Tailândia

Índice de posts

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Tailândia no Viaje na Viagem

Tailândia: o que você precisa saber antes de viajar

Bangkok: 20 hotéis comentados pelos leitores

13 roteiros pelo Sudeste Asiático comentados pelos leitores

Tailândia em 5 templos

Tailândia: Bangkok e praias, no relato da Georgia

Koh Phi Phi: vale o bate-volta?

Comida tailandesa: aventuras à mesa

Hotéis em Bangkok comentados pelos leitores

Bangkok: dança e comidas típicas no Sala Rim Naam

No Triângulo do Ouro, frutas e flores onde havia ópio

Compras na Tailândia: como pedir reembolso de IVA

Tailândia: suspenso toque de recolher; a noite volta ao normal

Mergulho na Tailândia: as dicas da Carla

Hotéis testados na Ásia: as dicas dos leitores

#Linkódromo | Tailândia de norte a sul em blogs brasileiros

#Linkódromo | Bangkok e os sabores da Tailândia, no Gastrolândia

76 comentários

LUCILIO DE SOUZA PRAXEDES

pretendo passar um mes na Indonesia(jacarta) o que voce sugeri ja tenho hospetagem .

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucilio! Este é um guia sobe a Tailândia. Para ler sobre a Indonésia, clique: http://www.viajenaviagem.com/destino/indonesia

Julia Vincent
Julia VincentPermalinkResponder

Boa tarde!
Pretendo ficar em Ayutthaya 1 mês fazendo um trabalho voluntário.
Mas como já estarei "do outro lado do mundo "rs quero conhecer algumas praias...consigo ir em um final de semana?
Ou ao final poderia ficar 4 dias, escolheria um lugar. Qual indicaria?
Obrigada!
Bjs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Julia! A gente já respondeu a você smile Olha só: http://www.viajenaviagem.com/2014/06/tailandia-dicas/comment-page-1/#comment-432460

Pedro Moreira
Pedro MoreiraPermalinkResponder

Pretendo passar o Ano Novo na Tailândia. Que cidade ou ilha vocês recomendam para ir? Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! Se você tem espírito jovem, o agito é em Koh Phangan, na Full Moon Party. grin

Mirely
MirelyPermalinkResponder

Olá, sou gaúcha, e como os costumes mandam, não posso ficar sem o chimarrão. Porem pode haver complicações ao chegar no país por causa da erva mate?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mirely! Sim, a vigilância sanitária pode barrar. Aproveite para provar os sabores de chá nativos smile

Thais
ThaisPermalinkResponder

Em 2014 fiz uma viagem de volta ao mundo dedicando cerca de 2 meses a Tailandia, Camboja, Laos e Vietnam.
Segue abaixo meu relato, esperando que seja útil.
http://parttimelady.blogspot.com.br/p/tailandia.html
Abraços

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Excelente destino! Parabéns ao site.
A Tailândia é uma ótima dica para o Sudeste Asiático. Estivemos lá em 2012.

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Ah! Há algumas fotos em http://viagemtailandia.blogspot.com/.

Paulo Bandeira

Estamos indo para a Tailândia, onde ficaremos de 25 de abril a 07 de maio. Vamos a Bangkok, Puketh e mergulhar em Koh Tao (depois,Bali). Estamos preocupado com as monções na Tailândia (em Bali não há este problema), que começam mais ou menos nesta época. Alguém já esteve por lá em abril/começo de maio? Choveu muito?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo! Leia sobre tempo na Tailândia:
http://www.travelfish.org/weather/thailand

Thais
ThaisPermalinkResponder

Boa noite, saio de férias em junho e gostaria muito de ir para a Tailândia, mas fico com medo por causa das monções. Vcs indicam ir pra la em junho? Nesse mês realmente chove muito?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thais!

O recomendável é ir de novembro a abril.

Floriano
FlorianoPermalinkResponder

Olá! Eu e minha mulher queremos ir à Tailândia, porém, só temos 15 dias para tanto. Esses 15 dias seriam suficientes para alguns pontos principais do país? A gente não sofreria muito com o fuso nos primeiros dias? Obrigado pela atenção.

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Vou para Indochina entre abril e maio, devo levar euro ou dólar? Cartão pré pago ou cash? O que não pode faltar na bagagem?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! A melhor pedida é cartão de crédito. Você perderá dinheiro ao re-trocar dólar ou euro por moeda local nas casas de câmbio, e o cartão pré-pago também terá o câmbio depreciado na conversão:

http://www.viajenaviagem.com/2014/11/que-moeda-levar-dinheiro-vivo-x-cartao-pre-pago-x-saques-no-debito-x-cartao-de-credito

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Bóia, obrigada!

Vou para Tailândia, Camboja, Laos, Vietnã e Singapura há alguma coisa essencial para bagagem?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! Sua farmacinha, filtro solar, repelente e roupas muito frescas (porém discretas) são itens importantes.

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Bóia, mais uma vez obrigada!

Clarissa
ClarissaPermalinkResponder

Olá! Estou pensando em passar minha lua de mel em bora bora . Que hotéis vocês indicariam? E teria outras cidades perto que valeria a pena conhecer ?

Clarissa

Rita Elaine Curi

Olá, pretendo viajar para a Tailândia em novembro. Gostaria de informações sobre o festival das lanternas ou Yi Pei na cidade de Chiang Mai. A festa tem data específica ou acontece todo final de semana. Li que em 2015 será dia 25 de novembro. É só nesse dia?

Melina
MelinaPermalinkResponder

Olá Bóia, voo para a Tailândia em novembro e gostaria de uma dica. Com o dólar e euro quase do mesmo preço qual moeda destas moedas devo levar aqui do Brasil para melhor câmbio por lá?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Melina! Tanto faz. Quando o real desvaloriza frente ao dólar, desvaloriza na mesma proporção frente ao euro. Se você tem informação segura de que o dólar vai desvalorizar frente ao euro ou vice-versa, cacife a que você acha que vai valorizar.

Melina
MelinaPermalinkResponder

Levo reais?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Melina! Só se leva reais para Buenos Aires, Bariloche, Uruguai, Santiago e Lima. Quando se viaja para outros países, leva-se moeda forte. O real não é uma moeda forte. Escolha entre dólar e euro. Como já respondi anteriormente, tanto faz a que você escolher. Só não leve reais. (Imagine um tailandês chegando com bahts no Brasil para trocar numa casa de câmbio.)

Melina
MelinaPermalinkResponder

É verdade. É que em 2013 quando cheguei em Portugal com meus euros trocados aqui, vi que eles pagariam mais nos meus reais lá do que consegui por aqui... por isso a reflexão! E olha que taxa de casa de câmbio de aeroporto!
Obrigada, Bóia!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Melina! Impossível. Ou você confundiu cotação de compra com a de venda, ou havia comissão oculta, ou a cotação era para grandes quantidades, ou você foi enganada no Brasil.

Erica Bezerra
Erica BezerraPermalinkResponder

Parabens pelo site, super referência! Vou pra Tailandia em janeiro de 2016 e me disseram pra nao reservar hoteis em Bangcoc e Phuket porque sairia mais barato fechar no local, ja que seriam infinitas opcoes. Ha relatos recentes de usuarios do site sobre isso? É verdade isso? Estou com medo de correr o risco por pouca economia...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Erica! Fale com esses amigos e peça mais dicas, todas as que eles puderem dar. Daí faça o oposto do que eles aconselharem: são péssimos conselheiros!

Emmanuelle
EmmanuellePermalinkResponder

OI, gente! Acabei de voltar da Tailândia e Camboja e já publiquei várias dicas pra vocês no meu blog http://www.dupladeviagem.com.br/2015/11/tailandia-o-que-voce-precisa-saber.html

Aline de Aguiar

Olá! Fui para o Sudeste Asiático em abril e também estou publicando as minhas dicas, com um enfoque maior nas viagens com os pequenos, no meu blog: http://deprimeiraviagem.com/tag/sudeste-asiatico/

Flavio Fernandes

Olá Bóia
Estou pretendendo montar um roteiro com Tailândia, Vietnam, Laos e Cambodja, saindo na última semana de maio e ficando até o meio de junho, aproximadamente 20 dias; em relação ao tempo, é arriscado ir nessa época? As monções já são pesadas nessa época para esses locais ou só a partir de julho? Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flavio! Não é uma boa idéia. Se você quer desafiar o almanaque, vá em frente, mas não reclame das conseqüências. O ajuizado é visitar essa região entre novembro e março.

Leonardo Pimenta

Amigos entre os dias 03/05 e 13/05 vamos a Tailandia, eu e esposa. Dado o tempo da viagem nao ser tao longo, vamos ficar em Bangkok (3 dias inteiros). Ate aí tudo bem....rsrsrs. Nossa dúvida é sair de Bangkok e ficarmos em Phi Phi e fazer passeios por la ou ir para Krabi (aéreo) e pegar uma van ate Pakbara e partir para Koh Lipe ficando o resto dos dias la. Ou seja, Phi Phi ou Koh Lipe??!! Duvida cruel. Abraço a todos

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leonardo! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Leonardo,
Em maio, as chances de você pegar chuva nas praias localizadas no Mar de Andaman, onde Phi Phi e Koh Lipe estão localizadas, é grande. Para pegar tempo melhor, o ideal é escolher uma praia no Golfo da Tailândia, como Koh Samui ou Koh Tao, por exemplo. A Patrícia do Turomaquia tem um post a respeito.

Leonardo Pimenta

Muito obrigado Lu Malheiros e A Bóia.

Euclides Netto

Bem, vai depender do estilo de viajante que você é. Lipe é muito mais bonito, mais calmo e com bons restaurantes na praia. O mar tem uma cor única. Phi Phi leh é realmente lindo mas você vai ficar hospedado em Don que eu achei bem degradado. Vale a pena ficar pelo nenos 1 dia em Railay Beach ( krabi). Além de Railay ser bem bonita, o passeio das ilhas ( escolha o roteiro com HONG ISLAND, pra mim o menor pedaço de terra mais lindo do mundo) é imperdível.
Lipe é Lipe, quando for vai enterder.

Leonardo Pimenta

Euclides, muito obrigado pelas dicas. Foi muito importante. Abraço

Joana
JoanaPermalinkResponder

Eu estive em Phi Phi e Koh Lipe no ano passado. Phi Phi ficou muito famosa com o filme A Praia e por isso é bem cheia. Tem muito jovem mochileiro, muita barraquinha vendendo coisas, restaurante, festas à noite. Confesso que quando cheguei achei um caos e fiquei um pouco assustada. Depois fui me acostumando e curtindo o clima. As praias por ali são lindas, destaque para Bamboo Island que é incrível. Eu fiquei uns dias também em Railay Beach e amei!!! É bem mais tranquilo e charmoso que Phi Phi e de lá também dá pra fazer os passeios de barco.

Koh Lipe é um PARAÍSO!!! Meu coração bate mais forte só de lembrar. Lindo demais!!! E ainda não é muito conhecida, por isso não tão confusa. Pra vc ter noção eu passei o reveillon lá e estava tranquilo. Recomendo muito o hotel Serendipity!! Só que Koh Lipe fica quase na Malásia, ou seja, não tem aquela paisagem típica da Tailandia com as rochas no meio do mar, etc.

Enfim... se vc quer descansar em uma praia linda, recomendo Koh Lipe. Mas se o objetivo é explorar, conhecer lugares e conhecer o espírito da Tailândia, recomendo Phi Phi e Railay.

Leonardo Pimenta

Joana, muito obrigado pelas dicas. Valeu mesmo!! Abraço

Pedro @viajecompedro

Se vocês estiverem à procura de muita farra, Koh Phi Phi é o lugar certo. Do contrário, evite.

Leonardo Pimenta Amaral

Obrigado Pedro. Valeu pela dica. Abraço

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Passei 3 dias em Phi Phi no ano passado. Não estava à procura de farra, quiçá de "muita farra", e, ainda assim, gostei MUITO do lugar! Então vamos ter um pouco de cuidado com essas generalizações...
É lugar para farra? (Também) é! Mas quem está lá simplesmente em busca de praias sensacionais, como eu estava, certamente não vai se decepcionar... Phi phi Don realmente está um pouco degradada, mas ainda assim é um lugar charmoso. Já Phi Phi leh é espetacular!

Leonardo Pimenta

Boa Alexandre. Obrigado amigo.

Viviane
VivianePermalinkResponder

Olá equipe Vnv! São anos e mts viagens feitas com base nas dicas de vcs, agradeço sempre a atenção! Em outubro e novembro estarei na Ásia com um grupo de amigas e estamos ansiosas para participar do Festival das Lanternas. Tenho pesquisado sobre, há muitas fotos na internet, porém poucas infos práticas. Achei que o festival Yi Peng de Chiang Mai mudou por medida de segurança. Pelo que vi as lanternas que são lançadas ao céu agora ocorrem em Mae Jo. Vocês sabem se essas infos estão corretas e onde podemos comprar os tickets? Vi apenas que custam em média 100 dólares. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Viviane! São cerimônias diferentes. Este post é esclarecedor:

http://www.thaizer.com/festivals/the-mass-sky-lantern-release-at-mae-jo-chiang-mai-is-not-the-yi-peng-festival/

Carlos Reis
Carlos ReisPermalinkResponder

Olá, Leonardo! Infelizmente não estivemos em Lipe. Vou tentar te ajudar falando um pouco de Phi Phi. Assim você pode comparar os dois destinos e decidir o que é mais a sua praia. Estive em Phi Phi ano passado com minha esposa. A região é muito bonita e há vários passeios além da famosa Maya Bay. Ficando na vila principal, Ton Sai, vocês terão mais opções de serviços, preços são melhores e a noitada é garantida (agito durante o dia e durante à noite). Se vocês quiserem curtir algo mais tranquilo, sugiro se hospedar mais afastado da vila. Era o nosso caso. Ficamos em resort há 15min de barco de Ton Sai. Atrás dele havia uma pequena vila onde fazíamos as refeições e contratamos os passeios. Fomos apenas uma noite em Ton Sai. Se o Bóia me permitir, deixo aqui o meu blog com mais informações e fotos sobre a Tailândia:
http://EmbarqueConosco.blogspot.com.br. Abs. Carlos

Rogerio
RogerioPermalinkResponder

Estou com um pouco de dificuldades de achar os voos internos para Myamar, você tem alguma dica?Aonde e quando posso comprar para novembro desse ano?
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rogerio! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Rogerio. A principal linha aérea é a www.flymna.com , mas no dia de hoje só é possível reservar vôos internos até setembro, há que seguir tentando em algumas semanas mais para vôos em novembro. Mesmo caso da www.airbagan.com, da www.yangonair.com e da www.airmandalay.com, as outras companhias principais do país.
As únicas empresas onde já é possível reservar vôos para novembro são a www.fmiair.com e a www.airkbz.com . Também é possível na www.bangkokair.com/eng , que oferece vôos entre Mandalay, Rangum e a (nova) capital Naypyidaw, porém sempre com conexão em Bangkok.
Lembrando que existem trens que fazer a rota Rangum-Mandalay, passando pela capital, em 15 horas. Um abraço, e muita sorte!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

mrgreen mrgreen mrgreen

Luciano
LucianoPermalinkResponder

É a modernidade chegando à antiga Birmânia, fui há 3,5 anos e os vôos domésticos tiveram que ser comprados no país, em notas de dólares novas (notas com aspecto de usada eles não aceitam na maioria dos lugares) e recebi um 'carnezinho' carbonado e escrito a mão (igual aos meus primeiros vôos na década de 80).

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

Oi Rogerio, fui em agosto 2015 pra lá e mesmo morando em Singapura na época, tive muita dificuldade pra comprar os voos. Acabei entrando em contato com uma agência de Myanmar que resolveu tudo pra mim, cobrando uns $ 15 mais por passagem comprada. Tentei por telefone, mas é impossível entender o que els falam, daí usei somente e-mail. sales1@airmyanmar.com
Os voos internos são carérrimos. Pagamos mais pra viajar 45 minutos num turbo hélice do que para chegar lá com a Singapore Airlines. Myanmar é muito legal, vale muito a pena.

Jackie
JackiePermalinkResponder

Para os vôos internos tivemos que usar uma agencia local mesmo, com quem tratamos por email. Os voos são MUITO caros e as cias são estatais. O serviço, no entanto, é bom. Digo, durante o voo, serviço de bordo e tal. Os aeroportos são bem "informais", digamos, mas deu tudo certo. A agencia que usamos foi a Seven Diamonds.
Vale lembrar que qt mais serviços diretamente dos locais vc usar, melhor, já que mesmo com o primeiro presidente civil em 50 anos no poder desde o início do ano, a constituição do país ainda reserva muito poder aos militares e o governo tem uma participação grande nos empreendimentos particulares, então o turismo de um modo ou outro acaba financiando o governo. Abs,

Bruno Felix
Bruno FelixPermalinkResponder

Boia, No final de 2016 pretendo visitar a Tailândia com esposa e filho. Já estou procurando passagens e a Ethiopian airlines oferece tarifas muito atrativas em relação as outras companhias aéreas. Na internet os relatos sobre viajar com a empresa são os mais variados possíveis. Críticas que variam desde aos eventuais atrasos e extravios de bagagens até outras mais preconceituosas sem fundamentos.
Será que alguém pode nos relatar alguma experiência real, mais fiel possível? Muito obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bruno! Com relação a cias. aéreas, a internet é uma espécie de Reclame Aqui. Todas falham e todas recebem reclamações. Se você for pesquisar, não se salva nenhuma. O selo de qualidade da Ethiopian é o fato de fazer parte da Star Alliance.

Gisele
GiselePermalinkResponder

Bóia, seus posts e o linkódromo me ajudaram muito a organizar a minha viagem pela Tailândia e restante do sudeste asiático. Inclusive me casei em Krabi, na Tailândia e em Ho Chi Minh, no Vietnã.
Em agradecimento, deixo aqui algumas informações sobre a vigilância sanitária noa aeroportos tailandeses, coisa que não achei enquanto planejava a viagem. Vale lembrar que brasileiros sem o comprovante internacional de vacinação nem pisam fora do aeroporto. Não há choro nem vela, eles são muito rigorosos.
Escrevi sobre os procedimentos e questionários e espero que seja útil para outros viajantes. Abraços!

http://viajeibonito.com.br/como-e-a-vigilancia-sanitaria-nos-aeroportos-da-tailandia/

Livia
LiviaPermalinkResponder

Olá. Vou para a Asia em novembro. Da China vou para Bangcok e, no mesmo dia, pego um voo para Siem Reap, onde fico 03 noites e volto para Bangcok. Minha dúvida é quanto ao visto da Tailândia. Como vou entrar pela primeira vez no país somente para pegar um voo para o Camboja (são dois tickets separados, com mais de 04 horas de conexão), terei que pedir um visto de transito na Tailandia primeiro e depois, quando retornar do Camboja, pedir um visto de turista? Ou basta pedir o visto de turista na entrada na Tailandia e com ele posso sair para o Camboja e retornar para finalizar minha viagem?
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Livia! Como você poderia ter lido no post Tudo o que você precisa saber antes de ir à Tailândia, se tivesse feito o pequeno esforço de clicar nele, brasileiros não precisam de visto para a Tailândia. Cada vez que você desembarcar em Bangkok, será concedida uma permanência de 90 dias. Por favor leia todo o nosso conteúdo antes de fazer perguntas. Obrigada.

Thiago Lasco
Thiago LascoPermalinkResponder

Querida Bóia, estou fazendo as contas para ver se uma viagem ao Sudeste Asiático em março/2017 caberá no meu bolso. Frequento o VnV e a coluna do Riq há muito tempo, e ele sempre diz, sobretudo quando os brasileiros querem ir à Europa, que vale mais a pena fechar todo o itinerário primeiro e só depois comprar a passagem aérea - pois, além de evitar que você seja obrigado a pegar um voo à toa só para voltar ao aeroporto de onde voltará ao Brasil, há a possibilidade de encaixar todos os trechos em um único bilhete, aproveitando a mesma franquia de bagagem.

Na Ásia, porém, ao menos pelo que pude verificar até aqui, os trechos aéreos "internos" são feitos por companhias regionais, e não me parece que seria possível encaixá-los em um só bilhete com os deslocamentos GRU-escala-BKK. Ou seja, imagino que terei de emitir vários bilhetes separados para montar meu itinerário.

Bem, enquanto estou pesquisando sobre os diversos destinos possíveis para montar um roteiro com a minha cara, têm pipocado por aí várias promoções de passagens SP-escala-BKK (já teve de KLM, de Air France, de Ethiad...). Você acha que eu poderia aproveitar uma dessas promoções para já garantir um bom preço, fixando apenas as datas de chegada a BKK e saída de BKK, e posteriormente ir montando o "miolo" da viagem e comprando os trechos internos necessários?

O Riq foi bem firme na recomendação de só emitir os aéreos com o roteiro todo montado, mas pensei que talvez a Ásia pudesse ser diferente da Europa nesse aspecto, até por haver uma única porta de entrada e saída para o Brasil.

Abraço a todos, obrigado pelo apoio em tantas viagens até hoje e parabéns pelo trabalho incansável e de qualidade.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thiago! Realmente para um périplo pela Ásia a logística é diferente de um périplo pela Europa. De qualquer modo, fechar um itinerário primeiro fará com que você tome melhores decisões de compra e possa comparar diferentes opções (pode comprar ida e volta de Bangkok com uma multidestinos voltando de uma outra cidade (indo por Bangkok e voltando por Cingapura, por exemplo). As mesmas promoções que valem para ida e volta costumam valer também para multidestinos. Os trechos que puderem ser feitos com low-costs locais serão baratos; só não marque conexões entre vôos não-vinculados.

Thiago Lasco
Thiago LascoPermalinkResponder

Obrigadão pela rápida resposta, Bóia! Vou seguir o seu conselho. Só não entendi a última frase: "não marque conexões entre voos não-vinculados". Como assim?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thiago! Não pegue um vôo de Bangkok a Siem Reap com low-cost no mesmo dia de chegar em Bangkok. Vôos que não integrem a mesma passagem não são vinculados e uma cia. aérea não se responsabiliza pelos atrasos da outra.

Thiago Lasco
Thiago LascoPermalinkResponder

Entendido! Muito obrigado grin

PAULO HENRIQUE NASCIMENTO

Olá Thiago! Realmente é melhor fechar o roteiro antes de fechar as passagens, mas as vezes você encontra um ótima promoção e não tem jeito. Aconteceu comigo, consegui uma promoção de passagem para Tailandia no início do ano e fechei, mesmo sem pensar no roteiro. Irei ficar 20 dias, então consegui encaixar o camboja na viagem, além das praias. Vale a pena se a tarifa estiver muito boa, pois depois montar o roteiro fica muito prazeroso, pelo menos a meu ver. Abraço!

José Alexandre

Olá! O seu site está me ajudando bastante a me preparar para a viagem que farei à Tailândia, muito obrigado! Estou, contudo, com uma dúvida e gostaria de saber se você poderia me ajudar a esclarecê-la. Viajarei com meu marido, mas não sei como a cultura local entende o homossexualismo. Sei que em alguns países da região o tema é considerado crime, como em Singapura, outro destino de nossa viagem. E na Tailândia, como é? Podemos pedir uma cama de casal nos hotéis? Podemos dizer que somos casados? Existe alguma diferença de comportamento entre as cidades do norte, do sul e a própria Bangkok?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José! A Tailândia é super-relaxada quanto à homossexualidade, não se preocupe. E mesmo em Cingapura, a cultura que impera é a da tolerância. Além disso, a hotelaria sempre esteve muitos anos à frente da sociedade nesses assuntos. Em todos os países do Sudeste Asiático vocês podem pedir cama de casal sem receios.

Marcos Sousa Couto

Caros, qual é o destino gay recomendado para quem vai passar o Reveillón no Sudeste Asiático?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcos! Bangkok e Cingapura são, naturalmente, os dois destinos com maior cena LGBT. Mas não é difícil achar bares gays nas outras capitais e principais destinos turísticos. Se quiser um destino majoritariamente gay, pesquise sobre Koh Samet, perto de Bangkok:

https://www.travelgayasia.com/koh-samet-gay-traveller-guide/

(Ah, sim. Tem também Pattaya, mas parece um lugar mais degradado/comercializado, com turismo sexual pago.)

Débora Egri
Débora EgriPermalinkResponder

Sugiro que o viajante leve dinheiro em espécie, pois a aceitação de cartão de crédito não é tão boa assim, nas áreas de turismo "mais popular", mesmo em Bangcoc. Alguns estabelecimentos cobram taxa adicional de 3 à 5% para pagamento em cartão de crédito.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 1º de fevereiro de 2017. Obrigado pela compreensão.

Cancelar