Réveillon 2019

Onde você passou o último Réveillon? Tem uma dica (ou alerta) para compartilhar?

Réveillon 2017 dicas

Já tem bastante gente pedindo dicas para o Réveillon 2017 nas caixas de comentários. Nossa mais recente compilação de dicas de Réveillon foi publicada há dois anos (veja aqui) e não está desatualizada de todo: dá uma boa enquadrada nas expectativas sobre a festa nos destinos mais procurados e traz dicas para comemorar a virada da melhor maneira.

Mas já está na hora de abrir mais uma rodada de colaboração, com dicas mais fresquinhas (e roubadas a evitar).

Vamos lá: onde você passou o feriado mais importante da cultura brasileira no ano passado? Qual era a boa? Qual era a fria?


praia-do-riacho
Um guia da alta temporada

Estamos precisados de dicas novinhas sobretudo em lugares como Buenos Aires, Santiago, Valparaíso, Montevidéu, Buenos Aires, Punta del Este, Cartagena, Lima e capitais do Nordeste João Pessoa, Natal, Maceió, Aracaju, Recife) e Foz do Iguaçu.

Mas claro que valem dicas de todo lugar — a essa altura do ano, tem muita gente atrás de dicas de um lugar diferente e menos procurado para passar a virada.


The Rocks Sydney
Procura-se Iemanjá

Bora abrir a vaquinha de dicas? Quem tem põe, quem não tem tira. Obrigado!

Leia mais:


Viaje na Viagem no Youtube

77 comentários

Passei com meu filho e meu marido em Edinburgo! Lá tem um festival de Ano Novo espetacular! Começa no dia 30 com a procissão de tochas. Algo simplesmente fora de série! No dia 31 tem vários eventos pela cidade. Porém é bastante frio e é preciso ter um planejamento com uma certa antecedência, pois os ingressos para os eventos terminam rápido e o preço dos hotéis ficam bem salgados. Mas amei e pretendo voltar!!!!

Minha dica é a tranquila e acolhedora João Pessoa!!! Fogos lindos, orla nunca lotada, ventinho maravilhoso! Amo Jampa!!!!

Em 2016 tive o melhor réveillon da minha vida..fui p Dubai onde fiquei 4 dias e depois um cruzeiro para Abudab e Omã..e não pensem que ficou caro..o Cruzeiro custou 3.600 reais por 7 dias e 8 noites..surreal..pela Royal caribean navio explendor of the sea…simplesmte maravilhosooooo.

Passei o último em Buenos Aires, o bom é que a cidade está vazia, é barato, ótimos restaurantes. O que pegou foi o calor, muito quente, mas resolve-se ficando numa estadia com piscina pra no fim do dia dar uma refrescada, e alguns museus e o planetário fecha nesta época de férias.

    Ja passei dois reveillons em Buenos Aires, é muito chato, ha uma demanda dos portenhos. Fica tudo vazio. Em Puerto Madero , o problema é voltar para os hoteis. Pior do que em Copacabana …. nao ha conduçao, nem taxi.

Passei ao Ano Novo em Sevilha, jantando no La Bulla. Temperatura excelente, com frio “civilizado”, dias longos, muita gente bonita e animada, culinária excelente e preços para brasileiro nenhum reclamar. Repetiria a experiência com muito prazer.

Passei o último perrengue, digo reveillon, na região do beach park em fortaleza. Aquilo lá parecia um formigueiro, tudo lotado, tudo entupido: piscinas, brinquedos, restaurantes, estacionamento, estrada de acesso… Tudo. Se você for nessa época, se prepare!

Nossa virada pra 2016 foi em Tokyo, fomos pro templo esperar as 108 badalas, quase um furadinha… pq espera-se muito tempo em pé e no frio, avançando em blocos de pessoas numa rígida organizaçao nipônica. Mas ao final, fica tudo mto show, depois dos badalos dispersa-se para uma “área”de alimentaçao deliciosa , com um povo super educado e gentil! Uma multidao organizada volta pra casa de metro, sem grandes problems!

Não estou conseguindo abrir os 60 comentários. Esse problema é só comigo?

    Olá, Isabella! É que virou o post já está na segunda página de comentários, e na versão celular só aparece a página mais recente, que por enquanto só tem três comentários.

    Para acessar todos os comentários no celular, vá até o pé da página e clique em “acesse a versão desktop”. Quando carregar a versão desktop, clique no nº 1 logo acima dos comentários.

Passei o último réveillon em Siem Reap, no Camboja. Fomos jantar cedo no Marum (sugestão ótima da Teté Lacerda), e depois fui dormir – mas ouvi do hotel os fogos na rua, bem fraquinhos. O objetivo não era se preocupar com a meia-noite, e sim ver o primeiro nascer do sol do ano em Angkor Wat. Conseguimos e foi inesquecível (apesar da multidão).

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.