Conexão Los Angeles: um rolê por Santa Monica entre vôos

Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

Santa Monica Pier

Enviado especial | André Urso

Minha viagem a convite do Tourism Australia começou com uma escala em Los Angeles que ia das 7 da manhã à meia-noite, e que gerou o primeiro momento “o que fazer?” da viagem. Como resolvemos essa charada muito bem, resolvi escrever sobre a experiência aqui pra quem, algum dia, se encontrar na mesma situação e não queira virar um Tom Hanks em Terminal.


Se você vai fazer uma conexão em LA e tem algumas  boas horas sobrando entre um vôo e outro, saiba que isso não é problema. É solução. Então, depois dos perrengue da alfândega e da imigração, levante a poeira e aproveite.





Como um dos jornalistas do grupo em que eu estava havia alugado um carro, peguei uma carona com ele e fomos direto tomar um café da manhã no Urth Caffé de Melrose Ave., parte chic de West Hollywood. Apesar de ser trendy entre os locais e lotar de gente estilosa com cara de artista e produtor de cinema, o lugar não é pretensioso e vende comida orgânica da melhor qualidade. Tudo que pedimos veio gostoso, em porções fartas e bem caprichado. O serviço, apesar de prestativo é confuso e um pouco lento, mas vale a espera. Principalmente pelo preço, que, acredite, é bem menor ou igual ao que você pagaria para tomar um café similar em São Paulo, Rio ou Salvador. Quanto ao povo com cara de rico, pra falar a verdade, acho que é tudo vendedor das lojas bacanas da vizinhança e do shopping grã-fino que fica ali ao lado wink

Santa Monica

[Santa Monica]

Se você não está de carro, o melhor mesmo para não perder tempo pelas estradas que cortam LA, é pegar um taxi ou ônibus
para Santa Monica, que é a opção mais próxima do aeroporto e com mais concentração de diversão por m². Como fiz o caminho de carro, não posso dizer quanto tempo leva de ônibus, mas de táxi, sem trânsito, deve ser coisa de 25/35 minutos (que foi o tempo que levou de táxi na volta).

Como o aeroporto local, LAX, não tem lockers, e isso deve ter a ver com a paranóia pós-11 de setembro, para você deixar bagagem de mão guardada e fazer um passeio mais tranquilo, o primeiro passo ao chegar a Santa Monica é passar no hotel Wyndham e deixar seus pertences carregáveis lá. Pagamos $10 por volume, mas, conversando, vi que pode sair por $5. O pessoal é simpático e, na nossa experiência, foi super confiável.

Depois de deixar as malas no hotel, é hora de explorar o local. O Wyndham fica de frente para a entrada principal do píer de Santa Monica, a maior atração do lugar, mas nossa opção foi caminhar primeiro pela 3rd Street Promenade. Um boulevard só para pedestres, bem agradável e com muitas lojas das marcas mais desejadas pelos consumistas de plantão. Apple Store, Urban Outfitters, Nike Store, HM e muitos outros templos de consumo estão aqui. Então, você pode olhar as vitrines, ir passear no píer e depois voltar pra comprar o que realmente deseja sem o perigo de ser vitima de um ataque de consumismo desenfreado, o que é bem comum, acredite.

Santa Monica Pier

Saindo da Promenade e caindo no Píer, a diversão é garantida. A primeira coisa que você vai notar é a grande roda gigante e a antiga montanha russa. Elas foram as primeiros inauguradas na Costa Oeste e se tornaram grandes acontecimentos no começo do século 20, sendo, durante muitos anos, ponto de peregrinação para centenas de milhares de americanos em busca de diversão. Para dar mais um toque de saudosismo ao passeio, não deixe de ver também o belo carrossel que fica dentro de um salão próximo à entrada do píer. Mesmo que você não ande nele, acredite: você vai voltar no tempo.

Santa Monica

Outra grande atração no píer e que serve de cenários para infinitas fotos de turistas e locais é a placa que indica o fim da mitológica Route 66. Não sei se essa sinalização é verdade ou mito, mas que essa placa faz um grande sucesso por quem passa por ela, ah, isso faz.

Santa Monica

O píer conta com um bom número de restaurantes, lanchonetes e carrinhos vendendo de tudo para quem não deseja pagar muito. Conta também com um bom número de banheiros e até chuveiros pra quem foi dar um mergulho no mar do Pacífico e não quer voltar pra casa salgado. Hoje, apesar de bonito, descontraído e de estar sendo reformado, o lugar exala uma certa nostalgia de épocas passadas, típica de lugares que com o tempo deixaram de ser novidade e transformaram-se em lembranças de si mesmos. Mas que ainda representa um bom programa, não tenha a menor dúvida.

Venice Beach

[Venice Beach]

Findo o passeio pelo píer, desça e alugue uma bicicleta - $7 a hora - para um divertido passeio até Venice Beach, lar dos freaks mais simpáticos da California. Gente que foi ali tomar um ácido e nunca mais voltou, pode ser encontrada aqui. Vá pela ciclovia rente à praia e volte pela via das lojas. No meio do caminho, vá apreciando o mar, a paisagem e os tipos locais que fazem da Califórnia um estado cheio de personalidade.

Venice Beach

Venice Beach

Venice

Venice, mais largada que Santa Monica, é um amontoado de lojas que vende desde camisetas e frozen pipoca à receitas de maconha medicinal. Tudo aqui cheira a cannabis e as chances de encontrar os tipos mais loucos, haribôs e dar boas risadas é garantida.

Santa Monica

Santa Monica

Depois de devolvida a bike, você pode voltar para as compras na Promenade, lembra?, que fica pertinho dali ou aproveitar para uma caminhada pelos belos jardins da Ocean Avenue, que fica no limite de uma alta encosta em frente à praia, onde você pode sentar nos bancos ou na grama e admirar o belo pôr do sol californiano.

Santa Monica

Para quem está acompanhado e quer fechar o programa com chave de ouro, vai bem uma taça de vinho e um bom jantar num dos restaurantes com terraço e vista para a praia e para o pier. Não experimentamos, mas o The Lobster, parece ser uma boa pedida para essa ocasião.

Santa Monica

Ao cair da noite, hora de voltar ao aeroporto para novo check in rumo a Austrália, que é a nossa próxima parada nessa aventura. Pegamos as nossas bagagens no Wyndham, pedimos ao staff um táxi e pagamos por ele $35 nos 25 minutos de volta para o aeroporto de Los Angeles. Ao final, sensação de um dia muito bem aproveitado. O que parecia ser uma escala chata se transformou num grande passeio.

Viagem a convite do Tourism Australia.

Leia mais:

12 comentários

Raíssa
RaíssaPermalinkResponder

Em novembro, também passei um dia a mais em LA no retorno de uma excursão e fiquei hospedada no Hilton LAX, já que o nosso voo era bem cedo no dia seguinte.
A melhor opção p/ quem está nos arredores do aeroporto é ir para Santa Monica mesmo, e aí vem a minha dica: é só pegar o Big Blu Bus, que passa na frente de vários hotéis (inclusive na porta do Hilton). Ele te leva a Santa Monica por mísero $1 grin a "viagem" não é exatamente rápida, levou quase 1h, mas valeu muito a pena ter a chance de passar mais um dia naquela cidade deliciosa. Ah, recomendo demais o The Ivy at The Shore para um almocinho em Santa Monica, comida maravilhosa e ambiente lindo lindo.
No mais, não entendo pq tanta gente implica com LA! Passei, no total, 5 dias inteiros por lá e olha.. teria ficado mais se pudesse! Eu e minha mãe gostamos tanto que não vemos a hora de voltar smile

viviane
vivianePermalinkResponder

tb adoro LA, ja fui algumas vezes e acho q as pessoas gostam de dizer o q ouvem por aí (q LA nao tem graça). Mas é tudo falta de informação mesmo.

Ana
AnaPermalinkResponder

Conheci Santa Mônica em outubro e adorei.

Mariana Ferreira

Olá ! bóia, gostaria de saber informações de um vinhedo em Malibu que foi cenário do filme
se "beber não case 3"...
Malibu Rocky Oaks vineyards ( 340 Kanan Road Malibu, CA 90265 )
Gostaria de conhecer o locar ...
Será que é aberto ao público ?
É pago?
E fácil chegar?
Tem horário de visitação?
Tem guia explicando o local ?
Tem algum receptivo que faz esse passeio que saia de hollywood ?
Vi no programa do Bruno de Luca o " vai pra onde " ele foi de helicóptero, existe alguma empresa que faz esse passeio de helicóptero?
Se tiver mais informações ficaria grata...
Obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! O site não menciona nada sobre visitas. Você pode perguntar diretamente pelo email MalibuRockyOaks@gmail.com .

Elenice
ElenicePermalinkResponder

estive essa semana por lá e não conseguimos fazer quase nada na cidade, o trânsito é pessimo, peguei a dica do café a manhã na Urth porém chegamos lá e resolvemos andar mais uma quadra e paramos na Le Pain Quotidien, demoramos 1 hora do aeroporto até lá, depois seguimos pra calçada da fama q foi rápido e depois mais de uma hora novamente pra chegar no Pier Santa Mônica, a cidade é bacana mais com trânsito semelhante ao de São Paulo!

como vc disse, realmente a galerinha é bem descolada pelas "bandas" da Melrose Ave….rs

beijos
Leni

Luiz Sérgio Coqueiro

Caro Ricardo,
Como ouvinte assíduo seu, gostaria de uma sugestão.Estou programando uma viagem em julho para Califórnia. Irei descer em La, e já estou com um roteiro montado até São Francisco. Estou de carro e gostaria de ir até Las Vegas e quem sabe Gran Canyon ( neste período terei quatro dias para cumprir) que depois volto para São Diego e finalmente LA.
A minha dúvida é no trajeto de San Francisco para Las Vegas.Reservei dormir em Bakesfield, e depois seguir até Las Vegas.Você teria algumas sugestões????
Grato

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luiz Sérgio! Quem responde é A Bóia. Seu roteiro está bem confuso.

Comece lendo este post:
https://www.viajenaviagem.com/2012/03/california-las-vegas-yosemite-grand-canyon/

Debora
DeboraPermalinkResponder

Olá Bóia,

Irei para a Oceania em Novembro e na ida meu voo tem uma conexão de 13 horas em NY. Vai ser a primeira conexão do voo, portanto precisarei fazer imigração e alfândega lá, certo? Uma dúvida: terei que pegar as bagagens e despachar novamente? No caso eu chego lá às 6 da manhã e só pego o próximo voo às 18hs, assim que eu pegar a mala posso despachar novamente ou existe um tempo mínimo entre o despacho e o voo (por exemplo, se o voo é as 18hs, eu só poderia despachar 2 horas antes e aí teria que ficar andando com a mala). Pergunto isso pois eu gostaria de sair e dar uma volta em NY.
Na volta outro dilema rs a última conexão antes de voltar pro Brasil é em Atlanta e eu gostaria de alugar um carro para fazer umas compras. Como na viagem principal usarei poucas roupas, só terei uma mala despachada, posso voltar do outlet e despachar mais uma mala? Ou esse despacho só pode ser feito uma vez pra cada passageiro?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Debora! Você fará alfândega na chegada. Provavelmente poderá redespachar as bagagens imediatamente.

Não sabemos se você poderá despachar mais uma mala na escala de Atlanta. Informe-se com a cia. aérea e obtenha a resposta por escrito.

angelica fabricia

Iiiiii, me ajudem por favor... vou chegar em las vegas as 23:00 e meu voo 'e as 9 da manha do outro dia. O que fazer ne madrugada em Los Angeles???????? Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Angelica! Na madrugada, em qualquer lugar do mundo, a gente... dorme. Reserve um hotel nas cercanias do aeroporto, a maioria dá transporte.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar