Réveillon a bordo do New York Water Taxi: a Mariana conta como é

Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

Réveillon no New York Water Taxi

Festa de Réveillon no New York Water Taxi

A leitora Mariana fugiu das aglomerações (e do frio!) da Times Square e comemorou a passagem do ano em Nova York fazendo um mini cruzeiro de 4 horas pelo rio Hudson. É uma idéia esperta, que faz do seu Réveillon um passeio a mais pela cidade. Veja como foi o Ano Novo da Mariana com a New York Water Taxi:

E aí que eu ia passar o ano novo em Nova York. Por ter lido tudo sobre no Viaje na Viagem e por me conhecer muito bem, a virada na Times Square estava completamente fora de cogitação. Eu também não queria reservar uma mesa em um restaurante, porque achei que seria um programa sem graça para quem viaja sozinha.

Foi aí que, no meio dos comentários da página do blog sobre Nova York, li a dica do New York Water Taxi. Eles oferecem diversos serviços envolvendo barcos no rio Hudson, e para o Réveillon havia dois tipos de pacote: um cruzeiro para famílias e o New Year’s Eve Cruise, o que eu acabei escolhendo.

Fui sozinha. Depois de uns 15 minutos (não muito agradáveis em pleno inverno, em um píer) aguardando para embarcar, entramos no barco que é todo fechado, e tem aquecimento. Para a festa, estava decorado como um bar/balada. Tem DJ, dois bares (um em cima e outro embaixo) e mesas dispostas pelo ambiente, com espaço para uma pista de dança no andar inferior.

Réveillon no New York Water Taxi

Menu e buffet

Entradinhas, jantar e sobremesas à vontade estão inclusos no pacote. Bebidas não alcoólicas também estão inclusas. Bebidas alcoólicas, apenas uma taça de champanhe (do brinde) inclusa, as demais devem ser compradas no bar (que aceita dinheiro apenas).

Havia pessoas de todas as faixas etárias, exceto crianças. As mesas não são reservadas previamente, então as pessoas vão meio que ocupando por ordem de chegada/entrada e o staff realoca as pessoas que vão ficando por último, rearranjando os grupos, se necessário. Eu não me importo nem um pouco, mas é preciso saber que se corre o risco de ter que dividir a mesa com alguém que você nunca viu na vida.

Réveillon no New York Water Taxi

Vista do barco

Após um tempo para todos se acomodarem e se servirem das entradinhas, que ficam em ilhas, serviram o jantar no buffet e abriram a pista de dança... E o barco navegando pelo rio, indo e voltando. É bem lento e é em rio, não dá náuseas, nem nada assim. A noite estava limpa naquele dia, não choveu, nem nevou, era possível ver o skyline nova-iorquino em detalhes, o ponto de vista do rio é muito bonito.

Réveillon no New York Water Taxi

Estátua da Liberdade (com zoom)

No momento da virada, o barco se aproxima da Lady Liberty, o DJ faz contagem regressiva, os telões transmitem as imagens da Times Square ao vivo e começam os fogos na estátua à meia-noite. Confesso que nem vi bola nenhuma caindo... Fiquei lá hipnotizada pela estátua e os fogos e tirando fotos lindas e pensando em como seria o ano que estava chegando. Tudo isso no quentinho. E sem aperto ou confusão.

Não sou exatamente de festas e baladas no Réveillon, prefiro comemorações mais tranquilas, mas achei que valeu a experiência. Partimos às 21h e retornamos ao píer 16 à 1h e, mantendo a média das comemorações em Nova York, depois cada um toma seu rumo para casa/hotel.

Importante: ao contrário do que me foi dito no hotel, não é fácil achar táxi livre no píer a esse horário... Acho que seria mais tranquilo combinar com algum motorista particular local e horário com antecedência. Não tentei o metrô porque não tem estação exatamente perto.

No fim, todos desembarcam juntos e saem à procura de táxi... No frio "super" agradável da madrugada em pleno inverno. Eu acabei conseguindo um táxi depois de andar pelas ruas uns 15 minutos (sempre no sentido da cidade e me distanciando do píer) e sempre me afastando de todos os outros que saíram do barco comigo. Muita gente ficou esperando os táxis passarem ali perto do píer mesmo, mas os que passavam ali já estavam cheios, porque 1h é meio que a hora em que a maioria das comemorações acaba e todo mundo está procurando um táxi...

Então, resumindo, é assim: vá muito agasalhado (para os momentos de espera em ambiente externo), com a volta pro hotel já esquematizada e open minded... Porque, como em toda viagem, é mais importante deixar-se surpreender com os momentos do que se ater às suas expectativas.

Obrigado pelo relato, Mariana!

Os passeios de Ano Novo da New York Water Taxi são anunciados no site no final do ano.

Leia mais:

3 comentários

Erica A
Erica APermalinkResponder

Posso estar enganada, mas acho que tem metrô perto do Pier 16 sim. Nas vezes que fui a Nova York fiquei nessa região por conta do amplo acesso à várias linhas do metrô. O hotel era Hampton Inn Manhattan-Seaport-Financial District, a melhor coisa é que dá para ir até a Century 21 a pé. hahaha

A estação Fulton St fica a menos de cinco minutos e dá acesso à quatro linhas. Outras estações dão acesso à duas/três linhas diferentes.

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Pode ser, Erica... Realmente não chequei a informação sobre o metrô no dia, só perguntei no hotel sobre estações perto e lá me disseram que nenhuma, que deveria andar alguns quarteirões.
Mas, olhando no Google Maps, o Pier 16 fica a 7 minutos a pé das estações Fulton St e Wall St (dependendo do objetivo e da direção em que se anda).

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Olá Ric e Boia!

Sempre que estou planejando alguma viagem venho aqui para pegar as dicas de vcs e dos leitores, e para passar o ano nov em NY não foi diferente!

Escolhemos um cruzeiro de ano novo também, e por isso estou aqui pra deixar as minhas impressões.

Comecei a pesquisar os cruzeiros em outubro (quando peguei uma promoção e fechei a passagem aérea), mas fiquei na dúvida sobre qual escolher e se o custo benefício seria bom, enfim...

Fui para NY com meu marido, e gostamos bastante de sossego, nada de muvuca. Por isso o NY Water Taxi não nos pareceu tão convidativo, pois queríamos uma mesa só para nós.

Depois de muito pesquisar, decidimos fechar com a Horn Blower, no Elite New Year's Espirit Cruise.

Devo salientar que a Hornblower é muito atenciosa, pois enviei algumas dúvidas por e-mail e fui prontamente atendida pela pessoa com quem peguei os convites pessoalmente em 24/12 (!), no escritório da Hornblower, que fica no Pier 40.
No dia 31 rumamos ao Pìer 40 (que fica próximo ao Metro das Linhas 1 e 3, na Houston Street). O embarque era a partir das 20h30, mas às 20h já entramos e fomos acomodados na mesa que estava reservada para nós.

O iate é bem pequeno, pelas minhas contas eram umas 30 mesas (algumas para 4 pessoas, mas a maioria para casais. Tinha até um casal com bebê!).

Na mesa tinha um espumante e nos ofereceram algumas opões de vinho ( que foi sendo "reposto" ao longo da noite). A música e o volume estavam adequados, tudo perfeito.

As entradas e demais pratos foram sendo servidos conforme fomos terminando.

Em um primeiro momento ficamos pensando que estavam indo muito rápido, afinal o embarque foi feito às 20h.

Mas foi tudo muito perfeito e sincronizado. Como eram poucas mesas pudemos apreciar a vista enquanto jantávamos. Próximo à meia noite o iate parou em um ótimo ponto, próximo à Miss Liberty. Brindamos, dançamos, bebemos e à 01h estávamos ancorando novamente.

A volta pôde ser feita de metrô (estava fui mas não aquele absurdo. Foi tranquilo).

Se valeu a pena? Com absoluta certeza sim. Foi um pouco mais caro que os demais cruzeiros, mas pelo fato de ser mais privativo, mais tranquilo, pela qualidade do que foi servido e pelo atendimento, valeu muito a pena. O que acaba encarecendo é o fato de nossa moeda estar, infelizmente, bem desvalorizada.

Foi isso! O relato ficou comprido, mas quis dar mais detalhes e poder dividir minha opinião, como muitos leitores fazem (o que sempre me ajuda, e muito!)
Beijos

Juliana

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar