Réveillon em Nova York: 10 sugestões para a virada (e dicas práticas para os dias 31 e 1º)

  • 0
Rogéria Vianna
por Rogéria Vianna

Réveillon em Nova York: dicas

Não quero ser estraga prazer, mas sabe aquele Réveillon superdivertido e cheio de programações tentadoras que a gente curte tanto no Brasil? Você não vai encontrar em Nova York. Essa festa alto astral, com todo mundo vestidinho de branco, de roupa de baixo nova e fazendo mil simpatias para atrair sorte no novo ano é coisa nossa.

O Réveillon em Nova York é apenas mais um evento para lembrar quando termina um ano e começa outro. Simples assim. Milhares de pessoas cometendo a heresia de passar a data vestidas completamente de preto. E outras que nem saem de casa e passam a noite no sofá assistindo TV. O fato dos nova-iorquinos tratarem essa data com esse tiquinho de displicência dificulta para os brasileiros se encontrarem nas comemorações que rolam na Big Apple.

Réveillon em NY | Times Square | Baladas | Diferentes | Dicas práticas | Dia 1º

  • Réveillon na Times Square

Já que a ideia é dar conselhos sobre o Ano Novo em Nova York, o primeiro deles é: fuja da Times Square. Correndo. E não olhe para trás. Resista aos shows de estrelas programados para antes da queda da bola que marca a virada do ano.

Para começar, é um frio de rachar. Não bastasse isso, precisa ficar nesse tal frio de rachar por hooooras. As filas começam a se formar em torno de meio-dia. Depois que você passa pela revista da polícia e adentra a área do evento, já era. Não pode mais sair nem pra ir ao banheiro.

Sim, é isso que você entendeu: lá na festa da Times Square não tem nem banheiro químico pra quebrar o galho. Dizem à boca pequena que a plateia costuma ir com uma providencial camada extra por baixo da roupa (sim, de fralda) para eventuais emergências. Ainda não desistiu da ideia? Então tá. E se eu te contar que a bola desce em 60 segundos, não há vendedores de comida e não rolam fogos de artifício? Animado ainda? Então tenho um argumento final, o super trunfo: não pode beber na rua.

Agora imagine esperar por umas 10 horas, na maior friaca, sentado no chão, sem banheiro por perto e completamente sóbrio, sem nem uma sidrazinha para brindar. Em 15 minutos depois da meia noite é fim de festa e já não há uma alma viva na rua. Não sei você, mas não é com essa energia que ninguém quer entrar no Ano Novo, né não?

Times Square: como participar da festa com algum conforto

Se você realmente quer ver a festa na Times Square, mas quer um mínimo de conforto, pode comprar um convite do evento Ball Drop. O pacote custa a partir de US$ 220 e dá direito a comida, bebida e acesso aos restaurantes participantes do evento (entre eles o museu de cera Madame Tussauds).

Você não vai escapar da muvuca para chegar à área, nem para ir de um restaurante para o outro. A vista para a queda da bola também não é garantida. Mas pelo menos você estará melhor acomodado do que a multidão ao ar livre. Os tickets podem ser comprados aqui. No mesmo site você vai encontrar tickets para outras festas na Times Square como como Planet Hollywood e hotéis da região.

Réveillon em NY | Times Square | Baladas | Diferentes | Dicas práticas | Dia 1º

  • Baladas de Réveillon

Ok, admito, se procurar bem, você vai encontrar algum evento animado.

Perto da Times Square: Cipriani 42

A festa de gala do Cipriani 42 é bem tradicional e pode ser bacana. Os convidados capricham na produção, o local impressiona e tem DJ para agitar. Os ingressos começam em US$ 129 e incluem canapés, open bar e champanhe para brindar à meia noite. Pode encarecer se você quiser uma mesa ou garrafas de bebida. Tem ainda uma versão econômica, por US$ 49, se você topar entrar depois da meia-noite e meia.

No Brooklyn: House of Yes

O House of Yes é uma balada bem diferente no Brooklyn, que vem ganhando bastante destaque na nightlife nova-iorquina. A festa de Halloween foi uma das mais disputadas da cidade, com ingressos esgotados semanas antes da data. Para o Revéillon, eles preparam diversão em dose dupla, com duas comemorações:

  • A New Year’s Eve: Y2K é inspirada no réveillon do milênio. A festa vai celebrar o Ano Novo como se fosse 1999 e as pessoas devem ir vestidas a caráter. Vai acontecer no próprio local e parece divertido. Os tickets custam US$ 75 e podem ser comprados aqui
  • A festa The Grand Ball, também no Brooklyn, será pura elegância. O dress code recomenda que os convidados vistam roupas brancas, pretas, douradas ou prateadas. A festa terá várias apresentações musicais e promete surpresas durante a noite. No convite há uma observação encorajando os convidados a ficarem na festa até depois do sol nascer e adentrar a tarde do dia 1º. Para os fortes e animados. Tickets a partir de US$ 85 aqui

Réveillon no rooftop: 230 Fifth

Quer começar 2018 cara a cara com o Empire State? O 230 Fifth, o rooftop bar mais popular da cidade, promove a sua festa de fim de ano. O ingressos começam a partir de US$ 150 e dão direito a open bar até a 1h da manhã (depois você paga pela bebida), canapés e uma taça de champanhe para brindar. Se nada prestar, vale pelo menos pela vista...

Réveillon charmoso: Bryant Park Grill

Outra festa que já é charmosa pela localização é a do Bryant Park Grill. Com tickets a partir de US$ 100, oferece open bar, comidinhas, DJ e café da manhã no fim da noite.

Réveillon em NY | Times Square | Baladas | Diferentes | Dicas práticas | Dia 1º

  • Réveillons diferentões

Quer fugir da Times Square? Vem por aqui. Se você quer passar a virada ao ar livre, vendo os fogos de artifício, tem algumas opções interessantes que vão encher seus olhos.

Réveillon na Brooklyn Bridge

Que tal virar o ano em um passeio noturno na Brooklyn Bridge? O tour de Réveillon na ponte começa às 22h30 com histórias sobre esse ícone da cidade. Perto da meia-noite rola uma parada estratégica para ver os fogos e o skyline de Manhattan. O visual vai ser incrível, sem dúvida. Custa US$ 50 para adultos e US$ 25 para crianças.

Réveillon no Prospect Park

O Prospect Park, no Brooklyn, confirma sua vocação para diversão. Se aguentar o frio, prepare sua cestinha de piquenique com comidinhas e bebidas quentes e vá apreciar o show pirotécnico que acontecerá à meia noite no a área do Long Meadow. Os melhores pontos para ver são na Grand Army Plaza, dentro do parque na West Drive e ao longo da Prospect Park West entre a Grand Army Plaza e a 9th Street.

Réveillon correndo no Central Park

Na falta da tradicional Corrida de São Silvestre, comece 2018 no pique total com a Midnight Run, uma corrida de 4 milhas no Central Park. O evento, meio festa, meio prova, começa às 22h com muita música e dança. A largada é às 23h59 do dia 31. Perfeito para quem já quer começar a colocar em prática a promessa de fazer mais exercícios no Ano Novo. Inscrições aqui.

Réveillon num barco

Outra ideia interessante e diferente é passar o Réveillon num passeio no rio. Os barcos organizam passeios especiais de Réveillon, com DJ, jantar, open bar e direito à vista privilegiada de Manhattan e queima de fogos com a Estátua da Liberdade ao fundo. Uau.

Réveillon em NY | Times Square | Baladas | Diferentes | Dicas práticas | Dia 1º

  • Réveillon: dicas de sobrevivência na cidade

Mesmo que você queira passar a última noite do ano paz do seu quarto de hotel ou apartamento, vai precisar se preparar. Felizmente a maioria dos supermercados e delis permanece aberta pelo menos até o início da noite. No entanto, no dia 31 a cidade fica caótica por conta de ruas fechadas e metrôs superlotados, que o ideal é você comprar tudo o que precisa para a sua virada (como comidinhas e champã) nos dias anteriores, para evitar o stress.

Prefere um restaurante? Na noite do dia 31, algumas casas funcionam com cardápio e horário de dias normais, outras têm menu especial de Réveillon. De qualquer forma, conseguir uma mesa não será tarefa das mais fáceis. Por isso, garanta a sua reservando o quanto antes pelo site/app Open Table (a gente mostra como neste post).

Táxi na virada

Táxis podem ser uma das coisas mais complicadas de se conseguir nas últimas horas do ano. O ideal é tentar se planejar para fazer seus trajetos a pé. Mas se não tiver jeito e você precisar de um, conte com sorte, paciência ou uma corrida agendada no Uber (sim, é possível agendar corridas com Uber em Nova York).

Réveillon em NY | Times Square | Baladas | Diferentes | Dicas práticas | Dia 1º

  • O que abre em 1º de janeiro em Nova York?

No primeiro dia do ano, o que você quer mesmo é retomar sua programação e voltar a turistar pela cidade, certo? Alguns restaurantes e lojas abrem normalmente nesse dia (com boas liquidações inclusive). Outras, contudo, preferem celebrar a data e não funcionam.

Portanto, se você está considerando fazer alguma compra específica nesse dia, o mais garantido é verificar antes se a loja realmente estará aberta e seu horário de funcionamento.

Os food halls não abrem, mas as atrações turísticas funcionam normalmente como museus, parques, feiras, High Line, Estátua da Liberdade, Empire State Building e outros. E que venham mais 364 dias de muita diversão na cidade que nunca, nunca dorme.

Réveillon em NY | Times Square | Baladas | Diferentes | Dicas práticas | Dia 1º

Leia mais:

5 comentários

Fernando Ricardo

Reveillon na Times Square esta no Topo dos Topos das furadas mundias. Nenhum programa no mundo inteiro é mais furada que isso. Conheco quem foi e é exatamente dessa forma relatada no texto. Fujam pras colinas.

Monica
MonicaPermalinkResponder

Passei por isso. Foi o final de ano mais sem graça que já tive. Sentada no chão , morrendo de frio e presa dentro de grades , sem poder sair e nem vi bola nenhuma. E 10 minutos depois saiu todo mundo

Viajante
ViajantePermalinkResponder

Maior furada! Topo dos topos em furadas!
A cidade fica superlotada e tudo é mais difícil e demorado. A tal bola é minúscula e fica no alto, muito longe, cai em segundos e não tem nada de espetacular. Você fica horas (sim, multas e muitas horas - cheguei às 17 horas e fiquei a umas 8 quadras de distância) parado em pé no frio, sem música, sem ninguém dançando ou interagindo, sem poder beber, para cair em segundos, não ver nada, e quando termina todo mundo simplesmente sai caminhando quieto para ir embora dormir.

Francisco Siqueira

Reveillon na Times Square é a maior furada! Fiquei hospedado em um hotel que ficava a meia quadra da Times Square, a nossa rua inclusive ficava fechada e só conseguimos entrar nela por volta das 16:00 porque estávamos hospedados no hotel. Como era muito perto e estava bem frio, pensamos que poderíamos esperar no hotel até mais próximo da meia noite para sairmos para a Times Square, ledo engano. Quando descemos, por volta das 23:00, mal conseguíamos sair do hotel e não conseguimos passar pela barreira que dava acesso exatamente à praça. No final das contas, deu meia-noite, não conseguimos ver a bola descer e 0:15 já não tinha quase ninguém mais na rua, a "festa" havia acabado. Acabamos voltando para o hotel e abrindo champagne que havíamos comprado mais cedo e deixamos gelando na varanda do quarto.

João Figueiredo

Verdadeiramente tive o dissabor de passar o Ano Novo com a Família na Times Square. Tudo o que foi dito anteriormente é a pura verdade, só não foi pior porque nos deslocamos para o Central Park onde tinha Shows e a queima de fogos. Essa é a melhor dica para New York, Central Park no Ano Novo.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar