Paris: em que regiões é melhor se hospedar?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Meu hotel na Gare de l'Est

Boa pergunta! Me fazem o tempo todo.

Na maioria das vezes quem pergunta nunca foi a Paris, ou nunca foi direito (porque quem já foi direito já tem um  lugarzinho do coração como objetivo para a próxima estada).  Então eu respondo de maneira cartesiana, recomendando que se fique nos arrondissements mais centrais (de números 1 a 6).

Só que Paris, a exemplo de Manhattan, é bacana praticamente que por inteiro.

Depois de conversar com a querida Maria Lina do Conexão Paris, cheguei à conclusão que o mais importante é saber onde NÃO se hospedar em Paris.

--> Evite se hospedar numa "Porte" ou fim de linha de metrô

Paris é relativamente compacta, e se você pensar em termos de metrópole, todos os seus 20 arrondissements são "centrais". Mas quando você chega pertinho do limite da cidade, o charme repentinamente some -- provavelmente pela proximidade do Périphérique, o minhocão que circunda a Paris central, construído onde um dia existiram as muralhas parisienses.

Paris

Não é só uma questão de estética ou frescurinha. Ficar num fim de linha de metrô é, de fato, uma chatice. Você começa e termina o seu dia com aquela mesma seqüência interminável de estações (a gente se sente como se fosse para o trabalho). Dar uma passadinha no hotel entre os lerês e a noite acaba tomando um tempo e uma energia que custam muito mais do que a diferença do que você pagaria por um hotel mais central.

Caso o hotel que você esteja considerando se situe num arrondissement de 12 a 20, verifique no Google Maps se ele não se situa muito perto do "muro" viário de Paris. Se a estação mais próxima contiver a palavra "Porte", trata-se de um sinal inequívoco de que você está mal localizado (as "portes" não existem mais fisicamente, mas se situam exatamente no anel viário).

Tá bom. Já vimos onde não se deve ficar. Mas como escolher onde ficar nos outros 80% da Paris central?

Vou dividir por motivos.

--> Pela praticidade: arrondissements 1 a 6

É a minha recomendação-padrão. Como dizem os anglos: location, location, location. Do coração de Paris você chega a pé aonde quiser (se gostar de caminhar). O metrô leva a qualquer lugar com mais rapidez e menos conexões. Seu caminho é diferente a cada dia; não tem como enjoar.

Os dois arrondissements mais centrais (e portanto mais práticos), o 1 e o 2, estão também entre os mais feiosos; ficando neles você pode ter algum medo à noite (infundado; a insegurança de Paris está nos lugares turísticos à luz do dia) e sentir falta de agito bacana próximo ao hotel.  Já do 3 ao 6 você aproveita o pacote completo grin

--> Pelo movimento: Quartier Latin/St.-Michel, St.-Germain, Montparnasse, Bastille, Grands Boulevards, Montmartre, Champs-Elysées

Se você precisa ficar numa região agitada à noite -- não apenas para agitar de fato, como também para se sentir em segurança em ruas que não morrem cedo --, escolha uma dessas regiões. Quartier Latin (superturístico), St.-Germain e alguns trechos dos Grands Boulevards são os mais centrais. Montmartre está um tiquinho fora de mão, mas tem um charme interessante (procure pela Ameliepoulainlândia, no entorno da rue des Abesses). Bastille é mais moderninha, enquanto Montparnasse é um ponto mais em conta para curtir lugares mais charmosos da Rive Gauche.

--> Pelo charme: Marais, île St.-Louis, Canal St.-Martin, Luxembourg, 7ème, 8ème.

Quer dormir e acordar num lugar lindo? Quer não ter vontade de sair do seu bairro? Busque essas palavrinhas mágicas na descrição dos hotéis.

--> Pela identificação: onde você quiser

Existem pólos de hotéis no eixo Quartier Latin-St.-Germain e nas proximidades das principais estações de trem. Mas você vai encontrar hotéis em praticamente toda Paris. Se você tem uma predileção por algum cantinho de Paris, pesqiuse hotéis por lá -- e aproveite para destrinchar ainda mais esse pedaço da cidade que te conquistou.

--> Um lugar charmoso perto de você

Conseguindo evitar o lonjão do fim de linha do metrô, é muito provável que você esteja perto de uma região muito charmosa, mesmo que o seu hotel especificamente esteja num lugar marromenos.

Aconteceu comigo nesta última viagem. Fiquei num All Seasons (o hotel básico-moderninho da Accor, com ótimo café da manhã e wifi incluídos) em frente à Gare de l'Est. Em Paris ficar ao lado de estação é prático (o metrô sempre é ótimo), mas o ambiente não é dos mais simpáticos.

Pois bem: andando duas quadras e meia eu não estava mais no entorno da estação, mas num dos bairros mais encantadores de Paris, o Canal St.-Martin. Eu podia morar ali. Descobri (sem querer) que aquela localização feiosa é na verdade uma ótima localização.

Gare de l'Est

Canal St.-Martin, ParisCanal St.-Martin, Paris

Conta agora você: na sua opinião, quais são as melhores regiões de Paris para se hospedar?

Leia mais:

Hotéis de Paris comentados por leitores do Viaje na Viagem

Página-guia de Paris no Viaje na Viagem

Hotéis de Paris resenhados no Conexão Paris

A rede AccorHotels.com apoia essa temporada do VnV na Europa.

O Mondial Travel é a assistência viagem oficial do #viajenaviagem no projeto Europa de carro.

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email
Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem


 

563 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Boa Noite Boia!

Farei um curso de 2 semanas no ISC em outubro. Vi que fica bem entre Paris e Levallois Perret, onde pretendo me hospedar, pela necessidade do curso. Sei que a localização não é das melhores, mas vocês conhecem Levallois Perret? Aconselharia a hospedagem nesta região, ou seria melhor ficar em Paris (central) e ir para as aulas de transporte público? (levando em consideração que o metrô não é mto perto do ISC e que tb quero aproveitar para conhecer Paris!)

Muito obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! Normalmente é roubada se hospedar na periferia. Onde é o seu curso exatamente?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! Não recomendamos hospedagem na periferia. Onde exatamente é o seu curso?

graziela
grazielaPermalinkResponder

vou a Paris pela primeira vez em Março e estou pensando em me hospedar proximo ao arco do triunfo seria um bom lugar?estou em dúvida entre um hotel que fica pertinho do arco e outro que fica proximo ao marais,qual seria melhor me informe por gentileza?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Graziela! Entenda as regiões de Paris no post acima wink

Alejandra
AlejandraPermalinkResponder

Boa noite,
Estou indo em Outubro para Paris com minha mãe de 76 anos. Por ela, preciso um hotel com o metro do lado, mas entre tanta opção ta dificil achar. Vc tem alguma recomendação que seja 3 estrelas ? Estou pensando no Ibis Bastille, mas me falam que o metro nao e tão perto. Lí muito todo o site.., mas gostaria de uma orientação. Muito Obrigada. Ale.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alejandra! Dê uma olhada no mapa de Paris do Booking. Ele mostra todos os hotéis e sinaliza as entradas de metrô, para facilitar a sua pesquisa. wink

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Alejandra, o Ibis Cambronne tem estação de metrô com escada rolante quase na porta (100 metros), e localização mais agradável que a do Ibis Bastille, na minha humilde opinião, que já me hospedei nos dois.

Sônia soares
Sônia soaresPermalinkResponder

Onde comer barato em parid

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sônia! O Ricardo Freire dá dicas de onde comer bem e barato em Paris aqui:
http://www.viajenaviagem.com/2009/07/paris-onde-jantar-sem-ir-a-falencia/

Caique
CaiquePermalinkResponder

Boa noite. Você pode me ajudar? Li muito e estou dividido entre dois hoteis. Queria saber qual tem melhor localização (por distancia para fazer os passeios, local para comer a noite, etc, etc).

Os endereços:
57, Bd Saint Marcel, 75013
19, rue du Château d'Eau, 75010

Muito obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Caique! O hotel do Bd. Saint Marcel está entre o 5º e o 13º Arrondissement. O da rue du Chateau d'Eau fica no 10º Arrondissement. Dê uma olhadinha nas recomendações do Ricardo Freire nesse mesmo post. Uma boa também é ler as resenhas de ex-hóspedes no Booking.

Caique
CaiquePermalinkResponder

Oi Bóia. Obrigado pela resposta.

Estou mais inclinado para o da rue du Chateau d'Eau. A maior questão é porque vou ficar apenas 4 dias em Paris, estarei em lua de mel, eu e minha noiva somos arquitetos e gostamos MUITO de conhecer a cidade a pé. E provavelmente vamos voltar para o hotel só de noite, e ainda sairemos para comer algo pela redondeza do hotel.

Entre os dois, qual você acharia melhor?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Caique! Desculpe, não podemos escolher pelos leitores! Mas a gente recomenda dar uma passeada pelas redondezas usando o Google Street View wink

Leo
LeoPermalinkResponder

Sra. Bóia, boa tarde!

Achei um hotel com bom preço, boa avaliação e ótima aparência (Grande Hotel Français) no 11er, Boulevard Voltaire. Não está numa porta, mas está a umas duas quadras da Place de la Nation. Bom lugar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leo! Não temos comentários dos leitores sobre este hotel, mas você pode ler as resenhas dos ex-hóspedes do Grand Hotel Français no Booking.

Taise
TaisePermalinkResponder

Olá,
Eu e mais 3 amigos estamos pensando em alugar um apto pela airbnb. Vimos um na região Boulevard Diderot, o preço estava muito bom mas queriamos mais informações sobre a região para saber se vale a pena.

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Taise! Coloque o endereço no Google Map e veja se o apartamento fica perto de uma Porte ou fim de linha de metrô, que são os locais onde o Ricardo Freire não indica ficar. Está tudo explicado no post acima. wink

Grazi
GraziPermalinkResponder

Olá! Fiquei no Timhotel Montparnasse em maio do ano pasado e gostei bastante! Além de ter 3 estações de metrô a mais ou menos 1 quadra de distância, o local era cheio de vida a noite. Próximo também estava a estação de trem que nos levou a Versailles, a Torre Montparnasse e as Galeries Lafayette. Agora em novembro vou de novo e escolhi a região do Arco do Triunfo, já que são menos dias e queremos curtir essa região.