Onde ficar em Jericoacoara

Guia de Jericoacoara

Onde ficar em Jericoacoara

Os descobridores de Jericoacoara se hospedavam em casas de pescadores e dormiam em redes. Hoje em dia Jericoacoara já tem hotel até com piscina privativa na varanda.

Entre a rusticidade extrema e o luxo exagerado, felizmente, não faltam boas opções intermediárias.

Veja nesta página onde ficar em Jericoacoara escolhendo a melhor hospedagem que cabe no seu bolso.

Alerta: barulho

Jericoacoara onde ficar: barulho

A noite de Jericoacoara é uma das atrações da cidade. Muita gente escolhe Jeri justamente por causa da animação noturna.

Caso você esteja entre a minoria que prefere dormir cedo — e, além disso, tenha sensibilidade para música alta –, este blog adverte: pode ser difícil dormir.

Além da música em bares, existe um pancadão oficial, que acontece quase todas as noites na praia, ao fim da Rua Principal. Um quiosque com DJ e caixas acústica é montado no início da noite e fica no bate-estaca até pelo menos 2h da manhã, sem absolutamente nenhuma proteção acústica.

As duas últimas vezes em que me hospedei em hotéis da primeira fileira, dormir foi um martírio, por causa do pancadão. E mesmo quando fiquei na Praia Malhada, havia um barulho ao longe de música em bar convencional que me fez aumentar a velocidade do ar condicionado para conseguir abafar o ruído externo.

Não vejo, porém, um volume significativo de reclamações quanto ao barulho. É provável que eu tenha uma sensibilidade bem maior do que a média. Mas não posso deixar de avisar.

Pousadas pé na areia

A primeira fila de hotéis e pousadas é — como não poderia deixar de ser — a região mais cobiçada, onde estão as diárias mais caras. Mas dependendo da localização e do vento, você pode sofrer com barulho à noite.

Os hotéis estão listados em ordem geográfica, do oeste para o leste.

Essenza Dune

Jericoacoara onde ficar: Essenza Dune

Tecnicamente, o Essenza Dune não fica à beira da praia — está mais voltado para a duna. Mas não há nenhuma construção entre o hotel e o mar, o que dá a sensação de pé na areia também. É uma versão mais discreta do hotel Essenza — o projeto é praticamente idêntico. A diferença é que não há piscina coletiva: todos os apartamentos têm sua piscina particular.

Como não está de frente para o trecho mais freqüentado da praia, também consegue escapar da curiosidade (e das câmeras) dos passantes. Enfim, é para quem quer o nível de conforto do Essenza principal, sem a muvuca nem o folclore da sede.

Vila Kalango

Jericoacoara onde ficar: Vila Kalango

Quando abriu, em 2000, a Vila Kalango ficava numa espécie de esquina da vila com a duna: a vista para o monumento natural de Jeri era totalmente desimpedida. Mesmo com o povoado tendo crescido para a esquerda, a duna ainda é visível para quem está na piscina ou nas palafitas.

Para além da vista da duna, porém, o que a Vila Kalango oferece é a experiência de se hospedar numa pousada cuja arquitetura se harmoniza com o ambiente: madeira, palha, sisal e panos criam conforto e charme, sem matar a rusticidade que está no DNA de Jeri — um estilo que pode ser visto, ainda mais bem-resolvido, no segundo hotel do grupo Rancho do Peixe, no Preá.

A experiência fica completa quando você se hospeda num dos bangalôs sobre palafitas, que não têm ar condicionado — o vento dá conta da refrigeração.

Essenza

Jericoacoara onde ficar: Essenza

É o hotel-fetiche de Jericoacoara: desde que inaugurou, em 2014, o Essenza se tornou o grande ícone dos novos tempos de Jeri. Ocupa um terreno estreito, mas com boa frente de praia, e que foi aproveitado até o último milímetro. Aqui todos os quartos são de frente — e todos têm acesso direto a uma piscina. No térreo, as varandas dos quartos dão direto num espelho d’água comum a todos (à la Nannai de Porto de Galinhas). E no segundo andar, cada quarto tem uma piscina privativa na varanda, com direito a parede de vidro.

Em algum momento dos últimos anos, a piscina do térreo ganhou uma jangada, onde os hóspedes posam para fotos no Instagram. (É a versão cearense do The Venetian, de Las Vegas, que tem um canal indoor por onde navegam gôndolas. A diferença é que Las Vegas está a 6.000 km de Veneza, e o Essenza está em frente ao habitat natural das jangadas.)

As amendoeiras da frente cresceram bastante e hoje já não deixam as aqua-varandas tão evidentes para quem olha da praia. Mas essa cerca verde nem seria necessária. Hoje o Essenza não destoa mais da paisagem: faz parte dela.

Blue Residence

O Blue Residence ocupa um terreno em “L” invertido, com uma frente de praia estreita e a maioria dos apartamentos — assim como a piscina — nos fundos. O layout segue o estilo branquinho, vagamente grego, de outro hotel do grupo, o MyBlue. Aqui, porém, os apartamentos têm cozinha compacta, funcionando também como flat. Os quartos dos fundos estão a salvo do ruído das festas noturnas na praia.

Casa de Areia & Casa na Praia

Jericoacoara onde ficar: Casa de Areia

A Casa de Areia e a Casa na Praia são duas alas de uma mesma pousada. Sem dúvida, uma das mais chamosas de Jeri. Os quartos são compactos mas bem-resolvidos; a área de praia é super bem transada. O maior problema aqui a proximidade com o fim da rua Principal, onde toda noite rola música alta até de madrugada. Evite os quartos da frente.

My Blue

Jericoacoara onde ficar: My Blue

Aberto em 2003, originalmente como uma filial do Mosquito Blue de Playa del Carmen, no México, o My Blue foi o primeiro hotel a trazer conforto urbano a Jericoacoara. O projeto é interessante porque não interfere na paisagem da vila ou da praia. A piscina fica nos fundos. Os apartamentos ocupam bangalôs branquinhos de dois andares, dispostos em torno do jardim interno. A propósito, os apartamentos térreos têm pouca privacidade, pois sua janela é a própria porta — se puder, escolha um no segundo andar.

O sucesso do My Blue levou à expansão do grupo, que culminou com a abertura do Essenza. Ultimamente, porém, o hotel tem recebido resenhas bastante divididas dos hóspedes, que reclamam de falta de manutenção e gerência pouco presente.

Capitão Tomaz

Remanescente da primeira geração de pousadas de Jericoacoara, a Capitão Thomaz tem localização de luxo e quartos bastante datados. Só vale a pena se você descolar uma pechincha.

Ponta da Pedra

A Ponta da Pedra é a opção low-cost de frente para a praia. Os quartos são espartanos. Mas a área do café da manhã é bastante simpática, com chão de areia.

Jeribá

Escondidinha no canto direito da praia, a Jeribá conquista pela falta de pretensão: a pousada não faz de conta que está em Ibiza, nem quer revolucionar o design de ambientes. O maior item de luxo é o atendimento, unanimemente elogiado. Os apartamentos do tipo ‘superior’ e as suítes têm banheiras de hidromassagem. A piscina fica no jardim, mas tem vista parcial do mar.

Chili Beach

Jericoacoara onde ficar: Chili Beach

Se o seu conceito de luxo prioriza aspectos privacidade e charme (e não ostentação), o hotel em Jeri a cacifar é o adorável Chili Beach.

São apenas seis quartos, todos com ambientes privativos de estar, decorados com a maior concentração de bom-gosto por cm² da costa oeste do Ceará. O atendimento é cheio de mimos — do espumante recém-aberto de boas-vindas ao aperitivo-cortesia na hora do pôr do sol.

Entre a piscina e o mar, um gramado com tendas feitas de canoa está preparado para o happy hour e o pôr do sol.

O Chili Beach fica depois da curva da praia, já na Praia Malhada, que é deserta e contribui para o astral mais selvagem do lugar.

Hurricane Praia & Hurricane Gardens

Jericoacoara onde ficar: Hurricane Jeri

O Hurricane Jeri (Praia) parece um pot-pourri de hotéis bem-sucedidos de Jeri: tem um quê de Vila Kalango (a rusticidade, o chão de areia nas varandas do térreo), um quê de MyBlue (a disposição dos apartamentos) e até um quê de Chili Beach (a localização na Praia Malhada e a vibe meio Ibiza).

A combinação deu supercerto — tanto que acabou abrindo um segundo hotel na quadra de trás, o Hurricane Gardens, com preços um pouco mais simpáticos.

Apesar de dividirem a mesma recepção, os hotéis têm cafés da manhã e piscinas separadas (hóspedes do Gardens não podem freqüentar a piscina do Praia, que está à beira-mar). Mas não há problema em passar pelo hotel para chegar à praia.

O Café Jeri, a balada do pôr do sol de Jericoacoara, fica no rooftop do Hurricane Gardens.

Pousadas na vila

Originalmente, Jeri tinha quatro ruas que desembocavam na praia. Hoje, com o crescimento para o lado oeste, já são oito.

Pousadas na Rua das Dunas e arredores

Até o fim dos 90, esse era o limite oeste da vila. Eu não me hospedaria para muito além dela, não.

La Villa Jericoacoara

Com vista esplêndida para a Duna e sem nenhuma construção entre a pousada e a praia, a La Villa Jericoacoara é outro caso de pousada pé na areia que não está à beira-mar. A propósito, todas as áreas sociais têm chão de areia — menos a piscina, envolta por um belo deck de madeira.

Caminho da Praia

O sobrado branco com portas e janelas azul-carinho dá ares de ilhas gregas à Caminho da Praia. O quarto ‘standard’ é um pouco apertado, mas os ‘deluxe’ são espaçosos.

Cabana

Jericoacoara onde ficar: Pousada Cabana

Uma das pousadas clássicas de Jeri, a Cabana continua charmosa. A área interna é toda ajardinada; sua marca registrada é a sauna a vapor, que se comunica com uma pequena piscina por uma portinha tipo iglu.

Araxá

A uma quadra e meia da praia, a Pousada Araxá tem decoração supercaprichada, com cores e materiais que têm tudo a ver com o Nordeste e Jeri. A piscina fica no térreo. As suítes (tanto as Diamond quanto a Diamond Superior) têm varanda privativa no terraço, com vista desimpedia para a duna.

Pousadas na Rua São Francisco

Em termos de logística, a rua São Francisco é a melhor localização da vila. Por quê? Porque o ponto das jardineiras que fazem lotação para Jijoca (e suas lagoas) fica aqui. Quem chega de ônibus com a Fretcar também precisa vir até a rua para pegar as jardineiras de volta (na ida, as jardineiras entregam os passageiros em suas pousadas, mas na volta todos precisam ir à agência da Fretcar).

Pousada Pescador

Jericoacoara onde ficar: Pousada Pescador

Do mesmo dono da proibitivamente cara Chili Beach, a Pousada Pescador oferece conforto — e, sobretudo, charme — de pousada top. São apenas 5 quartos. O único ponto negativo é que os quartos dão para a travessa Beco Doce, que tem restaurantes e por isso produz algum barulho até perto da meia-noite (mas depois disso, só conversas ocasionais de passantes). O custo x benefício costuma ser excelente.

Surfing Jeri

Jericoacoara onde ficar: Surfing Jeri

A Surfing Jeri é do tempo em que dava para comprar um terreno grande, a duas quadras do mar, sem precisar construir cada centímetro para compensar o investimento. Seus simpaticíssimos chalés dão para um bonito jardim interno, com piscina.

Ibirapuera

Jericoacoara onde ficar: Pousada Ibirapuera

Numa travessa tranqüilita entre a rua São Francisco e a rua das Dunas, esconde-se a Ibirapuera. Em priscas eras, foi a primeira pousada charmosa da vila, e soube acompanhar a evolução da vila sem se descaracterizar. Os quartos (e a piscina) são compactos, mas o serviço é ótimo e as tarifas nunca assustam.

Pousadas na Rua Principal

Fiel a seu nome, a Rua Principal é a mais movimentada de Jeri, com muito comércio e restaurantes. Não é um endereço muito nobre para hospedagem. O trecho mais simpático é o que fica próximo da praia, numa quadra em que não passam carros — mas onde o barulho à noite pode incomodar.

Mona Lisa

Funcionando nos altos do restaurante Leonardo da Vinci, a Mona Lisa é toda branquinha e charmosa. Os quartos são próprios para o romance; tem bela vista para o mar.

CasAlice

Escondida da rua, ocupando o miolinho de sua quadra, a CasAlice tem apartamentos e bangalôs em torno de uma piscinota gostosa.

Pousadas na Rua do Forró

Quem se hospeda ao longo da rua do Forró tem acesso direto ao canto direito da praia da vila (já no caminho para o Clube Ventos). A travessa Ismael, que agrupa muitos restaurantes, está no finzinho da rua.

Villa Métisse

Protegida numa travessa entre a rua do Forró e a rua Principal, a Villa Métisse tem quartos arejados e confortáveis, que combinam branco e madeira. Cortinas na varanda e uma piscina de pastilhinhas verdes completam o (bonito) cenário.

Windjeri

Pertíssimo da praia, a Windjeri tem chalés com quartos compactos, mas com varanda. A piscina é enfeitada por uma ponte.

Carcará

O destaque da Pousada Carcará é a piscina, que tem esguichos e uma área de hidromassagem. Todos os quartos têm varanda.

Pousadas nos fundos da vila

Ficar longe da praia tem uma vantagem: você estará livre do barulho noturno.

Naquela Jericoacoara

Jericoacoara onde ficar: Naquela Jericoacoara

Quem escolhe a Naquela Jericoacoara vai precisar andar um pouquinho mais para a praia e para a noite, mas será recompensado por instalações confortáveis e uma piscina que justifica não sair da pousada num momento de preguiça.

Pousada da Renata

Jericoacoara onde ficar: Pousada da Renata

A Pousada da Renata é do tempo em que ficar em Jeri não custava uma fortuna. E mantém a tradição: suas diárias continuam em conta, com quartos transadinhos e um amplo jardim. É muito recomendada por leitores. Com o crescimento da vila, já há até bons restaurantes por perto.

Pousadas em Jijoca

Se você procura a melhor ‘praia’ de Jericoacoara e quer ter a certeza de noites silenciosas, considere ficar hospedado em Jijoca. Os mesmos passeios de bugue oferecidos em Jeri podem ser feitos a partir de Jijoca. E locomover-se entre Jijoca e Jeri (de dia!) é fácil, com as jardineiras da CooperJeri (que saem sempre que lotam).

Atenção: hospedar-se em Jijoca não é conveniente para aproveitar a noite em Jeri.

Pousada do Paulo

Jericoacoara onde ficar: Pousada do Paulo

Sou fã da Pousada do Paulo desde o primeiro campo do meu guia Freire’s, feito há 15 anos. Os bangalôs são simples mas confortáveis, a comida é deliciosa e fica melhor ainda quando você pede num dos gazebos com vista para a praia. Como a pousada não recebe grandes grupos de passeio, é a mais tranqüila para passar o dia. Os donos, Paulo e Fernanda, são grandes viajantes, e a Fernanda em particular adora bater papo sobre viagens passadas e futuras.

Chez Loran e Paraíso Natural

Há outras opções para pernoitar na lagoa, mas o volume de visitantes para passar o dia vai ser maior.

Hotéis e pousadas no Preá, Barrinha e Guriú

A vila do Preá, a 10 km a leste de Jericoacoara pela praia, cresceu muitíssimo: tecnicamente, é o melhor lugar para o kitesurf. Tem a facilidade de ser acessível por asfalto desde a CE 085 (e o aeroporto).

O povoado da Barrinha fica um pouco adiante para o leste e só agora começa a figurar no mapa de hospedagem.

O vilarejo de Guriú fica à beira-rio e, mesmo com a chegada do kitesurf, mantém suas características mais rústicas. O acesso é por estrada de chão desde a CE 085.

Atenção: nenhuma dessas localizações é conveniente para aproveitar a noite de Jericoacoara.

Rancho do Peixe (Preá)

Jericoacoara onde ficar: Rancho do Peixe

Se você não é kitesurfista, só existe uma razão para se hospedar no Preá — e que razão: no meu caderninho, o Rancho do Peixe tem o design mais incrível da hotelaria de praia no Brasil (que já começou a ser copiado em outros pontos do Ceará). Seus bangalôs de madeira e palha sobre palafitas, com ventilação natural, são a mais perfeita resposta que a arquitetura poderia dar ao ambiente ao redor. A piscina é gostosíssima, e o restaurante dispensa idas a Jeri.

Casana (Barrinha)

A maior novidade da temporada 2019 é o Casana (diga: Casa Ná), que chegou para ser o hotel mais luxuoso de Jeri e arredores. São apenas 8 bangalôs — dois com piscina própria, e um com dois quartos e um dormitório coletivo para adolescentes. O chef residente trabalhou com Felipe Bronze e Pedro de Artagão, e foi importado do Belmond Hotel das Cataratas.

Casa Uca (Guriú)

Na beira-rio em Guriú, a Casa Uca é um hotel design que combina rusticidade e minimalismo. Madeira, palha, vidro e cimento queimado criam um ambiente singular, totalmente fora do padrão da região. Beach hipsters, aproveitem.

Receba a Newsletter do VNV

Serviço gratuito

    92 comentários

    Olá!

    Estou em dúvida entre a WindJeri e a Naquela Jericoacoara.
    A estrutura da Naquela é linda, da WindJeri menor, mas a nota da WindJeri é mais alta em minhas pesquisas, o café da manhã é muito elogiado, o bar da piscina vai até às 21h e fica praticamente na praia a pousada! A Naquela já possui reclamações em relação ao café.. mas tem uma área externa linda!

    Me ajudem! Pleaseeee!!!!

      Olá, Marcela! Você fez uma boa pesquisa e analisou certinho. Siga a sua intuição, sabendo que não tem escolha errada entre as duas.

    Olá, obrigada pelas dicas! Vou para Jeri em janeiro e fiz a reserva no Ventana Hotel que fica no Preá. Meu marido fará aula de kite e também buscávamos um local mais sossegado. Tem algum feedback deste hotel? Obrigada

      Olá, Fatima! É o antigo Vila Bela Vista Preá, um dos primeiros hotéis da área. Acredito ser o único do Preá com apartamentos além de bangalôs.

      Veja resenhas recentes na página do hotel no Booking. Selecione “ordenar avaliações por Mais recentes primeiro”.

    Estamos indo em um grupo grande para Jeri para passar o reveillón. Gostaria de saber se é viável hospedar em Acaraú e fazer bate-e-volta todos os dias para Jijoca e a Vila de Jeri.

      Olá, André! Acaraú está a 40 km de Jijoca e 48 km da praia do Preá. De ambos os locais é preciso seguir de transporte 4×4 a Jeri. Não é prático.

    Olá..estarei em Jeri em dezembro e gostaria de saber como está a questão do trânsito de bugues e pickups na vila..tomaram alguma atitude ou continua a mesma terra sem lei? abç

    Boa noite!
    Eu e meu marido estaremos em Dezembro!Poderia indicar um hotel ou pousada longe do fervo a noite, porém gostamos de curtir um barzinho mas não até muito tarde rsrs

      Olá, SAndra! Nossas indicações estão listadas aqui. Quando há risco de barulho, está dito no texto.

    *postei isto em página errada, estou postando de novo…

    Oi, tudo bem?
    Vou tentar resumir: chego em Jeri e vou embora de lá pelo aeroporto desta cidade.
    Terei 13 dias inteiros “líquidos” para:
    a) conhecer Jeri e região;
    b) conhecer Barra Grande do Piauí e a partir de lá, o vôo dos guarás no Delta (não faço questão de fazer os outros passeios desta vez);
    c) não fazer nada num lugar bem tranquilo nos últimos 4 dias.
    *pedra no sapato: somos um casal e estaremos, no total, com duas malas de mão e uma grande e não vamos alugar carro.

    Dúvidas:
    01) Tendo como pressuposto que não desejamos usufruir da vida noturna de Jeri, o que vale mais a pena fazer?
    a. fazer os tradicionais passeios para conhecer a região, a partir de Jeri mesmo, já que chego pelo aeroporto de lá?
    b. fazer os tradicionais passeios para conhecer a região, a partir de Lagoa de Jijoca, ou seja, do aeroporto vou direto para uma pousada da Lagoa?
    c. fazer os tradicionais passeios para conhecer a região, a partir da Praia do Preá, ou seja, do aeroporto vou direto para uma pousada desta praia??

    02) Sobre os 4 últimos dias, o que vale mais a pena fazer?
    a. usufruí-los em Barra Grande do Piauí ou Lagoa de Jijoca (ou até mesmo outra praia)? (desconsidere o trajeto para o aeroporto pois estes 4 dias não incluem o dia do retorno).

    Podem me ajudar?

    Valeu!!!!

    🙂

      Olá, Edson! Os passeios de Jericoacoara podem ser feitos a partir de Jijoca ou do Preá sem problemas. A praia de Jijoca é melhor que a do Preá.

      Para os últimos dias de descanso, Barra Grande tem estrutura melhor que Jijoca.

    Vou passar a lua de mel em Jeri no ano que vem e estou com uma dúvida cruel….Hotel Hurricane ou Vila Kalango? Qual recomendaria?

      Olá, Bianca! São dois hotéis de estilos bem diferentes. Dê uma olhadinha nas fotos para ver com qual você se identifica mais, leia os comentários de hóspedes recentes do Booking. É uma questão de gosto.

    Estou aqui neste momento na Pousada do Paulo depois de sua indicação. Magnífico! Sem palavras para o lugar e para este casal incrível. Gratidão Ricardo.

    Olá Bóia, tudo bem? Como foi de férias?rs
    Estou indo para Jeri com minha Esposa e Filha de 2 aninhos. Pretendo me hospedar no Star Hotel, você poderia me dizer algo sobre ele? Me parece ser um pouco distante da Praia Principal e das Ruas, porém menos barulhento…

    Abraços

      Olá, Victor! Fui bem, obrigada. O hotel está fora do fervo mas não está no fundão da vila, que é a localização mais longínqua. O hotel tem essa cara de hotel de cidade, né? A gente acha que Jeri combina com fachadas mais rústicas, mas vai do gosto de cada um.

      Pensando na questão de estar com criança, qual você indicaria com um bom custo beneficio?
      Novamente agradeço

      Olá, Victor! As pousadas em Jericoacoara ocupam terrenos exíguos, são raras as piscinas e os equipamentos para recreação infantil.

    Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.