Como alugar apartamentos de temporada no exterior (Parte 3)

Relatório de viagem :mrgreen: — os apartamentos que eu aluguei na viagem do ano passado

lisboa5

LISBOA
O apê: quarto, sala, cozinha americana, pátio. Um andar de escadas. 85 euros.
Onde: Traveling to Lisbon.
O bairro: Príncipe Real, residencial, charmoso e colado ao Bairro Alto, quartel-general da noite lisboeta.
Muito giro: a localização, num ponto adorável de Lisboa.
Muito chato: a banda larga tinha sido desinstalada, e a agente levou uma manhã inteira até conseguir instalar uma placa de celular no laptop

madri31

MADRI
O apê
: duplex – sala, cozinha americana e quarto embaixo; e um pequeno terracinho na cobertura. Elevador. 100 euros.
Onde: RentMadrid
O bairro: Malasaña, animado e pouco turístico, a dois passos da Plaza Mayor e da movida de Chueca
Me encanta: tomar café da manhã no terraço ensolarado
Me mata: a inspeção final foi feita depois da saída, e a agência demorou um mês para devolver os 200 euros da caução, por PayPal

barcelona2

BARCELONA
O apê
: loftzinho moderno num edifício antigo. 2 andares de escada. 100 euros.
Onde: Friendly Rentals
O bairro: Born, antiga zona portuária que hoje é o Baixo Leblon de Barcelona
Qué bueno: sair de casa, dobrar uma esquina e estar no lugar mais bacana da cidade
Qué malo: mesmo com o apartamento desocupado desde a noite anterior, a agência não permitiu o check-in de manhã

roma3

ROMA
O apê: sala grande, quarto, cozinha separada. Terraço comunitário no topo do prédio. Um andar de escada. 85 euros.
Onde: VRBO
O bairro: um canto sossegado do pitoresco Trastevere
Bravissimo: ouve-se mais italiano do que inglês na vizinhança (uma raridade para o centro histórico de Roma)
Porca miseria: é preciso passar pela cozinha para chegar ao banheiro

paris2

PARIS
O apê
: quarto, sala, cozinha num prédio de 600 anos. 3 andares de escada. Nome na porta. 48 euros (no contrato de 28 dias).
Onde: NYHabitat (a dona não permite a publicação do link exato)
O bairro: Les Halles, num ponto mal-encarado da rue St.-Denis, entre sex-shops e prostitutas sexagenárias, mas perto de tudo
Très bien: os restaurantes sem turistas da rue Tiquetonne (uma transversal) e as padarias, queijarias, açougues, peixarias, mercearias e caves da rue Montorgueil (uma paralela)
Très mal: o sono leve da vizinha de baixo, que reclamava até do barulho de passos

amsterda4

AMSTERDÃ
O apê: a metade de uma casa-barco estacionada no canal Waalseiland. 120 euros.
Onde: Amsterdam House Boat
O bairro: Niewmarkt, vizinho careta do Bairro da Luz Vermelha.
Lekker!: ver o pessoal dos barcos de passeio olhar com curiosidade para dentro da nossa casa
Kak!: precisar ir embora no último dia

berlim3

BERLIM
O apê: loft com pé direito alto e pátio interno num prédio comunista dos anos 50. Térreo. 100 euros.
Onde: All-Berlin-Apartments
O bairro: Friedrichshain, a nova fronteira dos modernos em Berlim Oriental
Wunderbar: foi o apartamento mais bonito e bem-resolvido da viagem
Kaputt: a muvuca do bairro é jovem demais e está longe do apartamento; teria sido melhor procurar em Prenzlauer Berg

londres2

LONDRES
O apê: quarto, sala, cozinha separada, num típico predinho londrino. Dois andares de escada. 70 libras.
Onde: NYHabitat (não está mais listado lá)
O bairro: Bethnal Green, reduto de imigrantes em East London, próximo à Brick Lane
Jolly good: uma ótima base para descobrir as novidades do leste londrino, a parte da cidade que está acontecendo
Bloody hell: a internet por celular mais lenta do planeta

novayork2

NOVA YORK
O apê: studiozinho clean, com cama facilmente disfarçada de sofá. 2 andares de escada. 180 dólares.
Onde: Vacation Home Rentals
O bairro: Chelsea, epicentro da cena gay, fora da rota dos turistas de Midtown e de Downtown
Awesome: pós-crise, a diária chegou a baixar para 120 dólares (agora está 160)
Not so good: os trens expressos não param na estação de metrô mais próxima

Leia mais:


madri31

289 comentários

Olá,

Gostaria de receber dicas para locação de apartamento no Chile, precisamente em Santiago, onde pretendo realizar uma imersão na língua espanhola, juntamente com esposa e filhota de 02 anos.
Tipo sites especializados ou empresas que possam intermediar esse serviço.
Obrigado.

Ricardo,

Você poderia indicar um apartamento em Nova Iorque para alugar por 14 dias ? Bem localizado ! grata.

    “Boa localização” em Nova YOrk é matéria de preferência pessoal. Tem gente que gosta de Midtown; eu gosto de Downtown.

    Indicar um apartamento, você vai ver, é impossível, em Nova YOrk ou em qualquer outro lugar. Não é como um hotel, que sempre tem vários apartamentos disponíveis.

    Esse no qual eu fiquei — e que, se você ler com atenção o post, vai ver que tem link e tudo — para mim tem uma localização sensacional. Mas muita gente não concordaria.

    Decida por um bairro e então procure todas as possibilidades disponíveis nele durante a época que você vai.´

    Dá trabalho, mas compensa.

Oi Ricardo! Muito obrigada pela sua rápida resposta.
Achei vários aptos na NY Habitat muito bons e com ótima localização em Londres e nem posso duvidar que eles não sejam limpos. Pedi informações sobre outros sites confiáveis apenas para que eu possa comparar. Desculpe se me expessei mal. Eu nunca aluguei aptos no exterior, somente aqui no Brasil e, apesar de não ter acontecido comigo, sei de alguns amigos que levaram susto quando chegaram ao local alugado. Então, quanto mais informações eu tiver, mais segura vou estar, e vc me ajudou bastante.
Estou 1 pouco insegura ainda quanto a alugar apto em Londres. Isso pq fui apenas 1 X pra lá e acho Paris bem mais fácil pra se locomover. Nada que uma boa estudada nos guias e blogs como o seu não dê jeito.
Muito obrigada pela suas dicas (vou fazer exatamente como vc ensinou qdo eu gostar de 1 apto) e pela sua simpatia!
Abçs,
Cris.

    Se você ficar em dúvida de alguma localização, traga aqui pro blog que o povo te ajuda. Temos vários londrófilos a bordo!

Oi Ricardo!
Vou no começo de dezembro para Paris e Londres com meu marido e meus 3 filhos (16, 13 e 9 anos). Ficaremos 8 dias (7 noites) em cada cidade. A viagem de Paris está quase toda progamada, graças ao blog IMPERDÍVEL da Lina ( http://www.conexaoparis.com.br, visite! ), mas a de Londres ainda está no começo da progamação.
Preciso da sua ajuda:
Alugar apto em Londres é a melhor opção para mim, que vou com meu marido e meus filhos?
Vc sabe algum site (exceto o NYHabitat que eu já visitei) onde eu possa alugar um apartamento quentinho, aconchegante, LIMPO e barato na (medida do possível) em Londres?
E qual bairro posso escolher que tenha fácil acesso às atrações turísticas em Londres e que seja seguro a noite?
Desde já, Muuuuuito obrigada!
Abçs!

    Cristina, na parte 1 deste post você vai ver como achar essas agências no Google.

    Eu aluguei apartamentos em 9 cidades usando 8 agências diferentes, e a maior parte delas eu descobri googlando “vacation rentals” e nome da cidade, ou “apartments” e o nome da cidade. Deu tudo certíssimo. Ao gostar de um apartamento, google o nome da agência e a palavra “complaint”, queixa, para ver se consta algo contra na rede.

    Por que você acha que os apartamentos da NY Habitat não são limpos? Nâo entendi.

    Bairros práticos e gostosos em Londres para estar com a família: Knightsbridge, Kensington, Chelsea, Bayswater, Bloomsbury.

    Riq, sabe que na minha procura por hotel/albergue/B&B em Roma eu achei um monte de apês para alugar…e como se fosse hotel mesmo…pelo Venere…Booking e sites de albergue. Acho até que vou pegar um desses.

Oi, Riq!
Por coincidência estou neste exato momento teclando do apê que você indicou em NY, no Chelsea.
Po… não tem mais essa TV de LCD, não. Botaram uma de CRT bem pequenininha…
O Andy (que cuida do apê) é uma simpatia e passou várias dicas legais pra nós, além de se oferecer para qualquer eventualidade.
Como você fez para ir para o Aeroporto? Vale a pena carregar as malas subways/trens afora ou é melhor pagar o taxi?
Um abraço!

provavelmente o MELHOR post que eu já li na história do jornalismo turístico online! BRAVO Ricardo!

Riq, estamos nos matando atrás de uma houseboat em Amsterdãm. Para a data que precisamos só sobraram os muitos caros (e olha que nosso teto era de 150 euros). Estamos tristes, não queremos um apê normal, queremos uma casa-barco!!!! Buáááá. Depois vamos para Londres e nem começamos a pesquisar ainda.

Bom, já ficamos num apê em Paris, mas era de um amigo que nos emprestou. Então não foi necessário fazer vistorias e também não gastamos 1 centavo (sortudos, não?). Foi muito bom cozinhar em Paris, comprar um vinho, um bom chá para tomar antes de dormir, abrir a janela e ver os telhadinhos, fazer comprar no supermercado (ainda que os do nosso bairro eram meio ríspidos, faltava meia hora para fechar e já estavam nos expulsando).

O guia para locar apês ficou excelente, completíssimo. Parabéns.

#quê que é isso minha genti ??#
além dos míínimos detalhes
ainda tem pontos positivos e negativos no papiamento local !! 😳
LUUUUXO !!!!!!!!!!!!!!!!!

Um apto mais lindinho que o outro!!!! 🙂
Adorei, Riq.

Eu passei pela experiencia em Buenos Aires, e gostei muito, o custo x beneficio é fantástico.

Pesquisei muito Berlin, mas a crise, essa ai que todo mundo fala, diminuiu minhas reservas e engavetei as pesquisas, ficará para uma próxima breve, pelo menos com um clima de verão ou primavera merecido.

Adorei o caminho das pedras… florido:)

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.