#Linkódromo | 20 vinícolas para visitar na Toscana

Natalie Soares
por Natalie Soares

toscana edu luz DCPV
Foto | Edu Luz - DCPV

Passeios por vinícolas têm sido cada vez mais procurados pelos viajantes brasileiros. Esta é uma maneira sabor[hic]osa de conhecer mais sobre os diferentes tipos de uvas, processos de produção e harmonização dos vinhos.

Quando pensamos em vinhos italianos, a Toscana logo nos vem à mente. É a região do Chianti, do Nobile de Montepulciano, do Brunello (e do Rosso) de Montalcino.

Algumas vinícolas só aceitam visitantes com reservas antecipadas -- por isso, se você quer visitar uma vinícola específica, confirme previamente para não perder a viagem. As visitas envolvem breves explicações sobre a história das casas, métodos de fabricação e manuseio e são finalizadas com degustações -- ou mesmo com harmonizações com queijos e salames especiais. Algumas vinícolas ainda oferecem refeições completas, aulas de cozinha prática ou até mesmo passeios de bicicleta.

Por se tratar de um roteiro de agro-eno-turismo, para chegar até esses pontos, você vai depender basicamente de tours guiados ou terá que alugar um carro e seguir por conta própria -- mas cuidado com a combinação entre bebida e direção: o motorista da vez não deve tomar parte nas degustações.

A melhor época do ano para visitar as vinícolas da Toscana é setembro, período em que acontece a colheita das uvas – a vindima – que também coincide com a melhor época para aproveitar essa região da Itália.

Sem preocupação com a lei seca, demos uma voltinha virtual por excelentes blogs brasileiros e sites estrangeiros e reunimos um super material para você degustar enquanto planeja seu roteiro toscano.

E caso você já tenha visitado alguma vinícola da região, por favor compartilhe sua experiência e deixe seu relato na caixa de comentários wink

/#Linkódromo

Em inglês:

Leia mais:

Resolva a sua viagem:

11 comentários

Luisa
LuisaPermalinkResponder

Na època da vindima, como tem muito trabalho, algumas vinicolas reduzem muito - ou atè mesmo nao permitem - as visitas, convem confirmar sempre, pra nao perder a viagem. Outras vinicolas, em compensaçao, atraem mais turistas especialmente para participarem da colheita das uvas
(essa foi a minha experiencia em uma vinicola perto de Milao: http://www.arquivodeviagens.com/boia-fria-por-um-dia-participando-da-vendemmia/ )

Jà no ultimo final de semana de maio, acontece o evento "Cantine Aperte", em que as vinicolas participantes abrem suas portas e os visitantes podem visità-las sem hora marcada e com a certeza de que estarao abertas. http://www.movimentoturismovino.it/it/eventi/2/cantine-aperte/

Cinthia Rangel

Em outubro de 2010, fomos na vinícola Poggio Antico, em Montalcino.
Precisamos reservar com antecedência, mas fizemos tudo por e-mail.
No dia, chegamos atrasados e, apesar disso, nos incluiram no grupo seguinte em inglês.
O lugar é fantástico, lindo demais!
Tem restaurante, mas na época, estava em reforma e a própria vinícola nos indicou outro, o Boccon Divino, que faz jus ao nome, é realmente divino!

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Eu também já relatei minha visita a vinícolas na Toscana smile Super recomendo o Castelo di Verrazzano, em Chianti, que visitei e relatei aqui:

https://afrancesa.wordpress.com/2009/07/31/mangia-che-te-fa-bene/

Ana Cristina - ITALIAna

Oba! Muito obrigada por citar o blog ITALIAna! Realmente a Cantina Antinori no Chianti vale uma visita.
Porém, o link está quebrado... vocês podem consertar, por favor?
http://italiana.blog.br/cantina-antinori-vinicola-chianti/
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Corrigido, Ana Cristina! Obrigada por avisar e desculpe o errinho!

Lu
LuPermalinkResponder

Qdo fiz uma viagem de bike pela Toscana, em set/96 (afff, faz mto tempo!!!), realizei o sonho de me hospedar numa vinícola pequena familiar: Podere Terreno, em Radda in Chianti. Os quartos eram bem aconchegantes, mas o melhor foi a experiência de jantar c/a família, tds os hóspedes, de várias partes do mundo, à mesa juntos, tendo o vinho de acordo c/o prato.

Outra q visitei + recentemente foi a Barone Ricasoli, cuja visita foi extremamente didática e proveitosa no conhecimento de vinhos. Fica no Chianti, perto do Castelo di Brolio

Ivano de Filippis

Vc comentou outro dia em seu programa sobre um restaurante de um dos vinhedos da Toscana que não se deve deixar de ir. Poderia repetir por favor?
Obrigado
Ivano

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ivano! O Ricardo Freire mencionou no rádio a Badia a Ciltibuono e a Antinori, que são fáceis de incluir num passeio pelo Chianti.

Cristina Leonhardt

Mais uma recomendação de vinícola: a Fontodi, em Panzano! Um dos vinhos mais especiais da região da Toscana - vende no Brasil no Fasano smile - com direito a uma vista linda para o vale.
A cidade de Panzano também vale a paradinha no caminho, super gracinha e numa posição estratégica para bater aquela foto show de coma da montanha.
O relato da nossa viagem está aqui:
http://cuorecurioso.com/2015/06/04/uma-voltinha-na-toscana-casal-cuore-e-sua-filhinha-de-3-anos-vao-a-italia/

Rafael Pavão
Rafael PavãoPermalinkResponder

Meu sonho é ir para Toscana... estamos planjejando para 2017 e com certeza as dicas do viajenaviagem irão fazer grande diferença na hora de organizar tudo... muito obrigado!

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Visitamos a Diévole em 2010 e foi ótimo!
http://www.dievole.it/en/
A degustação foi muito bem conduzida e eles têm vinhos ótimos!
Almoçamos no restaurante deles e foi uma maravilha! Chef excelente e praticamente só por conta da gente.
Há hospedagem no local e a estrutura é ótima! Nos rendeu excelentes fotos é um passeio memorável...

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar