onde ficar em havana habana vieja el vedado

Onde ficar em Havana: Habana Vieja ou El Vedado?

onde ficar em havana habana vieja el vedado

Onde ficar em Havana é uma das grandes dúvidas de quem visita a capital de Cuba. As principais opções são duas: Habana Vieja, o centro histórico da cidade, ou El Vedado, o pólo cultural.

Entre os dois bairros não existe escolha errada, mas é bem capaz de um deles combinar mais com você do que o outro.

Onde ficar em Havana: Habana Vieja

habana vieja


Habana Vieja é onde está a Havana como você provavelmente imagina que Havana é, com seus casarões coloniais e seus coloridos conversíveis antigos. Tombado como patrimônio histórico pela Unesco, o bairro impressiona pela beleza de lugares como o Palacio de los Capitanes Generales (Calle Cuba, entre Obispo y O’Reilly), o Edifício Bacardí (Calle Monserrate, esquina com San Juan de Diós) e a Plaza de la Catedral, que vão surgindo quase como surpresa em um passeio por suas ruas estreitas.

onde-ficar-em-havana-habana-vieja1

Em Habana Vieja fica a maior parte das atrações turísticas da cidade, como os folclóricos bares La Bodeguita del Medio (Calle Empedrado, entre Cuba e San Ignacio) e Floridita (Calle Obispo, esquina com Monserrate), o Museu da Revolução (Calle Refugio, entre Avenida Bélgica e Calle Agramonte) e o (imperdível!) Museu Nacional de Belas Artes (Calle Trocadero, entre Avenida Bélgica e Calle Agramonte). Quem se hospeda em Habana Vieja leva a vantagem de poder conhecer quase tudo a pé, mas há um porém: é impossível caminhar sem ser abordado por pessoas tentando tirar alguma casquinha de você, que é um potencial gringo portador de sabonetes, balas ou canetas.

(Mas não tema pela sua segurança; é só chato, mesmo.)

Bicitáxi ou cocotáxi, o tuk-tuk cubano em formato de coco, são as maneiras mais comuns de se chegar aonde não der para ir a pé, pagando de 3 a 5 CUC por corridas dentro do mesmo bairro. Tenha muita paciência para negociar preços de corridas para outros bairros com taxistas, que são mais durões em Habana Vieja do que em outras partes da cidade, no espírito de se-não-quiser-tem-quem-queira.

habana vieja

Comer em Habana Vieja é em geral mais caro do que no resto de Havana. Se é para pagar a mais, melhor caprichar e escolher entre os paladares mais bacanas, como o Los Mercaderes (Calle Mercaderes, entre Amargura e Teniente Rey) e o Doña Eutimia (Callejón del Chorro, na Plaza de la Catedral) — esse, só com reserva, mas dá para fazer no local mesmo, para o dia seguinte ou depois. Para uma refeição em conta, o restaurante El Bosquecito (Calle O’Reilly, esquina com San Ignacio) é simpático e tem PFs honestos.

Onde se hospedar em Habana Vieja

O Hotel Inglaterra, o Iberostar Parque Central e o Saratoga são hotéis elegantes em edifícios históricos, com uma localização boa para explorar Habana Vieja, embora fora do miolinho do bairro.

hotel habana vieja casa vitrales

Uma alternativa de bom custo x benefício é a Casa Vitrales, que pegou emprestado o charme de uma casa colonial para fazer um bed & breakfast mais alegre e descolado.

Há inúmeras casas particulares em Habana Vieja, e o trecho mais conveniente para ficar hospedado é na metade superior do bairro, da rua Cuarteles até a rua Muralla. A Obispo é a rua principal por ali, onde só transitam pedestres. Se você tiver limitações de locomoção ou não for muito fã de escadas, não deixe de checar quanto ao acesso à sua casa particular, já que é bem comum que as acomodações estejam nos andares superiores. Se a questão for apenas preguiça, encare: é provável que a vista vá compensar o esforço.


Ficar em Habana Vieja…

  • É para você: que gosta de usar o dia para bater perna e a noite para descansar, ou que tem poucos dias na cidade e precisa ficar no lugar mais prático possível.
  • Não é para você: que tem aversão a lugares extremamente turísticos e gostaria de ter mais contato com a vida real dos cubanos.

Onde ficar em Havana: El Vedado

onde ficar em havana el vedado

Enquanto Habana Vieja corresponde à Havana dos cartões postais e das capas de revista, apontando para seu passado glamuroso, El Vedado revela a Havana que acontece agora. Os centros culturais Fábrica de Arte Cubano (Calle 26, esquina com 11), que ocupa uma antiga fábrica de azeite, e Fresa y Chocolate (Calle 23, entre 10 e 12), sede do Instituto Cubano del Arte e Industria Cinematográficos, estão entre os principais do bairro, que acolhe também muitas galerias de arte. Como trilha sonora, a Guantanamera dá um descanso e cede a vez aos trabalhos autorais de jovens artistas que se apresentam no Café Teatro Bertolt Brecht (Calle 13, entre I e J).

Dica

Para se programar para o período da viagem, lance mão da revista digital La Habana. Baixe gratuitamente antes de sair de casa e aproveite a agenda cultural, que é mensal e muito abrangente.

onde ficar em havana el vedado

El Vedado é um bairro mais extenso do que Habana Vieja, com longas ruas, calçadas largas e muito menos turistas por metro quadrado. El Vedado permite que você se sinta mais integrado ao dia-a-dia real dos moradores: aposentados jogando dominó na praça, crianças voltando da escola, senhores fazendo reparos em seus carros antigos, grupos imensos de jovens indo curtir a noite no Malecón. Em El Vedado estão a imponente Universidade de Havana (Calle San Lázaro, esquina com L), a curiosa sorveteria estatal Coppelia (Calle 23, esquina com L) e a Necrópolis Cristóbal Colón (Calle Zapata, esquina com 12), onde descansam em paz grandes personalidades de Cuba como o músico Ibrahim Ferrer.

A desvantagem de se hospedar em El Vedado é a necessidade de se usar mais meios de transportes para ir e vir do que apenas as próprias pernas, não só para conhecer as atrações turísticas em Habana Vieja, mas também para se deslocar entre um ponto e outro do bairro. Os ônibus costumam estar cheios; bicitáxis e cocotáxis quase não circulam por ali. A solução mais econômica é fazer como os moradores e usar os táxis coletivos que circulam pela Avenida 23, também conhecida como La Rampa, que é a principal via de El Vedado. São carros antigos com uma plaqueta de táxi, que normalmente já têm outros passageiros dentro. Pergunte o preço ao entrar, mas 0,25 ou 0,50 CUC por pessoa costumam pagar a corrida. Táxis vão cobrar 4 ou 5 CUC por trajetos dentro do próprio bairro, e 10 CUC para ir até Habana Vieja.

havana restaurante topoly

Os restaurantes em El Vedado são em geral mais interessantes que os de Habana Vieja. São cheios de personalidade o iraniano Topoly (Calle 23, esquina com D), o cubano, bom e barato, El Cimarrón (Calle 19, esquina com 14) e o pequenino bar California Café (Calle 19, entre N e O), em que uma bandeira de arco-íris dá as bienvenidas ao público LGBT.

Onde se hospedar em El Vedado

onde ficar em havana hotel nacional

O quase centenário Hotel Nacional é o Copacabana Palace de Havana, com uma vista espetacular para o mar e lindos jardins. Bem próximo e também com excelente localização está o Tryp Habana Libre, que teve sua suíte 2324 utilizada como posto de comando durante a Revolução Cubana.

casa particular havana la casa de ana

El Vedado é o bairro ideal para se ter a experiência de ficar em uma casa particular em Havana. Há mais casas térreas do que em Habana Vieja, e o clima do bairro é muitíssimo acolhedor. O pedaço mais conveniente é o retângulo formado pela Avenida 23, Avenida Línea, Calle O e Avenida de los Presidentes. Fora desse miolinho, a casa particular La Casa de Ana compensa os deslocamentos mais longos com atendimento carinhoso e um bonito quintal.

Ficar em El Vedado…

  • É para você: que quer conhecer uma Havana mais livre de gringos e ficar perto do agito noturno e cultural.
  • Não é para você: que gosta de passar a maior parte da viagem entre museus e atrações históricas.

Leia mais:

15 comentários

Olá. O site da booking.com agora permite reservar hospedagem em casas particulares de Cuba, mas ainda não há avaliações disponíveis. Vocês sabem informar se é seguro reservar hospedagem em Cuba pela booking? Obrigado.

    Olá, Marlom! As casas particulares já usavam outros sites. O Booking é só mais um canal de vendas.

Viajei para Cuba em Maio deste ano. Antes de ir peguei várias dicas neste site e a viagem foi incrível. Passamos 20 dias na ilha. No aéreo escolhi a Copa Airlines, em Havana fiquei em Vedado na Casa da Ana, indicado no site. Foi tudo maravilhoso, ela e sua equipe são ótimos, muito hospitaleiros, e a estadia foi muito agradável (limpeza, café da manhã, dicas de onde ir / o que fazer). Depois segui para Trinidad, Varadero, e os Cayos: Coco / Guillermo y Cayo Largo. Simplesmente me encantei por Havana Vieja, o Malecon também é legal e andei de tudo: táxi coco, bus tourist, almedrón, bicicleta em Trinidad até a praia de Ancón (12 KM); aliás em Trinidad fomos em uma disco dentro de uma caverna, balada simples mas vale a pena conhecer o lugar. Em Varadero fiquei no Meliá Las Américas, em Cayo Coco no Sol Cayo Coco e em Cayo Largo no Sol Cayo Largo, todos da rede Rede Meliá (fiz cadastro no site e peguei descontos com direito a up grade) mas já há bastante oferta de casa particular em Varadero para quem pensa em economizar. Não tive nenhum problema como nada, apenas um contratempo para sair da ilha de Cayo Largo, o voo foi cancelado pelo mau tempo, mas a Cubatour pagou mais uma diária no hotel e saímos no dia seguinte em segurança. Pesquise os lugares antes, planeje seu roteiro e boa viagem!

Estive em Havana entre 11 e 19/07/2018. Fiquei em Habana Vieja, por preferir o lado histórico, gostar de curtir o dia e descansar à noite. Dica de transporte: além de negociar preços, se você não estiver sozinho, tenha certeza de que o preço é “para los dos” ou “para los tres” caso contrário ao chegar ao destino você pode ter a desagradável surpresa de ouvir o transportador alegar que o preço contratado era individual, aí já viu a confusão, não é? Além disso, considere, para as viagens no verão, que faz muito calor e mesmo ficando em Havana Vieja você vai gastar algum dinheiro com transporte por não ser viável ou saudável fazer trajetos mesmo não muito compridos sob um calor muito forte.

Preferi ficar no miolo de tudo, em uma casa particular muito charmosa em Habana Vieja. Vedado é bem legal, mesmo, mas no meu caso, prefiro não usar transporte.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.