Pernoite em Caracas: onde ficar? o que fazer?

Caracas

Muita gente que vai pra Los Roques ou faz algum bem-bolado com milhas TAM para Aruba ou Curaçao acaba tendo que passar uma noite em Caracas.

Quando eu fui a Los Roques, em 2003, acabei dormindo perto do aeroporto, não cheguei a entrar na cidade. A Venezuela proporciona uma experiência sui generis para o turista do século 21. Não sei de nenhum outro lugar que aceite turistas onde ainda existe a aberração do câmbio paralelo. Na minha vez, havia um exército de cambistas no saguão à espera dos estrangeiros. Não sei se as últimas endurecidas chavistas tornaram a recepção mais discreta.

Uma maneira de evitar o pernoite caraquenho é ir na dica do Marcelo Lemos (que tem um relato completíssimo da viagem a Los Roques no seu blog), que descobriu (no Mochileiros.com) que indo de TAM e voltando de Gol não é preciso dormir na cidade [não é mais verdade, o vôo da TAM agora também chega no fim da tarde, impossibilitando a conexão]

Caso você queira ir com milhas TAM para Aruba ou Curaçao, o melhor é emitir a passagem a Bogotá, continuando de lá com Avianca. Bogotá inclusive vale a parada (veja nos relatos do Dionísio e do André).

A maneira de minimizar dores de cabeça (deixando, por exemplo, para fazer o câmbio negro só em Los Roques, num cambista de confiança da pousada) é desistir de qualquer turistagem local e ficar no hotel do aeroporto mesmo. Nesse caso, a dica é reservar o Eurobuilding Express Maiquetía, que fica anexo.

Querendo aproveitar a escala em Caracas para visitar a cidade… bem, aí precisamos de dicas da comunidade :mrgreen:

O que eu sei é que quem se hospeda nos bairros Las Mercedes e Altamira está mais próximo dos bons restaurantes da vida norturna (e que a outra zona hoteleira, de Sabana Grande, é movimentada/popular de dia, mas um pouco insegura à noite).

O point da noite são os bares do Centro Comercial San Ignacio, em La Castellana.

O melhor momento para subir no teleférico ao Cerro El Ávila é pela manhã. Tendo tempo, um passeio interessante parece ser até a cidadezinha colonial de El Hatillo, que fica a 30 km e pode ser visitada com o metrobús.

E em hipótese nenhuma dá para passar pela Venezuela sem experimentar uma arepa, o pastel local.

Mas isso são coisas que eu pesquisei. E você, que foi, o que tem a nos dizer? Desembuche, please!

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


90 comentários

Olá, Ricardo. Eu e meu marido estamos indo a Los Roques em março. Como o meu voo de volta é pela TAM, com saída às 20:35 horas, penso em sair de Los Roques no voo das 7:00 da manhã e fazer um tour em Caracas com uma agência de turismo. Você acha que Caracas é muito violenta também durante o dia? Acho meio arriscado deixar Los Roques no voo das 17:00 tendo embarque para o Brasil às 20:35 e vou ficar 7 dias em Los Roques. Vale a pena fazer este tour de aproximadamente 7 horas? Obrigada.

Saio do Recife prá são Paulo e são Poulo Manaus de avião.Boa vista a Caracas.

¡Cuidado! Robado desde el interior de mi cuarto, U$ 450,00, mientras cenaba en el restaurante del hotel Miramar Suites. Al llegar al cuarto, vio el robo, me comuniqué con la gestión. Esto, mediante un dispositivo capaz de informar dentro y fuera de la habitación hecha con magnética confirmó la cuarta entrada en el período de mi ausencia. Sin embargo, ni siquiera me reembolsa mi dinero, a pesar de una clara prueba. Le pedí que llamara a la policía y esta no fue convocado. Poserior de esto, me prometió un acuerdo para que cuando regrese a Caracas, dentro de 7 días. A mi regreso, me dispuse a esperar en el aeropuerto. Esperé tres horas y nadie apareció. Cuando traté de teléfono de contacto, para identificarme, colgó el teléfono. ¡Cuidado! Yo no recomendaría alojarse en este hotel.

Cuidado! Furtaram de dentro do meu quarto no Hotel Miramar Suites, U$ 450,00, enquanto eu jantava no restaurante do próprio hotel. Chegando no quarto, percebi o furto, comuniquei à gerência. Esta, utilizando-se de um equipamento capaz de relatar as entradas e saídas do quarto realizadas com chave magnética, confirmou a entrada no quarto no período de minha ausência. Ainda assim, não ressarciu-me sequer parte do meu dinheiro apesar da prova cabal. Eu pedi que chamassem a polícia e esta não foi chamada. Poserior a isto, prometeram-me uma negociação para quando eu retornasse à Caracas, dentro de 7 dias. Em meu retorno, combinamos de me esperarem no aeroporto. Eu esperei durante 3h sem que ninguém aparecesse. Quando eu tentava contato telefônico, ao me identificar, desligavam. Cuidado! Recomendo não hospedar-se neste hotel.

Amigos, estamos indo para los roques em novembro, e estava pensando em comprar algumas coisas de eletronicos em caracas…como o voo da gol chega as duas e trinta …acho que teriamos tempo de deixar as mochilas no hotel e fazer um tour por caracas de taxi…e comprar unas coisitas…alguem ja fez esse passeio…estamos indo pra ficar na posada guaripete. E o pessoal da roquemar vai nos acessorar em maiquetia..obrigado pelas dicas que vierem….abs

    Olá, Cleber! A cidade fica a uma hora de trânsito, pelo menos, mas os shoppings abrem até mais tarde. O mais importante do seu esquema é o apoio do receptivo. Combine tudo com eles, é o melhor que você tem a fazer.

    Lembre-se que para fazer bons negócios você vai ter que fazer todas as compras em cash, trocando dólares por bolívares no câmbio negro.

Também fiquei no Catimar e foi perfeito, não tive nenhum problema. Foram nos buscar, o quarto era ótimo para uma pernoite, sem barulho, ar condicionado funcionando perfeitamente, chuveiro com água quente, tv a cabo e wi-fi.

Ok Boia, muito obrigado e agora entendi a comparação. Como hj moro em Manaus, já morei em Salvador por muitos anos, então talvez indo lá me decepcione.Manaus-Margarita não é tão perto assim. Gostaria de insistir e saber se no continente, a esquerda ou direita de Puerto La Cruz, encontraria algo no mais puro estilo caribe ( mar azulzinho e praia branquinha ) e com alguma estrutura (pousadas tipo São Miguel do Milagres a 10 anos atrás está ótimo).
Me desculpe por perguntar em dois lugares.No aguardo

    Olá, Marcio! Infelizmente este pedido equivale a entrar num site venezuelano e pedir dicas de praias e pousadas no norte de Alagoas!

    Adoraríamos ter tempo para este tipo de pesquisa, mas nessa vamos ficar devendo.

    Vamos subir a pergunta ao Perguntódromo e ver se alguém tem experiência por lá.

    Rapaz, nunca tinha ouvido falar dessa Morrocoy, mas as fotos são realmente fantásticas!
    Muita pena que exista o Hugo Chavez…

Não sei se é o local correto para perguntar. Se não for, pode transferir.
Pessoal, hj moro em Manaus, e o pessoal aqui com certa frequencia e facilidade faz o trajeto Manaus-Isla Margarita. Estive pensando em fazer o mesmo, no entanto, me desiludi com as recomendações do RF pela ilha ser “feinha e fraquinha”.
Então surge a pergunta. Já que a viagem é de carro desde Manaus, onde existe outro lugar nas proximidades de Puerto La Cruz ( 100-200Km ), que seja interessante e tenha razoavel estrutura de cidade? Olhando no mapa, cidades litoraneas tem muitas, tanto a direita qto a esquerda.
Fico agradecido pela atenção.

    Olá, Marcio! Quando o Ricardo Freire desmerece a Ilha Margarita, na verdade está falando sob a ótica de um brasileiro de outras regiões; se é para pegar um avião e ir tão longe, então que se vá logo ao filé, que é Los Roques.

    Mas para os manauaras, Margarita acaba sendo a praia mais próxima — e a única acessível por via rodoviária (mais o ferry boat). Ou seja, muda totalmente de figura! Margarita não tem praias feias: tem praias comparáveis às brasileiras. Não vale o deslocamento do Sudeste, mas sem dúvida justifica a viagem para quem mora e Manaus!

Olá pessoal,
Estou indo para Isla Margarita no dia 22/07. Por gentileza, vocês poderiam me dizer qual a forma mais barata de chegar até Isla ?
Obrigada
Suely

    Olá, Suely! O Ricardo Freire não recomenda a Isla Margarita. O mar não é mais bonito do que o do Brasil, e por todos os relatos o lugar é uma bagunça. Existem ferry boats que saem de Porto la Cruz, um lugar a quatro horas de ônibus de Caracas. Mas o mais comum é ir de avião.

    http://www.venezuelatuya.com/margarita/indexpor.htm

Que legal Joana ! Agradeço por teres escrito sb tua boa experiencia , mesmo não tendo planos imediatos de ir a Caracas.
Tenho achado que o terrorismo que estão fazendo com algumas cidades está desencorajando muita gente de viajar .

Antes de viajar pra Caracas li os comentarios e fiquei morrendo de medo. Passei dois dias inteiros na cidade e foi surpreendente. So tive experiencias otimas, nenhuma sensaçao de medo, receio, ninguem olhando de forma estranha ou tentando nos abordar. Dois dias deliciosos. Por causa do feriado da Pascoa, a cidade estava comercialmente meio parada, mas, em compensaçao, as ruas da cidade, principalmente o centro, estavam lotadas de famílias passeando ou comemorando, religiosamente, o feriado. A cidade tem várias atraçoes, e vale a pena ser visitada. Assim que voltar ao Brasil mando as dicas, inclusive com o nome e email do super simpático e prestativo taxista que nos acompanhou nesses dois dias. Só estou antecipando a minha boa impressão para não assustar tanto eventuais leitores desse post, como eu fiquei, erroneamente. Abraços, Joana

    Joana! vc poderia me passar o nome/email do taxista que vc pegou em Caracas?? Obrigada!

    Demorei muito, e nem estou com as informacoes completas, mas é Fredy Cardenas, da C.C. Tolon Taxi, uma cooperativa de taxis que trabalha no po to de um shopping. Liguei pra cooperativa, pedi um taxista que pudesse nos acompanhar durante os dois dias, e que falasse ingles, e nos mandaram ele. Excelente. Vou tentar achar o email e telefone.

    Demorei muito, e nem estou com as informacoes completas, mas é Fredy Cardenas, da C.C. Tolon Taxi, uma cooperativa de taxis que trabalha no ponto de um shopping do bairro chique deles. Liguei pra cooperativa, pedi um taxista que pudesse nos acompanhar durante os dois dias, e que falasse ingles, e nos mandaram ele. Excelente. Vou tentar achar o email e telefone.

    Sempre tento conhecer algum lugar vendo seus pontos positivos e nesse caso entrei aqui e só via coisa negativa de caracas então li oq vc postou e resolvi ir . Não causou efeito. Tive a pior impressao possivel da cidade. EMbora eu tenha ficado em um bairro chic da cidade quando precisava ir ao centro era uma tortura. Se estava chovendo era um sofrimento pegar taxi pq eles simplesmente se negavam a ir pq diziam q o transito estava horrível e q na volta els nao teriam passageiros… a cidade é extremamente violenta e as pessoas em sua grand emaioria são puramente grosseiras e mal educadas. O metrô é simplesmente a visão do inferno.

    Vamos para Caracas em maio e estou preocupada com tantos comentários negativos, tem alguma dica de hotel econômico num bairro bom de ficar em Caracas.
    Grata
    Rita

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.