Cajón del Maipo: como é o 'outro' passeio à montanha em Santiago do Chile

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

cajon del maipo

Fazer um passeio ao Cajón del Maipo é uma maneira de adicionar um pouco de natureza a uma visita a Santiago. O cânion fica na região metropolitana de Santiago, e sua mais famosa paisagem – o Embalse El Yeso – está a 110 km do centro da capital.

A região é bastante procurada pelos santiaguinos para escapadas de fim de semana, e está cada vez mais popular entre os turistas. Excursões de dia inteiro a Cajón del Maipo são oferecidas por várias agências locais. Entre elas, a Somos, a AndoAndes e a Isto é Chile. Os preços variam entre 50.000 e 65.000 pesos chilenos (85 a 110 dólares por pessoa). A diferença costuma refletir o tipo de atividade incluída no passeio.

Um ônibus de linha da Turmaipo, o MB-72, leva até Baños Morales. A leitora Luiza conta neste post como é ir por conta própria.

Para contemplação ou para aventura, como bate-volta ou numa estadia prolongada, conheça as principais atrações do Cajón del Maipo:

  • O que fazer em Cajón del Maipo

Há muitos lugares e atividades para você escolher na região de Cajón del Maipo. Num passeio bate-volta de Santiago, você vai precisar priorizar o que quer ver e fazer.

Cajón del Maipo | Embalse el Yeso | Trekking | Banhos termais | Aventura

Passeio ao Embalse El Yeso

embalse el yeso cajon del maipo

Embalse El Yeso

O passeio clássico ao Cajón del Maipo é o tour de dia inteiro ao Embalse El Yeso, uma represa a 2.500 metros sobre o nível do mar. O caminho até lá é ligeiramente monótono, com uma rápida parada na cidadezinha de San José del Maipo. Tem ainda um pouco de chão até que se alcance os primeiros mirantes e, enfim, o grande lago cor de esmeralda. Com algum tempo para fotos, caminhada e uma linda vista dos Andes, é um passeio contemplativo bem tranquilo.

Algumas agências de receptivo completam a experiência oferecendo um piquenique nas margens da represa. Numa versão mais aventureira, você pode fazer o passeio pedalando. Ou ainda combinar a visita ao Embalse El Yeso com tirolesa em outro setor do Cajón del Maipo. Também há tours que fazem uma dobradinha com as piscinas termais dos Baños Colina.

Ir por conta própria, de carro alugado, não é difícil fora da temporada de inverno. Vá sabendo, porém, que há trechos sem asfalto e com ribanceira.

Trekking às geleiras

monumento el morado cajon del maipo

Geleira San Francisco (foto: Luiza Di Sessa)

O Monumento Natural El Morado é o local mais procurado para trekking em Cajón del Maipo. A trilha tem como ponto alto a vista para a geleira San Francisco. É um trekking exigente, com trechos íngremes e duração média de 5 horas.

Na mesma pegada, o trekking à geleira El Morado é menos conhecido, mas inclui paisagens igualmente impressionantes, e tem duração total de 6 horas.

Ambos podem ser feitos de maneira independente, indo e voltando de carro, mas é mais seguro estar em grupo. Ao Monumento Natural El Morado é possível chegar também de maneira mais roots, com o ônibus MB-72 que leva até Baños Morales.

Banhos termais

banos colina cajon del maipo

Baños Colina (foto: Be Araujo)

Há três estações de águas termais em Cajón del Maipo: as Termas del Plomo, os Baños Morales e os Baños Colina. As três tem estrutura bem simplesinha (não espere vestiário, armário, nem chuveiro com água quente) e, na verdade, não valem o deslocamento desde Santiago se forem o seu único destino em Cajón.

De carro ou em tour organizado, visite com expectativas calibradas, e de preferência combinando com outra atração de Cajón del Maipo, como no tour que propõe a dobradinha Baños Colina e Embalse El Yeso.

Aventura

cajon del maipo cavalgada

Cavalgada em Cajón del Maipo

Cavalgadas pelas montanhas e o rafting nas águas cor de Toddynho do rio Maipo são as principais atrações esportivas na região de Cajón de Maipo, com tours saindo de Santiago.

Se você for fã de atividades de aventura, considere se hospedar na região e alugar um carro para aproveitar mais dias de caminhadas, trekking, canyoning e tirolesa.

Cajón del Maipo: será que é pra mim?

  • Cajón del Maipo é um troféu para caçadores de passeios diferentões. É um passeio que distingue a sua viagem da viagem de quem apenas bateu ponto nas atrações tradicionais.
  • Mas o que os mais animados não contam é que você passa muito tempo na estrada, indo e voltando pela periferia sem-graça de Santiago, para admirar as belezas do Cajón. A cada 10 resenhas de êxtase você vai ver uma de decepção, achando que o custo x sacrifício do passeio é um pouco alto.
  • Por isso, antes de decidir pelo passeio, veja se esse tipo de aventura faz o seu gênero. Se fizer, vá feliz e volte com fotos incríveis.
  • Onde ficar em Cajón del Maipo

cascada de las animas cajon del maipo

Cascada de Las Ánimas

Há uma boa oferta de pousadas e chalés em Cajón del Maipo, com jeitão rústico e rodeados por bonitas paisagens. Ficar hospedado em Cajón del Maipo não é indispensável, mas pode ser uma boa ideia para uns dois dias ou de descanso, ou de muita atividades ao ar livre. Estar de carro é ideal.

cascada de las animas cajon del maipo

Tirolesa na Cascada de Las Ánimas

O complexo Cascada de Las Ánimas oferece e organiza os próprios passeios, como rafting, cavalgadas, tirolesa e trekking. Tem bangalôs confortáveis e bem equipados, com cozinha, e domos modernosos inspirados na idéia de glamping. Recomendado especialmente para famílias com crianças.

Se você procura mais por descanso do que por adrenalina, fique com o intimista Lodge Andino El Ingenio, com o rústico Maipo Shanti Lodge ou com o novinho El Morado Mountain Lodge, que inaugura este ano uma área de spa.

  • Quando ir ao Cajón del Maipo

embalse el yeso cajon del maipo

Embalse El Yeso em novembro

A melhor época para visitar o Cajón del Maipo é de novembro a abril, fora da temporada de neve, quando as estradas estão em melhores condições. Quando há neve no caminho alguns trechos podem ficar perigosos ou até intransitáveis. Além disso, fica mais fácil de caminhar nos passeios sem a necessidade de calçados de neve, especialmente nos trekkings. Mas não se preocupe: sempre vai dar pra ver alguma neve no topo da cordilheira.

Leia mais:

21 comentários

Carlos Joao Marques

Eu aconselho os passeios de embalse el Yeso e Banõs Colina no mesmo dia para quem não tem tempo, Banõs Morales não vale a pena, as águas das piscinas termais são sujas e o local não é limpo o suficiente.
Sair cedo de Santiago é outra dica, não tenha medo de ir com carro alugado, fui de Golzinho básico e tudo correu maravilhosamente.
Deixe para fazer uma boa refeição no final da viagem, eu escolhi um restaurante dentro do hotel Santuário del Rio um pouco antes de São José del Maipo, foi espetacular.
Leve toalhas de banho para o passeio de Banõs Colina, a estrutura é realmente muito simples, o custo para entrar é de 8.000 pesos por pessoa em especie.
Cuidado apenas nas estradas de chão, cobertas de pedras, com os caminhões que transitam carregando areia.
Passeio imperdível.

Luciana Janson

Eu fui para o Cajón del Maipo em dezembro de 2017 e não procurei os trekkings e as atividades mais aventureiras, mas eu não aconselharia quem for procurar a região só pelo Embalse El Yeso, que foi o meu caso. Fazia tempo que não entrava em uma furada tão pega-turista! Não é nem pela distância em relação a Santiago: é bonito, mas existem passeios que passam pela parte mais alta dos Andes que são muitíssimo mais bonitos. Fiz o passeio porque já tinha ido a Santiago algumas vezes e quis fazer algo diferente dessa vez, mas não voltaria. Ou, pelo menos, não voltaria em tour organizado: achei toda a estrutura muito mambembe e, no fundo, poucas coisas realmente bonitas para ver.

Francisco Veiga

Luciana, estou planejando ir para Santiago, talvez esse ano. Quais são esses passeios bonitos que passam pela parte mais alta dos Andes? Se puder me dar umas dicas, agradeço!
Obrigado!

Luciana Janson

Francisco, a rota de ônibus entre Mendoza e Santiago passa pelo meio dos Andes e é lindíssima. Se você puder combinar as duas cidades (que foi o que fiz neste último Natal/Ano Novo), fica uma viagem deliciosa também. São umas 7-8 horas de viagem, mas a paisagem é deslumbrante!

O passeio mais bonito e que eu mais gostei é um trekking de 8 km no Parque Aconcágua, na Argentina, que fica nessa rota. Este ano fiz saindo de Mendoza, mas já tinha feito anteriormente saindo de Santiago. É cansativo, mas vale MUITO a pena!!!

Luciano
LucianoPermalinkResponder

Vou em agosto ao Chile, e pretendo ir ao cajon de maipo. Sei que estará bastante frio. Você acha que vale a pena? Ou é melhor não ir?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciano! Há controvérsias. Há quem ame, há quem ache que o sacrifício não vale a pena. No inverno você já verá montanhas nevadas no alto dos Andes. Faça esse passeio se você tiver tempo e disposição de sobra.

Flávia Fleury

Após voltar da Patagônia, ainda achma que vale a pena conhecer Cajon del Maipo?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flavia! A nossa opinião, depoimentos s de ter ido duas vezes, é a de que é um passeio sobrevalorizado. Mas muita gente gosta.

Jessica
JessicaPermalinkResponder

Vou a Santiago em Agosto
Gostaria de conhecer os andes, cajon del maipo, o centro, vinã del mar. Se possível conheceria Patagonia tambem.
Poderiam me ajudar?
Acham que a vista em cajon del maipo e banhos termais valem a pena nesta epoca?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jessica! Leia sobre a conveniência do passeio a Cajón no inverno no texto do post.

Leia sobre passeios em Santiago:
https://www.viajenaviagem.com/destino/santiago/o-que-fazer-santiago/

Viaje à Patagônia no verão. Não se vai à Patagônia no inverno.

Karina
KarinaPermalinkResponder

Estou indo a Santiago na próximo semana e gostaria de saber se vale a pena e se é possível ir a Cajon del Maipo de carro?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karina! Vá de tour.

vanessa melo oliveira dias costa

Gostaria de saber se precisa comprar passagem de Santiago a Pucon de ônibus com antecedência agora em julho

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vanessa! Comprar com alguns dias de antecedência garante que haja lugar no horário que você deseja.

Marcia Leite Macedo

Estou pensando em ficar uns cinco ou seis dias em Santiago no fim de outubro (estou entre lá e Cartagena, para comemorar meu aniversário, sendo que no momento Santiago está vencendo pelo clima e tempo de voo). Pensei em ir ao Cajon del Maipo para conhecer a represa, com um tour. Sou sedentária e me canso fácil. Há necessidade de caminhar muito, com muitas subidas, para apreciar o passeio? Já vi neve nos Estados Unidos, Europa e Patagônia - será que o passeio vale a pena para mim? Viajarei sozinha

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! Em termos de paisagem, é mais bonito no auge do inverno, com neve até a beira do lago.

RENATA BAPTISTA SANCHES

Bom dia, estou indo para Santiago no final de Setembro. Gostaria de saber se é interessante comprar o passeio para o Cajon del Maipo pela internet ou lá mesmo? Achei uma variação grande de preços online. Achei um pela Viator com preço bom, mas fiquei desconfiada.
https://br.viator.com/tours/Santiago/Small-Group-Cajn-del-Maipo-Full-Day-Tour-and-Picnic/d713-32917P5
Obrigada pela ajuda.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Os passeios não são pradonizados. Compare itinerários e o que está incluído.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Olá! Vou a Santiago em outubro, chegarei no fim da noite do dia 11 e retornarei ao Brasil dia 14 por volta das 19h, ou seja, terei apenas 2 dias inteiros para conhecer a cidade. Será que vale a pena usar 1 dia para conhecer Cajón del Maipo? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! Acredito que não.

Veja o que fazer em Santiago:
https://www.viajenaviagem.com/destino/santiago/o-que-fazer-santiago/

Thais
ThaisPermalinkResponder

Fui hoje visitar o Embase el yeso, que é um lugar maravilhoso. Aconselho a não contratar a empresa Ski Total. O horário marcado para saída na loja era 8:30, saímos bem depois das 9h. No caminho, paramos em um “pega turista”, chamado casa de chocolate, por uns 45minutos. Uma parada que poderia ser de 15min, para banheiro e alguma comprinha de doce ou chocolate quente. Tivemos apenas 2h em embase e como gostamos de parar, observar, tirar fotos e curtir o lugar, não conseguimos fazer um trecho da caminhada. Na volta paramos em um restaurante caríssimo, com uma comida bem trivial pelo valor que pagamos. O caminho até embalse é lindo, mas não fizemos nenhuma parada. Me senti perdendo tempo! Minha sugestão: vá de carro alugado (verifique as condições de neve na epoca da sua viagem) e curta o caminho tambem. Tem paisagens lindas, o passeio é otimo. Em setembro, alugue bota de neve ou vá com tênis para trecking. O gelo está derretendo e está um lamaçal apesar de ter nevado ha alguns dias atrás. Fui com um tenis comum e não me senti segura em alguns trechos com gelo e muita lama.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar