Murray's Bagels: não insista, eles não tostam

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Murray's Bagels, Chelsea

A primeira coisa que eu faço depois de me instalar num hotel sem café da manhã é dar um rolezinho pela vizinhança procurando onde vou tomar café no dia seguinte.

Aqui no hotel de Chelsea em que estamos hospedados desta vez, nem foi preciso procurar muito. A meia quadra de distância, na calçada oposta, uma lojinha de bagels nos chamou a atenção.

Murray's Bagels, ChelseaMurray's Bagels, Chelsea

No dia seguinte, na fila para fazer o pedido (tem uma miríade de opções de sabores e recheios à escolha) um cartaz me chamou a atenção: WE DON'T TOAST. Como assim? Não tostam/esquentam/torram o bagel?

Murray's Bagels, Chelsea

Fazer o quê, pedimos mesmo assim. Dois de canela e passas. Recheio de cream cheese. Uma salada de fruta para dividir. Dois cafés. US$ 11.

Murray's Bagels, ChelseaMurray's Bagels, Texas

Quando provamos o bagel... uau. Não precisava tostar mesmo. Ainda estava morninho.

Ao voltar pro hotel (e pro wifi) postei sobre o café da manhã no Twitter. Logo o Oscar entrou para comentar: "na minha opinião, são os melhores de Nova York".

Então resolvi dar uma pesquisada e descobri que o bagel ali da esquina -- o Murray's Bagels -- é bem famosinho: trata-se da única filial de uma das padocas de bagel mais recomendadas de Nova York (a matriz é aqui pertinho no West Village).

O dono é um ex-executivo da Merryl Lynch que resolveu montar uma lojinha de bagels para fazer um bagel parecido com o que o seu pai (o tal Murray) trazia toda quinta-feira para o jantar. Para abrir o negócio, o sujeito pegou pesado, trabalhando como aprendiz no turno da madrugada em fábricas de bagel de New Jersey.

A recusa em torrar faz parte do marketing Tostines da casa: se o bagel é fresquinho, não precisa ser tostado/aquecido. A teoria é boa, e a prática, aqui na filial de Chelsea, se mostrou irrefutável smile

Endereços do Murray's Bagels:

West Village (matriz): 6a. Avenida, 500 -- entre ruas W12 e W13

Chelsea (filial): 8a. Avenida, 242 -- entre ruas W22 e W23

Leia mais:

14 comentários

Carla C.
Carla C.PermalinkResponder

Hum, deu água na boca!!! Já entrou na lista.

Riq, vc já visitou/vai visitar a Doughnut Plant? Eles acabaram de inaugurar uma filial aí pertinho de Chelsea mrgreen o de creme brulée continua vivo na minha memória!!!

Oscar | MauOscar.com

Carla

Depois que você comentou isso, fui lá experimentar.. Além de uma decoração linda os Doghnuts são maravilhosos... O de Creme Brulée é único, mas meu favorito foi o de Coco grin
Valeu pela dica grin

PattyBraga
PattyBragaPermalinkResponder

Nham.....
Sou doida por bagels!!!
Você já conhece aqui em Porto Alegre a Priscilla's Bakery? É um café que só vende gostosuras americanas: bagels, muffins, fudge, cupcakes....
Vale a visita quando vier pra cá novamente!

VnVNY2011 – Minha Primeira ConVnVenção de Verdade « MauOscar

[...] de colocar o carro no estacionamento, fui tomar café da manhã no Murray’s, na 8th Avenue entre as ruas 22 e 23. Para minha surpresa, quem eu encontro lá?! Nada mais nada menos que o nosso querido comandante, [...]

VnVNY2011 – Segundo dia – Um pouco da páscoa em Nova York « MauOscar

[...] primeiro dia da programação oficial do VnVNY2011. Eu, Diego, Lena, Paula, Riq e Nick começamos o segundo dia da ConVnVenção Nova Yorquina com um café da manhã reforçado no Murray’s, onde coincidentemente havia encontrado nosso comandante de viagens na manhã do dia [...]

Harbour Lights Cruise em Nova York – Dia em que a tripulação partiu sem Comandante « MauOscar

[...] contei no Post anterior, o segundo dia da programação do VnVNY2011 para mim começou com um café da manhã reforçado bem Nova Yorkino lá no Murray’s e Doughnut’s da Doughnut Factory. Depois passei o dia todo com as [...]

Harbour Lights Cruise em Nova York – O dia em que a tripulação partiu sem o comandante « MauOscar

[...] contei no Post anterior, o segundo dia da programação do VnVNY2011 para mim começou com um café da manhã reforçado bem Nova Yorkino lá no Murray’s e Doughnut’s da Doughnut Factory. Depois passei o dia todo com as [...]

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Ricardo,

Que hotel você ficou, em Chelsea? Recomenda?

Obrigado,
alexandre

Ricardo Freire

Fiquei no Gem Chelsea. Vou fazer um post até amanhã. Em resumo, quarto minúsculo, localização bárbara.

Simone Meda
Simone MedaPermalinkResponder

Pessoal,

Sempre que eu vou a NY eu tomo cafe no cafemetrony.com . Alem de ter um cafe da manha bem variado, tem almoço tb(saladas,sopas,..) vale muito a pena. Tem em varios lugares de NY e no site tem as fotos e os preços.

Boa viagem para todos!

Simone Meda

Nova York – Uma manhã em Chelsea « Desfazendo as Malas

[...] por uma área menos turística, pois fui atrás das Murray’s Bagels, seguindo a dica do Ricardo Freire. Boa dica, viu? Além da variedade enorme de bagels e recheios, o lugar é o epônimo da fartura. [...]

Naila Soares
Naila SoaresPermalinkResponder

Olá:

por falar em bagels e cafés da manhã, preciso de dicas de lugares com café da manhã perto da 76, onde aluguei o apartamento em que vou ficar..Irei agora, no começo de novembro, e será minha 1ª vez em NY.

Bjs e abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Naila! Sua primeira tarde será investida necessariamente em explorar a vizinhança e abastecer geladeira e despensa. Ouça o proprietário, ele terá as dicas mais valiosas.

Naila Soares
Naila SoaresPermalinkResponder

Ok Bóia:

mandarei um e mail para ele. Valeu pela dica.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar