Arthur, Meilin, Carlota e Rafael na Colômbia: Bogotá, Cartagena, Parque Tayrona e San Andrés

Playa Blanca, islas del Rosario, Cartagena (foto: Meilin)

Eu só estava esperando o Arthur terminar a sua mais recente série épica de posts para fazer um post-índice das viagens à Colômbia dos trips.

O roteiro é o seguinte: primeiro, dê um rolê descobrindo as coisas bacanas de Bogotá com a Meilin.

Depois, voe a Cartagena. Faça todos os passeios com o Arthur. Veja as fotos e as impressões da Meilin. Cheque as informações práticas com o Rafael. Quem sabe, faça um desvio até o Parque Nacional Tayrona, nos arredores de Santa Marta, com a Carlota, irmã da Melin.

Pronto para continuar a San Andrés? Antes de mais nada, mergulhe nos três blogs, e ao fim da pesquisa é muito difícil que alguma dúvida não tenha sido respondida.

Belo trabalho, pessoal!

Série “Piratas do Caribe”, por Arthur Pattitucci Filho, no Agora Vai:

Chegando a Cartagena

Cartagena: a cidade murada

Cartagena: a fortaleza e mais cidade antiga

Cartagena: mergulho na Isla del Sol

Chegando a San Andrés: Hotel Decameron Aquarius

San Andrés: mergulhando com arraias

San Andrés: passeio e mergulho em Johnny Cay

San Andrés: ilha-tour e informações práticas

Epílogo: homenagem ao povo colombiano

Do Pergaminho Eletrônico, da Melin:

Chévere Bogotá (Bogotá bacana)

Cartagena de Yndias

Fotoblog: fachadas de Cartagena

Parque Tayrona, pela mana Carlota

San Andrés subaquática

Glub glub glub… San Andrés (2008)

De O Mundo é Redondo, do Rafael Redondo:

Cartagena a dois

San Andrés: Decameron Aquarium, Acuario e Johnny Cay

San Andrés: Mergulhos e passeios

40 comentários

RIQ e demais compañeros, alguém teria dicas de hotéis em Bogotá?

Penso em um hotel confortável, limpo e econômico próximo ao aeroporto, apenas paraum pernoite.

E um outro com as mesmas características, mas numa área mais propícia para visitar a cidade, áreas de interesse turístico, restaurantes, compras, museus etc.

Obrigado!

Wanessa, troquei a foto cinza-jururu por outra que ganhei da mana, bem mais bonitinha. Dá uma espiada lá 😉

Encontrei passagens ida e volta Bogotá-San Andrés por apenas 70 dólares, pela Avianca. Achei uma oferta bem tentadora para quem pode ir a Bogotá com milhas.

Mas confesso que tenho um pé atrás com relação a San Andrés, porque as fotos que vejo na internet mostram um lugar repleto de gente, muvucado. Não seria uma Porto Seguro ou “galés de Maragogi” versão colombiana?

Puxa, que honra ter meu humilde blog citado aqui. Obrigado por fazer esse fã feliz, Riq. Abraços.

    Agradeça à Meilin — cheguei lá por um link no Pergaminho!

    Quando postar sobre o Panamá, me avise!

Os posts sobre a Colômbia estão muito legais (já vinha acompanhando os do Arthur, e agora fui ver os da Meilin e do Rafael). Mais um lugar que entra pra lista!

Mas, Riq, achei que essa foto que vc escolheu pra ilustrar o post não faz justiça ao que foi mostrado pelos trips… tão cinza, quase não mostra o mar…

Fala Riq, thanks pela divulgação! Agora é o meu momento “Tommy”… :mrgreen:
Abração!

Eu já tinha visto os relatos do Arthur e da Meilin: estão ótimos! Tô indo conhecer “O Mundo é Redondo”, juntarei tudo e mandarei para um amigo que irá para a Colômbia em agosto.
Valeu Riq! E parabéns pessoal!
Um abraço,

Riq, você acha que vale a pena ir ao Eden Project? Estamos aqui na Cornuália, mais ou menos perto, com carro, mas ao mesmo tempo em que o Projeto Eden é bem famoso ele não nos pareceu muito interessante, no final das contas, pelo que vimos no site. Ele estava na nossa programação original, mas estamos pensando em cortá-lo. O que você acha? Pessoal, alguém aqui já foi ao Projeto Eden? Obrigada.

    Cláudia, precisei googlar para lembrar do que se trata…

    Já fui uma vez numa estufa em Colônia que simulava a floresta equatorial (era o museu do chocolate, e havia pés de cacau na estufa), e também passei por ambientes tropicais em aquários. As duas vezes achei a obra impressionante, mas para uma pessoa que vinha do trópico não havia novidade nenhuma no ambiente…

    O Eden Project parece verdadeiramente grandioso. Mas se você e o Marcio se emocionam mais por outros programas do caminho, sigam o seu coração…

    Cláudia, ao Eden Project eu nunca fui, mas fui ao Biodôme de Montréal, que me parece ter uma proposta semelhante, de recriar ecossistemas e tal… Sinceramente, não me fascina; eu não iria por “obrigação turística”, não, só mesmo se estivesse com tempo sobrando… 😉

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.