Verão em Bariloche, Villa La Angostura e San Martín: o relato do Guilherme

Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

Praia no lago Correntoso

Praia no lago Correntoso, Villa La Angostura

Os brasileiros conhecem Bariloche como destino de inverno, mas o verão é também uma época ótima de viagem. Nossos hermanos argentinos rumam para lá e para as vizinhas Villa La Angostura e San Martín de Los Andes na estação mais quente do ano para curtir praias, cavalgadas, caminhadas e passeios nos lagos. O Guilherme aproveitou em janeiro o melhor da região, viajando em família. Veja que delícia de passeio:

Texto e fotos | Guilherme Morais

Decidimos viajar para a Argentina na região dos lagos andinos por ser o oposto do que estamos vivendo neste verão de temperaturas elevadas em São Paulo. Em janeiro, Bariloche, Villa La Angostura e San Martín de Los Andes têm calor agradável de dia e um leve friozinho instigante de noite, e a visão de inúmeros lagos cheios de águas limpas é um prazer nesta crise hídrica de represas vazias que estamos vivendo.

Lago Nahuel Huapi, Bariloche

Lago Nahuel Huapi, Bariloche

Vale muito a pena ir para lá no verão: dias quentes, sem chuva, e anoitecer às 22h.

Guardadas as devidas proporções, a sequência de cidades Bariloche - Villa La Angostura - San Martín de Los Andes está, para os argentinos, como Porto Seguro - Arraial d'Ajuda - Trancoso está para nós, brasileiros. Assim como essas cidades baianas, cada uma das três cidades argentinas tem uma personalidade característica, que agrada a diferentes perfis de turistas.

Praia do lago Lácar, San Martín de Los Andes

Praia no lago Lácar, San Martín de Los Andes

Nossa maior dúvida era a escolha de transporte terrestre, entre alugar carro ou usar os serviços de motoristas locais. Optamos pela segunda, pelos seguintes motivos:

  • Vários passeios que faríamos ja incluiriam o transporte: Circuito Chico, passeio de barco pelo lago, Bosque de Arrayanes;
  • Gostamos de aprender sobre os locais visitados, através das descrições feitas pelos guias e motoristas dos veículos;
  • Tínhamos informações que a Rota dos 7 Lagos e o Paso Córdoba eram em ripio (cascalho) por toda sua extensão, e como estávamos viajando com uma criança de 5 anos, quisemos minimizar o risco de algum contratempo nessas duas estradas.

No final, em termos de custo, gastamos entre táxis e remis dentro das 3 cidades, e trânsfers particulares entre uma cidade e outra, em torno de 5 mil pesos, em 11 dias de viagem. Isso deu uma media de 450 pesos por dia, em torno de US$ 36. Acho que foi até mais barato do que seria alugar carro pelos 11 dias. Lembrando que em Bariloche e Villa La Angostura ficamos em hotéis localizados a uma pequena distância dos centros das cidades, mas que não dava pra ir a pé.

Villa Huinid, Bariloche

Villa Huinid, Bariloche

Ficamos hospedados 3 noites em Bariloche no Villa Huinid, km 2,5 da Costanera do lago Nahuel Huapi. Excelente escolha, num quarto com vista incrível para o lago.

Puerto Blest, Bariloche

Puerto Blest

Lago Frías, Bariloche

Lago Frías

Além do Circuito Chico, optamos pelo passeio lacustre até Puerto Blest e lago Frías, em vez do mais tradicional até a Isla Victoria e Bosque Arrayanes.

Bahía Mansa, Villa La Angostura

Saída para o Bosque de Arrayanes, Villa La Angostura

Bosque de Arrayanes

Bosque de Arrayanes

Fomos de táxi para Villa La Angostura, 3 noites hospedados no Antuquelen, que tem a melhor piscina aquecida que já vi! Navegamos ao Bosque de Arrayanes no último barco do dia, às 17h, quando a luz do sol do final de tarde deixa a atmosfera do bosque ainda mais mágica e onírica.

Lago Correntoso, Villa La Angostura

Lago Correntoso

Pegamos praia no lago Correntoso, talvez a praia mais bonita e de águas com temperatura mais morna de toda a região dos lagos. Comemos a famosa massa do Nicoletto, muito boa, e uma excelente parrilla no Chop Chop.

Finnegan, Villa La Angostura

Pub Finnegan

Todo fim de tarde, batíamos ponto nas mesas ao ar livre do pub Finnegan.

Rota dos 7 Lagos

Paisagem na Rota dos 7 Lagos

Chegamos em San Martín num sábado ao meio-dia, após umas duas horas de estrada em táxi a partir de Villa La Angostura, pela Rota dos 7 Lagos. A estrada está quase toda já asfaltada, sobrou apenas uns 11 km de ripio.

San Martín de Los Andes

San Martín de Los Andes

San Martín de Los Andes é mesmo o ponto alto da viagem: de longe, é a mais encantadora das 3! Pelo menos nessas férias de verão de janeiro, vale a mesma dica que o Riq dá sobre Valparaiso: a cidade fica com uma atmosfera deliciosa nos finais de semana.

San Martín de Los Andes

Música nas ruas de San Martín

São muitos artistas e músicos se apresentando nas praças e calçadas do centrinho da vila, e os bares e restaurantes cheios de agitada vida noturna.

Praia do lago Lácar, San Martín de Los Andes

Praia no lago Lácar

Nem fomos visitar, nesses dois dias, as atrações ao redor da cidade; apenas "flanamos" (palavrinha que o Riq adora usar) por San Martín, curtindo a praia urbana do lago Lácar e o centrinho.

Portanto, acho que duas noites é o mínimo pra se hospedar em San Martín, e dá para ser umas 3 ou 4 noites para algo mais completo.

El Regional, San Martín de Los Andes

Bar e restaurante El Regional

A pousada Antares foi nossa opção de hospedagem, localização excepcional entre o centrinho e o lago, com ambiente e serviço elogiáveis. Jantamos no El Regional e no Ku ("eu sei, eu sei...").

Paso Córdoba

Paso Córdoba

Fomos embora na segunda de tarde para Bariloche, pelo Paso Córdoba, num trânsfer particular de SUV 4x4. Tive a mesma impressão do Riq: é mais panorâmico e aventuresco que o 7 Lagos (que, se ganhou rapidez e segurança com o asfalto, deve ter perdido grande parte da graça de quando era todo em ripio).

Mais duas noites em Bariloche, para um cool down antes de retornarmos pro Brasil, onde fizemos um programa muito brega e supervalorizado (ir no Bar de Hielo) e outro descolado e ainda não descoberto pelos turistas brazucas (comer "Entrañas" na Parrila Alto El Fuego), que foi o melhor churrasco que comi na vida!

Dicas de parte aérea: os horários de conexões da Aerolíneas Argentinas estão uma bagunça, com intervalos muito grandes de espera. Vale a pena pernoitar uma ou mais noites em Buenos Aires, na ida, antes de ir pra Bariloche. E, se quiser evitar a estrada de volta pra Bariloche, pode-se agendar o vôo de volta a partir do aeroporto de Chapelco, perto de San Martín.

Um balanço

Lago Nahuel Huapi, Bariloche

Lago Nahuel Huapi, Bariloche

Somos um casal que gosta de viagens de ecoturismo, para destinos com belas paisagens naturais, mas que também tenham boa infra-estrutura turística e de hospedagem, e boas opções gastronômicas. Nossa filha adora contato com a natureza, plantas, árvores, flores e animais (ela delirou com as gaivotas do passeio de barco!), e adora poder nadar e brincar na água. E essas expectativas e gostos foram 100% satisfeitos nesta viagem!

Voltaremos num outro verão para curtir o lado B, sem a obrigação de ir pros highlights, tendo tempo para aproveitar todas as atividades e passeios outdoors de verão que a região oferece. Até mergulho nas águas transparentes e cheias de peixes dos lagos dá pra fazer!

Bahía Mansa, Villa La Angostura

Bahía Mansa, Villa La Angostura

As praias dos lagos superaram nossas expectativas, como as fotos que tiramos mostram. Algumas são pequenas, outras maiores, mas todas com lindas vistas, sem estarem lotadas, e sem vendedores ambulantes ou bares: em geral, cada um leva sua comida e bebida. As praias do Lago Nahuel Huapi e seus braços secundários têm águas geladas (agora entendi por que os hermanos adoram vir pra Búzios...). Mas a praia do Lago Correntoso, em Villa La Angostura, e a praia urbana do lago Lácar, em San Martín, não por acaso são as mais gostosas de se visitar e as mais frequentadas: suas aguas são apenas... frias! Mas, nada diferente do que ja estamos acostumados com as do Litoral Norte de São Paulo. E tem muitos passeios de barco e caiaque para fazer.

Bahía Mansa, Villa La Angostura

Bahía Mansa

Agradeço às dicas que peguei aqui no VnV: a viagem foi perfeita!

Nós que agradecemos pelo seu relato, Guilherme! Comentário do Riq: "Caramba, que sensacional!!!!" (Quaaatro pontos de exclamação, vai vendo!)

Leia mais:

50 comentários

Regina
ReginaPermalinkResponder

Lindas fotos Guilherme! Aiii... e agora? Que indecisão... verão ou inverno?!? rs

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Não precisa decidir: vá em ambos ... wink

Márcia Balassiano

Parabéns pelo belo relato, Guilherme ! Eu, que estava na dúvida em ir à Bariloche no verão, já resolvi. Estarei aí no recesso de dezembro. Pena, que a Aerolíneas Argentinas continua com problemas. Já tive alguns percalços com esta companhia em outras ocasiões.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

A LAN tambem voa para Bariloche.
Mas, se for com seu espirito já preparado, os percalços da parte aerea não vão estragar sua viagem...

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Caramba digo eu : 4 exclamações do meu Guru de Turismo e o texto publicado na integra...

Caramba !!!! ... wink

Silvia Andrade

Mérito todo seu Guilherme!!!!
Texto leve e fotos lindas. Já fui várias vezes no inverno e fico insistindo em voltar no verão... agora tenho mais um motivo (quero pescar trutas selvagens e sei que precisa de licença), um dia essa viagem sai. Abraços.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Obrigado, Silvia
Faça sua viagem sair!
E, se não conseguir pescar suas proprias trutas, as dos restaurantes de lá são otimas .. wink

Quenia
QueniaPermalinkResponder

Guilherme que linda viagem! Parabéns pelo relato e fotos. Fiquei com muita vontade de conhecer.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Obrigado, Quenia.
Te desejo boa viagem tambem.

Juli
JuliPermalinkResponder

lindíssimas as fotos e muito bom o relato. bem completo!

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Obrigado, Juli.
Aproveite as dicas!

Cândida Silva

What a Wonderful World!!!!

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

E pra combinar com os lagos andinos voltando pelo Chile, quantos dias vocês recomendam no total?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Pense em três dias para Pucón, três para Puerto Varas e dois para Chiloé.

sabrina
sabrinaPermalinkResponder

Olá Guilherme, excelente o seu relato!

Eu sou brasileira, moro em Bariloche há anos, sou formada como guia de turismo aqui e trabalho em uma agência organizando roteiros. Sou uma grande incentivadora a que os brasileiros conheçam Bariloche também no verão, é uma época maravilhosa e o clima é bem agradável. Desde Bariloche dá para conhecer algumas cidades indo e voltando no mesmo dia. Outro passeio muito interessante para ser realizado nesta época é o Circuito Grande, onde é possível conhecer uma grande variação de paisagem como a estepe patagônica (como a vegetação do Paso Cordoba), zona de transição, bosque úmido, lagos, montanhas, Villa Traful e Villa La Angostura, tudo em um só dia.

Convido a todos que desejam conhecer Bariloche que visitem o meu blog:

www.barilocheparabrasileiros.com

Um abraço!

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

obrigado, Sabrina
Nesta viagem eu ouvi falarem muito bem de Villa Traful.
Entrou na minha lista para uma proxima...

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Muita coincidência, acabei de publicar um post sobre o verão nas 3 cidades, que passei agora em janeiro. Uma maravilha na terra! http://www.atravessarfronteiras.com/2015/02/o-verao-na-patagonia.html

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Que lindo post e fotos! Amo Bariloche e adorei Villa la Angostura. Falta conhecer San Martin. To encantada com as fotos wink

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Obrigado, Ana Paula.
Te confesso que eu tinha expectativas altas em relação a Villa La Angostura e por isso fiquei um pouco decepcionado.
Mas, San Martin me surpreendeu positivamente: o que eu esperava de Villa, achei em San Martin...

Eduardo Barros Leal

Irei a Bariloche em 10/09/15, e ficarei até 18/09/15, me hospedarei no Kenton Palace no centro de Bariloche, comprei os seguintes passeios: Circuito Chico, ingresso Cerro Campanário, Cerro Tronador, San Martin de Los Andes, caminho 7 lagos, e pretendo comprar o passeio para Cerro Catedral e Puerto Varas no Chile, esta época, setembro é boa para fazer estes passeios ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eduardo! Se tudo der certo e natureza colaborar, você pega o final da temporada de inverno e aproveita a neve nos cerros. O ideal seria pernoitar em San Martín de Los Andes por dois dias. Não vale a pena ir a Puerto Varas como passeio bate-volta.

Dri
DriPermalinkResponder

Oi Guilherme,

Ótimo post! Será que você tinha mais informações (ou links) sobre esses passeios pra snorkek, mergulho, caiaque nos lagos? Sua filha ficou tranquila na água? O chão é sempre de pedrinhas, ne?

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

obrigado, Dri.
Caiaque voce aluga direto na praia, as melhores são as do lago Correntoso em VLA e a do lago Lascar em SMA.
Saídas para mergulho eu vi numa loja em VLA, numa galeria da av Arrayanes.
Criança pequena adora agua fria ... wink
As praias costumam tem uma faixa de pedrinhas , mas proximo da agua é de areia grossa

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

E, numa proxima viagem pra lá, vou querer fazer passeios de veleiro, pelos lagos, ao invés de barcos a motor...

Amaro - Recife

Que saudades da Antuquelen...

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Te devo agradecimentos, Amaro ... foi lendo seu post e da outra moça que montei meu roteiro pra lá.

Amaro - Recife

O legal aqui do VnV (gracias Rick) é esse tipo de corrente do bem, onde todos ajudam todos...
Espero que esse seu ótimo post ajude outros a conhecer essas maravilhas.

Amaro - Recife

Guilherme,
bom ter te ajudado.
Isso é o legal aqui no VnV (gracias Rick): todos ajudam todos...
Espero que teu post inspire outros trips a conhecer esse lugar tão maravilhoso.

Antonio Carlos

lindo post Guilherme
Já estivemos tres vezes em Bariloche, sempre no verão. Ao contrário de 90% dos brasileiros. Fizemos os sete lagos, a estrada ainda era toda de rípio e fomos parando em todos os lagos. Uma viagem maravilhosa !!!!
Muita saudades!!!
Também ficamos no Villa Huinid em Bariloche.Excelente hotel.!

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Obrigado, Antonio
Os unicos brasileiros que cruzamosna viagem inteira foi uma turma grande hospedada no VIlla Huinid. Eles estavam fazendo uma viagem de moto por toda a Argentina, Bariloche era uma das escalas.
Você ja viajou para El Calafate, El Chalten e Ushuaya?
Estive lá no verão passado e tambem vale muito a pena!
Tem um post do Ricardo Freire aqui no VnV bem legal, onde ele descreve sua viagem pra la.
https://www.viajenaviagem.com/destino/el-calafate

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Oops: Ushuaia

Karina
KarinaPermalinkResponder

Qual cia. Aérea você usou?!

Marta Collares

Olá pessoal do VNV! Alguma recomendação para o período de abril15? Teremos aqui um feriadão promissor (com recesso escolar e tudo) entre 20 e 24/abril e penso que talvez seja uma boa passar uma semana na região. Qual é o perfil da região neste período? É recomendável? Abraços,

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marta! Para entender como é Bariloche no outono e quais os passeios disponíveis, veja:
https://www.viajenaviagem.com/destino/bariloche/o-que-fazer-bariloche

Marta Collares

Obrigada pela indicação. Abraços,

Antonio Carlos

Oi Guilherme,
Já estivemos sim em El Calafate e ushuaia. Estivemos lá em um carnaval há uns cinco anos atrás. Ainda não conhecemos El Chalten e ainda falta o extremo sulo do Chile, Puerto Natales, Chiloé etc..Somos apaixonados pela Patagonia e esperamos voltar para lá em breve.

Maria Eli
Maria EliPermalinkResponder

Show de bola Guilherme!
Gostaria de saber,se os tranfers entre as cidades,vc já deixou contratado daqui,ou contratou lá na hora?

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Obrigado, Maria
Contratei os transfers por lá mesmo, o pessoal das recepções dos hoteis arruma motoristas confiaveis. Preços:
BRC>VLA, 650 pesos
VLA>SMA, 1.100 pesos
SMA>BRC, 2.200 pesos

Anita
AnitaPermalinkResponder

Que legal! Obrigada, Guilherme. Que vontade de voltar agora com a filha.
Estive em 2009, não lembro bem se era janeiro ou já fevereiro. Mas cometemos o erro de alugar carro para fazer a ruta dos sete lagos. A estrada ainda tinha grande parte em rípio e estavam asfaltando, o que piorava a situação pois formavam morrinhos de rípio. Estava dirigindo e o fundo do Palio bateu em um morrinho de rípio e o carro parou de funcionar, ninguém aprava para ajudar a gente, não havia telefone, os caminhões que estavam trabalhando nos ignoravam. Por sorte, uma familia chilena tinha correntes e tentou rebocar nosso carro até San Martin, mas a corrente arrebentou... Voltamos para San Martin de carona com eles e tivemos que deixar o carro na estrada. A locadora pagou nossas passagens de ônibus de volta e não cobrou a locação. No fim deu tudo certo, mas agora preciso voltar para aproveitar melhor e de remis!

Thiago Reis
Thiago ReisPermalinkResponder

Guilherme, boa tarde.

Primeiro parabéns pelos relatos e fotos (como a maioria já o parabenizou)!
Gostaria de ir a Bariloche em Janeiro, pretendo ficar hospedado no Hotel " Suites Design" ; Mas gostaria de fazer os passeios como a Rota dos 7 lagos, Praia no Lago Correntoso, Bahía Mansa, etc.
A pergunta é. Consigo fazer esses passeios mesmo estando hospedado em Bariloche - Suites Design? ou tenho que ir "pulando de hotel em hotel"?

Att.,

Thiago Reis

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thiago! Os dias no verão são longos, mas você aproveitará mais se dormir em San Martín, sem precisar voltar no mesmo dia.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Ola, Thiago
Villa La Angostura fica a pouco mais de 1 hora de carro de Bariloche, dá pra passar o dia por lá, pegar praia nos lagos , almoçar e voltar pra Bariloche no mesmo dia.
Ja San Martin fica bem mais longe. Até dá para ir e voltar no mesmo dia, mas fica muito puxado na estrada e voce não aproveitaria a cidade adequadamente em tão pouco tempo.
Minha dica? Agende ao menos 1 pernoite na cidade (melhor seria 2 noites) , vá na ida pela Rota dos 7 Lagos e na volta pelo Paso Cordoba.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Ola, Thiago
Villa La Angostura fica a pouco mais de 1 hora de carro de Bariloche, dá pra passar o dia por lá, pegar praia nos lagos , almoçar e voltar pra Bariloche no mesmo dia.
Ja San Martin fica bem mais longe. Até dá para ir e voltar no mesmo dia, mas fica muito puxado na estrada e voce não aproveitaria a cidade adequadamente em tão pouco tempo.
Minha dica? Agende ao menos 1 pernoite na cidade (melhor seria 2 noites) , vá na ida pela Rota dos 7 Lagos e na volta pelo Paso Cordoba.

Maria Pereira
Maria PereiraPermalinkResponder

Gostaria de saber se vale a pena ficar em villa Angostura no inverno. Grata

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria! Vale a pena se você esquia. Se você quer só ver neve, fazer esquibunda, andar de trenó ou moto de neve, visitar fábrica de chocolate, comer fondue à noite, Bariloche tem mais opções.

marcia rodrigues

Excelente Guilherme, foram 11 dias no total? Só vamos eu e meu marido, fica pesado alugar carro?

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Ola, Marcia.
Foram 4 noites em BLC, 3 em VLA, 2 em SMA e 1 em BsAs.
Se fosse fazer de novo, ficaria mais tempo em San Martin.
Quanto ao "pesado", seria tipo ... de custo?
Não sei , eu não aluguei carro... tem que cotar com alguma locadora de lá, Marcia, pra vc saber com precisão.
Em termos de segurança nas estradas, no verão, te asseguro que pode dirigir com tranquilidade.

leticia
leticiaPermalinkResponder

Obrigadaaa pelo post!!! ajudou muitooo a organizar minha trip!!

Samires Nunes
Samires NunesPermalinkResponder

Olá! Quero muito viajar para Bariloche, mas só tenho o mês de Abril. Vale a pena?
Um abraço

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar