Cajón del Maipo de carro, no inverno: dicas e cliques da Simone 1

Cajón del Maipo de carro, no inverno: dicas e cliques da Simone

Ovelha no caminho do Embalse el Yeso

Cajón del Maipo estava na lista de desejos da Simone faz tempo. Em sua primeira visita a Santiago, os planos deram errado: o guia com quem havia acertado o passeio descumpriu com o combinado, propôs pouco tempo de permanência no local e ela preferiu adiar a aventura. De volta a Santiago após dois anos, ela e o marido decidiram alugar um carro e conhecer a região por conta própria.

Ir ao Cajón del Maipo de carro funcionou bem para a Simone, que é fotógrafa e aproveitou para fazer os registros incríveis que ilustram esse post. O inverno atrapalhou um pouco a caminhada, mas criou um cenário dramático para as fotos. Vai pela Simone:

Texto e fotos | Simone Lobo
Estrada para o Cajón del Maipo

Cajón del Maipo fica a aproximadamente 60 km de Santiago. Alugamos um carro e fomos com GPS, é bem sinalizado. Em menos de 1 hora chegamos na cidade.

Decidimos conhecer Embalse el Yeso depois de ver algumas imagens e relatos por aqui. Mas, como fomos no auge do inverno, algumas dicas são importantes.

Chegando em Cajón del Maipo, seguimos o “Caminho al volcán” e nem precisamos parar para perguntar. Há placas por todos os lados.

Sinalização no Cajón del Maipo

Estrada para o Embalse el Yeso

A estrada é sinuosa e linda, você não vai se cansar de tirar várias fotos.

Quando entramos na estrada que vai para o Embalse, começa a parte mais linda. Parecia que estávamos subindo o Valle Nevado. A paisagem é belíssima, se prepare para cruzar com cavalos selvagens, raposas e cabras no meio dos Andes.

Estrada para o Embalse el Yeso

Estrada para o Embalse el Yeso

Estrada para o Embalse el Yeso

Como a estrada é de terra e marca 29 km para chegar ao Embalse, demora cerca de 1 hora, indo devagar e curtindo a paisagem. Mas não adianta ter pressa, o caminho é incrível.

Chegando lá é que é a questão. Eu havia visto uma foto com o chão de terra. Fui de bota comum, com solado de couro e, ao chegar, tivemos que estacionar o carro um pouco antes da represa e andar pelo menos 1 km na neve.

Caminho para o Embalse el Yeso

A estrada fica impedida e perigosa. O gelo estava cobrindo todo o caminho.

Estrada para o Embalse el Yeso

Neve de um lado, ribanceira de outro.

Então, uma dica: caso vá no inverno, use botas de neve para não correr o risco de se machucar.

Bom, a dificuldade vale a pena porque eu nunca tinha visto um lugar tão lindo em toda a vida. Silêncio, lago azul turquesa cristalino com montanha de neve por todos os lados.

Embalse el Yeso

Embalse el Yeso

Embalse el Yeso

Vale o passeio mil vezes.

Depois vi no Google Maps que a estrada vai bem mais adiante e a represa também. Deve ser muito lindo quando é possível caminhar ou mesmo seguir de carro até mais longe. Mas dali já é espetacular.

Se estiver em Santiago, programe 1 dia inteiro para fazer esse passeio, mas eu acho que Cajón vale uma esticada maior, pois tem muita coisa a oferecer. Tem estação de esqui, glaciar, vulcão, enfim, eu ficaria pelo menos uns 3 dias por lá.

Espero ter ajudado.

Muito obrigada, Simone! Parabéns pelo seu trabalho!

Leia mais:

57 comentários

Fizemos esse passeio no meio de setembro, com um carro alugado.
Na verdade fomos primeiro para o Vale Nevado, só pra conhecer, bem cedinho, e depois direto para o Embalse. Não recomendo os 2 passeios no mesmo dia, são muito distantes, chegamos no Embalse por volta das 15h e tivemos pouco tempo para aproveitar.
O lugar é lindo, para nós valeu muito a pena (mais que o Vale Nevado, como já falaram). Nessa época que fomos dá super pra ir com carro alugado, boa parte da estrada é de terra mas é bem tranquila desde que não se vá com pressa.
Óbvio que é um passeio contemplativo, não tem muito o que fazer, mas ainda assim vale muito a pena, é realmente lindo.
Para quem não gosta muito de aventura, ou tem medo de contratempos(ah, mas se o pneu furar, carro quebrar, passar mal…), vá com agência. Mas pra quem quer aproveitar a natureza, ir com calma vendo todos os detalhes, alugue um carro e vá.

Olá Mariana!

Vou agora em junho com minha família, o que inclui minha filha de 4 anos de idade. Queria fazer uma Day trip para Cajon mas estou na dúvida se vale a pena com criança nessa época do ano.

    Olá, Marina! A Mariana, assim como o Ricardo Freire, acham esse passeio superestimado. Mas todo mundo quer fazer e a maioria das pessoas parece curtir, então a gente dá o serviço. Mas os ‘contras’ estão todos no texto, veja se você se identifica com eles ou se os ‘prós’ fazem valer a pena.

ola, vou com minha mae (65 anos) e minha filha(6 anos) na ultima semana de julho, compramos o passeio a Cajon Deil Maipo por uma empresa turistica, na sua opiniao seria perigoso ir com minha filha? pois ela é pequena e nao caminha muito, minha mãe embora com idade, caminha bem e é bem ativa, mas fiquei receosa se tiver que caminhar muito com minha filha na neve, não sei se ela aguenta e se não é perigoso. Qual sua opiniao?

    Olá, Juliana! Cada passeio tem o seu próprio roteiro. Pergunte à agência onde você comprou.

Eu fui há duas semanas atrás e foi maravilhoso! Um dos lugares mais lindos que já vi na vida. Mas como é inverno e tem nevado por aqueles lados, preferimos ir com uma empresa de turismo (Viaja Brasil). A empresa parou o carro a mais ou menos uns 2km do Embalse e fomos caminhando até lá. Não recomendo para quem tem dificuldades de caminhar ou ir com crianças pequenas, mas vale totalmente à pena. Lindo!!!

Estou no Chile há quase 1 semana. Nos 2 primeiros dias, andamos por Santiago. No terceiro dia, depois de pesquisar pela Internet, decidimos ir a Cajón. Fizemos o trajeto da forma econômico: de trem até Plaza de Puento Alto. O problema foi que saímos tarde de Santiago, perto das 9h. Bem…da estacão, pegamos o microônibus MB72 até San José del Maipo. De lá pegamos outro ônibus até San Gabriel e de lá outro ônibus até El Vulcan. Na época que estamos, é o máximo onde os ônibus chegam nesse horário. De lá decidimos ir a Banos Morales. A única forma era pedindo carona. Conseguimos com um caminhoneiro. Chegando lá, bem, umas 3 da tarde hahahah…tivemos uma “surpresa”: a venda so ingresso pra caminhar até o monumento se encerrou as 12h30. Isso porque, segundo o guia, são 3h pra descer até o monumento e três horas pra voltar e lá eles encerram as atividades por volta das 17h.

Bem…o passeio valeu a pena pela aventura e pelas fotos. E na volta pegamos carona também até Santiago com um chileno que morou 9 meses no Brasil. Enfim…o rolê foi muito bom. 🙂

Em Março 2015, estive em Santigo com a minha esposa. Pretendíamos ir até o Valle Nevado, contudo como não havia neve para se ver buscamos algo novo. O algo novo na região da cordilheira foi a ida ao Cajon Del Maipo.
Fomos com uma empresa que faz o trajeto com uma minivan que no mínimo leva 4 pessoas e 22.000 pesos cada com a entrada na termas, ou seja, bem caro! Mas valeu muit.
Queríamos ir no Baños Morales que na minha opinião é muito mais belo que o Baños Colina. O Baños Morales fica depois do Baños Colina, na mesma estrada, em uma região mais rustica e as piscinas são mais limpas e menos frequentadas. Quando chegamos havia apenas 8 pessoas.
Quanto a forma de se chegar, sugiro fortemente o aluguel de uma carro, conheci um casal de brasileiros que fez isso e chegou ao local sem problemas, apesar da estada se de pedras é possível se chegar sem problemas (a nossa van chegou e não era nenhuma 4×4).
O macete é chegar até em São José de Maipo é de lá seguir até São Gabriel e depois perguntando-se e seguindo-se sempre a estrada ao lado do Rio Maipo se chega as terma, primeiro no Baño Colina e se seguindo na estrada se chega no Baño Morales.
Como eu disse a estada e ruim mas nada que dificulte a chegada, inclusive existe uma pedreira que mantem a estrada em bom estado até o baños Calina.

Estou indo pela 3a vez ao Chile. Este lugar é incrível, vale muito a pena. Foi um dos lugares mais incríveis que conheci e olha que viajo bastante. Fui de carro alugado e é super tranquilo pra chegar. Fui no início de Maio e já tinha muita neve e estava nevando em Baño Colinas, não consegui subir com o carro até lá.

lugar maravilhoso. fui agora dia 7/11 com amigas e um grande amigo nos levou, vale a pena cada vista maravilhosa encontramos cascatas e o rio vai acompanhando a estrada, vacas e cabras pelo caminho é maravilhoso.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.