10 lugares para ver Paris do alto

Tour Montparnasse

Paris não depende de seus mirantes para ser apreciada. Algumas das vistas mais impressionantes estão ao rés do chão, ou à beira do Sena. Os belvederes servem para mostrar Paris sob uma perspectiva diferente. Os ícones da paisagem urbana parecem mudar de lugar: ganham panos de fundo inesperado, desorientam o forasteiro. Onde foi parar o rio? A aventura fica mais divertida quando você sobre com um binóculo ou uma teleobjetiva e pode xeretar o lindo traçado da cidade, e enxergar os monumentos de perto, em ângulos diferentes daqueles que conhece dos cartões postais.

Aí vão dez mirantes da cidade (ainda tem outros). Confira os dias e horários (e cheque os preços, que podem variar) clicando nos sites oficiais. Sempre que possível linkei a página em inglês.

1. TORRE MONTPARNASSE

Torre Eiffel vista da Tour Montparnasse

Torre Eiffel vista da Tour Montparnasse

Jardins de Luxemburgo vistos da Tour Montparnasse

Beaubourg visto da Tour Montparnasse

Roue de Paris, vista da Torre Montparnasse

Arco do Triunfo visto da Tour Montparnasse

Único espigão construído dentro dos vinte arrondissements centrais de Paris, com 56 andares, a Tour Montparnasse é o estrupício mais mal-amado da cidade. E no entanto, proporciona as melhores vistas da cidade — afinal, aqui ela não atrapalha a vista. (Os detratores de Gustave Eiffel diziam a mesma coisa de sua torre, nos primórdios.)

Site oficial: TourMontparnasse56.com

Metrô: Montparnasse-Bienvenüe

Quanto custa: €11 a partir de 16 anos, €4,70 7 a 15 anos.

2. TORRE DE NOTRE DAME

Este é o único mirante dos dez deste post em que eu não subi. As filas são e-nor-mes e, ao contrário do que acontece em outros monumentos e museus, os portadores do Paris Museum Pass não têm privilégios de entrada (a não ser a isenção do ingresso).

Depois da fila, você precisa subir 422 degraus (não há banheiros em todo o circuito). Lá de cima você o Sena e o coração histórico de Paris ao lado dos gárgulas que afugentam os maus espíritos.

Site oficial: Tour-Notre-Dame-Monuments-Nationaux.fr

Metrô: Cité

Quanto custa: Grátis com Paris Museum Pass; €8 a partir de 25 anos, €5 entre 18 e 25 anos; grátis até 17 anos.

3. PANTHÉON

Torre Eiffel vista do PanthéonSacré-Coeur vista do Panthéon

Localizado no alto da Montanha Geneviève, o Panthéon (antiga igreja transformada em memorial aos maiores franceses da história) permite subidas à sua cúpula. As visitas são feitas em grupos que saem em horas marcadas; procure a placa com os horários ao chegar. Enquanto não chega a hora, admire a réplica do Pêndulo de Foucault que toma boa parte da nave do edifício.

Site oficial: Pantheon.Monuments-Nationaux.fr

Metrô: Cardinal Lemoine

Quanto custa: Grátis com Paris Museum Pass; €8 a partir de 25 anos, €5 entre 18 e 25 anos; grátis até 17 anos.

4. BEAUBOURG

Sacré-Coeur vista do Beaubourg

La Défense vista do Beaubourg

Bem mais alto do que o seu entorno, o moderninho Centro Pompidou brinda com vistas desimpedidas da Torre Eiffel e da igreja de Sacré-Coeur a todos os que subirem pelas escadas rolantes até o último andar. Lá em cima funciona um bom restaurante, o Georges.

Site oficial: CentrePompidou.fr

Metrô: Rambuteau.

Quanto custa: Grátis com Paris Museum Pass; €10 a €12 a partir de 25 anos, €7 a €9 entre 18 e 25 anos; grátis até 17 anos; grátis no primeiro domingo do mês.

5. BASÍLICA DE SACRÉ-COEUR

Panthéon visto da Sacré-Coeur

No ponto mais alto de Paris, o Sacré-Coeur é figura carimbada da vista de quase todos os mirantes. Sua retribuição, porém, é pequena: vista de lá, Paris é uma massa cinzenta de onde pouca coisa se destaca.

Ainda assim, o passeio vale a pena. Ao pé da escadaria, a basílica fica ainda mais bonita.

E depois de subir você ainda pode fazer o circuito Amélie Poulain, que fica ali pertinho (a propósito, preciso refazer este post, que sumiu).

Site oficial: Sacré-Coeur-Montmartre.com

Metrô: Abbesses

Quanto custa: Grátis

6. INSTITUTO DO MUNDO ÁRABE

Vista do Instituto do Mundo Árabe

O prédio é uma obra-prima: a um só tempo moderníssimo e rebuscado, traduzindo perfeitamente o universo dos, ahn, arabescos para a linguagem arquitetônica contemporânea (quem assina é Jean Nouvel). O acervo é bem interessante (sobretudo se você tem o Paris Museum Pass e não precisa pagar a mais para ver…) e a vista para o Sena (com Notre-Dame de costas) vale a subida até o terraço.

Site oficial: IMArabe.org

Metrô: Jussieu

Quanto custa: O acesso ao terraço é grátis. Para o museu: grátis com Paris Museum Pass; €7,70 a partir de 25 anos, €5,70 entre 13 e 25 anos; grátis até 12 anos.

7. ROUE DE PARIS

Torre Eiffel vista da Grande Roue

É um mirante sazonal: a Roda Gigante de Paris costuma ser montada apenas no auge das férias. Na virada do ano seu endereço costuma ser a Place de la Concorde. No auge do verão, o Jardim das Tulherias. É uma roda gigante invocada, mas não chega a ser nenhuma LondonEye. Mas como Paris é Paris (sorry, londrófilos), a vista é incomparavelmente mais bonita — #prontofalei. Leve binóculo ou teleobjetiva para localizar os ícones durante os três ou quatro giros a que você tem direito na sua voltinha.

Site oficial: RoudeParis.com (desatualizado)

Metrô: Concorde (inverno) e Tuileries (verão)

Quanto custa: €10; €5 até 5 anos.

8. ARCO DO TRIUNFO

Champs-Elysées vistos do topo do Arco do Triunfo

La Défense vista do Arco do Triunfo

Torre Eiffel vista do topo do Arco do Triunfo

Outro mirante que não é para os fracos: é preciso subir 284 degraus, tomar um elevador e subir  mais 64 degraus. A vista dos Champs-Elysées — a mais monumental das avenidas francesas — é deslumbrante. É bacana também ver como o Arco de la Défense, no bairro moderno de negócios da cidade, está perfeitamente alinhado ao Arco original.

Site oficial: Arc-de-Triomphe.Monuments-Nationaux.fr

Metrô: Charles de Gaulle-Étoile

Quanto custa: Grátis com Paris Museum Pass; €9 a partir de 25 anos, €5,50 entre 18 e 25 anos; grátis até 17 anos.

9. ARCO DE LA DÉFENSE

La Défense

Torres Eiffel e Montparnasse vistas de La Défense

O Arco do Triunfo visto de La Défense

A “Berrini” de Paris (para cariocas: a Avenida das Américas…) é mais interessante do que se imagina. O skyline do bairro tem um toque francês, dado pela presença do Arco (ou La Grande Arche), erguido na era Miterrand. Perfeitamente coordenado com o Arco do Triunfo, proporciona uma espécie de linha do tempo arquitetônica, tendo os Champs-Elysées como eixo. No alto há um museu de informática bem mediano.

Site oficial: GrandeArche.com (em português)

Metrô: La Défense

Quanto custa: €10 a partir de 19 anos, €8,50 entre 5 e 18 anos; grátis até 4 anos.

10. TORRE EIFFEL

O Sena visto da Torre Eiffel

Trocadéro visto da Torre Eiffel

Arco do Triunfo, visto da Torre Eiffel

Costumo dizer que a vista, aqui, é o de menos: chegar perto da Torre e subir por dentro de sua estrutura metálica é a grande aventura. Se bem que… ao ver as fotos, acho que sei porque desdenhei a vista. Cometi uma grande bobagem: fui à noite, e apenas à noite. Os principais monumentos estão, sim, iluminados, e são identificáveis à distância. Mas quem disse que dá para fotografar? Talvez essa minha frustração fotográfica tenha influenciado no meu veredicto apressado sobre a qualidade da vista. Uma coisa, porém, não se pode esquecer: é o único mirante de Paris de onde não se enxerga a Torre Eiffel… O mais legal é vir ao entardecer, para ver a cidade com luz do dia, no lusco-fusco e com as luzes acesas. Para furar fila, compre ingresso com hora marcada online.

Site oficial: TourEiffel.fr (em português)

Metrô: Bir-Rakeim, RER Champ de Mars-Tour Eiffel

Quanto custa: ao topo, €13,10 a partir de 25 anos, €11,50 entre 12 e 14 anos; €9 entre 4 e 11 anos;  grátis até 3 anos.

Leia também:

Paris Museum Pass: não saia de chez vous sem ele

Torre Eiffel sem filas: saiba como

91 comentários

Gostaria de dar 02 contribuições:
1- a subida nas Torres de Notre Dame é um martírio. Foi a pior e mais cansativa subida da nossa viagem por Paris. A escada é em espiral, íngreme, só passa 1 pessoa e depois que começa a subir não tem como voltar caso desista. Como cansa muito, recomendo que seja a primeira atração do dia porque se deixar para depois creio que não aguentará.
2- o pêndulo de Foucault não está no Pantheon. Por reformas ele foi levado temporariamente para outro lugar que agora não lembro mas basta checar no google.
Abraços.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.