4 dicas para viajar ao exterior em tempos de dólar e euro caros

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Nova York vista do Brooklyn

No Brasil, só existe uma coisa mais instável que a política: o real. Num intervalo de 7 anos, fomos do dólar de R$ 1,55 ao dólar de mais de R$ 4.

Quer economizar em dólar e em euro? Siga essas dicas:

Vá devagar: diminua os deslocamentos

Viajar mais devagar é o primeiro item da minha lista de corte de custos. O custo do deslocamento é o mais difícil de amortizar: quem fica pouco tempo em cada lugar gasta muito mais do que quem fica mais tempo no mesmo lugar. A pressa também torna tudo mais caro: você acaba gastando mais em transporte local (táxi ou ônibus hop-on/hop-off em vez de transporte público), em alimentação (não tem tempo de sair das áreas turísticas para comer) e em passeios (tem que fazer passeios guiados, ou não aproveita como poderia os cartões de descontos para turistas).

Alugue apartamento

Booking apartments

Quem diminui o ritmo de viagem pode trocar o hotel pelo apartamento alugado. O preço pode até sair até elas por elas (eu recomendo você investir no apê exatamente o que poderia pagar em hotel, para não pegar algo muito detonado), mas a economia vem na carona: você pode tomar o café da manhã do jeito que você gosta, preparar lanches e fazer uma ou outra refeição em casa; e ao estar hospedado numa zona não-hoteleira, você descobrirá restaurantes de bairro que serão bem mais baratos (e interessantes!) que os das áreas turísticas. Se você não quiser se sujeitar à burocracia de aprovação dos anfitriões do AirBnB, pode usar o Booking, que no ano passado montou uma área de aluguel de temporada (clique em "Apartamentos" no item "Tipo de propriedade").

Pense em países de custo de vida mais barato

Lugares como Portugal, Espanha, Grécia, Leste Europeu, Peru, Colômbia, México, Índia, Sudeste Asiático são mais em conta do que a maioria. Você vai sentir os seus reais valendo mais do que nos países mais ricos.

(Uma informação: entre os países mais ricos, o mais em conta é a Alemanha.)

Não se prenda somente a um parâmetro, como hospedagem. Por exemplo: hotel em Nova York ou Paris custa o triplo do que em Orlando, mas flanar em Nova York ou Paris é grátis -- em Orlando, cada dia de parque em família custa tipo 100 dólares por pessoa.

Acredite: dá para viajar sem fazer compras

Depois de uma década de real valorizado, passamos a incorporar a verba de compras a toda viagem: a muamba melhorava o custo x benefício de qualquer saidinha. Se a renovação do guarda-roupa e a substituição de aparelhos eletrônicos não fizerem parte dos objetivos de viagem, sobra mais grana para... viajar smile

Leia mais:

75 comentários

audrey santaliestra

Primeiramente gostaria de parabenizar a equipe pelo site. Sempre que vou viajar passo por aqui na hora de planejar. Em dezembro eu e meu marido fomos a Liverpool e Londres passar 16 dias e ficamos hospedados 12 dias em um apart-hotel em Liverpool. Fizemos uma economia fantástica! Fomos visitar meu filho que está morando lá pelo programa ciências sem fronteiras. Além de podermos fazer nossa própria comida, ele pode ficar conosco no apart. Matamos a saudades e acabamos conhecendo o dia dia dos ingleses (em Liverpool). íamos quase todo dia no supermercado e aproveitamos as promoções e produtos de primeira linha existentes.Fomos no Natal e voltamos depois do Ano Novo. Comemos coisas que provavelmente não teríamos coragem de pagar o preço pedido por restaurantes! Se alguém precisar de dicas é só pedir! Para se ter uma ideia, gastamos em torno de 40 libras por dia em café da manhã, almoço , happy hour e jantar para três pessoas. A maioria dos Museus são grátis. E andar a pé e sem pressa é outro prazer a parte!

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Oi Audrey, acho que a Denise Esteves, que comentou um pouco mais abaixo, gostaria de dicas suas.
Vê se consegue responder ao comentário dela e ajudá-lá.
Ela deve ter criado um novo comentário ao invés de responder ao seu e isso pode fazer com que vocês nunca entrem em contato uma com a outra.
Grande abraço.

Júlia
JúliaPermalinkResponder

Olá, Audrey! Por qual site você alugou o apartamento? Obrigada! smile

audrey santaliestra

O nome do apart hotel é Adagio Aparthotel Liverpool ( da rede ACCOR) reservei e paguei antecipadamente pelo site do hoteis.com, mas ele está disponível por outros sites de reserva. Inclusive tem em outras cidades do mundo. Se precisar de mais detalhes é só pedir!

Antonio
AntonioPermalinkResponder

Por onde vc alugou o lugar Apto ?

Lilian Mills
Lilian MillsPermalinkResponder

Excelente post! Também faço como a Audrey, seja no Brasil, Nova York ou Itália sempre alugamos apartamentos. Viajando com crianças fica bem mais fácil e econômico. Mas alugue em sites de confiança. Pois tem muita gente esperta passando a perna em outros. Nunca faça depósito em conta de banco tente sempre usar seu cartão para fazer reservas.

Maria das Graças

Riq, assino embaixo.
E acrescento que é possível ficar e hotéis/apart hotéis confortáveis com diárias com preço justo incluindo o café da manhã. Por exemplo em Londres o Premier Inn Saint Pancras, em Leeds no excelente aparthotel Roomzzz City. Aliás, sigam o Roomzzz pois ele está se espalhando pela Inglaterra e é uma excelente opção para quem gosta de conforto sem luxo e com preço justo.

Maria das Graças

Estive nesses hotéis que citei entre 13/12/2014 e 22/01/2015.

Denise Esteves

Bom dia Audrey !!!
Através de qual site locaram o apto?
Agradeço desde já, Denise

Simone
SimonePermalinkResponder

No texto tem as opções mais usuais: Airbnb e Booking.

audrey santaliestra

Oi Denise, respondi acima....foi no site do hoteis.com. Qualquer dúvida escreva!

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Bom dia. Nunca tive problema com o Booking com hotéis. Mas fico receosa em reservar apartamento/casa. O grau de confiabilidade é o mesmo? Eles confirmam a existência do imóvel para aluguel antes de disponibilizar no site?

Vinicius R.
Vinicius R.PermalinkResponder

Estive em Budapeste no início de dezembro, hospedado em um apartamento pelo booking (paprika apartments), e foi perfeito! Os procedimentos e o contato com a anfitriã foi muito fácil e tranquilo! E pretendo alugar, provavelmente pelo booking, a próxima estadia em Santiago também.

anna
annaPermalinkResponder

Recomendomos q ficam na huerfanos 1400 . Fiquei 2 vezes em 2011 e 2014.Ambos pelo booking.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! O nível de confiabilidade é o mesmo.

Lene
LenePermalinkResponder

sim, Marcia! Você também pode entrar em contato direto com o proprietario e tirar todas as suas duvidas, pois o booking informa um numero para contato. Leia tambem as resenhas sobre o apartamento, ajuda na hora de escolher. Na minha ultima viagem fiquei em apartamentos alugados pelo booking (desisti do airbnb pela burocracia) e nao tive nenhum problema. Alguns apartamentos podem pedir pagamento antecipado. Bjss

Leila Azevedo
Leila AzevedoPermalinkResponder

Seu último conselho é ótimo, eu sempre viajo sem comprar muito. Se tem dinheiro sobrando eu vou a mais um show, ou faço mais uma cidade ou atração. Sei que é meio difícil vendo os preços lá fora, mas eu sempre penso "bagagens podem ser perdidas e o que vi e fiz ninguém me toma". Na volta de minha ültima viagem a moça do balcão da TAP comentou "vcs tem pouca bagagem, geralmente brasileiro volta para casa carregando uma mudança.
Quanto a Alemanha, realmente é muito barato em relação ao resto da Europa, e quem não conhece ainda Berlin deveria aproveitar, a cidade é linda e impossível de amar, e coloquem tb Budapeste no roteiro, é uma cidade relativamente barata e apaixonante.
A Croácia e a Eslovênia tb são mais em cinta e são lindas!

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Oi! Estou pesquisando e querendo passar o próximo inverno em um lugar bem frio e conhecer a neve( trauma do nosso verão infernal). Então pensei no Chile. A desvalorização do real atingiu também nossa relação com as moedas latino americanas?

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Tatiana. Não com tanta intensidade como o Dólar americano, mas sim, o Real perdeu um pouco de valor contra o Peso chileno.

Alessandra Rangel

Bom dia Tatiana , tb estou pesquisando Santiago no Chile para passar uns dias de julho . Vc já sabe em qual hotel ficar ?

E Ricardo vc me indicaria qual estação de esqui para iniciantes (nunca vi neve) e qual agencia para fazer o transfer do hotel e tb alugar todos os equipamentos , roupa e pg a pista ? Obrigada pela atenção !

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessandra! Quem responde é A Bóia.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/o-que-fazer-santiago

elka campos
elka camposPermalinkResponder

Alessandra, estivemos em jan/15 em Santiago do Chile e nos hospedamos no Ibis Providencia. Foi ótima a escolha, pois além do custo-benefício (linha accor normalmente tem benefícios para os associados e promoções de última hora), o bairro é lindo, super prático, dá para fazer muitas coisas à pé (há restaurantes aos montes na avenida, há supermercado, starbucks e cafeterias - se você quiser economizar no café da manhã - drogarias) e o hotel fica ao lado da estação de metrô. Ótima localização.

rosiane teles
rosiane telesPermalinkResponder

Estou neste momento em Santiago, aproveitando o feriado do Carnaval. Somos uma familia de 4 pessoas e alugamos um aarthotwl pelo booking: o MyLuxaparts. É um nome de fantasia, na realidade o predio se chama Urbano Plus. A localização é excelente e a proprietaria muito atenciosa. Recomendo.

Celina Martins

Se meu problema fosse o dólar... a libra embarcou num foguete! Por outro lado, aqui em Edimburgo, mesmo pagando aluguel, acabo gastando menos em mercado do que no Brasil, e a qualidade nem se compara. Há um montão de lugares para conhecer sem precisar gastar com entradas (todos os museus são free e uma infinidade de passeios ao ar livre) e com um ticket de transporte de 3.50 libras posso pegar todos os ônibus que eu quiser durante um dia inteiro. Passagens para as cidades vizinhas podem sair a 1, 2 libras. No final das contas, passar metade do ano por aqui, acaba saindo por um preço justo.

Maria das Graças

Celina, maladerodinhasenecessaire lhe acompanho há tempos e concordo com voce. Estive na Inglaterra neste final de ano por 40 dias. A minha base foi em Leeds, visitando minha neta que lá estudava no Ciência Sem Fronteiras. É possivel viajar pela Inglaterra com conforto e gastando dentro do normal. Mas para isso é preciso ficar e viver a vida da cidade. Não deu para ir a Edimburgo. Inverno rigoroso não quis arriscar.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Alessandra. Antes de aventurar-se por estações de esqui maiores, pra quem nunca esquiou vale a pena fazer alguma aula básica em Farellones, que é pequena e mais barata (ou menos cara). Agências podem ser a Skiahorro ou Skitotal. E se você vai esquiar mais de um dia, em vez de alugar, vale a pena comprar uma roupa ou pelo menos uma calça de esqui em uma das várias lojas de roupa usada de Santiago. Apesar do nome, geralmente as roupas estão novas. E não esquecer de bons óculos de sol e luvas impermeáveis.

paulo santana
paulo santanaPermalinkResponder

Outro site muito bom para alugar casa e apto chama homeaway.com

Elizabeth
ElizabethPermalinkResponder

Bom dia! Estou com viagem programada para maio e dentre outros lugares , vou a Londres por 4 dias. Como não conheço a cidade gostaria de informações sobre a melhor localização(bairros)para se hospedar.Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elizabeth!

Leia sobre Londres em https://www.viajenaviagem.com/destino/londres

Adriana Lima
Adriana LimaPermalinkResponder

Adorei o termo "dólar psicológico"! Dicas simples e muito preciosas, já repassei para os meus leitores wink

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Boa tarde! Estou querendo viajar para Europa em julho so que a passagem aérea com preço absurdo . Qual dica para tentar comprar uma passagem com preço melhor ? Com lugar da Europa seria um passeio satisfatório com um casal é um filho de 8 anos ? Tem como montar um roteiro ? Agradeço desde já .

Cassio Rogerio Eskelsen

Esse é um dos piores meses para ir para a Europa pois além de ser início de férias escolares aqui é o verão europeu. Você vai pagar uma fortuna de passagem (mesmo que compre com antecedência) e lá as hospedagens também estarão com preço alto.
Tente reprogramar sua viagem para final de agosto/setembro ou deixe para o ano que vem em maio.

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Na boa,

Mas dar dicas como: vá para lugares baratos, fique em lugares baratos e use transportes baratos, não são dicas muuuito úteis, né?

Jurema
JuremaPermalinkResponder

Na boa, Eduardo, no post há dicas de como alugar lugares baratos, de como usar transportes baratos, e quais são os lugares que estão mais baratos. dicas muuuuuito úteis, né? A menos para quem já sabe tudo isso, mas muita gente não deve saber, e estae é um site muuuuuito democrático e feito para todos.

Egle
EglePermalinkResponder

Visitar a Thailandia e Vietnam tambem sai mais Bem mais em conta do que
Ir a Paris , londres, Roma mas, afinal eh nesses paises que se pode conhecer
A cultura europeia, visitar museus fabulosos , muitos gratis e apreciar a arquitetura. Holanda, nao Amsterdam e Belgica sao outra indicacao, principalmente nao se hospedando tao proximo as capitais. Existem bed and breakfast que tem u. Servico excelente e precos bem razoaveis.

Mon
MonPermalinkResponder

Ah, mas pode ter CERTEZA que no Sudeste Asiático a arquitetura é incrivelmente interessante também. Com a vantagem de que, por aqui, não tem nada nem parecido com o que tem lá.

Mundo de Viajante

Ótimas dicas! Obrigada por mais um post tão prático e útil.
Apesar de já ter viajado bastante, sempre aprendo com o viajenaviagem smile

Também tenho algumas dicas bem interessantes e complementares às que estão aqui. Já que o dólar tá deixando as viagens de todo mundo mais apertadas, gostaria de compartilhar os meus conselhos para ajudar os seus leitores a economizarem ainda mais: http://www.mundodeviajante.com/2015/01/viajar-barato-dicas-como-economizar.html

Abraços e até os próximos posts!

Carina
CarinaPermalinkResponder

O difícil é passar pelo Dutyfree e se segurar... Adoro as dicas, acho super válido tocar em assuntos como a alta do dólar, podemos usar essas " adversidades" para aumentar nosso horizonte, pensando em destinos menos badalados mas que podem nos proporcionar grandes experiências.

Bj!

clarinda costa ramos

Irei a Viena no inicio de julho. Gostaria de conhecer outra capital proxima.Duração da viagem 10 dias. Poderiam me dar alguma sugestão? Obrigada.

Eduardo Paci Galvão

Perto do Vietnã? Bangkok, na Tailândia!

E vc pode comprar passagens muito em conta pela AirAsia. Hotéis e passeios são também muito baratos!

Eduardo Paci Galvão

hahaha, estou rindo de mim mesmo. Li Vietnã no lugar de Viena. Desculpe. Acho que preciso de férias!

Monique Freitas

Praga ou Budapeste

Susy
SusyPermalinkResponder

Oi Bóia, estou procurando passagem para Miami em maio, mas está bem caro. Além do dólar que não sei se compro logo ou espero para mais perto. Será que vale a pena esperar alguma promoção de passagem? Ou milhas?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Susy! Espere pelas promoções. Procure também em dias que não sejam sexta, domingo, segunda ou saída ou volta de feriados.

Susy
SusyPermalinkResponder

Obrigada pelas dicas, vou esperar um pouco mais.

Taiza Soletti de Santi

Sensacionais as dicas... este site é o primeiro lugar que consulto para roteirar e pegar dicas, completíssimo! Fui para NY em setembro e ficamos em um apto pelo AirBnb. Além da economia considerável, tem toda esta coisa de conhecer o dia a dia dos new yorkers, fazer compra no supermercado, considero uma imersão cultural mesmo. Se depender de mim, não fico mais em hotel.

Adelia Martins

Pretendo viajar no final do ano para Las Vegas poderiam me indicar hotel bem localizado e com preço acessível.

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Riq, as dicas são fantásticas! Este revival dos seus tips me fizeram retomar o ânimo pra viagem de maio.... Até agora ñ tinha animado... É amanhã termina a promoção da Tap que tem preços razoáveis pra maio... Vontade de ir pra Barcelona, mas essa ñ é uma cidade barata... E o maior desafio é convencer o maridão...

Joachim Cruz
Joachim CruzPermalinkResponder

Não é bem assim. Estive no sudeste asiático do começo de novembro de 2014 ao fim de janeiro de 2015 e até lá a queda do real pode ser duramente sentida. Refiro-me ao Laos, ao Vietnã, a Myanmar e até à Tailândia, sendo o Camboja a exceção, apesar de também ter encarecido. Cingapura, que sempre foi cara, agora está impraticável. As moedas desses países também se valorizaram muito frente ao real. Aliás, um bom post seria um que mostrasse que moedas se desvalorizaram em relação ao real nos últimos doze meses. Acho que nenhuma.

Escrevo da Colômbia e também aqui está tudo mais caro. Os preços nominais seguem parecidos, mas ao converter tudo fica bem mais caro do que das outras vezes em que estive aqui.

Não basta dizer que outras moedas também se desvalorizaram frente ao dólar. A comparação tem de ser com o real, cada vez mais combalido, cada vez mais ladeira abaixo.

Fábio Mendes
Fábio MendesPermalinkResponder

Adorei as dicas e, por mais que adotemos algumas dessa medidas, em algum momento sempre nos esquecemos (ou fraquejamos), como na hora de escolher as cidades onde ficar.

Mas alugar apartamento é mesmo uma medida sensacional. Desde 2009 que eu e a minha esposa adotamos essa medida e sempre deu muito certo. Nos esbaldamos nos mercados e preparamos ótimas refeições e ainda assim economizamos!

Helder Gibara
Helder GibaraPermalinkResponder

E as despesas com locação de veículo e combustível? Compensam?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Helder! Depende do lugar e do roteiro.

Elizabeth R. De Vita Parrená

Olá Bóia, boa tarde. Lendo suas dicas para economizar nas viagens, me interessei pelo aluguel de apartamentos. Nosso filho está morando em Sydney ( Austrália) e estamos programando uma viagem para lá, em abril. Nunca tivemos essa experiência. Poderia me ajudar nessa tarefa? Sou fã de seu site, de sua coluna no Estadão e adoro seus comentários e dicas pela BandNews.Muito obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elizabeth! Veja dicas de como alugar apartamento no exterior, aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2012/08/dicas-airbnb-aluguel-apartamento

Michel santos
Michel santosPermalinkResponder

Olá colegas, estou pensando em efetuar uma viagem para Europa no mês de junho, ficando 10 dias na Itália e 10 na França, chegando em Roma, pegando um vôo de Veneza para Paris, retornando de Paris. Alguma dica referente ao roteiro? Vale a pena passar 3 dias em Amsterdã? Obrigado!!!

Cecilia
CeciliaPermalinkResponder

Eu,meu marido e uma filha estamos indo para Australia em lulho de 2015, as passagens já estão compradas. Com a alta do dólar qual a melhor maneira de pagar as despesas da viagem? Pré pago? Cash? Cartão...?

Laura Rodrigues

Ricardo,
Preciso de ajuda para montar um roteiro de viagem de 20 dias, chegando por jacksonville na Flórida e retornando ao Brasil por Orlando....
No meio do caminho assistirei um show na cidade de Saint Augustine. Mas não sei o que fazer nestes locais, o que conhecer, etc...
Ou seria melhor chegar e voltar por Orlando e pegar o carro e ir até Saint Augustine e talvez Jacksonville. O que fazer?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Laura! Quem responde é A Bóia. Este post não é para resolver roteiros de viagem. E por favor não duplique perguntas idênticas em posts diferentes. Vamos responder lá no primeiro post em que você postou.

Raíssa
RaíssaPermalinkResponder

Bom demais ler algo que eu levo em consideração há tempos, mas as pessoas parecem olhar torto toda vez que falo...
Estou indo em junho para um cruzeiro a partir da Inglaterra e onde farei stopovers? Portugal na ida e Alemanha na volta, claro! Justamente por questão de preço. E as passagens foram emitidas na promoção de 35mil milhas da TAP smile
Falando em Sudeste Asiático, passei o carnaval lá e fiquei impressionada: poucos lugares são tão baratos quanto o Vietnam! Bangkok tb tem um ótimo custo-benefício. Pena que não dá para dizer o mesmo de Cingapura, né?
E sobre viajar sem compras... é tão possível que nem sequer me lembro a última vez que fiz compras numa viagem! Deve ter sido em Orlando, lá em 2012 rs.
Ótimo post, Comandante!

Eduardo Barros Leal

EStive em setembro passado no Chile, viajei com tudo pago e ainda levei dois mil dólares, comprados durante um ano, como viajei sozinho, o medo de faltar dinheiro, me fez fazer o planejamento, não queria utilizar cartões de crédito, me diverti bastante, fui a todas as atrações, inclusive Valle Nevado, com direito a almoçar bem e beber vinhos bons, fiz compras e ainda voltei com 500 dolares, que já guardei para a viagem seguinte, em setembro próximo 10 à 18/09/15, irei a Bariloche, farei váris passeuios, inclusive até uma cidade chilena, Puerto Varas, já tenho dois mil dolares, que juntei desde o ano passado, continuarei comprando, já planejando as férias de setembro de 2016, não me interessa os roteiros tradicionais de europa, EStados Unidos, fora de cogitação, estou pensando no próximo ano visitar Cuba, este blog me ajudou bastante na viagem passada, pois viajei já sabendo uma porção de dicas que não fosse ele, passaria por sufoco, só tenho a agradecer.

Neiva
NeivaPermalinkResponder

Oi pessoal. Este blog realmente torna possiveis nossas viagens independentes.
Tenho a relatar que este blog e mais o filme Os Descendentes fizeram eu decidir o meu proximo destino: vamos combinar a costa californiana de San Francisco a Los Angeles e tambem, o Hawai.
Quando comecei a viabilizar em Janeiro a passagen estava US$ 1.000, porem acabei comprando somente agora (1 mes) antes do embarque e por US$ 710.
Tornando assim, viavel a viagem apesar da valorizacao do dolar. Por isto tbem eh importante ir planejando com antecedencia, pois se ja tiver os dolares para as despesas, independe se o dolar vai aumentar.
Penso que as cias aereas baixaram os valores, prevendo uma baixa nas vendas dis tickets para brasileiros. Eh uma bos iniciativa. Vai a dica. Boa viagem a todos

Dri Castro
Dri CastroPermalinkResponder

Minha melhor descoberta foi o Airbnb, agora ainda melhor, podendo pagar em reais(sem surpresas de fechamento da fatura) e com a opção de parcelamento.
Tomando as devidas precauções e considerando ler as resenhas de outros hóspedes a respeito dos anfitriões e do local, acho que é uma experiência interessantíssima. Ainda não aluguei um apto inteiro(eu e meu marido), em NY os valores chegam a ser iguais a de um hotel e ainda que seja uma vantagem, nós preferimos a economia e optamos em alugar apenas o quarto no apto de alguém, e o mais interessante é que dependendo da disponibilidade do anfitrião, ele poderá nos dar ótimas dicas a respeito do local, onde ir, onde comer etc.
Nunca fui aos EUA e irei pela 1a vez com meu esposo a NY no final deste mês, nunca foi meu sonho de consumo, mas a passagem promocional que surgiu acabou dando um empurrãozinho. Não sou de pensar em compras quando se trata de viajar, minhas viagens nunca foram pensadas com esse intuito, mas sempre encarei EUA como um destino específico e ótimo para compras e justamente na minha 1a vez lá, quando começo a pensar em comprar umas coisinhas, vem essa alta do dólar e acaba de vez com minha empolgação. rsrsrs
De qq forma, vou tentar aproveitar tudo o que tem pra conhecer, economizar usando transporte público, tomando café em casa, comendo fora dos locais turísticos e caros e quem sabe no final sobra uns $$ para visitar um outlet no penúltimo dia. rs

Dri Castro
Dri CastroPermalinkResponder

Ah! Quando eu voltar deixo umas dicas por aqui, e caso a experiência seja bacana, deixo a indicação dos lugares que vou me hospedar. wink

AF
AFPermalinkResponder

Olá! A alta do dólar também encareceu muito as viagens aos países do Mercosul, como Argentina, Chile e Uruguai?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, AF! O real também desvalorizou frente todas as moedas da América do Sul. Na Argentina, se você trocar no câmbio paralelo, ainda encontrará preços atraentes.

Roberta
RobertaPermalinkResponder

Não gosto de ficar em ap, principalmente se o tempo de viagem eh longo! Soh tive uma experiência em ap e achei q perdi mt tempo limpando banheiro (e msm assim n ficava suuuuper clean como o de um hotel q até troca as toalhinhas), mt tempo procurando local pra tomar café da manha (e acabava q tomava todo dia no msm lugar ou comia qquer besteira no ap para n perder mt tempo cozinhando ou lavando louça). Tempo, pra mim, eh dinheiro! Acordar, me arrumar e o café estar pronto eh uma puta economia de tempo, sair sem precisar arrumar cama e ao voltar estar tudo direitinho até me faz dormir melhor!!! Essa eh uma "economia da qual n abro mão! Se quero fazer mais uma refeição no hotel para economizar compro saladas prontas no mercado (ou sanduíches) e queijos e vinhos q eu to de férias e ng eh de ferro! Uma dica q dou excelente pra economizar eh: não almoce! Faça pequenos lanches durante o dia. Saem bem mais barato! Por mais q o jantar seja mais caro um pouquinho, além de ser mais legal a diferença de preço eh pouca (se vc n almoçar e jantar, da pra economizar até 10 euros por dia no leste europeu, por exemplo) e não almoçar tb evita aquela leseira apos almoço q n permite q vc flane com dignidade ou aproveite uma atração num parque, por exemplo!

AF
AFPermalinkResponder

Olá! Santorini e Mykonos também podem ser considerados destinos "de custo de vida mais barato"?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, AF! Estão entre as ilhas gregas mais caras, mas você encontra acomodações em conta. A comida não é cara.

Tuca
TucaPermalinkResponder

Perfeito Ric. Não sei o que seria de minhas viagens sem o upgrade de suas preciosas dicas. Sensatas, úteis e factíveis. Um luxo!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Avisa a família e amigos que está fazendo uma viagem para curtir, levando só o necessario em mala de bordo e por isso, NÃO trará presente e nem lembrancinha para ninguém . Ótima economia!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar