De catamarã a Klein Curaçao: o passeio do Neto

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Klein Curaçao

Klein (ou "Pequena") Curaçao é uma ilhota inabitada que está a duas horas de barco da "grande" Curaçao. O Neto fez o passeio a bordo do catamarã da Bounty, em um tour de dia inteiro que custa 98 dólares e inclui bebidas e refeições. Ele admite que pode ser um dia cansativo, mas considerou a praia de Klein Curaçao a mais bonita de sua viagem. Vai pelo Neto:

A viagem realmente foi muito bonita e divertida, apesar de um pouco cansativa. Saímos do hotel Renaissence às 6h40 com o trânsfer que foi contratado à parte por apenas US$ 9 por pessoa e passamos por vários outros hotéis para pegar muitas pessoas que iriam na mesma viagem conosco. Acredito que ao total éramos umas 40 pessoas, fora a tripulação. Contratamos o tour direto no hotel, onde se paga um adiantamento em dinheiro e o restante é no dia da viagem, podendo ser em dinheiro ou cartão (o preço é o mesmo que se for feito pelo site).

O passeio se inicia com um café da manhã simples, mas saboroso: café, leite, chá, pão preto com queijo e pão de hambúrguer com presunto (mas pode colocar também tomate e alface). A recomendação para aqueles que costumam a enjoar é de evitar comer e beber muito porque durante a ida o barco vai contra o vento e as ondas e balança bastante. Depois do café, o capitão faz uma palestra de segurança, em ótimo inglês, muito divertida e elucidativa. Para os que não falam inglês ele repete ao final uma versão reduzida em espanhol que dá para entender.

Klein Curaçao

Klein Curaçao

A navegação começa por volta das 8h10, e às 10h10 já estávamos na ilha, cuja a praia é uma beleza encantadora, certamente a mais bonita que visitei nos 10 dias em que fiquei em Aruba e Curaçao.

Klein Curaçao

O restante da ilha é bastante seco e deserto.

Klein Curaçao

Existe uma pequena vila de pescadores, que está abandonada, um farol antigo e em ruínas e os destroços de dois barcos aos quais se pode chegar perto depois de uma caminhada de uns 15 minutos.

Klein CuraçaoKlein CuraçaoKlein Curaçao

Para caminhada recomendo usar umas trilhas que foram feitas de concreto, porque a ilha é muito pedregosa e tem umas plantas que se parecem com os nossos carrapichos mas machucam muito. Se for caminhar é melhor levar calçados fechados ou uma sandália com sola grossa e não se aventurar pelo meio das moitas.

Em se tratando do que levar, a recomendação é, além da câmera (de preferência uma à prova d'água, para resistir ao embarque e desembarque feito pelo bote de borracha que nos deixa a uma profundidade de água na cintura e poder ser usada junto com o mergulho para fotografar os peixes), toalhas (o hotel fornece) e muito protetor solar. O capitão recomenda usar somente protetor e não bronzeador, porque o sol realmente é muito forte e existem poucos lugares para se proteger. Para beber e comer não é preciso levar nada, já que eles fornecem tudo (sistema all inclusive), até bebidas alcoólicas a partir do meio dia. A regra do open bar é que você pode beber tudo o que quiser e puder (refrigerantes, suco de laranja, água, cerveja, vinho branco e rosé, rum, vodka e alguns drinques) desde que, ao final da jornada, você possa sair andando por seus próprios meios do navio smile

Klein Curaçao

Quando se chega na ilha, o catamarã Jonalisa fica a cerca de 50 metros da praia, e quem sabe nadar pode mergulhar imediatamente após breve palestra do capitão sobre segurança na ilha e horários e ir nadando. Para os que não sabem, ou querem levar algo consigo, os botes ajudam a chegar até próximo à areia, mas é preciso desembarcar antes da arrebentação das pequenas ondas, o que dá água pela cintura. Aliás, o embarque e desembarque pode ser uma aventura para pessoas idosas ou muito novas e somente é recomendado para quem está em certa forma física.

Klein Curaçao

Durante todo o período da viagem a tripulação se esmera muito em cuidar de tudo e todos, sempre de bom humor e bem solicitamente. O capitão é muito simpático e engraçado apesar de fumar muito, aliás o fumo é permitido à bordo desde que não incomode quem está ao lado. O capitão se encarrega de fazer essa regra ser cumprida, mas alerta que a única parte do barco totalmente smoke friendly é a ponte de comando, onde ele fica.

O suporte com bebidas e um tripulante fica o tempo todo em uma choupana, onde pode se deixar as bagagens levadas à ilha sem preocupação. Como na ilha não há nada para se comprar, carteiras podem ficar a bordo bem como celulares, roupas, mochilas, etc. À ilha só deve ser levado o essencial, como protetor solar e toalhas.

Klein Curaçao

O passeio pela ilha deve ser feito na parte da manhã, quando a temperatura é menor, e ao meio dia se pode voltar a bordo nadando para pegar o início do open bar. Ao meio dia e meia os botes começam a levar as pessoas de volta para o churrasco que é saboroso e simples: peito de frango, costelinha e bistecas de porco para serem comidos com molho de amendoim (especialidade do capitão), salada de macarrão e atum, arroz, salada de repolho, pão e frutas para sobremesa (no dia foi abacaxi e melão).

Klein CuraçaoKlein CuraçaoKlein Curaçao

Depois do almoço pode-se voltar à ilha até as 14h30, quando tudo é recolhido e o barco parte rumo a Curaçao por volta das 15h. Mais duas horas de navegação, agora a favor do vento, então a vela é içada e a viagem é muito mais tranqüila sem o motor funcionando e o balançar das ondas tão acentuado. Hora certa para aproveitar para tomar sol nas redes em frente ao catamarã, tomando cerveja com os amigos e vendo Curaçao se aproximar. Já eram 17h15 quando chegamos e o capitão fez uma breve e divertida despedida.

Ao final, o trânsfer nos deixou no hotel cerca de 18h15, quase 12 horas depois de sairmos. Estávamos exaustos, cheios de sal e um pouco queimados de sol, mas muito felizes por termos passado um dia inteiro nesse pedaço de paraíso no Caribe onde fomos acompanhados por golfinhos durante a manhã (um grupo de cerca de 20 acompanhou o barco por quase meia hora) e tartarugas na água à tarde, e fizemos amigos durante a viagem.

Klein Curaçao

Klein Curaçao

Acredito que quem viaja de Mermaid tem um pouco mais de conforto e menos de aventura, porque o navio é mais fechado e lá na ilha eles têm um rancho onde é servido o churrasco e deve ter alguma estrutura sanitária. Qualquer que seja a escolha de empresa para visitar à ilha, recomendo àqueles com espírito aventureiro e gosto pelas belezas naturais.

Klein Curaçao

Obrigada, Neto!

Leia mais:

29 comentários

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Excelente o seu relato, Neto!

Obrigado por compartilhá-lo conosco!

Neto
NetoPermalinkResponder

Obrigado pelas palavras.

Foi uma viagem realmente fantástica e quem me inspirou a realizar o relato.

Fico contente por ter gostado.

Giselle
GisellePermalinkResponder

Amei as fotos incríveis e as dicas bastante úteis e específicas, melhorando o conforto do viajante! Certamente vou retornar à esse post quando pensar em ir para lá!

Neto
NetoPermalinkResponder

Obrigado.

Foram fotos que tirei despretensiosamente, mas a beleza do lugar acabou ajudando que eles ficassem assim

Kleber
KleberPermalinkResponder

Só um detalhe...
Como funciona o banheiro?
Tem no barco?

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Kleber! O barco tem um banheiro!

Livia Mochileira

uau!!!!!!! Que fotos são essas?!?!?!? Lindo demais esse lugar!

Neto
NetoPermalinkResponder

Realmente o lugar é lindo e merece ser visitado!

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Setembro passado estive em Curaçao e Aruba.
Com certeza Klein Curaçao foi o ponto alto de viagem!!!
O lugar é maravilhoso, sem falar que é comum ver tartarugas nadando próximo a orla.
Também fiz o passeio pela Bounty. Adorei o serviço deles (tribulação simpática e atenciosa, comida boa, bebida de qualidade e em boa quantidade...).

DanielaSM
DanielaSMPermalinkResponder

Oi gente! Eu e meu marido (em lua de mel) não tivemos a mesma sorte em Klein Curaçao... No dia em que fizemos o passeio houve uma tempestade no mar... Aproveitamos só o início da manhã com a praia linda, tal como nas fotos do Neto. Depois virou PROGRAMA DE ÍNDIO, e aí que entendi o significado da expressão "estamos juntos no mesmo barco"... Não tinha como sair dali, por mais que eu quisesse... Não cabiam direito todas as pessoas na parte fechada do Catamarã, a água batia nas nossas canelas (sim, estava alagado dentro do barco) e sabe como é, foi vendido passeio de dia inteiro e assim foi feito. Nada de voltar antes. Ficamos empilhados e molhados dentro do barco até rigorosamente o horário do retorno... Depois dessa, só entro em embarcações quando é estritamente rápido e necessário... O pior é que, ao final dos sete dias em Curaçau, acabamos sem conseguir visitar todas as maravilhosas praias da Grande Curaçau.
Ah, um lugar fora dos óbvios que nos surpreendeu positivamente: Parque Nacional Shete Boka.

Luís Fernando

Será que há alguma forma de fazer esse passeio sem ser via Catamarã (lanchas rápidas, ou algo do tipo)... 2 horas balançando num catamarã é muito para mim rsrsrs...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luís Fernando! Busque no Google por "speed boat Klein Curaçao" eu encontrei, mas não temos resenhas de leitores sobre o passeio em lancha smile

Luís Fernando

Blz, achei. Obrigado, Bóia!

Anita
AnitaPermalinkResponder

Que lugar é esse?! Lindo, só aumentou minha vontade de conhecer Aruba e Curaçao!

Neto, obrigada pelo relato!

Neto
NetoPermalinkResponder

Obrigado.

Assim que tiver outros passeios interessantes, escreverei relatos e postarei também.

Este post foi um convite da equipe do site, ao qual fiquei muito lisonjeado e vejo agora que o resultado ficou bom e agradou.

Bruno
BrunoPermalinkResponder

Conforme ia lendo o relato do Neto, já estava pensando em comentar a opção de ir para klein com o barco mermaid (até que ele citou). A grande vantagem, além do barco parecer ser maior e balançar menos, é você não precisar nadar a bordo para beber e almoçar, já que a mermaid tem exclusividade de uma barraca na praia, ou seja, você além de não precisar nadar até o barco ainda tem sombra para o dia inteiro caso queira. E o melhor: o preço é o mesmo do que vi aqui da outra empresa.
Passei uma semana em Curação e uma em Aruba, e o único lugar que vi tartaruga foi em Klein. Acho que emsmo prá quem enjoa ao andar de barco vale a pena. Pelo menos minha esposa enjoou e foi a praia que mais gostou...rs

Neto
NetoPermalinkResponder

Obrigado pela publicação do relato.

Além de ter sido uma viagem fantástica e inesquecível, o site agora me propiciou uma forma de compartilhá-la com outras pessoas.

IVAN PAIVA
IVAN PAIVAPermalinkResponder

Oi Neto,

Acabo de decidir pelo primeiro passeio que pretendo fazer em Curaçao.
No dia 20 pretendo fazer o passeio de catamarã até Klein Curaçao. Gostaria de saber se preciso comprar o passeio antecipadamente ou posso adquirir no hotel Renaissance onde estrei hospedado. Como ficarei apenas até dia 23 (chego dia 18 a noite e saio dia 23 na hora do almoço) terei poucos dias e tenho receio de náo conseguir vaga no passeio. Para comprar antecipadamente, como posso fazer?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ivan! Compre ao chegar, não haverá problema.

Melissa
MelissaPermalinkResponder

Adorei o relato!! Quero muito conhecer Klein Curacao, mas estou apreensiva porque vamos pra Curacao com minha filha, de 1ano e meio....crianças são permitidas? Seria muito estressante levá-la?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Melissa! São quase 12 horas desde a saída do hotel até o retorno. Talvez não seja o passeio mais indicado para uma criança de 1 ano e meio. Fora o bote para chegar até a ilha e os poucos lugares para deixar sua filha protegida do sol.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Melissa, resgatei esse tópico pelo mesmo motivo. Estarei com minha bebê da mesma idade da sua na época. Você acabou optando por fazer o passeio ou não? Se sim, como foi? smile
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Fazer passeios de dia inteiro, presos num barco, com fator vento e fator sol, com bebê, é uma judiação para o bebê e um estorvo em potencial para os outros passageiros.

Ariadny
AriadnyPermalinkResponder

Eu já estou planejando viagem a Curaçao ano que vem, e achava que já tinha visto de tudo possível pra fazer por lá, mas acho que me enganei, que lugar lindo! Com certeza, incluirei na minha lista "O que fazer"! Só mudando de assunto rapidamente, alguém saberia me dizer, se é preciso ter CNH internacional para dirigir em Curaçao? Pretendo alugar um carro por lá mas não encontro essa informação em nenhum site. Obrigada e parabéns pelo relato.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ariany! As locadores do Caribe a não costumam pedir a CNH internacional (PID). Para saber mais, leia:
https://www.viajenaviagem.com/2010/09/habilitacao-internacional-precisar-nao-precisa-mas-e-bom-ter

Cleber Barros
Cleber BarrosPermalinkResponder

Adorei o relato, vc acha que Maio e um bom mes para visitar a Ilha?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cleber! Sim, o tempo é firme e você encontra preços de baixa temporada.

Cleber
CleberPermalinkResponder

Oi Neto.
Seu relato e muito bom, gracas a ele fomos a Klein Curacao pela Mermaid e realmente a fizemos a coisa certa, e um pouco mais caro, mas vale a pena, eles tem um infraestrutura bem legal, e a viagem e bem mais tranquila. A unica observacao e que apesar de fazer a reserva, confirmar por email, ao chegarmos nao tinhamos os nomes na lista, mas como o barco nao estava cheio conseguimos embarcar.

ANA P PARA
ANA P PARAPermalinkResponder

Muito bom seu relato. Parabéns. Amei.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar