Dormindo no aeroporto: uma noite na cápsula do Yotel Heathrow

Yotel, Heathrow

Sempre que posso, evito vôos noturnos. Não consigo dormir e depois levo dias para recuperar a noite perdida. Quando vi que poderia voltar pra casa no diurno da KLM, não pensei duas vezes.

Quando envolve conexão, porém, o vôo diurno da Europa para o Brasil exige que o passageiro madrugue no aeroporto. O melhor, nesse caso, é reservar a última noite num hotel próximo ao aeroporto, o que evita 1) dormir preocupado se o táxi vai ou não vai aparecer; 2) acordar no meio da madrugada. Sempre que me perguntam, eu recomendo esse esquema.

Só que… quando chegou a minha vez, marquei bobeira. Reservei todas as noites no hotel de Londres, me esquecendo do detalhe de que deveria estar no aeroporto Heathrow no máximo às 5 da manhã. O que implicava em marcar um táxi para as 4. E acordar às 3h30. E ir para a cama preocupado se o táxi ia passar ou não. Ou seja: receita de uma noite não-dormida. Exatamente o que eu queria evitar ao pegar um vôo diurno…

Menos mal que deu para remediar. Na antevéspera, ao me dar conta de que teria que ir ao aeroporto de táxi e que pagaria entre 40 libras (se fosse de minicab) a 70 libras (se fosse de táxi normal) para dormir intranqüilo, resolvi investir 60 libras para dormir de verdade. Reservei uma noite no Yotel, um hotel de microquartos dentro do aeroporto.

Yotel, HeathrowYotel, Heathrow

O Yotel fica no subsolo do Terminal 4 — onde também está localizado o Hilton do aeroporto. O esquema é de alta rotatividade: o Yotel cobra por hora. Fiz uma reserva das 22h às 5h, na véspera do pernoite. Paguei 62 libras.

Yotel, Heathrow

A entrada é bastante acanhada: a recepção funciona também como quiosque de conveniência — me senti fazendo check-in num trailer de cachorro quente. Recebi a chave magnética da cabine (o nome oficial do quarto é cabine) e o código do wifi.

O Yotel de Heathrow tem 35 apartamentos, divididos entre “premium”, “standard” e “twin” (duas camas). Reservei um standard.

Yotel, HeathrowYotel, HeathrowYotel, Heathrow

Basta entrar no corredor para sair do modo aeroporto e se ajustar ao modo navio: o Yotel poderia ser o interior de uma embarcação. Abri o meu quarto e a sensação só se confirmou: dava quase para sentir o balanço do mar.

Yotel, Heathrow

Yotel, Heathrow

Mas a cabine é bem dividida. Dá até para montar uma mesinha de trabalho. Abrir a mala, porém, envolve algum transtorno: você precisa subir a malona à altura da cama.

Gostei da cama. Tamanho adequado (para uma pessoa), colchão e travesseiro confortáveis, roupa de cama nova e cheirosa. A cápsula acaba se revelando um beliche confortável e aconchegante.

Yotel, HeathrowYotel, HeathrowYotel, Heathrow

Gastei um tempinho para deixar tudo pronto para o dia seguinte. No fim das contas, dormi cinco horas seguidas de sono profundo. Não foi uma noite ideal (eu teria que ter chegado e dormido mais cedo), mas foi bem melhor do que se eu tivesse passado a noite no hotel da cidade.

Yotel, Heathrow

Se eu repetiria a experiência? Gostei do Yotel, mas só dormiria de novo numa cápsula se estivesse entre vôos, com um intervalo grande para gastar no aeroporto. Para resolver o problema de passar a última noite perto do aeroporto, vale mais a pena se lembrar disso na hora de programar a viagem e programar a última noite num hotel de verdade.

O design e a funcionalidade da cápsula, porém, me deixaram interessado em ver como o Yotel se comporta com espaços maiores, como no hotel inaugurado ano passado em Nova York, na região de Hell’s Kitchen — onde as diárias saem só um pouquinho mais caras do que em Heathrow…

Leia também:

Londres: como xeretar o Parque Olímpico antes das Olimpíadas

Página-guia de Londres no Viaje na Viagem

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


54 comentários

Estamos pensando parar no Sheraton Heathrow em Londres . Nosso voo para Madri sai as 6h.20mn ´devemos estar no 4S as 5h. existem taxis? Ou alguma condução do hotel Ou indicaria outro hotel mais próximo Obrigada

Nós fomos testar. Nosso voo era no começo da noite. Depois de andanças pela cidade, nada como um lugarzinho (zinho, mesmo!) pra descansar, tomar um banho e colocar as “tarefas internáuticas” em dia.
Nada daquela correria pra chegar no aeroporto na hora certa pro check in. \o/
E ficou mais barato que pagar meia diária no hotel de Londres.
Obrigada pela dica!

olá!!! posso chegar nesse hotel sem reservar antes??? obrigada

    ola!!! fui pra Londres, usei o Yotel e foi muito legal. é limpinho, silencioso e bem prático para o que eu precisava. e tinha vaga. :). obrigadão pela dica. ! abraço

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.