China

Índice de posts

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

China no Viaje na Viagem

Os melhores passeios de Hong Kong

Hong Kong: onde passear sozinho é fácil e seguro

Hong Kong de metrô: com o Octopus Card é simples

Hong Kong: o primeiro dim sum a gente nunca esquece

Onde comer bem em Hong Kong

Hong Kong: um bate-volta a Macau

Temple Street Market, um camelódromo em Hong Kong

Como é ser gringo na Ásia

Pequim, Xi'An e Xangai nas dicas dos leitores

#Linkódromo | Chengdu: pandas-gigantes, cozinha picante, n'O Olhar Nômade

#Linkódromo | China e Sudeste Asiático, no Ásia de Mochila

#Linkódromo | A China explicadinha, no Viagem Afora

#Linkódromo | A magia do Tibet, no Tô Pensando em Viajar

46 comentários

Thereza
TherezaPermalinkResponder

Olá ..... vou pra China agora em dezembro .... e estou com uma duvida... o q levar: dinheiro(dólar) ,cartão de crédito ou travel money? por favor, me ajudem !!!! abçs e obrigada

Ricardo Monteiro

China parece muito interessante para ser visitado. Esse dias tava lendo num outro blog um lance sobre os táxis de lá. Achei muito maneiro. Segue o link para quem se interessar http://www.psafe.com/blog/pegar-taxi-beijing-sempre-desafio-estrangeiros/

Anna
AnnaPermalinkResponder

Estou querendo ir para China e Japão, mas tenho muito medo de ir sozinha, como geralmente faço para a Europa e Américas, por causa do idioma e da distância. Há alguma agência ou operador de viagem que seja recomendado? Obtigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Anna! Operadoras como Designer, Raidho, Queensberry têm roteiros para o Oriente vendidos por qualquer agente de viagem. Consulte um agente de viagem e ele lhe mostrará todas as opções.

Marisa
MarisaPermalinkResponder

Ana viajei sozinha pela China em 2014 e contratei essa agencia de lá: www.travelchinaguide.com
Fiz um roteiro privado com motorista e guia falando ingles que foi um diferencial da viagem. Tb foi possível deixar alguns dias por conta entre os roteiros. Hotéis e bilhetes aéreos tb comprei separado.
Acesse o site e tente falar online com eles, respondem super rápido e cumpriram o combinado. O valor foi accessível.
Boa sorte

Barbara Cortat

Olá Anna, fui ano passado ao Japão e fiz tudo por conta. Foi muito sossegado. Os japoneses são super prestativos e tentam nos ajudar de qq forma. Mas é bom ter internet lá, isso ajuda bastante no deslocamento. Ficamos 15 dias inteiros lá e fizemos 7 cidades. Japan rail pass é uma mão na roda. Amei!!!

Martiniano Dias

Passarei na China 30 dias em março de 2015, além de Cartão de Crédito em moeda atualmente é melhor Dólar ou Euro.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Martiniano! O dólar está se valorizando, o euro está desvalorizando.

Celso
CelsoPermalinkResponder

Parabens pelo site.
voce pode informar um guia para Pequim e Xangai falando portugue?
Um interprete pode ser util tambem.
Obrigado pela ajuda,
Celso

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Celso! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Eliete
ElietePermalinkResponder

Para viajar entre as cidades da China vale a pena ir de aviao, ou e muito mais caro que onibus e trem? Tento sempre economizar o maximo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eliete! Entre quais cidades? A China é gigantesca.

Mauro Seixas
Mauro SeixasPermalinkResponder

Olá a todos mais uma vez...

Finalmente minha viagem para o Oriente vai sair do papel.
Eu e a minha esposa vamos passar 4 noites em Kyoto, 8 em Pequim, 4 em Seul e 3 em Tóquio. A minha dúvida paira sobre a China...

O trajeto citado já foi comprado na KoreanAir (por um preço muito bom).
Como o orçamento já estava no limite, não consegui incluir na passagem multi cities Xi'An, por esse motivo deixei 8 noites para Pequim, pensando em resolver Xi'An de trem ou deixar para resolver depois (caso surgisse boa oportunidade de voo ida e volta de Pequim para lá).
Viajaremos em 08/07/15... Assim o prazo para resolver os detalhes vai se esgotando... Falei isso tudo para fazer as seguintes perguntas:

1 - Xi'An é mesmo imperdível?
2 - A viagem de trem (6 h) vale a pena?
3 - Se eu tiver que esquecer Xi'An para não gastar muito, existem coisas interessantes nos arredores de Pequim que valham a pena (tenho 8 noites lá)?
4 - Qual cidade mais próxima de Pequim onde eu posso conhecer a China mais tranquila? (andei lendo no lonely planet que Pequim tem o dom de consumir o nosso tempo com as filas, burocracias, engarrafamentos)
5 - Alguém aqui já foi em Seul? Estou indo pela conveniência da passagem entre China e Japão e por força de comentários de um amigo que morou 6 meses lá...

Abraçooooo

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mauro! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, ficará aqui.

mirella matthiesen

OI Mauro,
Eu gostei Xian, mas preferi muito mais Xangai e Pequim - escrevi aqui sobre Xian se quiser ver minhas impressões : http://www.mikix.com/um-dia-em-xian-com-os-guerreiros-de-terracota-parte-i/ (tem 2 posts)
Pequim é incrível... passamos 4 noites lá (incluindo o dia que fomos a Muralha da China) e acho que faltou tempo, vale muito explorar a cidade com calma e apesar da multidão e poluição infinita que nos persegue, eu AMEI a cidade! Não tive tempo para conhecer as cidades do interior. (Achei esse link que talvez te interesse: http://www.timeoutbeijing.com/features/Travel-Around_China/23064/Ten-day-trips-around-Beijing.html ).
Eu não fui a Seul, mas o Oscar foi e fez esse post sobre os castelos de Seul no viajoteca: http://www.viajoteca.com/palacios-reais-de-seul/
Abs

Mauro Seixas
Mauro SeixasPermalinkResponder

Oi Mirella,

Modéstia sua achar que alguém programe uma viagem para a China sem ler o seu blog... Claro que já li tudo!!!
Aliás já li para organizar outras viagens que fiz, inclusive para minha RTW que não saiu AINDA do papel...
Agradeço pelas respostas!

abraço!

Miriam
MiriamPermalinkResponder

Mauro,

com esses dias que voce tem, sugiro que voce pesquise aqui no Brasil a compra de um pacote para Pequim, Xian e Shangai. São tres cidades completamente diferentes e muito bacanas de conhecer.
Eu comprei um pacote desses em 2011 e adorei. Hotéis 5 estrelas chiquérrimos, passeios super otimizados pelos pontos turísticos, shows noturnos muito bacanas, e os guias todos com formação universitária te dão um panorama sobre a China, política, costumes familiares, tradições, e respondem a todas as suas perguntas. Vale muito a pena e a relação custo benefício é imbatível.

Cristiane
CristianePermalinkResponder

ok

Gustavo - Viajar e Pensar

Oi Mauro

Existem bastante coisa a serem vistas em Pequim, 8 dias em Pequim está legal, o que você pode fazer é dormir na região da Grande Muralha. Tem pousadas para caminhadas e natureza legais na região.
Além disto circular por Pequim é difícil e se perde tempo em trânsito. Na época que iras as filas são grandes.
Abraço é boa viagem!!
@GusBelli

Luquesio de Oliveira

Olá! Nunca estive na China, mas em 6 meses estive 3 vezes a trabalho na Coreia do Sul. Seul é a cidade mais incrível que eu já conheci além de ser super segura! Mais ao sudeste da Coreia está a 2ª maior cidade do país e tem praia!!! Busan (ou Pusan) tem aeroporto também mas você pode chegar lá desde Seul com o trem KTX à 300 km/h. Se você estiver com bagagem escolha a 1ª classe (20 US$ a mais). Mais a Sudoeste próximo à cidade de Gwandju está o Naejangsam National Park, um parque que merece uma visita, só não sei informar se a época é boa, eu fui no outono local. Chama-se . Fantástico. Cinematográfico! De Seul à Gwandju também se vai de KTX, mas não há trajeto Busan/Gwandju. Abraço.

Pedro Richardson @travelwithpedro

Oi Mauro, Xi'an é legal, mas não é tudo o que pintam, pra ser sincero. Além disso - pelo menos quando fui - foram 12 horas de trem rápido. Pequim, por outro lado, tem muito o que oferecer. Mas talvez vale a pena você explorar um pouco mais da Coréia, como Pusan e arredores?
Abraço!

Mauro Seixas
Mauro SeixasPermalinkResponder

Pois é Pedro,

Para irmos a Xi'An teremos um custo de mais 1600 reais de passagem aérea (isso para ficar 1 ou 2 noites) não me parece valer a pena...
Quanto à Coreia, vou tentar incluir essa cidade citada entre as 4 noites que terei por lá!
Obrigado!

roberta prescott

Mauro, tudo bem?
Eu amei Pequim e super vale ficar 8 dias para aproveitar bastante a cidade e poder, por exemplo, ir a uma parte mais distante (e com menos turistas) da muralha. Eu escrevi sobre a China no meu blog chamado Mosaico. Fui a trabalho para Xangai e Shenzhen, mas aproveitei que estava lá e fiquei por minha conta uns dias a mais. Daí conheci Xi'An (Guerreiros de Terracota) e fiquei 7 noites em Pequim. Faria de novo!
Boa viagem

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Oi Mauro! Eu acabei de voltar de uma viagem pela China, incluindo Pequim e Xian. Eu particularmente não ficaria mais do que 4 dias em Pequim. Você consegue ver todas as atrações dentro desse tempo, e ainda conhecer a cidade. As filas realmente são grandes em todos os lugares, e o trânsito caótico. Precisa de paciência às vezes. Quanto a Xian, a cidade realmente não tem muitas atrações turísticas a não ser os Guerreiros de Terracota, o Bairro Muçulmano e os pagodes que ficam no centro da cidade (que por sinal são muito bonitos quando iluminados à noite). Eu gostei bastante do passeio dos guerreiros e recomendo. Esse passeio toma uma manhã e uma tarde dependendo do seu ritmo de visita. Além disso existe o Bairro Muçulmano que é no mínimo interessante visitar e fazer boas fotos. Fiz o trecho Pequim - Xian de trem de alta velocidade e foi muito tranquilo. Esse trecho tem pouco tempo que foi inaugurado, então a estação em Xian, que também é nova, fica um pouco longe do centro da cidade em si.
Sobre outras cidades "perto" de Pequim, eu gostei muito de Shanghai e também de Hangzhou. Shanghai é bem cosmopolita, organizada e é super fácil de andar sozinho com muitas placas em inglês (inclusive no metrô). Lá você consegue encontrar também restaurantes com comida mais ocidental e outros tantos estrelados. Se não me engano é hoje a maior cidade da China. Já Hangzhou, que é uma cidade menor para os padrões chineses, tem passeios mais voltados para templos e caminhadas em jardins e ao redor de lagos. Tudo muito bem conservado e organizado também. Vale a pesquisa!

Espero ter ajudado!

Marisa
MarisaPermalinkResponder

Olá Mauro,

estive na China durante 1 mês. Pequim, Xi´an, Xangai...
Pequim é fantástica e tem muitas atrações que não valem a pena serem vistas na correria.
Xi´an tb foi uma grata experiência. Além dos Guerreiros de Terracota eu tive a vivência de fazer uma refeição e conviver com uma família Chinesa... conhecer seus costumes... Ela foi Capital da China 4.000 antes de Pequim! O Museu de
Xi´an é fantástico! Tem feiras muito tradicionais... Enfim... tem várias atrações além dos guerreiros. E aconselho ir de avião... com o trem vcs perderiam horas.
Xangai é uma mistura do Velho com o Ultramoderno... não tem como não curtir. Fiquei 17 dias e queria ficar mais

Vou deixar uma dica de uma empresa de turismo que utilizei para fazer meus tours:

www.travelchinaguide.com

Eles são ótimos e cumprem exatamente o que vc contrata.
Eu escolhi meu roteiro e eles organizaram tudo
Tive um carro com motorista e uma guia exclusiva falando em inglês, que me buscavam no hotel... refeições e tickets das atrações inclusas por um preço que vale muuuito a pena. Ter uma guia exclusiva foi tudoooo!
Essa empresa é especializada em receber estrangeiros
Vc consegue fazer chat online pelo site em inglês e eles respondem os emails muito rápidos. Pagamento via pay-pal
Tb inclui no roteiro muitos dias sozinha e não foi problema

Eu não recomendo excursões com muitos Chineses mas se quiser viver a China de verdade vai em frente rsrs Fiz uma viagem pra Shouzu e a experiência foi única smile

Espero ter ajudado. Boa viagem
Marisa

Celso Nogueira

umas das melhores viagem que fiz foi para china, fiquei 10 dias sendo 6 dias em xiamen e 4 em Pequim, fiz os melhores passeios e conheci os pontos turisticos como muralha, cidade proibida, praça celestial e outros e o melhor não sei falar ingles e nem mandarim hehe, a comida chinesa é maravilhosa e o guia muito gente fina.
uma das melhores viagem que fiz, o unico desconforto é a distancia, foram 28 horas de voo de São Paulo na ida e 32 na volta, muito cansativo mas pude desfrutar de boas massagem com refeição tanto na chegada como na volta, mas viagem e experiencia unica, quem pretende ir nao vai se arrepender a unica coisa que me disseram nos aeroportos quando encontravam com alguns brasileiros que eu era louco por não falar ingles, mas o ingles na china é bom nos aeroportos e nos hoteis porque nos passeios lotados de chineses o ingles não faz a diferença.
levei tudo que li na internet, barra de cereais, papel higienico, remedios e tudo voltor do mesmo jeito que foram, não usei nada.
levei um pouco de dolares pra usar nos aeroportos de escalas,(Paris e Amesterdam) e o resto yuan dinheiro chines, abusei dos taxi que é muito baratos.

Ricardo Shen
Ricardo ShenPermalinkResponder

ola amigos, eu seu um chinês, eu moro em shanghai e falo português, caso você tenha perguntas sobre china, me contata em meu Email: yqshen2011@126.com ou 543258874@qq.com

Roberta
RobertaPermalinkResponder

Olá,

Para quem tiver interesse, escrevi sobre a China no meu bloguinho! Eu Amei o país e não vejo a hora de volta! O link direto é http://mosaico-viagens.blogspot.com.br/search/label/China

abs!

Cristina L
Cristina LPermalinkResponder

Pessoal, acabamos de passar 1 mês na China com criança (filhota tem 4 anos) parando de cima a baixo, estamos publicando - ainda em viagem - as nossas experiências (o bom, o ruim e o mais o menos :p ). Ontem saiu um post sobre os Guerreiros de Terracota e o Mausoléu Yangling (ambos imperdíveis em Xi'an). Aqui:https://cuorecurioso.wordpress.com/2015/10/26/os-guerreiros-de-terracota-e-o-outro-mausoleu-que-ninguem-conhece-mas-deveria/
E para quem gosta de ver coisas linda, mas realmente extraordinária, fora do mundo, fantástica, que tal conhecer o lugar mais lindo do mundo inteiro??? Jiuzhaigou, i love you!!! https://cuorecurioso.wordpress.com/2015/10/22/o-lugar-mais-lindo-do-mundo/

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Bóia e trips,

Visitei a China em outubro de 2015 e, como sempre, o ponto de partida das pesquisas foi aqui no VNV. Muitos blogs me ajudaram na definição do roteiro e organização da viagem, especialmente drieverywhere, mikix, viagemafora, asiademochila, travelforever, proximatrip, viciosdeviagem, travelchinaguide e tripadvisor.
Como acho que a parte difícil é o planejamento, vou tentar detalhar aqui os aspectos principais.
Viajei pela Etihad e cheguei por Pequim onde fiquei 5 noites. Depois segui para Zhangjiajie, Xi'an, Lijiang, Yangshuo e Xangai, de onde voltei para o Brasil.
Todos os trechos internos foram feitos de avião, sendo que o primeiro trecho foi comprado no site da air china e os outros comprados pela Ctrip. Deu tudo muito certo! TODOS os voos saíram no horário. Eu pesquisei vários sites na china para comprar as passagens (ctrip, travelzen, travelchinaguide entre outros) e estava insegura porque cada site recomenda um jeito de abreviar nossos grandes nomes ocidentais, mas a Ctrip me pareceu o melhor e fiquei muito satisfeita com a escolha. Cerca de 1 mês antes da viagem, um dos voos foi cancelado e eles me mandaram e-mail e me ligaram para informar do cancelamento para que eu fizesse opção entre remarcar o voo para outro dia ou cancelar a compra e comprar o voo de outra cia. Por telefone, cancelei a compra e no mesmo dia o reembolso já foi feito via paypal. Comprei o mesmo voo por outra cia, sem nenhum problema. Durante a viagem, cerca de uma semana antes do último voo, eles me informaram por e-mail da mudança de horário desse trecho. Todos os contatos que tive com a empresa foram bem resolutivos. Recomendo a compra pelo site da Ctrip. Li em algum lugar que se trata da maior agência de viagem da China. Por sinal, o site é bem prático e de fácil utilização.
Bom, para a chegada em Pequim e transfer para o hotel contratei o Michael (china_cits@hotmail.com) que foi uma ótima indicação da Adriana Miller. Custou 200 RMB, e, como éramos 4 pessoas o espaço ficou um pouquinho apertado mas nada incômodo. O Michael também nos levou para a muralha 2 dias depois (800 RMB, a cerca de 1h de carro de Pequim). Na volta para o aeroporto peguei o transfer do hotel numa minivan (300 RMB).
Fiquei hospedada 5 noites no hotel Kapok, perto da cidade proibida, perto da Wangfujing street, mas se fosse novamente, tentaria ficar num bairro mais moderno, perto da Sanlitun road, com maior oferta de restaurantes ocidentais.
Fiz câmbio em Pequim no Bank of China, por uma ótima cotação.
Depois de Pequim, segui para Zhangjiajie onde fiquei 3 noites. O objetivo era conhecer o “Zhangjiajie National Forest Park” onde foi filmado parte do filme Avatar que mostra as “montanhas flutuantes” do parque. Fiquei hospedada no Pullman Zhangjiajie Hotel e contratei os Serviços de um guia para todos os passeios no parque (3 dias) e transfer de/para o aeroporto. Além das montanhas flutuantes o parque tem outras atrações como o elevador Baylong (um dos mais altos do mundo). Outra atração importantíssima é a Tianmen Mountain, cujo acesso se faz por um imenso teleférico, o mais longo em montanha do mundo, que percorre quase 7500 metros e ascende quase 1500 metros em altitude. Há também glass walk e várias outras passarelas nas encostas das montanhas. Pra completar, a montanha tem um buraco no meio suficiente para a passagem de aviões pequenos. A famosa ponte de vidro que fica sobre o Grand Canyon de lá ainda não está pronta mas dá pra ver o esqueleto dela. Não sei a previsão de inauguração. O passeio todo é espetacular.
Pesquisei bastante nos fóruns do tripadvisor e apesar de muitas pessoas relatarem que é possível fazer o passeio independente achei melhor contratar o guia, o que para mim foi uma decisão bastante acertada. Peguei a indicação no tripdvisor e adorei. Recomendo demais o Chris. Ele é muito educado, prestativo, atencioso e fala inglês fluentemente, apesar do sotaque Chinês ser um pouco difícil para mim. O e-mail dele é Christan4u@hotmail.com e o celular/whatsapp é o +86-15074418622. No site www.zjj4u.com vcs podem encontrar mais informações sobre os passeios e guias.
No final do terceiro dia peguei um voo noturno para Xi’an. Contratei um motorista (também Indicação no tripadvisor) que me buscou às 01:30h no aeroporto e me levou para o hotel no centro de Xi’an, dentro das muralhas. Fiquei em Xi’an apenas 2 noites. No segundo dia o motorista me buscou no hotel e me levou para o museu onde estão expostos os guerreiros de terracota. Acreditei nas resenhas do tripadvisor em que aprovaram os restaurantes de comida local que o Mr Dingyi indicou mas foi muito difícil pra comer. Na saída do museu vi um Mc Donalds enorme e outros restaurantes de comida local e me arrependi de não ter pesquisado o suficiente. Então a dica aqui é deixar para almoçar na saída do museu. Valeu muito contratar o motorista porque as distâncias são enormes. Antes dos guerreiros de terracota fui a um museu chamado Banpo Village mas é dispensável (no meu ponto de vista). Mr Dingyi é muito atencioso e foi ótimo tê-lo contratado (apesar do almoço). O e-mail para contato é xadingyi@163.com.
Saindo de Xi’an voamos para Lijiang, uma cidade quase na fronteira com o Tibet, cuja Old Town foi reconstruída depois de um terremoto, conservando as características de uma vila Chinesa antiga. Fofa, fake, lotada de turistas. Há vários passeios nos arredores. Não fomos para as montanhas porque já tínhamos ido a Zhangjiajie, mas contratamos a Rachael (mais uma indicação nos fóruns do tripadvisor), que nos levou para 2 vilas ao redor de Lijiang. Esqueci o nome da primeira e a segunda é Baisha, onde vivem pessoas da minoria Naxi e o famoso Dr Ho, um médico Chinês antigo, especialista em medicina Chinesa tradicional. Ele é uma graça e estava na porta de casa. Fala bastante e quase não nos deixa sair de lá. Visitamos também um Monastério Tibetano (lindo) e voltando para Lijiang, visitamos Shuhe, que é uma espécie de Old Town afastada do centro de Lijiang, menos lotada, talvez até mais bonita e com bons hotéis. Pedimos para a guia nos deixar lá para jantar e voltamos de taxi (na verdade são minivans) até old town Lijiang e foi bem tranquilo. Quando estava pesquisando hotel, fiquei na dúvida entre me hospedar em Old Town Lijiang ou Shuhe e acabei optando por Lijiang mas acho que Shuhe pode até ser uma opção melhor. Em Lijiang o transfer de/para o aeroporto foi providenciado pelo hotel. Se alguém precisar de guia em Lijiang, gostei bastante do serviço da Rachael e o contato pode ser feito pelo e-mail 13308888600@126.com.
Voamos de Lijiang para Guilin onde nos esperava o motorista do hotel em Yangshuo, situada a cerca de 70 min do aeroporto. O hotel cobra 400 RMB pelo transporte (one way) em um carro de 7 lugares ou 300 RMB por um carro sedã. Yangshuo fica numa região lindíssima, cercada por montanhas e rios. Para mim, o lugar mais lindo da viagem. Ficamos 5 noites e o programa foi fazer nada, descansar, pedalar nas estradas pequenas perto do rio e fazer “bamboo rafting” no Yulong river. Não visitamos os terraços de arroz porque nessa época do ano já tinha acontecido a colheita e não valeria a pena, mas pelo que pesquisei os terraços ficam mais perto de Guilin que de Yangshuo. Para quem for visitar os terraços talvez seja melhor passar a primeira noite em Guilin. Em yangshuo fiquei na dúvida entre me hospedar na cidade (West street) ou nos arredores, perto do rio. Optei por ficar no Moondance Resort, nos arredores da cidade, um hotel confortável, com dono Gringo e com um restaurante que serve comida ocidental, bem razoável para padrão interiorzão da China. Praticamente só havia Ocidentais hospedados no hotel. Acho que ficar no centro da cidade pode ser legal para a garotada mochileira. Finalmente, voamos para Xangai onde ficamos 3 noites e nos hospedamos no Sofitel Hyland, na Nanjing Road. Adorei o hotel mas se voltasse a Xangai tentaria ficar em Xintiandi pela proximidade com os ótimos restaurantes da região. Para ida e volta do aeroporto usamos taxi (200 RMB o trecho).
Para utilizar a internet sem bloqueio utilizei uma VPN. Há vários sites por aí mas escolhi a expressvpn. Funcionou muito bem. Comprei chip de celular pela http://www.3gsolutions.com.cn/ que foi uma dica ótima do Gustavo da http://www.proximatrip.com.br/.
Acho que é isso... No começo parece ser muito difícil viajar de maneira independente na China. A comunicação é um pouco complicada mas dá pra se virar bem com um pouco de paciência. No final, é bem mais fácil que parece.
Beijos!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Obrigadíssima, Georgia, por mais esse relato bacanérrimo!

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Valeu, Bóia!

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Olá, pessoal!

Estou precisando de uma ajudinha para definir um roteiro pela China.

Tinha 11 dias inteiros por lá (sem contar o da chega e o da saída), e já tinha decidido dividir da seguinte forma:

4 em Hong Kong, incluindo um bate e volta para Macau
3 em Xangai
4 em Beijing

Sei que é pouco, mas comprei a passagem naquele bug da American e, como era uma viagem que eu não pretendia fazer agora, não tinha muito conhecimento sobre o destino e não deu tempo para pesquisar.

Pois bem, ocorre que a AA fez uma alteração no meu voo e ganhei mais um diazinho por lá, e agora estou pensando se não seria mais interessante fazer alguma alteração nos planos, como:

a) cortar Macau e acrescentar Xi´an, fazendo Hong Kong (3 dias), Xangai (3), Xi´an (2) e Beijing (4 dias)
b) a mesma coisa da opção acima, mas com Guillin no lugar de Xi´an
c) simplesmente colocar esse dia a mais em alguma das 3 cidades - qual?

Também posso esquecer tudo em que pensei até agora e montar algo completamente diferente. A única obrigação é que a viagem comece por Hong Kong e termine por Beijing, por causa do voo já comprado. O resto é livre.

E muito obrigado por qualquer ajuda!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alexandre! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Alexandre! Não sou especialista na China, mas eu escolheria a opção c e ficaria 4 dias em cada cidade (que no final são só 3 dias inteiros), aproveitando para conhecer Macau. Senão ficaria muito corrido. Mas aí cada pessoa tem seu ritmo..
Mas escrevo principalmente pois, como você, também fui beneficiado pela "promoção" da American Airlines. Já fiz metade das minhas viagens e sempre fui muito bem tratado, com todos os vôos impecáveis e no horário.
Todas as manhãs acordo agradecendo a American Airlines pelos favores concedidos! Serei um cliente eterno da empresa, que superou minhas expectativas.

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Oi Alexandre, eu não fui a Hong Kong mas como amei Yangshuo (perto de Guilin) eu tiraria ou Hong Kong ou Shangai e ficaria apenas com uma cidade moderna, Pequim e Yangshuo.

Liu
LiuPermalinkResponder

Alexandre, só agora vi sua questão, nao sei se ainda é tempo, mas lá vai: sou brasileiro mas nasci lá, e estive em 2006, quase 1 mes. Em ordem decrescente de prioridade, eu colocaria: 1- Xangai (aproveite e dê um pulo em Mt Huangshan); 2 - Yangshuo/Guilin; 3 - HongKong (nao conheço mas dizem é muito bom) com Macau e Shenzen; 4 -Beijing. Explicações: Xian não, pois só tem a cidade redescoberta com as estátuas de terracota, q acredito você já tenha visto, ao menos na TV. Em Beijing, fique o mínimo possível, ela é muiiiito poluída, dá de 10 a 0 em sampa, em 2 dias dá pra fazer a) Grande Muralha (prefira o trecho de Mutianyu em vez de Badaling, essa última é muito cheia, turistizada), b) Pça Paz Celestial e Cidade Proibida e só. Show Opera de Beijing nao vale a pena, é acrobacia, e comer Pato a Pequim também não é lá essas coisas, voce tem no Brasil também. Por falar em comer, procura comer "dumplings", é em inglês, não tem quase nos rest, daqui, equivaleria a algo tipo "tapas" na Espanha, não é um prato só, mas diversas "coisinhas", no vapor, frito etc. Espero ter ajudado

Ananda
AnandaPermalinkResponder

Oi pessoal,
Tenho viagem pra China e Hong Kong marcada pra Junho e Julho. Minha dúvida é qual moeda levar: o yuan já comprado no Brasil ou levar dólar e trocar lá? Isso porque nessa época de dolar alto fico me perguntando se vale a pena e se não perderia muito na conversão.
Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ananda! Leve dólares.

Caroline
CarolinePermalinkResponder

Muito legal o site de vocês! Parabéns!

Estou indo pra China a trabalho em Abril/2016.

Alguém sabe me dizer como é a imigração na China?
Farei conexão em Londres, lá também precisarei passar pela imigração?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Caroline! Você ficará na área de trânsito em Londres e só fará imigração na China.

Bárbara balzana mendes pires de oliveira

Olá pessoal!
Gostaria de saber se em dezembro chega a ser impossivel de visitar os pontos turisticos devido ao frio? Querias pegar uma promoção e aproveitar as ferias e ir no final de dezembro e primeira semana de janeiro.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bárbara! Existe uma razão para que a alta temporada dos lugares caia sempre em períodos de temperatura agradável. A maioria das pessoas quer fugir do frio intenso. Se você topa viajar no frio intenso para aproveitar preço baixo ou lugares menos cheios, entenda que não encontrará as condições ideais de visita.

Diógenes
DiógenesPermalinkResponder

Oi.

Tenho uma dúvida em relação ao visto chinês. Meu passaporte foi emitido no RN, mas moro atualmente no RS. Posso solicitar o visto em SP ou somente em Brasília, jurisdição a qual o RN pertence? Mesmo que eu envie minha documentação a terceiros para a obtenção do visto, teria que enviá-la a Brasília?

Jurisdição do Consulado de São Paulo: São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul;
- Jurisdição do Consulado do Rio de Janeiro: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Espírito Santo;
- Jurisdição da Embaixada em Brasília: Região Norte, restante do Nordeste e Centro-Oeste.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Diógenes! Não conheço o regulamento do visto chinês, mas pela lógica o lugar que vale para descobrir a jurisdição é onde você mora. E se você tivesse perdido seu passaporte em viagem e precisado emitir um novo passaporte, sei lá, em Madri, você teria que ir até a Espanha pedir seu visto? smile

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 2 de outubro de 2017. Obrigado pela compreensão!
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar