Chapada Diamantina pra Flavia

Cachoeira da FumaçaA Flavia Penido, nossa querida @ladyrasta, pede ajuda: quer ir depois do Réveillon para a Chapada Diamantina com lordrastajr, o herdeiro. Ela já esteve por lá uma vez, mas gostaria de ver coisas que não viu e apresentar ao filho o que mais gostou.

Ela gostaria de fazer por conta própria — tem tempo para investir, e já conseguiu se encaixar na hora nos passeios quando foi aos Lençóis Maranhenses (e lordrastajr ainda era um guri).

O que ela gostaria de fazer:

1) dormir uma noite em Igatu, porque achou a cidade um encanto, e permite alguns passeios bacanas

2) fazer Buracão, Lapão e a trilha Capão-Guiné (coisas que não fez da primeira vez)

3) mostrar os básicos (Cachoeria da Fumaça, Poço Azul, Poço Encantado) ao filhão

Ela está balançada entre pegar um tour tipo Volta da Chapada ou alugar um carro (em Lençóis? em Salvador? onde seria melhor?) e pegar passeio por passeio, como o Ernesto fez.

4 dias na Chapada Diamantina com o Pato Econômico por Ricardo Freire

Depois de alardear sua dúvida, ela já se encantou com os posts do Tiago dos Reis no Rotas Capixabas. A saber:

Chapado de emoção

Quero morar em Mucugê

Cachoeira do Buracão: eu vi

Alguém me explica Igatu?

Por dentro dos poços Encantado e Azul

A estalagem (e o café da manhã!) do Alcino

Vale do Capão, hippie pero no mucho

E você? O que recomendaria à Flavia? Deixe sua dica ou post na caixa de comentários. Obrigado!

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email
Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem


34 comentários

Voltei da Chapada Diamantina e queria deixar minhas impressões.
A primeira é que é realmente difícil “entender” a Chapada apenas lendo. E a segunda é, podem confiar sim! Quando lemos que as distâncias são longas, é verdade. Quando diz que é melhor ter carro por lá e contratar guias, é verdade. Acho que não tem o melhor jeito de conhecer a Chapada e sim várias maneiras. É pra voltar várias vezes.
Enfim, por vários motivos acabei não fazendo a viagem do jeito que planejava, mas mesmo assim foi sensacional!
Foi bem facinho, cheguei de avião, voltei de ônibus, fiz base num hotel muito bom em Lençóis e os passeios ao redor. E só posso falar do que fiz.
Quando digo ao redor é porque não tentei ir pra muito longe, pra não ficar horas no carro.
Para as cachoeiras e piscinas do Ribeirão (do meio é a do tobogã), do Serrano, da Primavera, do Sossego dá pra ir a pé da cidade, ficam mil guias tentando te levar, mas não há necessidade e as trilhas são bem tranquilas. No caminho tem vendinhas de água e se tiver dúvida se está no lugar certo eles ajudam. Para a trilha para a cachoeira do Sossego vale a pena ir com guia, como acompanha o rio tem parte nas pedras, parte com trilha e pode até ter que molhar o pé. É uma trilha que tem que ter atenção, mas é legal.
Para a cachoeira da Fumaça (por cima), fomos com uma agência. A trilha é bem marcada e não há a necessidade de guia, mas tínhamos que chegar até o início da trilha (no Vale do Capão) e ir de taxi ou com a agência (para 2 pessoas) era o mesmo preço. Pra quem não é acostumado a fazer trilhas o guia dá bastante segurança e aí poderia valer a pena. O início da trilha é bem inclinado e por isso mais cansativo, depois melhora, e a trilha é aberta, se estiver sol não tem como se esconder. Bom levar bastante água.
Fizemos o que eles chamam de “Roteiro número 1” é legal, mas acho muito entra e sai de carro, poderia ter menos paradas. E como todas as empresas fazem o mesmo roteiro, cada um dos lugares que paramos estava cheio de gente! E o guia não quis fazer um roteiro diferente. Fiquei arrasada de não conseguir fazer o mergulho na Pratinha, tinha uma fila gigantesca. Pra feriados e finais de semana, o ideal é essa ser a primeira parada do roteiro. Ainda bem que a gruta Lapa Doce e o Morro do Pai Inácio são sensacionais, pra valer o passeio! Com carro dá pra ir a cada ponto desse passeio da forma que achar melhor. E é possível sim alugar carro na Chapada, tem uma locadora em Lençóis chamada Lukdan, logo que entra na cidade, no pé da ladeira. Pena que era feriado e não conseguimos alugar.
A cidade de Lençóis é fofa e com muitos restaurantes, comi bem por lá. Como era feriado muita gente na rua, adorei.
Também tem mercados, padaria, da pra montar o lanche pra trilha se seu hotel ou sua agência não fizer.
Mas durante o dia, cidade fantasma! Ninguém! Quase não tem lugares abertos pra almoçar.
Acho que essa história de precisar no mínimo uma semana lá besteira. É claro que queria ter mais tempo e ir pra outras cidades base, tive 4 dias inteiros pra passeios e foi muito bom! Não dá pra ir em tudo, claro, mas pra quem quiser curtir uma cachoeira, fazer trilhas e ter aquela vista maravilhosa, vale sim usar feriado pra ir, é claro que vai ficar a vontade de voltar!
A agência que nos levou na Cachoeira da Fumaça foi a Nas Alturas e adorei! O tratamento na agência foi ótimo, o guia também, lanchinho na trilha todo especial. E não era um grupo grande, apenas mais 3 pessoas.
Tentei contratar um dos guias da Associação, que inclusive é o meio que o hotel recomenda para fazer os passeios, mas ele acabou furando e mandou um amigo no lugar, que só fui saber depois que não era da Associação. É uma boa pra quem está de carro ou mesmo pros passeios ao redor. O hotel já conhece alguns e liga direto. Só não achei barato. Para passeios de duas pessoas os preços são comparáveis com das agências, para famílias e grupos maiores sim tem vantagem. Alias os passeios não são baratos, antes de ir é bom entrar em contato com as agências, com algum taxi ou locadora e com a associação de condutores para já ter ideia dos preços.
Fiquei impressionada com a quantidade de crianças por lá, achava que não era passeio pra criança, mas pelo contrário, cachoeiras, trilhas, combina bastante.
Ficamos hospedados no Canto das Águas, bem mais caro que os hotéis que costumamos ficar, mas foi muito bom. Café da manhã, restaurante, serviço, localização, tudo muito bom! E o toque final veio no último dia, o ônibus sairia meia-noite e nos deixaram ficar no hotel até a hora de ir embora, maior late check-out que já ganhei!

Pessoal adorei a generosidade em compartilhar as experiencias, mas nenhuma respondeu minha principal duvida. Eu, 58 anos e meu namorado 60 anos vamos pra Chapada, é um presente meu pra ele porque é o sonho dele fazer essa viagem e nunca pode fazer porque é deficiente fisico, usa aparelho em uma perna e tem muita dificuldade em caminhar, quero oferecer a ele um encanto possivel. Ele adora dirigir e vamos fazer de carro São Paulo-Chapada, gostaria da opinião de vocês. Dá pra ver os lugares mais bonitos de carro ou são só pra quem pode caminhar?
Por favor me ajudem.

Alguém sabe dizer qual a melhor opção atual de estrada Salvador-Lençóis? Se pela BR116 ou BA052? Obrigada!

    Olá, Viviane! A BA 052 leva a Irecê. De Salvador vai-se até Feira de Santana pela BR 324, pega-se brevemente a BR 116 e continua-se pela BR 252, que é a que leva a Lençóis.

Oi Pessoal,

eu e uma amiga estamos querendo ir em setembro ficar 4 dias na chadada e três dias em morro de são paulo.
Será que fica muito corrido?

Abraços!!

    Olá, Elitz! Melhor investir uma semana na Chapada. Você perderá um dia inteiro de viagem entre a Chapada e Morro.

Oi Ricardo!Oi Bóia!Oi gente!Acabei de voltar da Chapada, onde fiquei por sete dias, estou fazendo um blog, onde estou postando as dicas e em breve colocarei informações de outras viagens minhas.Dá uma olhadinha http://meuslugaresespeciais.wordpress.com , estou esperando perguntas, dicas e a opinião do que acharam.Obrigada.

Uma excelente opção é a cidade de Palmeiras, lá os atrativos como Morro do Pai Inácio, Cachoeira da Fumaça, as Grutas como Torrinha (uma das mais completas do mundo)Lapa Doce, Pratinha e Gruta Azul, ficam mais perto de Palmeiras.Esta cidade é super bem localizada. Fica no coração da Chapada Diamantina e é ponto de partida mesmo. Ficar ali uns tres dias vale muito a pena!!!!É mais perto do que Lençois para visitar vários lugares.A cidade é uma graça!!!
Tem uma excelente hospedagem na cidade com o custo x benefício excelente!!!Chama-se Hostel Caminhos da Chapada, lá eles tem dicas bem bacanas e também pode-se encontrar pessoas para dividir o custo dos passeios, vale a pena conferir.

Flavia, acabei de voltar da Chapada e deixo algumas dicas:
– Em Lençóis, comer o escondidinho do Restaurante Bodega.
– Em Igatu, a Pousada Flor de Açucena é uma graça e tem excelente custo-benefício.
– Como o Daniel e o Tiago já tinham escrito, contrate o guia para o Buracão somente em Ibicoara. Recomendo muito o guia Joel (77 9131-5894/3413-2468 ou [email protected]). Aliás, essa é disparada a cachoeira mais bonita que já vi.
– A Travessia Capão-Guiné é linda. Mas vale a pena fazer o sentido inverso: Guiné-Capão. Me pareceu bem menos puxado.
– A Cachoeira dos Mosquitos também vale uma visita. É bem bonita e fica perto de Lençóis.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.