Rota Ecológica

Costa do charme
  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

São Miguel dos Milagres entrou no meu mapa em 2000, por acaso. Estava em Maceió e vi num jornal local uma pequena reportagem sobre uma pousada que tinha acabado de abrir. Procurando novidades para o meu guia Freire's, cheguei -- anonimamente e sem reservar -- numa tarde chuvosa. A pousada estava fechada; o dono tinha ido para Maceió. Mas gostei do que vi e disse para o faxineiro que voltaria no dia seguinte. A manhã veio ensolarada, o dono tinha voltado à pousada, me hospedei, caminhei pela praia na maré baixa, cruzei com uma turminha do jardim de infância brincando junto aos barquinhos ilhados na areia, jantei filé de arraia com uma salada de rúcula e tomatinho cereja cultivados na horta.

Sem querer, tinha descoberto um tesouro ainda desconhecido até mesmo em Alagoas: 40 km de praias lindas e desertas, protegidas da curiosidade alheia por fazendas de coco e pela estradinha precária, interrompida por uma travessia de balsa que impedia o caminho de se tornar um atalho para Maragogi, e assim preservava povoados que pareciam saídos d'O Bem Amado. No fim da estradinha, em Japaratinga, vi uma placa de um hotel tentando atrair passantes que vinham do norte: "Conheça a Rota Ecológica". Rota Ecológica? Resolvi adotar.

No mês seguinte, resenhei a região e a pousada na minha coluna na revista Exame Vip. O texto começava assim: "Sabe aquela praia que só você conhece, onde tem a pousadinha do Fulano que você só indica para os amigos mais chegados? Pois a praia se chama São Miguel dos Milagres, o fulano atende por Nilo e o nome da pousadinha é Pousada do Toque". Ao receber o primeiro telefonema, de um leitor de Brasília, o Nilo achou que fosse trote. Os hóspedes que vieram gostaram. Alguns gostaram tanto que resolveram abrir pousadas por lá. Em cinco anos, a Rota se tornou um pólo de hospedagem de charme pé na areia.

Uma década e meia depois daquela surpreendente salada de rúcula no fim do mundo, São Miguel dos Milagres e a Rota Ecológica não são mais um segredo. Cinco anos de Réveillons baladíssimos (o Réveillon dos Milagres) e reportagens de Luciano Huck, Fátima Bernardes e Ana Maria Braga compartilharam as belezas da região com outros públicos. Novas opções de hospedagem surgem, agora acompanhadas por uma onda de restaurantes e bares funcionando fora das pousadas.

Rota Ecológica: quando dá praia?

Com exceção de um loteamento cada vez mais recheado de casas na praia do Patacho, porém, pouca coisa mudou. A dificuldade de acesso e a falta de estrutura para o turismo de massa ainda afastam as multidões. Hospede-se à beira-mar e você vai curtir uma praia muito parecida com as que me deslumbraram em 2000.

Venha -- e fique. Um bate-volta desde Maceió (ou Maragogi, ou Porto de Galinhas) não vai revelar o que a região tem de especial, que é o convite a relaxar e não fazer nada por dias a fio, comendo muito bem e sendo atendido com uma simpatia difícil de achar em outro lugar.

Só tem uma coisa. O Viaje na Viagem adverte: depois de passar uma temporada na Rota Ecológica, é difícil se apaixonar perdidamente por outra praia.

post6-rod2016-03

71 comentários

flavia calil
flavia calilPermalinkResponder

prezados, acompanho o blog de voces e me ajuda muito mas preciso clarear algumas duvidas.. Estou pensando no final de novembro fazer uma viagem pra maceio, passando por rota ecologica e maragogi..
gostaria de saber se o roteiro a seguir é conveniente e suficiente pra tantas belezas do litoral alagoano.. eu inicialmente achei que seria possivel, ficando numa pousada em maragogi, conhecer não só as galés mas tambem as praias ao lado (da rota ecologica) mas constatei que nao são bem ao lado né... eu havia pensado em um roteiro de 4 dias em maceio pra fazer: 1 dia canions sf, 1 dia gunga e frances, 1 dia paripueira e carro quebrado e 1 dia foz do SF. Ai pensei em 4 dias em maragogi, tirando 1 inteiro pra galés e praias aos arredores(burgalhau, mangue, barra grande), 1 dia carneiros, 1 dia milagres, 1 dia praIAS da rota ecologica ... mas agora vi no site de voces que sao muitas belezas na rota ecologica e queria uma ajuda pra "escolher" se é que possivel, as melhores praias pra ir "aos arredores" de maragogi (me refiro as da rota ecologica) - se é que é possivel saindo de maragogi a rota ecologica sem ficar numa pousada na rota mesmo. Gostaria que opinassem também onde eu deveria permanecer mais tempo, utilizando como criterio a beleza da praia mesmo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flavia! A Rota não serve a pequenas incursões, deixamos isso claro no miniguia de praias. Você tem que ir e ficar. Se não for para ficar, não vá, não vale a pena.

Seu roteiro está picadíssimo, você vai passar mais tempo na estrada do que na praia.

Nossas dicas para uma viagem tranqüila e proveitosa estão nesses posts:

http://www.viajenaviagem.com/2013/10/guia-praias-alagoas-maragogi-rota-ecologica-sao-miguel-milagres-porto-pedras-japaratinga

http://www.viajenaviagem.com/2013/10/praias-alagoas-maceio-frances-barra-sao-miguel-gunga-coruripe

http://www.viajenaviagem.com/2014/01/maragogi-sem-multidoes

natalia
nataliaPermalinkResponder

Flávia conheci a Rota Ecologica em Setembro: fiquei dois dias em Porto de Galinhas, dois em tamandare, dois em Maragogi(não fui aos gales pois choveu) e 4 dias na Rota Ecologica - Porto da Rua - Pousada do Sonho. Dessa pousada deu para explorar as praias proximas como Marceneiro entre outras. Alugar um carro ajuda muito! Boas ferias

Claudia Calvet

Olá!! Tudo bem? Estou aqui me deleitando com o blog! Está me ajudando muito (ou meio que atrapalhando num bom sentido também porque agora quero ir para muitos lugares!!). Eu comprei passagem para recife de 17 a 24/12 próximos pq queria ir para maragogi e vi que a distância era a mesma de recife ou maceió. Aqui no blog descobri a pousada Praiagogi e já reservei também, para os 3 primeiros dias, e só depois descobri aqui no site essa rota ecológica!! Estou aqui tentando encaixar no meu roteiro, que até então era maragogi/ porto de galinhas (na volta). Uma noite só em São miguel dos Milagres vale a pena? Pq estou pensando 3 noites maragogi - 1 noite São Miguel - 1 noite maragogi (para poder ver as galés pq a maré só fica baixa a partir do dia 20/12) - 2 noites em porto de galinhas pq é mais perto de recife e meu marido não conhece . Mas estou achando ao mesmo tempo muito picado... Help please!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! O Ricardo Freire indica ficar pelo menos uma semana na Rota Ecológica. 1 noite é muito pouco. Escolha entre Porto de Galinhas e a Rota. wink

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Só agora que vi a resposta, achei que meu post tinha sido deletado!! Obrigada! Acabei reservando duas noites em Japaratinga e duas noites em Porto de Galinhas, além das 3 noites em Maragogi. Vai ficar meio picadinho, mas eu acho que vamos aproveitar bem!! Depois eu conto o que achei! De qq forma, nem fui ainda e já penso em ir em outra oportunidade para ficar na praia do toque ou do patachó...

Everaldo Germann da Rocha

Olá, estou planejando ficar uma semana na Rota Ecológica. Iremos eu e minha filha de 4 anos, via aeroporto de Maceió. Penso em me hospedar nos arredores de São Miguel, pois gostamos de conhecer praias caminhando - a minha peq é parceira.
Dúvidas:
Para conhecer as praias de Porto das Pedras e Japaratinga, seria interessante reservar pousada uns dias em São Miguel e e outros em Porto? Ou seria melhor alugar um carro em Maceió para visitar estas praias mais distantes?
Me indicaria alguma boa pousada nestas regiões que aceite criança?
Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Everaldo! Este post deve ajudar você com todas as dúvidas, de onde ficar a saber onde montar base com sua pequena turista: http://www.viajenaviagem.com/2013/10/guia-praias-alagoas-maragogi-rota-ecologica-sao-miguel-milagres-porto-pedras-japaratinga/

Fabio Pastorello

Favorito, está completíssimo. Só estive em Japaratinga e Porto das Pedras, quero estender até São Miguel. Deve ser um privilégio mesmo ter conhecido a região antes da fama, mas estarei lá em 2015 para conhecer após a fama mesmo. hehehe... Abraços e feliz 2015 a todos do VnV.

Osnil Martinatti Jr

Lugar Magnifico.

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Fazendo uma caminhada na praia da laje, agora um pouco antes do natal, eu vi uma pessoa que parecia muito o comandante Ricardo Freire! E para minha surpresa, poucos dias depois aparece aqui esse guia atualizado!! Procede a informação ou foi só impressão?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! O Ricardo Freire está no destino neste momento, mas falei com ele e me garantiu que não caminhou este ano pela Laje, não. Só deu uma chegadinha no Patacho...

Maira
MairaPermalinkResponder

Estou programando o carnaval desse ano com uns amigos por essa região. Mas como não estamos com muitos recursos para pagar hotel, estamos pensando em acampar. Vimos um camping bem legal em Maragogi, o do Jesus Sávio, mas pelo que li, não é tão perto da Rota. Vocês tem mais algum para indicar? Teria que ser um camping que tivesse quartos ou chalés também, pois um dos casais não tem como ficar em barraca. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maíra! Há um camping na praia do Riacho, mas não tem chalés.

Leia mais:
http://www.viajenaviagem.com/onde-ficar-rota-ecologica

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Boa tarde! Dentre 5 dias (inteiros) que tenho disponível de férias, gostaria de saber se vale a pena dividir a estadia entre a Rota e Maragogi - pousada Praiagogi - ficando 3 dias na Rota e 2 dias em Maragogi? Ou seria mais interessante ficar os 5 dias na Rota e fazer um passeio até Maragogi, às piscinas naturais ou pegar uma praia ao norte?

Obrigado!

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

*e fazer um passeio até Maragogi, visitando as piscinas naturais ou pegando uma praia ao norte.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guilherme! O 3 + 2 é uma boa pedida.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Deixo a Rota por último?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guilherme! Sim! É o melhor desfecho.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Obrigado, Bóia! As praias, no geral, são próprias para banho? A praia da Aldeia Beijupirá, é boa para banho? Li comentários que um rio desemboca por perto.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Saudade! Como diz a canção ... " o meu Brasil..."
Um dia eu vou voltar, certo!

kelly
kellyPermalinkResponder

Olá Boia, estou pensando em ir a pousada recanto dos milagres, em março/2015 tem alguma parte da praia que a agua é mais funda que da para nadar, pois da impressão que nessa região a água não passa do joelho, mesmo andando muitos metros para dentro do mar.
Grata

kelly
kellyPermalinkResponder

Oi Boia, desculpe o nome da pousada é Riacho dos Milagres. Grata Kelly

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Kelly! Em toda região o volume da água do mar varia bastante de acordo com as marés. O mar é raso na maré baixa (recua até 500m nas marés vazias das luas cheia e nova), mas depois enche na maré cheia, chegando até o pescoço razoavelmente perto da praia.

Jussara
JussaraPermalinkResponder

Olá, Bóia,
Tenho muita vontade de conhecer a rota ecológica, mas tenho uma dúvida: as pousadas que andei olhando e que me interessaram mais, fazem o tipo "hospedagem romântica", meio que visando casais. Se eu for, vai ser com uma prima ou amiga. Será que nos sentiríamos deslocadas?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jussara! De jeito nenhum. Só não esperem condições pra paquera; isso só existe na época do Réveillon, quando a galera solteira invade a região.

Jussara
JussaraPermalinkResponder

Ah, que legal então! Hehehe, isso não esperamos mesmo, não, nossa intenção é só mesmo descansar e curtir o lugar. Obrigada pela resposta.

Daysi
DaysiPermalinkResponder

Olá, estou querendo ir à Maceió em julho, estou preocupada com as chuvas. Dá para aproveitar as praias tranquilamente?

marli de azevedo dias

Olá, acho que já li quase tudo sobre a Rota Ecológica que vcs postaram, melhor site que encontrei, parabéns! Vou para rota dia 06 a 09 de fevereiro, e baseado em uma resposta do Bóia "...É possível ir a pé da praia do Riacho à Praia do Toque à praia do Porto da Rua; e da Tatuamunha à praia da Laje à praia do Patacho...", gostaria de saber mais ou menos o tempo dessa caminhada nesses dois percursos. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marli! Riacho-Toque em 40 minutos, Toque-Porto da Rua 20 minutos, Porto da Rua-foz do rio 20 minutos, Laje-Patacho 30 minutos.

Camila Maschio

Olá. Gosto muito do que você escreve. Você poderia me dizer se é comum oferecer uma gorjeta no nordeste do Brasil para tentar um upgrade de quarto? Se sim, devo fazer isso na entrada, e quanto devo oferecer?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Quem responde é A Bóia. Isso não acontece no Brasil.

Anderson
AndersonPermalinkResponder

Olá, entre a Barra de camaragibe e porto de Pedras é possivel conhecer as praias a pé? caso nao, tem como alugar um carro nessas localidades?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Anderson! Nossa fórmula: escolha uma pousada. Ande um dia para a esquerda, você verá outra praia. Ande outro dia para a direita, você verá uma terceira praia. Caminhe mais adiante no quarto dia, você verá outra praia. Não tente fazer na Rota Ecológica o que você faria em Maceió ou João Pessoa: de carro não dá certo.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/o-que-fazer-rota-ecologica

Guigah
GuigahPermalinkResponder

Boa tarde.
Estando hospedado na praia de Lajes durante 5 dias inteiros, vale a pena uma ida à Maragogi para curtir uma das praias ao norte e visitar as piscinas naturais? Ou seria mais viável dividir a estadia entre a Rota e Maragogi?

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guigah! Relaxe. Descanse. Aproveite. Caminhe. Se você não quer descansar, escolha outro destino. A Rota Ecológica é para des-can-so.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Ok. Obrigado!
Sendo assim, qual a melhor opção: Aldeia Beijupirá ou Reserva do Patacho? Não achei comentários sobre a Reserva do Patacho no trip ou booking.

Emmanuelle
EmmanuellePermalinkResponder

O dupladeviagem fez um post super legal sobre o Reveillon dos Milagres. De carro, deu pra aproveitar muito a região, fomos até Japaratinga e Maragogi! Nessa época dá pra aproveitar a noite e o dia. Nas outras épocas, a boa é curtir as praias paradisíacas.

Tatiane
TatianePermalinkResponder

Olá! Acompanho tudo o que você escreve e foi assim que consegui organizar uma viagem de 5 dias para a rota em 2013, que me deixou perdida de amores pelo lugar . A única coisa que senti falta foi de conhecer praias vizinhas (sem sair da rota), como patacho, laje, etc, pois ficamos mais em porto da rua. Fomos com um morador até o projeto peixe-boi por um precinho bem salgado, diante da ausência de táxis na região. Minha dúvida é: Indo a pé somente pela praia e levando em consideração o sobe e desce das marés, é possível chegar a praias mais distantes como patacho, por ex? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tatiane! Só se você for atleta.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/o-que-fazer-rota-ecologica

Lu
LuPermalinkResponder

Atenção á Rota Ecológica: cuidado ao parar em estradas, abastecer, pneu furado, apesar de parecer o paraíso, está muito perigoso. Fui sequestrada no meio da estrada, pq paramos e fiquei em poder dos bandidos, foram 12hrs no canavial, enquanto os bandidos faziam compras. Graças a Deus deu tudo certo, mas muito cuidado. As estradas são perigosas, cheias de curvas, algumas com buracos. Fique alerta. Não dê bobeira. Boa viagem. Alagoas é um dos estados mais perigosos do Brasil.

mario
marioPermalinkResponder

nossa, se´rio isso? que desanimador! queria subir o litoral do brasil de bicicleta passando por ali... nossa, acabou com meu sonho de paraíso, mas obrigado pelo alerta

Lígia Vial
Lígia VialPermalinkResponder

Boa tarde Bóia,

Parabéns pelo blog!Sempre ajuda demais nas nossas viagens! Gostaria de saber se é possível acessar os corais da Praia do Toque sem barco? Pergunto, porque gostaria de me hospedar em uma praia vazia na região de São Miguel dos Milagres em que fosse possível mergulhar nos corais sem necessidade de pegar embarcação, mais ou menos como é Taipu de Fora na Bahia. Sabe se existe alguma praia la por perto em que isso é possível?

Muito obrigada pela ajuda

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lígia! Somente em marés excepcionalmente baixas, nas luas cheia e nova. As piscinas são longe da areia; a configuração de Taipu é única, porque a piscina é na beira da praia.

Marli Sona
Marli SonaPermalinkResponder

Ligia .Estive na praia do Patacho e as piscinas não são tão pertos mas fomos a pé por várias vezes , verificando os horários da maré.baixa Fomos de barco na de Lage onde a piscina é um pouco mais distante da praia. As piscinas são lindas e tranquilas com poucas pessoas , estivemos em janeiro de 2015. Praia de Lage é continuação da Patacho indo para São Miguel dos Milagres.

Victorio Laerte Neto - Araras -SP

Já estivemos em Maceió e subimos à Praia de São Miguel dos Milagres., o local é maravilhoso, RECOMMMMMMENDO A CREPERIA DE S. MIGUEL DOS MILAGRES !!!!!!! NA PRACINHA CENTRAL, VALE A PENA CONFERIR !!!! PENA QUE FICAMOS POUCOS DIAS E FICAMOS "FREGUESES DE CARTEIRINHA", POIS O CARDÁPIO É SENSACIONAL !@!!

Ludmilla Cruz
Ludmilla CruzPermalinkResponder

Olá
, acompanho sempre o site, mais quando decidir ir que foi agora estou cheia de dúvidas (rsrs) por exemplo:
Não consigo reservar hospedagem dos dias 28 de dezembro a 1 de janeiro ,
Como chegar lá sem carro indo de ônibus?
Qual praia com agito para se hospedar , como chegar ou a praia que tem mais concentração de pessoas que se desloca para outros pontos já que estarei sozinha?
E onde passar a virada do ano já que os ingressos do TJ esgotaram é só tem agora o bar da praia durante o dia .

Obrigadas bjs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ludmilla! Sem carro, sem hospedagem, sem carona: fique em Maceió.

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Olá! Sempre acampanho o VnV e já utilizei diversas dicas nas minhas viagens. De tanto ler sobre a rota ecológica resolvi finalmente visitar esse paraíso, mas tenho uma dúvida sobre a região. Os lugares por lá aceitam cartão ou é preciso levar tudo em espécie?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gabriela! "Os lugares" na Rota Ecológica normalmente estão em pousadas, que normalmente aceitarão cartão. Leve talão de cheque para o caso de algum estabelecimento fora de pousada não aceitar.

Lívia Campos
Lívia CamposPermalinkResponder

Olá, Bóia!
Vou de Aracaju para Maragogi e já havia reservado hospedagem nos dois lugares. Só agora que li aqui sobre a Rota Ecológica e pensei em ir para lá em vez de Maragogi. Estou indo com meu filho de apenas 2 anos e preciso saber se em São Miguel ou próximo tem alguma estrutura para atendimento médico básico (posto de saúde para situações do tipo febre, curativo simples, etc).
Obrigada! Virei fã de vocês!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lívia! O melhor posto médico da região está em Passo de Camaragibe, a 20 km.

Cristina Leonhardt

Estivemos em São Miguel dos MIlagres quando nossa filha tinha 1 ano e 8 meses, e ficamos numa das únicas pousadas que à época aceitavam crianças - não sei como está hoje, foi em 2014. É a Pousada do Sonho, bem charmosinha e por um preço justo. A praia em frente é bem legal, e a equipe fantástica, inclusive nos ajudaram a cuidar da Sara um dia para que pudéssemos almoçar no restaurante da beira da praia que o Rick recomenda.
Este lugar realmente é muito especial. O post com o relato está aqui:
http://cuorecurioso.com/2015/07/03/sao-miguel-dos-milagres-casal-cuore/

Vera Queiroz
Vera QueirozPermalinkResponder

Puxa, que bacana, ontem passei muitas horas telefonando para algumas pousadas, e checando preços, inclusive com o site da cia aérea aberto para aproveitar a promoção. Finalmente, me decidi pela Pousada do Sonho, e acabei de ler esse último post da Rota Ecológica - porque foi através do Ricardo e da Silvia (Matraqueando) que decidi descansar nesse lugar - em que a Cristina Leonhardt menciona exatamente a pousada onde vou ficar. Achei bom demais, um bom augúrio, porque o preço dela é o melhor dos que eu vi, mas ela não tem piscina. Feita a escolha, agora é entrar no barato e ser feliz por 6 dias (de 5 a 11 de março), em paz e sossego - tudo de que eu preciso no momento. Mas tenho uma perguntinha sobre o que levar, porque não sei, e acho que nunca saberei, fazer mala. Então, além de maiô, claro, sandália havaiana, bermudas e roupas de praia, mais alguma sugestão de roupa? - será que à noite refresca, vale levar algum tipo de agasalho? Merci demais. Vera Queiroz

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vera! À noite é quente também. Estará fresquinho só no ar condicionado.

Vera Queiroz
Vera QueirozPermalinkResponder

Obrigada, valeu!

Manuella
ManuellaPermalinkResponder

Escrevo para agradecer imensamente ao VnV, por ter me apresentado São Miguel dos Milagres. Todas as pessoas que me perguntaram o porquê de eu ter escolhido aquele destino, disseram "saber quem era" o Ricardo, quando eu dizia ter conhecido pelo "site do Ricardo Freire". São Miguel é um pedacinho de paraíso perdido no meio do Nordeste. Me surpreendi ao caminhar pela praia de manhã e não encontrar NINGUÉM pelo caminho. Confesso que fiquei até receosa, mas o pessoal da pousada (Casa Acayu) me tranquilizou e disse não haver perigo. É uma pena estar crescendo (embora acredite que ainda teremos aquele paraíso para curtir "sem ninguém", por algum tempo). Apesar de tudo o que eu tinha lido aqui, não tinha idéia de quão maravilhoso era!!!

Elizangela
ElizangelaPermalinkResponder

Réveillon no litoral Alagoano (preferencialmente Rota Ecológica ) vale a pena?

Meu namorado e eu estamos cogitando passar a virada em alguma praia da rota, ou quem sabe próximo à Maragogi, porém, não temos experiência em viagens nesta época do ano (aeroportos, aluguel de carro, estradas, restaurantes,..), enfim, coisas que normalmente são tranquilas, mas que, em determinadas épocas, podem estressar um belo passeio.
Já estamos vendo hospedagem e a caça de promoções de voos, mas temos dúvidas em alguns pontos.

Alguém que já teve a experiência de passar o réveillon (nosso período: de 26/12
a 03/01) por aquelas bandas, como foi?
- os preços (alimentação, por exemplo) locais são razoáveis (sem extorsão)?
- qual ponto do litoral de Alagoas os experientes sugeririam para quem não quer super lotação?

Esse é nosso plano A, o plano B seria viajar de carro para Paraty ou Angra dos Reis (moramos em São Paulo).

Muito Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elizângela! Praia bacana + Réveillon: preços altíssimos. No Sudeste chove. Para pagar menos caro, fique numa capital nordestina. Salvador é a mais em conta.
http://www.viajenaviagem.com/2013/09/onde-ir-reveillon-janeiro-carnaval-julho

Lucia
LuciaPermalinkResponder

minha questão: qual melhor custo benefício entre:
alugar um carro em Maceio e descer até São Miguel dos Milagres e ficar com ele até devolver no aeroporto OU pegar o translado da pousada e pagar passeios ou alugar bugue local???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucia! Não pense em fazer na Rota Ecológica o tipo de turismo que se faz em Porto de Galinhas ou Maceió. Você não vai conseguir e logo, não vai gostar. A Rota, como enfatizamos várias vezes ao longo de todos os textos sobre esse destino, é para escolher uma pousada e descansar. Você não vai encontrar acessos aos bons trechos de praia fora das pousadas. E não se aluga bugue por aqui. É proibido rodar na areia. Existem bugueiros que fazem passeios pela estrada. Mas nenhum hóspede aluga bugue nessa região.

Karen
KarenPermalinkResponder

Que delicia de viagem!! Você sabe de tem ônibus saindo da rodoviária de Maceió e que para em São Miguel dos milagres? Ou se o ônibus da real Alagoas saindo de recife em direção à Maceió para em São Miguel dos milagres?
Obrigada pela atenção.

Karen P

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karen! A viação DEF que fazia a rota entre Maceió e Porto de Pedras foi à falência em 2013. Hoje só existe transporte alternativo. Táxis fazem lotação no posto Mar Azul, na saída da AL 101 Norte no bairro Cruz das Almas.

marilena kriguer cunha

sempre viajando com vocês ,aprendi quase tudo como viajar,ficar 50 dias com economia,sempre fugindo dos receptivos,onde se gasta muito e não aproveita quase nada.Partindo de Maceió,podemos chegar até Maragogi,táxi lotação,vans,ônibus urbanos,que nos deixam em praias paradisíacas,tanto na rota ecológica ,como em gunga,frances,barra de são miguel,cururipe,até a bela piaçabuçu.estaremos voltando em março 2017,a partir de RECIFE. se DEUS quiser,sempre seguindo vocês.

Cleide Martins

Assino embaixo de sua reportagem! Estou aqui há 5 dias, na Pousada Riacho dos Milagres! Um encanto, a Praia maravilhosa, deserta, límpida, transparente! Abraços!

Natalia
NataliaPermalinkResponder

Realmente, como diz no post, após conhecer as praias da Rota Ecológica, é difícil se apaixonar por outras praias! Pesquisei muito antes de escolher meu destino no Nordeste em Outubro/2016, e influenciada por este post completíssimo, escolhi a Rota, ainda bem! Fiquei em Porto de Pedras, na Pousada Borapirá e foi maravilhoso, as praias de Tatuamunha, Lage e Patacho são perfeitas, assim como a a foz do Rio Tatuamunha, que vale a pena o passeio tanto na maré baixa como cheia. Tranquilidade, bom atendimento e praias quase particulares caracterizam a região. Na dúvida, vá!!!

Ricardo Terrazas

Boa tarde. Li o que foi escrito pelo Ricardo Freire sobre a Pousada do Toque e fiquei muito empolgado em conhecer nas minhas próximas férias. Fui no tripadvisor e a surpresa, várias pessoas dando notas péssimas e relatando fatos negativos. Mandei um email para o pousada para saber os preços e são realmente muito salgados para uma meia pensão. Fiquei numa encruzilhada, acreditar nos comentários ou no relato do Ricardo Freire.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ricardo! Não existe lugar perfeito. Examine sempre se as críticas são recorrentes ou pontuais. Compare também com resenhas de sites como o Booking, onde só hóspedes que realmente se hospedaram conseguem o link para postar uma resenha.

De todo modo, nunca se hospede em lugares que configurariam uma extravagância no seu orçamento se você tem alguma pulga atrás da orelha. É um mau começo de férias.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar