Jericoacoara

O vento levou
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Era uma vez um vilarejo de pescadores, no oeste do Ceará, isolado por dunas. Seu destino começou a mudar em março de 1987, quando o Washington Post resolveu fazer uma matéria para sua revista de domingo sobre praias exóticas e desconhecidas. Um dos correspondentes do jornal tinha estado recentemente em Jericoacoara, e emplacou a praia na reportagem -- que continha mais duas: Sanibel Island, na Flórida, e Mombasa, no Quênia.

Leer en español

Read in English

Àquela altura, pouquíssimos brasileiros já tinham ouvir falar de Jeri. Numa época em que não havia internet, a notícia que chegou à imprensa brasileira foi a seguinte: "o Washington Post elegeu Jericoacoara como uma das 10 mais bonitas praias do mundo". Lendo a matéria original, porém, você não vai encontrar nenhuma menção a ranking (na capa, porém, havia a chamada 'As melhores praias do mundo estão chamando'). Mas a história das "10 mais bonitas" pegou, e não há quem tire o título do curriculum vitae de Jericoacoara. (O Guardian britânico explica todo o mal-entendido aqui.)

Quando ir | Como chegar | Onde ficar | Onde comer | O que fazer | En español | In English

Muita coisa pode ter mudado nesses trinta anos, mas a marca registrada da vila continua onde sempre esteve: a majestosa Duna do Pôr-do-Sol, um pequeno Monte Fuji de areia no canto esquerdo da enseada que parece estar em permanente posição de desafio ao mar. (Não que o oceano seja ameaçador em Jericoacoara: a praia da vila tem águas rasas e calmas.) O vento também é o mesmo de sempre, e de agosto a dezembro atrai legiões de windsurfistas e kitesurfistas do mundo inteiro.

Os surfistas a vela, por sinal, deram um belo upgrade ao vilarejo, que ganhou pousadas charmosas e restaurantes cosmopolitas, muitos deles tocados por expatriados. Com conforto e charme, Jeri passou a receber mais e mais visitantes. O da vila, como não poderia deixar de ser, mudou.

Hoje, além dos mochileiros de antigamente e dos velejadores que vieram depois, Jericoacoara atrai uma garotada festeira e um pessoal que vem dar bom uso a seus poderosos jipões ou curtir a piscina privativa da varanda do seu quarto de hotel. Jericoacoara se tornou a Morro de São Paulo do Ceará; a Trancoso do Ceará; a Búzios do Ceará. Se você veio há mais de dez anos, talvez sinta falta de quando Jeri era apenas a Jericoacoara do Ceará.

No momento em que Jeri avança mais uma casa no jogo da civilização, com a inauguração do aeroporto e o início dos vôos diretos, é bom perceber que a vila aparentemente aprendeu a administrar o seu crescimento. Depois de muitos anos, finalmente o trânsito de carros e motos está proibido na beira da praia central. E o fluxo de carros de fora está sendo desviado com sucesso para os estacionamentos externos (no centro de Jijoca e na entrada da vila de Jeri). Já se pode novamente caminhar por Jericoacoara na alta temporada sem temer por atropelamento nem ziguezaguear em engarrafamentos na travessa Ismael.

Desde 21 de setembro de 2017 Jericoacoara passou a cobrar uma 'taxa de turismo sustentável' de R$ 5 por dia, por visitante.

A administração, contudo, capitulou no quesito barulho. O pancadão da praia central, que vai até as 2 da madrugada, está institucionalizado. Evite hospedar-se nas pousadas à beira-mar perto da rua Principal.

Jericoacoara: quando dá praia?

Quase não chove: Julho | Agosto | Setembro | Outubro | Novembro | Dezembro

Pode chover: Janeiro | Junho

Deve chover: Fevereiro | Maio

Vai chover: Março | Abril

208 comentários

Glaucia Carrasco

Bom dia!! Estou fechando uma viagem de 2 a 9/fevereiro para Jeri, e pensamos em ficar 5 dias em Jeri e 2 dias em Jijoca. Viajaremos com dias crianças de 1 e 7 anos. Compensa se hospedar 2 dias em Jijoca? A lagoa está cheia esta época do ano? Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Glaucia! Em fevereiro pode ser que a Lagoa Azul não tenha água, mas a Lagoa do Paraíso normalmente tem. Você pode confirmar mais perto, ligando para uma das pousadas. Dormir na Lagoa é bem gostoso para quem não quer agito.

Isabella
IsabellaPermalinkResponder

Bom dia! Eu indo para Fortaleza, como chego até Jeri ? São quantas horas de viagem?
Em uma semana de viagem, o ideal seria ficar quantos dias em Jeri e quantos em Fortaleza ?
Obrigada!

pedro holzmann vallim

Como será que esta o nível das Lagoas Bóia?
vou estar por la entre os dias 08/12 e 13/12 de 2018.
ficarei uma noite (de 12 para 13) hospedado na casa B&B na Lagoa Paraíso, por isso, da preocupação com o nível da agua.
qual barraca escolher na Lagoa? o passeio pra Tatajuba ainda esta valendo a pena? Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! Quando estiver perto da data, ligue para a pousada para saber como está a lagoa. Normalmente o trecho da Lagoa do Paraíso não seca.

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Olá!!! Gostaria de saber se maio ou junho são meses bons pra visitar Jeri.. e quantos dias são o suficiente pra conhecer os principais pontos turísticos!

BEATRIZ
BEATRIZPermalinkResponder

Bom dia, estou bastante perdida quanto a Jeri, irei eu e minha irmã no final de fevereiro/19, de 16 a 23...é muito provavel pegarmos chuvas???sete dias serao muitos em jeri???gastaremos muito para realmente aproveitarmos jeri???é melhor nos dividirmos entre jeri e jijoca ou nos hospedarmos apenas em jeri???estou com altas expectativas a respeito desse lugar, mas estou com medo de me decepcionar, por alguns comentários lidos por aqui, em relacao a preços altos, a praia da vila não ser tao legal assim....enfim,e não entendi sobre as opcoes para unir lençois maranhenses a viagem de jeri...poderiam me ajudar???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Beatriz! Viaje aos Lençóis Maranhenses entre junho e setembro. Em fevereiro as lagoas estarão secas e o tempo, mais para o chuvoso.

De resto, os outros capítulos deste guia tratam de todos os assuntos. Se você vai concordar com quem gostou ou com quem não gostou de Jeri, infelizmente não dá para prever.

anna luiza
anna luizaPermalinkResponder

Oi Pessoal!
Tudo bem?
Gostaria de saber se há transporte de Jeri para o Delta aos domingos (esse passeio é pela estrada de asfalto ou pela praia?).
Gostaria de saber também se é muito perigoso viajar de ônibus durante a noite de Fortaleza para Jeri e de Paraíba para Fortaleza.
Muito obrigada pela ajuda.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Luiza! Veja no site da Rota Combo os horários atualizados dos deslocamentos. Não há perigo em viajar de ônibus, de dia ou de noite.

Glenda
GlendaPermalinkResponder

Olá. Vamos a Jeri passa dois ou talvez 3 dias...
Depois queremos seguir pra Fortaleza.
Como faço pra seguir pra Fortaleza depois disso? Qual o preço a pagar?

Nereu Jr
Nereu JrPermalinkResponder

Tive que voltar lá pra constatar ao vivo:
Infelizmente não há pais salvação pra Jeri.
Estive lá em dezembro de 2018. E antes disso em 2012. A degradação que vi nesse intervalo, sob o pretexto de progresso não é efeito de temporada.
Esgoto na praia, poluição, carros mil, quase-atropelamentos frequentes, prédios brotando como mangue e um tanto mais de barbaridades que me parecem irreversíveis.
Triste saber que temos essa capacidade monstra de destruir a natureza.

Gilmeri Hergert

qual o meio de transporte mais barato para se chegar na vila do aeroporto de Jeri?

Marcus Garcia
Marcus GarciaPermalinkResponder

Estive em Jericoacoara agora no período de 10 a 17 de janeiro de 2019 e tive sentimentos e sensações distintas com relação a vila . Uma parte pelo que diziam que era antes de 2015 e outra pelo que vi de bom e ruim . Vamos lá : 1- O voo foi a partir de São Paulo direto para Cruz (3h e30 mins ). Desta maneira veja a sua conexão para não ficar aguardando muito tempo 2- O transfer foi realizado em uma Hylux e negociado diretamente na pousada que fiquei ao valor de R$100,00 por pessoa 3- A pousada Vila Kalango tem uma ótima estrutura , sendo ao mesmo tempo rústica e sofisticada . Café da manhã muito bom e durante os 7 dias que lá estive surpreendeu-nos com eventos programados internos e externos ( jantar a luz de vela com músicos excepcionais -violino e guitarra -e apresentação de DJ com música lounge ao por do sol no gramado externo ). Os quartos são excelentes (bungalows ) e funcionários gentis , sempre dispostos a proporcionar o melhor . A Vila Kalango pertence ao mesmo grupo do Rancho do Peixe que fica no Preá , onde essa pegada rústica se acentua e oferece lá uma estrutura de apoio de praia maravilhosa e nesse caso vc economiza um dos passeios para o leste ( que é onde o Kite está mais presente ) 4 - Os passeios pagos são basicamente 3 : Leste ( Preá e Barrrinha ), Oeste ( Guriú , Mangue Seco e Tatajuba ) e Lagoa do Paraíso , onde fiquei no ponto que a lagoa estava mais cheia , um beachlagoa club chamado Alchymist ( R$20 por pessoa para entrar ) com ótima estrutura mas serviços nem tanto . Procure negociar os preços dos passeios porque variam muito dependendo da hora e onde vc está contratando ( na pousada o valor recebe um acréscimo) .No meu caso variou de 250( buggy da praia para oeste ) a 400 reais ( buggy da pousada para a lagoa ) 5- Todos os outros passeios podem ser feitos a pé : por do sol nas Dunas / praia Malhada / Pedra Furada 6- Jericoacoara tem ótimos restaurantes , então faça sua lista e cada dia aproveite um deles para jantar( abertos de 19 ás 23h) mas , o Bistrô Caiçara não pode faltar nessa foodlist !!!!!!!!!!!!!! No roteiro gastronômico incluí o Fredyssimo/ Romã/Pimenta Verde /Bistrogonoff/Na Casa Dela /Tamarindo e finalizei com o jantar maravilhoso especial na pousada onde comi um risoto baião de 2 com carne seca nota dez .7- A melhor época para ir é mesmo de agosto a dezembro que é o verão na região . Agora em janeiro estava superlotada e ao início da tarde o tempo ficava nublado ou chovia próximo das 17h . 8- A cidade estava bem segura e policiada apesar dos últimos acontecimentos do Ceará. 9 - Alguns pontos centrais estão deixando a desejar pela ausência de fiscalização sanitária. 10- As lagoas estão abaixando o nível e alguns bares e restaurantes da lagoa estão retirando água da própria lagoa .11- Escolha adequadamente a sua pousada porque isso vai fazer a diferença final na hora de relaxar e tirar o pé da areia .12 - Jericoacoara é linda e ainda tem solução para se manter assim mas , vá logo porque alto está se aproximando .

Luana
LuanaPermalinkResponder

Algumas atualizações:

O custo de duas cadeira e um guarda sol, são 30,00 na praia e sinceramente são bem.precarias....mas é uma.das únicas opções. Pesquise os hotéis da Orla que alguns oferecem serviço de praia..

A Tia Angelita da torta de banana, atende na casa dela agora, não mais no Shop da Tapioca...

O Alchymist na Lagoa Paraiso custa 20,00 para entrar, vale a pena pois a paisagem é linda e o atendimento é bom, mas por este preço vc só tem direito a sentar a mesa com seis cadeiras, espreguiçadeiras custam 100,00 E se quiser ficar na área VIP 200,00 em um gazebo que cabem duas pessoas, mas nada de comida e bebida inclusos.

O Transporte que sai da Vila e vai para a Lagoa não custa 10,00 e sim 25,00 para ir e 25,00 para voltar, mas até que vale a pena se não quiser vale outros passeios...

Pedro
PedroPermalinkResponder

Fomos a Jeri (esposa, filha de 4 anos e casal de amigos com crianças) agora em janeiro. Nossa segunda ida lá, primeira foi em 2006
Ficamos 7 dias / 6 noites (4 dias inteiros estão de excelente tamanho).

Voo do Rio pela Azul, conexão em BH na ida e Campinas na volta, total de 10 horas de deslocamento "porta a porta" em cada perna.

Tranfer do aeroporto de Cruz demora uns 45 minutos, saiu a 350 o carro 4x4, motoristas agressivos na direção (beirando a imprudência no trecho das dunas).

Ficamos no Star Hotel, café da manhã excelente, hotel novo, boa estrutura, uns 10 min a pé da praia da Vila.
Todos os passeios são tabelados, pouca margem de negociação. Fizemos em 4x4 por causa das crianças.
A oferta de restaurantes é imensa (para todos os bolsos), e é o grande ponto positivo de Jeri.

Pontos negativos
1) Visivelmente a vila cresceu e a infraestrutura não acompanhou (esgoto a céu aberto, construçoes irregulares etc)
2) Você fica totalmente dependente dos bugueiros (horário, para onde vão te levar, fator "comissão" etc)
3) As lagoas (Paraiso e Tatajuba) foram loteadas por barracas comandadas por uma galera muiiiito estranha
4) As moscas - insuportável comer em lugar aberto - colocam aquele pó de café queimado para amenizar, mas ainda assim atrapalham

Enfim:
Jeri é um belo lugar, longe do que já foi
Quem não conhece, que vá logo, porque estão destruindo rapidamente
Não acho que valha a pena sair do Rio e pegar 10 horas de deslocamento pra lá
Sul da Bahia dá de 10 a 0 no meu entender
Abraços a todos e parabéns pelo belo trabalho, Ricardo

Viomar de Souza Ribeiro Vieira

Bom dia, pretendo ir em setembro e vou fazer a viagem toda em minha moto, mas não quero deixar a moto em Jijoca, poderia ir com ela ate Jeri?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Viomar! Se a moto é sua e você se garante em terreno totalmente arenoso, pode. Mas o caminho indicado não é por Jijoca, é pelo Preá. Em Jeri atenha-se às limitações de trânsito -- é proibido trafegar na areia da praia. Informe-se com sua pousada sobre estacionamento e segurança. Veja também se o seu seguro cobre danos ou acidentes em dunas e vias de areia.

Rafael Sá
Rafael SáPermalinkResponder

Ótimo dia!!

Vamos para Fortaleza e Morro Branco em Agosto e gostaria de saber se uma viagem de 2 dias pra Jeri com minha esposa e filho de 2,5 anos seria interessante ou mais trabalhosa que divertida, por favor?

Obrigado e parabéns pelo trabalho!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafael! Recomendamos pelo menos 3 noites em Jeri, justamente pelo acesso ser cansativo.

Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar