Black Friday sem atropelos: o relato da Adri Lima

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Outlet Jersey Gardens

A querida Adriane Lima deixou um relato na caixa de comentários destes que não dá pra não virar post. Vai por ela:

Oi queridos trips, acabei marcando viagem para os EUA (Washington-DC) para o período da Black Friday e fui de perto ver o que acontece nesse dia. E olhem que eu tava com uma grávida! E não passamos por nenhum aperto!

Primeiro, acho que podemos incluir mais este evento no item “na CNN é bem pior”. Claro que há empurra-empurra em algumas lojas, mas há como evitar tranqüilamente. É só fugir dessas megapromoções com poucos itens disponíveis, que as lojas chamam de doorbusters (aham…), em lugares como Walmart e Best Buy, que geram aquela confusão que vemos na TV.

Os shoppings e outlets abrem meia-noite, mas não encaramos essa maratona não. Aproveitamos que tínhamos chegado há poucos dias e estávamos acordando muito cedo por causa da diferença de fuso de duas horas, e fomos ao shopping mais próximo de nós, o Tysons Corner, às 6 da manhã. O estacionamento já estava cheio, mas achamos vaga fácil. Começamos pela Macy´s e passeamos pelas lojas que queríamos durante toda a manhã, sem empurra-empurra. Das promoções que queríamos, só uma não conseguimos, pois tinha acabado durante a madrugada.

Às nove, quando Caetano foi levar as primeiras sacolas para o carro, ele disse que a procura por vagas no estacionamento já estava bem acirrada. Continuamos pelo shopping sem pressa, procurando pechinchas e sem grandes ambições. E evitamos itens que precisávamos experimentar, como roupas. Comprei muita maquiagem, acessorios e cremes nesse dia.

A partir das 11h, começamos a perceber os corredores mais apertados, e fomos embora.

Percebemos que toda lojinha tinha algumas promoções “doorbusters” valendo até meio-dia. Todas mesmo. Na Godiva, chocolates pela metade do preço… Na Sephora, kits por US$10… Na Apple, descontos bem mixurucas em alguns acessórios… e por aí vai. Depois do meio-dia, ficam as promoções que duram até acabar o estoque, e que podem durar todo o fim de semana, caso haja pouca procura. A Black Friday acaba invadindo todo o feriado. Importante ter uma idéia do preco que quer pagar nos itens, pois há descontos imperdiveis e também aqueles que se encontra nas lojas comumente. Descontos de menos de 30% eu nem olhava, a não ser que fosse para uma compra que eu já queria fazer, independente de desconto. Em dias normais as lojas já dão cupons para turistas e moradores que variam de 10 a 25%, mesmo…

De um modo geral, não vou encarar nunca ir pros EUA especialmente para a Black Friday, mas achei divertida a experiência, e curiosamente muito menos antropológica do que eu esperava. Achei uma boa chegar cedo, procurar um shopping que não fosse o  principal de toda uma região e deixar outlets para outro dia!

Sobre corredores lotados – que só aconteceram a partir das 11h da manhã, como já disse – não vi nada que quem deixa pra fazer as compras de Natal para a segunda quinzena de dezembro já não esteja acostumado!

Obrigadíssimo, Adri!

Leia mais:

29 comentários

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Adri, muito obrigada por esse comentário que desmistifica a idéia de que é um horror. A TV exagera mesmo e vcs fizeram a coisa certa - ir cedo. Tô comentando pouco mas vim aqui buscar um post para um amigo e não resisti! Parabéns Adri e Riq pelo post!

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Queridos, é sempre um prazer compartilhar e ajudar!
Adorei ver meu relato virar post! Pensar que tinha ido pro poço...! razz

val
valPermalinkResponder

Pior é a 25 de março num sábado de Dezembro!

mas eu ainda passo! wink

Alexandre RJ
Alexandre RJPermalinkResponder

Tive a mesma impressão que você. Só que levantei de madrugada para ver se era isso tudo mesmo, e me decepcionei.

Os produtos com desconto mesmo, tem poucas unidades, e ai é briga mesmo.

Mas vale muito a pena, na semana da BF, pegamos descontos bem interessantes.

Vladimir Almeida

Só uma pequena retificação. A autora do post afirmou que procurou um "shopping que não fosse o principal de toda uma região", mas o Tysons Corner é sim o maior da região de Washington DC-Baltimore-Norte da Virgínia. Só não é outlet, mas aí é outra categoria de shopping - muito mais tumultuado, de fato.

Malu
MaluPermalinkResponder

Estava em NY na semana do Thanksgiving 2012 e Black Friday.
Primeira coisa que me chamou a atenção foi a cidade lotada -não de turistas estrangeiros- de americanos. Eu não tinha intenção nenhuma de fazer compras nesse mega dia de descontos. No feriado de Thanksgiving,as lojas abrem 6hs da tarde e ficam a noite e dia seguinte de sexta-feira ininterruptamente. Nada de tumulto mesmo porque os descontos anunciados eram assim: 50%off ou seja a cada 150 dolares gastos vc paga 100 dolares. A pegadinha é que os preços estavam com valores reais.
Fui na Macy's na terça-feira antes da Black Friday e a loja inteira estava com preços arrasadores. Nos setores de bebês e crianças, malas, roupas masculinas e femininas, bolsas etc os descontos eram imperdíveis. Ex: um casaco de U$170 estava por U$49. Na semana anterior fui na Macy's de São Francisco e o mesmo casaco estava por U$179. Na TJMaxx as malas continuavam em promoção no sábado após a Black Friday. Comprei a minha sem confusão nenhuma. Acabei indo na Best Buy da Broadway na própria sexta-feira, no final da tarde, e comprei a câmera que meu filho pediu sem problema nenhum, inclusive com explicações e ajuda dos vendedores. Estava bem cheia mas nada como a CNN mostra, como disse a Adri. Depois disso tudo concluí que a semana toda vale a pena comprar.
Estava hospedada em um Flat e me abasteci antes do Thanksgiving pois avisaram que quase tudo fechava nesse dia. É ao contrário, quase tudo abre: Duanne Reade, Starbucks, Restaurantes, Whole Foods da Columbus Circle....alguns shows da Broadway. Não sei se é sempre assim mas esse ano foi.

Mon
MonPermalinkResponder

Em San Francisco foi bem tranquilo tbm! Nem na Macy's não tinha muvuca! E eu louca para observar o evento com um olhar antropológico... rs

Leonardo Andrade

Olá, Pessoal.
Gostaria de saber se é verdade que além da cota de U$ 500,00 para chagada através de via aérea, é possial acumular mais U$ 500,00 de compras no Duty Free (loja franca) do aeroporto no Brasil.
Obrigado

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Fui a NY no Thanksgiving + Black Friday de 2012 e gostei muito! Nada de tumulto em lugar nenhum. E lá estava eu na fila da Best Buy da 6th Ave 1 hora da manhã! A Macy's estava tão cheia como em qualquer outro dia daquele período. Uma dica valiosa é ficar de olho nos sites de "Black Friday" na véspera. Eles divulgam os jornais com as ofertas deste evento. Dá para programar o que comprar e em qual loja, dias antes! Espero repetir a dose em Orlando em 2013!

cristiano
cristianoPermalinkResponder

boa noite,

eu nunca viajei para orlando gostaria muito de ir e conhecer a semana do black friday, alguem se interessa de ir comigo?

Tatiane
TatianePermalinkResponder

Bom dia,

Estou pretendendo ir para NY uma semana antes do black friday 18 a 23 nov. Você saberia me dizer para fazer compras as coisas são mais caras nesta época?

Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tatiane! É barato fzer compras nos Estados Unidos 365 dias por ano.

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

E na semana pós BF as lojas ficam abertas?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Adriana! O comércio nunca fecha nos Estados Unidos. Outlets e lojas de departamento fecham no dia de Ação de Graças, na Páscoa, no dia 25 de dezembro e no dia 1º de janeiro, mas mesmo nesses dias você encontrará lojas de rua abertas.

Osvaldo
OsvaldoPermalinkResponder

Estarei em Nova York em plena black friday, com a minha esposa que está grávida. Pretendemos comprar um carrinho (stroller) com bebê conforto, além de roupas e acessórios para nós e para o bebê. Itens como carrinhos de bebê, banheira, babá eletrônica, terão descontos na black friday que compensem madrugar e pegar fila? Na Black Friday vale a pena ir até o Jersey Gardens Mall? Entre os dias 26/11/ e 03/12, quais seriam os ideais para fazer nossas compras?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Osvaldo! O Hugo, leitor do VnV, elaborou um guia para compras de enxoval de bebê usando a Amazon:

https://www.viajenaviagem.com/2012/11/enxoval-de-bebe-em-miami-e-nova-york/
https://www.viajenaviagem.com/2012/12/enxoval-de-bebe-nos-estados-unidos-o-que-comprar/

Achamos uma idéia mais bacana do que ficar em filas, e você pode aproveitar a viagem com a sua esposa wink

Jorge
JorgePermalinkResponder

Olá, alguém sabe me informar como ficam as lojas APÓS a Black Friday? Chegarei em Orlando na segunda-feira após a Black Friday (2 dez) e tenho medo de encontrar as lojas e outlets vazios.

Agradeço a atenção. Abraços!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jorge! As lojas têm estoque para abastecer as prateleiras pós-Black Friday! Conte depois pra gente a sua experiência smile

Pedro
PedroPermalinkResponder

Oi, também chego depois. Pior que logo no sábado dia 30. É muito ruim ficar nas 2 semanas seguintes? Abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! As lojas se reabastecem. Se você tem 2 semanas, então, não precisa se preocupar mesmo.

manu
manuPermalinkResponder

to indo sozinha dia 21 pra Miami e volto dia 29, será q vou me sentir mto sozinha la? ou é facil ter cia....preciso saber tb um lugar bem barato pra ficar.. alguém me indica?

Maurício
MaurícioPermalinkResponder

Está indo sozinha por opção ou por falta dela? Os hotéis mais baratos em Miami ficam próximos ao aeroporto, pretende ir à Orlando também?
Ahhh sairá de onde no Brasil?
Abcs Maurício

Ricardo Alexandre dos Santos

Compras na Black Friday nos USA

Serginho
SerginhoPermalinkResponder

Ola pessoal,
Data legal p se fazer compras em miami podemos considerar o black friday(sempre a ultima sexta feira de novembro) e os dias seguintes a ele??
Se puderem responder serei grato!!
Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Serginho! É legal fazer compras em Miami 365 dias por ano.

Dionisio
DionisioPermalinkResponder

Estou morando em Nova York, e fui "às compras" na Black Friday 2013. CONCLUSÃO: NÃO vale à pena.

Andei bastante por Outlets e lojas de descontos por aqui, nos últimos 2 meses, e os preços estavam bem melhores que essa black friday. Vá por mim: Os descontos na BF são, em média, 20%. Os descontos maiores, são tudo em mercadoria encalhada. As coisas "top de linha" não tinham desconto (algumas lojas, tipo Hugo Boss e Century21 nem SEQUER tinham desconto algum com relação ao preço normal).

Sempre tem uns brasileiros deslumbrados, mas são turistas (acostumados com o preço absurdo do Brasil). Mas vá por mim: Quando vc mora aqui, sua visão muda, sobre essas coisas... Estou por dentro dos preços da cidade, e não vi grandes descontos não. E olha que saí cedo de casa (8h da manhã) e andei até as 16h, em várias lojas (desde a Macys da 34th Street, até a Burlington do Brooklyn)

E aquele "empurra-empurra" nas lojas é pura jogada de marketing... Eles oferecem uns poucos descontos altos pros primeiros da fila (geralmente quem se submete a passar a madrugada toda na fila, a -04ºC, é o povo mais "miserável" daqui, tipo os imigrantes subempregados) que fazem isso pra ter 50% de desconto numa TV e num tablet. Não é a "fraude" da Black Friday brasileira existem sim, os descontos), mas também não é nada daquilo que vcs imaginam...

Só gostei do desconto nos produtos eletrônicos (20% em média).

Conclusão de um brasileiro que mora em NY e ADORA compras (praticamente virei "PHD" em compras aqui): NÃO venha na Black Friday. Quem bons descontos, venha DEPOIS do reveillon, e garimpe seus descontos (nos outlets, principalmente).

Sinceramente, vc acha que os comerciantes vão mesmo dar bons descontos a 20 dias do no natal? kkkkk! A resposta é em óbvia...

#Be Smart.

Thais
ThaisPermalinkResponder

Olá Gente.
Estou na maior dúvida... sem querer comprei passagens para ir para orlando de 21/11 a 02/12. Ou seja, vamos estar lá no dia de ação de graças e na black Friday.
É verdade que no dia de ação de graças os shoppings e outlets ficam fechados? E na black Friday será que encontraremos os parques vazios?
Obrigada

Abraços

Thais

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thais! Os outlets e shoppings e grandes lojas de departamento fecham na quinta-feira e abrem na noite de quinta, varando a madrugada.

Os parques estarão cheíssimos. O feriado é uma grande oportunidade de viagem dos americanos. Só os brasileiros estarão pensando em Black Friday em Orlando.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar