Chegando em Lima: transporte e câmbio

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Lima

O aeroporto de Lima fica ao norte da cidade, na municipalidade de Callao. De lá são 17 km até o centrinho de Miraflores, principal zona hoteleira da capital. Sem trânsito, o Google Maps diz que dá para fazer o trajeto em meia hora. Mas como é sempre difícil não pegar trânsito em Lima, pense aí em pelo menos 1 hora de viagem.

Transporte do aeroporto de Lima para o hotel

Trânsfer

Os hotéis de Lima costumam oferecer trânsfer privativo por US$ 20 por carro, até três pessoas. Fiquei em três hotéis na cidade, e dois me enviaram propostas idênticas. O bom dessa alternativa é que você não precisa se incomodar com câmbio nem enfrentar uma eventual fila de táxi.

Caso você tenha acertado um trânsfer com o seu hotel, dirija-se ao balcão de remises que você encontrará ainda no setor de desembarque, logo depois do raio-X de bagagens. É uma espécie de ante-sala do saguão principal do aeroporto, onde haverá também guichês das locadoras de carro e de um certo "táxi oficial" (falo dele no próximo tópico). É só então se identificar. A corrida provavelmente será cobrada direto na sua conta de hotel (confirme isso na troca de emails).

Green Taxi
Green Taxi

Caso você não tenha combinado trânsfer com o hotel pegue o Taxi Green. Mas atenção para a pegadinha: logo depois do raio-X das bagagens você passará por uma ante-sala do saguão principal do aeroporto, onde estarão os guichês das locadoras de carros, dos remises (trânsfers) e de um certo "táxi oficial". Fuja dele! É um táxi especial com tarifa de US$ 50 para o seu hotel.

Passe reto e, ao chegar ao saguão principal do aeroporto, à esquerda, você encontrará o Green Taxi, que tem carros em ótimo estado e que cobra 60 soles até Miraflores -- e não 50 dólares. Antes só aceitavam dinheiro, mas agora já aceitam cartão de crédito.

Green Taxi

Você paga para a moça do guichê, em soles, e sai com o voucher para pegar o táxi. E onde você arranja esses soles? Próximo tópico.

Câmbio no aeroporto de Lima

Nuevos soles

Se você precisa de soles para o primeiro dia, troque uma besteirinha (50 ou 100 dólares) no guichê de câmbio do desembarque, entre as esteiras de bagagem e o raio-X da bagagem. A cotação não é das melhores e eles ainda cobram uma comissãozinha de 3%, mas o preju será pequeno.

Não vale a pena fazer saque no caixa automático do aeroporto. A única rede que opera em todo o aeroporto (e existe um terminal no desembarque, junto às esteiras de bagagem) é a GlobalNet, que cobra 14 soles de comissão (US$ 4,30) e permite retiradas de no máximo 400 soles (US$ 125). Some a isso a tarifa de saque internacional do seu banco e o IOF brasileiro, e você acaba perdendo uns 15%, o que dá raiva.

Não leve reais. Acredite: por mais caro que esteja o dólar, a moeda americana baliza a cotação do real no Peru -- e o real, por ser uma moeda sem demanda no Peru, tem um deságio acentuado nas casas de câmbio. Compre bem o seu dólar no Brasil (faça uma pesquisa; o site jooin.com.br ajuda). Na segunda semana de setembro de 2015, quando estive em Lima, com o dólar a 4 reais, 1.000 dólares rendiam 3.200 soles, enquanto a mesma quantia levada em reais rendia 2.800 soles. A diferença é de 10%, amig@s; você perde mais do que usando cartão... Não adianta lutar contra a força do dólar.

Além disso, se você seguir viagem pelo Peru, vai poder usar os dólares diretamente para pagar passeios, sem precisar fazer câmbio.

Chegando em Lima apenas para fazer conexão

Mesmo se você for pegar o primeiro avião para Cusco, você vai precisar catar as bagagens, passar pela aduana e despachar novamente as bagagens em Lima.

Com uma particularidade: não é possível ir da ala de desembarque para a de embarque por dentro do saguão. Você vai precisar sair do aeroporto e caminhar um pouco até a próxima entrada. Isso porque só é permitida a entrada na área de check-in de quem tem passagem na mão. Você vai precisar mostrar a passagem para o guardinha. Uma vez de novo dentro do aeroporto, procure o balcão de entrega de bagagem do seu vôo e suba para a área de embarque (que tem fartura de restaurantes, cafés, lanchonetes e lojinhas).

Caso você não tenha trânsfer agendado em Cusco, vale a pena trocar aqueles 50 ou 100 dólares no câmbio do desembarque. O táxi do aeroporto em Cusco é tabelado, custa 35 soles (11 dólares).

Câmbio em Lima, fora do aeroporto

Se levou dinheiro vivo, troque em casas de câmbio de verdade, como as da avenida Larco. Eu fui camelando de portinha em portinha na avenida Pardo em cambistas independentes, consegui uma cotação 2 centavos mais favorável ao real, mas em compensação levei de brinde uma nota falsa de 100 soles (naquele momento, 130 reais).

E caso você não tenha lido acima: leve dólares. Vou repetir o parágrafo inteiro. Por mais caro que esteja o dólar, a moeda americana baliza a cotação do real no Peru -- e o real, por ser uma moeda sem demanda no Peru, tem um deságio acentuado nas casas de câmbio. Compre bem o seu dólar no Brasil (faça uma pesquisa; o site jooin.com.br ajuda). Na segunda semana de setembro de 2015, quando estive em Lima, com o dólar a 4 reais, 1.000 dólares rendiam 3.200 soles, enquanto a mesma quantia levada em reais rendia 2.800 soles. A diferença é de 10%, amig@s; você perde mais do que usando cartão.... Não adianta lutar contra a força do dólar. Além disso, se você seguir viagem pelo Peru, vai poder usar os dólares diretamente para pagar passeios e hotéis, sem precisar fazer câmbio.

Transporte em Lima, fora do aeroporto

O táxi urbano é uma das dádivas do turismo no Peru: é bem mais barato que no Brasil. As corridas dentro de Lima ficam entre 8 e 15 soles (R$ 11 e R$ 20). O estado dos táxis, porém, varia muito -- há muitos carros velhos e alguns decididamente decrépitos. Ao pegar um táxi na rua, sempre negocie antes de entrar: "A Miraflores, cuanto?". Se você for bom de regatear, aproveite. O Sundaycooks tem um post divertido sobre barganhar táxis no Peru.

EasyTaxi Lima

Mas se você for sair de hotel ou restaurante, não vai precisar de lábia nem negociação. Basta usar os aplicativos EasyTaxi ou o Uber -- o mesmo que você tem no celular.

E nunca pegue os táxis amarelinhos em frente ao shopping Larco. São os mais careiros da cidade.

Leia mais:

31 comentários

Edgard
EdgardPermalinkResponder

Olá a todos!

O texto está longo, mas queria deixar umas dica sobre taxis no Peru:

Em julho estive por lá com minha esposa e eu passamos um caso, digamos, inusitado.

O primeiro taxista que chamamos em Lima foi super simpático e gentil. Não precisamos pechinchar, cobrou 15 soles de Miraflores até a Plaza de Armas (preço justo!). Quando ele percebeu que não éramos de Lima (minha esposa e eu falamos espanhol) ele comentou que tem taxista que inflaciona o preço e deu várias dicas, muitas das quais já tínhamos visto aqui e em outros sites. Ele foi bem honesto.

E também comentou pra gente tomar cuidado com taxis piratas. Segundo ele, os taxis verdadeiros tem:

– letreiro “taxi” no teto
– número da placa pintado na lataria
– faixa lateral refletiva vermelha e branca
– faixa quadriculada lateral (não parece ser pra todos)
– faixa amarela na placa do carro, como se estivesse gifrando “Peru” (o equivalente da placa vermelha no Brasil)

Descuidados e desatentos, acabamos pegando um que não tinha isso. O motorista teve uma abordagem bem mais enrolada, negociou demais e aceitou baixar bem o preço. Os taxistas verdadeiros são bem objetivos pra negociar o preço. Além disso, quando entramos, ele tirou o letreiro que estava pra dentro e escondeu no chão, se tornando um carro comum (atenção nisso!). Ele puxou muuuito papo, muito além dos demais taxistas. Mas viu que falávamos espanhol, comentou que não entendia português e percebeu que eu tava de olho onde ele tava indo, pois não pegou um caminho muito direto. Meio receosos, descemos antes do destino (Museo Larco), dizendo que íamos almoçar. Mas já estávamos perto.

Não acho que ia acontecer nada de ruim, e, por fim, nem aconteceu. Não foi nada que atrapalhasse a viagem, que aproveitamos muito! Encontramos vários “taxis” assim, principalmente a noite, com gente dentro. Mas corremos um risco maior que o necessário, então vale o alerta.

E outra: em Cusco, do aeroporto até a Plaza de Armas, tem taxista que cobra 50 soles. Preço abusivo! Pechinchem.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Edgard! Conforme está informado no texto, há um guichê de táxi oficial em Cusco. A tarifa é 35 soles ao centro.

Edgard
EdgardPermalinkResponder

Olá Boia!
O preço deve ser esse mesmo.
O mais provável é que depois de tantas horas em trânsito, já cansados e após uma "corrida" atrás de uma mala nossa que pegaram por engano na esteira em Cusco, tenham levado 15 soles da gente "no bico"...rs

Era só pra avisar smile

Dhiego Xavier
Dhiego XavierPermalinkResponder

Bóia, fora do aeroporto, compensa sacar na função débito? O iof cobrado compensa a dupla conversão?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Diego! Prefira os caixas do banco BCP, que cobram 13,50 soles por retirada e permitem saques de 700 soles (quase 220 dólares). O Ricardo Freire deve acrescentar informações em breve neste tópico.

Fabio
FabioPermalinkResponder

Ola, so adicionando algumas sugestoes.
O Taxi Green aceita cartões tambem, o que vale a pena as vezes.

Outro modo de transporte crescendo bastante e com tarfias muito boas é o Uber. Pedindo o UberX, a versao mais barata, a tarifa começa em 7 Soles. Eu usava bastante a trabalho, e nas regioes de San Isidro, Miraflores e Barranco é bem servido.

Em ultimo caso, o Satelital é bom tbm, eles tem um app que eu nunca usei, mas vc pode ligar no 355 5555 e pedir. absssssssss

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Mais um excelente post!
O Larcomar tem um stand do EasyTaxi. Não é preciso ir para a rua esperar o carro, há um local dentro do estacionamento do shopping. http://www.tecnews.pe/easy-taxi-ya-esta-disponible-de-manera-permamente-en-larcomar/

Simone
SimonePermalinkResponder

Não conseguimos comprar soles no Brasil? Desculpem a minha ignorância de viajante engatinhante!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Simone! Consegue mas a cotação não compensa. Não compre moeda fraca no Brasil, parece baratinho mas você perde um dinheirão.

ROBERTA VIANA DESSEN

Oie,
Li os comentários os posts então só pra confirmar não compre SOLES no Brasil, compre apenas no PERU com dólar certo? Só não entendi onde, não é no aeroporto certo? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Roberta! Compre em casas de câmbio na av. Larco.

Mariane
MarianePermalinkResponder

Olá Bóia,
é possível se locomover não só em Lima, mas também nas demais localidades como Cusco, Valle Sagrado, Puno, etc. de ônibus? Não li muito a respeito, gostaria de saber como se locomover por lá com o mínimo possível.
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariane! A Cruz del Sur leva de Lima a Cusco em... 21h30 de viagem! Não vale a pena, a não ser que você tenha tempode parar pelo caminho (Ica, Nasca, Arequipa e Puno são paradas possíveis). A partir de Cusco você pode ir a Pisaq e Ollantaytambo de van, a preços módicos. Publicaremos um post sobre isso ainda neste mês.

Veja horários da rota Lima-Ica-Nasca-Arequipa-Puno-Cusco em http://www.cruzdelsur.com.pe

Bruno Henrique

Boa tarde!

Sei que li (e reli) a informação sobre levar dólares e não reais para o Peru. Mas efetuando uma consulta na página www.precio-dolar.pe/ vi que para $300, consigo 1.039 soles ao tempo que 1.200 reais (equivalente para os $300, a 1 por 4) conseguiria 1104 soles.

Como proceder/interpretar nesse caso?

Desde já, agradeço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bruno! Sites como este que você encontrou trazem a cotação interbancária, calculada por uma regra de três com a cotação do dólar. Você não encontrará essa cotação em casas de câmbio físicas.

Vinicius
ViniciusPermalinkResponder

Gente, a casa de câmbio do aeroporto de Lima funciona 24h?
Porque meu voo a Lima chega (previsto) às 22:45, e tenho medo de não encontrá-la aberta e não ter como pagar o táxi até o hotel...
Por acaso o táxi aceita dólar? Na dúvida, estava até pensando em comprar uns 100 soles aqui no Brasil (achei uma cotação ontem a R$1,28), só pra não arriscar.
O que acham? Mais alguém chegou em Lima esse horário e conseguiu trocar dólares?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vinicius! A casa de câmbio funciona 24 horas.

Carmem
CarmemPermalinkResponder

Conselhos seguidos à risca. Tudo perfeito! Obrigada!
Pra efeito de atualização: a corrida aeroporto x Miraflores pelo Green Táxi está custando 60 soles.

Raisa
RaisaPermalinkResponder

boa tarde!
meu voo chega em Lima 00:05 e penso em ir direto para Cuzco (viajar a noite toda),no caso tem van/kombi direto do aeroporto para Cusco ou eu teria que pegar um táxi para a rodoviária e assim, pegar um ônibus para Cuzco?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raísa! Teria que ir para a rodoviária.

Jenifer
JeniferPermalinkResponder

Estou aqui em Lima e também paguei esse preço de 60 novos soles para o táxi tanto na ida ao aeroporto quanto na volta.
Dica para quem quer economizar ainda mais nos transportes ao centro é pegar ônibus, custa 1,20 soles e tem condições iguais aos de São Paulo.
Se informe onde pegar e qual ônibus pegar com o hotel.

Jenifer
JeniferPermalinkResponder

Eu usei ônibus de Miraflores ao Centro de Lima por 1,20 soles o trecho. Peguei informações de local e número do ônibus com o hostel.

Priscilla
PriscillaPermalinkResponder

Olá Bóia!
Quanta informação boa! Fiz todo o meu roteiro do Peru seguindo as informações de vcs! Obrigada!
Mas ainda tenho uma dúvida: vc sabe se os cartões pré-pagos de viagem, abastecidos em dólar, funcionam bem para pagar contas (hotel, restaurantes) e sacar soles lá no Peru? Vou para Lima, Cusco e Águas Calientes.
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Priscilla! Pagar hotel com cartão pré-pago dá problema nos hotéis que fazem pré-bloqueio no check-in. O bloqueio pode ser maior do que o da conta de hospedagem e você ficará com o dinheiro indisponível até ser desbloqueado.

Priscilla
PriscillaPermalinkResponder

Obrigada, não tinha pensado nesse caso do bloqueio do hotel. Levarei meu cartão de credito. Mas estou na dúvida se concentro mais o dinheiro da viagem em dólar em espécie ou em cartão pré-pago abastecido com dólar. Ficarei poucos dias em Lima, e não terei tempo de ir nas casas de câmbio. Cartão pré-pago funciona lá como funciona dos EUA e Europa (saque)?
Obrigada, Bóia e Riqui! Esse site de vocês é excelente! smile
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Priscila! Sim, funciona igual.

Rafael Sampaio

Boa noite. Meu voo para miami terá conexão em Lima de apenas 2h. Estou viajando com dois filhos. É tempo suficiente para fazer a conexão ou fica corrido? Tem que fazer imigração?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafael! Não tem que fazer imigração nem pegar mala nem redespachar mala nem fazer check-in. É só ir de um portão para o outro dentro da área internacional do aeroporto.

Margareth KKD Franco

Muito obrigada pelas informações. Foram muito úteis. Já que estava pronta para comprar um transfer do aeroporto para o hotel em Miraflores. Depois de suas informações acho que pegaremos um táxi. Afinal 60 soles para 4 pessoas e melhor que pagar R$100,00 por pessoa.

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Pessoal, acabo de chegar em Lima. Utilizei os serviços da Táxi Green e foi tranquilo e eficiente. O balcão deles agora está um pouco diferente da imagem do post, localizado ao lado esquerdo da porta de saída do saguão. Paguei 60 soles até Miraflores, utilizando o cartão de crédito. Observei que havia duas outras empresas oferecendo o mesmo valor até Miraflores. A título ainda de informação, o aeroporto oferece serviço de Wi-Fi grátis, mediante cadastro rápido, por 30 min (pelo menos na fila da imigração, onde testei). Fiz então uma simulação com o Uber e o preço ficou em 50 soles, mas acabei não utilizando. Há a informação no app de que os passageiros devem esperar seu Uber no portão de desembarque 3.

Anderson Alves

Uber funciona no aeroporto agora, o Uber X fica sim uns 20 a 30% mais barato que o taxi green, porém: tem que esperar na frente do Hotel e os UberX quase nunca tem ar condicionado. A melhor opcao seria ir de Uber Black, mas o preco ja é igual do Taxi Green...

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar