De moto pelo Adriático: outra superviagem da Lu por Eslovênia, Croácia, Bósnia e Montenegro

Lago Bled, Eslovênia

Texto e fotos | Lu Gomes

Tudo começou com um encontro casual com a Carlinha e o Léo. Conversa vai, conversa vem e o Léo contou que um amigo tinha feito (ou pensava em fazer) um tour de moto pela Europa numa excursão. Pronto. O maridão, que é louco por moto, viu ali a chance de me fazer gostar da brincadeira.

A empresa indicada fica na Eslovênia – Adriatic Moto Tours – e faz várias excursões, todas saindo da capital Ljubljana. Escolhemos um tour de 8 dias pela Croácia, saindo pelo interior, passando pelo parque Plitvice, dando uma passada rápida pela Bósnia e voltando pela costa maravilhosa da Croácia. Aproveitamos para visitar primeiro Zagreb, capital da Croácia, pois não estava incluída no tour e no final ficamos alguns dias em Ljubljana para visitar a cidade e também para conhecer um pouco mais do país.

Ljubljana - castelo

Cabe registrar que essa região é uma das mais econômicas da Europa, por isso mesmo muito procurada por turistas. A nossa excursão foi barata e bem estruturada. As motos eram novas e em ótimo estado, havia uma van que nos acompanhava a maior parte do tempo, cujo motorista era mecânico e levava as nossas malas, e o guia era muito legal e conhecia bem a região. Por outro lado, a comida não é um ponto alto.

Só para lembrar, a antiga Iugoslávia foi dividida em 6 países: Eslovênia, Croácia, Bósnia e Herzegovina, Sérvia, Montenegro e Macedônia. A Eslovênia, a mais européia de todas, parece um prolongamento da Áustria. Já a Croácia tem muitos pontos turísticos naturais e uma costa enorme e lindíssima. A Bósnia, infelizmente, tem marcas da guerra por todos os lados, um pedacinho de costa (cerca de 20 km) e todas as placas possuem os dois alfabetos. O inglês é obrigatório na escola pelo menos na Eslovênia e Croácia. A única que faz parte da União Européia é a Eslovênia.

Zagreb - cidade alta

Croácia

Zagreb é uma cidade interessante. Tem uma parte antiga no alto, onde estão prédios do governo, alguns museus e uma igreja com um lindo telhado em mosaico de telhas. Fizemos um city tour de bicicleta com a Zagreb by bike cujos donos são um casal croata muito simpático.

Zagreb - palácio

O Parque Plitvice é interessante, pois são inúmeras cachoeiras que vão formando lagos, como já comentado aqui no VnV. A água é linda e possui uma incrível cor de degelo. Ficamos num hotel dentro do parque e que possuía quartos enormes.

Pilvitce Park

Plitvice Park

A costa da Croácia é linda, principalmente porque a estrada é bem sinuosa e com vista para o mar a maior parte do tempo. Dubrovnik é uma gracinha, toda murada. Dependendo da quantidade de cruzeiros atracados, ela pode estar insuportavelmente cheia, mas a noite, quando os navios já se foram, fica bem agradável. Há dois barzinhos do lado de fora da muralha que ficam literalmente em cima do mar, show de bola!

Bar em Dubrovnik

O ponto alto foi mesmo Hvar, uma ilha que lembra muito Angra, só que com um centrinho antigo bonito e animadíssimo e uma marina cheia de barcos lindos, todos estrangeiros. Há várias ilhas em volta de Hvar, algumas com restaurantes e o povo fica passeando o dia todo de barco entre elas. Como a ilha de Hvar é grande, há várias pequenas baías deslumbrantes sempre com barcos particulares aportados.

Na cidade de Hvar, nós ficamos no bárbaro Hotel Podstine que ficava ao lado da casa de férias do presidente da Croácia. Os quartos possuíam vista para o mar, SPA e piscina. Além disso, o mar estava bem na porta, à nossa disposição para um mergulho.

Hvar

Na ilha de Pag, ficamos hospedados em uma vinícola chamada Boskinac, uma das top 5 da Croácia, cujo vinho é realmente muito bom. Fica em Novalja, afastada da praia.

Eslovênia

Ljubljana é uma gracinha de cidade! Sobre o rio que a corta, são 3 as pontes que levam ao “miolinho”, onde se está o centro antigo, pequenino e charmoso, com um castelo no alto, ao qual se pode chegar de trenzinho ou a pé. Lá em cima, eles aproveitaram a construção e o pátio interno descoberto para fazer vários espaços modernos com restaurante, bar, loja, museu e galeria. Na parte baixa, ao pé do castelo, as ruas são de pedestres.

Ljubljana - castelo

Ljubljana - cidade antiga Ljubljana - centro

Para conhecer um pouco mais da Eslovênia, pegamos um tour regular até o lago Bled, que fica nos Alpes eslovenos (“julianos”). O lago é lindo, com um castelo no alto de um penhasco à beira do lago e uma ilha com uma igreja.

Slovenia - lago Bled

Bem próximo, fizemos uma caminhada numa espécie de cânion em ziguezague chamado Vintgrar e na volta, paramos na cidade medieval, porém não turística, de Skofja Loka.

Eslovênia - Vintgrar Gorge Eslovênia - Vintgrar Gorge

Bósnia

É impressionante como há lembranças da guerra em todos os lados. Há casas destruídas que assim ficaram porque, quando foram bombardeadas, a família toda morreu. Percebe-se bem a diferença para os outros dois países não só pela pobreza, mas também pelo alfabeto, que é o cirílico (sorte que todas as placas têm os dois alfabetos).

Mostar, Bósnia

A nossa tarde na Bósnia valeu pela encantadora cidadezinha de Mostar, a única cidade muçulmana do país. Logo na entrada, há uma ponte bem alta de onde alguns malucos saltam, mas não sem antes recolher um trocadinho para o show.

Edição | Natalie Soares

Leia também:

A grande viagem da Lu: Baviera, Alsácia, Rota Romântica e Douro

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email

30 comentários

Também adorei a viagem e as fotos, deslumbrantes. A Croácia está na minha wish list, mas de moto nem pensar!!!

Adorei a viagem: é uma que estamos querendo fazer já há algum tempo. Mas moto?!?!? Nani… 😉

Amei a viagem! Queria fazê-la em junho de 2012, mas de carro, como diz o Ernesto, mas ficou para 2013. Em 2012 estaremos indo para a Austria, Budapeste e outras cidades.

Marcelo,
Adorei a história da ponte!
Ab,
Cinthia.

Belíssima viagem, esta regiao é realmente linda.
A Croácia já entrou definitivamente para o roteiro clássico para qq viagem a Europa. Só a Eslovenia é meio q deixada de lado por ter vizinhos tao populares. Com certeza é um país super fácil de turistar e com cavernas incriveis como a de Skocjan que é simplesmente inesquecível.

Bela viagem!!

Esta maravilhosa ponte de Mostar, na última foto, foi explodida durante a guerra.
Quando veio a paz, os locais mergulhavam no rio para recuperar as pedras e reconstruir a ponte, que ficou quase como a original!

Muito legal Lu! Estava curiosa mesmo pra saber dessa viagem!
Tenho muita vontade de conhecer a Croácia, mas moto…nem pensar!