San Francisco: uma tarde perfeita no Vale de Napa

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

post21-sup2016

St. Helena, Vale do Napa

A 100 km de San Francisco (cerca de uma hora e meia de viagem, com algum trânsito) o Vale do Napa é um esquenta perfeito pra sua viagem de carro pela Califórnia. Tendo tempo (e grana) sobrando, é um lugar perfeito pra se demorar uns dias fazendo o circuito das vinícolas e comparando restaurantes. Mas para apenas ter um gostinho da região, o bate-volta está de ótimo tamanho.

A querida Maryanne do Hotel California Blog foi a nossa (luxuosíssima) guia. Eu disse a ela que não queria fazer um guia da região -- queria curtir uma escapadinha que não fosse cansativa, para caber em qualquer viagem. A Maryanne então sugeriu que a gente fosse até St. Helena, onde se concentram inúmeras vinícolas, e terminar com um jantarzinho cedo num dos restaurantes de Yountville.

Bora?

Saímos de San Francisco às 11h30, e ao meio-dia pegamos a Maryanne em Berkeley. Daí a gente desligou o GPS grin

Depois de deixar a free-way e pegar a CA-29, que corta o vale, a primeira cidadezinha a aparecer é Napa. Com pouco tempo, faça como a gente -- passe reto. Como a Maryanne explicou, o Vale do Napa tem esse nome por causa do rio, não da cidade, que foi o último vilarejo da região a acontecer. De todo modo, caso você vá com tempo, é bom saber que a cidadezinha à beira-rio está experimentando um renascimento, e já foi capa da Wine Spectator.

Como nosso jantar estava marcado para o primeiro horário (5 e meia da tarde, um horário absolutamente normal nos Estados Unidos), não valia a pena almoçar de verdade. Então, por sugestão da Maryanne, fizemos um pit-stop pra um sanduíche gourmet no enorme Dean & Deluca que fica um pouquinho antes do centrinho de St. Helena.

St. Helena, Vale do Napa

St. Helena se autointitula "Napa Valley's Main Street" -- a rua principal do Vale do Napa. Com efeito: as vinícolas se sucedem, vizinhas, à beira da estradinha. Por aqui ficam a Robert Mondavi -- a vinícola do homem que inventou o marketing dos vinhos do Novo Mundo, ao usar a variedade da uva (e não a região produtora) como informação principal do rótulo. Também está por ali o Rubicon Estate, a poderosa vinícola de Francis Ford Coppola -- o tour, já muito bem descrito tanto pelo Oscar quanto pela Adri, inclui também a visita a um  pequeno museu dedicado à filmografia da família.

Beringer, St. Helena, Vale do Napa

Não sendo um entendedor de vinhos (estou deixando isso para a próxima encarnação), pedi à Maryanne que escolhesse uma vinícola... bonita. Ela sugeriu a Beringer, uma das mais antigas do Vale, fundada por dois irmãos alemães em 1856. Nesta vinícola há dois tipos de visita: a de uma hora, para iniciados, e a de meia hora, para iniciantes. Quando chegamos só havia lugares no último tour de meia hora, então ficamos com esse mesmo.

Beringer, St. Helena, Vale do Napa

Beringer, St. Helena, Vale do Napa

Beringer, St. Helena, Vale do Napa

Beringer, St. Helena, Vale do Napa

O roteiro é o padrão dessas visitas: um guia explica a história da casa, leva o grupo para ver os barris onde os vinhos envelhecem e no final há uma pequena degustação -- culminando, é claro, com a passagem pela lojinha.

Além do tour, esta e qualquer outra vinícola aberta a visitação oferece sessões de degustação de vinhos -- que é o que fazem os connoisseurs. Você paga uma taxa e tem direito a experimentar três ou quatro vinhos daquela faixa de preço. (Aqui você encontra um ranking de degustações feito pelos usuários do California Winery Advisor; e aqui, as vinícolas visitadas pelo Oscar).

Culinary Institute of America, St. Helena, Napa

Culinary Institute of America, St. Helena, Napa

Na saída demos uma passadinha no campus de Napa do Culinary Intitute of America. Ali funciona o restaurante-escola Wine Spectator at Greystone, que é uma ótima opção para o almoço ou um lanchinho bacana (veja o post da Adri).

Culinary Institute of America, St. Helena, NapaCulinary Institute of America, St. Helena, NapaCulinary Institute of America, St. Helena, Napa

Passava das quatro da tarde quando pegamos o carro para voltar os 15 km até Yountville, onde íamos jantar (às 5 e meia...).

Yountville, Vale do Napa

Comparada a Yountville, St. Helena, mesmo com uma rua só, parece uma metrópole. Yountville é ainda menorzita (e também só tem uma rua). Mas é um dos lugares com a maior concentração de restaurantes estrelados dos Estados Unidos. O grande culpado disso é Thomas Keller, o grande nome atual da culinária americana, que tem três restaurantes ali.

French Laundry, Yountville

O mais importante é o French Laundry, onde Keller serve banquetes multipratinhos de cozinha experimental. As reservas são dificílimas e devem ser feitas com dois meses de antecedência, por telefone ou pelo Open Table. (As reservas abrem à meia-noite, horário do Oeste americano; há um pequeno lote que vai para o Open Table, e o resto vai por telefone. Boa sorte.)

Ad Hoc, Yountville

Keller também tem dois restaurantes mais prêt-à-porter. Um é o Ad Hoc (slogan: "para alívio temporário da fome"), que tem menu único que muda todos os dias a um preço bem abordável, US$ 52 (sem bebidas). Não é recomendável para quem tem problemas com partes não-convencionais de bois e outros bichos.

Bouchon, Yountville

O outro é o Bouchon, que executa receitas francesas tradicionalérrimas de bistrô (e tem uma padaria ao lado). Nos dois é possível reservar pelo Opentable com alguma facilidade: uma semana antes da nossa viagem dava para conseguir mesas nos dois. Reservamos o Bouchon e foi excelente. (Vou contar o jantar num post separado.)

Yountville, Vale do Napa

Horta do French Laundry, Yountville

Adorei a vibe de Yountville. Foi a primeira "cidade" do mundo em que eu vi vinhedos do lado da calçada... Sem falar da horta do Thomas Keller, que faz as vezes de jardim da praça em frente ao French Laundry.

Bardessono Hotel, Yountville

Sei que mais adiante no vale existem hotéis bacanérrimos, com spa e coisa e tal. Mas minha antena se interessou muito por esse Bardessono, que tem um jeitão desses hotéis conceituais do Chile, e fica bem no centrinho de Yountville, a uma pequena caminhada de todas as comilanças.

Maryanne e Nick em Yountville

Obrigadíssimos, Maryanne!

Pegamos o pôr-do-sol atravessando a Bay Bridge e chegamos ao hotel antes das 9 da noite. Encerramos os trabalhos com um drink no bar do hotel e -- pra caminha, que no dia seguinte começaria o nosso périplo de carro a Los Angeles.

Leia também:

post21-rod2016-07

77 comentários

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

Estou aqui sonhando, bom demais.

Val
ValPermalinkResponder

que delicia de viagem...

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

Riq e Nick, foi um prazer enorme poder mostrar um pouquinho da CA pra vcs. As fotos ficaram lindas. Voltem sempre. beijao.

Danielle Buna
Danielle BunaPermalinkResponder

Maryanne,

Estamos indo a Sao Francisco no fim do ano e gostariamos de contar com seus servicos, e possivel?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Danielle! Agende isso no site da Maryanne: http//www.hotelcaliforniablog.com .

José Eduardo
José EduardoPermalinkResponder

Também adorei quando fomos a Napa valley. Pena que não esticamos até Santa Helena e conhecemos mesmo só Napa Valley. Gostei muito de uma lojinha antes de chegar a Napa com todos os tipos possíveis de azeite. Aliás, as duas garrafas de azeite que trouxemos na viagem foram uma aventura a parte para a viagem de volta ao Brasil. Não pela segurança de vôo, mas pelo risco de quebrarem ou vazarem. Apesar disso, resistiram bem com as proteções que colocamos e chegaram intactas. Também foi uma pena a época que visitamos o local (Janeiro), bem no meio do inverno. Por isso, só vimos os galhos retorcidos dos vinhedos. Apesar de tudo, realmente é um lugar muito gostoso para fugir do agito, acalmar a mente e se revigorar com bons vinhos !!

Marcelo Oliveira

Oi José.
Se voce tiver o endereço dessa loja, me manda por favor.
Gostei da sua dica.

Obrigado.

e-mail: martchelo@yahoo.com

Oscar | MauOscar.com

Pelo que pude ver vocês puderam aproveitar bastante a tarde que tiveram em Napa. Nada como ter a Maryanne como guia hein?!
Legal ver as fotos de Napa na primavera, embora acho que as mostardas já haviam florecido certo.. Mas a primeira foto com os parreirais e as papoulas está linda!!
Acho legal visitar regiões produtores de vinho na época da vindima..É tão legar provar as uvas direto do pé e ver, em alguns casos, todo o processo da colheita ao início da fermentação do mosto.. Infelizmente ano passado o clima da Califórnia nos pregou uma peça e acabamos chegando antes dela começar.. Mesmo assim as uvas estavam todas nos parreirais e renderam fotos ótimas.. Infelizmente não estavam muito maduras grin
Eu tinha visto o Bardessono a primeira vez no Jetsetter.com.. Mas como já haviamos reservado o hotel mais "econômico" acabamos desistindo da idéia.. Passamos pela frente e me pareceu muito legal.. As fotos do site também provam isso.. Por sinal vira e mexe aparecem alguns hotéis interessantes em promoção no Jetsetter, mas nunca experimentamos..
Riq obrigado por mencionar os nossos Posts desta que foi uma de nossas melhores viagens ever grin

Wanessa
WanessaPermalinkResponder

Riq, suas fotos de hoje estão especialmente bonitas. Me lembraram uns quadros de Klimt.
A primeira: http://picasaweb.google.com/112892617025988852633/Klimt02#5459609347127903906

e a terceiras: http://picasaweb.google.com/lh/photo/3B16nFBeh3LLh1gEMhZ0hg

Hugo
HugoPermalinkResponder

Em frente ao Bardessono tem a pousada Maison Fleurie. Diárias em torno de 200 dólares, com uma localização ótima e um ambiente charmoso. Você tem direito ao café da manhã, degustação de vinho à tarde e um voucher de 50 dólares que vale em alguns restaurantes, como o Bouchon.

Achei um ótimo custo benefício e uma boa pedida para quem quer dormir na região.

Quanto à vinícolas sugiro fortemente a degustação harmonizada da vinícola Signorello. É um pouco caro, mas vale cada centavo. Foi certamente uma das melhores refeições que já fiz na vida.

Um pulo em Napa torna a viagem a SF muito mais interessante.

Mary
MaryPermalinkResponder

Nossa, Riq, essa viagem tá demais!
E me dá uma saudade danada de um tempo q não volta mais...
St.Helena é uma graça! Lembro de um hotel, o St. Helena (original, né?), q parece uma casa de bonecas. Pra vc sentar à mesa do restaurante, precisa tirar uma boneca ou ursinho q estava ocupando o lugar. Comidas e bebidas ótimas, intercaladas com caminhadas.
E agora vou ficar curiosíssima pelo relato de Carmel.
Saúde!

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Beleza!
Adorei o post de princípio ao fim! Que delícia! É uma boa dica! Vou anotar em a minha listinha!!!

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Gostei muito de Bardessono...(é bem distinto ao típico motel...) Simplemente adorável!

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Riq, que legal que curtiu Napa! UAU, adorei a Beringer. Já pra wishlist, rsrs!

Obrigada por citar o blog, tamos às ordens. Só um detalhe: o link da Area de Jogos no fim do post tá indo pro site da Mobility!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Adri! Obrigada por avisar! O link está corrigido!

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Obrigaduuuuu

Vagner
VagnerPermalinkResponder

Tem uma vinícola chamada Viansa ( http://www.viansa.com ) que é muito bonita para esse pré-jantar que você estava procurando. Além disso, eles tem uma loja que vende queijos, pastas, pães, etc. Na minha ida a Napa, fui nessa Viansa e na Chandon (a pedido da "patroa"), que também recomendo bastante.
Enfim, devia ter te dado a dica antes. Fica a sugestão para os próximas que lá forem.

Gustavo - Viajar e Pensar

Saudades destas bandas, estive em Setembro com da Parreira carregadas de uvas, estava lindo também. Mas acho que o ideal é dormir na região e não bate-volta, para apoveitar a gastrônomia e beber um pouco mais na fonte.
Para quem necessitar de mais dicas eu tenho um Post do Napa Valley também:

http://viajarepensar.blogspot.com/2009/09/day-tour-ao-napa-valley.html

Amelie Amaral
Amelie AmaralPermalinkResponder

Que delícia, uma ótima opção para quem está sem tempo e mesmo assim quer ir...

Aguardo o post de Carmel, que fui em julho de 97 e ainda quero voltar.

Leticia
LeticiaPermalinkResponder

Uma boa dica: na chegada a Napa, dê uma paradinha no visitors center, no centro comercial. Ali, vc fica sabendo todos os eventos que estão acontecendo no dia, as melhores vinícolas, pode fazer reservas de hoteis e restaurantes. De quebra, compra uns souvenirs e ganha muitos cupons de descontos para a região.

Maria Fernanda P. Maia

Riq,
Estou totalmente dependente do Viaje! Não consigo fazer nenhuma viagem sem suas dicas!
Estamos subindo a California desde LA e seu roteiro foi essencial! Agora estamos partindo para Napa, com reserva no bouchon feita agorinha no opentable.
Depois conto as impressões!
Obrigada por tudo!!!

Lena
LenaPermalinkResponder

A série toda da Califórnia ficou demais! Que legal ver este destino desbravado por você! wink

Maria
MariaPermalinkResponder

Napa valley e muito legal. Comida excelente,viniculas com farta degustacao.paisagem impresionante. Dica visite sonoma.

Gianna Soares
Gianna SoaresPermalinkResponder

E ai,nautas! alguém tem alguma dica quente de um local para hospedagem na região de Napa Valley? A Marie Fleurie não tem mais vaga no período em que estarei lá...! Gianna

Oscar | MauOscar.com

Se fosse voltar ao Napa Valley hoje tentaria me hospedar em Yountville de preferencia no Bardessono http://www.bardessono.com

Quando visitamos a região optamos em ficar em Petaluma onde conseguimos um sheraton com ótima relação custo beneficio

Abraço

Joana
JoanaPermalinkResponder

Bom, eu fiquei nas cidades de Napa e Sonoma, as hospedagens ok, mas nem recomendo. Se voltasse hj, faria questao de ficar St. Helena e Yountville, até mesmo para jantar, poder beber aqueles vinhos maravilhosos e voltar a pé para 'casa'.

Joana
JoanaPermalinkResponder

Mas quanto aos restaurantes, além dos de Thomas Keller e a sua deliciosa padaria, em St. Helena tem o COOK, vale muito a pena, delicioso e por um preço honesto, inclusive com o reconhecimento do Michelin por isso.

Gianna Soares
Gianna SoaresPermalinkResponder

Joana e Oscar, valeu! Oscar, aproveito para comentar que adoramos seu site, estamos degustando devagarinho todos os seus comentários...tal qual um bom vinho! Parabéns! Também me animei com o Bardessono, mas a diária está acima dos U$ 700,00(!!), "num dá pra nós!"...Gianna

Oscar | MauOscar.com

Gianna
Eu sei também o que é isso.. Queria muito ter ficado lá.. Quando estava montando o roteiro desta viagem surgiu uma promoção do Jetsetter.com para ficar hospedado nele por 280 USD.. Além de ainda ser caro não tinha vagas para as datas que estariamos na região.. Quem sabe numa próxima...
Obrigado pelos elogios grin

Antonio Carlos Neves

Ricardo, e exatamente esse roteiro que gostaria de fazer.
Voce poderia me enviar maiores detalhes como enderecos das vinicolas a serem visitadas, restaurantes, etc?
Estarei indo pra la em Outubro
Abrcs Tony

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Alô, Antonio Carlos! Aqui quem responde é A Bóia. Além das dicas do Comandante, veja também as sugestões dos tripulantes que estão linkadas ali no fim do texto! Você vai encontrar várias sugestões bacanas.

Marcela
MarcelaPermalinkResponder

Em junho, eu fiquei no BEST WESTERN Elm House Inn, em Napa, pois peguei uma promoção bastante boa. Não comprometeu em nada a viagem, no entanto, concordo com todos que a melhor região para ficar é em Yountville.
O blog do Oscar foi perfeito para planejar a viagem...
Sobre restaurantes, gostei muito do Culinary Institute of America, Mustards Grill, Go Fish, além do hamburguer do Gott's Roadside.
Sobre vinícolas, todas as degustações são ótimas... desde as mais famosas até as menores. Minha sugestão é fazer uns 2 tours guiados e depois aproveitar as degustações.

Oscar | MauOscar.com

Legal saber que ajudei grin

Rose
RosePermalinkResponder

Se vcs tivessem somente um almoço para escolher no Napa Valley. Qual escolheriam? Estou em duvida entre Sinnorello e a Spectator at Greystone. Que me sugerem?

Katia
KatiaPermalinkResponder

Passamos um dia visitando a região no fim de julho. Fizemos 2 tour básicos, indicados na Wine Spectator para iniciantes no assunto: Sterling(lugar muito lindo, vc pega um teleferico p/ chegar na vinicola) e Behringer. Tudo lá é um sonho, vale a pena ficar + tempo. Imperdível.

Sabrina
SabrinaPermalinkResponder

Olá,
Adorei o post. Uma dúvida, alguma opção para quem não dirige? Existem tours, agências locais... Alguém tem idéia?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sabrina! Na recepção do seu hotel você encontrará catálogos de passeios.

Ana
AnaPermalinkResponder

Que maravilha!!! Estou fascinada...
Gostaria de ir só até Yountville, há alguma vinícula que vcs indicam? Quanto tempo de SF até lá?
Obrigada! Parabéns pelo post!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! O que podemos indicar está no post. Se tivéssemos outras indicações, estariam no texto.

Chris
ChrisPermalinkResponder

Oi pessoal
Estou com uma duvida e peco a ajuda dos viajantes mais experientes. Estou indo para san francisco e tinha programado locar o carro somente no ultimo dos quatro dias, quando iria para Carmel
(vamos nos hospedar na Union Square). Todavia, nao consegui locar carro cim entrega na cidade. Tenho que retirar no aeroporto. Assim, o que e mais sensato ( consoderando custo, tempo de deslocamento, etc) ? Programar a locacao para o primeiro dia ou retornar ao aeroporto para pegar o veiculo?
Obrigada desde ja

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Chris! É estranho você não conseguir locar retirando no centro da cidade. Retiradas em aeroportos normalmente são mais caras.

O melhor é retirar o carro só no dia em que você for sair da cidade, seja lá onde retirar. Se usar carro para os deslocamentos dentro da cidade, você vai gastar de estacionamento por dia provavelmente mais do que gastaria de táxi -- fora as diárias de locação.

Gianna Soares
Gianna SoaresPermalinkResponder

Chris, concordo com a Boia:
em setembro do ano passado fomos a San Francisco e fizemos a besteira de não locar carro para ir até o Napa Valley com antecedência, via internet. Acabamos locando lá mesmo, na Hertz (o que nos tomou um tempo de passeio e nos causou estresse desnecessário, mas deixa pra lá...); estávamos hospedados no Clift, na Union Square, e na região tem várias locadoras, situadas em edifícios-garagem daqueles enormes, cheios de carro...Dá mais uma olhada que você vai achar! AH! não fique com o carro em SF, não precisa mesmo. Boa viagem, Gianna

Francisco
FranciscoPermalinkResponder

Eu também pretendo alugar o carro no penúltimo dia em SF para visitar o Napa Valley no esquema bate-e-volta, pra pegar a estrada de verdade pra Yosemite etc no dia seguinte.

A dúvida (politicamente incorreta?) é sobre Lei Seca na região. Viajando em casal, um dos 2 precisa realmente abrir mão das degustações de vinho?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Francisco! Sim, sempre que se faz viagens de degustação de vinho por conta própria, um dos participantes deve se abster.

JUNIOR ROCHA
JUNIOR ROCHAPermalinkResponder

Olá,
Sabe se no final de novembro é uma boa época para visitar o Napa Velley?
Qual seria a melhor época para visita?
Obrigado e parabéns pela blog.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Junior! Não há época ruim para visitar Napa.

A melhor época é o outono, setembro e outubro, que é quando o tempo é mais seco e agradável, quase quente, e é a época da colheita. Mas novembro também é interessante, porque é menos cheio e ainda não esfriou demais.

Alexandre Ferreira

Olá pessoal! Escuta, não teria um roteiro tipo 'Napa' só que para cervejeiros?! É que eu e minha mulher somos apaixonados por cerveja e passaremos uns 20 dias pela Califórnia com nossos 2 filhotes.... Alguma dica? Valeu!

Gustavo - Viajar e Pensar

Boa Alexandre!

Lembro da existência de tour de cervejas em Delaware na Dogfish, Boston na Samuel Adamms e em Ny para a Brooklyn Beer. Antigamente no Busch Gardens em Tampa se visitava tb uma fábrida Busch Beer, depois adquirida pela BUD.
Mas na Califa não lembro de nenhuma mesmo, mas boas crvejas vais encontar.
No Napa é um centro Enogatrônomico encontaras de certeza algo do gênero.

Boa Viagem e boas cervas!
smile
@GusBelli

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alexandre! A palavra-chave para buscas é "microbreweries".

Mozer
MozerPermalinkResponder

Olá querida Bóia e Ricardo Freire!

Viajamos pela California em maio deste ano, a viagem foi excelente, e como aproveitamos muitas dicas do seu blog, gostaríamos de retribuir. Segue o link do post inicial de nosso blog, o Vida Trucker. Em breve espero colocar no ar outros posts sobre a viagem que começou em Napa e acabou em San Diego.

http://vidatrucker.wordpress.com/2012/10/12/eua-califorinia-napa-valley/

Espero que seja útil de alguma forma a todos que querem conhecer o Napa Valley! smile

Um abraço, boas viagens, e parabéns pelo site!

Jo
JoPermalinkResponder

Uma dúvida, nos hoteis em napa podemos contratar tours para degustação ? Fica dificil nao poder beber nesta região.... aguardo notícias e muito obrigada !

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jo! Tanto em Napa quanto em San Francisco você encontrará agências que levam a degustações. Seu hotel saberá indicar.

ANDRE
ANDREPermalinkResponder

ola Riq,
Qual a sugestao para um bate-e-volta de san francisco (de carro)?
Agora, a mesma pergunta com 3 filhos menores de 12 anos?
Abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, André! Quem responde é A Bóia. Vale de Napa para adultos, Sausalito para crianças. Alcatraz é um bom programa com filhos, mas não é de carro.

luciana
lucianaPermalinkResponder

È indicado pernoitar lá antes de começar o tour a descer a Highway até Los Angeles ou é melhor fazer como o Ricardo ? Li , mas não encontrei esta informação .

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciana! O Vale de Napa está ao norte de San Francisco. Não é caminho para a Highway 1, que está ao sul de San Francisco.

Carla Kurz
Carla KurzPermalinkResponder

Oi gente, tudo bem? A Maryana é brasileira? Vocês podem me passar o contato dela? Queria um guia que saísse de SF e pudesse dirigir na volta para que todas nós pudéssemos beber.
Obrigada.

Carla.

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Qual o mais gostoso hotel em vinícola da região?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! O Ricardo Freire indica o Bardessono .

Cristiane
CristianePermalinkResponder

Gostaria de saber se na vínicula há tradução para o português, ou guia em português.
obrigada. amei a dica

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristiane! Você pode fazer um tour com guia brasileira. Veja:
http://www.viajenaviagem.com/2012/08/tours-recomendados-san-francisco/

Ana
AnaPermalinkResponder

Olá! Estou programando uma viagem com meu marido para a Califórnia, fazendo o Napa e a Highway 1 de carro. Vi aqui no VnV e em outros sites e blogs, algumas advertências sobre dirigir e beber na Califórnia. No entanto, uns amigos nos disseram que não tiveram problemas no Napa e que a polícia normalmente não faz blitz de alcolemia, só parando aqueles motoristas que cometem alguma infração, como excesso de velocidade ou direção perigosa. Objetivamente, alguém saberia dizer qual o limite legal de álcool permitido na Califórnia para dirigir?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! Existe fiscalização, sobretudo nas estradas que servem vinícolas no vale de Napa.

O limite é de 0.08% de álcool no sangue -- o que equivale a uma long neck ou uma taça de vinho consumida na última hora.

http://www.bactrack.com/pages/how-many-drinks-does-it-take-to-reach-08

Ines Bueno
Ines BuenoPermalinkResponder

Oi Maryanne, voce sabe informar se o restaurante The French Laundry está temporariamente fechado?
Minha amiga ligou para láe tinha uma mensagem que estava fechado.
Sabe se irá reabrir e quando?
Obrigada
Ines

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

Oi Ines, sim esta fechado para reforma da cozinha e outras pequenas mudanças. Acho que deve reabrir no verao, mas nao tenho certeza.

giseli
giseliPermalinkResponder

Olá! Gostaria de saber se é possível ir de San Francisco à Napa Valley de onibus ou trem.
Att
Chiara

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Giseli! Compre um tour organizado no seu hotel.

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Giseli,
Não sei se você já foi, mas realmente é perrengue. Eu fui de carona com amigos que iam pernoitar e eu queria voltar antes. Consegui achar um ônibus que me levava até o aeroporto, mas me custou 4h do dia, não achei que valeu a pena não...

sidomar
sidomarPermalinkResponder

alguem poderia, por gentileza, fornecer o mail da Maryanne?

agradeco

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sidomar! Tem área para contato no blog dela, http://www.hotelcaliforniablog.com .

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

acredita que só vi a atualizaçāo agora? Saudades. Vcs precisam voltar pra fazer a atualizaçāo inloco. Bjs

Ligia
LigiaPermalinkResponder

Eu passei apenas um dia em Napa Valley enquanto estava fazendo intercâmbio para estudar inglês em São Francisco, amei muito. Contei um pouquinho disso la no meu blog: http://www.winecodeavocado.com/passeio-a-napa-valley/

Virna fecury
Virna fecuryPermalinkResponder

Irei passar 3 dias em San Francisco com meus filhos, estou pensando em fazer um bate volta em napa valey, queria saber se eh viavel ir com criancas, se eh permitido a entrada nas viniculas?????

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Virna! É sim.

vanessa
vanessaPermalinkResponder

Bom dia, Boia! Vc poderia me tirar uma dúvida? Não acho em canto algum. De San Francisco para Napa Valley tem pedágio? Em caso positivo, posso pagar em cash ou é daqueles que tem que pagar pela internet ou ter aquele aparelhinho de pedágio? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vanessa! Todas as pontes cobram pedágio para quem entra em San Francisco. A Golden Gate, que é o caminho mais usado para Napa Valley, só aceita pagamento eletrônico. Ao alugar carro a locadora vai oferecer a você o transponder que cobra automaticamente as passagens por pedágios. É o jeito civilizado de resolver esse problema.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar