Réveillon 2019

Onde você passou o último Réveillon? Tem uma dica (ou alerta) para compartilhar?

Réveillon 2017 dicas

Já tem bastante gente pedindo dicas para o Réveillon 2017 nas caixas de comentários. Nossa mais recente compilação de dicas de Réveillon foi publicada há dois anos (veja aqui) e não está desatualizada de todo: dá uma boa enquadrada nas expectativas sobre a festa nos destinos mais procurados e traz dicas para comemorar a virada da melhor maneira.

Mas já está na hora de abrir mais uma rodada de colaboração, com dicas mais fresquinhas (e roubadas a evitar).

Vamos lá: onde você passou o feriado mais importante da cultura brasileira no ano passado? Qual era a boa? Qual era a fria?


praia-do-riacho
Um guia da alta temporada

Estamos precisados de dicas novinhas sobretudo em lugares como Buenos Aires, Santiago, Valparaíso, Montevidéu, Buenos Aires, Punta del Este, Cartagena, Lima e capitais do Nordeste João Pessoa, Natal, Maceió, Aracaju, Recife) e Foz do Iguaçu.

Mas claro que valem dicas de todo lugar — a essa altura do ano, tem muita gente atrás de dicas de um lugar diferente e menos procurado para passar a virada.


The Rocks Sydney
Procura-se Iemanjá

Bora abrir a vaquinha de dicas? Quem tem põe, quem não tem tira. Obrigado!

Leia mais:


Viaje na Viagem no Youtube

77 comentários

Passei em Pipa-RN. É maravilhoso passar o Ano Novo lá, mas o vilarejo fica lotadooo. Então, a dica é reservar tudo com antecedência, inclusive, o local onde deseja passar a virada. Lá sempre tem um show grande (com entrada um pouco salgada), mas tem também nas pousadas, bares, restaurantes, que fazem evento para a virada. Já fui ao show (na virada para 2015, quando era Natiruts) e a um evento em uma pousada/bar (na virada para 2016). A praia em si, fica superlotada (pior se a maré tiver cheia), assim como a rua principal. No dia 1, a dica é ir para a Praia do Amor, por lá, não tem muito movimento na virada, então, no dia seguinte não está tão suja.

O último Reveillon passei em Conservatória, no Estado do Rio. Muito parado. Passamos em uma pousada que oferecia ceia e estava bem gostosa. Valeu para descanso. Este ano, devido a cair num sábado e domingo, ficarei no Rio mesmo. Devo dar uma descida até a praia, na Barra da Tijuca, e só. Nada de Copacabana.

Ano passado (2015/2016) passei em São Paulo, na Av. Paulista. Aconselho ficar hospedado numa região próxima ou chegar bem cedo, pois o transito nos arredores fica totalmente bloqueado. É muito cheio e, a menos que você goste de multidões, não dá pra ficar perto do palco e acaba assistindo os shows pelos telões espalhados (que são muitos). Tem barraquinhas de comida, mas o preço é superfaturado, se comparado à qualidade, fora as filas.
Para mim foi um pouco de “festa estranha com gente esquisita”. #roubada. Se tiver outra opção, não vá.

Santos, SP . O segundo em queima de fogos do Brasil. Só perde para Copacabana. Mas sem preços exorbitantes e arrastões…. Vale a pena!!!!!

Passei o réveillon 2015/16 em Sydney. É realmente tudo aquilo que falam: muitos fogos, muita gente, festas caríssimas, os melhores pontos gratuiros para observação dos fogos ficam cheios muitas horas antes da festa… Para ver os fogos do Jardim Botânco ou do Circular Quay, só chegando lá antes de 14h.

Porém, tudo funciona. Na tarde/noite do dia 31, o app oficial e placas nos centros de informação indicavam o estado desses pontos de observação, por exemplo.

Minha opção foi bancar um passeio de barco pela baía de Sydney, literalmente no meio de toda a festa. Comprei ingresso para o “Beyond the Wharf”, que eram alguns dos ferries que normalmente funcionam como transporte público pela baía, e para o réveillon zarparam com turistas (e sem jantar, bebidas, nada: cada um que levasse seu piquenique – tinha só uma dupla guitarra/teclado animando os intervalos entre os diferentes shows de fogos). Foi incrivel! O único ponto negativo é a vontade de voltar… 🙂

Outra boa opção é o Taronga Zoo, com uma bela vista da Opera House e da Harbour Bridge. Rola uma grande festa (paga) por lá, com preços e atrações diferentes para as diferentes áreas do zoo.

Temos um conjugado na Nossa Senhora de Copacabana, bem pertinho do Forte e no último ano, bem conscientes do que estávamos fazendo, nos juntamos em 6 pessoas lá dentro, para ter a oportunidade de passar a virada em família em Copacabana. Posso contar?!? Foi o MELHOR Reveillon que tivemos!! A energia do povo, da cidade, da praia lotada (no posto 6 é bem tranquilo)… Tudo isso fez a nossa noite ser inesquecível. Ceiamos em casa e descemos faltando uns 15 minutos para os fogos!! Chorei como criança (talvez porque fosse um sonho estar vivendo esse momento com o meu filho) e recomendo que, pelo menos uma vez na vida, a pessoa vá a Copacabana nessa época do ano. É só fugir dos pontos mais próximos às estações do metro, que a quantidade de gente diminui consideravelmente.

Olá Roberto
Preciso de um help, estou a 2 meses de ir de POA para Natal e venho acompanhando os valores de passagens.
Agora os horários q eu desejava não tem mais disponível pelo valor mais baixo.
Vc acha q a companhia vai disponibilizar mais voos ou baixar os valores? Ou devo correr e pegar esses q ainda tem, pois já estou com hotel pago para o período
Grande abraço e obrigada

    Olá, Katia! Não temos nenhum Roberto por aqui. E neste momento quem responde é A Bóia. Pro fim do ano a tendência agora é de subida dos preços. Compre o quanto antes.

Passei o ano novo de 2015 para 2016 em Paraty (RJ). A cidade é uma delícia, clima e astral muito bons na época, ano novo tranquilo apesar da lotação na cidade. O lugar é charmoso, acolhedor e não dá vontade de sair. Dá para passar a virada na rua, restaurantes, enfim, locais perto da queima de fogos e até mesmo em barcos. Recomendo! 🙂

Alguém já passou o reveillon em Lençois na Chapada Diamantina? Alguma dica? Obrigada.

    Também estamos indo para lá. Quero dicas também! Mas já ouvi falar que é muito bom e tem fogos no centro histórico. =)

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.