Zoológico de Luján: por que não recomendamos a visita

Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

Luján

O Viaje na Viagem nunca tinha ido ao zoológico de Luján. Até que a Elisa, CEO do site, calhou de ir com a filhota passar o Carnaval em Buenos Aires, e resolveu conferir essa atração que está no roteiro de tantos brasileiros. O que ela viu? Animais fora do seu ritmo normal de alimentação e sono, expostos a uma interação que mais constrange do que entusiasma. É mais do que a pena que você sente no zoológico; é a pena que você sente no circo. [Riq Freire]

Texto e fotos | Elisa Araújo

A visita ao zoológico de Luján estava na programação da minha semana em Buenos Aires porque minha filha (8 anos) e eu tínhamos ouvido falar nesse local onde se podia "abraçar filhotes de leão". Ela ficou com essa idéia na cabeça e eu comecei a pesquisar o assunto. Além das informações práticas (como chegar, etc.) encontrei relatos negativos, denúncias e críticas sobre o local em si e sobre as condições em que os animais são mantidos. Alguns blogs não falam sobre o passeio e deduzi que essa é a maneira que encontraram de não divulgar o local, não estimular as visitas. Decidi manter o zôo na agenda para ver com meus próprios olhos e formar uma opinião sobre esse programa tão popular entre os brasileiros que viajam para a capital argentina. Optei por não prevenir minha filha sobre as questões que geram as denúncias (as crianças não vêem as coisas como os adultos, percebem detalhes que não vemos e não dão atenção a coisas às quais ficamos atentos).

Nosso balanço final, após a visita, ponderando a opinião da minha filha e depois de conversar com o comandante Ricardo Freire, é que se trata de um passeio que o Viaje na Viagem não recomenda. Leia abaixo a minha experiência e as minhas impressões.

Estrutura e aparência

Não há bilheteria. Quem entra a pé ou de carro paga diretamente para funcionários que ficam circulando no caminho da entrada. Os carros, táxis e algumas vans entram dentro do zôo e estacionam nas vagas espalhadas nas áreas mais próximas da entrada. Não há um estacionamento em separado, os carros passam (devagar) entre as filas de pessoas esperando para entrar nas jaulas dos tigres, da leoa e dos leõezinhos.

A impressão que me deu foi de estar em um grande sítio mal cuidado. O chão é de terra batida (quando chove deve virar lamaçal) ou grama não aparada. Algumas espécies circulam soltas -- patos, gansos, lhamas -- por isso é melhor olhar onde pisa porque os bichos passam o dia inteiro sendo alimentados pelos turistas. Logo, há grande produção de… cocô. É como andar numa fazenda. Em alguns locais, o cheiro também lembra o de uma fazenda.

Os locais que vendem comida oferecem basicamente fast food, empanadas e sanduíches. Há um restaurante, mas não cheguei até ele. Tínhamos optado por levar sanduíches feitos por nós no hotel (nosso quarto tinha uma pequena cozinha), frutas e biscoitos. Compramos lá suco de laranja feito na hora (estava ótimo) e água. Há mesas livres para sentar e comer, além de espaço para piquenique.

Os banheiros não agüentam o volume de pessoas -- os papéis usados vão sendo jogados no chão e formam pilhas. Não há limpeza na freqüência que seria necessária para suportar um dia de visitação pesada (eu fui numa segunda-feira de Carnaval, o local estava cheio de brasileiros e de argentinos).

Fila das elefantas

Fila para as elefantas

Preços

Em março de 2014, a entrada custava 200 pesos (cerca de R$ 45 no paralelo) para não-residentes acima de 2 anos de idade. Além disso, paga-se a comida comprada lá, o passeio de carrossel (fraquinho) e em todas (absolutamente todas) as "atrações" há uma cestinha em que os funcionários pedem "una colaboración" (as pessoas deixam 5 ou 10 pesos ou notas de reais de baixo valor).

Bebedouro do filhote

Filhote de leão no bebedouro

O que tem pra fazer além de ver os animais

Há um parquinho infantil do tipo que se encontra em praças: balanços e outros brinquedos para as crianças menores ou para as que não querem ficar horas em filas. Há um carrossel bem pobrezinho, mas esse é cobrado por fora (são 10 pesos). Um trenzinho aberto dá uma volta em torno do jardim dos tratores e dos carros antigos e também da grande jaula dos leões. As crianças gostam da experiência. Já o passeio de pônei é de chorar -- a criança é colocada sobre o pônei, anda 2 metros pra lá, 2 metros pra cá e pronto. Minha filha achou bobo e disse que é "uma exploração" do pônei.

Os carros antigos, carroças e tratores são uma parte interessante do local (e aumentam a sensação de se estar numa fazenda ou num sítio). As crianças podem subir em alguns e fazer pose de "estou dirigindo esse trator enorme, olha só!". Lhamas e gansos circulam por ali, passeando entre os humanos.

Comendo na mão dos turistas

Comendo na mão dos turistas

Os animais

Há animais domésticos e selvagens "domesticados". Logo na entrada está um grande cercado onde ficam cavalos, ovelhas, lhamas, pôneis, cabras e bodes. Um pouco mais à frente estão as jaulas dos tigres, da leoa e dos filhotes de leão. Os leões adultos ficam um pouco mais à frente. Dromedário e elefantas ficam no final. A tal interação com os animais se dá de duas maneiras: você pode alimentar os animais domésticos (com a comida específica que é vendida por 10 pesos em saquinhos logo na entrada) ou você pode acariciar e tirar fotos com os selvagens "domesticados".

Está aí um dos primeiros problemas na nossa opinião: os animais passam o dia inteiro comendo nas mãos dos turistas. E o zôo abre 7 dias por semana, todos os dias do ano. Ou seja, os bichos comem o dia inteiro, todos os dias. Pelo comportamento deles, são completamente condicionados a isso. Basta você se aproximar do cercado dos animais de fazenda para que eles venham tentar comer na sua mão.

Temos então as fotos e interação com os selvagens domesticados. No caso das elefantas, a experiência é assim: você fica na fila, na sua vez, avança, pega pedaços de banana já cortados e se posiciona onde o funcionário manda. Outro funcionário fica com sua câmera. Quando ele comanda, você levanta a mão com o pedaço de banana e a elefanta pega com a tromba. Faz isso uma vez, uma foto. Segunda vez, segunda foto. Terceira vez, terceira foto. Para a quarta foto, o funcionário dá um comando de voz e a elefanta levanta a tromba bem para o alto. É a pose final. O resultado são fotos divertidas, mas pense só: as elefantas (são duas) fazem isso o dia todo, 7 dias por semana, todos os dias do ano…. para que você, turista, tire fotos divertidas.

Os grandes felinos são a principal atração. Logo após termos chegado (entramos no zoo as 11 da manhã) a fila para a leoa estava tão grande que encerraram a "atração" (o numero de pessoas na fila era suficiente para o horário do expediente dela).

Filhote come

Leãozinho se alimenta

A interação com os filhotes de leão foi assim: entramos na jaula (entram as familias juntas) onde havia 4 filhotes de 5 meses. Dois dormiam, um estava comendo pedaços de carne crua e o outro estava deitado ao lado do bebedouro. Era nesse que podíamos passar a mão e tirar foto. O bichinho ou estava sonolento ou estava deprimido, porque tinha a cabeça virada para o lado oposto, quase enfiada no bebedouro. O filhote que comia estava com cara de triste e o filhote que dormia no fundo da jaula estava acorrentado (foi minha filha quem viu e me mostrou perguntando porque, isso a deixou incomodada). Na jaula ficam também dois cachorros. O funcionário me disse que os filhotes são criados com cachorros para que fiquem mais dóceis. A experiência não teve nada de fofinha, de segurar no colo uns bebezinhos de leão (bebês de leão foram feitos para isso?). A visão do filhote dormindo acorrentado foi super deprê.

Tigre

Señor Tigre

A jaula dos tigres (branco e de Bengala) é um ponto focal do zôo. Muita gente na fila, muita gente apenas olhando e fotografando. São animais enormes, lindos e parecem ser os menos dóceis. Não fiquei na fila, mas vi que o esquema é o mesmo -- eram três animais em rodízio, um para acariciar e posar, um dormindo e um se alimentando (coxas e sobrecoxas de ave). Só adultos podem entrar, só se pode por a mão no dorso do bichão.

lujan-pablo-dormindo

Pablo zzzzzzzz......

No final do nosso passeio fomos até a jaula do Pablo, um leão adulto. De novo, só adultos podem entrar. Eram 3 da tarde, Pablo estava dormindo, dormindo pesado. De vez em quando balançava o rabo ou movia um pouco uma das patas para espantar as moscas. A jaula é enorme, larga e alta, em forma de cilindro. Pablo dormia sobre uma plataforma de cerca de 1 metro de altura (atrás dessa jaula há outra, onde ficam outros leões e leoas fora de expediente, dormindo ou acordados). A semelhança do espaço com um picadeiro de circo é óbvia. Só não tem chicote e domador.

Você entra na jaula e segue as orientações do funcionário: sobe numa plataforma intermediária que deixa você de pé atrás do leão. Sorria, faça pose. Tem gente que faz V, tem gente que mostra o muque. O funcionário tira fotos. O resultado final das minhas fotos são imagens em que apareço sorrindo atras de um leão chapadão. Me senti péssima ao ver as fotos. É um troféu ruim.

Eu ficaria mais animada se Pablo estivesse acordado? Acho que não. É uma experiência falsa. O leão não é ele mesmo ali, não está em seu estado natural. É quase como tirar uma foto com a estátua de cera da rainha Elizabeth. Não é a rainha, você pode até se divertir exatamente por ser uma rainha fake de cera, mas no caso do leão, é diferente. É um animal vivo.

Leoa dorme

A leoa dorme

A opinião da minha filha (8 anos)

No dia seguinte, ela avaliou o passeio como "mais ou menos". Gostou de ter feito "amigas novas" (duas meninas argentinas com as quais brincou um pouco). Gostou do trem, dos carros antigos e do balanço. Achou as filas "enormes e ruins" e não gostou de não poder entrar nas jaulas dos bichos grandes. Disse que os filhotes de leão são "fofinhos, mas estavam tristes porque não estavam com a mãe deles". Nem se lembrou da elefanta.

Avaliação final

Não é um lugar ao qual quero voltar. Não recomendaria a amigos, mas descreveria o que vi, para que cada um tome sua decisão. Há denúncias pela internet de que os animais são dopados para que fiquem mansos. Não dá para afirmar isso porque eu não vi. Pode-se especular. O que vi são animais em ambientes que nem de longe lembram seus habitats naturais, fora seus ritmos naturais de alimentação e sono. Pense em você fora do seu ritmo de alimentação e sono… O que vi foram animais expostos a uma "interação" que não deve ser agradável para eles, especialmente os felinos (quem tem gatos sabe o quanto é estressante para eles o contato com estranhos) ou condicionados a uma interação motivada pela comida. Na minha opinião é um preço muito alto para pagar por fotos divertidas ou bonitas. Não o preço que você paga pelo ingresso ou o tempo que você fica nas filas. Quem paga preço alto são os animais.

Leia mais:

297 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Bia
BiaPermalink

Alguém tem dúvida de que esses animais sejam dopados?? São animais selvagens, que não ficam deitados pra vc fazer carinho e sorrir pra foto perto deles. Antes mesmo de saber dessa suspeita já senti um desconforto sobre esse zoo. Ninguém vai assumir a responsabilidade de colocar uma família dentro de uma jaula com leões sem ter certeza de que eles não serão atacados.

O lado hipócrita de tudo isso é que criticamos essa atração, mas amamos ir ao zoológico comum, vendo os animais enjaulados, mas de longe. me coloco nesse grupo, e desde que tomei consciência disso não fui mais ao zoo da minha cidade, apesar de amar a visita. Imagino que vou ficar triste vendo os animais presos.

Sabe o que tenho vontade de fazer agora? Ir a um safari, onde nós estamos presos em carros vendo os animais em seu habitat. Pode ter seus poréns, mas me parece a opção mais "humana" de passeio para ver a fauna.

Vi
ViPermalink

Fale por você, amiga...
Sempre detestei zoológicos !

Eric Walker
Eric WalkerPermalink

Não é hipocrisia escrever sobre o local em sua página que estará divulgando para milhares de turistas. O que vale mais, a real preocupação com os animais ou a repercussão de suas matéria?

Por que não tirou como aprendizado o que os sérios sites e blogs de viagens fazem em não divulgar o local?

A necessidade de um diferencial do site falou mais alto, não? Com a desculpa de que os seguidores decidam o que fazer.

Não concorda com o que é feito lá, há lugares específicos para denúncias.

Péssimo conteúdo!

A criação reflete o criador

Nada contra a divulgação, cada um é livre para expressar sua opinião.

Só é paradoxal dizer ser contra e fazer a divulgação para milhares de turistas pelo simples fato de se beneficiar com isso e depois jogar a decisão para os seguidores.

Não ofendi a ninguém aqui, somente expressei o que penso. Vamos ver o que faram com meu comentário!

Nicole
NicolePermalink

Oi Eric, tudo bem?
É a primeira vez que visito o site, vi umas fotos de uma menina aleatória com um tigre adormecido e me lembrei que essa situação sempre me intrigou, queria saber se eu estava enganada ou se os animais realmente estavam dopados. Joguei no google e apareceu o "viaje na viagem" e pude ter as informações que tanto busquei e nunca encontrei. Acho que isso não incita uma pessoa a ir ao zoológico (se ela tiver bom senso, não irá cogitar a ida) e são informações importantes. Quanto mais gente sabe sobre problemas em um lugar X, mais pessoas podem denunciar e modificar a situação do local. Eu gostei das informações que obtive... Mas antes de mais nada, compreendo sim seu comentário, mas sempre há duas visões, não é mesmo? Não sejamos tão severos no julgamento. Beijos

Renato
RenatoPermalink

Concordo com o Eric!!! Desnecessário um site desse "calibre" publicar mais um deprimente relato sobre esses pobres animais!!! Quem se interessa por turismo e pela cultura de outros países, está cansado de saber sobre esse "crime contra a fauna", esse desrespeito para com os pobres e indefesos animais, cometido em terras argentinas!!! Prefiro o silêncio do que a tal da informação realista!!! O ser humano, em geral, usa de uma pseudo "curiosidade" para alimentar sistemas podres como esse do que qualquer outra coisa!!! Realmente DEPRIMENTE!!!

Joze
JozePermalink

Olá Eric! Respeito muito sua opinião, contudo, sou a prova de que foi bom o viajenaviagem fazer esse post. Estava decidida a ir no zoológico por indicação de amigos, contudo, após ler esse post desisti do passeio e vou fazer outra coisa.

Só pra mostrar o lado positivo do post, independente do objetivo de quem o publicou.

Gisele
GiselePermalink

Olá Eric, entendo sua opinião, mas discordo. Não falar nada é se omitir e deixar que muitos continuem visitando o espaço porque só encontraram na internet as "informações oficiais". Estava agora mesmo visitando o site oficial do zôo e planejando o passeio, quando encontrei este texto que me fez repensar a visita. Parabéns à autora.

Mario
MarioPermalink

Sinceramente, concordo dopar os animais não é legal... Contudo de que outra forma seria possível a experiência de abraçar um leão, sem virar refeição ? Concordo com o Eric e sinceramente acho errado influenciar as pessoas a não irem, sendo que todos que vão já conhecem a proposta do passeio. Como CEO, a autora deveria sugerir e não denegrir... E continuo com vontade de conhecer o lugar pela experiência que irá proporcionar, principalmente ao meu filho de 4 anos. O mesmo motivo que impulsionou a leitora, mesmo já sabendo da proposta, visitar o lugar. NÂO estou querendo ofender ou criar polêmica, longe disso... MAS qui não é lugar para induzir o que pessoas devem ou não devem visitar.

Gabi
GabiPermalink

Mário, sem ofensas, mas descordo totalmente do seu posicionamento!
Dizer que "dopar os animais não é legal" é um eufemismo tremendo.
O que eles fazem é uma violência absurda!!!
E, realmente, não enxergo outra forma possível de abraçar um leão sem virar refeição, mas então, não abrace um leão!!!
Simples assim!
Animais não são bibelôs, nem brinquedos, que existem só para satisfazer nossos caprichos não!
Eles devem ter direito à vida, à liberdade, à poder viver em seu habitat natural.
Na minha opinião, quem acha normal, ou legal, dopar um animal só pra realizar o capricho de ter uma foto legal pra postar no facebook, é muito egoísta, e não tem qualquer consideração ou respeito pela vida (infeliz) dos animais....
Muito triste!
Espero do fundo do coração que esse zoológica seja realmente fechado, e pra nunca mais abrir!!

Leonardo
LeonardoPermalink

Olá, Mario. Já estive no lugar, e não tive a impressão de que os animais estivessem dopados. O leão estava acordado, e na jaula dos tigres, um deles não parava de andar de um lado para o outro, bem agitado. Mas estava solto, e no mesmo ambiente que nós. Se quisesse nos atacar, poderia, mas ele não enxerga essa possibilidade. São animais que nunca atacaram, foram criados lá, não foram capturados no ambiente selvagem e depois domesticados. Acho que se aproximam mais de cães adestrados. Não sei se faria novamente. mas a experiência pro seu filho não será a mesma que a sua: crianças não podem entrar na jaula e abraçar animais adultos. Ele vai ficar do lado de fora se você entrar.

Anderson
AndersonPermalink

E eu que sempre quis ir, agora não vou mais por causa desta matéria. E é a primeira vez que eu acesso este site!!

FERNANDA
FERNANDAPermalink

Olá Eric, tenho certeza de que não é hipocrisia, afinal ela relatou o olhar dela em relação a atração. As pessoas (inteligentes) são suficientemente capazes de olhar uma reportagem dessa e decidir se é bom ou ruim, se acreditam ou não. Infelizmente acho que você pensou como tantas outras pessoas quando por exemplo criticam o jornalismo ou o entretenimento da rede Globo, falam que é lavagem cerebral e tal. Concordo que seja realmente para as pessoas fracas ou ignorantes que não sabem questionar, criticar e aceitam tudo o que lhes é falado. Foi muito bom o relato dela visto que estou pesquisando sobre o assunto, pois sou bióloga e veterinária e irei visitar o zoológico agora mais dividida, pois os sites que omitem simplesmente por não divulgar (pois não concordam, ou não é bom) não estão fazendo o seu real papel, que é de mostrar o que uma cidade tem relatando pontos positivos, negativos e abrindo para discussão, pois é assim que se aprende!!!

Bruno Monteiro
Bruno MonteiroPermalink

Eric, em primeiro lugar vc precisa de um curso de português...não é "faram", é "farão". Em segundo lugar, a dona do blog está certíssima. qual é o problema dela querer expressar o q ela pensa? O blog é dela, ela escreve o que bem entender. Em terceiro lugar, vc realmente se importa mais com a repercussão das matérias do que com os animais? Coração de pedra, lamento por vc. E em quarto e ultimo lugar, "péssimo conteúdo" é você. Você não é um ser humano, é um insensível, coração gelado, mais violento do que esses animais selvagens. Te liga cara, por isso que sua vida tá uma m. Acorda.

Elias
EliasPermalink

Olá Pessoal,
Concordo com o nosso amigo Eric Walker, foram dignas as suas palavras.
Não concordo com essa blogueira em difamar o País que não é dela, e visitar um local pago, ou seja, pagou porque quis ninguém a obrigou.
Desejo sim visitar Lujan ,acho que vai ser um passeio inesquecível pra todos nos, as coisas ruim que possam acontecer ou ver por lá fica como aprendizado para as nossas vidas.

Kaká
KakáPermalink

Lujan é o Paraíso!!!! Todos os animais são muito bem tratados, saudáveis e respeitados!!!! E são muito felizes, sim!!!! Tem muita gente que é contra este zôo, várias sequer sem ter pisado lá e acusam, levianamente e sem comprovações que os animais são dopados ou explorados pelo ser humano egoísta, tirando as características selvagens das "feras". Ser contra o confinamento também sou, mas o Planeta não mais oferece segurança aos animais selvagens e exóticos. Espero que as pessoas que tanto criticam Lujan, também invistam seus tempos e comentários nas campanhas e ações que auxiliam nas causas para que selvas e savanas se tornem ambientes seguros e favoráveis à vida selvagem.

O problema maior é que a "natureza" se tornou o pior lugar para estes animais viverem "livres", seguros e felizes, pela ação do próprio homo "sapiens"... Sao caçados por toda a parte do mundo, sem grandes atenções ou intervenções das autoridades... pra virarem casaco, tapete, bolsa ou simplesmente pra se tornarem troféus empalhados nas paredes... Em Lujan, ao menos, são alegres, não ficam isolados como os que vivem em zoos tradicionais e nem se encontram na mira permanente de rifles ou sem alimentos após a destruição humana de suas cadeias alimentares. Vi em Lujan tigres, leões, todos os animais bem a vontade, brincando entre eles, "namorando" ardorosamente, um tanto de filhotinhos felinos... A reprodução espontânea também confirma a confiança dos animais no ambiente em que vivem, se sentem à vontade e seguros. Bem diferente da tristeza e depressão da grande maioria dos animais que vivem em zoológicos convencionais ou em habitats naturais sem condições básicas de sobrevivência.

E que Deus e Sao Francisco abençoem Lujan e as pessoas que nele trabalham com tanto amor, profissionalismo e respeito aos animais. Lujan desenvolve um trabalho muito serio e responsável com todos os animais abrigados ou nascidos no local, propiciando àqueles que amam animais uma experiência única!!!! Queria demonstrar ao vivo aos animais que lá se encontram um pouco do amor que tenho por eles. E minhas fotos não sao troféus!!! (sequer tenho registro em qualquer rede social ou intenção de expô-las como tal). Minhas fotos registraram encontros de muito carinho e respeito. ❤

E para você que quer visitar Lujan: Vá!!! Se espera por um local com infra estrutura de Parque Orlando, de fato irá se frustrar. Tenha as suas próprias impressões e conclusões! O local é limpo, banheiros organizados e as jaulas são limpas. Lujan nao recebe apoio financeiro de nenhuma instituição governamental e não tem fins lucrativos . Seu ingresso ajudará sim a custear aquela estrutura modesta, mas que reabilita animais abandonados, doentes e que trata com muita dignidade e amor da saúde física e mental de todos eles. ❤

Diana
DianaPermalink

Você tem certeza que conheces o zoo de Lujan? Na argentina, província de Buenos Aires? Não posso estar lendo isso depois de tudo o que vi aqui. Agência de turismo? Remíssaria?

Patrik
PatrikPermalink

Um ambiente que por si só não é o habitat natural desses animais e vc ainda chama de paraíso? Imagino que tipinho de pessoa vc deve ser!

Elaine
ElainePermalink

Bom dia!Muito obrigado pela informação !!Não tenho a menor vontade de ir em um lugar onde perceba que animais são dopados ou maltratados..Vc esta corretíssimo em expor sua opinião ,que pode ser a de muitos leitores.

Martha
MarthaPermalink

Que horror , meu deus, que gente patética patrocina isso visitando, participa disso ??? Depois quando o animal resolve "interagir" é condenado à morte pelas bestas humanas! Ai que ódio, viu!

daniel
danielPermalink

Fui agora em agosto e tive uma péssima impressão, nada tem a ver com o site que eles divulgam o Zoo, animais sonolentos e abatidos. ARREPENDIDO

Carla
CarlaPermalink

Eu e meu marido achamos tudo contrario, lugar muito legal, animais bem tratados,
não vimos animais chapados, alguns animais dormindo porque eles tem hábitos noturno, eles são tratados como animais domésticos e não como animais selvagens, gostamos do lugar que é parecido com uma fazenda rustico melhor que zoológico de cidade que é tudo cimentado, é uma linda experiencia recomendamos a todos!!! Fora que a Argentina não parece país de terceiro mundo, pessoas educadas, civilizadas e muito planejada!!!!

Renato
RenatoPermalink

Achei um lugar maravilhoso, rústico e com vários animais para interagir... Não temos só leões e tigres mas elefantes, iguanas, araras,cobras,patos,cavalos, camelos, lhamas, ursos,galos,galinhas,cachorros, etc... Todos vivendo em plena harmonia... Um excelente passeio para nossas crianças q hoje vivem num mundo muito urbano... Vale a pena conferir e tirar suas próprias conclusões... Abçs... RENATO

Glauci
GlauciPermalink

Fui ao Zoo de Lujan em julho desse ano e sinceramente achei o lugar muito bom, não tinha nada dessas babaquices que o povo fala de animais dopados ou maltrato; pelo menos eu não tive essa impressão. A "sujeira" que existe no local faz parte do ambiente, é um local rural, rústico, realmente se parece com uma fazenda. Os banheiros no dia em que fui me surpreenderam, pois estavam limpos e bem organizados, nada daquilo que já tinha ouvido falar. Notei também o quanto os animais tinham afeto pelos seus tratadores, estavam sempre por perto deles, e se os tratadores saiam de perto os animais iam atrás deles. Se fossem maltratados não haveria essa cumplicidade. Pra mim foi um sonho realizado, amei tudo, cada momento e recomendo pra quem quiser ir.

Priscila Carreiro
Priscila CarreiroPermalink

Primeiramente como eu amo este blog!!! Sempre pego dicas valiosíssimas para minhas viagens. Mas vamos ao assunto em questão, não sou do tipo que entra em tais questões pois cada um tem um ponto de vista pessoal, porém... Desta vez precisa FALARRRR.
Estive no zoo de lujan este ano, em julho junto com meu filhinho de anos 8 anos que estava comemorando e também com minhas sogrinha de 84 anos em sua primeira viajem internacional, meu filho é completamente louco por animais, é daquelas crianças que pegam cachorro na rua e querem levar pra casa... e óbvio esta numa mega expectativa em relação ao zoológico! ! Antes de falar precisamos buscar informações sobre alguns aspectos desconhecidos, tais como: Os felinos em questão são de abtos noturnos, então e óbvio que pela manhã eles estariam ou dormindo ou sonolentos. Até parece que ninguém nunca foi num zoo comum!! Os felinos agem igualmente durante o dia como os de lujan!! Dormem e dormem... sempre levei constantemente meu filho no zoo do RJ. Outra coisa que não foi mencionada, o zoo de lujan é visitado sempre por autoridades de todos os generos, estão sempre fiscalizando o tratamento dos animais! Não existe nada, feito as escondidas, podemos circular livremente pelo zoo se ouvisse algo errado, movimentos a fav3or dos animais ja teriam achado e se manifestado! Não podemos falar de algo que "deduzimos" que acontece.

Todo o lugar é simples, como uma fazenda, e tenta imitar na grande maioria o abtar próprio deles. Gente que gosta de bicho não liga em sujar os pés para estar mas perto deles.

Seria impossível descrever em palavras a experiência que vivemos, meu filho não queria vir embora!! E ele me fez prometer que voltariamos novamente! Ele chorou e disse, mãe foi o melhor aniversário da minha vida!! Em fim amamos! ! É incrível, uma experiência única. Sou uma pessoa mega medrosa, e me senti super segura. Ano que vem voltaremos novamente! !! Super indico e recomendo! Para crianças, idosos, casais, adolescentes... se for a Buenos, não deixe de viver este momento, e tire suas próprias conclusões. So tem uma coisa ruin, depois de Lujan, nenhum outro zoo tem tanta graça agora...

Marcelo
MarceloPermalink

Já que os animais ficam sonolentos de dia como em qualquer outro zoológico você deveria entrar nas jaulas dos felinos do zoo do rio de janeiro para acariciar o leão. Sera que a argentina descobriu a técnica cientifica do convivio entre felinos e seres humanos em jaulas? Responda e mude de opinião.

Diana
DianaPermalink

Sim, Marcelo...!!!: Sim descobrio. Como tantas outras coisas, Argentina descocbre, inventa, semepre um asso ao frente. Nao é toa que tem 5 Premios Nobel. Ai que é valioso ser penta, néh..? Povo culto e educado. Sempre diferente do resto de América. Agora também: ai esta a MAIOR RESERVA FELINA DO CONTINENTE.
E sim: e essa técnica cientifica tem um nome: IMPRITING.
Nao muitos sabem o que é isso. Mas, existe. E ai vc poder ver que funciona. Nao faz falta droga (que violenta qualquer bicho até fazer de ele um ser perigoso..). Só usar essa técnica nestos 22 anos, faz que hoje o mundo visite este zoo parabenizado pelas ONGs do mundo.
Entao, nos que nem somos capazes de pronunciar bem a palavra "IMPRAITING", achamos, deitados frente ao Animal Planet, que isso nao é possível nao... Deitados frente a TV com o nosso cachorro.... Aquele lobo que faz séculos se falava que nao era possível domesticar...
Ahhh... doidos argentinos que provocam tanta inveja....!
Lindo ver aqueles patinhos todos em fila detrais duma cachorra... Ja viu na net..? Bem, isso é aquela técnica. Saiba.
Agora, responde e mude de opinião. Sobre todo se ainda nao foi.

Pâmela Silva
Pâmela SilvaPermalink

Verdade concordo com a Nicole, eu e meu namorado estávamos querendo ir ,e decidi pesquisar sobre pessoas que já foram , e ainda bem que tem pessoas como ela que faz relatos bem tedalhaados . pois foi graças a esse post que desisti de ir , me desanimou muito saber disso , pois os animais não merece isso para que pessoas se divirtam com fotinhas .

Cintia
CintiaPermalink

Irei a Buenos Aires em breve, com certeza NÃO irei a esse zoo. Não suporto ver animais estressados, só de ver as fotos e ler o post me senti mal e isso valeu como um alerta e não incentivo à visitação. É uma tristeza ver essa imposição absurda aos animais, revoltante! Muito obrigada pelas ponderações, foi útil e consciente!

Renato
RenatoPermalink

É, minha cara Cintia... Infelizmente, como você mesma deve ter notado nas respostas desses cultos, nobres e informados "seres humanos" (será??) aí de cima que, o lugar é "legal", os animais são "bem tratados". "nenhum outro zoo terá tanta graça", blá, blá, blá... só nos resta uma única certeza: a "humanidade está perdida" em favor do lucro... e a qualquer custo... Qualquer coisa que divirta essas pobres almas, que façam com que se sintam superiores ao "resto do mundo", mesmo que esse poder e essa satisfação seja diante desses pobres animais manipulados e infelizes sim, já é o suficiente para as deixarem em pleno êxtase e as tornem em um nível "top" os próprios advogados do diabo (em sentido amplo)!!! Ainda espero o dia em que esses pobres animais aprisionem os lindos filhinhos dessa gente tão humana e culta e passem a fazer o mesmo, ou seja, que sua alimentação seja desregrada e excessiva como no caso deles, que estressem seus lindos filhinhos mimados de olhos azuis de forma extrema e os coloquem numa jaula para tirar fotos, claro que separados de suas lindas mãezinhas!!! E que venham as críticas desses "sensíveis animais racionais" em defesa do maravilhoso circo dos horrores de Lujan!!! Fiquem a vontade, sensíveis seres humanos!!! Críticas, comentários ou o tradicional "não vale a pena comentar o que esse louco disse"!!!

Ana Asseituno
Ana AsseitunoPermalink

Sempre gostei e admirei esse site pela quantidade e qualidade das informações compartilhadas, mas depois de se posicionarem contra o zoo de Lujan, admiro muito muito mais! Parabéns por divulgarem com seriedade uma informação tão lamentável!

Monique
MoniquePermalink

O que acho triste é ninguém perceber, por um instante sequer, que NÃO é natural um animal selvagem ser acariciado e ser exposto a tantas pessoas. Esses animais, é óbvio, foram domesticados. Mas pra que? Pra quem? eles podem ate ser muito bem tratados, bem cuidados, mas não é a natureza do animal agir desta forma. É triste ver que tem pessoas que acham lindo essa situação. É tão desumano tirar a natureza do animal. Por que o ser humano tem tanta necessidade de expor um ser inferior desta forma.
E uma grande pena ter pessoas que ainda acha linda esta situação.

Cris
CrisPermalink

E uma pergunta ainda pior: COMO foram domesticados? =(

amanda
amandaPermalink

achei um excelente texto. Para muitos que acham que essa matéria incentiva a ida ao zoológico, estão enganados. Já tinha incluído esse passeio, mas após ler esse texto já não vou mais.

Wagner
WagnerPermalink

Parabêns pela impressão sincera do blog. Após tudo o que se lê sobre esse assunto internet afora, creio não restar dúvidas sobre o que realmente acontece por lá. Estou indo na próxima semana a B.A e passarei longe desse lugar...

gerson
gersonPermalink

Vamos então, visitar os palácios europeus construídos com mão d obra escrava, a torre Eiffel com condiçőes subhumanas, Las Vegas com dinheiro do jogo 'oficializado, etc., etc., etc. Ou fique em casa e assista aos carnavais, políticos ou não, do nosso belo país. Grato.

Alda Alves
Alda AlvesPermalink

Caramba! Estou em um estado que nem consigo expressar. Mas é lamentável!
E faço questão de deixar meu comentário e registrar que perdi totalmente a vontade de fazer esse passeio e olha que ele era um passeio CERTO de fazer, que eu já havia planejado antes mesmo de planejar ir a Buenos aires, queria mesmo era ir em Lujan e "interagir" com a "natureza". Me encanta a natureza, os animais e os felinos então nem se fala, mas realmente nunca havia parado para pensar na situação dos bichinhos expostos a toda essa exausta rotina.
Já fiz um passeio ao Amazonas, aonde pude interagir com os botos, não sei se aquilo er ruim pra eles, mas eles estavam soltos no Rio, não tive essa impressão de um animal mal tratado, até mesmo um amigo meu que é do Ibama me disse que não é totalmente contra esse passeio do Boto, mas é totalmente contra outras coisas que ocorrem por lá como a captura de grandes cobras, jacarés e macaquinhos que tiram fotos com os turistas. Enfim... Muito bom seu post... Espero que muuuuuitas pessoas leiam, se conscientizem e se sensibilizem. Que nós tenhamos mais respeito à natureza. Me fez repensar esse meu "amor pela natureza" que não se importava com o bem estar do animal. Como você disse, aquele leão não está no estado normal dele, não está seguindo a natureza dele. Enfim. Obrigada pelo Post!

ALINE
ALINEPermalink

Existe uma Ong na Argentina (PROTECTORES de la VIDA ANIMAL) que solicita investigação e o fechamento do Zoo de Lujan. Existe até um abaixo-assinado pra isso https://www.change.org/.../pedimos-investigacion-y-cierre... . Certamente, não é à toa. :'(

Lisa
LisaPermalink

Meus caros, independente de os bichos serem dopados ou não, vamos fingir que não são, que o zoológico corre esse risco enorme de aproximar milhares de pessoas de animais selvagens que como vimos podem arrancar um membro de um ser humano sem esforço: é normal, saudável para um tigre, um leão, ficar 8h por dia em contato com humanos? No horário, que muitos de você falaram, que eles deveriam estar dormindo, sem barulho, sem interrupção? Imagina um filhote crescendo nesse meio. Sem poder brincar na grama, com os irmãos, com um ambiente natural, obrigado a interagir com seres que nem tem o por que interagir. Eu acho é um circo dos horrores, um desrespeito enorme à vida selvagem.
Existem zoológicos maravilhosos com equipes ótimas e animais saudáveis, com habitats completos onde podemos ver os animais e estes podem agir naturalmente, que são necessários por que infelizmente o habitat natural deles está acabando ou perturbado. Vá nestes (ex: San Diego, Parque das Aves, Taronga Zoo em Sydney). Sabe um dos jeitos que veterinários e biólogos veem que um animal selvagem está saudável? De acordo com o quão natural, o quão similar seu comportamento está quando comparado ao comportamento que ele têm na natureza. Agora me digam se estes animais do Luján tem sequer a opção de agir naturalmente. Se querem fechar os olhos para essa atrocidade só para tirarem fotos pro facebook e ganhar likes, isso é com a consciência de vocês.

Carolina Meneses
Carolina MenesesPermalink

Foi de suma importância para mim ter encontrado esse post pois sou contra maus tratos a qualquer tipo de animal e esse zôo exerce sim essa prática maldosa contra esses animais, lá são escravizados, forçados a fazer trabalhos que não fazem parte de sua vida, não são animais domésticos e então não deveriam viver como tal! Não acredito que conseguem ser felizes vivendo em jaulas, confinados a uma vida miserável, pagando um alto preço para agradar pessoas que não tem a menor noção de seu sofrimento!
Mas e fácil entender...basta se colocar no lugar do bicho! E aí! Gostou? Quer viver escravizado, fazendo trabalho forçado para agradar outras espécies?

Alex
AlexPermalink

Mim não tem Carolina.

Diana
DianaPermalink

Exatamente isso!!! Nos fomos em junho e foi uma experiência muito triste. Moramos em buenos Aires e os amigos que vieram nos visitar pediram para a gente os levar no zoo de Lujan. Fiquei muito triste com o que vi. Animais que não sabem que são animais. Não entrei em jaula, nem eu e nem o meu marido, não tiramos fotos e pedimos aos amigos para ir embora em seguida. Os animais que vimos estavam visivelmente fora dos padrões normais. Um leão não se mover quando colocam um pedaço de carne sobre a sua cara para que ele vire para a foto não me parece algo a ser encarado com naturalidade. O que mais foi é saber que todos estão ali por vaidade, afinal, é a foto com o leão, é o interagir com o animal feroz e registrar tudo para mostrar aos amigos, é a experiência impagável de estar tão próximo de algo que parecia tão distante. Mas é tudo uma farsa, a tristeza maquiada dos animais sempre acaba evidente e escutar nas filas intermináveis de brasileiros empolgados e ao mesmo tempo preocupados com a situação que tem pena dos animais dava vontade de sentar e chorar. Não vi ninguém desistindo de tirar foto ou se manifestando em favor dos animais através de atitudes concretas e não só falácias. Pegamos nossos amigos e fomos embora dizendo o porque estávamos indo. Naoé um lugar pra quem gosta de animais. É um lugar cruel e sombrio, que corta o coração da gente. O estranho é ver que o público principal, que mantêm aquilo aberto, é brasileiro e no Brasil, meus queridos, este zoo não duraria um dia.
Que Deus olhe por esses animais!

Mario
MarioPermalink

Post desatualizado e em alguns momentos "fresco". Onde já se viu alguém reclamar de cheiro de fazenda. Cada uma. É preciso dizer que lá os animais são bem tratados, o pelo, as condições, indicam isso. Alimentados? É um controle, já que a comida é vendida pelo próprio zoo. Diferente de alguns outros lugares onde os visitantes alimentam os animais escondidos, causando até mortes.
O zoo é fiscalizado constantemente devido às suspeitas de dopping. O que há é um condicionamento. Se olhar mais tarde, muitos dos animais estarão ativos. Essa sonolência é normal no início do dia, e há regras a serem seguidas, como não tocar o pescoço ou fazer movimentos bruscos. Menores também, que podem ser vistos como aperitivo, não podem entrar nas jaulas.
Não há dopping, se houvesse, seria descoberto com a maior facilidade pela inspeção. Acontece que algumas pessoas, por ignorância, estão tão acostumados a um tigre que arranca o pedaço de um braço de um menino por falta de controle, que fica desconfiado quando uma interação é planejada.

thiago
thiagoPermalink

Um exame que poderia ser facilmente comprado pelo zoo, afinal de contas so no brasil que existe corrupção não é?
A realidade é que o zoo é um ponto turistico chave do mesmo jeito que o cristo redentor é no rio onde tem muito dinheiro e muita gente em jogo. Confiar 100% na fiscalização é o mesmo que afirmar que o brasil ta livre da corrupção.

Dani
DaniPermalink

Concordo que ninguém fica feliz em ver animais presos em jaulas... Eu sou totalmente contra criar aves e peixes em casa, dentro de gaiolas/aquários minúsculos... Do mesmo modo que fico triste em ver animais maiores em jaulas proporcionais... PORÉM, a realidade é outra... As mesmas pessoas que defendem que eles tinham que estar livres, soltos no seu habitat natural, são as mesmas que não abrem mão de um lugar sem chão de terra batida (asfaltado), menos rústicos, etc... Que querem desenvolvimento pra cidade, querem conforto, querem casa nova, estruturas públicas, etc etc etc... Ou seja, onde mesmo "era" o habitat natural??? Não basta uma cobra aparecer na cidade, um lobo, um jacaré ou até mesmo uma aranha, procurando sobreviver nesse "habitat natural que restou" pra já ter uma leva de pessoas querendo matar, "se proteger"... Quanto muito, chamam alguém especializado que leva o animal pra "mata" minúscula restante em algum canto entre cidades, sem proteção contra caçadores/traficantes de animais e sem cadeia alimentar restante... Triste ver um animal no zoo, independente de qual for, realmente é... Mais triste é saber que não há mais lugares pra eles sobreviverem fora de lá... Vamos fechar os zoos? Vamos mandá-los para onde mesmo?...

Cristina
CristinaPermalink

Se tem tanto público nesse zoo (principalmente brasileiros) é porque ele é divulgado (principalmente no Brasil). Quase nenhum argentino frequenta esse lugar absurdo. É contra? Não recomenda? Então não escreva matérias que estimulem a curiosidade das pessoas! Assinem: https://www.change.org/p/pedimos-investigacion-y-cierre-del-zoo-lujan-cierrezoolujan

Danielle Guimarães Criscoullo

“Os animais selvagens nunca matam por diversão. ⛔ O homem é a única criatura para quem a tortura e a morte de seus semelhantes são divertidas.” James Froude ✋

Gabryela
GabryelaPermalink

Pois bem, não creio que o autor deste texto tenha realmente visitado o local, muita coisa não procede. Sim, alguns pontos referentes às jaulas poderiam ser repensados e modificados, mas dizer que estão magros é absolutamente leviano. Estive lá em outubro e o cenário encontrado foi outro. Sou sim a favor de qualquer tipo de melhora nas condições dos animais, mas não devemos ser levianos e falar sobre locais e fatos que não se viu de perto! O perigo de generalizarmos situações e não dimensionar as palavras é que podemos estragar um texto que poderia ser útil. Sobre a demora das filas, cheguei ao Zoológico, fui por conta própria (de onibus), e cheguei lá ás 14:30H, fiquei até ás 17:30H .. visitei todos os animais além de passar 50 min dentro da jaula do tigre, o segredo é não ir com excursão, porque normalmente todas as excursões saem no mesmo horário, e o zoológico fica vazio para aqueles que estão sem excursão. Em outubro/2014 a entrada estava 300 pesos .O Zoo foi simplesmente o melhor passeio que fiz na Argentina !

Luiza Helena Rizzo
Luiza Helena RizzoPermalink

Concordo plenamente contigo!

Renato Ferreira
Renato FerreiraPermalink

Olá, tive uma impressão parecida com a sua. Escrevi um texto em meu blog e fui escorraçado nos comentários. Parece que as pessoas sentem prazer em ver o sofrimento animal.
Se quiser dar uma olhada no meu texto, aqui esta o link: http://biodevaneios.com/2014/03/18/o-terrivel-zoologico-magico-da-argentina/
Parabéns pelo blog.
grande abraço.
Renato

Emerson Penerari
Emerson PenerariPermalink

Gostei do texto e da preocupação, mas senti um certo exagero, bem comum a essa geração atual. Estive no Lujan (e em vários Zoos argentinos e numa festa com cavalos) ha exatamente um ano, preocupadíssimo se veria algum tipo de exploração animal. Realmente, talvez os bichos se cansem de ficarem pousando para fotos, brasileiros ridículos gritando e crianças pentelhas apertando aves. Mas teve momentos que cheguei para tirar fotos e eles me falavam para esperar uma ou duas horas para os animais descansarem. Elefantes comem mesmo o dia todo, as lhamas e o dromedário foram simpaticíssimos e até os répteis estavam em seu estado normal, nada dopados. Após a visita ao zoo Temaiken, me lembrei do que sempre digo: o maior problema é o ser humano, mesmo. Esses mereciam ser enjaulados.

Ana Cláudia
Ana CláudiaPermalink

Difícil mesmo agradar a todos. Já fui 2 vezes ao Zôo Lujan, e gostamos. É um passeio diferente. Na primeira vez, fiquei um tempo na fila dos elefantes e na minha vez fecharam para eles descansarem. Ficou 2 horas fechado. O leão estava andando, não estava dopado. O tigre branco brincou com minha blusa e rasgou.. Acredito que que tem essa opinião deveria ir ao Temaiken.

Alexandre
AlexandrePermalink

Fui no zoo de luján em dezembro de 2013 e realmente é deplorável ver a situação em que se encontrava os animais. Sou contra o uso de animais em jaulas para entretenimento e muito mais contra com a situação daqueles de lá. Fui por imensa curiosidade e ter a experiência de encostar nos animais (como vc mesmo disse, exibo um troféu falso). É um passeio muuuuito recomendado. Pacotes de visita são vendidos nas ruas de Buenos Aires, em hoteis e hostels. Todo brasileiro que vai a bs as sabe desse zoo e vamos combinar que daqui a pouco vamos poder contar nos dedos qual brasileiro nunca foi em Bs As. No dia que fui só havia brasileiros e percebi uma repulsa de muitos argentinos ao Zoo. Encontrei leões meio grogs, outros animais famintos, como o urso e a lhama, já que se alimentavam só com o que os visitantes davam e tbm cheguei bem cedo. E os comentários das pessoas que estavam lá eram unânimes quanto aos mals tratamentos dados aos animais com relaçao a domesticação e uso de remédios e etc. No geral encontrei animais bem apresentaveis quanto a estética. Dão boas fotos. Mas para que esse tipo de coisa termine cabe mais a nós brasileiros de deixarmos a curiosidade de lado e boicotar visitas a esse zoo. Quem mais visita aquilo lá somos nós. Enfim, não recomendaria. Paguei pra ver e lá mesmo tive pena dos animais.

Alice
AlicePermalink

Este zoológico é um dos mais lindos que já vi...

Laura Carolina Giorgi
Laura Carolina GiorgiPermalink

Para entrar na jaula dos leões e tigres adultos, eu preciso apresentar identidade ou alguma coisa? Pretendo ir, mas não sei se eu recebo na entrada alguma coisa dizendo que posso entrar na jaula dos leões e tigres adultos, ou preciso mostrar a identidade, ou quem sabe, somente falar a idade... Por favor, preciso saber disso antes de ir.... Alguém já foi no camping? Se foi, é bom? Como é?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Laura! Não recomendamos o passeio. Leia o texto, por gentileza.

Beatiz bicudo
Beatiz bicudoPermalink

Acabei de voltar de buenos aires, a viagem foi incrível mas esse zoológico é péssimo, além de sujo é totalmente deprimente, os animais estão em lugares pequenos e cheio de mosquitos. Não recomendo aquele passeio para ninguém, acho que um lugar como aquele não deveria nem estar aberto. A única "jaula" que eu entrei foi a dos filhotes de tigres e leões, eles estavam segundo os veterinários dormindo e seus companheiros de "jaula", os cachorros, também. Não sei como leões e tigres, tanto adultos como filhotes, estavam na mesma jaula do que cachorros para que segundo os veterinários dessa forma eles(leões e tigres) aprendessem com os cães que não pode morder e não se comportar, eles tinham que ser como animais domésticos. É um lugar extremamente deprimente, eu particularmente não sou muito fã de animais mas eu os respeito como respeito qualquer ser humano e fiquei muito mal naquele lugar. Não me conformei em darem leite para animais selvagens..me pergunto desde quando animais selvagens tomam leite. Eu e minha família não recomendamos esse passeio para ninguém, além de não ser muito barato(300 pesos a entrada e o preço do transporte que varia conforme o que você escolhe), você não se sente bem lá, tem lugares muito melhores para se visitar em Buenos Aires. Chegamos na conclusão que la é um "campo de concentração" de animais.

Kelly
KellyPermalink

Primeiro, parabéns pelo site! Sempre consulto e me ajuda muito. Elisa, respeito demais a sua opinião sobre o Zoo Luján, mas acho uma pena muitas pessoas desistirem de visitar o local após ler a matéria. Acabamos de voltar do zoo. Na minha opinião, é um passeio que vale a pena! Vimos muitas famílias e crianças se divertindo. Algumas fazendo piquenique. Almoçamos no restaurante. Comida simples, mas gostosa a um preço acessível. Tivemos uma interação com os animais que nunca imaginava ter em minha vida. Que todos possam ir ao Zoo Luján para formar a sua própria opinião. Boa sorte e boa viagem, pessoal. wink

chris
chrisPermalink

Visitei Buenos Aires recentemente e fiz uma ótima viagem! Cidade linda! Vale a pena conhecer. Porém o que me deixou triste foi o passeio no Zoológico Luján. Bem, no dia do passeio estava super empolgada, pois amo animais. (lógico, que não sabia de maiores detalhes do local) Chegando ao Zoológico fiquei surpresa e triste com a situação, pelos seguintes motivos:
01- não possui estrutura adequada;
02- os animais vivem com fome e permanecem ao seu redor ''implorando'' por comida;
03- os animais (a maioria) são dopados;
04- os filhotes são separados da mãe e vivem com cachorros;
05- os animais vivem com sono, cansados;
06- são forçados a ''fazerem pose'' para as fotos.
......
Eu realmente não sabia de nenhum comentário negativo acerca do Zoológico, mas tirei a conclusão com a própria visita.
É lamentável a situação.

Claudia
ClaudiaPermalink

Sou uma apaixonada por vida animal. Estive agora (28/12/14) em Buenos Aires e,como todos que passeiam na Florida, fui abordada por pessoas mostrando fotos com filhotes de leão no colo. Aquilo me chamou a atencao. Guardei o nome do lugar e me propus pesquisar pra saber se valeria a pena incluir na proxima ida a BA... Adorei a sua honestidade... Definitivamente não irei, pois o bem-estar dos animais deve estar acima da curiosidade humana.

Dea
DeaPermalink

Nunca fui ao Lujan e, no momento, não planejo ir. Mas não posso julgar e dizer que os animais são "dopados" e "maltratados", simplesmente porque não há nenhuma comprovação da veracidade dessas afirmações, e seria irresponsável de minha parte fazer isso. Se acho "natural" que animais selvagens fiquem tão tranquilos ao lado de vários seres humanos que tiram fotos com eles todos os dias? Não acho. Mas podem existir milhares de explicações para isso, e o simples fato desses animais comerem tanto e terem sido criados e domesticados em cativeiro a vida inteira já explica um pouco o fato deles parecerem "desinteressados" pela caça. Enfim, respeito aqueles que não querem ir a esse e outros zoológicos, e respeito também aqueles que gostam de ir. Todo mundo tem direito de gostar ou deixar de gostar. O que eu não suporto é o julgamento incoerente e tendencioso de achar que quem vai a esse tipo de passeio é desumano e está contribuindo para a exploração dos animais. Digo "incoerente" porque eu tinha uma amiga de quem eu gostava muito, mas depois que ela virou vegetariana e defensora dos animais, começou a me criticar e criticar todos os amigos dela que comiam carne, que deixavam seus gatos saírem de casa e pegar "AIDs Felina", que davam audiência para zoológicos e parques temáticos com animais. Ela, em contrapartida, criava seus gatos e cachorros como se fossem filhos humanos, com "chocolatinho", aniversários, mantendo os gatos trancafiados dentro de casa... será que é "normal" criar um animal de forma robotizada e roubar qualquer instinto natural do bicho, até mesmo de caçar passarinho no quintal? No fundo, a casa dela também é um "circo". Ocorre que os gatos dela não matam pessoas, simplesmente porque são animais pequenos e de fácil convivência com os humanos (por isso mesmo, considerados "domésticos"), mas gatos e leões não são um tão animal quanto o outro? Por que, então, o gato pode ser domesticado e o leão não? O habitat natural dos leões não é o zoo, logicamente... mas também não me lembro desde quando o habitat natural do gato passou a ser casas e apartamentos. Se vai me criticar porque eu vou ao zoológico, então pare de criar seu bixo como gente trancado em casa.

Ana
AnaPermalink

Acontece que existem muitos animais (gatos e cachorros) abandonados por aí. Eles foram domesticados sim, não estão mais no seu "habitat natural" e isso é algo muito difícil de acontecer pois caso você não saiba, esses animais vivem assim a séculos. Animais selvagens, são SELVAGENS, eles estão, ou deveriam estar, inseridos na SELVA e tirar eles de lá para que sejam exibidos em zoologicos é algo absurdo e desumano. Sua amiga está errada em dar "chocolatinhos"? Está. Mas ela acolheu esse animais e acredito que faz o melhor por eles. O ideal, para gatos, é que fiquem trancados em casa mesmo e sabe porque? O ser humano é muito perverso. Existem milhares de casos de maus tratos, ou você não sabe disso? Manter eles dentro de casa é proteção. Essa comparação que você está fazendo entre gatos/cachorros e leões é SURREAL.

viviane
vivianePermalink

Ana dizer que a pessoa mantém um gato preso em casa para a segurança dele é o mesmo que alegar que o zoológico existe para a proteção dos animais já que muitos desses animais são caçados todos os dias na natureza. O mesmo cuidado dado em casa é o cuidado oferecido por diversos zoológicos, os animais são domesticados e tirados de seu habitat natural. O problema é que com os "animais de estimação" já é tão comum que ninguém questiona, ngm acha estranho um gato, um cachorro, um peixe, um pássaro ou seja lá o que for estar trancado em casa.. Ou você realmente acha que os "animais de estimação" só surgiram na terra depois que já existiam casas para que eles vivessem lá? Assim como os animais do zoológico todos eles foram obrigados a permanecer naquele local e assim então domesticados.

Ednei
EdneiPermalink

A comparação é interessante. E a resposta é sim. A maioria das raças domésticas cães e gatos surgiram depois da existência das "casas". Nunca existiu uma gato persa ou um pug na natureza. Foram criados por meio de seleção artificial para a vida doméstica. Um gato persa tem patas curta, boca pequena e pelo longo demais para conseguir viver sozinho na rua ou no mato. Um pug idem.

Adriane
AdrianePermalink

Hoje, dia 9 de janeiro de 2015 estive infelizmente neste zoológico pois meu filho quis conhecê-lo. Exatamente tudo o que a blogueira mencionou é verdade, um local feio, sem estrutura para os animais, quando cheguei fui até a jaula do chimpanzé e quando ele me viu foi até mim com um olhar de tristeza que cortou o meu coração. O que fazem com os felinos é uma sacanagem tremenda, para mim eles são dopados, imaginem só um leão deitado em uma espécie de mesa sem se levantar a nenhum momento todo o tempo que permaneci no local, é se chorar. Os filhotes de estavam intediados, de saco cheio com as pessoas que entravam após terem aguardado horas na fila embaixo de um calor irritante, se eu senti calor imagina os animais submetidos as vontades de seres "racionais" que queriam apenas levar as suas fotinhas para casa.
Eu odiei, sai de lá arrasada pensando o que eu poderia fazer para ajudar a fechar esse local terrível. Para mim eu dou nota 0. Se vcs amam os animais por favor não alimentem essa ideia.

Marcelo
MarceloPermalink

Fui ao zoológico ontem com um olhar bem atento diante a polemica quanto a situação dos animais. Ratifico as opiniões contrarias ao local. Os felinos expostos ao contato forcado com os homens pareciam exaustos e quando esboçavam um pequeno gesto de repulsa ao levantarem uma das patas logo eram sutilmente repreendidos pelo pseudo domador com uma PA na mao ao bater violentamente contra o solo. Percebi nitidamente o medo do felino e imagino a que condicionamento os animais são submetidos na calada da noite. Isso sem contar com a possibilidade de estarem sedados pois estavam sonolentos. Minha familia não entrou nas jaulas em respeito aos animais. Os patos bebiam nas poças acumuladas pelas chuvas. Não vimos lagos. Os ursos presos em cubículos e os chimpanzés se aproximaram de nos com olhares tristes como se estivessem pedindo socorro. Como nos nada poderíamos fazer eles voltaram novamente para dentro da cela sem esperança de dias melhores. Um passeio dispensável ao zoológico do horror. Por que só ha esse zoo nesses moldes na argentina? Sera que em nenhum pais mais desenvolvido conseguiu essa técnica de convívio entre felinos e seres humanos em jaulas? Respondam por favor e facilmente chegarão a conclusões definitivas. Como disse a pessoa que me vendeu o passeio: alguem tem que pagar o pato. Bom para o governo, bom para o zoo, bom para o turista e terrível para os animais. Esse relato sincero foi feito apos a venda do transfer e dos ingressos. O zoo tem que fechar. Os animais agradecem.

Marcelo
MarceloPermalink

Complementando comentário anterior, lembrei de ter assistido dentro do viveiro de aves exóticas os funcionarios do zoo do terror alimentando arara azul com papa frita com catchup, como se estivessem no mac Donald. Com isso encerro os meus comentários e recomendo a todos para exporem suas idéias para sensibilizarmos o governo a fechar esse local onde os animais são prisioneiros sem perspectivas de serem colocados em liberdade ou pelo menos em um local onde a natureza deles seja respeitada.

Lais
LaisPermalink

Esse comentário vai ser longo e provavelmente polêmico. Com certeza, ofensivo pra alguns, que forem egoístas. Em primeiro lugar: foi ÓTIMO esse post. Quanto MAIS deixarem as pessoas com repulsa desse lugar, melhor. Vi uma foto de um amigo com um leãozinho no colo e morri de amores, fui pesquisar e caí aqui. Quase chorei lendo tanto o que tem no post, quanto os péssimos comentários. Sobre a pessoa que acha errado "falar mal de um país que não é o nosso em uma atração que ela pagou" e "é errado dopar os animais, mas de que outro jeito poderiamos abraçao um leão", você não poderia ser mais egoísta. não é "uma atração", são SERES VIVOS. são seres que sentem medo, frio, fome, dor. tudo que você sente, ele sente também. não é prioridade desse zoológico. são vidas. os leões vão atacar sim, se não quer ser atacado, NÃO CHEGUE PERTO, não é obrigação do leão ser simpático com você. eles são condicionados a medo. não sei se são dopados, mas com certeza são repreendidos quando expressam alguma repulsa ao humano. não duvido nada que maltratem eles. zoológicos normais, a maioria não são problema, inclusive são pela própria preservação da espécie, com certeza não é o caso. se você acha legal ver um filhotinho acorrentado pra realizar seus caprichos, imagine um filho seu em uma jaula sendo ABUSADO toda hora de todos os dias sem você por perto pra proteger. vocês, honestamente, são uns monstros. parabéns ao autor do post por ser tão clara nesse retrato, por tentar abrir os olhos das pessoas. NINGUÉM merece ser obrigado a gostar de alguém só porque veio algum otário se achar superior e te condicionar ao medo fazendo ameaças físicas. e ali o marcelo disse algo certo: porque só na argentina existem essas coisas? em toda a pesquisa que fiz sobre o assunto, só vi esse zoológico pratica isso. se fosse algo legal, se fosse algo HUMANO (que se dizem tão racionais mas em nome de uma FOTO PRO FACEBOOK acham "justo" maltratar uma vida) seria popular em todo lugar, já que com certeza é algo chamativo pro turismo.

Ana
AnaPermalink

Nas jaulas dos leões maiores, pode entrar alguém de 14 anos?

Luiza Helena Rizzo
Luiza Helena RizzoPermalink

Ana, somente maiores de 16

Marcelo
MarceloPermalink

Pode e tomara que não saia de lá. Respeite a natureza dos felinos.

Alex
AlexPermalink

Animalizando os humanos e humanizando os animais Marcelo? Não deseje mal para as crianças que entrem lá.

Luiza Helena Rizzo
Luiza Helena RizzoPermalink

Estive hoje no Zoo e só digo uma coisa: foi maravilhoso! Apesar das moscas, os bichos estavam bem alegres, brincando e nenhum, repito, NENHUM ANIMAL ESTAVA DOPADO.Acho um absurdo pessoas fazerem relatos tão negativos sobre um lugar tão tranquilo. Quem não gosta de animais presos, simplesmente não vá. Mas para quem não se importa com isso, os animais ficam em jaulas e são muito bem cuidados. Eu vi o carinho que as pessoas que trabalham lá tem com os bichos. Pra mim valeu muito a pena e não confiem em nada que a autora desse post colocou, pois ela além de exagerar nas coisas, ainda caluniou coisas e falou inverdades.

Heloise
HeloisePermalink

Ha tá, vai na selva p vc ver se consegue abraçar um leão. Hello, é cadeia alimentar querida, se ele não tivesse dopado, seria vc q ele estaria comendo no lugar da galinha.

Ednei
EdneiPermalink

Me conte sobre a "domesticação" do homem. Em seu estado natural dormia em cavernas, no meio do mato, em cima de árvores. Se for pensar como você, o certo seria você estar numa savana disputando um Gnu de refeição com um leão. O crime não é domesticar e sim maltratar. Domesticados já estamos todos nós. E ficamos com nojinho quando vemos fezes de animais no chão numa fazenda ou zoológico.

Marcelo
MarceloPermalink

Luiza, acho que você deveria consultar um oftalmologista. Você parece ter um visão míope. Pessoas sensíveis vêem com o coração e os insensíveis veem com os olhos.

Priscila
PriscilaPermalink

Excelente matéria! Não conheço o zoo de Luján. Mas um dia já tive muita vontade de conhecê-lo. Já estava em Buenos Aires, com tudo planejado, mas fui alertada pelo meu namorado argentino, que me explicou tudo o que a autora descreveu no artigo e também sobre os inúmeros acidentes que já ocorreram ali (os quais não são divulgados pela mídia brasileira). Hoje me sinto feliz por não ter fotos abraçada com leões. Ao ver os comentários, percebo o quanto as pessoas são ingênuas. Vocês acreditam realmente que é normal abraçar, encostar, cutucar animais selvagens? Acreditam mesmo que eles não estão medicados só pelo simples fato de estarem acordados? Espero que um dia percebam o crime que acontece naquele lugar. É questão de tempo para Luján ser fechado. E eu espero que não demore. Espero que esse artigo também sirva de reflexão às pessoas que tiram fotos com os tigres na Tailândia. Tão cruel quanto Luján.

Heloise
HeloisePermalink

Achei mto bom o post, a experiência deve ser realmente horrível se a pessoa tem empatia para com os animais. Na verdade esse tipo de turismo eu espero que venha a se extinguir no futuro, pois só traz sofrimento ao bicho, tudo por algumas fotos.