Rothenburg ob der Tauber

Alemanha: Rota Romântica nas dicas de 22 leitores

rothenburg

A Rota Romântica é um dos roteiros mais procurados na Alemanha. São cerca de 400 km entre Würzburg e Füssen ou, se você preferir, entre o rio Main e os Alpes germânicos. Uma das características mais bacanas dessa viagem é poder passar por cidadezinhas medievais, conhecer histórias e cenários diferentes na Alemanha e, principalmente, saborear a farta cozinha da Baviera.

Existem várias maneiras de você aproveitar a Rota Romântica: percorrendo o roteiro completo, visitando apenas algumas cidades-chave, ou combinando com outras regiões na Alemanha ou destinos vizinhos. Rothenburg ob der Tauber, Dinkelsbühl e Augsburg, além de Würzburg e Füssen, são as principais cidades ao longo da rota.

A rota pode ser feita em qualquer uma das quatro estações. Para encontrar festas e festivais, no entanto, vá entre junho e setembro (os meses mais quentes), ou do finzinho de novembro à antevéspera do Natal (para pegar os mercados natalinos).

Como se locomover pela Rota Romântica?

Apesar de muitos se referirem a esta rota como “a Estrada Romântica”, não existe uma única estrada que corte todos os vilarejos. Você vai precisar de GPS 🙂

O ideal é fazer o trajeto de carro, escolhendo uma ou duas bases.

Para quem não quer dirigir, existem outras opções. Dá para viajar de trem, usando o Bayern Ticket que é super em conta — mas tenha em mente que os trens são lentos e os trajetos costumam envolver uma ou duas baldeações (algumas vezes, em combinação com ônibus locais).

Existe também um ônibus turístico, o Romantic Road Coach, que opera de abril a setembro no esquema “hop-on/hop off”: toda manhã partem dois ônibus: um de Frankfurt em direção a Munique e outro de Munique em direção a Frankfurt, passando por várias cidades onde você pode descer ou subir. Como a passagem vale por 6 meses, você pode quebrar a rota em vários dias.

Quem não dispõe de tempo pode fazer um tour de um dia a partir de Munique — um tanto puxado, mas eficiente.

Uma última maneira de viajar pela região é pedalando, afinal, a Alemanha tem uma das melhores infraestruturas na Europa para quem viajar de bike.

Reunimos 22 dicas e sugestões dos nossos leitores para você aproveitar o melhor da Rota Romântica — roteiros, restaurantes, hotéis e as paradas mais charmosas:

Itinerários

Dica da Ana: “Percorremos a rota em quatro dias. As cidades-base foram Würzburg, Rothenburg, Augsburg e Füssen. Viajamos de carro, pois esse é melhor forma de percorrer aquelas estradas belíssimas. A cidade que mais gostamos foi Würzburg. O biergarten/restaurante Alter Kranen tem um joelho de porco esplêndido”.

Dica da Liliane: “Iniciamos por Würzburg, onde passamos uma noite. Fizemos a primeira etapa da rota no dia seguinte, dormimos em Nördlingen. Depois, percorremos o segundo trecho até Füssen, onde ficamos mais duas noites”.

Dica do José: “Saímos de Munique em direção ao Königsee e fizemos a Deutsche Alpenstrasse até Garmisch. Depois pegamos a Rota Romântica a partir de Füssen em direção ao norte. Uma parada intermediária em Nördlingen e dormimos em Rothenburg ob der Tauber. Ficamos em um pequeno hotel acolhedor chamado hotel-garni Hornburg. De Rothenburg nos desviamos para Bamberg para tomar umas cervejas em suas muitas cervejarias da região”.

Dica do Diógenes: “Fiz a rota com minha família e gastamos seis noites no percurso. A primeira em Würzburg, as duas seguintes em Rothenburg, outra em Augsburg e as duas últimas em Füssen. Foi tudo muito tranquilo. Aluguei um carro  em Frankfurt e devolvi em Munique”

Dica do Christiano: Fizemos a rota em quatro noites, pernoitando cada dia em uma cidade diferente, sempre no sentido da Würzburg rumo aos Alpes. Ficamos uma noite em Würzburg. Seguimos a rota passando por Bad Mergentheim e Weikersheim, rumo a Rothenburg ob der Tauber, a mais linda cidade da Rota Romântica. É uma cidade de conto de fadas, toda murada, com casario colonial ricamente preservado. Dormimos uma noite lá. Foi o ponto alto da rota. Depois visitamos outros belos destinos como Dinkelsbühl, Nördlingen e Donauwörth, onde cruzamos o Danúbio e chegamos a Augsburg. No último dia, passamos por Landsberg am Lech até chegarmos em Füssen e o castelo Hohenschwangau, o grand finale, já perto da fronteira com a Áustria. Uma linda e minúscula cidade aos pés dos Alpes com um lago e o castelo de Neuschwanstein.

Dica do Daniel: “Eu fui de carro com minha namorada. Fizemos em nove dias: 3 pra Munique e 6 para a Rota Romântica. As bases foram Würzburg, Rothenburg e Füssen”.

Dica do Heitor: “Em Würzburg, tome uma taça do vinho branco Silvaner na ponte Alte Mainbruecke e compre uma garrafa no famoso “saco de bode”, em algum “Hospital”. Vá a Kappelle, pois a vista é deslumbrante. Lá perto tem a cervejaria Würzburger hofbräu, muito boa. A igreja dentro do palácio Residenz de Aschaffenburg é muito interessante. Assista ao espetáculo de som e luz. Caminhe pelos jardins até as outras partes do passeio. Os arredores do Residenz também são muito legais e se tiver um tempo, almoce na cervejaria Faust.

Dica do Johnny: “Lugares imperdíveis: Rothenburg, Würzburg, Landsberg am Lech e Füssen. Todavia, acho que a maior atração da rota é a própria paisagem que vai se moldando conforme se percorre os 400 km. Após Füssen, é possível seguir viagem até Garmisch-Partenkirchen e além de visitar o Zugspitze (o topo da Alemanha). Recomendo visitar a Garganta de Partnach, onde rios cruzam rochas, um local maravilhoso”.

Hospedagem

rothenburg rota romantica alemanha

Dia da Ana: “Em Würzburg, recomendo o hotel Alter Kranen. Aconselho também a ficar nos hotéis familiares mais pitorescos com estilo local. São baratos, limpos, confortáveis e você se sente no clima”.

Dia da Liliane: “Gostei dos hotéis/pousadas familiares. Procurei sempre ficar em alguma GastHof.”

Dica da Renata: “Rothenburg ob der Tauber é imperdível! Tentem achar hotéis dentro do antigo feudo, mas fiquem atentos aos horários, pois alguns hotéis fecham e somente hóspedes que já tenham a chave do quarto conseguem entrar”.

Dica do Maurício: “Pernoitamos apenas em Rothenburg ob der Tauber. Imperdível! Ficamos uma noite nessa cidade cercada por uma muralha medieval. As hospedagens geralmente são familiares e muito boas”.

Dica do Christiano: “Em Rothenburg ob der Tauber, pernoitamos no tradicional Hotel Eisenhut que foi citado no livro da Patricia Schultz ‘1.000 lugares no mundo para conhecer antes de morrer’. Em Füssen, ficamos no Hotel Müller. Em Augsburg, pernoitamos no Ibis”.

Dica da Adri: “Em Schwangau, paramos no Landgasthof Zur Post. É uma hospedagem econômica de excelente qualidade, os quartos são ótimos e os de frente pra estrada têm vista para o castelo. O restaurante serve comida típica alemã muito saborosa. Quando formos, o hotel ainda oferecia um descontinho na entrada do castelo. Nada que determine uma escolha, mas achei atencioso. Em Rothenburg, ficamos no Kreuzerhof Hotel Garni. É uma casa antiga que fizeram de pousada, cada quarto tem suas características próprias. O serviço é básico, sem surpresas, mas tudo limpo, gostoso, atencioso, como uma hospedagem econômica deve ser”.

Dica do Ronaldo: “Passamos um dia em Rothenburg, a cidade obrigatória na Rota Romântica. Ficamos no Hotel Spitzweg, comandado por um casal de velhinhos num sobrado construído em 1536. Recomendo. Em Füssen, ficamos dois dias no excelente Luitpoldpark Hotel e de lá visitamos o castelo de Neuschwanstein e Garmisch-Partenkirchen”.

Dica do Daniel: “Em Füssen, ficamos hospedados no Hotel Sonne. O hotel é bem legal e tem um café da manhã delicioso”.

Dica do Heitor: “Em Füssen, ficamos no Gasthaus Guggemos, o hotel é um pouco afastado da cidade, mas em frente de um lago belíssimo. Não deixe de conhecer também a cidade de Füssen. No castelo Neuschwanstein suba de ônibus ou charrete, depois volte caminhando. Lá em cima, não deixe de ir até a ponte, é a vista mais bonita do castelo. Em Rothenburg, ficamos no Hotel Eisenhut. É muito bem localizado, do lado da maior loja de artigos natalinos e o hotel em si já carrega muita história”.

Dica do Johnny: “Fizemos a rota em 4 dias, com pernoites em Augsburg, Rothenburg e Füssen. Em Rothenburg, indico a pousada Fuchsmühle que fica fora dos muros da cidade, em frente ao riacho e bem próximo à pate murada. É um local tranquilo, ambiente acolhedor e com ótimo custo benefício. Em Füssen ficamos no Hotel Fantasia, a pousada é muito bem localizada, era uma das hospedagens mais econômicas na cidade. Para um pernoite, talvez eu trocaria Augsburg por outra cidade, caso viajasse durante a primavera ou o verão. Optei por Augsburg por ter ido no final do outono e, neste período, nas cidades menores o comércio fecha cedo. Nos hospedamos no Ibis que segue o padrão da rede: boa localização e boa hospedagem”.

Viajando de carro

Dica do Maurício: “O trecho até Munique é pequeno e as estradas são ótimas. Aconselho a utilização de GPS, alugue já com o carro” [ou use o Waze ou Google Maps, N. da R.].

Dica do Heitor: “Se puder, vá de carro. Entrar pelas estradas vicinais não tem preço, porém, tente conseguir um guia da estrada romântica, pois é fácil sair da rota. Vi muita gente também de bicicleta, inclusive velhinhos”.

Dica do Johnny: “Acho super legal realizar a rota de carro, justamente pela disponibilidade de parar onde bem quiser, sair da rota e conhecer outras cidades maravilhosas. A estrada cênica vai se moldando à medida em que se aproxima os Alpes. Em alguns trechos, creio que muitos podem se perder pela ausência de sinalização, por isso, é recomendável treinar o GPS para ir percorrendo trecho a trecho, cidade a cidade”.

Bayern Ticket

Dica da Maria: “Comprei o Bayern Ticket e foi uma grande economia. Na estação de trem em Munique, a sala para comprar esse passe fica a direita de quem entra, no meio da estação, com portas de vidro e o nome Bayern Ticket estampado na parte superior da porta de entrada. Eu fui direto ao balcão de compras e paguei com cartão de crédito”.

Leia mais:

Passagens mais baratas para Rota Romântica no Kayak

Encontre seu hotel em Rothenburg no Booking

Encontre seu hotel em Munique no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Allianz Travel

Aluguel de carro na Alemanha na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões em Rota Romântica com a Viator

66 comentários

Boa tarde! Vou fazer a rota romântica, agora no final de novembro, saindo de Munique em direção a Berlim. Gostaria de saber quais são as cidades mais interessantes para conhecer, já que só vou ter três dias. Muito obrigada.

    Olá, Andrea! A cidade mais interessante é Rothenburg ob der Tauber. Não perca o Tour do Vigia Noturno (Watchman’s Tour), que é conduzido em inglês todas as noites.

    A terceira noite pode ser passada em Würzburg – aproveite o dia para visitar o palácio Residenz.

    Munique-Rothenburg-Würzburg-Berlim é uma ótima viagem para fazer de trem.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.