citado aqui pelo PêEsse:
https://www.viajenaviagem.com/2010/01/bourgogne-pra-silvia-r/comment-page-1/#comment-58193

Danielle
DaniellePermalinkResponder

Se vai se hospedar perto de St Tropez nao deixe de ir a Port Grimauld, cidade lacustre ao lado de St Tropez q é uma Mini Veneza linda !! Sinceramente, Riq, nunca vi nada igual ! E olha q fiz exatamente essa sua viagem em junho desse ano - Veneza, Milão, Cinque Terre, Nice, St Paul de Vence, Grassi, St Tropez, Mônaco, Cannes, St Raphael, etc, etc...
Vai por mim, sucesso garantido !

Danielle
DaniellePermalinkResponder

Ops ! E esqueci que passamos pelo Canyon du Verdon ! Depois de Grassi... Em dias de céu azul, desembocando no lago de um azul inexplicável !
Pesquisa Riq... Palavra de quem acabou de fazer esse roteiro !

Lu
LuPermalinkResponder

Ñ tenho dúvidas q vc vai a Gordes ... eta lugarzinho arretado!!

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Xiii, Riq, acho que Sao Pedro acabou de voltar das férias (q ele tira de maio até outubro) e ta super com vontade de trabalhar. Tô achando que o Arthur tem a melhor soluçao, so o Cacique Cobra Coral pra te ajudar nessa. smile

Amelia
AmeliaPermalinkResponder

Já eu, vou apelar para Santa Clara, já coloquei os ovos em posição, afinal se está dificil falar com o Pedrão .....

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalinkResponder

Oh do'! Voces nao podem passar pela Provence sem sol.
Pedrao, vamos colaborar...

Ana Veloso [Viajar na França]

Boa sorte, Riq! Vou mandar um email pra São Pedro pra tudo dar certo. Mas não garanto nada, pois sabe que na França existe uma expressão pra definir um tempo horroroso? "Un temps de Toussaint." Nesta época vai ser difícil. Mas o lado positivo é que este tempo escabroso é tradição desta época do ano, e você como viajante inveterado não poderia perder esta, não é mesmo? wink

Ana Luisa
Ana LuisaPermalinkResponder

Voltei de Paris no dia 22 ( fiquei uma semana). Peguei lindos dias, só choveu uma tarde, mas em compensação muito frio!!!!

Letícia Assreuy

Estive na Europa agora em outubro (12 a 30) e não tenho do que reclamar do tempo que peguei! Não peguei um dia de chuva em Londres (famosa pelas tais chuvas, imagina...), e pra melhorar, o céu sempre azulzinho! Em Amsterdam rolou chuva apenas no primeiro dia, todos os outros foram lindos! E em Paris teve apenas um dia que caiu uma chuva torrencial à tarde... nada que 15min debaixo do toldo da mercearia não resolvesse!

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Em Barcelona, o que nos consola eh que vão ser mais 7 dias de chuva, ou seja, ir embora amanha não vai fazer diferença rs....Ontem ainda deu para ir a Sagrada Familia ( 7 anos depois, valeu muito voltar, só vi andaime na época...), mas hoje a chuva foi muito pesada, ficamos entrando de loja em loja apenas. Ainda bem que os leres básicos para o Richard já tinham sido cobertos, mas Montjuic e Montserrat o tempo ano ajudou,,,,que São Pedro te de trégua! Principalmente na Provence!

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Digo o tempo não ajudou, essa correção automática......

Stefano
StefanoPermalinkResponder

Salve tripulação!!!

Ahh.. A Côte d'Azur.... Tão perto da Itália... Bem: na onda das promoções da KLM, decidi: vou pra Itália!!!!!!!!!!!!!!! Partindo em 13 de dezembro até 17 de janeiro!!!!! Mas quero passar, antes de chegar na Itália, em Barcelona (4/5d).

Vc acham viável (transporte + inverno) ir pra Milão de trem, via Côte d'Azur? Ou que não seja Milão, mas Zurique ou Munique, e dali vou descendo (Milão, etc etc, Roma? Se sim, que cidades da Côte d'Azur eu deveria visitar? Vcs passariam quanto tempo em cada uma?

Ou é inviável ou sem sentido pelo frio? Sem Côte d'Azur, faria o seguinte: pego uma low cost de Barcelona pra Roma (low cost.. hm... sei não!), subo a Itália (Roma > Napoli/Pompeia (bate-volta) > Roma > Perugia > Firenze > Pisa/Lucca (bate-volta) > Bologna > Veneza > Milão. E de Milão de volta pro Rio??? Se for viável $$$ passar em Munique (3d) e/ou Zurique (2d), posso ir e voltar de Milão, mas as lowcosts nao tão ajudando. Aceito trens =p

O que vcs acham? To correndo contra o tempo aqui pra pensar nas coisas pq a promoção da KLM tá acabando.. To tentando planejar com folga de dias, pensando mais num traçado inteligente (sem rodeios, barato)... Sobrando tempo, arrumo mais bate-voltas, extendo o tempo nas cidades...

Leste Europeu acho que nem pensar, agora, né???
Queria ir em Berlim, mas deixa pra um próximo verão... Acho que Munique vai me dar um gostinho de Alemanha! Qm sabe mais tempo em Munique com bate volta??? Hmm...

Agradeço os bizus e dicas e sugestões em cima desse meu pré-roteiro aí!
Stéfano

PS: To com aquela impressão de que fugi do tópico, mas não saberia muito aonde colocar isso... Se alguém da "produção" (salve, Bóia!) quiser movê-lo, fique a vontade!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Stefano! Não podemos mover perguntas de lugar. Cada comentário tem sua URL, isso não dá pra mexer.

A Côte d'Azur não é interessante no inverno. Vá à Côte d'Azur entre maio e no máximo outubro; os meses ideais são junho e setembro. O Ricardo Freire está lá agora só para checar rotas e traçar estratégias. Mas já esteve na época certa, que é a que sempre recomenda aos leitores.

Se quiser ir a Barcelona, tente encaixar na sua passagem transatlântica ou pegue low-cost. É muito longe para ir de trem.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2010/12/europa-no-inverno-impressoes-e-dicas-de-um-recem-chegado/
https://www.viajenaviagem.com/2007/04/italia-pra-aluna-da-carla/

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Acho que, para a Europa de um modo geral, as maiores chances de céu azul sem nuvens vão da segunda quinzena de maio até a primeira quinzena de setembro. Quanto mais no meio desse período, maiores são as chances de tempo firme. E, nesse miolo de meses, como os dias são mais longos, as chances de ter um dia todo ruim são menores.

É claro que existem regiões com maiores ou menores chances de chuva ou de céu cinza, mas em linhas gerais acho que é por ai. Quando viajo para algum destino europeu fora desse período da segunda quinzena de maio até a primeira quinzena de setembro assumo que a viagem é "de inverno", para não me estressar sentindo falta daquilo que provavelmente não terei. E a partir daí o que vier é lucro. Mas para fotografia não gosto mesmo.

Vou torcer muito por um calorzinho com céu azul na Provence.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Minhas viagens para o Brasil têm sido sempre no inverno brasileiro (verão espanhol). Morro de São Paulo choveu quase todos os dias, mas o tempo não estava frio. Em Natal e Pipa também choveu muito, em Itacaré, Barra Grande e Trancoso também choveu, mas depois o sol se levantou.

A diferença com a chuva no outono, é que aqui, em Europa, a chuva é seguida pelo frio. Os dias são curtos e tristes.
Eu prefiro o sol quando viajo. Eu gosto do frio, mas ensolarado.

Eu gosto da chuva e ser protegida em casa, ver a chuva e ouvir o som da chuva caindo. Pode ser poético e melancólico!

Mas a Europa é assim no outono, por isso nós gostamos tanto o calor do Caribe...

Stefano
StefanoPermalinkResponder

Oi Bóia e demais tripulantes!

Levando em conta que a Côte d'Azur não é recomendada no inverno, pensei aqui:

Deixarei Barcelona para uma próxima viagem. Uma viagem com direito a Côte d'Azur e depois subir para a regiões vinícolas próximas a Lyon e Dijon, algo que acho mais adequado para ir com a minha namorada, e não sozinho, como vou desta vez! O Riq recomenda Lyon como base e acho uma idéia muito interessante!

Agora, embora o comandante não recomende Europa no inverno, não terei outra chance de viajar para longe em no mínimo 1 ano e meio... Quiçá, 4 anos (internato + residência médica)....

Então, aproveitando os "bons preço" que consegui, o dólar estável, etc, vou encarar o rigoroso inverno!

Descartei Barcelona também por causa do alto custo das malas nas low costs.. Iria inviabilizar...

Começo em Berlim, passo 6 noites, depois sigo por Dresden (1 dia) e busco sono em Praga, por umas 2/3 noites. Depois Nuremberg por um dia e busco sono em Munique, aguardando o Reveillon que li (acho que no VnV mesmo ou no "Alemanha Porque Não?") ser muito animado! Será que valeria dormir 1 noite em Nuremberg e Dresden ou é melhor seguir viagem logo para a próxima base?

Em seguida, Salzburg por 1 dia e depois, possivelmente, Viena por 2/3 dias... E mais umas 15 noites na Itáááália, com bases em Firenze e Roma, principalmente! Talvez Milano fique para a próxima, pq é meio afastada de tudo... A ver...

O que acham? Vou ver o que vcs tem a dizer, perguntar a alguns amigos tb e fazer um roteiro pra vcs darem as ultimas dicas =D

OBSERVAÇÃO: Será tuuudo na base do CouchSurfing.org. Pra quem não conhece, é um site em que as pessoas se dispõe a receber desconhecidos em suas casas, por x dias... Existe todo um sistema de confiança, muito interessante e seguro! Só ouço falar bem! E de graça!
Vc não precisa receber ninguem se não quiser/puder... Ou pode só aceitar encontrar viajantes para um café!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Stefano! O Ricardo Freire sempre recomenda evitar ao máximo ficar apenas uma noite em qualquer lugar. Se é para ficar apenas uma noite, é preferível ver se não rola o esquema pit stop -- saindo de manhã de um lugar, deixando as malas na estação de trem ao chegar e seguindo viagem no fim do dia. Dresden e Nuremberg podem ser feitas assim.

Stefano
StefanoPermalinkResponder

Obrigado, desde já!

E PS: tenho que escrever menos, né?

Mariângela
MariângelaPermalinkResponder

Estou em Veneza, cheguei ontem debaixo de chuva e a bicha não cessa! E o povo não está nem aí...Hj, fiz o passeio de gôndola com o guarda chuva aberto! e mais um monte de gente fominha como eu. Abortei cinque-terre do roteiro por causa dos tristes episódios sad Depois de amanhã vou pra Florence, será que o chuva vai dar uma tregua? Está legal e estamos curtindo a viagem, mas na próxima vou evitar novembro.

Stefano
StefanoPermalinkResponder

Pois é, Bóia,

Quando a Dresden, Nurember e Salzburg acho que isso é super viável mesmo!

Tenho que estudar Nápoles e Pompéia, pois minha base "ao sul" será Roma.. Mas enfim.. Neste final de semana vou meter a cara nos estudos geográfico-turísticos =D

Obrigado e até!

Márcia
MárciaPermalinkResponder

Estou planejando ir a Cinque Terre em maio próximo, mas fiquei sabendo dos "desastres das chuvas" por lá. Estou na dúvida se vale a pena arriscar o passeio ou deixar para uma próxima oportunidade???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! As trilhas não reabrirão antes da Páscoa.

Acompanhe as notícias por este site lígure:

http://www.come-to-liguria.com/wordpress/cinque-terre/reopening-of-vernazza-railway-station/

heloisa
heloisaPermalinkResponder

Oi Bóia! Sabe me dizer qual hotel o Ricardo ficou perto de St. Tropez?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Heloisa! O Ricardo Freire ficou fora de St Tropez só por acaso, viu? É que por questões burocráticas ele precisava reservar hotéis que faziam parte do programa Welcome Rewards do Hoteis.com, e naquele momento, naquela área, com boa parte dos hotéis de St. Tropez em "fermeture annuelle", ele foi parar no vilarejo de Cogolin. Diz ele que é um lugar simpático. O hotel foi o Bliss.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar