Compras no exterior: conheça limites, isenções e impostos

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Camarillo Outlet, a 70 km de Los Angeles

1. Qual é o limite de compras no free shop da ida?

Não há limite de compras no duty-free shop do aeroporto em que você embarcar no Brasil. A loja pode vender o quanto você quiser comprar. Tudo o que for comprado na ida, porém, já é considerado compra no exterior. Não há uma isenção específica para essas compras; na volta você pode ter que pagar imposto sobre artigos eletrônicos (leia mais no item 3).

2. Qual é o limite de compras nos free shops do exterior?

De maneira geral também não há limite para compras nos duty-free shops de aeroportos por onde você passar no exterior, seja em Ezeiza, no Panamá, em Dubai, em Cancún ou onde for. Alguns países limitarão a quantidade de bebida e cigarros que você pode comprar, mas não há um limite para os gastos que você pode fazer. Saiba, porém, que essas compras só estão isentas de impostos no país do free-shop; ao chegar ao Brasil os eletrônicos comprados em free shops estrangeiros ainda estarão sujeitos a impostos (leia mais no item 3).

3. Qual é o limite de compras no exterior?

Podemos trazer um total de US$ 500 em compras no exterior em viagens realizadas por via aérea (ou US$ 300 por via terrestre).

Durante um bom tempo, esses US$ 500 se referiam apenas a produtos eletrônicos. Roupas e objetos de uso pessoal passavam invariavelmente sem problemas.

Desde o final de 2011, no entanto, a Receita tem apertado a fiscalização, sobretudo em vôos provenientes dos Estados Unidos. E quando quer, o fiscal pode aplicar esse limite de US$ 500 a todas as compras, incluindo roupas (e atingindo especialmente enxovais de bebê).

Ao pé da letra da lei, ficam de fora da cota alguns eletrônicos (leia o próximo item), 20 souvenirs até US$ 5 (desde que não haja mais de 10 itens iguais) e mais 10 outras peças acima de US$ 5 (no limite de 3 iguais).

A maioria das pessoas continua conseguindo passar com todas as suas comprinhas de roupas sem maiores problemas. Mas se o seu vôo for escolhido para cristo, prepare-se para pagar multa sobre os não-eletrônicos também.

4. É verdade que câmeras, celulares e relógios estão isentos?

Desde o ano passado uma nova regra passou a permitir que você traga, uma câmera, um celular e um relógio fora da cota dos US$ 500.

Mas atenção: a lei fala em UMA câmera, UM celular e UM relógio. Se você trouxer três relógios, dois deles vão contar para a cota dos US$ 500.

E tem pegadinhas: essa câmera, esse celular e esse relógio precisam estar fora da caixa e já usados.

Então, se você está pensando e comprar uma supercâmera lá fora, ou deixe a velhinha no Brasil, ou abandone a usada antes de embarcar de volta.

5. Notebooks e iPads estão isentos também?

Não estão não. Nem computadores, nem iPads, nem iPods, nem filmadoras. Não me pergunte por quê; não fui eu que escrevi a regulamentação shock

6. Essas isenções valem para Ciudad del Este, Rivera ou Chuí?

Não. A regra que isentou uma câmera, um relógio e um celular do pagamento de impostos usou como desculpa a possibilidade do viajante precisar usar esses equipamentos durante a viagem.

Em viagens pá-pum de compras a Ciudad del Este a Receita não acredita que você não possa ficar uma tarde sem celular ou câmera. Então todos os eletrônicos, incluindo câmeras, relógios e celulares, contam para a cota de US$ 300 para viagens por via terrestre.

7. E o que exceder o limite de US$ 500 de compras de eletrônicos no exterior?

Se você declarar na alfândega ao voltar -- eu recomendo! --, você paga 50% de imposto sobre o que exceder. Por exemplo: se o seu iPad custou 750 dólares, você paga o equivalente a 125 dólares (50% sobre o excedente de 250 dólares).

Caso você não declare e seja pego no raio-X, você vai pagar 100% de multa sobre o excedente da cota dos US$ 500.

O pagamento pode ser feito em cheque ou cartão de débito na agência bancária do aeroporto.

8. Qual é o limite de compras no free shop da volta no Brasil?

No free shop do aeroporto em que você desembarcar no Brasil, e só nesse, você tem direito a comprar US$ 500 além da cota, sem se importar se é eletrônico ou não, se é de uso pessoal ou não.

Essas compras vão acondicionadas em caixas próprias do free shop, com a nota colada pelo lado de fora, e passam direto pela alfândega.

9. Posso registrar antes de viajar os eletrônicos que já tenho?

Não pode mais não. Ao liberar geral, a Receita criou essa pequena arapuca: fechou os postos dos aeroportos em que você podia esquentar muamba simplesmente fazendo o registro de saída.

Ou seja: se você tem um iPad não-tropicalizado e sem nota, e viajar ao exterior com ele, quando voltar pode ser taxado, se não conseguir comprovar que o bichinho já é rodado...

10. É verdade que há fiscalização no aeroporto de Foz do Iguaçu?

Sim. A polícia federal faz fiscalização seletiva no embarque. Você pode ter passado longe de Ciudad del Este, mas se eles desconfiarem de algum equipamento, você vai ter que rebolar para provar que já tinha antes de viajar para Foz.

11. Como funciona a devolução de imposto de compras no exterior?

Na Europa e na Argentina existem lojas credenciadas que emitem notas fiscais especiais para turistas, que podem deduzir o IVA (imposto de valor agregado, o equivalente ao nosso ICMS) ao sair do país. É preciso fazer uma compra mínima no estabelecimento (o limite varia por país), preencher um formulário e passar no posto da devolução de imposto no aeroporto antes de embarcar (você pode ter que mostrar suas compras). Dá trabalho, mas você pode receber até 15% do valor das compras de volta, creditado no seu cartão.

Na Argentina há postos em Ezeiza, no Aeroparque e no terminal Buquebus. Na Europa faça a sua declaração consolidada no aeroporto de saída do último país do seu giro.

Leia mais:

732 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Marcia Freire
Marcia FreirePermalink

Ola, pessoal do viajenaviagem!

Fiz a compra de um notebook em uma loja em NYC e o valor foi de 424.26 dolares, incluindo as taxas, e a garantia dele foi de 99.00 e eles acabaram incluindo este valor na nota fiscal, acabando dando um valor acima de 500.00 na nota fiscal, com o valor desta garantia, mas na nota esta especificando o valor somente do computador e o da garantia. Quando eu passar na alfandega do Rio vou ter que pagar o valor excedente da cota dos 500.00?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Marcia! Sim, tudo o que puserem na nota será considerado.

rodrigo cesar
rodrigo cesarPermalink

boa noite, estou indo para ciudad del este dia 23 e volto para guarulhos dia seuinte,vou comprar 2 iphones 5 e 2 galaxy s 3, sera um total de $2700 dolares, se eu colocar os aparelhos no bolso corro o risco de ser revistado? so voltarei com uma peqna mochila e pqnas pecas de roupa! obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Rodrigo! Não podemos garantir nada...

fernando
fernandoPermalink

ja fui 3 vezes a foz ja passei com 12 relogios nos bolsos + iphone pode ir sem medo

Gerson
GersonPermalink

E aí Rodrigo Cesar... td bem?
Vc foi mesmo em fevereiro? E como foi na alfandega?
Abs

Naná
NanáPermalink

Oi gente ! Alguem sabe dizer se bolsas femininas podem ser consideradas de uso pessoal para uma mulher? Tipo, vou com marido e filha de 10 anos ..posso trazer uma bolsa a tiracolo e umas 2 na mala para uso pessoal sem o fiscal achar que vou revender ?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Naná! A implicância dos fiscais com não-eletrônicos normalmente é proporcional ao tamanho da muamba. Três peças de um mesmo artigo não caracterizam revenda, mas se você trouxer duas malas lotadas de roupas e acessórios novos pode ter problemas.

Naná
NanáPermalink

Obrigada Bóia ! Tenho outra duvida. Meu marido quer trazer um instrumento musical (contrabaixo), que vai declarar direitinho. Será que a cia aérea vai encrencar para que seja despachado ou ele poderá trazer como bagagem de mão ?

Santos
SantosPermalink

Naná,
Isso vai depender do tamanho/peso do seu instrumento musical. Por toda via, você pode Embalar e despachar ele tranquilamente, só lembre que na grande maioria é verificado na hora do despacho oque é. Porem, tudo isso e relativo de País entre outros detalhes. No resumo sim a empresa trasporta.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Naná! Pelas dimensões, é provável que ele precise ser despachado, já que não caberia nos compartimentos de bagagem de mão.

Luciana
LucianaPermalink

Olá.... Estou indonuma feira da minha área de trabalho (clinica)... Gostaria de comprar alguns equipamentos de trabalho. Esses equipamentos tem q ser declarado? Grata

Guilherme
GuilhermePermalink

Cara, vou viajar para Orlando e estou pensando em trazer um iphone, como faço para ele passar como uso pessoal? se eu tiver com um chip americano é considerado uso pessoal?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Guilherme! Se for o seu único celular, passa com a isenção para o único celular. Leia o texto.

Paula
PaulaPermalink

Olá, vou para os Estados Unidos com meu marido e pretendo comprar um macbook no valor de $1199. Gostaria de saber se posso juntar nossas cotas de $500 cada um dando um total de $1.000, e assim declarar só os $199 restantes.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Paula! As cotas são individuais e intransferíveis; não dá para juntar não.

Gustavo
GustavoPermalink

Gostaria de saber se os ao importar produtos eletronicos pelos correios eles sofrem alguma tributação a mais alem dos 60% e ICMS? pois vejo que mesmo com esses valores muitos ainda ficam a baixo, ou seja, seria vantajoso importar.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, gustavo! Nosso site é sobre turismo, não sobre compras. Só abordamos e entendemos do assunto compras relacionadas a viagens.

Luciana
LucianaPermalink

Olá.... gostaria de saber se compras de equipamentos para trabalho (clínica médica) são considerados nas cotas. Ouvi dizer (não sei se é verdade) que por ser aparelhos que será usado no trabalho gera imposto p o governo entao não preciso considerar na cota visto q pagarei o referente ao uso na clinica. Isso existe? obrigadaaa

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Luciana! Informe-se junto à Receita Federal: http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/viajantes/DBA.htm

Carlos José
Carlos JoséPermalink

Bom dia, pertenço à uma associação religiosa e pretendo ir aos EUA no mês de abril, fazemos eventos na igreja com bazar brechó,em NYC existe um brechó com preços muitos bom, pergunto: Existe algum tipo de isenção para entidades sem fins lucrativos na compra deste tipo de produto, ou seja material de brechó?E qual seria o limite de compras?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carlos! Entendemos de turismo! smile Peça ajuda junto à Receita Federal.

Hugo
HugoPermalink

Carlos, se você está comprando em nome próprio, entra na sua cota, independentemente do destino dos bens. Se for uma importação em nome da entidade, não haverá recolhimento do imposto somente se ela usufruir de isenção ou imunidade, com preenchimento de todos os requisitos exigidos pela receita federal.

Além disso, é importante lembrar que a importação de bens usados normalmente é proibida, salvo algumas exceções previstas na legislação.

Ceneu
CeneuPermalink

Bom Dia,
Estou viajando para o Brasil no dia 18 de Marco e levando: 1 lap, 1 ipad, 1 iphone, 1 camera de foto, 1 camera de video, 1 Play Station (tudo usado de uso pessoal) e para presente, 2 relogios, 10 cremes da victoria secret, 2 tel inalambricos ($50.00 total), 1 proteina e 2 shakes(para uso pessoal). Gostaria de saber se estao parando todos no GIG, e se teria algum problema com essa bagagem?
Obg

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ceneu! Leia as orientações do post acima e os últimos comentários dos leitores.

Carlos
CarlosPermalink

Olá, moro nos estados unidos a 11 meses e tenho meus instrumentos musicais e do meu filho (somos musicos), esses instrumentos usados aqui na igreja que foram comprados aqui a mais de seis meses devo pagar imposto?

sem mais obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carlos! Não somos especialistas nesse assunto, sabemos apenas sobre compras em viagens.

Felipe
FelipePermalink

OLA boa tarde, estarei viajando a foz do iguaçu e vou ao paraguai pelas vans de turismo para fazer compras, quero comprar roupas calçados relogios e perfumes, corro o risco de ser pego na cota? e talvez trazer 2 objetos eletro eletronicos como um notebook e um celular. como devo fazer para nao apreenderem minhas mercadorias nem tao pouco ter que pagar um imposto abusivo?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Felipe! Lei é lei, não tem jeito. Se você for pego e tiver passado da cota, vai pagar multa. Para não pagar multa, só declarando previamente e pagando os impostos. De resto, é contar com a sorte.

Bruna
BrunaPermalink

Olá pessoal!

Estou indo para Lisboa e gostaria de saber se esse limite de 500 dólares na volta é válido para cada aeroporto ou se é para a viagem total. Eu terei 500 dólares para gastar no aeroporto de Lisboa e mais 500 dólares no aeroporto de São Paulo, isso?

Muito obrigada,

Bruna

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Bruna! São 500 dólares, no total, em compras no exterior, e 500 dólares no free shop quando você desembarcar no Brasil.

Patrícia Oliveira
Patrícia OliveiraPermalink

Uma dúvida. Posso ter problema ao retornar se levar emprestado um notebook importado, comprado aqui com Nota Fiscal, sendo que a nota, obviamente, está no nome do dono do equipamento e não no meu?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Patrícia! Não sabemos. Consulte a Receita.

Patrícia Oliveira
Patrícia OliveiraPermalink

Outra dúvida! Digamos que eu leve um celular daqui e traga outro de fora. Teria que pagar imposto sobre um deles, certo? Existe algum critério para a cobrança do imposto? Se no mais novo ou mais velho, mais caro ou mais barato, ou posso escolher sobre qual dos dois pagar?
E ainda, li aqui que o imposto deve ser pago em cartão de débito. Não é possível pagar cash, reais ou dólares?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Patricia! Se levar um celular e comprar outro, deixe o antigo lá fora.

Analucia de Medeiros
Analucia de MedeirosPermalink

Se eu levar do Brasil um celular nacional e eu tiver a nota fiscal para comprovar que já o tinha antes da viagem, ainda assim serei taxada se trouxer um novo dos EUA?

A Bóia
A BóiaPermalink

Sim, Analucia. Se pegarem vai ser taxada sim. O texto é claro.

Matheus
MatheusPermalink

Tenho uma dúvida, vou viajar para Vegas, Orlando e Miami. Irei ficar de 4 a 5 dias em cada cidade. Pretendo comprar iphone, ipad, digital, roupas, tênis, perfumes. Eu comprando no free shop da volta, no caso Miami, entra na cota dos 500 dólares? Ou só as compras de iphone, ipad, digital, roupas, tênis, perfumes???

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Matheus! Entra na cota dos 500 dólares de compras no exterior. Você tem mais 500 dólares para comprar no free shop do Brasil.

Carol
CarolPermalink

Olá,
eu posso levar meu note comprado aqui no Brasil com a NF?
Aí nesse caso eu não corro risco de nada, certo?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carol! Se o seu notebook for brasileiro, nem precisa da nota.

Rodrigo
RodrigoPermalink

ola vou aos estados unidos comprar duas maquinas que custam $613.21 cada como faço para trazer comigo como são duas maquinas de crepe eu trago uma e minha esposa a outra como seria melhor ?obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Rodrigo! Cada um tem direito a uma cota de 500 dólares em compras no exterior. Se 613 for o valor total, cada um traz uma, dentro de sua cota. Acima disso, é preciso pagar imposto. Leia post acima atentamente wink

Roberto
RobertoPermalink

Ola. Estou planejando uma viagem com conexao no panama. pretendo comprar eletronicos por lá. qual a melhor maneira de comprar produtos? na conexao de ida ou de volta ou os dois? entra na cota de 500 dolares? existe duty free shop em Sao paulo? abraço

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Roberto! Compre na volta, para não carregar bagagem extra na continuação da ida.

Tudo entra na cota dos 500 dólares.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2011/10/compras-no-exterior-conheca-limites-isencoes-e-impostos/

Fernanda
FernandaPermalink

Boa tarde!
vou para Miami e orlando com meu marido e filho,,,, uma dúvida....
as roupas q comprar e trouxar na mala, sem etiqueta, tenis também sem etiqueta vai entrar na cota dos 500 ou dá pra disfarçar que já eram nossas??? já ouvi dizer q pessoas levam a mala cheia de roupas velhas e jogam fora lá, pra trazer a mala cheia....
Como nunca viajei pra fora do pais, nos free shops tem tudo roupas, sapatos etc???? pq só vejo o povo falar que comprou bebidas no free shop rsrs
Obrigada

Jacqueline
JacquelinePermalink

Olá estou voltando de Houston gostaria de saber se carrinhos de bebes devem ser declarados quando passam de 500 dólares estou gravida e estou levando o carrinho mais o bb conforto daqui,

marty
martyPermalink

Por favorrrrr.... estou indo de ferias para Buenos em junho e nao possuo cartao de credito, seria uma boa eu ja levar pesos e dolares na carteira... minha camera tenho que levar NF,se nao levar celular(so meu chip) posso trazer um de lá como mneu uso? estou pensando em viajar com uma bolsa de mão,e ir comprando itens para usa-los por la e trazer tudo como usado.tipo bolsa,roupa,celular,calçado.mas os presentes se passar da cota eu declaro. vou levar real,dolar e pesos para garantir e assim nao cambiar por lá. me ajudeeeeeeeeee!

Patrícia samara
Patrícia samaraPermalink

Olá pretendo levar meu notebook e minha camera digital para Buenos Aires, quais os procedimentos que devo fazer?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Patrícia! Se o notebook for importado, leve a nota.

Solange Fonseca
Solange FonsecaPermalink

Vou a Vários países na Europa e volto por Portugal(Porto), é permitido trazer produtos tipo (presunto de parma, queijo, chocolates)?
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Solange! Só é permitido trazer chocolates. Nenhum produto in natura passa pela alfândega, se detectado.

Paulo
PauloPermalink

Prezada Bóia,
Li em alguns blogs que, além de câmera, celular e relógio, é permitido trazer também um leitor digital (kindle, kobo...) sem entrar na cota de US$ 500. Vcs têm alguma informação sobre isso?

Abraço!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Paulo! Não sabemos disso não...

Mariana
MarianaPermalink

Olá, Bóia!
Uma dúvida: é possível parcelar no cartão de crédito uma compra feita no exterior?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Mariana! Só é possível parcelar na volta, pagando juros. É o parcelamento da fatura, não da compra.

Mariana
MarianaPermalink

Obrigada pela atenção, Boia! E, de uma forma geral, pelas dicas aqui do site: estão me ajudando muito no planejamento da minha viagem para a Espanha agora em maio. =)

Aline
AlinePermalink

Olá! Com o que mais eles costumam implicar? Com coisas mais caras como roupas e eletrônicos, ou também com souveniers? Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Aline! A implicância é aleatória, não é com todo mundo nem com todos os vôos. Implicam com eletrônicos e com roupas ou artigos em quantidades que pareçam exceder a cota ou terem sido trazidas para revender.

Thiago
ThiagoPermalink

Ei Bóia , eu tenho uma duvida , tenho um celular que uso no Brasil e foi comprado aqui mesmo , estou pretendendo comprar outro celular no exterior , então se eu apresentar a nota do meu celular que foi comprado no Brasil e o outro que eu comprei no exterior vai ser considerado na isenção de somente um celular?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Thiago! Você só pode estar com o celular novo. Se estiver com o antigo também, mesmo que comprado no Brasil, o celular novo entra na cota de 500 dólares.

Edson
EdsonPermalink

Se eu levar meu netbook usado na viagem a Portugal ele conta na cota dos $500,00?

Não entendi isso?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Edson! Se o seu netbook tiver sido comprado no Brasil, não. Se for "gringo" e você for parado pela fiscalização na volta, pode ser incluído, sim. É sempre recomendável ter a notinha.

Edson
EdsonPermalink

Obrigado A Bóia!

Abraços

Bibi
BibiPermalink

E se eu fizer uma compra pela internet com o valor de US $499.99 tenho que pagar imposto?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Bibi! Se você receber no Brasil, você vai pagar imposto sobre o total. Se você vier com a compra dos Estados Unidos e tiver a nota, não pagará imposto, desde que não haja outras compras tributáveis na sua mala que chamem a atenção do fiscal.

edisom pires
edisom piresPermalink

Bom dia! Gostaria de saber si tem algum problema em levar uma televisao comprada no panama para o Brasil. Eu paguei 279 dolares numa tv de lcd de 32". eu trabalho em um navio e comprei para usar na minha cabine.obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Edisom! Os mesmos limites de compras se aplicam.

Priscila
PriscilaPermalink

Olá, por favor.
Vou viajar para USA agora em Junho, mas levarei apenas o necessário e quero trocar meu guarda roupa por lá. Na volta a última cidade será Miami onde farei a maioria das compras. Dúvida: tirando todas as etiquetas, usando algumas roupas lá e tenis tb para parecer q já eram meus, usar o ipad deixando fotos nele....com duas malas cheias respeitando os 32 quilos por mala, será q posso ser pega pela alândega???
Dizem q voos vindos de Miami a alfaãndega é mais exigente e se revistam mais, é verdade??

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Priscila! Se o fiscal invocar, você pagará imposto.

Andre
AndrePermalink

Se o fiscal parar paga imposto mais a multa..
Mas os preços valem a pena... mesmo pagando esse roubo que cobram da gente aqui

Erika Mello
Erika MelloPermalink

André,

Conforme vi nos relatos de hoje até este aqui(espero q seja o mesmo Andre,rs!!!), pelo visto vc tem uma boa experiência em compras nos EUA e alfândega brasileira.

Sendo assim, gostaria de te fazer as seguintes perguntas:

1)Produtos comprados nos EUA para casa, como artigos de cama, mesa, banho e cozinha são considerados de uso pessoal assim como roupa,tênis,shampoo, cremes etc?

2)Se forem, eles são isentos de tributação?

3)Se eles forem isentos não estarão dentro da cota de 500$,certo?

Aguardo sua resposta e agradeço desde já a atenção.

Abs,

Erika

Nanda
NandaPermalink

Sou literalmente marinheira de primeira viagem. Irei com meu filho em janeiro de 2014 para Nova York e Orlando.

A única coisa que pretendo trazer e que excederá a cota de $500 é um Ipad.

Minha dúvida é, ao preencher a declaração coloco o valor total do item (por volta de $750) ou apenas o excedente ($250)?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Nanda! Preencha o valor do bem, e você pagará imposto apenas sobre a diferença da cota.

Amanda
AmandaPermalink

Minha pergunta é a mesma da Fernanda (perguna q nao foi respondida):

vou para NY com meu noivo.. uma dúvida….
as roupas q comprar e trouxar na mala, sem etiqueta, tenis também sem etiqueta vai entrar na cota dos 500 ou dá pra disfarçar que já eram nossas??? já ouvi dizer q pessoas levam a mala cheia de roupas velhas e jogam fora lá, pra trazer a mala cheia….
Como nunca viajei pra fora do pais, nos free shops tem tudo roupas, sapatos etc???? Que tipos de produtos são vendidos no free shop?
Obrigada

Danilo
DaniloPermalink

Tire a etiqueta das roupas, da uma disfarçada sim, desde que dentro de uma razoabilidade, não va trazer 5 camisetas iguais...
Os duty free´s vendem roupas sim, apesar de não ser o melhor lugar p/ comprar: www.dutyfreedufry.com.br/?

llbuy.org
llbuy.orgPermalink

Amanda, existe uma cartilha da receita federal que fala sobre os bens do viajante. São bens que você leva para o uso durante a viajem. não há necessidade de voce levar uma mala de roupas e deixar por lã. Não! Voce pode ir com o mínimo de roupas e trazer a mala cheia de roupas que voce comprou para usar durante a viagem. Neste link http://www.llbuy.org/aduana voce poderá conferir o que eu estou falando. Abraços e boa viagem.

Andre
AndrePermalink

Isso vai da cabeça do fiscal...
Tem uns menos sacanas e tem aquele caxias... que querem arrecadar...

Luiz Carlos Dos Santos Vieira

Qual documento é necessário para ter acesso ao exterior na América Latina, EUA, Europa, África e Austrália?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Luiz! Você precisa do passaporte; alguns países exigem visto e/ou vacina. Informe-se sobre seu destino específico.

Luiz Carlos Dos Santos Vieira

Existem produtos que possuem livre comércio? Quais?

Luiz Carlos Dos Santos Vieira

Tem diferença no recolhimento deste imposto se a exportação for para diferentes continentes?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Luiz Carlos! Somos um site de turismo. Procure esse tipo de informação em fóruns relacionados ao assunto.

Andre
AndrePermalink

Estive em Miami semana passada, pela terceira vez, e ao voltar, desci no RJ Galeão.
O aeroporto continua o mesmo lixo de sempre, fila interminaveis, funcionarios mal treinados, um caos total.
A unica parte que funciona é a aduana, mais de 10 baias de fiscalizaçao, 22 fiscais... e um verdadeiro roubo sobre nosso dinheiro. Emfim, parece que nesse País só se investe em como não "burlar" as altas taxas.
Trouxe muita roupa de bebe e um carrinho, o fiscal ainda foi "gente boa", só olhou por cima e falou: "vou te tributar sobre 4000 dolares".
Paguei 4800 reais em impostos com a multa.
Acredito que gastei uns 7000 dolares...
Se voce vai pra Miami e vai voltar com duas malas estufadas até a boca, mais uns 12, 13 kg na de mão... esqueça... a chance de dançar é grande.

Victor Marinho
Victor MarinhoPermalink

Boa noite,

Estou estudando na Espanha a 10 meses, mas volto ao brasil 3 semanas antes de completar um ano aqui. Já comprei um notebook aqui, logo que cheguei, mas quero comprar outro. O risco é muito grande de ser taxado?
Será se funciona se digo que comprei o antigo no brasil?

Abraços,

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Victor! Se você for pego, espere pagar pelos dois.

Fasolo
FasoloPermalink

Olá. Eu estou com uma dúvida. Vamos supor que eu comprei dois celulares, um de 2000,00 dolares e um de 200. Eu usei os dois durante a viagem. Então, quando eu passar na alfândega, como saber qual celular será taxado? o de 2000, 00 ou o de 200,00. Porque se for o de 200,00 ele entra na cota de 500,00 dolares.

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fasolo! Se te pegarem, certamente taxarão o mais caro.

Jaqueline
JaquelinePermalink

Olá....vou viajar pra LA neste final de semana.Faço dieta e gostaria de saber de posso levar na bagagem de mão meu shake,cápsulas e proteína?
Grata,
jaqueline

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Jaqueline! Se algum for líquido, precisa estar em frasco de até 100ml.

Marcela
MarcelaPermalink

Bom dia Boia!

Estou indo para os USA e na voltaa pretendo declarar parcialmente minhas compras. Sabe me informar se qdo declaramos, ainda assim há inspeção das malas? É uma inspeção criteriosa?

Obrigada!
Marcela

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Marcela! É uma loteria.

Adelaide
AdelaidePermalink

Boa Noite, minha pergunta e? vou a primeira vez p Argentina, vou comprar somente cosmeticos, sao 3 tipos. Sera que tem regras, sao produtos repetidos.
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Adelaide! Está explicadinho ali em cima!

Sil
SilPermalink

Olá.

Vou a NYC agora em julho, ficar 40 dias, fazendo um curso de fotografia.

Pretendo comprar uma bike no meu primeiro dia de viagem, e usá-la como transporte principal durante todos os dias da viagem, além de fazer algumas trilhas com ela.

Prentendo também comprar um notebook, que irei utilizar muito para os cursos que vou fazer por lá.

Preciso declarar os dois? O fato de a bike estar usada (e muito) faria com que ela entrasse como "item pessoal" e, portanto, fora da cota de USD 500?

Se eu declarar a bike, que é mais barata (bem proximo dos 500 dolares), isso talvez reduza a chance de me pararem para fiscalizar os eletronicos? (carrego todo o equipamento fotográfico e o notebook na bagagem de mão, juntos) Sei que são hipóteses, mas gostaria de saber a opinião de vocês em relação ao "padrão" de comportamento dos fiscais.

Obrigada desde já.
Abcs

Danilo
DaniloPermalink

Certa vez declarei alguns eletronicos (uns 2000 USD) e mesmo assim passaram TODAS as minhas malas, inclusive a de mão, no raio-X. Por sorte não havia nada.
Cuidado com o notebook, eles farejam eletronicos...rs

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Sil! Você precisaria declarar o que ultrapassasse os 500 dólares. Nem a bicicleta, nem o notebook são isentos. Não podemos palpitar sobre as chances de você ser parada ou não, seria irresponsável da nossa parte wink

wildy
wildyPermalink

olá,

ano que vem vamos para Buenos Aires, eu e meu esposo, la ele quer comprar um terno, que sai menos de 150 dolares, sapatos, roupas. já eu fiz uma lista dos nossos perfumes e maquiagens importados. se nos comprarmos roupas la e usarmos, ja que vamos em epoca de frio, casados, lencos. Isso conta como compra adiquirida? ou eles so fiscalizam produtos que estao novos, nunca usados? caso passe dos 500 dolares tanto o meu quanto o dele, pretendemos fazer tudo direito, declarar o excedente e tals. tando nos meu limite de 500 dolares, maquiagens diversas e perfumes, sendo de marcas de diferentes, tem o perigo deles pensarem que to levando produto pra revender? uma vez que quero tambem levar presentes para meus familiares e amigos(mas essa cota ja entra em presentes neh, ou tem a ver com os 500 dolares do limite?)

aguado sua resposta.
obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Wildly! É uma loteria. Podem pedir a nota de tudo, podem nem sequer olhar a bagagem.

wildy
wildyPermalink

ah desculpa, esqueci mais uma coisa...

vou deixar pra comprar a maioria dos perfumes quando desembarcarmos no doty free de fortaleza, ja que temos mais 500 dolares neh, na volta pra casa... mas ai vai mais uma vez a pergunta: já que sao de marcas diferentes, nao cai naquele conto de que sao produtos iguais,por serem perfumes, ou sim?

obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Wildy! O que você comprar no free shop sairá do free shop lacrado e não passará por inspeção.

Rodrigo
RodrigoPermalink

Olá, tenho uma dúvida. Tenho uma amiga que está na austrália estudando e ela permanecerá lá por dois anos. Tudo que ela comprar lá e trouxer para o Brasil será taxado?

Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Rodrigo! O site da Receita Federal explica: http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/viajantes/ViajanteSituacaoEspecial.htm#maisde1ano

Danielle
DaniellePermalink

Olá, minha duvida é a seguinte: Vou para Buenos Aires no fim do mês e pretendia levar minha camera DSLR comigo. Porém nao tenho mais a nota fiscal, talvez tenha apenas o papel dos correios de quando fui busca-la na agencia. É necessario que eu leve o cupom fiscal? E outro, como que eles sabem se o produto foi comprado ou nao no brasil, se nao tiver nota fiscal? Meu notebook foi comprado no Brasil, mas nao encontrei nenhuma indicação no aparelho que comprovasse isso.

Muito obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Danielle! Provavelmente embaixo do seu notebook existe a indicação de que a fabricação é brasileira. Se você tiver só essa máquina, não há problema, não precisa de nota. Veja no post acima.