Onde ficar em Recife e Olinda: 19 hotéis selecionados

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Onde ficar em Recife: hotel Sheraton Reserva do Paiva

Sheraton Reserva do Paiva

Escolher onde ficar em Recife ficou mais fácil nos últimos anos, graças à renovação da hotelaria pré e pós-Copa do Mundo. E o que é melhor: hoje em dia as diárias em Recife são as mais em conta entre as grandes cidades brasileiras. Você consegue se hospedar com conforto na faixa dos R$ 300 (até menos!).

A Bóia recomenda: onde ficar em Recife

Clique nos nomes em azul para ver os detalhes de cada hotel.

Novos & confortáveis
Luzeiros (ao lado do shopping RioMar, acesso fácil ao aeroporto e Centro)
Transamérica Prestige (o melhor do Pina)
Bugan by Atlântica (perto da praia e no caminho do aeroporto)
Ramada Suites (sala e mini-cozinha a preço de quarto convencional)

O melhor dos renovados
Radisson Recife (charmoso, não entrega a idade)

Para economizar
Vivaz Boutique (no Pina)
Morada Bonfim (em Olinda)

Para dormir antes de seguir viagem (a Noronha ou Porto de Galinhas)
Ibis Aeroporto

Como escolher seu hotel em Recife

Pousada do Amparo, Olinda

Pousada do Amparo, Olinda

Depois de perder a primazia do turismo em Pernambuco para Porto de Galinhas, em meados da década de 90, a hotelaria do Recife estagnou por vários anos. Lá por 2010, era difícil escolher um hotel na cidade: os hotéis do Recife estavam envelhecidos, com equipamentos cansados.

A Copa do Mundo funcionou como catalisador da renovação da hotelaria no Recife. Hoje a cidade vive uma situação inversa de 10 anos atrás: há um excesso de bons quartos, o que leva a uma grande concorrência tarifária. Quem sai ganhando é o visitante, que se hospeda num 4 estrelas no Recife por preço de 3 estrelas em qualquer outra grande capital.

Entre um hotel novo e um renovado, sempre vai valer mais a pena escolher um novo. (O único renovado que não entrega a idade é o Radisson, porque já era moderno na época da construção.)

Vale a pena se hospedar em Piedade?

Se eu fosse você, evitaria escolher um hotel em Piedade -- o bairro contíguo a Boa Viagem, já no município de Jaboatão. Há poucos bons restaurantes, a praia não tem os recifes anti-tubarão de Boa Viagem, e você estará mais longe dos atrativos do Recife.

Vale a pena se hospedar no Paiva?

O Paiva só vale a pena para quem curtir férias de resort, com Recife e Olinda (e Porto de Galinhas) à mão para passeios de dia inteiro. Mas não é uma localização conveniente para sair para jantar ou curtir a noite em Recife.

Hotéis na ponta norte de Boa Viagem (Pina e RioMar)

O canto norte de Boa Viagem é o mais perto do acesso à região central do Recife (onde está o Recife Antigo), à Zona Norte (onde estão os melhores restaurantes) e a Olinda.

A região é conhecida como o Pina. Por ali há bons restaurantes, como a Tasquinha do Tio (ótima comida portuguesa a preços justos), o Entre Amigos Praia (com vista para o mar) e o Mingus Zé Maria (grelhados e cozinha contemporânea).

O pólo de restaurantes e bares da rua Capitão Rebelinho, paralela à praia, perdeu o vigor que tinha há 5 anos, mas segue quebrando o galho de quem se hospeda naquele trecho.

Galeria Joana d'Arc mantém o charme alternativo de sempre -- por lá, continuam em cartaz a creperia Anjo Solto e o gastrobar Haus.

Em último caso, também dá para recorrer ao elenco de restaurantes do shopping RioMar.

Luzeiros Recife

Hoetl Luzeiros, Recife

Hotel Luzeiros

Aberto em 2017, o Luzeiros Recife é o terceiro hotel de uma ótima rede presente em Fortaleza e São Luís. Os quartos são confortáveis e o serviço, bastante azeitado. A localização é estratégica: na entrada de Boa Viagem, com acesso rápido ao aeroporto pela avenida expressa Via Mangue, e com saída mais fácil para o Centro e a Zona Norte do que outros hotéis do bairro. É praticamente vizinho do melhor shopping da cidade, o RioMar -- mas o caminho é ermo e não aconselhável de fazer a pé. Chegue e saia de Uber, porém, e não há o que temer. Nota 9,1 no Booking (fevereiro/2020).

Transamérica Prestige Beach Class

Hotel Transamérica Prestige Beach Class

Transamérica

Quando foi inaugurado, em 2011, o Transamérica Prestige Beach Class sinalizava a renovação da hotelaria recifense que estaria por vir. Nos primeiros tempos, reinou absoluto como melhor hotel da cidade. Nos últimos 5 anos, ganhou muitos concorrentes -- o que ajuda a manter as diárias a um preço camarada. Se você não tem vertigem, peça um andar alto: o hotel tem 35 andares. Está à beira-mar na avenida Boa Viagem, no trecho do Pina. Nota 8,6 no Booking (fevereiro/2020)

Vivaz Boutique

Vivaz Boutique Hotel, Recife

Vivaz Boutique

Funcionando num predinho baixo, o Vivaz Boutique tem jeito meio de pousada, meio de hostel. Os quartos (todos privativos) são compactos e despojados, mas têm algum detalhe charmoso, como pintura ou papel de parede. Há uma pequena piscina (na maior parte do dia, sem sol) no terraço. Para economizar, é uma grande pedida: fora de férias ou feriados, dá para encontrar diárias a R$ 150. Só não espere luxos -- nem manutenção 120%. No check-in, uma boa idéia é pedir para ver os quartos disponíveis e escolher o que mais agradar. Está na quadra de trás da praia, na Capitão Rebelinho, com restaurantes e lanchonetes à porta. Nota 8,2 no Booking (fevereiro/2020).

Nobile Suites Executive

Hotel Nobile Executive Recife

Nobile Executive

Apesar do nome, o Nobile Suites Executive não tem suítes -- só apartamentos convencionais. Vizinho (e contemporâneo) do Transamérica, tem padrão um pouco mais simples, e por isso mesmo costuma oferecer as diárias mais camaradas entre os hotéis à beira-mar construídos na leva da Copa. Nota 8,5 no Booking (fevereiro/2020).

Ibis Recife Boa Viagem

Operando desde o final de 2016, o Ibis Recife Boa Viagem já abriu sob o novo padrão mundial da rede. Está localizado no principal corredor de trânsito de Boa Viagem, a av. Domingos Ferreira, próximo à saída para o Centro e a Zona Norte. A praia está a 3 quadras. Se você é fã da rede Ibis pela economia, é bom avisar que, quando você acrescenta o café da manhã (que é cobrado à parte), as diárias do Ibis ficam bem parecidas com as dos hotéis 4 estrelas mais bacanas da cidade. Nota 8,3 no Booking (fevereiro/2020)

Hotéis no miolo de Boa Viagem

O miolo do bairro não tem vantagem logística -- não está nem perto do acesso ao aeroporto, nem da saída para o Centro. Mas você vai poder pegar praia no melhor trecho: aqui são mais comuns os recifes que represam piscinas na maré baixa (e protegem de tubarões), e não há a erosão que comeu a areia na região da Pracinha. De quarta a domingo, procure ir à Barraca do Pezão, a mais confortável da cidade -- fica à altura do número 2846 da av. Boa Viagem (defronte à Padaria Boa Viagem).

Entre os restaurantes interessantes do pedaço estão o boteco/churrascaria Alphaiate e uma filial da rede Camarada Camarão. Como quebra-galho, dá para usar o Shopping Recife, o maior da cidade.

Radisson Recife

Onde ficar em Recife: Hotel Radisson Recife

Radisson Recife

Não dá para dizer que o Radisson Recife já tem 20 anos. O antigo Beach Class Suites continua moderno por fora, e foi totalmente repaginado por dentro depois que mudou de bandeira. Os quartos estão rejuvenescidos, com uma pegada meio millennial. Está num trecho especialmente bonito da av. Boa Viagem, junto ao Terceiro Jardim. Nota 9 no Booking (fevereiro/2020).

Grand Mercure Recife

Ex-Recife Palace, ex-Lucsim, ex-Golden Tulip, o Grand Mercure Recife Boa Viagem é o hotelão mais tradicional da beira-mar de Boa Viagem. Depois de muitos anos decaindo, foi comprado pela rede Accor em 2017 e desde então passa por reformas. Certifique-se no check-in de ser acomodado num quarto reformado. Nota 8,3 no Booking (fevereiro/2020)

Fity

Hotel mais novo de Boa Viagem (abriu em 2018), o Fity tem quartos básicos mas bem-apessoados, com iluminação na medida e piso de compensado. Fica numa transversal da movimentada Domingos Ferreira, a uma quadra da Padre Carapuceiro, a avenida que leva ao Shopping Recife, o maior da cidade (a 10 min. de Uber). A praia está a 3 quadras. Nota 9 no Booking (fevereiro/2020).

Hotéis na ponta sul de Boa Viagem e Aeroporto

A extremidade sul (à direita de quem olha para o mar) de Boa Viagem tem a zona hoteleira mais próxima de um aeroporto entre todas as capitais brasileiras. Num horário sem trânsito, dá 10 minutos de táxi (mas veja: é bem difícil encontrar um horário sem trânsito).

A feirinha de artesanato, parada indispensável para muitos turistas, fica nesta região, na Pracinha de Boa Viagem. A praia, porém, tem sofrido com a erosão, e pode ficar sem areia nas marés mais altas. O restaurante mais concorrido da área é o Entre Amigos/O Bode, que oferece uma ótima introdução à cozinha do sertão.

Bugan Recife by Atlântica

Hotel Bugan by Atlântica

Bugan by Atlântica

Inaugurado às vésperas da Copa 2014, o Bugan Recife by Atlântica era originalmente um hotel Courtyard -- uma bandeira da rede Marriott caracterizada por uma hotelaria enxuta e moderninha, dirigida ao viajante executivo com perfil mais descontraído. A troca de nome não mudou o espírito do hotel. Os apartamentos são aconchegantes; há uma loja de conveniência no térreo vendendo comidinhas e bebidas para levar para o quarto. Não fica à beira-mar, mas na Domingos Ferreira, no caminho de Boa Viagem para o aeroporto. Nota 9,1 no Booking (fevereiro/2020).

Ramada Suites by Wyndham

Onde ficar em Recife: hotel Ramada Suites by Wyndham

Ramada Suites by Wyndham

Suítes completas por diárias que a concorrência cobra por apartamentos simples: esta é a vantagem do Ramada Suites by Wyndham frente aos outros 4 estrelas da cidade. Todas as unidades têm pelo menos um quarto, mais saleta e cozinha com geladeira e microondas. Está longe da praia (mas no caminho de Boa Viagem para o aeroporto). A piscina no terraço é simpática. Nota 8,7 no Booking (fevereiro/2020).

Mar Hotel

Mar Hotel Recife

Mar Hotel: apartamento da ala nova

Quando o Mar Hotel abriu, nos anos 80, era para ser uma espécie de Maksoud Plaza recifense: o hotel 5 estrelas da cidade. A localização, porém, nunca esteve à altura das pretensões do hotel: muito longe da praia, numa área sem comércio interessante, sua única vantagem era estar relativamente perto do aeroporto. O hotel ficou datado muito rapidamente. Sua maior qualidade é ter uma área de piscinas padrão resort. Em 2014 abriu uma nova ala, agora sim, com apartamentos interessantes. Para ficar na ala nova, escolha um apartamento 'deluxe' ou 'master' (os 'standard' estão na ala antiga). Nota 8,7 no Booking (fevereiro/2020)

Atlante Plaza

À beira-mar perto da Pracinha de Boa Viagem, o Atlante Plaza impressiona pelos quartos envidraçados de cima a baixo e pelo elevador panorâmico. No entanto a estrutura, que é de 1995, acaba entregando a idade, mesmo nos quartos com decoração renovada. Tem uma ótima piscina no terraço. Nota 8,7 no Booking (fevereiro/2020).

Euro Suit

Onde ficar em Recife: hotel Euro Suit

Euro Suit (ex-Vila Rica)

No fim de 2019, o tradicional hotel Vila Rica foi vendido ao grupo mineiro Nacional Inn e passou a se chamar Euro Suit. É um hotel da década de 70, reformado em 2003. Os quartos deluxe foram redecorados há pouco tempo. Situado à beira-mar, é o mais simpático dos hotéis perto da Pracinha. Nota 8,2 no Booking (fevereiro/2020).

Ibis Recife Aeroporto

O Ibis Recife Aeroporto é perfeito para quem precisa passar uma noite no Recife para seguir viagem no dia seguinte. Se o seu destino é Porto de Galinhas e o seu vôo chega de madrugada, é ótimo: o hotel está na saída da cidade. Se você vai voar a Fernando de Noronha logo de manhã, é perfeito: o hotel fica praticamente em frente ao aeroporto. Só não dá para ir a pé porque é um entrocamento rodoviário conturbado. Um Uber vai custar R$ 10 e levar 3 minutos no trajeto. Nota 8,7 no Booking (fevereiro/2020).

Hotel no Paiva

Se você procura um resort nos arredores do Recife, de onde possa fazer passeios ao Recife e a Olinda, fique aqui. Mas não pense em sair à noite para jantar na cidade -- é longe demais para isso.

Sheraton Reserva do Paiva

Hotel Sheraton Reserva do Paiva, Recife

Sheraton Reserva do Paiva

A Reserva de Paiva é um condomínio de luxo numa antiga fazenda à beira-mar (que pertencia à família Brennand). O urbanismo lembra Brasília (ou seria Miami?), com gramados impecáveis e prédios residenciais de ótimo padrão. Nesse bairro que não parece nada com Recife se instalou, na época da Copa, o Sheraton Reserva do Paiva. Tem estrutura de resort, com uma área de piscinas com vista para a mata. Não está a beira-mar, mas oferece transporte até o seu clube de praia, que fica ao lado do centrinho comercial do Paiva (onde funciona um restaurante da rede Beijupirá). A praia é limpa e praticamente deserta, mas só é segura para banho na maré baixa. É uma boa opção para quem quer curtir uma praia com aparência selvagem e visitar Recife a Olinda a passeio. As praias do Cabo de Santo Agostinho, como Calhetas e Xaréu, estão a 30 minutos de carro. Porto de Galinhas, a uma hora. Nota 8,6 no Booking (fevereiro/2020).

Hotel e pousadas em Olinda

Olinda funciona como um bairro do Recife. Numo (raro) momento de trânsito fluido, está a menos de meia hora de Uber do Pina. Hospede-se em Olinda se você quer curtir a cidadezinha com uma intensidade que um simples passeio não proporciona.

Não faltam excelentes restaurantes por lá -- a começar pelos clássicos Oficina do Sabor (de camarões e frutos do mar na moranga) e Beijupirá (peixes e frutos do mar com toques de frutas nordestinas).

Hotel 7 Colinas

No Hotel 7 Colinas, o destaque vai para a piscina em meio à vegetação tropical. Os quartos são agradáveis, sem luxos -- mas com varandas. As áreas sociais são arejadas, como praxe num casarão nordestino. É o hotel ideal para passear pela cidade e se refugiar entre uma saída e outra. Nota 9,1 no Booking (fevereiro/2020).

Pousada do Amparo

Pousada do Amparo, Olinda

Pousada do Amparo

Participante da associação Roteiros de Charme, a Pousada do Amparo é a mais luxuosa da cidade. Funciona em duas casas históricas, que ficam uma em frente à outra na rua do Amparo (entre restaurantes e ateliês). Os quartos são um pouco cavernosos. A área da piscina é elegante. Nota 8,2 no Booking (fevereiro/2020).

Pousada dos Quatro Cantos

Situada no ponto mais emblemático de Olinda -- os Quatro Cantos que lhe dão o nome -- a Pousada dos Quatro Cantos é o camarote mais disputado para estar no Carnaval. Mas o lugar também é uma delícia fora da época da folia: um casarão olindense arejado e despretensioso. Tem uma pequena piscina no jardim interno. Nota 8,9 no Booking (fevereiro/2020).

Morada Bonfim

O 'cama e café' Morada Bonfim funciona desde o fim de 2018 num dos casarões mais fotografados de Olinda. Os quartos têm decoração 'clean' e, em sua maioria, banheiro compartilhado. O atendimento é feito pelo proprietário, Dalton, um forasteiro apaixonado por Olinda. Os elogios são unânimes. Nota 9,7 no Booking (fevereiro/2020).

Continue viajando:

3 comentários

Pablo Ferreira

Sou de Natal e vou com certa frequência a Recife. Para quem não está com crianças e não viajou para curtir praia todo dia, a melhor região é o Pina, perto do Riomar, da praia e fácil acesso ao centro, zona norte e aeroporto do Recife. A zona norte é bem agradável de ficar, ótimos restaurantes, se não encontrar hotel lá, tem excelentes apartamentos pra aluguel.

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Na ponta Norte de Boa Viagem faltou acrescentar o Hotel Manibu. Sempre se renovando e ótimo custo benefício.

Mariano
MarianoPermalinkResponder

Um hotel q sempre fico é o Hotel Manibu. Não vi listado, mas está dentro da maioria das características faladas: Fica no início de Boa Viagem, próxima a Zona Norte e ao Rio Mar; tb está a uma quadra da praia e muito perto e alguns metros dos principais restaurantes listados acima. Custo x benefício melhor de Recife, na minha opinião.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar