Paris: 5 ruas gastronômicas imperdíveis (com vídeo!)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Paris: Rue MontorgueilOnde está Paris? Na Torre Eiffel? No Pont-Neuf? No Louvre? Na Basílica de Sacré-Coeur? Paris pode ser simbolizada por qualquer um desses monumentos, mas a verdade é que em nenhum lugar Paris será tão parisiense quanto nas suas ruas de mercado. Nem o advento dos hipermercados (chamados na França de grandes surfaces, grandes superfícies) conseguiu abalar essas ruas que concentram lojas de comida fina, cada uma na sua especialidade (queijos, pães, carnes, peixes, verduras, vinhos) e proporcionam as melhores compras para o jantar dos franceses. Para os visitantes, o passeio vale tanto como um tour cultural quanto uma oportunidade para fazer um piquenique sofisticado -- no parque ou mesmo no quarto do hotel.

 


Visualizar Ruas gastronômicas de Paris em um mapa maior

 

Rue Mouffetard - 5e. arrondissement

Paris: rue Mouffetard

Antigo caminho romano, começa no alto da Contrescarpe da Montanha Sainte-Geneviève e vai descendo suavemente até a avenida des Gobelins. É a mais pitoresca das ruas de mercado parisiense -- e por isso mesmo, a mais turística. Sempre que o cinema americano precisa mostrar uma rua de mercado em Paris, é aqui que montam as câmeras; a última aparição da Mouffetard foi em Julie & Julia. Mas não se preocupe: os nativos ainda são imensa maioria, e os comerciantes não mudaram em nada seus fornecedores por causa dos forasteiros. Há uma ruazinha lateral, a rue Pot de Fer, cheia de restaurantes baratos; mas você vai se dar melhor se escolher o que comer ali pela Mouffetard mesmo... Para tomar un café, un verre ou une coupe, suba até a Place de la Contrescarpe, que tem cafés charmosos. Metrô: Place Monge.

Rue Montorgueil - 1er arrondissement

Paris: rue Montorgueil

Eis o melhor segredo da Paris central. Nos horários de pico, a multidão que toma conta do calçadão pode até esconder do visitante seu tesouro: uma queijaria fina ao lado de uma padaria artesanal ao lado de um confeiteiro famoso ao lado de uma peixaria estonteante ao lado de uma pequena adega ao lado de um verdureiro top ao lado de um mercadinho biológico ao lado de uma lojinha de quinquilharias... A Rue Montorgueil é mais instrutiva do que muito museu, e tão divertida quanto qualquer parque de diversões. Querendo comer sentado, você pode ir até fim da rua, em Les Halles, e virar à direita para chegar ao folclórico Au Pied de Cochon, aberto 24 horas e endereço da melhor sopa de cebola de Paris. Ou então, antes disso, vire à esquerda na rue Tiquetonne, que tem uma bela coleçãozinha de restaurantes bons e com preços camaradas. Metrô: Étienne Marcel ou Les Halles.

Rue Lepic - 18e. arrondissement

Café des Deux Moulins, rue Lepic, Paris

Esta ladeira que sobe de Pigalle para Montmartre concilia dois interesses: o de quem procura ruas de mercado e o de quem está à procura de recuerdos de Amélie Poulain -- ou, em francês, à la recherche de l'Amélie perdue. Entre as boulangeries e as fromageries da rue Lepic você vai encontrar o Café des Deus Moulins, onde Amélie era habituée. Já se você quiser ver a quitanda onde fazia as compras, vai ter que virar na rue des Abbesses à direita e subir à primeira paralela de cima, a rue des Trois Frères, onde se encontra o Marché de la Butte (devidamente identificado com um cartaz de Amélie). Se escurecer, tanto melhor: a rue des Abbesses é animadíssima à noite, com cafés e restaurantes com mesas nas calçadas que estão invariavelmente lotadas. Metrô: Blanche.

Marché de la Butte, rue des Trois Frères, Paris

Rue D'Aligre - 12e. arrondissement

Marché d'Aligre, Paris

Esta é para iniciados. Uma transversal escondida da rue du Fabourg St.-Antoine, a rue d'Aligre tem não apenas lojas gastronômicas em suas calçadas, como também é o caminho para o venerável Marché Couvert Beauveau, um mercado coberto que funciona desde 1777 (e só não abre às segundas). Nas manhãs de domingo a rua e a praça d'Aligre viram uma festa, com feira livre, mercado de pulgas e muita animação nos cafés e botequins tipicamente de bairro que ainda resistem por ali. Percorra também as ruas laterais, onde trabalham verdureiros e açougueiros de origem árabe. Um programaço. Metrô: Ledru Rollin.

Marché Bio do Boulevard Raspail (só domingo) - 6e. arrondissement

Marché Bio, Boulevard Raspail, Paris

O que você e eu chamamos de orgânico, os franceses chamam de biologique -- ou, abreviando bio (diga: biô). Lojinhas de comida bio pululam pela cidade, mas para quem está de férias o mais divertido é dar uma passada num domingo no Boulevard Raspail, entre as ruas du Cherche Midi e de Rennes. A ilha central do boulevard é tomada por barracas de feirantes de produtos naturais de categoria gourmet. Você vai poder fazer provinhas aqui e ali e descobrir até que ponto de sofisticação gastronômica pode chegar a agropecuária orgânica. Aproveite que é domingo e dê uma passadinha no Jardim de Luxemburgo, que é pertinho e fica animadíssimo nos fins de semana. Metrô: Rennes ou Sèvres-Babylone.

Leia mais:

Assista:

67 comentários

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

Acabei de almoçar, senão iria para o aeroporto.

Arnaldo
ArnaldoPermalinkResponder

Achei a Rue Montorgueil por acaso, era domingo e quase tudo fecha em Paris. Uma boa surpresa: tudo aberto, não sabia nem por onde começar a comer baguettes, queijos, doces, chocolates! É uma rua basicamente frequentada pelos parisienses (pelo menos aos domingos).

Lucio
LucioPermalinkResponder

Faltou a Rue Cler no 7e arrondissement.... também muito charmosa, com seu movimento numa vizinhança muito chique...

Amelia
AmeliaPermalinkResponder

Tja pra mala, afinal flanar por ai deve ser muito bom!!!!!

Sueli
SueliPermalinkResponder

Que maravilhosa reportagem!
Dá mesmo de vontade de ir para o aeroporto.
Parabéns, Rique!

Val
ValPermalinkResponder

oba, meu hotel é no Bd Raspail. domingo vou lá!

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalinkResponder

Me belisca!
Nem consigo acreditar que daqui 2 meses vou visitar alguns desses lugares...
Obrigada Riq.

Marisa
MarisaPermalinkResponder

Oba, estarei lá no final do mês! O post certo na hora certa!

Mariana "de Toledo" (@merel)

Em duas palavras: golpe baixo.

Raquel
RaquelPermalinkResponder

Anotadíssimo.

E adorei o texto do Bruno Vilaça, meu amigo do coração,

abraços

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Gizuis! Foi o post patrocinado mais saboroso EVAH mrgreen

Val
ValPermalinkResponder

Estive hj na feira do BD Raspail...foi café da manhã e almoço, com comprinhas para cozinha...delicia! Mas a pedida do domingo em Paris é o Marais!!!

Agostinho Couto

Excelente post! irei a Paris em setembro e a Rue Montorgueil já estava no meu roteiro, confirmado após este post. Obrigado.

Henrique
HenriquePermalinkResponder

Fantastico esse post. Pra guardar no bolso. Parabéns.

Paula Pfeifer
Paula PfeiferPermalinkResponder

Se puder interessar a alguem, um post sobre Nice, na França!

Abração a todos,

http://sweetestpersonblog.com/2011/08/24/nice-cote-dazur-la-promenade-des-anglais/

Vera Lucia Roma de Moura

Tudo aberto no Domingo, não sabia nem por onde começar a comer baguettes, queijos, doces, chocolates! É uma rua basicamente frequentada pelos parisienses (pelo menos aos domingos).Não vi nenhum estrangeiro .

Tenho nteresse sim num post sobre Nice , adorei a Côte D`Azur....

Maria Bê
Maria BêPermalinkResponder

O que estará aberto no 1} de maio? Será q essas ruas tb fecham?

Abraços!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Bê! Veja as dicas do Comandante sobre o que fazer quando um feriado cai no meio da sua viagem:
https://www.viajenaviagem.com/2011/09/feriado-em-viagem-calma-nao-e-o-fim-do-mundo/

Karla
KarlaPermalinkResponder

Ola Ricardo tudo bem. Vou a Paris em Outubro ficar cinco dias e depois embarco num cruzeiro pelo mediterrâneo em Touloun, dia 06 de Outubro. Estou aqui quebrando a cabeça em como ir trem ate la, sei que com o TGV consigo mas esta complicado fazer a compra pelo site deles. Ja tentei varias vezes e o cartão de credito e recusado. mas ja li que brasileiros conseguiram fazer a compra... Me ajuda!!! Obrigada Karla. Ah pesquisei também pelo site IDGTGV e nada...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carla! Use o site http://www.voyages-sncf.com , sem sair da versão francesa. Se não aceitarem seu cartão, entre em contato com a administradora.

Isadora
IsadoraPermalinkResponder

Karla......
Siga essas dicas aqui...foi o que fiz e deu certo...o site não estava aceitando tb nenhum dos meu cartões:
http://www.conexaoparis.com.br/2011/07/12/como-comprar-passagens-de-trem-mais-baratas-na-franca/.

Karla
KarlaPermalinkResponder

Obrigada! Vou tentar o site sncf.
Obrigada também Isadora, toda ajuda é bem vinda.

Karla
KarlaPermalinkResponder

Bom dia! Conseguimos comprar!!! E por uma preço maravilhoso. Comprar aqui direto com as agências é um absurdo de caro!!!!!! Obrigada

Sulivan
SulivanPermalinkResponder

Karla, já fiz diversas tentativas para compras as passagens no site http://www.voyages-sncf.com e em todas o meu cartão foi recusado. Recebo as confirmações da compra pelo SMS do celular, porém fiz contato junto a empresa de Trem e meu pagamento não chegou.
Gostaria de saber como você conseguiu efetuar a compra.

Antecipadamente agradeço pela atenção!!

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Ricardo,

O que vc aconselha de viagem para as festas, para um casal na Europa, de uma forma mais econômica e que seja estilo "cool"?

Obrigada!

Cibele Cristina Ferreira

Olá Ricardo Freire,
Acompanho suas dicas há muito tempo e sempre fiquei imaginando como eram todos estes lugares!!!
Agora chegou a hora de ver de perto...no próximo feriado de 15 de nov eu, minha sogra e minha cunhada,ficaremos 8 dias em Paris!!
Estaremos hospedadas próximo a Champs Elises e gostaria de dicas gastronômicas ,com preços camaradas,nesta região.
Pretendemos visitar todos os clássicos pontos turísticos de Paris mas se vc tiver alguma dica de lugares charmosos imperdíveis...adoraríamos!!!

Muitíssimo obrigada!

Cibele

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cibele! Aqui quem responde é A Bóia! Falamos de restaurantes BBB em Paris neste post: https://www.viajenaviagem.com/2009/07/paris-onde-jantar-sem-ir-a-falencia/

Cris
CrisPermalinkResponder

Olá Bóia e Trips,

Vocês sabem se o mercado da Rue Cler abre todos os dias ou tem dia e horário certo para acontecer? Pretendo incluir mais esse mercado de rua na minha próxima visita a paris. Na vez passada, eu passei por essa rua, mas muito rapidamente e não pude aproveitar.

Já estive na Rue Mouffetard, graças a essa dica aqui do VnV e achei ótima!! Cheguei até a comprar umas guloseimas naquela boulangerie que tem na primeira foto grande desse post! smile

Abs,

Cris

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cris! As lojas abrem todos os dias. A parte de lojas de comida toma no máximo duas quadras.

Paula
PaulaPermalinkResponder

Cris, como A Bóia escreveu, as lojas/restaurantes/boulangeries abrem todos os dias, mas no domingo tem mercado de rua/feirinha também, que ocupa a rue de Cler e também a avenue de la Motte Picquet. Talvez você estivesse se referindo a isso... Na esquina da avenue de la Motte Picquet com a rue de Cler tem um hotel bem simpático (Hotel de la Motte Picquet).

Jocelita
JocelitaPermalinkResponder

Olá Bóia,
Falta pouco para terminar meu roteiro de maio/13. Como tudo que programei foi baseado no blog de vocês e na opinião de quem passa por aqui, preciso de recomendações de qual o melhor roteiro entre Interlaken e Paris, por Genebra ou por Zurique, de trem ou ônibus.

Abs
Jocelita

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jocelita! O caminho mais reto é via Berna, de trem.

Carlos Stoever

Olá!
Irei fazer o seguinte trajeto entre 18/mar e 08/abr: Paris, Bruxelas, Reims, Dijon, Lyon, Nice, Marselle, Bordeux, Vale do Loir... Muitas das dicas, daqui!
A ideia é ir de carro, o que achas? Penso que assim terei mais liberdade, ainda mais pq quero será uma viagem enogastronomica...
A Hertz possui bons preço, sabes se a manutenção dos veiculos é boa?
Sei que a Europcar é excelente...
Abraço e obrigado!
Carlos Stoever

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, CArlos! A manutenção é boa. Cuidado com beber e dirigir, a fiscalização na França está rigorosa. Achamos muitos destinos para 20 dias.

Severino Cassiano Ferreira

Já tive oportunidade de caminhar um por esta Rue Mouffetard e saber que há muito quantas pessoas iam para Roma,que era o inícia para a Itália!

Leda Noemi Mendes

Adorei o roteiro que descreveste. Espero conseguir fazê-lo. Em julho irei fazer um curso no Paris Langues,30 rue Canabis, 75014. Saberias dar-me algumas dicas de locais gostosos, qual metrô para chegar a tais destinos...? Se puderes ajudar-me, ficarei super feliz. Leda

Graça Tobias
Graça TobiasPermalinkResponder

Olá Leda, tudo bem? Vou à Paris em outubro ficar um mês. A príncipio penso em aperfeiçoar meu francês em algum curso, isto é, Alliance Française, Paris Langues, ou outro . Li que você irá freqüentar a Paris Langues e pergunto-te quais foram as informações que recebestes deste curso e os canais para a matricula?
Abraço e obrigada

Lucio
LucioPermalinkResponder

Pessoal,
Tem também a Rue Poncelet, no 17º Arrondsemant, a apenas 500m do Arco do Triunfo, mas desconhecido dos turistas.... Vale a visita.

Almir
AlmirPermalinkResponder

OI...
Novamente querendo algumas dicas.
Seguinte : Finalizaremos em Berlim,uma excursão que faremos em maio pela CVC.
Como temos ainda cinco dias restantes, o grupo está indeciso porque querem curtir em algum outro País, então vem a dúvida: o que faríamos para conhecer outro País ???? existe interesse em Paris ou Roma...podem opinar ???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Almir! Não existe hierarquia entre cidades deste porte.

Para ajudar a decidir:

https://www.viajenaviagem.com/europa/paris-ricardo-freire

https://www.viajenaviagem.com/europa/roma-ricardo-freire

Será preciso ir de avião a qualquer uma das duas, e de preferência voltar ao Brasil a partir delas, sem precisar retornar a Berlim.

Leo
LeoPermalinkResponder

Alguma dica no 9eme arr.? Pode ser de restaurantes ou padarias, mercados... Obrigada. Abs.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leo! Googlando marchés 9e arrondissement encontei isso:
http://www.linternaute.com/paris/magazine/diaporama/06/marches/tous-les-marches/9.shtml

O recepcionista do seu hotel saberá indicar as ruas mais interessantes perto de lá.

Jane
JanePermalinkResponder

Olá. Estou estudando o roteiro Londres-Paris. Pensei entrar por Londres e sair por Paris. O problema é o custo. Qual o melhor roteiro considerando o preço?

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Boa tarde! Parabéns pelo site, tem muita informação valiosa. Preciso muito de algumas dicas, em Março de 2013 pretendo fazer minha primeira viagem à Paris/Barcelona/Palma de Maiorca, tenho 15 dias, e irei sozinha, que dicas você poderia me passar sobre, o melhor bairro para me hospedar em Paris e Barcelona, pois vi vários no booking, mas sem dicas fica difícil escolher. Em Maiorca ficarei em casa de amigos.

Gostaria de ficar 5 dias em Barcelona e 6 em Paris, num hotel pequeno, porém quarto com banheiro individual, num lugar sem muita movimentação noturna.

Desde já agradeço muitissimo por orientações.

Um abraço

carlos oliveira

Olá!!

Bóia, me desculpe se não achei a página mais apropriada pra minha pergunta. smile

Estarei em Paris no fim do ano e quero ir no Mercado de Pulgas de Saint Ouen. Como é meio longe de tudo, devo ir lá uma vez só e queria algo interessante pra comer.

Alguém sabe me dizer qual é mais interessante: chez louisette ou o restaurante do Philippe Starck? Ah, precisa de reserva?

Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carlos! O Chez Louisette é mais tradicional e também mais turístico. O restaurante desenhado por Philippe Starck, Ma Cocotte, tenta ser mais descolado. Nenhum dos dois é um templo gastronômico, não ponha tanta responsabilidade nessa refeição.

Leia sobre o Ma Cocotte no Conexão Paris:
http://www.conexaoparis.com.br/2012/11/19/restaurante-cocotte-de-philippe-starck/

Leia sobre o Chez Louisette no TripAdvisor:
http://www.tripadvisor.com/Restaurant_Review-g227615-d1322656-Reviews-Chez_Louisette-Saint_Ouen_Seine_Saint_Denis_Ile_de_France.html

Rebeca
RebecaPermalinkResponder

Olá Ricardo! Dia 26 de dezembro estaremos -eu e meu marido - indo passar o réveillon em Paris. Estamos indo pela primeira vez e gostaríamos de conhecer um pouco da vida parisiense até o dia 02 de janeiro, quando vamos a Barcelona. O que você nos sugere? Abraços!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rebeca! Quem responde é A Bóia.

As dicas do Ricardo Freire sobre Paris estão nessas páginas:
https://www.viajenaviagem.com/europa/paris-ricardo-freire
https://www.viajenaviagem.com/europa/paris-ricardo-freire/paris-links-e-posts
https://www.viajenaviagem.com/category/paris (mais recentes, que ainda não estão indexadas)

Anna Cláudia
Anna CláudiaPermalinkResponder

Boa noite Bóia,
gostaria de pedir uma sugestão. Como você sugere que eu vá de Paris ao Vale do Loire? (pensei ficar em Amboise ou Tours) E do Vale do Loire a Nice?? Olhei no site da raileurope mas alguns dos trens volta a Paris para depois seguir a Nice. Fiquei confusa.
Agradeço desde já! =)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Anna Claudia! Você não está confusa, para ir do Vale do Loire a Nice de trem é mais rápido por Paris. Nice, por sinal, não tem boas ligações de trem com Paris. O melhor é voar.

Leia sobre o Vale do Loire:
https://www.viajenaviagem.com/2012/04/5-castelos-top-no-vale-do-loire/

Josimara
JosimaraPermalinkResponder

Muito boa dica , eu moro pertinho da rua Mouffetard ela é muito bonitinha , a gente se sente numa pequena cidade no interior da França. No entanto, os preços estão acima do normal , pois a rua é muito frequentada por turistas.
Abs
Josi
http://www.saboreandoparis.com/tour-gastronomico/

Renata Queiroga - Tempere sua Viagem

Acrescentaria aí os melhores endereços doces da cidade: Fauchon, Pierre Hermé e Philipe conticini! Mais detalhes e fotos incríveis, lá no blog, em post publicado esses dias!

marcia graça melo

Conhecemos, meu marido e eu, muito bem Paris.Gostariamos de saber dicas para passar um Natal gostoso.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! Peça indicações para o seu hotel. Eles poderão indicar restaurantes legais que estarão abertos e ajudar na reserva.

Ari Marcelo
Ari MarceloPermalinkResponder

Resolvi seguir a dica da RUE MONTORGUEIL e fui com parentes e amigos, à noite, no bairro. Não indico! Quando chegamos, descendo pelo metrô Étienne Marcel, nos deparamos com um local decadente. Grupos de pessoas esquisitas e pouco amistosas. Sentimos receio de ficar. Mas insisti com o grupo e fomos até a rua Montorgueil. O atendimento do restaurante escolhido foi péssimo. O que valeu a noite foi uma doceria. Em compensação, a rue Pot de Fer valeu a dica.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ari! A Montorgueil funciona DE DIA, que é quando o parisiense faz compras. À noite a rua é meio morta mesmo. A rua que indicamos de restaurantes na região é a Tiquetonne.

maria rita
maria ritaPermalinkResponder

Oi Ricardo . Não entendi bem a resposta do último comentário: A rua Tiquetonne é indicada para comer de dia ou à noite?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Rita! a Tiquetonne anima à noite (justo quando a vizinha Montorgueil morre)

Thassia
ThassiaPermalinkResponder

Ol,

primeiramente parabens pela sua pagina. me ajuda muito em muitas viagens! estou programando uma viagem a paris no fimd e maio. saberia me dizer se a Mouffetard tem lojas abertas ao domingo? pensamos em passar por ali e fazer um pique nique nos Jardins de Luxemburgo no primeiro dia de viagem...

obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thassia! A maioria das lojas abre domingo e fecha segunda.

Fred
FredPermalinkResponder

Olá, Bóia! Sabe dizer qual o horário de funcionamento das lojas (padarias, queijarias, etc.) na Mouffetard e na Montorgueil aos sábados e domingos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fred! Algumas lojas da Montorgueil fecham domingo. A maioria das lojas da Mouffetard fecha domingo à tarde e segunda-feira.

Luis Fernando Lima

Rue Mouffetard! Deliciosa!

Odiombar
OdiombarPermalinkResponder

Estou programado de amanhã conhecer este print, hoje foi Louvre. Excelente dica. Obrigado.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar