Jericoacoara agora cobra taxa de turismo (R$ 5 por dia)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Jericoacoara: taxa de turismo

A prefeitura de Jijoca de Jericoacoara instituiu a cobrança de uma taxa de permanência (denominada 'taxa de turismo sustentável') de todos os visitantes entre 13 e 59 anos (excetuando os deficientes físicos).

A taxa é cobrada desde 21 de setembro de 2017.

Como funciona a cobrança da taxa de Jericoacoara

Jericoacoara: taxa de turismo

Jericoacoara: taxa de turismo

  • Imprima o boleto e voucher. Pague o boleto no banco. Leve boleto pago e voucher com você.
  • Apresente boleto pago e voucher na pousada ao fazer check-in.
  • Caso exceda a permanência prevista, você precisará gerar um novo boleto.
  • No check-out, a pousada lhe dará o canhoto do voucher para você devolver no posto de serviço da entrada da vila.

Voucher Jericoacoara

Voucher

E se não pagar com antecedência?

Não recomendo. Se não pagar com antecedência, você vai precisar pagar nos únicos dois postos de pagamento disponíveis lá em Jeri:

  • Um posto de pagamento no Centro de Jijoca
  • Um posto de pagamento no Estacionamento de Jeri, na entrada da vila

Se você pagar antes de viajar, só vai precisar entregar o boleto e o voucher na pousada, sem perder seu tempo em Jeri com burocracia.

Existem outros lugares com taxa de permanência?

Sim.

Fernando de Noronha sempre cobrou essa taxa, que atualmente começa em R$ 68 por dia (e vai baixando um pouquinho a partir do 5º dia de permanência). Ao desembarcar no aeroporto, há duas filas -- uma para quem já pagou a taxa, outra para quem vai pagar na hora (e precisa preencher o voucher ali mesmo). É preciso apresentar o voucher na pousada, e se vier a exceder o tempo previsto de permanência, será necessário pagar por mais dias.

Morro de São Paulo chegouo a implantar uma taxa de visita. Era uma taxa única, de R$ 15, para qualquer permanência, e era cobrada no píer de desembarque das lanchas. A cobrança foi suspensa pela Justiça em novembro de 2016.

Barra Grande (Península de Maraú) cobra uma taxa de preservação de R$ 10, também para qualquer permanência. A pegadinha é que a taxa só é cobrada de quem chega de lancha, pelo píer de Barra Grande. Quem vem pela estrada não paga. Não há nenhuma espécie de controle com as pousadas.

Leia mais:

24 comentários

Maikon
MaikonPermalinkResponder

Bom dia Ricardo

Se comparado a Fernando de Noronha a taxa é muito barato,você pode informar quanto custa o transfer do novo aeroporto até Jeri?.Estou com vou marcado com Azul para fevereiro e não encontrei informações sobre.

Obrigado.

Jetnba
JetnbaPermalinkResponder

Bombinhas em Santa Catarina tambem cobra uma taxa parecida

Jefferson
JeffersonPermalinkResponder

Chego antes do dia 21 e saio depois. Isso me isenta do pagamento ou vou ter que pagar na "saída" os dias que fiquei a partir do dia 21?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jefferson! Não sabemos. Sua pousada pode descobrir para você, entre em contato com eles.

Rui
RuiPermalinkResponder

Mais um imposto que vai para os bolsos dos políticos, e com certeza sem retorno para melhoria de Jeri.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Aproveitando que eu sou a primeira a usar o nome de usuário acima - que uso há 10 anos rs - acho que implementaram tarde. Fui em 2002 e em 2007 achei que decaiu muito imagino agora. Pago com prazer se reverter em benefícios para o paraíso que eu conheci da primeira vez.

Sergio Manoel
Sergio ManoelPermalinkResponder

A corrupção no Brasil está institucionalizadas.
Seria bom se está taxa fosse para preservação, mas com certeza vai para o bolso daqueles que se dizem políticos.

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Olá! Saberia informar se em caso de utilização de 2 hospedagens diferentes temos que emitir 2 boletos e 2 vouchers, um para cada período? Abraços.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! Pela lógica, sim, porque pelo jeito a coisa vai ser controlada por meio das pousadas. Mas ligue para as pousadas para a orientação mais exata, eles estão lá com a barriga no balcão.

Keeth Gomes
Keeth GomesPermalinkResponder

Estive em Jeri em duas épocas. A primeira foi sensacional, divina... A segunda de 0 à 10, foi 4. É, 4 sim. Muito lixo, muita garrafa de vidro nas dunas, uma pena. E olha que fui na época em que tínhamos que pegar avião, ônibus e depois a famosa "jardineira". Fiquei muito triste com tudo. ?

Jader Gonçalves

A iniciativa é excelente, porém a nossa população já está cansada de ser enganada. Entendo que uma Lei dessas, somente deveria ser aprovada se no mínimo estivesse expresso a obrigatoriedade do Órgão Publico, no caso a Prefeitura ser obrigada a divulgar mensalmente um balancete, uma demonstração de quanto foi o valor arrecadado e a descriçao detalhada de cada projeto onde foi aplicado os recursos. Vamos lá Povo de Jeri. Vamos começar a mudar, a cobrar o que de direito é nosso. Um grande abraço.

Raimundo
RaimundoPermalinkResponder

O problema da sujeira nas praias e nas ruas de jeri não é dos moradores e sim dos visitantes com pouca ou nenhuma educação ambiental, quem suja deveria limpar. Querem visitar e deixar o rastro de sua educação. A taxa será mais uma vez usada por estas pessoas para dizerem, paguei para limpar minha sujeira. Como será de R$ 5,00 , com certeza não vão achar caro para suja tudo e depois reclamar.

Fabiano Aguilera

É realmente necessária a impressão? Digo, não posso pegar o código de barras e pagar online no meu banco e apresentar o voucher pela tela do celular?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabiano! Dê uma ligadinha para a sua pousada, eles já devem saber mais detalhes sobre o funcionamento da medida na prática.

Cleiton
CleitonPermalinkResponder

Essa taxa é cobrada somente para hospedagem em Jeri? ou é cobrado de todos os visitantes de maneira geral? Caso eu estiver de passagem por lá terei que pagar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cleiton! O controle é feito só nos meios de hospedagem.

hedy
hedyPermalinkResponder

Boa tarde
Essa taxa é só pra ficar dentro do parque e se for num passeio por exemplo na lagoa do paraíso , tem que pagar tbm?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Hedy! É uma taxa cobrada por dia de hospedagem.

Reginaldo
ReginaldoPermalinkResponder

Acabei de voltar de Jeri, e fui já com o boleto pago, o qual recomendo a todos (atenção, o pagamento é somente possível no BB e Caixa). O motorista que nos levou de Jijoca a Jeri disse que teria que parar no posto de fiscalização da única entrada da cidade para apresentarmos o comprovante de pagamento da taxa de turismo. E no dia de retorno também (os fiscais checam se você pagou por todos os dias de estadia em Jeri). Eles (os motoristas dos transportes) estão sendo orientados a parar obrigatoriamente para esta fiscalização. A única exceção ocorre quando saímos da vila para os passeios (e ao retornar dos mesmos).

Marcos Airton
Marcos AirtonPermalinkResponder

Parabéns, gostei da inovação

Edvaldo
EdvaldoPermalinkResponder

Jamais vou me deslocar para uma cidade turística onde cobram taxas pois a gente nesse país já paga tantos impostos e ainda pagar taxas para essas prefeituras que não fazem nada!!!!! O turista não é otario eu tinha até planos a conhecer Jericoacoara mas depois que inventaram essa taxa ( roubo) tô fora o turista vai gastar na cidade e tem que pagar taxa para prefeitura.tem muita gente trouxa façam igual eu não vá a esses locais tem tanto lugar lindo por aí sem cobrança.quero ver esses locais sem turista o que vão fazer!!!

Eduardo Antunes

Muitas cidades ao redor do mundo cobram taxas. Isto não é exclusividade do Jeri.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar