Yukon, Canadá: Aurora Boreal e outras dicas

Natalie Soares
por Natalie Soares

Aurora Boreal Canadá

Foto gentilmente surrupiada do site Explore Canadá do CTC

Cientistas comprovam que o uso da expressão “espetáculo da natureza” está permitido quando o assunto em questão é a Aurora Boreal, aponta estudo. 15 em cada 10 viajantes descolados sonham com uma viagem para observar esse fenômeno -- entretanto, na listas das viagens dos sonhos, esse é um roteiro que muitas vezes acaba ficando para trás. Eu entendo que a logística é um pouco complica, os valores não são muito atrativos e as distâncias são grandes. Mesmo sabendo que ia para Whitehorse na única época do ano que não é possível ver a aurora (#todaschora), tentei buscar informações práticas pra você começar a tirar essa viagem do papel.

Whitehorse Yukon Canadá

Como chegar

Não devo negar, meu caro Watson, Whitehorse é um destino um pouco distante do nosso Patropi e as conexões são inevitáveis. Voando com a Air Canada, provavelmente você fará a mesma rota que eu fiz: São Paulo – Toronto, Toronto – Vancouver, Vancouver – Whitehorse; para outras rotas no norte do Canadá, consulte a Air North, a cia. de Yukon. Para quem tem visto americano, as rotas via EUA com a United, por exemplo, fazendo conexão em Houston ou Chicago são opções válidas. Stopovers são muito bem-vindos em qualquer dos casos.

Whitehorse Yukon CanadáWhitehorse Yukon CanadáWhitehorse Yukon Canadá

Quando ir

O fenômeno acontece sempre nos meses mais frios e escuros do ano: do final de agosto até o começo de abril. No site da Arctic Range, existe até uma previsão do tempo só para a aurora boreal. Por isso é importante ter um pouco de paciência e flexibilidade para observar a aurora a boreal, às vezes ela fica tímida e nublada e não mostra toda a sua força para os turistas que estão ansiosos pela sua aparição.

O que fazer – atividades com a natureza

A região de Yukon é devotada a atividades ao ar livre e à prática de esportes de grande contato com a natureza. As atividades disponíveis no verão, como canoagem, trekking, tours de bike e pesca esportiva, são oferecidas de acordo com o nível de experiência do visitante, o que é muito bom porque, assim, você não precisa ser um atleta olímpico para fazer uma trilha de bike razz

No inverno, caminhadas com raquetes, passeios de snowmobile, passeios com trenó puxados por cachorros e pesca em lagos congelados também fazem parte do roteiro de quem vai para Yukon observar a aurora boreal. Alguns passeios, atividades e day-trips oferecidos pelas agências de receptivo incluem, além de todos os transportes, o aluguel das roupas térmicas para o turista, uma ótima ajuda pra quem não está acostumado ao frio do norte do Canadá.

Como funcionam, em teoria, os tours de observação da Aurora Boreal em Whitehorse? O responsável pelo receptivo leva o turista até o centro de observação da Aurora Boreal, uma região sem luz artificial e um pouco afastada do centro da cidade. O passeio dura certa de 4 horas de pura compreensão desse fenômeno natural e custa no mínimo 125 dólares canadenses por pessoa.

Algumas das agências de receptivo de Whitehorse que oferecem os tours de observação da Aurora Boreal são:

Veja também mais informações sobre a Aurora Boreal:

Rotas de motorhome

Se você é da turma que tem curiosidade de fazer uma viagem de motorhome, a região de Yukon pode ser pra você. Assim como a famosa rota 66 nos EUA, Yukon tem diversas rotas panorâmicas para quem quer curtir uma viagem de carro. O departamento de turismo de Yukon lançou uma revista bem interessante explicando todas as rotas da região, as atrações, as distâncias, as dicas para planejar a viagem, o tempo estimado e as atividades disponíveis. Você pode pedir uma cópia da revista, que será enviada pelos correios, no site oficial do Turismo Yukon ou fazer o download do PDF disponível. Fica aqui a sugestão para quando você assistir Pequena Miss Sunshine e ficar com vontade de colocar a família toda na estrada wink

Whitehorse Yukon Canadá

A hospedagem

A estrutura hoteleira da cidade é simples, como naqueles hotéis de rede forrados de carpete no chão, porém confortável e contempla as necessidades do turista que busca aventura.

hotel Whitehorse Yukon Canadáhotel Whitehorse Yukon Canadá

Onde comer

A cidade, apesar de pequena, conta com várias cadeias de restaurantes fast-foods americanos. Ainda nesse estilo minha-nutricionista-mandou-lembranças, dois restaurantes são bacanas em Whitehorse: o Klondike Rib and Salmon, um restaurante típico frequentado pelos moradores e famoso pela costelas generosas e pelas porções de salmão frito, e a lanchonete Lil’s Place com seu ar fake anos 50, Grease tocando na Jukebox e um milkshake gelado servido na mesa. Para quem não resiste a uma comida italiana, o Giorgio’s Cuccina pode ser uma boa opção. Eu não provei as massas, mas o pessoal que estava comigo indicou o restaurante wink

Klondike Rib and Salmon WhitehorseKlondike Rib and Salmon

Lil's Place Whitehorse CanadáLil's Place Whitehorse Canadá

E quem viaja com os pequenos?

Levando em consideração que a minha experiência em viajar com crianças é praticamente a mesma experiência que eu tenho em explicar Bóson de Higs, acredito que fazer um stopover em Toronto e Vancouver é uma opção super viável (é importante confirmar se é possível fazer esses stopovers antes da emissão das passagens, ok?). Assim a criança não fica tão cansada por conta dos longos vôos seguidos e vai se acostumando gradativamente com as mudanças de fuso horário/temperatura e a duração estendida ou reduzida da luz do dia. Talvez para crianças mais velhas, que já estejam acostumadas com atividades ao ar livre, o roteiro seja bem legal. Lembrando que o passeio de trem para o Alaska assim como os cruzeiros só acontecem no verão wink

Turminha que viaja com os pequenos, vocês acham que essa estratégia daria certo na prática?

Você já foi para o norte do Canadá nessa época do ano ou conhece alguém que já foi? Conte a sua experiência para nós. Fiquei curiosa para saber a diferenças dos passeios oferecidos no Canadá para os passeios da Noruega, por exemplo. A Bóia agradece mutcho wink

Natalie viajou em maio para Whitehorse, Yukon a convite do CTC (Turismo do Canadá) para participar do evento Go Media.

Leia mais:

17 comentários

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Nat, que presente, hein?
Está cuidadosamente guardado para o futuro.
Obrigada!

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Otimas dicas. Estou querendo mesmo ver a Aurora ja que os Deuses Vikings nao me deixaram quando estive na Islandia, talvez seja no Canada smile

Olhando no google maps vejo umas montanhas proximas. Ha lugares para esquiar?

Camila Torres - Colecionando Imãs

Esse sonho ainda tenho que realizar !

Mirella (@mikix10)

SHOW... me arrependo até o último fio de cabelo de não ter aproveitado essas coisas quando estava no Canadá! Mas uma coisa eu fiz... vi Aurora e o melhor, em Ottawa, acredita?
Foi uma época de super explosão solar e vimos do quintal de casa... foi lindo! Um dos fenomenos mais impressionantes que já vivênciei, parece de mentira!!!
Adorei as dicas smile
bjo

Flora
FloraPermalinkResponder

Eu sou uma das 15 entre10 que tem ver a Aurora Boreal no topo da lista. Mas sempre associei mais Noruega e Finlandia com este fenomeno. Que bela opção! E como são lindos estes lugares no verão!

Guia Canadá | Casa Paulista SA

[...] Aurora Boreal (Viaje na Viagem) [...]

Guia Canadá | Casa Paulista SA

[...] Aurora Boreal (Blog Viaje na Viagem) [...]

Antônio
AntônioPermalinkResponder

Olá, estava procurando passagens para o canada e encocntrei uma empresa que tem poucas avaliações, e gostaria de saber se vocês conhecem a westjet ?

Mirella (@mikix10)

Oi Antônio,
Moro no Canadá há mais de 10 anos... fica tranquilo, a WestJet é de confiança sim. É a empresa que bate de frente com a Air Canada para voos internos, mas ela faz o esquema "low coast", assim como a Porter Airlines.
Já voei westjet de Toronto para Banff e gostei muito, prefiro a Air canada, mas valeu pela diferença de preço que consegui.
Abs

Antônio
AntônioPermalinkResponder

Muito obrigado, mas mirella, nessa companhia há o problema de bagagem paga que existe nas lol coasts européias ?

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Boa Noite.
Não li os posts anteriores, por isso pode haver informacoes redundantes. Estou escrevendo para auxiliar os leitores, que tanto me auxiliam em suas viagens.
Fomos para Whitehorse com intuito de ver a aurora boreal. Em janeiro de 2013. Eramos um grupo familiar: 1 casal com filha de 2 (!)anos. Uma mae com casal de gemeos (3 anos). Uma irma solteira e meus pais. Enfim, criancas, jovens, adultos e quase idosos! Saimos de Guarulhos e fomos para Seattle (marriot waterfront). 2 dias na cidade e 1 no Outlet Tulalip (Tulalip casino Hotel), com finalidade de comprar roupas de frio apropriadas. Contratamos os servicos de van (Seattle-OUtlet-Whistler). Depois fomos para Whistler ( 3 dias. Sundial boutique hotel).Depois fomos para Vancouver (residence inn), para pegar o aviao para Whitehorse. (também com van privada).Ficamos uma noite em Vancouver. Deixamos as malas grande no Hotel e levamos malas menores. Em Whitehorse, optamos por duas noites com "tentativas" de ver a aurora. Utilizamos os servicos da Northern Talles. Na primeira noite nao vimos, na segunda noite SIM!. Em Whitehorse, o hotel melhorzinho é o Best Western, tipo "é o que tem para hoje!".
nao há muito o que se fazer na cidade durante o dia. Reservar antecipadamente o Passeio com cachorros, pois deixamos para ultima hora e estava lotado. Verificar a possibilidade do passeio de trem ate Yukon (nao fizemos pois estava fechado). Depois voltamos para Vancouver, onde ficamos mais 2 dias. E depois, Brazil.
É uma viagem com bastante paradas, mas necessarias por causa das criancas. Minha filha se lembra ate hoje da Aurora Boreal. Valeu muito a pena. Tudo correu perfeitamente bem, sem estresses ou imprevistos.
OBS: TODA A VIAGEM foi planejada com base na informacao do posicionamento da LUA NO HEMISFERIO NORTE. Os 7 dias anteriores ou posteriores à Lua Nova sao os mais indicados para ver a aurora (menos luminosidade).
Nas noites de visualizacao, vale comprar e levar: salsicha para assar na fogueira. Cerveja para gelar na neve. O receptivo fornece: bolachas, marshmellow, chá e chocolate quente. Nao tem refrigerante.

Nao escrevi mais porque iria tomar mais de uma pagina.
Mas, se alguem tiver alguma duvida necessaria, meu e-mail é: organizar.organizando@hotmail.com

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Obrigadíssima, Cristina! grin

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Olá,
Estou planejando uma viagem para setembro, com objetivo de ver a aurora boreal. Tenho disponibilidade de 10 a 12 dias no total e me informaram que gastarei 3 dias na "caça a aurora", restando então entre 7 e 9 dias. Duvidas: o que posso conhecer nestes dias? Estou pensando em Vancouver, Victoria, Whistler. Alguma outra sugestão? E quantos dias em cada lugar e qual a melhor roteiro?
Na possibilidade de um stopover, onde aconselham, alguma outra cidade do Canada ou Seattle?
Grata wink

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tatiana! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Enquanto isso, leia esse outro thread:
https://www.viajenaviagem.com/2012/06/vancouver-quero-mais/comment-page-1/#comment-365884

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Obrigada!
Estou ansiosa e empolgada!!!
Aproveitando...
Tem alguma dica de cruzeiro Seattle para Vancouver? E outra, a viagem de trem para o Alaska a partir de Whitehorse, é preciso comprar antecipadamente ou posso para deixar quando estiver "in loco"?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tatiana! Tanto o trem quanto os cruzeiros só funcionam no verão. Clique nos links indicados no texto para maiores informações e para comprar as viagens.

Edson Candido
Edson CandidoPermalinkResponder

Whitehorse é uma cidadezinha otima! Estive lá em outubro em 2016.
Fiquei hospedado no hostel Beez Kneez, muito bem recebido! Otima instalação e recomendo muito!
Fui lá com objetivo de ver as Luzes (aurora boreal), mas o que vi foi neve. Cheguei lá estava tudo verde e colorido e 8 horas depois... neve e frio! Mesmo assim eu voltaria lá. Fiz amigos(as) muito bacanas!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar