Viaje na Viagem 11 anos

11 anos boiando no espaço :-)

Viaje na Viagem 11 anos

Toc toc toc, tem alguém aí?

Nos primórdios da blogosfera, nesta época do ano os ~internautas~ passavam pelos seus blogs favoritos para desejar um feliz ano novo aos colegas de caixa de comentários. Era um tempo em que todo mundo tinha sua própria rotina digital, passando diariamente pelo portal de notícias predileto e pelos seus blogs de estimação. As caixas de comentários funcionavam como salas de chat onde amizades virtuais eram estabelecidas.

Hoje a rotina √© muito mais simples (mas tamb√©m mais ca√≥tica): basta estar logado no Facebook, e a sua timeline vai trazer at√© 1.500 oportunidades por dia para interagir com amigos ou clicar em conte√ļdos sugeridos ou compartilhados.

(Se mesmo assim voc√™ ainda passa aqui todo dia para ver as novidades — at√© mesmo num dia ensolarado na antev√©spera de ano novo — √© porque voc√™ realmente gosta muito do Viaje na Viagem. Fico muito honrado de ter voc√™ a bordo!)

Paradoxalmene, hoje a audiência (e a influência) do Viaje na Viagem é exponencialmente maior do que quando a blogosfera pautava a navegação na internet. Como assim, Bial?

O que eu vejo aqui do meu cantinho é o surgimento de várias internets com diferentes especialidades. A internet da notícia e da interação está no Facebook, no Twitter, no WhatsApp, no Instagram. A internet do entretenimento está um pouquinho no Facebook, no Instagram, nos sites caça-cliques tipo Buzzfeed, e cada vez mais no YouTube.

J√° a internet da consulta, da pesquisa, do conhecimento, continua onde sempre esteve — em sites e blogs com conte√ļdo s√≥lido e confi√°vel, encontrados via Google.

Grosso modo, daria para simplificar essa din√Ęmica na diferen√ßa entre a internet do conte√ļdo oferecido e a internet do conte√ļdo buscado.

O conte√ļdo oferecido normalmente √© descart√°vel (posts ca√ßa-cliques) ou tem prazo de validade curto (notici√°rio). Mesmo quando se trata de um conte√ļdo de f√īlego, o conte√ļdo oferecido chega ao destinat√°rio num momento em que muito provavelmente n√£o ser√° √ļtil. A internet oferece tanto conte√ļdo pra gente — tanto bom quanto ruim — que de vez em quando sobrev√©m aquela sensa√ß√£o de embotamento.

J√° o conte√ļdo buscado √© certeiro: aparece na hora certa, soluciona d√ļvidas, resolve problemas, faz a gente agradecer a inven√ß√£o da internet. O conte√ļdo buscado s√≥ √© frustrante quando n√£o responde ao que a gente est√° procurando.

√Č nessa internet do conte√ļdo buscado que o Viaje na Viagem tem relev√Ęncia. Desde 2009, quando o blog voltou a ser independente depois de uma breve portaliza√ß√£o (que n√£o deixou saudades, n√©?), todo conte√ļdo tem sido pensado para responder √†s d√ļvidas de quem vier a pesquisar sobre o assunto dali em diante.

Nosso post mais visto √© de 2012; em 2015, depois de v√°rias atualiza√ß√Ķes, registrou 30.000 views mensais. Outro dia uma ag√™ncia de publicidade perguntou √† Elisa, nossa CEO, o que a gente fazia para promover esse post. A resposta: “Nada”. Conte√ļdo bom funciona.

Somos t√£o fissurados em produzir conte√ļdo para consulta que at√© no YouTube, epicentro da internet do entretenimento, resolvemos adotar uma linguagem de tutorial. De novo, investindo no longo prazo.

Além da reformulação do canal do Viaje na Viagem no Youtube, efetuamos duas mudanças importantes no blog em 2015.

A primeira foi o in√≠cio da modera√ß√£o dos coment√°rios, que acabou com perguntas e respostas repetitivas (sobretudo aquela: “Desculpe, mas n√£o temos como fazer roteiros individuais de viagem para cada leitor” — explicamos a nova pol√≠tica de respostas aqui). Isso liberou a equipe n√£o s√≥ para produzir mais conte√ļdo como tamb√©m para atualizar posts antigos e acrescentar links de posts relacionados, facilitando a navega√ß√£o.

A segunda mudan√ßa — esta, bem atrasada — foi a implanta√ß√£o do layout “responsive” para dispositivos m√≥veis. Agora quando voc√™ acessa o Viaje na Viagem no celular, j√° l√™ o texto em corpo maior e com um espacejamento pr√≥prio para a telinha do telefone. Ainda h√° v√°rias coisas que precisamos ajustar, mas de um modo geral acho que ficou lind√£o. Voc√™ j√° viu?

(J√° no tablet o layout ainda n√£o est√° funcionando. Se a sua tela aparecer desconfigurada, por favor role at√© o p√© da p√°gina e clique em “Vers√£o Desktop”, que restaura o layout para tela de computador.)

Depois da emo√ß√£o de completar 10 anos (e da turbul√™ncia da mudan√ßa de layout do blog), chego ao 11¬ļ anivers√°rio √† frente do Viaje na Viagem orgulhoso e confiante. Ainda falta muito para construir e organizar, mas percebo que o blog √© uma refer√™ncia cada vez mais forte.

Esse ano bati todos os récordes de reconhecimento na rua. Em qualquer lugar que eu vá, sempre aparece alguém para cumprimentar, agradecer dicas (e tirar selfies, ha!). Muitos desses leitores não têm a menor idéia de onde tenho andado. Mas voltam ao blog sempre que precisam de informação para viagem.

Outro dia fui apresentado a representantes de convention bureaux da Calif√≥rnia como “um grande influenciador digital de viagens no Brasil”. Retruquei. Disse que eu e outros blogueiros de viagem influenciamos muito pouca gente. O grande influenciador de viagens no Brasil, isso sim, √© o conte√ļdo que a gente publica e deixa organizado para quando os viajantes precisam dele.

Revelo para voc√™ as duas coisas mais valiosas que eu aprendi nos √ļltimos anos.

    O n√ļmero de pessoas interessadas nas viagens que eu fa√ßo √© limitado.
    O n√ļmero de pessoas interessadas no que eu posso fazer pelas viagens delas √© infinito.

Duvida? Mesmo voc√™, que est√° aqui em pleno 30 de dezembro lendo o Viaje na Viagem, e que por isso talvez se interesse pelas minhas andan√ßas, vai ficar muito mais interessado se, em vez de escrever sobre a minha √ļltima viagem, eu escreva conte√ļdo fresquinho e atualizado sobre a pr√≥xima viagem que voc√™ quer fazer. T√ī errado?

    Minha opini√£o interessa a pouca gente e tem valor limitado.
    Minha explicação interessa a muito mais gente e tem muito mais valor.

O que n√£o falta na internet √© opini√£o — e voc√™ precisa se identificar muit√≠ssimo com um opinante para desdenhar a opini√£o dos outros. Poder confrontar v√°rias opini√Ķes √© uma das vantagens da vida online. Mas o que falta na internet √© explica√ß√£o, curadoria, informa√ß√£o em perspectiva. Explicar e destrinchar √© a √ļnica chance de ser mais √ļtil que o TripAdvisor.

:mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Tenho a convic√ß√£o de que, num momento como esse, de crise e real desvalorizado, o conte√ļdo do Viaje na Viagem fica mais valioso do que nunca. Vamos naturalmente trocar viagens por impulso por viagens mais planejadas. E estrat√©gia de viagem √©, mod√©stia √†s favas, o forte da B√≥ia.

Fique ligado que 2016 vai trazer muita novidade no blog — incluindo bastante conte√ļdo Brasil. (Por falar nisso, hoje eu ia conseguir publicar o novo guia de Porto de Galinhas, mas depois de passar a manh√£ escrevendo esse post, acho que s√≥ vou dar conta de p√īr no ar amanh√£.)

Não dá pra terminar esse post sem agradecer a todo Team Bóia pelo talento e dedicação devotados em 2015: um beijo pra minha CEO Elisa (chefas first) e pras queridas Bóias (em ordem alfabética) Heloísa, Juliana, Mariana, Natalie e Rebeca.

Meu muito obrigado tamb√©m aos parceiros comerciais e anunciantes, em especial ao Santander Select, que oferece a seus clientes o conte√ļdo de qualidade reunido no canal Select.

E claro, minha rever√™ncia (√† japonesa: me curvei e abaixei a cabe√ßa) a voc√™, que passa aqui no blog at√© quando n√£o precisa de informa√ß√£o para viajar e ainda l√™ textos desse tamanho. Muito obrigado! Como diria o J.R., gar√ßom-figura√ßa da Pousada do Toque: voc√™ √© show ūüôā

Que venha 2016! Boas viagens para todos nós!

Leia mais:

126 coment√°rios

parabéns Ric querido por todo este trabalho incrível -hj eu reli as memorias e realizei como foram tempos tao desafiadores! parabéns a todos colaboradores/as que acreditaram bjs Mira

VnV para mim é leitura diária e obrigatória!!! Parabéns Ricardo!! E muito obrigado por facilitar a vida de pessoas como eu, que amam viajar!! Grande abraço e sucesso!!!!

Aten√ß√£o: Os coment√°rios s√£o moderados. Relatos e opini√Ķes ser√£o publicados se aprovados. Perguntas ser√£o selecionadas para publica√ß√£o e resposta. Entenda os crit√©rios clicando aqui.