Bayahibe: melhor para passear do que Punta Cana

Praia de Bayahibe, República Dominicana

No meu pequeno guia para decidir seu destino no Caribe servido por vôos a partir do Brasil, eu deixo claro que Punta Cana deve ser escolhida por quem quer curtir basicamente o resort all inclusive. Já aquela viagem para passear muito fica prejudicada tanto pelo tamanho da República Dominicana (que não é uma ilhota como Aruba ou Curaçao ou St. Maarten) quanto pela situação específica da praia (isolada na ponta leste do país, ligada por estradas lentas). A capital — por acaso a cidade mais antiga das Américas! — está a quase 4 horas de distância.

Existe, porém, uma praia que se encaixa mais no estilo de viagem de quem não quer ficar a maior parte do tempo no hotel. Falo de Bayahibe, a pouco menos de duas horas de Santo Domingo (e pouco mais de uma hora e meia de Punta Cana). Veja no mapa:


Visualizar Bayahibe, Punta Cana e Santo Domingo em um mapa maior

Bayahibe não tem a extensão da praia caminhável de Punta Cana, e por isso mesmo muitíssimo menos resorts, e nem ao menos vôos diretos do Brasil (o aeroporto da região, em La Romana, a 25 km, recebe vôos diários somente de Miami, pela American Eagle). Mas oferece uma série de atividades nas redondezas. Veja neste outro mapa:


Visualizar Bayahibe, República Dominicana em um mapa maior

É daqui que saem os passeios à Ilha Saona, o objeto de desejo número 1 dos turistas de Punta Cana; as lanchas chegam em 20 minutos (quem vem de Punta Cana enfrenta uma viagem de ônibus de duas horas para ir, duas horas para voltar). Os hotéis da região oferecem passeios, mas se você não tiver certeza quanto à meteorologia, pode deixar para decidir passear no próprio dia: lanchas independentes saem entre as 9h e 11h da prainha central de Bayahibe assim que lotam de passageiros.

Querendo fazer outro passeio a ilha, dá também para ir à Ilha Catalina.

Há jardins de corais e naufrágios pertíssimo da costa. O naufrágio mais famoso é o do capitão William Kid, um pirata escocês do século 17. Perto dali foi montado um Museu Subaquático, com corais que foram estudados e posteriormente devolvidos ao fundo do mar.

Na superfície, a região oferece o Parque Nacional do Leste, uma reserva ambiental onde estão preservadas várias covas habitadas pelos índios taínos, que ocupavam a região à época da descoberta por Colombo. A caverna mais famosa, no entanto, fica fora do parque, a meio caminho entre San Pedro de Macorís e La Romana: a Cueva de las Maravillas, com importantes inscrições rupestres.

Ainda nas redondezas há a curiosidade de Altos de Chavón, uma réplica de uma cidade medieval construída por um arquiteto italiano. O lugar tem um museu arqueológico, uma escola de design e lojas, e está encravado no condomínio chiquérrimo da Casa de Campo, desenvolvido originalmente para a residência da elite de funcionários do engenho canavieiro de La Romana, e que se transformou um bairro de segundas residências para gringos e dominicanos ricos. Por ali fica também uma fábrica de charutos artesanais aberta à visitação, a Las Palmas.

Finalmente, a capital Santo Domingo está a duas horas de viagem, o que faz dela um bate-volta ainda um pouco cansativo, porém bastante viável.

Playa Dominicus

As praias são lindas. Os locais vão repetir à exaustão que este é o “verdadeiro” Caribe, porque Punta Cana ainda está no Atlântico. É verdade, mas as praias mais calmas, na ponta leste de Punta Cana, também são impecáveis (e Santo Domingo, que fica no Caribe, tem uma praia barrenta).

Igrejinha em Bayahibe

A praia mais extensa do vilarejo (que você pode ver na foto do alto do post) é dividida entre um hotel (o Dreams La Romana) e um trecho de praia pública.

Bayahibe

A outra praia da vila é totalmente ocupada pelas lanchas que fazem os passeios a Saona e Catalina.

Embarque a Saona, Bayahibe

O pólo hoteleiro fica a dois quilômetros do centrinho, na praia Dominicus. Por ali estão o Viva Wyndham (com dois hotéis, o Beach e o Palace; vou fazer um post na seqüência), o Iberostar Hacienda Dominicus, o Be Live Canoa e o Catalonia Gran Dominicus. (Sim, são só cinco. Menos agonia para os indecisos.)

Playa Dominicus - trecho do Iberostar

Dominicus, fundos dos hotéis

Há um pequeno comércio (e residências) no entorno dos hotéis. Dá para sair do hotel e negociar passeios ou mesmo comer em restaurantes de verdade (recomendo o El Rancho, de italianos).

Abobrinha no Rancho El PasoRancho El Paso, Bayahibe

Um táxi entre Punta Cana e Bayahibe sai entre 100 e 120 dólares. Nâo há ligação direta de ônibus; é preciso ir a La Romana e lá pegar um táxi (35 dólares) ou um guagua (ônibus local).

Bayahibe, praia da vilaMamajuana, licor dominicanoPlaya Dominicus

Sempre é bom ressaltar que, se Bayahibe tem a melhor posição para passeios históricos e naturais, por outro lado Punta Cana tem toda uma estrutura de programas superproduzidos para turistas (encontros com golfinhos, mergulho com capacete de astronauta, ecoparques; veja aqui). A oferta de hotéis em Punta Cana também é mais luxuosa e mais variada.

Para viajantes independentes que queiram fazer passeios por conta própria, sem pegar o que já foi montado prontinho pelos hotéis, a divisão da estada entre Punta Cana e Bayahibe (quem sabe também com Santo Domingo também…) é uma grande pedida.

Todas as opções de transporte:

A Punta Cana: vôo direto da Gol; conexão no Panamá com a Copa; conexão em Miami com a American.

A La Romana/Bayahibe: conexão em Miami com a American.

A Santo Domingo: conexão no Panaá com a Copa; conexão em MIami com a American.

De Punta Cana a Bayahibe: US$ 100 a US$ 120 de táxi; ou ônibus local a La Romana, depois táxi ou guagua a Bayahibe ou Dominicus.

De Bayahibe a Santo Domingo: US$ 120 a US$ 140 de táxi; ou táxi ou guagua a La Romana e então ônibus a Santo Domingo.

Leia também:

Guia de Punta Cana

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

83 comentários

Acabei de chegar da Rep. Dominicana e como sempre que vou viajar costumo consultar o blog resolvi compartilhar aqui minha experiência e quem sabe ajudar alguém também. Já estive em Punta Cana anteriormente 2 vezes, 2011 no Barcelo Bávaro Palace e 2015 no Club Med. Nessa viagem fiquei 4 dias em Bayahibe no novo Catalônia Royal La Romana só para adultos e 5 dias em Bavaro no Barcelo Palace. Quero dizer que amei O La Romana em Bayahibe, o Hotel é muito charmoso com ótimos restaurantes, todos a la carte, almoço e jantar, sem reservas, sem necessidade de usar calças, o serviço de praia é ótimo, com sushi bar na praia. Vale dizer que o La Romana se difere bastanteee do outros Catalônia, tanto que o primeiro dia ainda ainda perdida fiz meu café da manhã e almoço nos buffet que pertencem aos outros Catalônia e achei bem fraco. Depois que descobri os restaurantes para café e refeições do La Romana, todos ótimos. Também a área de praia e sushi bar é separado dos outros.O Mar é bem mais bonito que o de Punta Cana, único se não é para o fato da praia ser de tombo, não é boa para caminhar, esse na minha opinião é o único ponto que ganha Punta Cana, a praia é mais larga, extensa e plana, também tem mais coqueiros que bayahibe, mesmo assim preferi Bayahibe, a água é incomparável, lindo por do sol tbm. Pra dizer a verdade fiquei bem triste por não ter optado em fazer todos os dias em bayahibe, bem decepcionada com o barcelo, achei mto lotado e pior do que achei em 2011. Bem é isso, que quiser pode encontrar meu insta (sou fotógrafa) em breve postarei muitas fotos da viagem por lá. Abraço

Fui de carro do Aeroporto de Punta Cana até Bayahibe ( Catalonia) . A estrada é excelente, muito tranquila , dupla, com pouco movimento . Levei 55 minutos .
A praia em frente ao Catalonia em Dominicus é fantástica. Sem pedra, sem algas ( sargaço), com mar muito azul . Os trechos de acesso público da praia são bonitos, porém sempre lotados, com muitos vendedores. A praia em Bayahibe é bem mais bonita que a praia em Bávaro, por exemplo. Fui de carro também em Juanillo e Playa Blanca, perto do aeroporto de Punta Cana, e foi tranquilo , só apresentar documento na entrada. As duas praias são muito bonitas, com bar que pode ser frequentado por qualquer um .
Colocaria em hierarquia da qualidade da praia : Dominicus ( Bayahibe)> Playa Blanca > Juanillo > Arena Gorda >Bávaro (Barceló)> Bávaro( Meliá).

Aproveitando algumas dicas do Ricardo , aproveitei um pouco de Bayahibe , cheguei cedo ao Aeroporto de Santo Domingos no Dia 23/01/2015 e peguei o transfer Privado para 5 pessoas da Dominican Shuttles que tinha reservado e estavam me esperando, paguei usd119 e fui para Bayahibe fiquei hospedado no Taino Accomodation apartamentos , também tinha opção dos bangalós , muito bom e barato , passamos o dia 23 aproveitando e curtindo Bayahibe ,não nos interessamos pelos passeios das ilhas Saona e Catalina pois estávamos com embarque previsto para o dia 25/01/2015 no Cruzeiro da MSC em La Romana , então queríamos aproveitar o máximo os arredores , no dia 24 fechamos um passeio com um rapaz que estava com o carro pero do nosso apartamento e cobrou USD 120 para levar a gente para conhecer Punta Cana e ficar , aproveitamos a Praia e vimos que o ideal lá é ficar num Resort , na volta nos levou para conhecer San Rafael Del Yuma , onde almoçamos no Restaurante El Arponero onde comi uma lagosta maravilhosa e onde você poe acessar passeios para o parque del este , no dia 25 fechamos com o mesmo rapaz um passeio a casa de campo e alto Chavon em La Romana , onde finalizamos o passeio com o embarque no Porto em sensacional Cruzeiro da MSC com escalas em varias ilhas do caribe Road Town,St John , Fort de France ,Castries ,Pointe-a-Pitre e Philipsburg , chegamos de volta no dia 01/02/2015 e já tínhamos fechado o transfer para a capital com o nosso amigo que cobrou usd100 , ficamos mais 2 dias em Santo Domingo e voltamos ao Brasil , não fizemos os passeios as ilhas o nosso objetivo era o Cruzeiro , mais ja estamos combinando voltar para usufruir de algum Resort e fazer os passeios , pois adoramos .

Fui para Bayahibe em Julho/15 e fiquei no Catalonia Gran Dominicus, um Resort muito acolhedor e com uma Praia de Azul lindissímo, cenas de filme e fui conhecer a Isla Saona vale muito conhecê la. Pesquisei muito traslado do Aeroporto/Hotel/Aeroporto e com certeza se seu resort não lhe oferecer, melhor
fechar o translado aqui no Brasil, que o preço fica mais em conta. Lá no Aeroporto pedem de US$100 à 120 dolares até Bayahibe. Como foi para Bayahibe e depois para Punta Cana e depois Aeroporto paguei aqui no Brasil R$400,00, para 03 pessoas. Se fosse pagar só até Bayahibe seria R$300.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.