Chile reabre fronteiras

Reabertura do Chile: governo mantém exigências de entrada, por causa da variante ômicron

ATUALIZAÇÃO: 2 DE DEZEMBRO DE 2021

Dia 1º de dezembro o Chile relaxaria algumas das regras para entrada de turistas estrangeiros no país – dispensando o PCR na entrada de quem tivesse tomado a dose de reforço (3ª dose) e abrindo algumas fronteiras terrestres, entre outras novidades.

Por causa da variante ômicron, porém, os avanços foram cancelados e voltam a valer as regras vigentes em novembro. A única novidade é a proibição de entrada de viajantes estrangeiros provenientes de paises do sul da África.

Requisitos de entrada no Chile

Fronteiras habilitadas

  • Aeroportos de Santiago, Iquique, Punta Arenas e Antofagasta estão habiitados
  • Postos de fronteira terrestre seguem fechados, sem previsão de abertura

Exigências para visitantes estrangeiros

  • Ter completado o esquema vacinal (com qualquer vacina aprovada pela OMS) há pelo menos 14 dias
  • Preencher o formulário do site MeVacuno, que emite o Passe de Movilidad chileno
  • Apresentar teste RT-PCR colhido dentro das últimas 72 horas antes do embarque
  • Fazer seguro de saúde que inclua covid e ofereça uma cobertura mínima de US$ 30 mil
  • Fazer um teste RT-PCR ao chegar ao Chile
  • Ir para o isolamento em hotel ou lugar escolhido pelo visitante e esperar o resultado
  • Saindo resultado negativo, está livre para fazer turismo
  • O isolamento é monitorado pelo governo chileno

Viagens ao Chile com crianças

  • Apenas crianças até 2 anos podem entrar sem PCR prévio e sem Passe de Mobilidade
  • Crianças entre 3 e 5 anos estão dispensadas de apresentar vacinação, mas precisam do PCR prévio e do Passe de Mobilidade. Caso os adultos precisem fazer PCR e isolamento na chegada, faz o isolamento com eles
  • Crianças entre 6 e 11 anos que não tenham vacinação completa (como é o caso das crianças brasileiras) deverão cumprir as regras dos não-vacinados: PCR na chegada e isolamento de 5 dias, acompanhadas da família

Conexões: é preciso fazer isolamento?

Não.

No caso de você passar pelo aeroporto de Santiago em conexão, valem as exigências da cia. aérea e do destino final da viagem.

Não é permitido sair da área de trânsito internacional do aeroporto (nem mesmo para se hospedar no hotel ao lado do aeroporto).

Existe previsão de reabertura das fronteiras terrestres?

A variante ômicron fez o governo chileno frear os planos de reabertura. Prometemos atualizar este post, como temos feito, sempre que houver notícias.

Desculpe, não temos como responder outras dúvidas

O Viaje na Viagem é um blog de turismo. É o nosso assunto e o limite do nosso conhecimento. Não entendemos de imigração ou da legislação vigente para cidadãos chilenos. Não temos departamento jurídico.

Estamos esperando o Chile voltar a abrir para o turismo sem exigência de quarentena. Qualquer viagem a turismo antes disso, no nosso entender, é precipitada. Desde o fechamento das fronteiras temos aconselhado que só se compre viagens a países que tenham efetivamente reaberto as fronteiras.

Este post foi publicado para acompanhar as flexibilizações de entrada no Chile. É o nosso modo de dar plantão esperando a notícia da reabertura sem quarentena.

Só que esta postagem se tornou uma central de bombardeio de perguntas que não temos condições responder.

Se você tem uma dúvida que não está resolvida no texto acima, recomendamos que visite esta página do governo do Chile, linkada abaixo, que traz toda a letra miúda da regra:

Caso você faça uma pergunta e não seja publicada, saiba que é porque não sabemos responder porque está fora do nosso escopo ou conhecimento.

413 comentários

Me gusto. Saber noticias de chile
Me preocupa. Pues tengo una hija.que vive. Aí en. Santiago.
Muito obrigada muito bem .

Muito obrigado por sua atenção. Então, crédito significa voucher para ser usado em até 18 meses, em outras viagens e serviços Latam, não é o que eles estão dizendo lá no site? Na sua opinião, então, é melhor crédito do que reembolso em dinheiro. Parece que a ANAC e o governo negociaram isso com as companhias aéreas para evitar que elas fossem à falência. A gente não recebe dinheiro de volta, mas crédito para ser usado em outros serviços da companhia. Correto?

    Olá, David!

    Funciona assim.

    Se o vôo original foi cancelado pela cia.: você pode optar entre pedir o reembolso (receberá o valor integral em até 12 meses depois de solicitado) ou o crédito (poderá usar em até 18 meses depois de solicitado).

    Se o vôo não tiver sido cancelado, e você quiser cancelar por motivos relativos à pandemia: se pedir o reembolso, receberá em 12 meses, mas o valor não vai ser integral (haverá o desconto da multa prevista na tarifa); caso peça o crédito, poderá usar o valor integral em até 18 meses depois de solicitado.

Minha viagem para Santiago do Chile, dois dias lá, e depois seguir para Mendoza de ônibus pela cordilheira. De Mendoza para Buenos Aires, mais uns três dias em Buenos Aires e retornar para o Brasil. Essa viagem seria em maio do ano passado. Foi cancelada. Será que há uma possibilidade concreta de eu realizar essa viagem em setembro, segunda quinzena, ou é melhor pedir o reembolso à Latam e usar o voucher para viagens nacionais? O vôo de Mendoza para Buenos Aires seria pela Latam argentina, que fechou.

    Olá, David! Dá para ter algum otimismo com relação ao segundo semestre, mas garantia não há. Pedir o crédito é uma decisão mais pé no chão. Na hora de fazer a alteração, não vá confundir crédito com reembolso: o reembolso é receber o dinheiro todo de volta. É possível, mas a cia. aérea tem 12 meses para fazer a devolução.

A partir de 31 de dezembro volta a quarentena obrigatória de 10 dias (7 fazendo PCR) para qualquer pessoa que entre no Chile, seja chileno ou estrangeiro.
Toque de recolher adiantou para 10 da noite e os rumores são de que em janeiro haverá lockdown todos os dias em Santiago.

    Ola, Neftali e Boia , Feliz Ano Novo pra voces.
    Alem desta restricao da quarentena, as regiões turisticas da PAtagonia e Atacama tambem continuam fechadas pra turistas ou em fases bem restritas de reabertura, nao?
    Podemos dizer que, na pratica, viagem de turismo pro Chile neste verão ainda não é viavel, na pratica?

    Olá, Guilherme! Como o governo chileno não tem medo de regredir a fase de abertura de nenhuma região, nunca vai dar para prever com segurança. A região de Santiago chegou a entrar na fase 4!

Eu e minha esposa que é chilena, estamos com viagem marcada para dia 19/12, do Brasil, com destino final em Concepción, onde passaríamos o Natal com a família dela. Tentamos contato com consulados aqui no Brasil e no Chile e as informações são desencontradas. Não souberam nós dizer se poderemos ir a Concepción, se podemos na chegada dormir em Santiago, se a passagem internacional realmente vale como salvoconducto. Sabe dizer alguma coisa a respeito?

    Oi Angela! Antes do voo do Brasil para Santiago, além do PCR negativo, vocês devem completar o passaporte sanitário (www.c19.cl) indicando o endereço em Concepción. Com isso, uma vez aterrizando em Santiago, você dispõe de 24 horas para chegar ao seu destino final, Concepción. Guarde seu cartão de embarque de qualquer modo caso necessário apresentar.
    Existe uma possibilidade de Santiago sair da fase 2 nessa data, nesse caso já não haveria esse limite de 24 horas e as viagens para fora de Santiago estariam liberadas.

tem alguma noticia se o chile não ta mais mais pedindo quarentena para turista ?
tava pensando em ir la em março mais não tenho ideia se vai ta liberado tudo para o turismo

    Olá, Eduardo! Só temos como saber a situação em março quando março chegar. Tudo é muito volátil. No momento Santiago está em quarentena de novo. Em termos gerais, recomendamos que se planeje viagem internacional só depois de ser vacinado.

Infelizmente o governo chileno acabou de anunciar que toda a Região Metropolitana de Santiago volta, como prevenção, para a fase 2. Isso significa lockdown total nos fins de semanas e feriados e proibição de viagem à outras regiões do Chile. Isso entre outras proibições, sem falar no toque de recolher (hoje é meia noite) há quase um ano, com a virtual destruição de toda a vida noturna.
Resumindo, turismo no Chile, definitivamente só depois da vacina.

Obrigado Ricardo, por nos manter sempre bem informados. Consultamos sempre o seu site antes de qualquer viajem. Muito bom.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.